25 de agosto de 2019

Papiro Tulli

Na edição 41 da revista Doubt (pags. 214-215 ano de 1953), Tiffany Thayer publicou uma transcrição e uma tradução de um papiro egípcio datado do reinado de Thuthmosis III (XVIII dinastia, Novo Império).

O texto seria uma transcrição da escritura hierática em hieróglifos e teria sido enviado a Tiffany Thayer pelo Príncipe Bóris de Rachewiltz, que escreveu:

"A transcrição que envio foi feita de um papiro do Novo Império que encontrei entre outros papéis e documentos do falecido professor Alberto Tulli, ex-diretor do Museu Egípcio do Vaticano. Ele havia restaurado esses documentos do Egito, mas após a sua morte permaneceram sem tradução nem publicações e graças à amabilidade de seu irmão, o Monsenhor Gustave Tulli, dos Arquivos do Vaticano, tive a possibilidade de traduzi-lo."

A tradução de Boris de Rachewiltz:

O Papiro de Tulli
"(lacuna 1 ...). No 22º ano, no terceiro mês do inverno, na 6ª hora do dia (...2..) . Os escribas da Casa da Vida descobriram um círculo de fogo que vinha do céu. (Apesar de que) não possuísse cabeça, o sopro de sua boca (tinha) um odor fétido. Seu corpo, 1 vara, (cerca de 46 metros de comprimento e 1 vara de largura. Não tinha voz. 

Príncipe Bóris de Rachewiltz
Seus corações estremeceram e lançaram-se à terra de bruços (...3...). Eles foram ter com o rei...(?) para relatar. Sua Majestade ordenou (...4...) foi examinado (...5...) tudo quanto foi escrito na Casa da Vida, Sua Majestade meditou a cerca do que chegara.

Ora, após alguns dias que se passarem essas coisas, eis que elas foram mais numerosas que nunca! Elas brilharam no céu mais que o sol até os limites de quatro pilares do firmamento (...6...). Poderosa era a posição dos círculos de fogo. A armada do rei as observava e o rei encontrava-se no meio disso.

Era após a refeição da noite. Sobre esta, elas (os círculos de fogo) se elevaram mais alto em direção sul. Peixes e voláteis caíram do céu. Era uma maravilha jamais vista desde a fundação do país!

Que fez com que Sua Majestade usasse incenso para apaziguar a Terra ( ...9... escrever) o que chegou no livro da Casa da Vida (...10... a fim de que se guarde a lembrança) na Eternidade".

A Tradução de R. Cedric Leonard
O Papiro de Tulli

"No ano 22, do terceiro mês de inverno, sexta hora do dia [...] entre os escribas da Casa da Vida, descobriu-se que um estranho Foguete Estelar estava vindo para o céu. Não tinha cabeça. O sopro de sua boca emitia um odor fétido. Seu corpo tinha uma vara de comprimento e uma vara de largura. Não tinha voz.

Veio para a casa de Sua Majestade. Seu coração ficou confuso por causa disso, e eles caíram sobre suas barrigas. Eles foram ao rei para relatar. Sua Majestade [ordenou que] os pergaminhos [localizados] na Casa da Vida fossem consultados. Sua Majestade meditou em todos esses eventos que estavam acontecendo agora.

Depois de vários dias, eles se tornaram mais numerosos no céu do que nunca. Eles brilhavam no céu mais do que o brilho do sol e se estendiam até os limites dos quatro suportes do céu [...] Poderosa era a posição dos Discos de Fogo.

O exército do rei olhava para aquilo, com Sua Majestade no meio deles. Foi depois da refeição da noite quando os Discos subiram ainda mais alto no céu ao sul. Peixes e voadores choveram do céu: uma maravilha nunca antes conhecida desde a fundação do país.

Além disso, Sua Majestade fez com que o incenso fosse trazido para apaziguar o coração de Amon-Re (Amon-Rá), o deus das Duas Terras. Além disso, foi [ordenado] que o evento [fosse gravado para] Sua Majestade nos Anais da Casa da Vida [para ser lembrado] para sempre."

Muitos pesquisadores afirmam que este seria o relato de uma incursão de extraterrestres. Outros pesquisadores têm relacionado o texto do papiro Tulli com o da Bíblia que descreve a "roda de fogo" por ocasião da levitação misteriosa do profeta Ezequiel.

Relatório Condon

Edward U. Condon
As referências a "círculos de fogo" ou "discos de fogo" supostamente contidos na tradução do Papiro Tulli, foram interpretados na literatura como OVNIs e Charles Fort (1874 - 1932, um escritor e pesquisador norte-americano especialista em fenômenos anômalos.) como evidência de antigos discos voadores... Porém, os ufólogos Jacques Vallee e Chris Aubeck descreveram o caso como um embuste, um"hoax".

De acordo com Vallee e Aubeck, Tulli teria supostamente copiado durante uma única visualização do papiro original usando uma "taquigrafia egípcia antiga", e Boris de Rachewiltz nunca havia visto o original e o texto aparentemente continha erros de transcrição, impossibilitando a verificação.

O autor Erich von Daniken incluiu o Papiro Tulli em suas especulações de visitações antigas por extraterrestres. No Relatório Condon (um estudo científico sobre o fenômeno dos objetos voadores não identificados (OVNI), fruto de um contrato entre a Universidade do Colorado e a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) que criou o Projeto OVNI Universidade do Colorado [University of Colorado UFO Project], também chamado de Comitê Condon.) de 1968, Samuel Rosenberg relatou que era provável que "Tulli foi levado em conta e que o papiro é falso".

Rosenberg citou o Papiro Tulli como um exemplo de histórias que circulavam entre autores de livros sobre OVNIs "extraídos de fontes secundárias e terciárias sem qualquer tentativa de verificar fontes originais" e concluíram que "TODOS os relatos de avistamentos parecidos com OVNIs transmitidos através dos tempos são duvidosos - até serem verificados".

1979 Max Guilmot descobre o engano


Max Guilmot
O egiptólogo, Max Guilmot, após analisar a escrita do Papiro de Tulli, revelou em maio de 1979:

"que o presente texto é uma falsificação. Na verdade, contém pedaços de texto histórico, juntos e sem nexo." 

Várias passagens do papiro são simplesmente copias de textos reais, que formam um conjunto inconsistente, onde as lacunas desnaturam o papiro, mas proporcionam transições entre as diferentes textos que contém sim, uma certa coerência, porém, com uma gramática moderna.

Esta explicação, infelizmente, não teve impacto no mundo dos ufólogos até o ano de 2006, quando foi definitivamente demonstrado que era uma fraude.


Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://theincredibledaddy.com/ancient-tulli-papyrus-mass-ufo-sighting/
http://www.catchpenny.org/tulli.html
https://mysteria3000.de/magazin/thutmosis-ufo-doch-eine-faelschung/
http://oncle.dom.pagesperso-orange.fr/paranormal/ovni/catalogue/prod-1482.htm
Comentários