sexta-feira, julho 22

As "Misteriosas Explosões" que são Ouvidas com "Hora Marcada" na Região de Sonora, na Califórnia, nos Estados Unidos


Por Marco Faustino

Há cerca de 3 semanas fiz uma postagem sobre o "misterioso som", que tinha sido detectado por cientistas, e que estaria vindo das profundezas do Mar do Caribe. Aquela postagem contou até mesmo com a participação especial da Samantha Martins, bacharel em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (USP), que já trabalhou com modelagem numérica voltada à interação entre a atmosfera e o oceano no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Gentilmente ela me explicou as ondas atmosféricas de Rossby, para que pudéssemos repassar um conteúdo diferenciado para vocês, e mostrarmos que nem tudo que estava sendo divulgado era realmente verdade. Naquela mesma postagem eu havia comentado que o mês de junho tinha sido bem "barulhento", visto que em meados do mês passado, publiquei uma matéria sobre o "misterioso" som que vem tirando o sono dos moradores da comunidade de Windsor-Essex, no Canadá, há pelo menos cinco anos, que foi muito bem recebida e aceita por vocês tanto no blog, quanto em nosso canal no Youtube. Tivemos também uma atualização sobre aquele " misterioso barulho" em uma casa de Americana, e também sobre os "estranhos sons" da cidade de Uberlândia, aqui no Brasil.

Evidentemente, "sons misteriosos" acontecem em diversas partes do mundo, porém é bem complicado para contarmos sobre cada um deles, uma vez que geralmente trazemos ao conhecimento de vocês quando o caso ganha uma certa repercussão na mídia. Esse é o caso, por exemplo, dos "misteriosos sons" semelhantes a explosões, que acontecem todos os dias durante o verão, sempre entre 11h e 14h, na pequena cidade de Sonora, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Essas "explosões" começaram a ser ouvidas no verão de 2014, e no ano passado foi divulgado que um homem chamado Glen White, geólogo e professor adjunto da Columbia College (uma instituição de ensino que fica "aos pés" da cadeia montanhosa de Sierra Nevada), disse acreditar que tinha a resposta sobre a origem dessas "misteriosas explosões". Entretanto, o que teoricamente que era para se tornar um "caso encerrado", não convenceu parte dos moradores da cidade, principalmente aqueles que participam de um grupo chamado "Mother Lode Mystery Booms", no Facebook, administrado por ele mesmo, e já conta com mais de 3.600 pessoas. Vamos saber mais sobre esse assunto?

quarta-feira, julho 20

Será que Supernovas Podem Ter Contribuído para a Evolução e uma Eventual Extinção em Massa na Terra?


Por Marco Faustino

Apesar de sempre nos perguntarmos de onde viemos, e tentarmos imaginar como será a nossa civilização daqui algumas décadas ou séculos, temos uma única certeza: a vida tal como conhecemos em nosso planeta não é eterna. Nossa casa, a Terra, já passou por profundas mudanças climáticas, e por eventos conhecidos como "extinções em larga escala" ou "extinções em massa". Embora cada pessoa possa atribuir um significado diferente para esses termos, o significado mais comum que pode ser atribuído aos mesmos, seria o decréscimo da biodiversidade através da extinção excepcionalmente elevada de diversas espécies, ou seja, uma redução acentuada na diversidade e da quantidade de seres vivos. Essa perda de diversidade ocorre quando a taxa de extinção é maior que a taxa de especiação, que é basicamente o processo evolutivo pelo qual as espécies vivas se formam. Tudo se torna uma questão de tempo. Um grande meteoro poderia transformar radicalmente nosso planeta em questão de segundos, algo que muitos cientistas acreditam que tenha acontecido há cerca de 66 milhões de anos, quando não apenas os dinossauros, mas grande parte dos seres vivos foram dizimados.

Entretanto, existe algo bem mais silencioso, um verdadeiro símbolo da vida e da morte em nosso Universo, que pode ter sido determinante para que a Terra abrigasse tantas espécies de animais e plantas, assim como o ser humano. Seu nome? Supernova. Parece um termo de outro mundo ou de um programa de TV, não é mesmo? Contudo, uma supernova nada mais é do que a explosão de uma estrela bem grande, com massa superior a 10 vezes a massa do nosso Sol. Essa explosão é carinhosamente apelidada de "a morte catastrófica de uma estrela", e não é a toa. Ao longo dessa postagem iremos explicar de forma bem simplificada e dinâmica sobre isso, porém, nesse momento, tudo o que você precisa saber é que ao "explodir", grande parte da matéria da estrela é projetada para o espaço, ou seja, essas explosões acabam funcionando como os grandes motores das transformações cósmicas. O material literalmente "arremessado" ao espaço irá formar outras estrelas, e até mesmo pode semear outros planetas com elementos necessários à vida: carbono, nitrogênio, oxigênio, ferro, fósforo etc. O problema é que supernovas também são mensageiras da morte, visto que essas explosões geram gigantescas emissões de raios gama (um tipo radiação eletromagnética de alta frequência) em um curto período de tempo (geralmente de alguns segundos ou minutos). Essa onda de radiação "varre" praticamente toda e qualquer vida que esteja "próxima" ou em seu caminho.

Essa ideia de que fenômenos astrofísicos, incluindo emissões de raios gama proveniente de buracos negros e supernovas, possam ter influenciado consideravelmente a vida na Terra ao ponto de afetar a evolução dos seres vivos, já existe há algum tempo. Porém, desde abril desse ano, quando uma série de estudos científicos publicados na revista científica Nature e na Science apresentou evidências de que houve duas supernovas bem "próximas" de nosso, planeta que ocorreram entre 8,7 a 1,7 milhão de anos atrás, os cientistas imediatamente começaram a discutir os potenciais impactos no clima e na biologia da Terra. Agora, a hipótese de que realmente pode ter havido um impacto maior do que se imaginava ganhou força através de um estudo de modelagem computacional, que estimou o quanto de radiação nosso planeta pode ter recebido devido a essas supernovas, e o possível cenário diante dessa situação. Não fiquem assustados com os termos, pois será bem fácil de entender! Vamos saber mais sobre esse assunto?

segunda-feira, julho 18

A Morte Misteriosa de Gaurav Tiwari: Um dos Investigadores Paranormais Mais Famosos da Índia

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Existe uma frase muito popular que diz: a única certeza que temos na vida é a morte. A questão se torna, portanto, sobre o que nós iremos fazer de nossas vidas até esse fatídico dia. Apesar de uma parte dos cientistas estar constantemente buscando mecanismos para o prolongamento da vida do ser humano, tentar ressuscitar ou reanimar corpos diante de determinadas circunstâncias ou até mesmo tentar uma eventual "transferência de consciência" para uma máquina, a grande verdade é que a morte é algo praticamente inevitável. A expectativa de vida de nossa espécie aumentou graças aos avanços tecnológicos, a medicina, novos hábitos alimentares, assim como uma nova perspectiva e qualidade de vida, que embora não seja a ideal nos grandes centros urbanos, ainda assim é bem maior do que há 100 anos. Isso para não mencionar diversos outros fatores, que se somariam a uma longa lista, que fazem com que nosso tempo de existência nesse plano, com entes queridos ou amigos, seja bem maior do que nossos antepassados tiveram e menor do que gostaríamos que fosse.

Apesar de não ser muito comum, geralmente a mídia não dá destaque sobre a morte de pessoas relativamente jovens, e que tiveram uma vida relativamente "comum", ou seja, aquelas pessoas que tinham por volta dos 30 anos de idade, que eram casadas, que ainda contavam a presença física de seus pais, e que tinham uma boa estabilidade financeira. Aliás, se formos considerar um país superpopuloso como a China ou a Índia, quantas pessoas não se encaixariam diante do que mencionamos acima? Provavelmente milhares ou até mesmo milhões de pessoas pertenceriam a esse grupo, exceto, é claro, que a pessoa tivesse um status social mais elevado, ocupasse uma posição de destaque em uma empresa renomada ou fosse uma "celebridade" conhecida regionalmente ou nacionalmente. Conforme já mencionei em postagens anteriores, o que é comum não vira notícia (somente se estivermos falando do que é publicado em sites ou revistas que cobrem o chamado "mundo dos famosos"). Apenas se divulga algo que foge ao senso comum ou simplesmente em virtude de um caráter mais informativo e de utilidade pública.

Todavia, quando a pessoa em questão se chama Gaurav Tiwari, um investigador paranormal indiano com apenas 31 anos de idade, que foi encontrado morto, caído no chão do banheiro de seu apartamento com uma dupatta (uma espécie de véu) apertada ao redor de seu pescoço, essa situação muda completamente de figura. A situação é ainda mais estranha, porque Gaurav Tiwari era o investigador paranormal mais conhecido da Índia, visto que ele já tinha participado de uma série de programas de TVs (inclusive internacionais, como o Haunted Australia do canal Syfy), filmes de Bollywood (nome dado a indústria cinematográfica indiana), e segundo amigos ele já tinha investigado mais de 6.000 casos considerados sobrenaturais desde 2009. Aliás, no dia anterior de sua morte - inicialmente considerada como "suicídio" por parte da polícia - ele aparentava estar bem, e inclusive postou alegremente em seu Facebook, que ele tinha saído na capa de uma revista indiana. Surgiram também declarações de que ele vinha sendo atormentado por forças malignas, que estariam tentando "puxá-lo" para o outro mundo. Porém, algumas contradições nos depoimentos de familiares estão fazendo com que a polícia desconfie que não se trate de um caso de suicídio, mas de um homicídio. Vamos saber mais sobre esse assunto?

domingo, julho 17

Conspiração: O Homem Foi ou Não Foi a Lua?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Assombrados, segundo parte do especial de 1 milhão de inscritos em nosso canal no Youtube. Anteriormente, nós focamos na jornada até a Lua, demonstrando que não foi de uma hora para a outra que o homem realizou o feito. Mostrei tudo do início, focando nas principais missões dos programas Mercury, Gemini e Apollo. O especial está muito legal, e você pode lê-lo aqui ou assistir ele abaixo. É recomendável, mas não essencial assistir antes de ver esse daqui.

.

Como previsto, muita gente comentou nesse primeiro vídeo da teoria da conspiração, de que foi tudo uma farsa. Vamos então agora falar sobre o assunto e explicar algumas coisas...

A Conspiração


Depois de 30 anos do pouso do homem na Lua, começou a ganhar força uma teoria que dizia que o homem na verdade não pousou na Lua, que foi tudo uma encenação. Na verdade tudo foi filmado aqui na Terra, em um deserto ou estúdio de Hollywood, muito provavelmente por Stanley Kubrick.

A teoria diz ainda que os astronautas sofreram lavagem cerebral para acreditar que foram a Lua e retornaram.

E mais, os russos participaram dessa farsa, por isso não denunciaram que tudo foi uma mentira, porque os próprios russos mentiram para a humanidade. Yuri Gagarin não foi para o espaço que nada, tudo mentira!

Mas porque os dois países enganariam o mundo? Por causa da industria bélica! Ela move a economia, e com os projetos bilionários dos projetos espaciais, o dinheiro serviu para encher o bolso de muita gente.

As principais provas de que o homem não foi a Lua segundo os adeptos da Teoria da Conspiração estão listadas abaixo:

sexta-feira, julho 15

Uma Foto de um Acidente em uma Rodovia Norte-Americana Teria Registrado o "Espírito da Vítima Saindo de Seu Corpo"?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Sinceramente, eu não havia cogitado escrever sobre esse assunto, porém em uma rápida conversa ontem com o Mateus, ele disse que muitas pessoas estavam pedindo para que comentássemos sobre esse caso, que começou a ganhar uma maior notoriedade entre a manhã de quarta-feira (13) e a tarde de ontem (14). É claro que não terei a insensatez de dizer que essa foto foi a mais comentada ontem nas redes sociais, porque o atentado no Dia da Bastilha, em Nice, na França, onde um caminhão avançou sobre multidão e matou dezenas de pessoas, com certeza foi, infelizmente, o principal assunto de ontem. Os números iniciais apontam para mais de 80 mortos, e os relatos das pessoas que presenciaram o trágico incidente são muito impressionantes. Contudo, não posso me isentar da missão que assumi como redator do blog AssombradO.com.br, para trazer até vocês um conteúdo de qualidade para que possam ler, ou conferir através do Youtube com o Mateus e a Ana.

Enfim, o caso da fotografia de um suposto "espírito" ou da "alma" de uma vítima de um acidente de trânsito foi tirada nos Estados Unidos. A foto começou a ser divulgada na conta do Facebook de um homem chamado Saul Vazquez, que teria sido o próprio autor da foto, no fim da tarde da última terça-feira (12). Desde então, diversos sites de notícias ao redor do mundo estão repercutindo esse caso, inclusive a CNN e o site da People Magazine divulgaram essa imagem que aparece na capa da nossa postagem, que acabou viralizando pelo país e pelo mundo. Da noite para o dia, Saul Vazquez, intencionalmente ou não, deu início a debate bem acalorado a respeito da existência da vida após a morte, visto que muitas pessoas estão acreditando, que ele possa ter registrado até mesmo o "anjo da guarda" da vítima do acidente de trânsito em questão. Outras pessoas são bem mais céticas, e já apontaram as possíveis explicações para o que foi fotografado. Como vocês sabem, iremos um pouco mais fundo nessa história. Vamos saber mais sobre esse assunto?