3 de junho de 2018

Sociedade Vril: A Sociedade Secreta da Era Nazista

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

O regime nazista é muito conhecido pelas pessoas pois existem centenas de documentários que mostram como foi esse período negro da história da Alemanha e do planeta. Mas o que pouca gente sabe é que muitos membros do alto escalão dos nazistas faziam parte da Sociedade Vril, uma sociedade secreta que acreditava que existia uma substância chamada Vril que seria a solução para praticamente qualquer coisas e que dava muito poder. Durante décadas eles buscaram essa substância. Vamos conhecer essa história.

Assombrados, a mais de 10 anos atrás passou no Discovery Channel um documentário chamado A Sociedade Vril. Eu me lembro de assisti-lo e ficado muito surpreso com o que vi, pois envolvia nazistas, teosofia, ficção científica, discos voadores, experiências com humanos, magia sexual, eugenia, busca pelo Tibete dos ancestrais da raça ariana e muitas outras maluquices. O tempo passou e eis que agora chegou a hora de trazer para você essa postagem e um vídeo especial explicando essa sociedade secreta, que para muitos, pode ser uma das mais malucas que já existiram...

Contexto Histórico

Antes de começar a entender a Sociedade Vril, precisamos entender como estava o mundo no final do século XIX, início do Século XX:

- O Gênero Ficção Científica: Hoje pode parecer banal, pois todo mundo sabe o que é um livro ou filme de ficção científica, mas esse conceito era novidade no final do século XIX.

- Médiuns Físicos: Essa foi a época de ouro dos médiuns físicos, os que são capazes de realizar fenômenos como mover mesas, levitações, telecines, psicofonia e até produzir ectoplasma. A grande maioria são mulheres.

- Ideais Racistas: Jörg Lanz von Liebenfels (Viena, 19 de julho de 1874 — Viena, 22 de abril de 1954) foi um jornalista austríaco conhecido por sua ideologia racista marcada por um profundo antissemita, sendo considerado um precursor da ideologia nazi das raças. Seu nome de nascimento era Adolf Josef Lanz. Em 1904 publicou o seu livro "a Teozoologia" (Die Theozoologie), no qual ele defendia a esterilização dos elementos das "raças inferiores", uma estrita submissão da mulher ao homem ariano e a "Copulação de mulheres solteiras dispostas a serem mães com homens arianos loiros e de olhos azuis em conventos de procriação".  Um ano mais tarde, em 1905, ele iniciou a publicação dos panfletos antissemitas "Ostara", famosos por terem sido lidos por Hitler, entre muitos outros vienenses.

- Proliferação de Sociedades Secretas: Centenas de sociedades secretas surgiram nesse período e muitas ramificações, algumas muito radicais, surgiram delas. Várias também eram racistas, seguindo os ideais de Liebenfels.

- Ocultismo Generalizado: um revival ocultista generalizado que ocorreu na Áustria e Alemanha em fins do século XIX e início do século XX. Era um frenesi e todas as classes sociais acreditavam no sobrenatural. E tudo teria sido por causa de Madame Blavatsky, fundadora da Sociedade Teosófica em 1875, e que se tornou referencia no campo do ocultismo. Ela viajou pelo mundo todo adquirindo conhecimento e escreveu vários livros. Um bem influente foi A Doutrina Secreta, que escreveu com o conhecimentos obtidos nos Himalaias. Ele foi escrito em 1885 e combinou ciência com religião, mas muitos acreditam que seus escritos eram racista, com conceitos arianos. E isso agradou os nazistas.

- Alemanha Derrotada na 1ª Guerra Mundial: Após a devastação e a perda na 1ª Guerra Mundial, os alemães queriam muito se sentir um raça superior, que alguém os lideraria a liderança novamente.

Era hora de criar um sociedade secreta unindo tudo isso: racismo, ideais de que um novo messias surgiria e que levaria a Alemanha para a glória, ocultismo e os médiuns para entrar em contato com o outro lado... Era hora de criar A Sociedade Vril!

Helena Blavastky teve papel muito importante no renascimento do ocultismo na Alemanha


A Criação da Sociedade Vril

Após o fim da 1ª Guerra Mundial, onde a Alemanha foi derrotada, em dezembro de 1918, uma casa florestal foi alugada em Ramsau, perto da cidade bavará de Berchtesgaden, onde se encontraram um grupo secreto de ocultistas e nacionalistas graduados se reuniu secretamente para criar a Sociedade Germânica de Metafísica, também conhecida como Sociedade Vril.

Basicamente foi fundada por quatro pessoas:

- Rudolf von Sebottendorff: ocultista alemão, escritor, agente de inteligência e ativista político. Ele foi uma figura importante nas atividades da Sociedade Thule , uma organização ocultista alemã pós- Primeira Guerra Mundial que influenciou muitos membros do Partido Nazista . Ele era um maçom , um Sufi da ordem Bektashi - após sua conversão ao Islã - e praticante de meditação , astrologia , numerologia e alquimia. Seu nome verdadeiro é Adam Alfred Rudolf Glauer, o "von Sebottendorff", um título de nobreza foi dado por ele mesmo. Ele também usou o pseudônimo Erwin Torre .

- Dietrich Eckart (Neumarkt, 23 de março de 1868 – Berchtesgaden, 26 de dezembro de 1923) foi um dos membros chave do início do Partido Nazi Alemão e um dos participantes do Putsch da Cervejaria de 1923. Um profundo anti-semita, Eckart foi também o primeiro a usar o termo "Drittes Reich" ("Terceiro Reich"). Tinha uma alma sombria e era viciado em morfina. Sua característica mais marcante é que tinha um poder quase que hipnótico anti-semita. Foi o amigo mais próximo de Hitler entre 1918 e 1923, quando morreu. Eckart acreditava que pavimentava a estrada para o salvador da Alemanha. Ela assumiu o nome de João Batista. Passou grande parte da vida entrando e saindo de hospitais mentais.

Junto aos dois estavam as médiuns Mary Orsits e Sigrun. Mary tinha captado informações numa escrita secreta usada pelos templários – uma língua completamente desconhecida por ela – com precisões técnicas para construir um engenho voador, informação essa recebida desde o sistema solar de Aldebaran , situado na constelação de Touro.

Acredita-se que uma dessas médiuns previu um novo messias para a Alemanha. Enquanto estava em transe, viu uma aparição que tomou forma ao sair de sua vagina e que seria o novo messias alemão e que teria o nome de Adolf Hitler!

A Sociedade Vril aceitava mulheres, algo muito incomum. Para eles inclusive, as mulheres da raça do futuro seriam superiores ao homens. Eram bem vindas pois sua energia feminina eram necessárias para conseguir o Vril - uma energia poderosa que lhes daria o poder para dominar o mundo - e assim eram vistas quase como divinas. Mas não tinham muita influencia política. Segundo essa sociedade os cabelos compridos de moças serviam como antenas entre o cosmos e os aliens.

Para muitos que estudaram essa sociedade, ele era conscientemente dedicada a serviço do mal!



Os Membros do Partido Nazista

Em dois anos, esse grupo se tornou a elite, a cúpula do partido Nacional Socialista, veja alguns dos integrantes:

Hermann Göring: comandante da Luftwaffe

Alfred Rosenberg: ministro do 3º Reich

Rudolf Hess: Delegado do Führer

Martin Bormann: chefe da Chancelaria do Partido Nazista. Um homem muito cruel.

Heinrich Himmler: Comandante da SS

Adolf Hitler: O mais notório membro desta seita possivelmente foi Adolf Hitler, devido a sua contribuição ativa em relação ao grupo, porém não há registros de que Hitler era um membro oficial. Para ele a Sociedade era apenas uma ferramenta para ele chegar ao topo.

Adolf Hitler fazia parte? Ele não era um membro oficial, mas usava a Sociedade Vril para chegar ao poder


A Energia Vril

Os membros da Sociedade Bril buscavam o Vril, uma substância intangível ou fonte de força, que seria uma energia Universal que poderia fazer qualquer coisa. Similar ao conceito de Prana dos Híndus ou Chi dos Chineses.

Eles acreditam que o Vril lhes daria poder material e poderia entre outras coisas fazê-los viver debaixo da terra, voar até as estrelas ou até mesmo um dia dominar o mundo!

E como faziam para tentar conseguir essa energia? Os membros se reuniam e praticavam os rituais abaixo na esperança de conseguir o Vril, rituais esse que incluíam:

- Meditação: a base da maior parte das atividades desse grupo. Eles tentavam incorporar a força do Vril neles mesmos.

- Magia Sexual: para eles a magia do sexo invocava o Vril. Para muitos era puro swing :)

- Sacrifícios Humanos: um ato extremo e muitas vezes eram sacrificadas crianças, que daria a energia Vril mais concentrada.

- Congelamento: prisioneiros eram congelados até o ponto de quase morrer. Prostitutas nuas eram colocadas em cima desses prisioneiros para reviverem. Se elas conseguissem faziam sexo com eles para depois medir as temperaturas novamente e tentar chegar ao Vril. Pelo menos metade dos homens morriam.

A energia feminina eram necessárias para conseguir o Vril. Repare no tamanho dos cabelos. Facilitaria a comunicação com os alienígenas


A Busca Pelo Vril Físico

Uma coisa interessante é que como vimos, Vril é uma substância intangível, mas seus membros queriam usar a energia Vril no sentido físico. A Alemanha não tem reservas de combustíveis fósseis e precisavam de outras fontes de energia, assim começaram a busca física pelo Vril.

Onde procurar? Seguiram os passos de Blavatsky e foram para o Tibete. No início de 1923 membros viajaram para o Tibet com o objetivo de contactar os antepassados dos arianos nas cidades nos sopés dos Himalaias. Eles seriam certamente os guardiões do Vril.

Na terceira viagem começaram a medir os crânios dos tibetanos, convencidos de que eram ancestrais dos arianos. No fim, Hitler criou uma organização nazista para rastrear as origens da raça ariana: Ahnenerbe.

Foi gasto um total de U$ 20 bilhões de dólares nessa busca pelas origens arianas e relíquias. Isso é mais do que os EUA gastaram com o Projeto Manhatan, que culminou no desenvolvimento da bomba atômica.

No final não encontraram nada e foram embora, mas retiraram uma coisa muito importante da cultura tibetana: a suástica, que é um símbolo de boa sorte. Os nazistas alteraram sua estrutura e a fizeram girar para a esquerda.

 A Sociedade Vril adotou, anteriormente, como símbolo, o 'Sol Negro', uma imagem negativa, e essa imagem é o principal componente representativo da torre norte do castelo de Wewelsburg, de Heinrich Himmler.

O símbolo do Sol Negro, usado pelo Sociedade Vril


O Castelo de Wewelsburg

Heinrich Himmler era o membro mais lunático de toda cúpula do Partido Nazista, obcecado pelo poder e ocultismo, era a personificação do mal. Ele comandava a SS com base em suas convicções políticas mas, antes de tudo, com base em suas concepções ocultistas.

Foi membro ativo da Sociedade Vril e se dedicava integralmente ao satanismo, fazendo disso uma religião. Realizava casamentos, rituais místicos negativos tântricos, iniciações, evocações e sacrifícios.

A SS, sob seu comando, além de representar uma força de batalha, formada pela nata dos soldados alemães, se tornou uma capítulo da Sociedade Vril, com iniciações e todas as outras atividades que envolviam a doutrina.

Ele mandou modificar um castelo, o de Wewelsburg, utilizando mão de obra escrava de prisioneiros de guerra, para que se tornasse um templo de adoração das forças negativas pelos membros da elite da SS.

A mais importante parte mística desse castelo era a torre norte, que abrigava um grande salão arredondado, cercado por inúmeras colunas de alto porte e, em cujo centro, estava desenhado o símbolo descendente pagão do 'Sol Negro', representando a própria Sociedade Vril, onde eram realizadas missas negras.

Mais profundamente nesse castelo, situava-se uma cripta, destinada à realizações de rituais ainda mais profanos e onde, após sua morte, Himmler pretendia guardar suas cinzas. Existe um espaço no centro onde não se sabe o real objetivo. Será que ele discursava?

Wewelsburg havia se tornado a sede da Sociedade Vril e a Torre Norte havia se tornado um espaço sagrado.

Torre norte do castelo de Wewelsburg

Sala com o Sol Negro

Detalhe da Cripta


Os Projetos de Discos Voadores

Os nazistas estavam trabalhando em um projeto secreto no últimos dois anos da guerra: construir um disco voador!

Isso seria, teoricamente, um resultado direto da Sociedade Vril. Nos panfletos de 1930 publicados por essa sociedade existe um capítulo inteiro explicando como uma espaçonave ideal deveria ser.

Foram construídos dispositivos com essas informações divulgadas antes da 2ª Guerra Mundial. Infelizmente nunca encontraram esse dispositivos.

Alguns acreditam que a seita contava com o suporte técnico de naves que haviam levado tripulações à Lua em 1942. Na verdade, essa gente desconcertada acredita que não só alguns homens foram para a Lua, como construíram lá algumas bases sob o solo lunar – ou bases “sublunares” – que existiriam até os dias de hoje.

Projetos de discos voadores


O Livro “The Power of the Coming Race”

Mas de onde veio o conceito de Vril? De um livro que foi distorcido por pela sociedade secreta!

O conceito do Vril foi tornado publico em 1871 chamado “The Power of the Coming Race”, algo que, em uma tradução livre, seria “O Poder da Raça do Futuro” escrito por Edward Bulwer-Lytton.

No livro ele descreve uma raça secreta chamada Vrilia, que dominavam o Vril. Essa raça foi descoberta depois que um herói entrou em uma caverna e caiu em uma fenda. Portanto existia uma civilização no interior do planeta. O herói descobre que uma simples criança poderia usar o Vril para destruir uma cidade inteira! O final do livro revelava que os guardiões subterrâneos do Vril poderiam destruir a humanidade caso resolvessem viver aqui na superfície.

 O livro foi um grande sucesso na época e era ficção científica pura, mas como um gênero ainda não muito conhecido, acabou sendo interpretado por muitos como verdade...

O livro que foi deturbado pela Sociedade Vril


Fontes (Acessadas em 29/05/2018):
- Documentário As Sociedades Secretas: A Sociedade Vril
- Youtube Nino Denani: Energia Vril e Sociedade Vril
- Wikipedia.pt: Ariosofia
- Thot3126.com: Segredos ocultos e proibidos da sociedade secreta nazista VRIL
- Thot3126.com: A Sociedade VRIL, e o Nazismo
- Megacurioso: VOCÊ JÁ OUVIU FALAR DA ASSUSTADORA SOCIEDADE SECRETA VRIL?
- Wikipedia.pt: Heinrich Himmler
- Conscendo.prg: Sociedade Vril
Comentários