30 de abril de 2017

O Projeto Manhatran e a Construção das Primeiras Bombas Atômicas

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

O projeto Manhattan foi o responsável por produzir as primeiras bombas atômicas do mundo. Em pouco menos de 3 anos, período recorde de tempo, milhares de instalações foram construídas nos mais diversos estados americanos e até em outros países, incluindo a maior construção do mundo na época e o primeiro reator atômico. Vamos conhecer o programa do início, desde a carta de 1939 que alertou os EUA do perigo, os principais locais, os modelos de bombas, as formas de obtenção do urânio-235 e do plutônio-239, o primeiro teste e finalmente terminar com o lançamento nas cidades de Hiroshima e Nagasaki.

Assombrados, o mundo está em alerta com a ameça iminente de uma guerra dos EUA e aliados contra a Coréia do Norte, o país mais fechado do mundo e que insiste em desafiar o mundo com seu programa nuclear para desenvolver a bomba atômica. Aproveitando isso, resolvi trazer para vocês a história da construção das primeiras bombas atômicas do mundo: o Projeto Manhattan. Vamos saber mais do assunto.

28 de abril de 2017

Transplante de Cabeça: Sergio Canavero Confirma Polêmica Operação nos Próximos 10 Meses e Anuncia Transplante de Cérebro!



Por Marco Faustino

Nossa! Faz tempo que não escrevia sobre o "Dr. Sergio Canavero", e confesso que estava quase sentindo falta dele. Acreditem, não é para menos, visto que sou responsável por sete das oito postagens sobre um assunto chamado "transplante de cabeça". Sei que muitos de vocês, em um passado recente, nos pediram para comentarmos sobre supostas novidades que a mídia começou a divulgar no primeiro trimestre desse ano, mas na verdade tínhamos apenas assuntos "reciclados": a mesma história estava sendo contada novamente pelos sites de notícias, apenas para ganhar alguns "trocados", em termos de acesso e publicidade, em seus respectivos veículos de comunicação. Nada além disso. A última atualização que tínhamos até ontem (27), era referente a uma postagem que fiz em novembro do ano passado, ou seja, cerca de seis meses atrás. Naquela ocasião, mostramos a vocês as novidades reveladas pelo Dr. Sergio Canavero durante uma conferência, na Faculdade Real de Médicos e Cirurgiões de Glasgow, na Escócia. Ele anunciou que seria utilizado um sistema de realidade virtual, comentou sobre a "nanolâmina" e também apontou os eventuais progressos com o "Texas-PEG", uma versão aprimorada do polietilenoglicol, ou simplesmente PEG, que poderia ajudar a reconectar a medula espinhal cortada, e que estaria sendo desenvolvida por uma equipe da Universidade de Rice, em Houston, no estado norte-americano do Texas.

Está se sentindo meio perdido em toda essa história? Então, recomendo que leia as seguintes postagens, que estão em ordem cronológica para que você não perder nenhum detalhe de todo esse caso, que vem se arrastando há um bom tempo. Sei que pode demorar um pouco, mas recomendo a leitura para que você esteja muito bem informado sobre esse assunto e não caia nas armadilhas midiáticas que frequentemente ocorrem sobre temas assim:
Agora, depois de muito tempo sem aparecer na mídia, o Dr. Sergio Canavero apareceu em uma entrevista divulgada na revista eletrônica "OOOM", no qual aparentemente ele tem um determinado contrato de imagem (incluindo uma espécie de "assessoria de imprensa"), e uma certa preferência na divulgação das novidades sobre o que muitos estão considerando como o primeiro transplante de cabeça do mundo. Vamos saber mais sobre esse assunto?

27 de abril de 2017

A Misteriosa "Vulture Stone": Um "Pilar de Pedra" Provaria que um Cometa Provocou um Verdadeiro Caos na Terra Há 13 Mil Anos?


Por Marco Faustino

Sinceramente, algo muito estranho vem se passando nas universidades do Reino Unido ultimamente. No início desse mês, mais precisamente no dia 4 de abril, publiquei uma postagem comentando que havia sido divulgado no dia anterior (3), um estudo no periódico "Journal of Archaeological Science: Reports", realizado por arqueólogos, que teria revelado que determinadas pessoas da região de Yorkshire, um condado histórico na região Norte da Inglaterra e o maior do Reino Unido, teriam tanto medo dos mortos que desmembraram, quebraram e queimaram os corpos de pessoas mortas para terem absoluta certeza que elas não voltariam à vida, durante a Idade Média. Esse estudo promovido pela "Historic England" (um órgão executivo público não-departamental do governo britânico subsidiado pelo Departamento de Cultura, Mídia e Desportos) e pela Universidade de Southampton talvez pudesse representar a primeira evidência científica na Inglaterra, em relação a eventuais tentativas de impedir que os mortos caminhassem novamente, e prejudicassem os vivos. Aliás, essa prática seria vista como "algo muito comum" no folclore em diversas partes do mundo. Interessante, não é mesmo? No entanto, isso era mesmo verdade?

Pois bem, isso não era verdade, ou melhor, não era possível concluir e afirmar isso categoricamente. Era uma mera questão de alguém simplesmente ler esse estudo em questão, que estranhamente foi publicado justamente no dia seguinte a exibição do último episódio, da sétima temporada, da série norte-americana "The Walking Dead". Contudo, aparentemente, nenhum veículo de comunicação britânico leu o estudo, e praticamente nenhum lugar no mundo noticiou isso da forma correta ou pelo menos da forma menos errada e sensacionalista. Basicamente, a absoluta maioria se aproveitou de declarações unilaterais de um dos envolvidos no estudo, para disseminar um conteúdo totalmente deturpado e recheado de fotos de zumbis daquela mesma série televisiva. Até onde pude acompanhar, somente um único site, chamado "Mental Floss", chegou no mesmo ponto que mostrei a vocês. Evidentemente, fiz questão de destrinchar o assunto e explicar o que precisavam saber, assim como a respectiva tradução da conclusão do estudo (leia mais: Será Verdade que os Ingleses Mutilavam e Queimavam os Corpos dos Mortos Para Evitar que Ocorresse um "Apocalipse Zumbi"?).

Agora, surgiu uma nova polêmica e novamente envolvendo dois fatores principais: a completa falta de leitura de um estudo científico, e o envolvimento de mais uma universidade do Reino Unido. Apesar da estranha coincidência, dessa vez o estudo trata de alguns "pilares de pedra" dentre vários outros pilares dispostos de forma circular em Göbekli Tepe, um sítio arqueológico no topo de uma montanha na região Sudeste de Anatólia, na parte asiática da Turquia, a cerca de 12 km a nordeste da cidade de Şanlıurfa. É justamente dentro desse sítio, que se encontra um dos "objetos" de toda essa polêmica: a chamada "Vulture Stone" ("Pedra do Abutre" ou "Pilar do Abutre", em português), também conhecida como "Pilar 43", que deveria ser um pilar como qualquer outro, mas para algumas pessoas ele simboliza o registro de um evento cataclísmico, possivelmente um cometa que se chocou contra o nosso planeta. Esse abalo teria sido tão descomunal, que teria gerado uma espécie de "mini era glacial" no planeta, principalmente em áreas mais ao norte do globo, durante 1.400 anos (um período conhecido como "Dryas recente"), e com isso teria desencadeado as primeiras civilizações tal como conhecemos hoje em dia. Essa discussão sobre a queda de um cometa não é nova, porém a associação desse evento com a "Vulture Stone" é relativamente recente. Foi justamente sobre essa relação, que dois pesquisadores da Universidade de Edimburgo, na Escócia, fizeram um estudo e o publicaram em um periódico científico revisado por pares. A mídia britânica novamente ficou em polvorosa, dizendo que os cientistas finalmente teriam confirmado essa relação, tão especulada no passado. Contudo, será mesmo que houve essa confirmação? Vamos saber mais sobre esse assunto?

25 de abril de 2017

Deixados Para Trás: O Dilema e o Descaso em Relação as Dezenas de Caixões Encontrados Durante uma Obra na Filadélfia, nos Estados Unidos


Por Marco Faustino

Em maio do ano passado, eu pedi para que você fizesse um exercício de reflexão juntamente comigo. Pedi para que você imaginasse ter contratado uma empresa, para reformar a casa em que morou durante toda a sua infância, mas que atualmente você estava morando em outro lugar, enquanto a reforma não terminava, em um outro estado. Um belo dia você está preparando o almoço ou o jantar para seus filhos, a cerca de milhares de quilômetros de distância do local onde antigamente morava, e o seu telefone toca. Na linha está um dos operários que trabalha em sua reforma, e ele simplesmente diz que encontraram um pequeno caixão de bronze, e que dentro dele jaz o corpo de uma menininha, praticamente preservado, de cachinhos dourados e segurando uma rosa vermelha na mão. Você corre até o local, entra em contato com a prefeitura, e ela simplesmente diz que o problema é seu. Além disso, você descobre que ela é apenas "um corpo" deixado para trás, de uma imensa e antiga operação que removeu cerca de 150.000 corpos da cidade de São Francisco no início do século XX, porque os cemitérios estavam ocupando muito espaço, e atrapalhando os negócios dos empresários locais. Parece loucura? Pois é, mas acredite, tudo isso aconteceu de verdade (leia mais: O "Mistério" Sobre o Caixão de uma Menina Encontrado Durante a Reforma de uma Casa em São Francisco, nos Estados Unidos).

Sinceramente, não pensei que eu voltaria a escrever sobre algo assim, até que me deparei com um grande absurdo e quase uma verdadeira denúncia por parte do site de notícias Philly.com, no início do mês de novembro do ano passado, cujos desdobramentos se amplificaram de foram exponencial entre o fim de fevereiro e meados de março desse ano. O motivo? Bem, inicialmente foram encontrados diversos ossos e lápides durante uma construção de um prédio residencial na cidade de Filadélfia. A princípio, qualquer um pensaria que se tratava de um pequeno cemitério que ficou perdido ao longo do tempo. Então, bastava a prefeitura recolher os ossos, identificá-los e posteriormente dar novamente um enterro digno aos restos mortais de pessoas, que um dia viveram e morreram no local. Contudo, não foi bem isso que aconteceu. Diversos órgãos municipais e estaduais simplesmente lavaram suas mãos, dizendo que não era de responsabilidade de ninguém, e apenas disseram para a construtora enterrar novamente os ossos, ou seja, cavar, enterrar e cobrir tudo com concreto, que serviria de base para o prédio em questão, como se não fosse nem um pouco mórbido ou totalmente desrepeitoso. Para piorar a situação, ao longo do tempo, não foram apenas ossos e lápides que foram descobertas, mas caixões inteiros, muitos ainda intactos. Mais de 70 caixões foram recuperados de um cemitério, que era para ter sido desativado e realocado em outro há cerca de 150 anos atrás. E, ainda assim, não havia ninguém que se responsabilizasse por isso. Será que houve alguma esperança? Vamos saber mais sobre esse assunto?

23 de abril de 2017

O Misterioso Vídeo "I Feel Fantastic": Conheça todos os Detalhes de um dos Vídeos Mais Enigmáticos e Antigos da Internet!

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Provavelmente as atividades supostamente sobrenaturais ou paranormais relacionadas a bonecos(as) ou manequins estão no topo da lista da preferência dos nossos leitores e inscritos em nosso canal no YouTube. Somente na semana em que essa matéria foi originalmente publicada (vale lembrar que essa matéria foi originalmente publicada no dia 28 de setembro do ano passado) tivemos uma postagem relacionada ao caso de uma suposta menininha considerada santa que teria aberto os olhos, lá na Catedral de Guadalajara no México (leia mais: Será Verdade que os Olhos do "Corpo Embalsamado de uma Criança" Teriam Aberto Após 300 Anos, na Catedral de Guadalajara, no México?), assim como fizemos um especial que estava sendo muito aguardado por vocês, que era sobre "La Pascualita" (leia mais: O Caso "La Pascualita": Será Verdade que o "Manequim" de uma Loja Mexicana é uma "Noiva Embalsamada"?). No passado, por exemplo, chegamos a publicar uma história muito interessante sobre um manequim supostamente "possuído" que teria sido baleado no rosto após ter atacado cadetes durante a noite, no Colégio Militar do Exército da Bolívia. Lembram desse caso? Na época, Heriberto Ozinaga, diretor do Museu do Colégio Militar, disse que tudo isso não passava de histórias que eram contadas para assustar os novos cadetes, e que já eram contadas desde a década de 70 ou 80. Resumindo, isso não era nada recente, e no máximo a reportagem comentava sobre as lendas ou eventos sobrenaturais que "assombravam" os cadetes do Colégio Militar do Exército da Bolívia, em La Paz (leia mais: Um Manequim "Possuído" Teria Sido Baleado Após Ter Atacado Cadetes Durante a Noite, no Colégio Militar do Exército da Bolívia?).

Entretanto, um pouco antes do especial relacionado a "La Pascualita" ser publicado, nosso "patrão" Saul Mendez, da SSA (Sociedade Secreta dos AssombradOs), que por sua vez é um grupo fechado no Facebook, no qual participam todos aqueles, que voluntariamente contribuem para que possamos continuar nosso trabalho em trazer cada vez mais conteúdo e pesquisa para vocês (saiba mais como participar clicando aqui), comentou sobre um intrigante vídeo chamado "I Feel Fantastic". Esse vídeo é recorrente na internet, e sempre temos alguém que nos envia um email pedindo para que façamos alguma matéria sobre esse assunto. O motivo? Existem duas versões muito populares sobre esse vídeo. A primeira aponta que a pessoa que fez o vídeo seria um serial killer ("assassino em série", em português). Ele(a) teria matado suas vítimas e usado as roupas delas em uma ginoide (termo muitas vezes utilizado para se referir a robôs projetados para se parecerem com mulheres). O vídeo também mostraria a localização de onde os corpos estariam enterrados. O autor(a) odiaria o fato das vítimas chorarem muito, então ele(a) projetou a ginoide dizendo que se sentia fantástica, que era o que ele(a) queria ouvir de suas vítimas enquanto as assassinava. A segunda aponta que a ginoide teria ganhado vida, e teria simplesmente matado o(a) seu(ua) criador(a).

Diante daquela semana recheada de assuntos relacionados direta ou indiretamente com bonecos e manequins, resolvemos presentear vocês com uma matéria sobre o vídeo "I Feel Fantastic", e mostrar para vocês o que pode existir ou não de verdade sobre o mesmo. É possível que você já tenha ouvido falar sobre esse vídeo, mas temos certeza que vocês não vão se arrepender do conteúdo que preparamos para vocês. Vamos saber mais sobre esse assunto?