8 de janeiro de 2018

A "Maldição de Annabelle" é uma Farsa? Controversa Investigação Paranormal Levanta Dúvidas Sobre a Boneca Annabelle!


Por Marco Faustino

No fim do ano passado, comentei com vocês sobre o "Zak Bagans' Haunted Museum" ("Museu Assombrado de Zak Bagans", em português), que iniciou suas atividades no dia 3 de outubro, e que vem prometendo aos seus visitantes uma experiência única em meio a mais de 100 objetos supostamente amaldiçoados ou possuídos em seu acervo. Zak Bagans, o proprietário do museu, é um investigador paranormal bem conhecido nos Estados Unidos, principalmente por ser o principal apresentador de uma série chamada "Ghost Adventures", no canal de TV por assinatura "Travel Channel", sendo uma das maiores audiências do canal há 15 anos. Zak costuma alegar que sua paixão em investigar o paranormal resultou daquilo que ele descreve como "um encontro cara a cara com um espírito de uma mulher que tirou a própria vida", em seu antigo apartamento na cidade de Trenton, no estado norte-americano do Michigan. Aliás, seus métodos de investigação sempre causaram muita polêmica. De qualquer forma, Zak abriu seu museu e, apesar ser proibido realizar filmagens ou tirar fotos no interior do mesmo, alguns veículos de imprensa norte-americanos foram conferir de perto o que o museu tinha para oferecer, antes de sua inauguração, e a convite do seu próprio fundador. Entre os objetos supostamente amaldiçoados está a famosa "Caixa Dibbuk", uma boneca chamada "Peggy" e até mesmo a escadaria da "Casa do Demônio" do estado norte-americano de Indiana, onde acreditava-se, que debaixo da mesma havia uma espécie de portal para o Inferno. Evidentemente, fui atrás das matérias realizadas nos Estados Unidos e trouxe para vocês um material bem completo sobre o museu (leia mais: O Museu Assombrado de Zak Bagans! Um Local Sombrio com Mais de 100 Objetos Amaldiçoados em Las Vegas, nos Estados Unidos!).

Agora, vou tratar de um assunto bem polêmico envolvendo um dos principais ícones do chamado mundo paranormal moderno: a boneca Annabelle. Conforme vocês devem saber, a boneca pertence ao acervo do "The Warrens Occult Museum" ("O Museu do Ocultismo dos Warrens", em português), que foi fundado em 1952, nos fundos da residência do casal Lorraine e Ed Warren, na cidade de Monroe, no estado norte-americano de Connecticut. Ed Warren morreu em 2006, e apesar de Lorraine ainda estar viva e prestes a completar 91 anos no dia 31 de janeiro, quem assumiu a responsabilidade sobre o acervo foi Tony Spera, genro de Ed e Lorraine, e que vêm ajudando a administrar o museu, e inclusive prestando consultoria para os filmes "Invocação do Mal" e "Invocação do Mal 2", desde a década de 1980, ou seja, atualmente a Annabelle pertence a Tony Spera, assim como os demais itens do museu. No ano passado, a boneca viajou participou pela primeira vez para uma investigação de cunho paranormal justamente no "Zak Bagans' Haunted Museum". Tony Spera levou Annabelle em uma maleta, a pegou com luvas reforçadas, benzeu a boneca com água benta e a posicionou em uma cadeira, em um cômodo repleto de bonecas supostamente assombradas, para que Zak Bagans pudesse investigar suas supostas atividades demoníacas. Contudo, durante a investigação, Zak tocou na boneca sem quaisquer proteções, e isso gerou muita polêmica, uma vez que nada demais lhe aconteceu, e muitas pessoas passaram a considerar que a mesma não passa de uma farsa, ou seja, uma mentira contada há décadas pelos Warrens. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Rápido Resumo Sobre a História e a Suposta "Maldição de Annabelle"


Acredito que a boneca Annabelle dispense maiores comentários, mas se você não se lembra de sua história, vou tentar resumi-la rapidamente. Bem, tudo teria começado na década de 1970, quando uma mulher comprou uma boneca "Raggedy Ann" (algo que comentarei no final desta matéria) para sua filha, Donna, como um presente de aniversário. Na época, Donna tinha aproximadamente 28 anos de idade, estava cursando faculdade de Enfermagem, e morava em um pequeno apartamento com sua colega de quarto, a Angie, que também estaria cursando Enfermagem. Donna colocou a boneca sobre sua cama como se fosse um objeto de decoração, e não lhe deu maior atenção. Conforme o tempo foi passando, Donna e Angie notaram que parecia haver algo estranho com a boneca. Aparentemente, a boneca se movia sozinha. Em um primeiro momento, os movimentos eram praticamente imperceptíveis, tais como pequenas mudanças de posição, mas com o tempo as movimentações teriam se tornado mais notáveis. Donna e Angie disseram, que ao chegar em casa encontravam a boneca em um cômodo completamente diferente de onde tinham a deixado. De vez em quando, elas encontravam a boneca no sofá, de pernas e braços cruzados, já em outras ocasiões a boneca era encontrada em pé, encostada em uma cadeira na sala de jantar. Donna também disse, que por diversas vezes colocava a boneca no sofá antes de sair de casa, e quando voltava encontrava a boneca em seu quarto, sobre a cama, e com a porta fechada.

Após cerca um mês, Donna e Angie começaram a encontrar mensagens escritas à lápis, em papel de pergaminho. Certa noite, Donna notou que a boneca possuía um líquido avermelhado nas mãos e no peito, algo que ela deduziu por conta própria, que fosse sangue. Ambas resolveram chamar um médium, que teria entrado em contato com um espírito ligado a boneca: o espírito de Annabelle Higgins, uma menina de sete anos, que teria vivido "momentos felizes" no local, antes do conjunto de apartamentos ser construído. O espírito teria contado ao médium, que seu corpo havia sido encontrado sem vida naquele mesmo local, e que se sentia confortável com Donna e Angie, uma vez que queria ser apenas amada.

Essa foto costuma circular na internet como se fosse a foto de Annabelle Higgins segurando uma Raggedy Ann, ou seja, a boneca Annabelle tal como a conhecemos, porém sabemos que isso é mentira, uma vez que a boneca é muito diferente daquela que consta no acervo do museu dos Warrens, na cidade de Monroe, no estado norte-americano de Connecticut.
Conta-se também que Caroline, filha de John F. Kennedy teve algumas bonecas do modelo Raggedy Ann durante a infância
na década de 1960, ou seja, a boneca era bem popular naquela época.
Donna teria permitido, que o espírito da menina continuasse na boneca para que pudesse ficar com elas. No entanto, um amigo delas chamado Lou teria relatado um pesadelo envolvendo a boneca, porém tudo teria acontecido como se ele estivesse acordado. Lou disse que não conseguia se mexer, olhou ao redor, mas não conseguia perceber nada fora do normal. Porém, ao olhar para baixo, na direção de seus pés, ele viu a boneca Annabelle. Ela teria começado a deslizar lentamente subindo por sua perna, e então parou sobre seu peito. De repente a boneca estava o estrangulando. Paralisado e ofegante Lou, ao ponto de asfixiar, teria apagado (algo que lembra muito um episódio de "paralisia do sono" e a história do "Querido David", criada por Adam Ellis). Aliás, em uma determinada ocasião ele teria alegado ter sido arranhado pela boneca em seu peito, cujas marcas teriam desaparecido "milagrosamente" no dia seguinte. Vale lembrar nesse ponto, que Lou nunca gostou da boneca e sempre dizia para as amigas, que elas deviam se livrar da mesma.

Cerca de dois padres teriam sido chamados, sendo que o segundo, o padre Cooke, resolveu entrar em contato com Ed e Lorraine Warren. O casal se interessou pela boneca e determinaram, que havia um espírito inumano e de natureza demoníaca na boneca. O tal espírito teria manipulado a boneca e criado a ilusão de que ela estaria viva, na tentativa de chamar a atenção. Na realidade, o espírito não pretendia ficar vinculado à boneca, ele procurava possuir um hospedeiro humano para possuir. Ele também teria explorado as vulnerabilidades emocionais das garotas fingindo ser uma inofensiva menininha perdida que, durante a sessão mediúnica, Donna teria dado-lhe permissão para assombrar o apartamento. O espírito também teria deixado a marca da besta no peito de Lou e estava se preparando para possuir uma pessoa.

Cerca de dois padres teriam sido chamados, sendo que o segundo, o padre Cooke, resolveu entrar em contato com Ed e Lorraine Warren. O casal se interessou pela boneca e determinaram, que havia um espírito inumano e de natureza demoníaca na boneca
A pedido de Donna, e como uma precaução adicional para que os fenômenos não ocorressem novamente na casa, os Warren levaram a boneca de pano junto com eles quando foram embora, sendo que durante o trajeto, o casal relatou que a boneca havia tentado fazer com os ambos morressem ao provocar diversos problemas mecânicos no veículo utilizado por eles. Annabelle teria continuado se movimentando pela casa dos Warrens, e também provocado problemas mecânicos no veículo utilizado por um clérigo local, que teria ido benzê-la em uma determinada ocasião.

Fotografia recente de Lorraine Warren no museu do casal em Monroe.
Ao fundo é possível ver a boneca Annabelle em uma caixa de madeira e vidro.
Fotografia mostrando Tony Spera, genro de Ed e Lorraine Warren, próximo a boneca Annabelle
Desde então, Annabelle fica em uma caixa de madeira com um vidro na frente, para que todos possam vê-la, em exposição no "Museu do Ocultismo dos Warrens". Enquanto estava vivo, Ed Warren chegou a comentar, que certa vez um jovem teria batido na caixa da boneca, a desafiado Annabelle após ouvir sua história. No caminho para casa, o jovem e sua namorada estavam rindo e zombando da boneca, quando o mesmo perdeu o controle da motocicleta e bateu em uma árvore. O rapaz teria morrido na mesma hora, mas sua namorada sobreviveu e teria ficado hospitalizada por mais de um ano.

Enfim, essa é a história que todos conhecem, inclusive sendo contada na absoluta maioria dos sites de terror, porque é simplesmente a versão apresentada e publicada no site do "Museu do Ocultismo dos Warrens", algo que vocês podem conferir a qualquer momento (clique aqui para ler a versão inteira, em inglês). No entanto, nunca houve nenhum vídeo mostrando a movimentação da Annabelle, quaisquer análises forense ou laboratoriais dos papéis de pergaminho, assim como do líquido avermelhado supostamente encontrado na mesma. Aliás, não há nenhuma fotografia das marcas deixadas no corpo de Lou, entrevistas com a antiga proprietária, e nem mesmo qualquer declaração do proprietário da loja, onde a boneca teria sido comprada. Absolutamente nada. Tudo sempre foi baseado em relatos dos envolvidos e principais interessados na história, e isso inclui os Warrens, que muitos acreditam que tenham envolvimento em alguns casos considerados como farsas, assim como "Amityville", que no decorrer do tempo se tornou um caso muito mais envolto em processos judiciais por diversos motivos, principalmente financeiro, do qualquer outra coisa.

Desde então, Annabelle fica em uma caixa de madeira com um vidro na frente,
para que todos possam vê-la, em exposição no "Museu do Ocultismo dos Warrens"
Aliás, se a boneca é tão demoníaca e provoca a morte de pessoas apenas por rirem da mesma, porque ela ainda é exposta ao público há mais de 40 anos? Para provar que o "Mal" existe é necessário correr o risco, que pessoas morram por isso? Bem, não irei entrar em detalhes sobre o caso Annabelle, porque seria necessária uma pesquisa muito extensa e comprometida com a verdade, que nem sempre condiz com aquilo que muitos acreditam, querem acreditar ou então contam para vocês. Vou me limitar apenas a contar tudo o que aconteceu na investigação paranormal realizada por Zak Bagans, e a respectiva repercussão. Sem mais delongas, vamos começar por Zak Bagans!

Entenda o Caso: O Polêmico Episódio do "Ghost Adventures" que Pode Ter Comprometido Seriamente a Credibilidade e a Veracidade sobre a Boneca Annabelle


A recente polêmica relacionada a Annabelle aconteceu durante a segunda metade do especial de duas partes, exibido no dia 28 de outubro do ano passado, como um especial de Halloween, onde Zak Bagans resolveu investigar a famosa boneca Annabelle. Para investigá-la havia condições muito rígidas, tais como: não tocá-la, não provocá-la e ter aproximadamente um litro de água benta disponível no local, caso ocorresse alguma possessão.

Abaixo, irei mostrar tudo o que aconteceu, no episódio denominado "Annabelle's Curse", o oitavo episódio da décima quinta temporada de "Ghost Adventures", da forma mais imparcial possível para vocês (será inevitável fazer algumas colocações sobre os equipamentos utilizados), uma vez que não encontrei nenhuma versão legendada ou dublada disponível publicamente no YouTube. Alternativamente, vocês podem conferir o episódio em inglês, em um canal de terceiros nesta mesma plataforma de vídeos:



Logo na abertura do episódio, que possui inúmeras edições, movimentos rápidos de câmeras e os mais variados efeitos de vídeo para tentar deixar tudo mais amedrontador e dinâmico para o espectador, nos deparamos com a narrativa de Zak Bagans dizendo que há coisas nesse mundo, que nunca iremos entender completamente, e que ele havia montado uma equipe de investigadores, que há anos vinha buscando por respostas.

No episódio em questão, Zak convidava a todos para entrarem em seu museu e conferir os mistérios por trás da "Maldição de Annabelle". Ele também disse que vinha trabalhando há anos para provar que o paranormal e o inexplicável existiam para inúmeras pessoas, razão pela qual havia criado um museu dedicado a essa temática em Las Vegas, ou seja, para que pessoas de todas as partes do mundo pudessem ficar frente a frente com evidências do outro mundo através de experiências diretas com artefatos mundialmente renomados. Ele também havia convidados três fãs de "muita sorte" para passarem por tais experiências (porém, sem qualquer envolvimento com a Annabelle).

Logo na abertura do episódio nos deparamos com a narrativa de Zak Bagans dizendo que há coisas nesse mundo, que nunca iremos entender completamente, e que ele havia montado uma equipe de investigadores, que há anos vinha buscando por respostas
No episódio em questão, Zak convidava a todos para entrarem em seu museu e conferir os mistérios por trás da "Maldição de Annabelle". Ele também disse que vinha trabalhando há anos para provar que o paranormal e o inexplicável existiam para inúmeras pessoas, razão pela qual havia criado um museu dedicado a essa temática em Las Vegas.
Primeiramente, ele disse que queria colocar a boneca Annabelle, um dos artefatos considerados mais famosos e perigosos do mundo, em uma sala repleta de bonecas assombradas. Zak Bagans disse que sempre ficou intrigado em relação a Annabelle, e contou bem rapidamente um pouco de sua história. Em seguida podemos ver Tony Spera caminhando pela rua, com uma maleta em uma das mãos, e entrando no "Museu Assombrado" de Zak Bagans. No episódio é ressaltado que ele é o atual proprietário de Annabelle, e que nunca havia permitido que a mesma fosse objeto de investigação anteriormente, ao menos não em um programa de televisão, ou seja, aquele era um momento histórico para sua equipe e para a própria Annabelle.

Em seguida podemos ver Tony Spera caminhando pela rua com uma maleta em uma das mãos,
e entrando no "Museu Assombrado" de Zak Bagans
Tony Spera aparece dizendo que Annabelle provavelmente era o objeto mais perigoso do acervo do museu dos Warrens, em Connecticut. Curiosamente, ele não comentou sobre nenhum incidente ocorrido durante seu trajeto, ou seja, aparentemente nenhum carro ficou desgovernado, nenhum avião sofreu turbulência ou algo assim. Porém, ele alegou que resolveu permitir a presença de Annabelle no programa para mostrar que o "Mal" era real, e que a solicitação de água benta era simplesmente para proteger a todos os envolvidos.

Tony Spera aparece dizendo que Annabelle provavelmente era o objeto mais perigoso do acervo do museu dos Warrens, em Connecticut. Curiosamente, ele não comentou sobre nenhum incidente ocorrido durante seu trajeto, ou seja, aparentemente nenhum carro ficou desgovernado, nenhum avião sofreu turbulência ou algo assim.
Entretanto, antes que a Annabelle fosse apresentada ao Zak Bagans pelo Tony Spera, Zak disse que foi dominado por uma estranha sensação de confusão e desorientação. Ele disse que estava com dificuldades de manter o foco e até mesmo de formar palavras durante a entrevista. Assim sendo, ele resolveu perguntar ao Tony se alguém já havia sentido algo assim antes de encontrar com a Annabelle. Tony confirmou que sim, e que era algo que eles chamavam de "precursor", uma espécie de mensagem de aviso, de que Annabelle não queria ser exposta.

Zak contou ao Tony, que no meio de um corredor do museu, ele sentiu como se algo o atingisse com força, bem no meio do seu peito. Ele disse que não sentia nenhuma negatividade ou sentimento de ódio, mas que tinha sido algo estranho. Ao final do diálogo, Tony disse que aquilo talvez fosse uma amostra do poder de Annabelle, do poder do "Mal".

Zak contou ao Tony, que no meio de um corredor do museu, ele sentiu como se algo o atingisse com força, bem no meio do seu peito. Ele disse que não sentia nenhuma negatividade ou sentimento de ódio, mas que tinha sido algo estranho
Ao final do diálogo, Tony disse que aquilo talvez fosse uma amostra do poder de Annabelle, do poder do "Mal".
Além disso, um operador de áudio chamado Mike, revelou ao Zak que havia notado uma anomalia durante o diálogo entre ele e o Tony: uma espécie de gemido ou lamúria, no meio do áudio.

Além disso, um operador de áudio chamado Mike, revelou ao Zak que havia notado uma anomalia durante o diálogo entre ele e o Tony: uma espécie de gemido ou lamúria, no meio do áudio.
Pouco tempo depois vemos Tony Spera encharcando suas mãos com água benta, realizando algumas orações, e finalmente abrindo a maleta que estava fortemente trancada. É possível notar, que ele pega na boneca com luvas, e a coloca em uma pequena cadeira.

Pouco tempo depois vemos Tony Spera encharcando suas mãos com água benta, realizando algumas orações...
e finalmente abrindo a maleta que estava fortemente trancada.
É possível notar, que ele pega na boneca com luvas, e a coloca em uma pequena cadeira
O segundo bloco do episódio abre com o aviso de Tony Spera dizendo ao Zak, que ele não deveria tocar em Annabelle sob nenhuma hipótese, e ele aproveitou para contar sobre um episódio, em que um jovem de 19 anos havia morrido após bater na caixa onde Annabelle costuma ficar, e desafiá-la a arranhá-lo da mesma forma, que ela já havia supostamente feito com Lou, amigo de Donna.

Ele e sua namorada teriam sido expulsos por Ed Warren, que conduzia um pequeno passeio no interior do museu, em Connecticut, e após cerca de três horas, o jovem teria morrido em um acidente de moto, após rir e zombar de Annabelle.

Tony aproveitou para contar sobre um episódio, em que um jovem de 19 anos havia morrido após bater na caixa onde Annabelle costuma ficar, e desafiá-la a arranhá-lo da mesma forma, que ela já havia supostamente feito com Lou, amigo de Donna.
O rapaz e sua namorada teriam sido expulsos por Ed Warren, que conduzia um pequeno passeio no interior do museu, em Connecticut, e após cerca de três horas, o jovem teria morrido em um acidente de moto, após rir e zombar de Annabelle
Tony disse que tocar na Annabelle seria o mesmo que abrir um portal para um outro reino. Zak ainda mencionou, que eles já tinham aberto diversas portas ao longo dos anos, mas Tony o adverte que essa seria uma porta, que Zak jamais conseguiria fechar. Em seguida, Zak aparece dizendo que uma das outras condições para investigar Annabelle, era que Tony observasse tudo o que estava acontecendo, razão pela qual ele passou a observar tudo no chamado "centro nervoso" do museu, uma espécie de centro de monitoramento, que conta com inúmeros monitores que transmitem as imagens das câmeras de segurança espalhadas pelo mesmo.

Tony disse que tocar na Annabelle seria o mesmo que abrir um portal para um outro reino. Zak ainda mencionou, que eles já tinham aberto diversas portas ao longo dos anos, mas Tony o adverte que essa seria uma porta, que Zak jamais conseguiria fechar
Em seguida, Zak aparece dizendo que uma das outras condições para investigar Annabelle, era que Tony observasse tudo o que estava acontecendo, razão pela qual ele passou a observar tudo no chamado "centro nervoso" do museu, uma espécie de centro de monitoramento.
Assim que Zak e uma parte de sua equipe entram na sala onde Annabelle se encontrava, ele menciona que as luzes de uma máquina que ele possuía no local, uma "fortune-telling machine", ou seja, uma espécie de máquina que era bem popular em parques de diversão nos Estados Unidos, e que consistia em um vidente animatrônico dentro de uma cabine, que lia a sorte de quem pagava através de fichas, é claro, teriam começado a piscar, razão pela qual ele decide desligá-la.

Contudo, nesse momento a máquina teria proferido a palavra "eletricidade", uma palavra na qual não havia sido incluída por Zak em sua programação. Curiosamente, Zak teria problemas com "eletricidade" nas 24 horas seguintes (algo que será mostrado daqui a pouco). Aliás, ele e sua equipe teriam começado a sentir uma estranha energia no ambiente, como se fosse "eletricidade", e até mesmo registrado uma espécie de orbe próximo a Annabelle.

A máquina teria proferido a palavra "eletricidade",
uma palavra na qual não havia sido incluída por Zak em sua programação
Aliás, ele e sua equipe teriam começado a sentir uma estranha energia no ambiente, como se fosse "eletricidade", e até mesmo registrado uma espécie de orbe próximo a Annabelle.
Posteriormente, Zak ficou a poucos centímetros de Annabelle, em uma sala repleta de bonecas, que ele alegou serem assombradas. Ele também disse que o fato das pessoas sempre dizerem seu nome todos os dias, todas as demonstrações de medo de milhões de pessoas ao redor do mundo, e toda a atenção que ela recebeu ao longo dos anos, principalmente da mídia, através dos filmes realizados sobre a mesma teriam empoderado a boneca.

Posteriormente, Zak ficou a poucos centímetros de Annabelle, em uma sala repleta de bonecas,
que ele alegou serem assombradas.
Zak então percebe que a energia era mais forte logo abaixo da boneca, e resolve colocar um equipamento chamado de "SB7 Spirit Box", um equipamento supostamente destinado a "comunicação espiritual", que varre rapidamente frequências de áudio combinando com o especto eletromagnético. Aliás, esse equipamento é muito utilizado por diversos grupos de investigação paranormal, porém há muita controvérsia sobre esse tipo de equipamento, que muitas vezes é taxado como um scam, ou seja, um equipamento fraudulento (leia-se como inútil) criado tão somente para que seus fabricantes ganhem dinheiro com o mesmo.

De qualquer forma, o equipamento teria gerado a palavra "listen" ("escutar", em português), e quando Zak perguntou quem eles estavam supostamente escutando, o equipamento teria gerado a palavra "Annabelle".

De qualquer forma, o equipamento teria gerado a palavra "listen" ("escutar", em português), e quando Zak perguntou quem eles estavam supostamente escutando, o equipamento teria gerado a palavra "Annabelle".
Assim sendo, vemos Tony movendo a Annabelle, novamente utilizando luvas, para uma outra sala em que havia múltiplas câmeras de monitoramento instaladas, e para as mais diversas finalidades, além de uma equipamento para registrar "EVPs", os famosos "fenômenos de voz eletrônica". Então, Zak pergunta a Anabelle o que ela queria, a boneca então teria respondido "You" ("você"), ou seja, a boneca queria o Zak para ela.

Assim sendo, vemos Tony movendo a Annabelle, novamente utilizando luvas, para uma outra sala em que havia múltiplas câmeras de monitoramento instaladas, e para as mais diversas finalidades, além de uma equipamento para registrar "EVPs", os famosos "fenômenos de voz eletrônica"
Então, Zak pergunta a Anabelle o que ela queria,
a boneca então teria respondido "You" ("você"), ou seja, a boneca queria o Zak para ela.
No início do terceiro bloco, é possível ver que o equipamento também registra a palavra "us" ("nós"), o que significava que Annabelle estava se referindo ao Zak e ela ao mesmo tempo, porém ao ser questionada a razão pela qual ela teria dito isso, não há nenhuma resposta. Posteriormente, sugiu um ruído no áudio, que foi interpretado como um "rosnado de um animal".

De repente, no entanto, um dos membros alerta a Zak, que o mesmo tinha dois "esqueletos" sobre ele, sendo que uma das "figuras" estava "escalando um dos seus ombros".

De repente, no entanto, um dos membros alerta a Zak, que o mesmo tinha dois "esqueletos" sobre ele, sendo que uma das "figuras" estava "escalando um dos seus ombros".
Além disso, Zak também disse que eles tinham registrado algo, que nunca tinha visto anteriormente. Ele disse que uma "figura esquelética" havia sido registrada dentro do seu corpo, como se estivesse o mapeando, e logo em seguida outra "figura esquelética" aparece dentro do seu corpo. Em seguida, uma das "figuras esqueléticas" desaparece, a segunda se transfere para o corpo de Annabelle.

Além disso, Zak também disse que eles tinham registrado algo, que nunca tinha visto anteriormente. Ele disse que uma "figura esquelética" havia sido registrada dentro do seu corpo, como se estivesse o mapeando...
...e logo em seguida outra "figura esquelética" aparece dentro do seu corpo.
Em seguida, uma das "figuras esqueléticas" desaparece, a segunda se transfere para o corpo de Annabelle.
Tudo isso relatado acima teria sido registrado por um câmera SLS, ou seja, um equipamento destinado a registrar e entender um determinado ambiente "mais amplamente" em tempo real, exibindo informações, tais como: temperatura, faixas de áudio, distância, níveis de luminosidade etc. A mesma realiza uma espécie de varredura dos objetos existentes no local e, é claro, dizem que a câmera registra "eventuais fantasmas" ao tentar encontrar padrões, que o equipamento entenda como se fossem pessoas, nesse caso supostos "espíritos". A imagem resultante geralmente tem um formato esquelético, assim como ocorreu na investigação de Zak Bagans. Não é nem preciso dizer, que esse é mais um equipamento bem caro (custando acima de R$ 4.000), cuja utilidade no campo da investigação paranormal é bem questionável, visto que isso é extremamente parecido com o esquema utilizado pelo Kinect do console Xbox. Aliás a utilização do Kinect por grupos de investigação paranormal já foi desmistificado pelo Kenny Biddle, em uma longa publicação no site da CSICOP, o "Comitê para a Investigação Científica de Alegações do Paranormal", em julho do ano passado (clique aqui para conferir a matéria, em inglês). Vale muito a pena tentar ler esse artigo.

De qualquer forma, Zak disse acreditar, que o equipamento havia registrado um espírito maligno no interior da boneca, deixando a mesma, e procurando alguém ou algo para possuir. Naquele momento, Zak disse que sentia muita energia ao redor da boneca. Aliás, ele disse que se sentia conectado a mesma, e aquela "figura esquelética" continuava entrando e saindo do seu corpo. Em um determinado momento, Zak disse que queria tocar em Annabelle, e podemos ver o "desespero" de Tony Spera e de sua equipe alertando-o, que ele não deveria fazer isso, embora Zak insistisse que estava sentindo uma conexão com a boneca.

Em um determinado momento, Zak disse que queria tocar em Annabelle...
...e podemos ver o "desespero" de Tony Spera e de sua equipe alertando-o, que ele não deveria fazer isso, embora Zak insistisse que estava sentindo uma conexão com a boneca.
Após muita discussão, o equipamento de EVP teria até mesmo registrado o nome "Ann". Aliás, o operador de câmera da equipe de Zak começou a suar muito, e disse que tinha a sensação de queimação pelo seu corpo, como se estivesse com febre alta. Diante de tanto impasse e apreensão, Tony disse através do rádio que Zak deveria pedir proteção a Deus. Nesse momento o equipamento de EVP também teria registrado a palavra "God" ("Deus").

Após muita discussão, o equipamento de EVP teria até mesmo registrado o nome "Ann". Aliás, o operador de câmera da equipe de Zak começou a suar muito, e disse que tinha a sensação de queimação pelo seu corpo, como se estivesse com febre alta
O quarto bloco começa com a narrativa de Zak Bagans, dizendo que ele tinha uma vontade quase irresistível de tocar na boneca e ter um contato físico direto com a mesma. Após Tony lhe dizer para não tocá-la, Zak disse que sentia que a boneca o induzia a fazer exatamente o oposto. Para corroborar com essa "vontade", o equipamento de EVP teria registrado as palavras "grab" e "foot", que se reunidas formariam a frase "agarre os pés".

O quarto bloco começa com a narrativa de Zak Bagans, dizendo que ele tinha uma vontade quase irresistível de tocar na boneca e ter um contato físico direto com a mesma.
Novamente há muita discussão e, em 21:43, na metade do episódio, Zak olha para trás e com a mão esquerda segura em um dos pés de Annabelle, sem qualquer tipo de proteção. Então, Zak deita no chão e imediatamente vemos Tony Spera entrando no ambiente e o repreende por isso.

Novamente há muita discussão e, em 21:43, na metade do episódio, Zak olha para trás e com a mão esquerda segura em um dos pés de Annabelle, sem qualquer tipo de proteção.
Então, Zak deita no chão...
...e imediatamente vemos Tony Spera entrando no ambiente e o repreende por isso.
Tony voltou a dizer que um garoto havia morrido por causa da Anabelle, e que nem mesmo padres estavam a salvos da boneca Annabelle. Tony se mostrou muito revoltado com a situação, retirou a boneca da cadeira (utilizando luvas), e a guardou novamente na maleta.

Tony se mostrou muito revoltado com a situação, retirou a boneca da cadeira (utilizando luvas),
e a guardou novamente na maleta
Zak tentou explicar para Tony, que havia uma estranha conexão entre ele e a boneca, e que Annabelle havia pedido para que ele a tocasse. Zak ainda tentou alegar que agarrou o pé da boneca "por acidente", e que não se lembrava exatamente do que tinha acontecido, mas que não havia nenhuma intenção de sua parte em desrespeitá-lo.

Aliás, durante essa conversa, a câmera SLS teria detectado novamente duas figuras esqueléticas no corpo de Zak, e uma outra que apareceu muito rapidamente ao fundo. Na opinião de Zak, o espírito que estava no interior da boneca teria saído da mesma, e estava vagando pelo seu museu, ou seja, havia o temor que o espírito não tivesse retornado a boneca antes que Tony a guardasse em sua maleta. Durante a discussão o equipamento de EVP chegou a registrar a palavra "Jesus".

Zak tentou explicar para Tony, que havia uma estranha conexão entre ele e a boneca, e que Annabelle havia pedido para que ele a tocasse. Zak ainda tentou alegar que agarrou o pé da boneca "por acidente", e que não se lembrava exatamente do que tinha acontecido, mas que não havia nenhuma intenção de sua parte em desrespeitá-lo.
Assim que a investigação estava chegando ao seu final, uma vez que Tony havia voltado para um hotel juntamente com a Annabelle, Zak disse que começou a se sentir estranho, e a ter "pensamentos violentos", por assim dizer, e também teria tido dificuldades em dirigir de volta para casa.

Ironicamente, o painel do seu carro marcava uma distância total percorrida de 6666 milhas, porém em quilômetros isso resultaria em 10.727 km, ou seja, nada muito estranho, exceto para os norte-americanos.

Assim que a investigação estava chegando ao seu final,
uma vez que Tony havia voltado para um hotel juntamente com a Annabelle...
...Zak disse que começou a se sentir estranho, e a ter "pensamentos violentos", por assim dizer,
e também teria tido dificuldades em dirigir de volta para casa.
Ironicamente, o painel do seu carro marcava uma distância total percorrida de 6666 milhas, porém em quilômetros isso resultaria em 10.727 km, ou seja, nada muito estranho, exceto para os norte-americanos.
No dia seguinte, ele foi até uma cafeteria local juntamente com um amigo, quando houve uma tempestade, e um raio teria atingido um poste de luz bem ao lado do seu carro. Então, ele indagou se aquilo poderia ter sido um ato da Annabelle, uma espécie de aviso "elétrico", algo que o fazia lembrar da palavra "eletricidade" que havia sido ouvida no dia anterior.

No dia seguinte, ele foi até uma cafeteria local juntamente com um amigo, quando houve uma tempestade, e um raio teria atingido um poste de luz bem ao lado do seu carro.
Então, ele indagou se aquilo poderia ter sido um ato da Annabelle, uma espécie de aviso "elétrico", algo que o fazia lembrar da palavra "eletricidade" que havia sido ouvida no dia anterior.
No período da noite, Zak se preparou para receber três fãs do seu trabalho, no museu que ele havia inaugurado no começo do mês de outubro, ou seja, a partir dos 25 minutos de episódio, a investigação sobre Annabelle não recebeu mais nenhuma atenção. Aliás, os três fãs teriam sido supostamente selecionados devido a um concurso anteriormente realizado.

Enfim, eu assisti de forma muito cautelosa os minutos restantes do episódio e nenhuma referência importante sobre Annabelle é mencionada. Zak se manteve muito bem durante o tempo inteiro, e estava perfeitamente normal e saudável. Além disso, Zak Bagans continua bem vivo até hoje, ganhando seu dinheiro com a série "Ghost Adventures" e seu mais novo museu em Las Vegas.

No período da noite, Zak se preparou para receber três fãs do seu trabalho, no museu que ele havia inaugurado no começo do mês de outubro, ou seja, a partir dos 25 minutos de episódio, a investigação sobre Annabelle não recebeu mais nenhuma atenção. Aliás, os três fãs teriam sido supostamente selecionados devido a um concurso anteriormente realizado.
Nessa segunda parte do segundo episódio, por assim dizer, o museu foi muito bem promovido por Zak, ao alegar que um operador de câmera teria sido arranhado no interior do mesmo, e que ele já teve casos de pessoas desmaiando aleatoriamente enquanto circulavam pelo museu. Aliás, um dos fãs chamado Greg, ainda chegou a alegar que uma foto, que ele tirou de uma árvore com palhaços, no lado de fora do museu, havia sido postada em sua conta no Facebook com a seguinte legenda: "You can call it" ("Você pode chamá-lo").

A foto teria sido postada por volta de 1h da manhã, sendo que ele recebeu mensagens de amigos comentando sobre a mesma. O problema? Greg não teria postado nada, ou seja, algo ou alguém (como sempre de outro mundo, é claro) teria publicado em seu lugar. Inicialmente, os três foram deixados sozinhos por Zak Bagans e sua equipe, sendo que eles estavam sendo monitorados o tempo todo, e contavam com câmeras para registrar suas experiências.

A foto teria sido postada por volta de 1h da manhã, sendo que ele recebeu mensagens de amigos comentando sobre a mesma. O problema? Greg não teria postado nada, ou seja, algo ou alguém (como sempre de outro mundo, é claro) teria publicado em seu lugar.
Curiosamente, durante o seu passeio, Greg chegou a perguntar a um dos manequins de palhaço do museu, se o mesmo era o responsável por publicar a foto em sua conta no Facebook. Não houve respostas, porém isso não o impediu de se assustar um palhaço animatrônico, que surgiu inesperadamente atrás de um quadro. Zak alegou que havia se esquecido de desligar aquela "pequena surpresa".

Curiosamente, durante o seu passeio, Greg chegou a perguntar a um dos manequins de palhaço do museu, se o mesmo era o responsável por publicar a foto em sua conta no Facebook. Não houve respostas...
...porém isso não o impediu de se assustar um palhaço animatrônico, que surgiu inesperadamente atrás de um quadro. Zak alegou que havia se esquecido de desligar aquela "pequena surpresa".
Durante o passeio Greg encontra Alex, uma outra fã, e juntos continuam sua exploração até encontrar o espelho de Bela Lugosi, um artefato considerado amaldiçoado em que dizem que as pessoas veem "coisas" através do mesmo. Aliás, teria sido naquele mesmo local, diante do espelho, que um padre chamado Sebastian teria desmaiado em frente ao mesmo, sendo que sua parceira teria sido machucada na região do pescoço. Tanto Greg quanto Alex desafiaram o espelho para que ele fizesse algo. Aliás, Greg se mostrou bem hiperativo o tempo inteiro.

Durante o passeio Greg encontra Alex, uma outra fã, e juntos continuam sua exploração até encontrar o espelho de Bela Lugosi, um artefato considerado amaldiçoado em que dizem que as pessoas veem "coisas" através do mesmo
Greg aparentemente não se sente bem ao olhar para o espelho e, em seguida, foi a vez de Alex não se sentir bem. Aliás, Zak até mesmo citou a presença de uma "anomalia de luz" antes que ambos tirassem o pano que cobria o espelho, porém, havia a forte possibilidade de ser apenas um inseto, algo que Zak descartou porque a "anomalia sumia" em meio a escuridão.

Aliás, Zak até mesmo citou a presença de uma "anomalia de luz" antes que ambos tirassem o pano que cobria o espelho, porém havia a forte possibilidade de ser apenas um inseto, algo que Zak descartou porque a "anomalia sumia" em meio a escuridão
Alex chegou a dizer que sentia uma estranha presença no local onde estava, sendo que Greg constantemente implorava para que algo lhe acontecesse, porém nada lhe acontece. Apenas Alex disse que sentiu como se o mesmo estivesse atrás dela, respirando em seu pescoço, porém Greg sequer estava próximo a ela.

Aproximando-se do fim do episódio, Alex foi deixada em um cômodo que simulava uma sala de velório; Martin, o terceiro fã, foi levado para participar de uma sessão juntamente com o equipamento "SB7 Spirit Box", e Greg permaneceu desafiando o espelho de Bela Lugosi. Martin, por exemplo, comemorou muito quando ouviu a frase "come to me" ("venha até mim") ao pedir para que algo que estivesse no museu falasse o nome de alguma pessoa que estivesse no local.

Martin, por exemplo, comemorou muito quando ouviu a frase "come to me" ("venha até mim") ao pedir para que algo que estivesse no museu falasse o nome de alguma pessoa que estivesse no local.
Um outro membro da equipe de Zak se juntou a Alex para tentar descobrir a identidade de um dos esqueletos supostamente humanos presente no local, e que teria sido achado no sótão de um antigo chalé pertencente aos Odd Fellows. Alex começou tocar um piano presente na sala e pouco tempo depois disse que se sentia com falta de ar, com um aperto no peito, e se mostrou visivelmente emocionada.

Um outro membro da equipe de Zak se juntou a Alex para tentar descobrir a identidade de um dos esqueletos supostamente humanos presente no local, e que teria sido achado no sótão de um antigo chalé pertencente aos Odd Fellows.
Alex começou tocar um piano presente na sala e pouco tempo depois disse que se sentia com falta de ar, com um aperto no peito, e se mostrou visivelmente emocionada.
O último bloco, contendo apenas 5 minutos, apresenta tão somente mais algumas reações dos fãs e algumas "evidências" supostamente paranormais. Um exemplo disso seria o nome "David", que teria surgido como sendo a identidade do esqueleto na sala que simula um velório, e uma espécie de "massa negra", que teria sido fotografada próxima a um caixão localizado nessa mesma sala.

Ao final, também é apresentado um balão, que teria saído de uma das salas e começado a seguir Zak Bagans. Para tentar alegar que aquilo teria sido um ato de outro mundo, Zak alegou que uma unidade de ar-condicionado próxima estaria desligada, e que não haveria correntes de ar no local. Para completar, o balão estaria se movimentando na altura de criança, teria subido e pouco tempo depois sumido misteriosamente.

Ao final, também é apresentado um balão, que teria saído de uma das salas e começado a seguir Zak Bagans. Para tentar alegar que aquilo teria sido um ato de outro mundo, Zak alegou que uma unidade de ar-condicionado próxima estaria desligada, e que não haveria correntes de ar no local.
Enfim, o episódio terminou indagando se tudo o que teria acontecido no dia seguinte com Zak Bagans poderia ser uma espécie de resquício da presença de Annabelle. Será mesmo? A atitude de Zak Bagans ao tocar em Annabelle não passou desapercebida pelo público, e por alguns poucos sites de terror norte-americanos, que resolveram questionar a veracidade da boneca Annabelle. É justamente isso que vocês conferem a partir de agora.

A "Maldição de Annabelle" Não Passa de uma Farsa? A Repercussão da Atitude de Zak Bagans ao Tocar na Boneca Annabelle


Após dois anos e meio escrevendo sobre os mais diversos assuntos, sendo que na absoluta maioria das vezes mostrei a vocês a realidade por trás dos mais variados casos de cunho paranormal ou sobrenatural, que são divulgados pela mídia, posso dizer que a situação mais difícil é a reação das pessoas quando se veem confrontadas com a realidade, ou seja, quando suas crenças de anos ou décadas são derrubadas por um simples gesto, neste caso por um simples toque no artefato considerado mais perigoso do mundo, e que levou centenas de milhões de pessoas ao cinemas ao redor do planeta.

Acreditar em algo não é exatamente um problema, mas desacreditar em algo é sempre muito complicado. Muitas vezes as pessoas criam alternativas (leia-se "desculpas") para tentar justificar algo, que esteja na iminência de destruir suas crenças.

A situação mais difícil é a reação das pessoas quando se veem confrontadas com a realidade, ou seja, quando suas crenças de anos ou décadas são derrubadas por um simples gesto, neste caso por um simples toque no artefato considerado mais perigoso do mundo, e que levou centenas de milhões de pessoas ao cinemas ao redor do planeta.
No geral, as pessoas não gostam de ser enganadas, e tentam jogar a responsabilidade em outras pessoas, quando, na verdade, muitas vezes elas se tornam as verdadeiras culpadas por nunca terem tido tempo, vontade ou capacidade de pesquisar profundamente sobre determinados casos. O vasto conteúdo disponível na internet, ao menos sobre casos paranormais, são verdadeiras "receitas de bolo", textos copiados de enciclopédias virtuais, sem qualquer profundidade ou compromisso com a verdade. Alguns textos, por exemplo, utilizam fontes que lhe convêm, como é o caso de Annabelle, onde a maioria das pessoas se contenta apenas com o que é divulgado pelos Warrens ou padres que tiveram envolvimento no caso, ou seja, pessoas que têm interesse que o demônio exista, que machuque pessoas e que todos necessitem que Deus as protejam.

A maioria dos investigadores paranormais não cobram para investigar os casos, assim como os Warrens não cobravam (apenas despesas de translados), mas fazem disso sua profissão, e acabam tendo um retorno financeiro devido a exposição na mídia, palestras, livros, canais no YouTube ou até mesmo com a criação de museus, cuja entrada nunca é gratuita. Não existe almoço de graça, portanto é uma ilusão acreditar que o fato de não cobrar por algo, seja um ato de pura generosidade.

Entrada do Museu do Ocultismo dos Warrens, que está atualmente fechado
devido as novas regras de zoneamento urbano da cidade de Monroe
Atualmente, o Museu do Ocultismo dos Warrens está fechado devido as novas regras de zoneamento urbano da cidade de Monroe, mas com certeza reabrirá um local mais amplo e apropriado a visitação. Isso porque em abril deste ano, Tony Spera e a N.E.S.P.R. (sigla em inglês para "Sociedade de Pesquisa Psíquica da Nova Inglaterra") irão realizar um evento chamado "An Evening With Annabelle" ("Uma Noite com Annabelle"), onde as pessoas que preencherem um pequeno formulário e pagarem cerca de US$ 169,00 (cerca de R$ 550,00 pela cotação atual) terão, de acordo as palavras publicadas no site oficial dos Warrens, "uma oportunidade de conhecer, ver e posar ao lado de alguns dos objetos mais infames e perigosos conhecidos do reino preternatural", sendo que a noite começará por um banquete em um restaurante de Connecticut, cuja localização será revelada apenas para quem se inscrever para o evento. Aliás, esse evento acontece anualmente, pelo menos desde 2016.

No evento será apresentada a boneca Annabelle, um artefato chamado "Espelho da Conjuração" e também uma outra boneca chamada "Shadow Doll", definida pelo site como uma boneca "bem semelhante a Annabelle, sendo um objeto extremamente perigoso, usado como receptáculo para causar dor e sofrimento em vítimas inocentes".

Aliás, ainda de acordo com o site, "seu único propósito seria assolar seres humanos inocentes". Novamente, vemos a Annabelle para uma finalidade comercial, visto que ela acabou se tornando o carro-chefe do museu dos Warrens.

No evento será apresentada a boneca Annabelle, um artefato chamado "Espelho da Conjuração" e também uma outra boneca chamada "Shadow Doll", definida pelo site como uma boneca "bem semelhante a Annabelle, sendo um objeto extremamente perigoso, usado como receptáculo para causar dor e sofrimento em vítimas inocentes".
Tudo estava indo bem para os Warrens e, principalmente, para Tony Spera, porém Zak Bagans apareceu pelo caminho. Não irei me alongar muito sobre ele, mas assim como acontece com pessoas, que possuem séries destinadas a investigação de cunho paranormal, existe uma clara necessidade de que "coisas sobrenaturais" aconteçam durante os episódios. Afinal de contas, Zak não seria uma das maiores audiências do "Travel Channel" há 15 anos, se nada acontecesse, não é mesmo?

Em um artigo escrito por Waylon Jordan, do site "Paranormal Investigation", Waylon menciona que Zak Bagans tem um histórico de técnicas investigativas irresponsáveis. Segundo Waylon, Zak parece ser incapaz de realizar uma investigação sem recorrer a provocações, mesmo quando não é necessário, geralmente aumentando a energia negativa, que já reside em um determinado local. Ainda de acordo com Waylon, suas reações aparentemente encenadas e hiperativas a cada pequeno rangido ou estalo em prédios antigos e abandonados, se tornaram quase lendários. No entanto, após 15 temporadas, o programa continua tendo uma audiência bem alta.

Segundo Waylon, Zak parece ser incapaz de realizar uma investigação sem recorrer a provocações, mesmo quando não é necessário, geralmente aumentando a energia negativa, que já reside em um determinado local. Ainda de acordo com Waylon, suas reações aparentemente encenadas e hiperativas a cada pequeno rangido ou estalo em prédios antigos e abandonados, se tornaram quase lendários.
Ironicamente, Waylon taxou a atitude de Zak, ao segurar no pé de Annabelle, como um ato desrespeitoso às regras de Tony Spera e Lorraine Warren. Waylon, que se autodenomina como sensitivo e médium, acredita que Zak possa ter algum dom, mas recomendou que o mesmo aprendesse a controlar os seus poderes, porque em algum momento ele poderia acabar se machucando ou até mesmo outras pessoas ao seu redor. Aliás, Waylon foi ferrenho em dizer que ele não era um modelo a ser seguido pelos mais jovens, e que situações como essa eram boas para para o mundo do entretenimento, não para o mundo do paranormal. Evidentemente, Waylon não gosta que situações como essas ocorram, ou seja, que lendas de décadas possam ser destruídas publicamente (ainda que não tenha sido essa a intenção principal, algo que comentarei daqui a pouco). Sem essas tais lendas, a crença no paranormal obviamente enfraquece.

Essa é a parte interessante da história, porque Zak é visto por muitas pessoas como uma espécie de farsante, que está nesse meio apenas para ganhar dinheiro, algo que ele sabe fazer muito bem há pelo menos 15 anos. Agora, se ele é um farsante, não possui dom algum, e tocou na boneca mais perigosa do mundo, como explicar o fato que ele está bem vivo, saudável e lucrando com seu mais novo empreendimento em Las Vegas? Se ele é um mero mortal e nada aconteceu com ele, o que isso significa? A resposta mais óbvia do mundo, é que Annabelle é uma farsa.

Se ele é um mero mortal e nada aconteceu com ele, o que isso significa?
A resposta mais óbvia do mundo, é que Annabelle é uma farsa
Entretanto, conforme mencionei anteriormente, as pessoas não gostam de ter suas crenças destruídas, ainda mais de forma tão clara, quanto o toque de Zak Bagans em Annabelle. Em um artigo publicado por Nicolle Bryson, no site "Paranormal Magazine", intitulado "Has Ghost Adventures ruined the Annabelle legend?" ("A Série Ghost Adventures Arruinou a Lenda de Annabelle?", em português) mostra exatamente a dificuldade que as pessoas têm ao aceitar uma determinada realidade, quando a mesma é exposta diante dos seus olhos.

No texto é mencionado, que muitos espectadores tinham ficado decepcionados, e que as pessoas que acreditavam piamente na lenda de Annabelle passaram a acreditar que a mesma seja tão somente uma farsa. Contudo, algumas pessoas estavam relutantes em aceitar o que tinham visto. Algumas pessoas disseeram, que tudo não tinha passado de uma encenação teatral por parte de Zak Bagans e sua equipe da série "Ghost Adventures", já outras pessoas disseram que aquela boneca não era a verdadeira, mas tão somente uma réplica, devido ao cabelo da mesma estar um pouco diferente. Porém, a espécie de "franja" que a boneca teria, na verdade é uma parte do seu cabelo, que sempre foi colocada para frente, de modo a dar uma singularidade a mesma, e que estava atrás de sua cabeça. Enfim, apesar de Tony Spera dizer que Zak estava em sérios apuros ao tocar na boneca, nada aconteceu com Zak Bagans, exceto algumas reações hiperativas e clássicas do mesmo.

Já outras pessoas disseram que aquela boneca não era a verdadeira, mas tão somente uma réplica, devido ao cabelo da mesma estar um pouco diferente. Porém, a espécie de "franja" que a boneca teria, na verdade é uma parte do seu cabelo, que sempre foi colocada para frente, de modo a dar uma singularidade a mesma, e que estava atrás de sua cabeça.
O texto publicado no site "Paranormal Magazine" ainda disse que o episódio certamente havia impactado tanto aqueles que acreditavam quanto aqueles que não acreditavam no mundo paranormal. Curiosamente, algumas pessoas também comentaram, que a ação de Zak tinha sido desrespeitosa, e que ele queria o espírito contido em Annabelle para ele e seu museu, e que sua atitude tinha sido egoísta. Outros tentaram dizer que a culpa tinha sido da Annabelle, que pediu para ser tocada. Houve quem dissesse que a lenda tinha sido totalmente destruída, e que não haveria mais filmes depois disso. Também houve quem desejasse que seu museu falisse, e a audiência do seu programa despencasse. Nada disso aconteceu até hoje.

A repercussão foi tanta, que Zak Bagans acabou publicando uma nota em sua conta no Facebook, no dia 4 de novembro do ano passado.

A repercussão foi tanta, que Zak Bagans acabou publicando uma nota em sua conta no Facebook,
no dia 4 de novembro do ano passado.
Confira a tradução completa da mesma:
"Muitos de vocês estão indignados, porque toquei a 'Annabelle", então aqui está a minha resposta. Enquanto muitos espectadores pensam, que sabem exatamente como é estar diante desse tipo de situação, com todo o devido respeito, não sabem. Sou 100% sensitivo. O que isso significa? Eu absorvo e sinto energias ao meu redor em um nível muito alto. Seja de pessoas vivas, energia residual, objetos ou espíritos. Tem sido assim a minha vida toda. Não sou um médium psíquico. Sou um sensitivo. E, enquanto alguns dizem que isso é "exagerado" ou "muito dramático", essas mesmas pessoas nunca serão capazes de se relacionar com o que eu sinto quando estou cercado de espíritos. Isso é uma corrida, algo que drena você, é emocionante, aterrorizante ou tudo ao mesmo tempo dependendo de quem ou o quê estou entrando em contato.

Tendo dito isso, quando se trata de 'Annabelle' havia uma tremenda quantidade de energia em camadas infundidas nessa boneca, que acredito ter possibilitado, que uma entidade obscura a utilizasse para manipular e influenciar os vivos. Também acredito que os proprietários do passado e do presente também colocaram suas energias na mesma, energias boas e ruins. Ela estava sentada em um museu do oculto extremamente assombrado e amaldiçoado por anos, absorvendo as energias de outros artefatos possuídos, enquanto estava em sua caixa de vidro. Tudo isso fortaleceu cada vez mais e mais a(s) entidade(s), que a usou para hospedeira para manipular os vivos. Adicione outra camada a mesma. Uma boneca que rendeu centenas de milhões para estúdios de cinema, produtores etc. E todo esse dinheiro veio atrelado a ganância, ações judiciais, ódio etc. Mais negatividade. Abastecendo ainda mais o fogo dessa mesma boneca.
Estava cético em relação a 'Annabelle' até que ela apareceu, e foram documentadas evidências incríveis através dos nossos inúmeros equipamentos. Billy e Aaron sentiram coisas extraordinárias ao redor e embaixo dela. Recebemos, através da spirit box, as palavras 'Annabelle' e 'Anna'. 'Agarre a Perna' foi outro comando. A evidência da SLS foi incrível. A mesma mostrou duas figuras dentro de mim, quando a figura de 'Annabelle' deixou o seu corpo. Então, entrou no meu. Isso é muita coisa para ser desconsiderada, e dizer que ela não era legítima.

Durante esse evento fui afetado e comecei a me sentir muito triste sem nenhuma razão aparente. No momento em que recebemos as palavras 'você' e 'nós' foi quando senti que, o que fosse aquilo dentro da 'Annabelle' tinha saído e começado a me manipular. Muitas vezes estive próximo a ela. No gélido chão em transe total. Enquanto Billy estava suando, como se estivesse com uma febre de 40ºC, e enquanto Aaron se mostrava surpreso com a comunicação que ela estava proporcionando através dos vários dispositivos. O que realmente perturbou o Tony foi que finalmente viu fortes evidências, que cercavam esses eventos, pessoalmente. Como testemunha.

Toquei Annabelle, mas senti como se tivesse que fazer isso. Não porque seria ótimo para o programa, mas devido a coisas que a maioria de vocês não entenderiam... Algo teve controle sobre mim e tive uma enorme tristeza em todos os momentos, exceto um rápido momento de raiva, próximo ao final, quando Tony a levou e foi embora.

Desculpe-me Tony e Lorraine Warren por tocá-la, mas não aquilo não estava sob meu controle. Sinto que tocá-la desencadeou uma série de eventos estranhos, e acredito que era realmente algo muito perigoso a ser feito. Tivemos a honra de sermos os primeiros a investigá-la na televisão, e agradecemos a muitos de vocês, que sintonizaram em nosso programa para testemunhar isso. Sentimos que realizamos uma investigação precursora resultando em evidências incríveis.
"
"Muitos de vocês estão indignados, porque toquei a 'Annabelle", então aqui está a minha resposta. Enquanto muitos espectadores pensam, que sabem exatamente como é estar diante desse tipo de situação, com todo o devido respeito, não sabem. Sou 100% sensitivo", disse Zak.
A nota publicada por Zak Bagans gerou mais de 15 mil reações e foi compartilhada mais de 1.100 vezes, proporcionando, como era de se esperar, os mais diversos comentários possíveis sobre o assunto. O problema é que isso gerou um grande dilema, visto que apesar do seu programa continuar com uma ótima audiência durante 15 anos, muitos não acreditam nos "dons" de Zak Bagans. Portanto, temos duas principais possibilidades e algumas variantes diante do que aconteceu.
  1. Para quem quiser continuar acreditando, que a "maldição de Annabelle" seja verdadeira, então é necessário acreditar que Zak Bagans seja um sensitivo incrivelmente poderoso, do mesmo nível que Lorraine Warren também dizia que era. Afinal de contas, ela teria sido a única pessoa a tocar na boneca, além da antiga proprietária, desde a década de 1970. Porém, se você não acredita nisso, terá que acreditar que Tony Spera mentiu, levou uma boneca falsa e tudo o que vimos não passa de uma farsa, o que compromete não somente a credibilidade da família Warren, mas o programa comandado por Zak Bagans como um todo. Aliás, você também pode acreditar, por exemplo, que todos eram sósias muito parecidos com Zak e Tony Spera, e que ambos os sósias teriam morrido após as gravações. Resumindo, quem quiser continuar acreditando em Annabelle precisa acreditar em muita coisa indigesta e teorias conspiratórias para alegar que seu poder de matar pessoas é verdadeiro. Caso contrário, pense apenas que Annabelle estava de bom humor e apaixonada por Zak Bagans, por isso não o matou ou causou sérios problemas em sua vida.
  2. Para quem acredita que a "maldição de Annabelle" seja uma farsa não é preciso muita coisa, visto que o toque de Zak Bagans em Annabelle demonstra, que a mesma não passa de um engodo cultuado a décadas pelos Warrens, e por pessoas que nunca questionaram sua veracidade. Para acreditar que Annabelle não passa de uma mera boneca de pano, sem poder algum, basta apenas acreditar que Zak Bagans não seja um sensitivo poderoso, ou seja, que ele é apenas mais um investigador paranormal com um programa de TV entre tantos outros, nos Estados Unidos, e que a boneca levada por Tony Spera seja mesmo verdadeira.
A nota publicada por Zak Bagans gerou mais de 15 mil reações e foi compartilhada mais de 1.100 vezes, proporcionando, como era de se esperar, os mais diversos comentários possíveis sobre o assunto. O problema é que isso gerou um grande dilema, visto que apesar do seu programa continuar com uma ótima audiência durante 15 anos, muitos não acreditam nos "dons" de Zak Bagans.
Considerando que as tais evidências obtidas foram extremamente fracas e amplamente questionáveis, principalmente diante dos equipamentos utilizados, e que muitas "anomalias" muito provavelmente não passavam de insetos ou partículas de poeira, é possível dizer que a visão que Zak Bagans tem do mundo paranormal é exatamente a mesma que inúmeros grupos de investigação proporcionam em outras séries televisivas. Muitos equipamentos caros, que supostamente conseguiriam se comunicar com o "outro lado" ou até mesmo ver fantasmas, e ideias amplamente aceitas por um público, que fica espantado e aterrorizado ao notar que foi enganado durante décadas, quando Annabelle, na verdade, é fruto tão somente de relatos contados pelos interessados que ela seja realmente um artefato perigoso, e uma representante moderna, um ícone do "Mal" para as antigas e novas gerações. Uma boa pesquisa provavelmente derrubaria a lenda sobre Annabelle, porém um simples toque foi muito mais eficaz.

Não vou dizer a vocês sobre o que acreditar, visto que cada um pode acreditar no que quiser diante do que foi mostrado, porém é inegável o que aconteceu, e o que é necessário acreditar para que Annabelle seja mesmo tudo aquilo que sempre disseram.

Essencialmente, o que é a Boneca Annabelle? A "Raggedy Ann" Foi Criada Para ser um Símbolo dos Movimentos Anti-Vacinação?


Para terminar esta matéria, acredito que é necessário derrubar um mito, que geralmente circula quando se fala sobre "Annabelle". Para quem não sabe, a Annabelle é uma "Raggedy Ann Doll", ou seja, uma boneca baseada em uma personagem chamada "Raggedy Ann", que foi criada pelo escritor norte-americano Johnny Gruelle em uma série de livros que ele escreveu e ilustrou para crianças (muito embora o nome Annabelle teria outras origens, porque supostamente pertenceria a uma garotinha chamada Annabelle Higgins, que teria morrido com cerca de sete de idade, conforme foi mencionado no início desta matéria).

Para quem não sabe, a Annabelle é uma "Raggedy Ann Doll", ou seja, uma boneca baseada em uma personagem chamada "Raggedy Ann", que foi criada pelo escritor norte-americano Johnny Gruelle em uma série de livros que ele escreveu e ilustrou para crianças.
A "Raggedy Ann" é basicamente uma boneca de pano, que possui o cabelo composto geralmente por fios de lã de cor vermelha, e tem um nariz triangular. Além disso, as origens e história da boneca "Raggedy Ann" são, talvez, as mais misteriosas e incomuns de todas as histórias de bonecas que se tem notícia até hoje. Gostaria apenas de ressaltar dois pontos muito interessantes dessa história.

Muitos dizem que Johnny Gruelle criou a "Raggedy Ann" para sua filha, Marcella Gruelle, quando certo dia a menina desceu do sótão da sua avó segurando uma boneca de pano bem maltrapilha e sem rosto. De acordo com a história, Marcella mostrou a boneca para seu pai, que pegou sua caneta e rapidamente desenhou um rosto encantador na boneca, e disse para a menina levá-la até sua avó para ela costurasse um olho que estaria faltando na boneca. Infelizmente, Marcella teria morrido aos 13 anos, no mesmo ano de criação da "Raggedy Ann", depois de ter sido vacinada na escola contra a varíola, sem o consentimento de seus pais, e supostamente devido a uma vacina contaminada. Posteriormente o seu pai, Johnny Gruelle, teria se tornado um opositor à vacinação, visto que a boneca "Raggedy Ann" vem sendo utilizada como um símbolo do movimento anti-vacinação.

A "Raggedy Ann" é basicamente uma boneca de pano,
que possui o cabelo composto geralmente por fios de lã de cor vermelha, e tem um nariz triangular.
Foto mostrando mais alguns modelos modernos da "Raggedy Ann"
Foto mostrando um modelo muito parecido com a boneca Annabelle, que fica localizada no museu dos Warrens
Entretanto, o que poucos sabem, e raramente se divulga, é que a Myrtle Gruelle, esposa de Johnny Gruelle, deu uma versão bem diferente do que normalmente é divulgado. De acordo com Myrtle Gruelle, na verdade, a boneca de pano foi originalmente descoberta por seu marido, por conta própria, por volta da virada do século XX, no sótão da casa de seus pais. Ele foi, na verdade, procurar por uma outra coisa que ele queria, mas quando viu a antiga boneca que sua mãe havia costurado para sua irmã, ele percebeu que a mesma daria uma boa história.

Embora seja verdade que a lenda, que se espalhou pela internet seja  mais emocionante e intrigante, o relato de Myrtle Gruelle não deveria ser ignorado por nenhum colecionador de bonecas.

Foto onde mostraria Myrtle e Marcella Gruelle, em Connecticut, em 1911
Outro ponto interessante, e que é necessário apontar, é que a "Raggedy Ann" tem sido historicamente associada com o movimento anti-vacinação, e há uma certa verdade e uma certa ficção associada a essa crença. A trágica verdade é que Marcella Gruelle realmente morreu após uma vacinação compulsória, ou seja, obrigatória, contra varíola. Entretanto, de acordo com Patricia Hall, em sua biografia chamada "Johnny Gruelle, Creator of Raggedy Ann and Andy", quando as escolas decidiram vacinar os alunos, os pais foram pressionados a dar uma permissão autorizando a vacinação de seus filhos. Embora relutante, Myrtle Gruelle acabou dando essa permissão.

Entretanto, de acordo com Patricia Hall, em sua biografia chamada "Johnny Gruelle, Creator of Raggedy Ann and Andy", quando as escolas decidiram vacinar os alunos, os pais foram pressionados a dar uma permissão autorizando a vacinação de seus filhos. Embora relutante, Myrtle Gruelle acabou dando essa permissão.
Entretanto, os pais ficaram aterrorizados quando Marcella chegou em casa alguns dias depois, alegando que a enfermeira da escola tinha aplicado uma segunda vacina nela, sendo que dessa vez não havia nenhuma permissão da família Gruelle. Dez dias depois, Marcella começou a sentir dores nas pernas, e sua condição foi piorando ao longo dos meses. A família se mudou da cidade de Nova York para o campo, para ver se a situação da menina melhorava, porém Marcella morreu no dia 8 de novembro de 1915, com apenas 13 anos de idade. Na certidão de óbito constava "doença nas válvulas cardíacas" como causa da morte, e mencionava que esta condição poderia ter sido fatal devido a uma infecção bacteriana. Logo, muitos disseram que a "vacina poderia estar contaminada".

A morte de Marcella foi devastadora para Johnny Gruelle, que posteriormente se tornou um defensor do movimento anti-vacinação. Porém, é absurdo pensar que a boneca teria sido criada para simbolizar uma criança morta. Embora Johnny Gruelle tenha pedido a patente da boneca Raggedy Ann, em maio de 1915, e a patente ter sido aceita em setembro de 1915, há evidências que apontam que ele estava trabalhando nessa boneca muito tempo antes da filha ficar doente.

A boneca "Raggedy Ann" patenteada por Johnny Gruelle
A boneca "Raggedy Ann" criada pela empresa Non-Breakable Toy entre 1918 e 1919.
Mais uma versão criada da boneca "Raggedy Ann", e de sua contraparte o "Raggedy Andy"
Versões modernas da boneca "Raggedy Ann"
É importante mencionar também, que Marcella disse que sentia dores nas pernas, sendo que esse é um dos primeiros sintomas da Síndrome de Guillain-Barré (SGB), doença autoimune caracterizada por uma reação inflamatória exagerada que atinge o sistema nervoso periférico (atuando nos membros superiores, inferiores, tórax e abdômen).

Após esse sintoma, a doença se agravou tão rapidamente que Marcella teve que deixar de ir à escola. Isso se encaixa com a súbita fraqueza e paralisia que acompanha a SGB. Aliás, apesar de uma eventual doença cardíaca estar listada na certidão de óbito como causa de morte, a SGB é conhecida por causar problemas cardíacos e respiratórios, até mesmo levando a morte devido a essas complicações, ou seja, existe uma forte possibilidade de Marcella tenha morrido em decorrência da SGB, que inclusive foi a doença gerada em alguns casos de meninas vacinadas contra o HPV aqui no Brasil há algum tempo atrás.

Enfim, espero que tenham gostado da matéria sobre mais esse polêmico capítulo envolvendo a boneca Annabelle, e que as informações contidas nessa matéria sejam úteis para que vocês formem a opinião de vocês sobre a mesma. Diante do que vi e pesquisei, jamais poderia dizer a vocês que a maldição de Annabelle é verdadeira, mas fica a critério de cada um acreditar naquilo que preferir ou acalmar a mente diante de um eventual impacto causado pelo episódio do programa "Ghost Adventures". Chega a ser um pouco irônico, que justamente um episódio em que muitos deixaram de acreditar em Annabelle tenha passado praticamente desapercebido por boa parte da mídia, e inclusive de sites que abordam o mundo paranormal ou sobrenatural, que sempre tentarão a todo custo proteger determinadas e lucrativas lendas.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://ihorror.com/zak-bagans-touches-real-annabelle-doll-people-freak-out/
http://paranormalinvestigating.com/zak-bagans-responds-annabelle-criticism/

http://www.assombrado.com.br/2016/04/boneca-supostamente-possuida-pelo.html
http://www.dreadcentral.com/news/257496/ghost-adventures-halloween-special-investigates-real-annabelle-doll-saturday/
https://paranormal-magazine.com/2017/10/30/has-ghost-adventures-ruined-the-annabelle-legend/
https://paranormalwarehouse.com/the-warrens-hoax-part-1/
https://patch.com/connecticut/ridgefield/connecticut-demonologists-invite-public-meet-anabelle-haunted-doll-0
https://twitter.com/zak_bagans/status/923951127669780480
https://www.facebook.com/therealzakbagans/posts/10154761155896805
https://www.inquisitr.com/4600074/ghost-adventures-leader-zak-bagans-responds-to-criticism-for-touching-real-annabelle-doll/
https://www.youtube.com/watch?v=sLuzjj4JIwg
Comentários