18 de janeiro de 2017

O "Fantasma" Centenário de uma Cantora Apareceu em um Teatro Considerado "Assombrado" na Cidade de Biddeford, nos Estados Unidos?


Por Marco Faustino

Quem não gosta de uma boa história sobre fantasma? Em relação a esse tema tivemos diversas postagens bem interessantes, desde o início do mês de dezembro do ano passado. Entre os casos nacionais podemos citar dois ocorridos em Caldas Novas, no estado de Goiás. Um deles era sobre aquele suposto "fantasma", que teria aparecido na janela de um carro a caminho do Festival "Caldas Country Show", e o outro estaria relacionado aos supostos "fantasmas", que tinham sido registrados na academia de ginástica um hotel da cidade, por uma jovem paulistana que estava de férias. Já entre os casos internacionais os destaques ficaram por conta das supostas "vozes fantasmagóricas", que teriam sido gravadas por um caçador de aventuras em uma antiga mina de ouro abandonada, do rosto de um "fantasma" que teria aparecido durante uma investigação paranormal em túneis abandonados na Inglaterra, e o recente caso envolvendo a foto de um suposto "fantasma" de um menino de 12 anos, que poderia solucionar um "assassinato" ocorrido há mais de 500 anos. Não podemos nos esquecer, é claro, do icônico "Trisaksri Ghost Repellent", um dispositivo que prometia "afastar" e "destruir" supostos espíritos malignos, que havia sido lançado em 2009, mas que ganhou uma "nova versão" no ano passado. Aliás, dizer que aquilo pudesse funcionar para alguma coisa, exceto fazer você desperdiçar energia elétrica, é quase uma afronta a inteligência de qualquer pessoa.

Esse último caso é especialmente interessante, porque eu havia comentado que praticamente todos os "grupos paranormais" afirmam adotar métodos científicos, e a maioria dá essa impressão, porque eles utilizam equipamentos científicos de alta tecnologia, tais como contadores Geiger, detectores de campos eletromagnéticos (EMF), detectores de íons, câmeras de infravermelho, microfones altamente sensíveis etc. No entanto, não adianta você utilizar um equipamento sem saber exatamente o que está fazendo com ele e para o que realmente foi projetado e destinado a fazer. De acordo com o renomado escritor norte-americano Benjamin Radford, vice-editor da revista Skeptical Inquirer, autor de oito livros sobre os mais diversos assuntos considerados "sobrenaturais", essa é uma realidade desconcertante, que os caçadores de fantasmas tentam evitar a todo custo, visto que nenhum dispositivo, eletrônico ou não, jamais demonstrou de forma conclusiva a existência de fantasmas. As supostas ligações entre fantasmas e campos eletromagnéticos, temperaturas baixas, radiação infravermelha ou não, imagens fotográficas estranhas e borradas, e assim por diante atualmente seriam baseadas em nada mais do que suposições, experiências particulares subjetivas, teorias não comprovadas e conjecturas vagas. Essa é claro, é a análise dele, porém acho extramente válido isso ser mencionado, uma vez que existe o lema sobre levar o desconhecido realmente a sério. Apresentar diversas análises, desde que embasadas, faz parte desse processo.

Assim sendo, na quinta-feira passada (12) surgiu um interessante caso na mídia norte-americana sobre o registro em vídeo de um suposto "fantasma" centenário de uma cantora de ópera chamada Eva Gray, justamente em um teatro onde diversas pessoas alegam que ela se tornou uma moradora permanente desde sua morte em 1904. O teatro chama-se "Biddeford City Theater", uma casa de ópera da era vitoriana restaurada, e localizada na cidade de Biddeford, no estado norte-americano do Maine. Um grupo de investigação paranormal que atua no estado, teria permanecido no local por cerca de 2h30 e 4h, no dia 19 de dezembro do ano passado, e durante esse período eles teriam registrado o que eles acreditavam que fosse o espírito de Eva Gray. O caso, é claro, foi recebido com muita euforia pelas emissoras de TV e jornais locais, porém houve uma certa dose de ceticismo em relação ao que realmente teria sido registrado pela câmera. É justamente sobre esse registro que iremos comentar. Vamos saber mais sobre esse assunto?

16 de janeiro de 2017

O "Pé-Grande" Reapareceu na Dakota do Norte? "Caçador" Norte-Americano Alega Ter Encontrado Pegadas dessa Lendária Criatura!


Por Marco Faustino

Na sexta-feira passada (13), provavelmente você deve ter acompanhado uma postagem sobre um caso bem inusitado sobre uma irlandesa chamada Maxine Caulfield, 49 anos, que estava passeando com seus cachorros em uma região florestal conhecida como Slieveanorra, no Condado de Antrim, na Irlanda do Norte, quando seus animais de estimação de repente pararam para observar algo atentamente, justamente aquilo que algumas pessoas passaram a dizer que seria um "Pé-Grande". Ainda de acordo com Maxine, seus cachorros usaram o "sexto sentido" deles para encontrar a estranha "criatura" entre as árvores. Para complementar o "plano de fundo" sobrenatural de toda essa história, ela disse que histórias de fantasmas sobre Slieveanorra vinham sendo contadas desde outubro de 1942, quando um bombardeiro B17, da Força Aérea dos Estados Unidos, caiu em uma montanha que fica "ao lado" dessa floresta. O desastre aéreo acabou resultando na morte de oito dos dez tripulantes da aeronave. Além disso, ela também teria descoberto uma misteriosa cruz de madeira fincada na floresta com a data de 31/03/76 gravada na mesma.

Enfim, durante a postagem tentei mostrar a vocês os pontos verificáveis ou não do que Maxine estava alegando, e apontei que tudo indicava ser tão somente uma pareidolia (leia mais: Pé-Grande, Fantasma ou Pareidolia? Irlandesa Alega Ter Fotografado uma "Estranha Criatura" em Slieveanorra, na Irlanda do Norte). De qualquer forma, casos assim - embora seja necessário desmistificá-los para que você não venha a ser enganado ao ler sobre esse assunto em outros lugares - acabam frustrando aqueles que acreditam na possibilidade de existência da lendária criatura criptozoológica mais famosa do mundo, e que possui diversos nomes de acordo com o local onde os relatos são contados. De "quem" estamos falando? Do lendário "Pé-Grande", é claro.

Assim sendo, resolvi procurar alguma notícia que pudesse envolver esse tema, e que não houvesse uma carga tão grande de sensacionalismo por parte dos tabloides britânicos para vocês. Por outro lado, vale destacar, que ao tratar desse assunto, é praticamente impossível não haver um certo exagero por parte da imprensa, visto que até hoje ninguém foi capaz de capturar um "Pé-Grande" ou oferecer provas incontestáveis sobre a sua existência tanto nos Estados Unidos quanto ao redor do mundo. A possibilidade - ainda que remota - da existência dessa criatura vem alimentando a imaginação de muitos, há gerações, sendo que mais uma suposta evidência sobre sua existência está sendo propagada por um norte-americano chamado Chris Bauer, morador da pequena cidade de Ellendale, no condado de Dickey, no estado da Dakota do Norte. Ele disse ter sido uma espécie de "caçador" a vida inteira, que conhece muito bem a região onde mora, e que foi capaz de rastrear uma criatura que, segundo ele, só poderia ser um "Pé-Grande". Enquanto muitas famílias estavam aproveitando a manhã de Natal, Chris Bauer estaria caminhando pela neve ao seguir pegadas de 45 cm de comprimento por 20 cm de largura, que teriam misteriosamente desaparecido em uma região montanhosa. Vamos saber mais sobre esse assunto?

14 de janeiro de 2017

Possessão Demoníaca Pelo "WhatsApp"? Adolescentes Ficam "Possuídas" Após Receberem uma Suposta Mensagem Satânica em Tacna, no Peru

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Aparentemente, a região de Tacna no Peru está em evidência na mídia internacional nesse mês de janeiro. Caso não se lembrem, recentemente tivemos aquele caso da estranha "mão de três dedos" e dos "seres alienígenas" supostamente encontrados no Peru, no qual surgiram questionamentos se poderiam ser realmente uma evidência de gigantes, extraterrestres ou então meramente uma grande farsa (leia mais ao clicar aqui). Naquela ocasião, mostramos para você como tudo aquilo tinha começado a ser divulgado, quem era cada um dos envolvidos na história, assim como as "análises" que tinham sido feitas. Tudo indicava, no entanto, se tratar de uma fraude, muito embora o caso ainda esteja em aberto e seja passível de sofrer atualizações no decorrer do tempo. Aliás, teria sido em algum lugar no deserto de Tacna, uma localidade no extremo Sul do Peru, quase na divisa com o Chile, que tais "restos mumificados" teriam sido encontrados. Porém, pelo visto a região não exporta apenas casos de cunho "ufológico", mas também "paranormais". O motivo? Bem, recentemente parte da mídia peruana passou a divulgar um estranho caso possivelmente envolvendo "possessão demoníaca". Não é a primeira vez que noticiamos casos assim, embora praticamente em todos eles podemos demonstrar para vocês, que não passa de "histeria coletiva". Casos assim despertaram a curiosidade das pessoas, e traz à tona a preocupação de padres, pastores e reverendos das mais diversas denominações religiosas, que tentam culpar a tecnologia pelo distanciamento das pessoas em relação à religião.

Se você é praticante regular de alguma denominação religiosa, principalmente católica, evangélica ou protestante, provavelmente já deve ter ouvido que o mal é sorrateiro, que seduz as pessoas em lugares ou ocasiões em que elas menos esperam. Com o avanço inexorável da tecnologia, esse trabalho em convencer as pessoas ou manter vivo esse pensamento se torna ainda mais árduo, visto que além da internet, muitos aplicativos de celular são interpretados como se fossem verdadeiros portais para o inferno (quem não lembra da polêmica envolvendo o jogo "Pokemon GO"?). É claro que existe todo um exagero em tratar a questão, até mesmo porque hoje em dia todos possuem um acesso muito maior a informação e passam a questionar essa inflexibilidade das denominações religiosas. Esse "livre arbítrio de caráter informativo" nos permite ganhar um senso crítico bem mais elevado sem que deixemos de lado nossas crenças, e acima de tudo a nossa própria fé.

Entretanto, ocasionalmente surgem casos um tanto quanto inusitados na mídia, e que muitas vezes servem como um gatilho há muito tempo aguardado por aqueles que pregam que as redes sociais, aplicativos e a própria internet sejam a uma espécie de "casa do diabo". Esse é o caso, por exemplo, da notícia que mencionamos no primeiro parágrafo, e que foi divulgada ontem (13) pelo site do Diario Correo, um jornal do Peru, no qual envolvia um suposto caso de possessão demoníaca de duas adolescentes, que teriam recebido uma mensagem "satânica" no celular. Então, pouco tempo depois, elas passaram a apresentar um comportamento agressivo, a falar coisas sem sentido, e teriam ficado semiconscientes. Uma unidade do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada, a polícia também compareceu ao local, e as duas adolescentes acabaram sendo levadas a um hospital. Contudo, será que realmente aconteceu uma "possessão demoníaca"? A culpa foi realmente do aplicativo WhatsApp? Vamos saber mais sobre esse assunto?

13 de janeiro de 2017

Historias Assombradas: Doppelganger no Galinheiro (#564)

Oi, sou F., sou de Águas da Prata -SP e vou contar um relato que aconteceu com a minha mãe, há uns 25 anos por aí.

Minha mãe morava em Caldas-MG, em um pequeno bairro da região. Só que esse bairro, antigamente era super violento, pois as pessoas xingavam muito, e as vezes, até matavam. E por isso, minha mãe conta que desde  pequena sempre via coisas inexplicáveis (sobrenaturais). Mas essa foi uma das piores que ela já viu.

Certa noite, a prima da minha mãe, chamou-a para ir roubar galinhas do vizinho (naquela época se fazia muito isso, pois as condições eram difíceis) e minha mãe aceitou. Só que esse tal galinheiro ficava em um terreno vizinho quase sem iluminação. Ela conta também que o galinheiro era bem alto, e as galinhas ficavam na parte de cima. A frente do galinheiro era aberta e havia apenas uma escadinha bem atrás onde se subia para pegar as galinhas. Sendo assim, a prima da minha mãe disse:

- Fica aqui em baixo que eu subo e taco as galinhas pra você colocar no saco...

Minha mãe concordou e esperou ela subir. Depois que ela subiu, passado uns 10 segundos, minha mãe viu um pouco mais a frente dela a prima dela de pé, olhando para a cara dela. Minha mãe estranhou e perguntou:

- Ué, mais você não subiu pra pegar as galinhas?

E ela não respondeu.

Então minha mãe olhou para cima do galinheiro, e viu a prima dela pegando as galinhas. Ela entrou em choque, o sangue subiu pela cabeça, já que ela não conseguiu gritar. Haviam duas primas! E enquanto a prima dela estava em cima pegando as galinhas, a outra estava em baixo olhando pra minha mãe, e ainda se mexia. Então a prima da minha mãe desceu e viu também. Ela ficou tão assustada que pegou a mão da minha mãe (que estava paralisada), mandou ela mãe fechar os olhos e não olhar pra trás, e saíram dali correndo, deixando as galinhas para trás. Assim, que as duas chegaram a um lugar mais iluminado, elas se olharam e só falaram:

- “Você viu?” Minha mãe disse.. A prima dela balançou a cabeça e disse: - “Aham”.

Desde então não tocaram mais no assunto, mas minha mãe disse que foi uma das experiências mais assustadoras que ela teve. E que até hoje ela confirma que não foi a imaginação.

Pé-Grande, Fantasma ou Pareidolia? Irlandesa Alega Ter Fotografado uma "Estranha Criatura" em Slieveanorra, na Irlanda do Norte


Por Marco Faustino

Talvez não fosse exagero dizer que esse ano de 2017 começou quente, mas não em termos de temperatura, mas por estar sendo noticiado praticamente de tudo, de tudo mesmo! Já tivemos a divulgação da filmagem de um suposto "OVNI" no Chile (muito embora tudo indica que seja apenas um avião de médio alcance), a reaparição na mídia internacional de uma vidente britânica, que alega poder prever o futuro através de aspargos (por mais que suas previsões se pareçam mais com os palpites de uma pessoa bem informada), e uma suposta "maldição" sobre a chamada "Cidade Perdida do Deus Macaco", em La Mosquitia, em Honduras (por mais que nada indique que ela realmente exista, e "maldição" seja referente a doenças meramente tropicais e conhecidas pelo cientistas). Até mesmo tivemos uma recente atualização onde duas mortes estariam sendo atribuídas a uma "doença misteriosa" que deixa a urina preta, na Bahia (embora ambas ainda estejam sendo investigadas pelas autoridades competentes). Acho que deu para perceber o quão movimentado está sendo essa primeira quinzena, não é mesmo?

Só faltava ser divulgado uma suposta foto de "Pé-Grande"! Quer dizer, não falta mais, visto que parte da imprensa britânica passou a divulgar um inusitado caso a respeito de uma irlandensa que estava passeando com seus cachorros em uma floresta da Irlanda do Norte, quando de repente eles sentiram algo em meio a vegetação. A mulher não conseguiu perceber nada de errado, mas ao rever as fotos em casa, notou que uma delas aparecia "o corpo de uma criatura", que poderia estar espreitando-a. No entanto, ao mostrar a foto para seus amigos, alguns deles disseram que poderia ser um "Pé-Grande", já outros alegaram que poderia ser um fantasma, uma vez que a floresta onde estava tinha uma "fama" de ser "mal-assombrada" devido a um desastre aéreo ocorrido no passado.

A princípio, todo esse enredo é bem interessante, mas como vocês sabem, sempre existe um porém. Todo o material divulgado sobre esse caso é da agência de notícias britânica Mercury Press and Media, que tem uma longa tradição de fornecer material (textos, fotos e vídeos) de assuntos sobrenaturais ou paranormais para os tabloides britânicos. A Mercury Press and Media afirma em seu site, por exemplo, que tem estado na vanguarda da cobertura de notícias tanto para a imprensa do Reino Unido quanto internacional, nos últimos 40 anos. No entanto, ela apenas coleta as informações, depoimentos, fotos e vídeos e monta um texto básico sobre o ocorrido, não há qualquer tipo de investigação e nenhuma preocupação se o conteúdo oferecido é falso ou não. O importante é tão somente lucrar com a informação, e esse efeito é sentido através dos tabloides britânicos, que também não costumam ir atrás da realidade dos fatos. Aliás, vocês lembram daquela recente postagem intitulada "A Foto de um Suposto "Fantasma" de um Menino de 12 Anos Poderia Solucionar um "Assassinato" Ocorrido há mais de 500 anos?" Pois bem, o conteúdo também partiu da Mercury Press and Media. De qualquer forma, vamos tentar não "julgar o livro pela capa", e conhecer melhor essa história para ver se realmente essa irlandesa conseguiu registrar algo sobrenatural, por mais improvável que seja, devido ao histórico dessa agência de notícias. Vamos saber mais sobre esse assunto?