5 de abril de 2018

O Ritual Chhaupadi: O Cruel, Perverso e Mortal Isolamento Mensal de Mulheres que é Praticado há Séculos no Nepal


Por Marco Faustino

Talvez um dos assuntos, que eu tenha mais orgulho até hoje de ter trazido ao conhecimento de vocês, foi sobre a prática moderna de caça às bruxas na Índia, que incluía a violência e crenças que até hoje levam à tortura e o assassinato de supostas "bruxas". Os governos estaduais tentam resolver o problema, mas enfrentam grandes obstáculos. Foi assim que, em setembro de 2015, convidei vocês a entrar em um universo um pouco inexplorado pela mídia ocidental ou que pelo menos não tinha tanta repercussão quanto o assunto merecia ter. Talvez seja porque cada país e região tem seus próprios problemas, que se tornam tão ou mais graves do que um problema de um algum outro país mais distante ou não. De qualquer forma, a superstição moderna tem consequências mortais, que lembram todo o frenesi a respeito da bruxaria nos Estados Unidos, mais precisamente em Salém. Entretanto, na Índia, uma pessoa acusada de ser uma "dayan" ou "bruxa" pode ser torturada, estuprada, agredida até a morte ou queimada viva. As vítimas, muitas vezes, são mulheres solteiras mais velhas, geralmente viúvas, mas também podem ser homens e, inclusive, crianças. Isso mesmo que você leu, crianças. Em alguns casos, as mulheres são acusadas simplesmente devido a sua aparência, ou seja, por serem consideradas "feias". E não deixe se enganar ao pensar que a situação melhorou ao longo do tempo, porque isso continua acontecendo diariamente na Índia, inclusive enquanto você lê essa introdução (leia mais: As Faces do Medo: A Moderna Caça às Bruxas e a Superstição Assassina na Índia).

Agora, trago ao conhecimento de vocês uma situação que deixaria muitas pessoas, principalmente mulheres, totalmente arrepiadas. Existe uma tradição social, que ainda prevalece em diversas regiões do Nepal, voltada para as mulheres hindus, que proíbe uma mulher de participar de atividades normais da família durante a menstruação, porque elas são consideradas impuras. As mulheres são mantidas fora da casa e tem que viver em um "abrigo" totalmente improvisado, apertado, em condições totalmente precárias, onde geralmente não fica apenas uma única mulher ou adolescente, mas diversas delas amontoadas, sendo que algumas morrem por asfixia durante esse confinamento forçado. Isso não acontece somente nesse período, visto que um período um pouco maior de confinamento também acontece logo após uma mulher dar à luz. E não importa o quão frio esteja, visto que elas não podem usar cobertores quentes, sendo permitido apenas um pequeno tapete, geralmente feito de juta. Elas também são geralmente impedidas de ir à escola, tomar banho, sendo obrigadas a permanecer no "abrigo", enfrentando perigos mortais como hipotermia, desnutrição, animais peçonhentos e até mesmo abusos sexuais. E se você acha que o verdadeiro terror está em assistir um filme de Hollywood ou em uma foto de fantasma, espere até conhecer, de fato, o terrível ritual Chhaupadi. Vamos saber mais sobre esse assunto?

2 de abril de 2018

OVNI No Arizona? O Recente e Estranho Avistamento de um "OVNI" por Dois Pilotos de Aeronaves Comerciais, nos Estados Unidos!


Por Marco Faustino

No fim do mês de fevereiro deste ano, divulgamos para vocês a atualização sobre um estranho caso ocorrido na Costa Oeste dos Estados Unidos, quando uma misteriosa aeronave, que muitos sites de entusiastas de "OVNIs" simplesmente taxaram de "objeto voador não identificado", teria passado pelo constante fluxo de aviões comerciais, que cruzam entre o Sul e o Norte dos Estados Unidos. O incidente teria tido início, ao menos em relação ao que se sabia até aquele momento, por volta das 16h30, próximo da fronteira da Califórnia com o Oregon, e resultou no testemunho ocular de diversos pilotos, em áudio gravado a partir do controle de tráfego aéreo, e eventuais confirmações, tanto da FAA (sigla em inglês para "Administração Federal de Aviação"), quanto do NORAD (sigla em inglês para "Comando Aeroespacial da América do Norte"), que o incidente realmente aconteceu. Algo que chamou muito a atenção de todos é que, aparentemente, o mesmo foi interpretado como uma ameaça, uma vez que caças F-15C foram enviados para identificar a "aeronave misteriosa", que estava voando muito rápido. Porém, os caças teriam sido inicialmente enviados na direção errada, e não encontraram absolutamente nada! Graças a "Lei de Liberdade de Informação", Tyler Rogoway, responsável pelo blog "The War Zone" divulgou informações que, segundo ele, poderiam ser os registros mais interessantes referentes a documentação oficial sobre esse encontro, que já tinha sido confirmado tanto pela FAA, quanto pela Força Aérea dos Estados Unidos. Os materiais que foram liberados incluíam gravações de áudio fascinantes das transmissões de rádio e ligações telefônicas, que foram feitas à medida que o incidente estava se desenrolando, assim como entrevistas com pilotos, e conversas entre funcionários da FAA, após o incidente altamente peculiar. Algo que dificilmente você veria sendo divulgado pela mídia internacional (leia mais: Um Estranho Mistério! Novos Detalhes do Caso em que Caças F-15 Tentaram Interceptar um Misterioso "OVNI" nos Estados Unidos!).

Recentemente, Tyler Rogoway divulgou, que uma série de estranhos eventos ocorreu nos céus da região Sul do estado norte-americano do Arizona, no dia 24 de fevereiro deste ano, entre as 15h30 e as 16h15 (horário local), e envolveu duas aeronaves comerciais: o N71PG, um Learjet 36 pertencente à Phoenix Air e um Airbus A321 pertencente ao voo 1095 da companhia aérea American Airlines. As aeronaves voavam rumo a Leste, a cerca de 37 mil pés (aproximadamente 11.000 metros), entre o Monumento Nacional do Deserto de Sonora e a fronteira do Novo México , quando o incidente ocorreu. Vamos saber mais sobre esse assunto?

29 de março de 2018

Conheça Shepherd Bushiri: O "Profeta" Africano que "Anda no Ar", "Conversa com Anjos" e "Faz Aparecer Dinheiro" no Bolso dos Fiéis!


Por Marco Faustino

A África não possui apenas uma beleza natural estonteante atrelada a inúmeras crises humanitárias devido a guerras ou governos corruptos, que fazem suas populações passarem fome e sede, além de estarem suscetíveis a diversas doenças endêmicas, entre elas a AIDS. A África é literalmente o palco de uma quantidade absurda das mais variadas congregações pretensamente religiosas, cujos pastores alegam ser capazes de realizar procedimentos de cura, que mais parecem truques de salão do que necessariamente algo divino. Isso não acontece somente na África, visto que em algumas cidades do interior do Nordeste brasileiro, que não citarei os nomes, é possível encontrar mais igrejas ou edificações destinadas a pregações do que postos de saúde ou escolas. Portanto, a África não é muito diferente da realidade, que muitas comunidades do interior do nosso país vivem. A diferença é que, algumas vezes, a situação beira o absurdo. Um exemplo disso foi um M.A. (Minuto AssombradO), que redigi em novembro do ano passado sobre uma estranha e pouco ortodoxa igreja na cidade de Orange Farm, localizada a 45 km ao sul de Joanesburgo, na África do Sul. O motivo de ser estranha? Bem, ela permite que seus membros bebam bebidas alcoólicas livremente durante o culto, das 11h da manhã até às 3h da tarde, e até mesmo os batizam com a bebida de sua preferência. Essa história foi inicialmente divulgada pelo site do "The Daily Sun", um dos maiores e mais populares tabloides da África do Sul. O nome da igreja era "Gabola Church of International Ministries" sendo que a palavra "Gabola" vinha do idioma Tswana (idioma oficial de Botswana, porém a maioria das pessoas que se comunicam nesse idioma moram na África do Sul), e significa "beber ou bebida".

O bispo Tsietsi Makiti, 52 anos, era o fundador dessa igreja, que funcionava em uma taberna chamada "Freddy’s Tavern", e acolhia pessoas que não eram bem-vindas em outras congregações. Quando uma equipe do "The Daily Sun" visitou a igreja, o bispo estava saciando sua sede e orando juntamente com os demais membros, que também estavam bebendo. Makiti disse que, quando Jesus entrou na vida de seus seguidores, o álcool mudou tudo. Segundo o bispo, "as pessoas não sabiam o que fazer por diversão, mas quando Jesus transformou a água em vinho, ele orou para que o mesmo estimulasse seus corpos". Nesse sentido, Makiti disse que rezava pelas bebidas dos seus seguidores, antes que fossem servidas. Além disso, ele declarou que, com Deus presente na taberna, eles notaram a criminalidade diminuindo e o amor e o respeito sendo promovidos. Ele também disse que as pessoas que bebiam cerveja eram felizes e pacíficas, e que isso significava, que estavam vivendo na sombra de Deus. Ele chegou a mencionar, que mulheres não eram permitidas, porque os homens podiam começar a importuná-las, mas que as permitiria assim que seus seguidores estivessem mais "preparados" para isso. Menores de idade também não eram permitidos.

Agora, eis que a surge a notícia sobre um "profeta" africano chamado Shepherd Bushiri, que vem acumulando, sozinho, uma verdadeira fortuna através de estranhas promessas e supostos poderes conferidos a ele, por Deus. Ele alega ter curado pacientes com AIDS e câncer, ter feito cegos voltarem a enxergar, ter conversado com anjos e, ainda por cima, alega ser capaz de andar no ar e fazer aparecer dinheiro no bolso de seus fiéis. Esse assunto vem repercutindo de forma considerável em sites destinados a propagação de curiosidades gerais, porém tentarei mostrar a vocês de uma forma mais completa a história por trás de Shepherd Bushiri, e a verdadeira razão pela qual, apesar da exponencial proliferação de religiosos no continente africano, o seu caso merece destaque. Vamos saber mais sobre esse assunto?

26 de março de 2018

Mistério Animal! A Estranha e Misteriosa Morte de Cães na Austrália e a Invasão Inesperada de Cobras na Cidade de Marília/SP!


Por Marco Faustino

Dificilmente trago ao conhecimento de vocês casos envolvendo animais. Acredito que o último caso tenha sido sobre uma história de um animal de estimação, uma cadela da raça Boxer, chamada "Belinha", de apenas 4 anos de idade, que estava comovendo muitas pessoas pelo Brasil. O motivo? A cadela havia comparecido ao velório de sua antiga dona, chegando a apoiar as patas dianteiras sobre o caixão e, posteriormente visitou o túmulo da mesma, juntamente com a família, na cidade de Nazária, no Estado do Piauí. Aliás, o filho dessa senhora alegou, que a cadela aparentava saber, onde sua antiga dona estava enterrada, mesmo sem nunca ter ido ao cemitério, e que ela havia se dirigido até o túmulo sem que ninguém indicasse o local para ela. Ao final da matéria comentei rapidamente se os cães realmente tinham a consciência da morte de seus donos, se os mesmos ficavam de luto e tinham tanta sensibilidade assim para saber onde os mesmos estavam enterrados. Evidentemente, esse é um assunto muito extenso, mas tentei resumir um pouco do que se sabe atualmente em relação as emoções caninas. Vale a pena conferir (leia mais: Amor Além da Vida? Cadela Emociona Familiares ao Acompanhar o Velório e Visitar o Túmulo de sua Antiga Dona em Nazária/PI!).

Agora, eis que trago dois casos para vocês envolvendo cães e cobras, um na Austrália e outro aqui, no Brasil. O primeiro está relacionado a morte misteriosa de um cão policial e o adoecimento de dezenas de outros na Austrália após contraírem uma enfermidade, cuja origem vem intrigando veterinários e especialistas por todo o país. Especula-se atualmente, que a causa possa ser uma ração muito consumida no país e de um conglomerado, que é proprietária de marcas renomadas no mundo e, inclusive, no Brasil! Será que o nosso país corre o risco de acontecer algo semelhante? Nossos animais de estimação estariam correndo algum perigo? Já o segundo caso envolve o aumento súbito no número de cobras, que estão se espalhando pela cidade de Marília, no interior do Estado de São Paulo. O número de cobras capturadas somente nos três primeiros meses do ano é superior ao total de cobras apreendidas no ano passado inteiro! O que será que anda acontecendo em Marília? Vamos saber mais sobre esses assuntos?

25 de março de 2018

O Caso Vallecas: O Filme "Verónica" Foi Mesmo Baseado em um Caso de "Possessão Demoníaca" Ocorrido na Espanha?


Por Marco Faustino

Recentemente, a Netflix adicionou em seu catálogo um filme chamado "Verónica" (não estranhem o acento agudo, uma vez que é o título original do filme em espanhol). Em diversos sites brasileiros, que não irei citar os nomes, as pessoas vêm sendo informadas, que se trata de um obra "baseada em fatos reais" sobre um caso de possessão demoníaca ocorrido na Espanha, na década de 1990. Inicialmente, o filme foi exibido no Festival de Cinema de Toronto, no Canadá, no ano passado, e vem sendo taxado de o "filme de terror mais assustador de todos os tempos". Outros sites publicaram com grande entusiasmo que a "crítica especializada" apontava o filme com 100% de aprovação em um dos maiores sites de classificação de filmes e séries do mundo, o Rotten Tomatoes. Atualmente, no entanto, o filme tem 88% de aprovação da "crítica especializada" (de um total de 16 críticos), e apenas 44% de aprovação do público, que é aquele que efetivamente paga para assistir um determinado filme, ou seja, sem público, sem bilheteria (de um total de 815 votos). Entender o filme é algo relativamente bem simples, ainda mais quando se trata do gênero de terror. Neste caso, a obra cinematográfica acompanha uma jovem, que precisa proteger seu irmãos mais novos depois que ela tenta trazer de volta o espírito de seu pai ao usar uma tábua Ouija durante um eclipse (sim, mais um filme sobre a famigerada tábua Ouija). Sinceramente, por mais que eu goste do diretor Paco Plaza - que conseguiu fazer um filme bem interessante chamado "[•REC]" (o mesmo não é possível dizer de suas sequências [•REC]² e [•REC]³, sendo que este último foi massacrado pela crítica e pelo público), e que acabou ganhando adaptações com outros atores para o mercado norte-americano (e muito mais fraco que o filme em espanhol), onde acabou sendo chamado de "Quarantine" - existe uma forte apelação contextual nessa história, ou seja, a tentativa de usar um suposto instrumento de comunicação com os mortos com um eventual misticismo arcaico sobre eclipses.

Entretanto, como se não bastante todo o apelo contextual para obviamente tentar induzir o medo nas pessoas (afinal de contas trata-se de um filme de terror), os sites começaram a divulgar, conforme acabei de dizer, que o filme seria "baseado em fatos reais", sendo que outros resolveram apontar "a verdadeira história por trás de Verónica". Uma vez que sempre sou muito honesto com o público que nos acompanha, preciso dizer uma coisa bem sincera para vocês: o filme é, no máximo, vagamente inspirado em um suposto caso de "possessão demoníaca" ocorrido em Puente de Vallecas, um distrito de Madri, capital da Espanha, em 1990. Isso significa, que praticamente nada do que você viu ou verá no filme realmente aconteceu. Para piorar a situação o chamado "Caso Vallecas", que teria servido para a vaga inspiração de "Verónica" é um caso extremamente mal documentado, e o que vocês verão a seguir é uma espécie de tentativa de reconstruir o que teria acontecido no passado, a partir do cruzamento de inúmeras informações coletadas a partir de entrevistas, programas televisivos e conteúdo publicado por terceiros, na internet. Existe muito joio em todo esse trigo, e essa matéria especial é uma tentativa de trazer esse caso o mais próximo possível da realidade para vocês. Vamos saber mais sobre esse assunto?

OBS: Essa matéria especial foi originalmente publicada em 20 de março de 2018, e foi apenas realocada devido a realizado do especial em vídeo sobre a mesma.