16 de abril de 2014

Decifrando Códigos: Códigos Presidenciais Secretos

A equipe investiga os códigos presidenciais secretos de Thomas Jefferson e como eles podem ter sido responsáveis pela morte de um dos grandes exploradores mundiais, Meriwether Lewis, da expedição Lewis e Clark. Meltzer descobriu que embora a família de Lewis tenha lutado por mais de 15 anos para exumar o corpo, não lhes foi permitido. Este episódio tenta responder por que o governo federal deseja manter o corpo enterrado, contrariando a vontade da família, e o que realmente aconteceu àquele homem, que mesmo após 200 anos de sua morte, continua sendo um ícone como explorador.

Série Caçadores de Monstros


De casos lendários a diversos contos regionais, além de histórias sobrenaturais ou originárias de tempos longínquos, os monstros habitam a imaginação do mundo inteiro. Para desvendar seus mitos e lendas, o The History Channel apresentou a série MonsterQuest, que realiza pequenas expedições em busca de respostas para mistérios antigos. Com base na ciência e na tecnologia, a atração avalia registros e pistas capazes de provar a existência de monstros. Além disso, a série analisou o que é real e o que é imaginação nessas histórias fantásticas.

15 de abril de 2014

Como ver a Aura? (Experiência Prática!)

Você não precisa ser paranormal para poder ver a aura. Veja a aura emanando de sua mão com este simples exercício.

Por Mr. Tlaloc

O corpo etérico do homem ou corpo espiritual, irradia constantemente uma espécie vibração luminosa conhecida pelo nome de AURA. Geralmente a cor da aura é branca, mas pode variar em tonalidades do amarelo ao azul escuro. A espessura da aura depende muito do estado emocional e da saúde da pessoa. Portanto uma pessoa saudável apresenta uma aura mais espessa do que a de uma pessoa enferma. Em praticamente todas as culturas do mundo há menções sobre a aura, cada qual com um nome próprio. A igreja cristã costuma enfatizar a Auréola dos santos (aura em torno da cabeça) de várias formas. Vejamos alguns exemplos:


Através da Kirliangrafia, método pelo qual se pode tirar foto da Aura, é possível registrar e analisar a aura de uma pessoa. Foto Kirlian também é conhecida como Bioeletrografia ou Bioeletrograma. Cientificamente consistem na fotografia da ionização dos gases e vapores exalados pelo corpo, através dos poros da pele.

A parte negra no centro das fotos é algo normal e foi produzido pelo contato do dedo com o receptor da máquina Kirlian.
A Energia da Aura é conhecida por diversos nomes, entre eles: aura, corpos Sutís, corpo astral, corpo etérico, auréola (energização da aura na região da cabeça)

Antes da invenção da foto Kirlian, a aura só podia ser observada através da clarividência (dom paranormal) e através da Visão Etérica, que é um tipo de visão que se utiliza do poder subjetivo e intuitivo para  observar o meio ambiente. Mas isto não é algo exclusivo de pessoas com o sexto sentido, na prática qualquer pessoa pode desenvolver e obter uma visão etérica através de exercícios e treinamentos.

Faça sua Experiência

Conto Assombrado: O Espelho


Curtindo a vida livre em seu novo apartamento, garota começa a experimentar fenômenos estranhos que culminam com um acontecimento no grande espelho que existia no seu quarto...

Josie ainda sentia a incrível sensação de independência. Após dois meses morando sozinha, acostumou-se a chegar em casa e encontrar apenas o ninguém a sua espera.

Era solitário, apesar disso, amava seu novo lar, mesmo com todos aqueles estranhos ruídos.

O apartamento velho passou a possuir um aspecto habitável depois da reforma. Contudo, Josie não teve orçamento para reforçar a antiga estrutura do local, muito menos para uma adequada dedetização. Com certeza, os barulhos provinham da falta de reparos, apenas não conseguia entender os motivos dos estalos vindos de seu maravilhoso e novo espelho que cobria, quase por completo, a parede de seu quarto.

Josie, linda como qualquer outra mulher de 21 anos, gostava de apreciar o reflexo de seu corpo escultural e a beleza de sua face.

Na noite de estreia de seu terceiro mês morando sozinha, a jovem acordou repentinamente devido aos sons em seu quarto.

O barulho, vindo do teto, podia ser comparado ao rastejar de uma criança obesa, locomovia-se lentamente, descendo, de forma desordenada, a parede de Josie.

A garota paralisou-se com o novo som. O suor quente devido às noites de verão tornou-se frio a ponto de congelar sua espinha. Enquanto tentava recuperar os movimentos de seus braços e pernas, o rastejar parou tão de repente quanto começou.

Bichos. Bichos escrotos que vivem na escuridão.

Preciso dedetizar este lugar.

Preferiu pensar em baratas gigantes, ratos monstruosos e outros bichos, cujos nomes não faziam jus a sua imaginação, a pensar que outra coisa poderia estar dentro de suas paredes, morando por ali, andando pelo quarto, observando-a dormir.

CLIQUE AQUI para ler "3:00 da Manhã: A Hora do Demônio"
Mais um mês se passou e Josie acostumou-se com o leve rastejar que, por algum inusitado motivo, sempre iniciava às 3h45 e terminava às 03h50 da madrugada.

Naquele mesmo mês a dedetização foi feita, assim como mais uma reforma, que consertou alguns vazamentos e reforçou pilares roídos e arranhados.

Nem o homem, nem seu sócio da consertos e reparações, conseguiram explicar as marcas de garras e vestígios de sangue no que restou daqueles podres pilares. O estranhamento gerou medo nos parceiros pedreiros que logo quiseram terminar seu trabalho.

Eles insistiram nas garras, mas Josie, no fundo de sua alma, sabia que aquelas marcas eram feitas por mãos. Delicadas mãos de uma mulher com unhas cumpridas, grossas e sujas. Uma mulher com quem sonhava desde o primeiro dia da mudança.

Alguém de quem se deveria temer. Um vulto sem rosto.

Os homens, antes de correrem para fora do lugar, avisaram a contratante que ela encontraria vários cadáveres de insetos por todo o apartamento durante uma ou duas semanas, devido a dedetização.

Mais um mês se passou sem que Josie encontrasse qualquer vestígio de rato ou outro bicho morto em seu lar.

Talvez tenham fugido pelas janelas, pensou. O que ela sabia é que os reparos tinham dado resultado, os ruídos haviam cessado.

Pena que apenas por um breve período de tempo.

Caçadores de Monstros: Chimpanzés Assassinos nos EUA

Os pântanos da Flórida e as colinas da Califórnia podem ser o lar de uma nova ameaça. Uma fera ameaçadora que não deveria estar ali. Relatos mostram que os animais atacam com resultados destruidores. Caçadores de Monstros inicia uma investigação sobre as várias aparições e responde se um chimpanzé assassino pode estar a solta nos EUA. As testemunhas relataram ter visto um animal peludo de cerca de um metro e vinte e pesando 100 quilos, com uma força 4 vezes maior do que a do homem. As descrições coincidem com a de um chimpanzé.