16 de outubro de 2017

Uma Mulher Foi "Possuída pelo Espírito de uma Criança" que Atacou seu Marido em um Teatro Mal-AssombradO, na Inglaterra?


Por Marco Faustino

Dificilmente, a Inglaterra ou algum país do Reino Unido ficaria muito tempo sem aparecer por aqui, quando o assunto é referente a supostos fantasmas. A última vez que isso aconteceu, há praticamente um mês, foi quando abordamos três estranhos casos envolvendo supostos "lobisomens" e "ataques de fantasmas" em cidades da Inglaterra e da Escócia. Naquela ocasião tivemos um caso relacionado a um suposto "lobisomem" uivando durante a madrugada na pequena cidade de Stornoway, na Escócia, posteriormente abordamos a história de um guia turístico, que teria tido sua mão queimada pelo fantasma de um assassino, que foi enforcado em uma prisão inglesa e, por último, o caso de um investigador paranormal, que teria conseguido se comunicar com um espírito. Nesse último caso, o espírito "disse" através de um dispositivo eletrônico, que ele queria a alma do investigador. Com certeza eram três casos muito exóticos, peculiares e que, para variar, só podiam ter acontecido no Reino Unido mesmo. (leia mais: Conheça 3 Estranhos Casos Envolvendo Supostos "Lobisomens" e "Ataques de Fantasmas" em Cidades da Inglaterra e da Escócia!).

Aliás, no Reino Unido existe o que chamo de "indústria do paranormal", um verdadeiro esquema montado ao longo dos séculos, onde dezenas ou centenas de pequenos grupos destinados a uma suposta investigação de cunho paranormal são criados, centenas de passeios fantasmagóricos são realizados e uma verdadeira fortuna circula entre algumas agências de notícias, que pagam um bom dinheiro por praticamente qualquer história, não importa o quão interessante ou estúpida seja, visto que as mesmas são vendidas por um preço ainda maior para os tabloides britânicos. A partir de então, os casos começam a circular pelo mundo, e vocês normalmente têm conhecimento através de pequenos textos em sites de notícias, que também não fazem a mínima questão de prover uma melhor qualidade de informação. É extremamente complicado ver que toda essa "indústria do paranormal" sobrevive tão somente, porque os próprios veículos de comunicação não fazem a menor questão de mostrar as pessoas a realidade por trás dos casos.

Dessa vez, o caso envolve dois personagens, que já apareceram aqui em outra ocasião, mais precisamente naquela matéria dos três inusitados casos de supostos fantasmas onde o desconhecido aparentemente não foi levado a sério, na Inglaterra: o casal Sean Reynolds e Rebecca (também chamada de Bex ou Becky) Palmer, sendo que ambos são os responsáveis por um "série" chamada "The Ghost Dimension", cujos episódios são exibidos pela "Amazon Prime Video" (uma espécie de plataforma online de vídeos, semelhante a Netflix) desde o ano passado. O casal estava no Teatro das Artes de New Mills, que fica localizado na própria cidade de New Mills, no condado de Derbyshire, para realizar uma filmagem para a série de investigação paranormal que possuem, após avistamentos de "figuras sombrias" (guardem bem esse termo, porque será importante) no prédio de 100 anos de idade. Durante a gravação, Rebecca teria sido possuída pelo "espírito de uma criança", agarrado uma boneca, e até mesmo chamado incessantemente por sua mãe. Em um determinado momento, Sean tentou se aproximar de sua esposa para consolá-la. Porém, quando ele se aproximou, Sean teria sido empurrado para longe pela entidade. Um caso bem estranho, mas será foi realmente isso que aconteceu? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Conheça Alguns Casos Anteriores Envolvendo o Casal Sean Reynolds e Rebecca Palmer


Antes de abordamos o caso em questão é fundamental que você saiba de duas coisas. A primeira delas é que todo o material foi fornecido pela agência de notícias "Mercury Press and Media", que apenas coleta as informações, depoimentos, fotos e vídeos e monta um texto básico sobre o ocorrido. Resumindo? Não há qualquer tipo de investigação e nenhuma preocupação se o conteúdo oferecido é falso ou não, ou seja, depende de você meramente acreditar no que é contado pelas pessoas, que vendem suas respectivas histórias para eles. Essa é apenas uma pequena parte da "indústria do paranormal" no Reino Unido, onde qualquer coisa pode ser tornar inexplicável na mão das agências de notícias e dos tabloides britânicos. Já a segunda é o histórico de ambos na mídia britânica.

Por volta do dia 13 de julho desse ano, os tabloides britânicos divulgaram que o casal Sean e Rebecca, pais de três filhos, tinham registrado imagens de uma "figura sombria encapuzada" (não disse que seria importante?), que eles acreditavam que fosse o fantasma de um sacerdote egípcio, que por sua vez assombraria um determinado museu onde sua "múmia" era mantida.

Por volta do dia 13 de julho desse ano, os tabloides britânicos divulgaram que um casal, Sean e Rebecca, tinham registrado imagens de uma "figura sombria encapuzada", que eles acreditavam que fosse o fantasma de um sacerdote egípcio, que por sua vez assombraria o museu onde sua "múmia" era mantida.
No vídeo seria possível ver, que os "equipamentos caça-fantasmas" pertencentes a esse casal em questão, teriam emitido sinais sonoros, como se algo tivesse sido detectado, antes que uma "sombra fosse vista caminhando" na frente da câmera, indo em direção, aparentemente, a uma pequena câmara onde continha o sarcófago dessa múmia. O casal teria realizado as imagens no mês de março desse ano, no interior do Museu da Cidade de Leeds. Contudo, a história sobre esse caso não é tão simples quanto a filmagem realizada por ambos.



Foto da fachada principal do Museu da Cidade de Leeds, na Inglaterra
No texto que foi amplamente divulgado pelos tabloides britânicos foi mencionado, que o museu abrigava o sarcófago de um antigo sacerdote egípcio chamado "Nesyamun", que teria morrido há 3.000 anos, cujo espírito teria sido avistado naquela noite pelo casal, que mora em Liverpool, no condado de Merseyside, na Inglaterra.

Confira o vídeo abaixo, que foi divulgado por esse casal, onde supostamente apareceria "o fantasma de Nesyamun", em um canal de terceiros, no YouTube (em inglês, mas é possível acompanhar sem nenhum problema as imagens, visto que é bem intuitivo):



"Todo o equipamento estava enlouquecido, e isso só acontece se algo faz com que os alarmes disparem. A responsável por operar a câmera era a Jane, a mesma que teria inicialmente visto a estranha sombra. Não vimos isso na hora, então tivemos que acreditar que havia algo no local", disse Sean.

"Quando fomos editar o vídeo, ficamos torcendo para que aquilo não tivesse sido algo que somente a Jane tivesse visto com seus próprios olhos. Foi ótimo ver que, na verdade, conseguimos registrar algo assim, e de forma tão clara", continuou.

"Todo o equipamento estava enlouquecido, e isso só acontece se algo faz com que os alarmes disparem. A responsável por operar a câmera era a Jane, a mesma que teria inicialmente visto a estranha sombra. Não vimos isso na hora, então tivemos que acreditar que havia algo no local", disse Sean (à direita).
"Quando fomos editar o vídeo, ficamos torcendo para que aquilo não tivesse sido algo que a Jane tivesse visto apenas com seus próprios olhos. Foi ótimo ver que, na verdade, conseguimos registrar algo assim, e de forma tão clara", continuou
"A parte superior da sombra tinha um formato de um capuz pontudo, e caminhou direto para o sarcófago, à direita. É o sarcófago de um sacerdote chamado Nesyamun. Definitivamente, acredito que poderia ser o seu espírito. Até onde sei, o museu é bem ativo em relação aos relatos de avistamento de Nesyamun", completou.

"Por mais que eu acredite no paranormal, gosto de ser cético, então a primeira coisa que fazemos ao registrar algo é tentar desmistificá-lo. Para que pudéssemos criar essa sombra teria que haver uma luminosidade atrás de nós, mas não havia. Não havia ninguém caminhando atrás de nós. Aliás, é possível dizer que havia algo lá, dava para sentir isso", acrescentou.

Trecho de vídeo onde Sean e Rebecca parecem notar alguma coisa no interior do Museu da Cidade de Leeds, na Inglaterra
"A parte superior da sombra tinha um formato de um capuz pontudo, e caminhou direito para o sarcófago, à direita. É o sarcófago de um sacerdote chamado Nesyamun. Definitivamente, acredito que poderia ser o seu espírito. Até onde sei, o museu é bem ativo em relação aos relatos de avistamento de Nesyamun", completou
Segundo o material divulgado, o casal Sean e Rebecca usou um equipamento chamado "Rem Pod", destinado a "detectar distúrbios ou flutuações energéticas", e algo que foi classificado, literalmente, como "detector de sombras", sendo que ambos teriam emitido alertas sonoros durante o vídeo.

Para vocês terem uma ideia, a maior texto do texto era destinado a mostrar quem era o casal, provavelmente uma tentativa de transmitir credibilidade diante de uma evidência bem questionável. Foi mencionado, por exemplo, que o casal morava em um cemitério, e começaram a "caçar fantasmas", quando "eles se juntaram", e começaram a produzir séries de TV tais como: "The PAST Hunters" e "Ghost Dimension." O primeiro encontro de Sean com o mundo dos espíritos teria sido quando ele tinha 15 anos, ao acordar no meio da noite e se deparar com um fantasma de um "cara grande" sentado aos pés da sua cama, vestindo uma roupa de lenhador e acariciando seu cachorro. Porém, Sean não teria explorado ou vivenciado nada paranormal, além dessa experiência, até encontrar a Rebecca.

Foto mostrando a equipe do programa "Ghost Dimensions", cujos responsáveis são o Sean e Rebecca
"Tudo começou quando tinha 15 anos. Lembro-me de acordar, e o meu cachorro, o Sam, estava dormindo nos pés da minha cama e, quando movi a coberta, vi esse cara sentado, acariciando-o. Era um fantasma de um cara bem grande, e estava usando roupas de lenhador. Sendo apenas um adolescente, coloquei a coberta sobre a minha cabeça e voltei a dormir. Porém, quando contei a minha mãe no dia seguinte, ela me disse que soava exatamente como alguém que ela conhecia, e que tinha morrido. Nunca deixei de acreditar, mas não havia explorado o paranormal adequadamente até conhecer a Rebecca", disse Sean.

Para finalizar, ainda de acordo com o material divulgado, a múmia de Nesyamun teria sido transferida para Museu da Cidade de Leeds em 1823, e foi reconhecida como sendo uma das múmias mais notáveis da Grã-Bretanha.

"Nesyamun sempre foi uma das nossas exposições mais populares, sendo que seus restos mortais incrivelmente bem preservados e sua história cativante fascinaram gerações de frequentadores de museus. Embora não tenhamos conhecimento de qualquer relato de atividade paranormal no museu, nossa galeria dos 'Antigos Mundos' é um lugar muito atmosférico, que muitas vezes captura a imaginação dos visitantes", disse um porta-voz do Conselho da Cidade de Leeds, que não foi identificado na matéria.

Conheça Aquilo que Não Fizeram Questão, que Você Soubesse em Relação a Toda Essa História Sobre o "Fantasma" de um Sacerdote Egípcio


Nessa parte vamos contar aquilo, que não fizeram questão alguma que você soubesse em relação a toda essa história. Primeiramente, a múmia de Nesyamun (também conhecida como a "Múmia de Leeds") se encontra desde 1823 no Museu da Cidade Leeds, quando a mesma foi doada para a cidade pela Sociedade Filosófica e Literária de Leeds, uma vez que a mesma pertencia ao Museu Bullock, em Londres. Aquela era uma época imperial e a exploração estava a pleno vapor, visto que inúmeras preciosidades do Antigo Egito, descobertas no deserto, circulavam pelo continente europeu.

A múmia de Nesyamun (também conhecida como a "Múmia de Leeds") se encontra desde 1823 no Museu da Cidade Leeds, quando a mesma foi doada para a cidade pela Sociedade Filosófica e Literária de Leeds, uma vez que a mesma pertencia ao Museu Bullock, em Londres
Pouco depois de ter sido comprada pela Sociedade Filosófica e Literária de Leeds, realizou-se uma autópsia e foi descoberto, que Nesyamun havia sido colocado dentro de dois sarcófagos, envolto em mais de 40 camadas de linho, e que havia uma camada de especiarias, incluindo canela, que havia sido colocada bem próxima de sua pele. Ao desenrolar as ataduras, foram encontradas joias e outros ornamentos. Na época em que a autópsia foi realizada, uma das equipes teria atestado o quão boa era a condição da pele da múmia, descrevendo-a como "macia e oleosa ao toque."

Especialistas acreditavam, que Nesyamun tivesse sido um sacerdote egípcio do alto escalão, que portava incensos, e era escriba no templo de Amun, no complexo de Karnak, na cidade de Tebas, no Antigo Egito, é claro. Devido a um ornamento de couro encontrado em suas ataduras, deduziu-se que ele teria vivido durante o reinado de Ramsés XI, entre 1.113 e 1.085 a.C,, quando ele ascendeu ao posto de sacerdote "waab." Estudos recentes teriam apontado, que Nesyamun provavelmente morreu após uma severa reação alérgica. A parte externa do seu sarcófago foi pintado com cenas do famoso "Livro dos Mortos", onde retratavam Nesyamun realizando oferendas para as deidades, enquanto rezava pelo sucesso, a vida após a morte e o contato com os deuses.

Como curiosidade, essa teria sido a única múmia do Museu da Cidade de Leeds, que teria resistido aos bombardeios alemães durante a II GM, porém ela não saiu totalmente ilesa, visto que seu nariz teria sido completamente danificado.

A parte externa do seu sarcófago foi pintado com cenas do famoso "Livro dos Mortos", onde retratavam Nesyamun realizando oferendas para as deidades, enquanto rezava pelo sucesso, a vida após a morte e o contato com os deuses
Como curiosidade, essa teria sido a única múmia do Museu da Cidade de Leeds, que teria resistido aos bombardeios alemães durante a II GM, porém ela não saiu totalmente ilesa, visto que seu nariz teria sido completamente danificado.
Por outro lado, não foi possível encontrar nenhum relato disponível publicamente, na internet ou de supostos frequentadores em fóruns de discussão, que tenham visto o "espírito de Nesyamun" vagando pelo museu. Não há absolutamente nada nesse sentido.

Além disso, apesar de não ter sido identificado no material disponibilizado pela Mercury Press and Media / Caters (ressaltando que a Caters é uma agência "irmã" da Mercury Press and Media), um porta-voz do Conselho da Cidade de Leeds disse que não havia conhecimento de quaisquer relatos de supostas atividades paranormais no museu. Estranho, não é mesmo?


Reconstituição 3D do que seria o rosto de sacerdote egípcio Nesyamun
Nesse ponto, algumas pessoas podem dizer, que a ausência de relatos não significa que, em algum momento, algo assim possa acontecer (por mais que isso não faça muito sentido), porém essa ausência de relatos, pelo menos em relação ao Museu da Cidade de Leeds, data de 1823, ou seja, há 194 anos ninguém comenta sobre um espírito de um sacerdote egípcio vagando pelo museu. Assim sendo, não faço a mínima ideia de onde tiraram essa história.

De qualquer forma, não podemos nos esquecer que Sean e Rebecca são os responsáveis por um "série" chamada "The Ghost Dimension", cujos episódios são exibidos pela "Amazon Prime Video" (uma espécie de plataforma online de vídeos, semelhante a Netflix) desde o ano passado. Para uma série destinada a apresentar casos paranormais sobreviver é necessário que os tais casos aconteçam, não é mesmo? Aliás, os episódios referentes ao Museu da Cidade de Leeds (episódios 6 e 7), assim como todos aqueles relativos a segunda temporada, foram liberados ao público no dia 28 de fevereiro desse ano, ou seja, a informação fornecida de que as imagens teriam sido realizadas no mês de março não procedem. Para completar, o casal também é um velho conhecido dos tabloides britânicos, visto que havia sido publicado uma matéria sobre eles no "Daily Mirror", em 2014.

Os episódios referentes ao Museu da Cidade de Leeds (episódios 6 e 7), assim como todos aqueles relativos a segunda temporada, foram liberados ao público no dia 28 de fevereiro desse ano, ou seja, a informação fornecida de que as imagens teriam sido realizadas no mês de março não procedem
Agora, a melhor parte e uma das melhores demonstrações, que o desconhecido muito provavelmente não foi levado a sério nesse caso, é que essa não é a primeira vez no ano, que Sean e Rebecca aparecem na mídia britânica alegando ter filmado um "figura sombria" ou um "vulto fantasmagórico".

No fim do mês de março, um novo material gerado novamente pela agência de notícias "Mercury Press and Media", apontou que "um pai de família acreditava ter registrado o fantasma de um monge chamado 'Cuthbert' diante de uma câmera, cuja filmagem mostrava uma figura sombria encapuzada, espreitando um pub inglês durante a noite.". Coincidência?

Trecho da matéria sobre o "fantasma de um sacerdote egípcio",
mencionando uma "figura sombria encapuzada"
Trecho da matéria sobre o fantasma de um monge, também mencionando uma "figura sombria encapuzada."
No texto era mencionado, que Sean Reynolds tinha visitado um pub chamado "The Rutland Arms" na cidade de Newark, no condado de Nottinghamshire, para gravar um episódio para uma "série de TV", justamente o "The Ghost Dimension." A câmera de Sean estava apontada justamente na direção de uma janela, onde momentos depois apareceria a tal "figura sombria encapuzada", que aparenta ter o mesmo perfil daquele senhor, que aparece juntamente com o casal na filmagem no Museu da Cidade de Leeds. Vale ressaltar nesse ponto, que aquele senhor pertence a equipe do programa "The Ghost Dimension", que conta com mais de 10 membros. Tanto no caso do pub em Newark, quanto do Museu da Cidade de Leeds, não há registro em vídeo da tal "figura sombria encapuzada" a partir de nenhuma outra câmera, apesar de vermos nitidamente a presença de outras câmeras nos locais.

Para completar, no caso do Museu da Cidade de Leeds, era nítido que havia diversos focos de luz espalhados pelo ambiente, e que a sombra era perfeitamente compatível com uma pessoa de "carne e osso" passando atrás de quem estava filmando. Seria até mesmo possível arriscar e dizer, que muito provavelmente a sombra era daquele mesmo senhor que aparece na filmagem. Infelizmente, existem diversos elementos apontando, que ambos os casos sejam tão somente farsas destinadas a promover uma determinada série, que visa apresentar algo de cunho paranormal ou sobrenatural a cada episódio.

A câmera de Sean estava apontada justamente na direção de uma janela, onde momentos depois apareceria
a tal "figura sombria encapuzada", que aparenta ter o mesmo perfil daquele senhor, que aparece juntamente
com o casal na filmagem no Museu da Cidade de Leeds.


Para completar, no caso do Museu da Cidade de Leeds, era nítido que havia diversos focos de luz espalhados pelo ambiente, e que a sombra era perfeitamente compatível com uma pessoa de "carne e osso" passando atrás de quem estava filmando. Seria até mesmo possível arriscar e dizer, que muito provavelmente a sombra era daquele mesmo senhor que aparece na filmagem.
Agora que você já está munido desse pequeno histórico recente sobre os "casos investigados" pelo casal Sean e Rebecca, eis o momento de apresentarmos o caso principal dessa postagem. A suposta possessão de Rebecca e o suposto empurrão sobrenatural que Sean teria sofrido.

O Espírito de uma Criança que Teria Possuído o Corpo de uma Mulher Teria Empurrado o Seu Marido Durante uma Investigação Paranormal?


No texto que foi amplamente divulgado pelos tabloides britânicos na semana passada, inicialmente foi mencionado que Sean Reynolds e Rebecca Palmer, ambos atualmente com 34 anos de idade, tinham visitado um teatro "mal-assombrado" na Grande Manchester, o Teatro das Artes de New Mills. 

Durante a investigação, Rebecca teria sido "possuída" pelo espírito de uma criança. De acordo com Sean, quando ele tentou se aproximar de sua esposa, ele teria sido empurrado e derrubado pela "energia estática" do espírito.  Embora o "terrível incidente" tivesse deixado Rebecca, que é mãe de três filhos, abalada, ela disse que se sentia honrada de que um espírito a escolhesse como um receptáculo.



No texto que foi amplamente divulgado pelos tabloides britânicos na semana passada, inicialmente foi mencionado que Sean Reynolds e Rebecca Palmer, ambos atualmente com 34 anos de idade, tinham visitado um teatro "mal-assombrado" na Grande Manchester, o Teatro das Artes de New Mills
Durante a investigação, Rebecca teria sido "possuída" pelo espírito de uma criança. De acordo com Sean, quando ele tentou se aproximar de sua esposa, ele teria sido empurrado e derrubado pela "energia estática" do espírito.
O teatro passou por uma pequena reforma em 2015, porém ainda muito trabalho a ser feito para em relação a diversas parte do teatro e principalmente seu telhado. O dinheiro para obras vem basicamente através da arrecadação do próprio teatro ou então da doação de moradores locais. Resumindo? É um prédio muito antigo e precisa de muitas reformas para continuar respirando por assim dizer
"Assim que entramos na sala, pude sentir que havia algo diferente lá, um tipo diferente de energia. Continuei perguntando aos demais, 'vocês estão sentindo isso?', mas ninguém conseguia sentir nada. Então, comecei a ouvir uma voz, de uma criança pequena dizendo algo. Não conseguia ouvir o que diziam, mas definitivamente era uma voz de criança. Eu podia ouvi-los conversando e rindo. Eu perguntei, mas ninguém conseguia ouvir, senti que estava ficando louca. Então, de repente, isso aconteceu", disse Rebecca Palmer.

"Não consigo lembrar muito do que aconteceu. Lembro-me de ser uma criança, mas tudo era como se fosse uma névoa. Quando eu saí disso, senti como se estivesse sonhando, e você se lembra de algumas partes, mas não consegui juntar todas elas. Foi bem assustador. Não consegui parar de tremer e me senti muito fraca e drenada. Quando estávamos indo em direção as demais salas, senti que a menina ainda estava comigo, seguindo-me. Continuava recebendo vibrações de como ela estava sentindo, ela estava tão triste", continuou.

O casal Sean Reynolds e Rebecca Palmer
"Sendo mãe, foi realmente difícil saber que eu tinha sido tomada pelo espírito de uma criança que havia morrido. Realmente, me afetou emocionalmente. Foi realmente perturbador. Embora eu tenha ficado muito abalada após o evento, senti-me empoderada e honrada de que um espírito real tivesse me escolhido como um receptáculo para se comunicar. Foi tão chocante ver o vídeo e ver o que aconteceu. Não conseguia acreditar que a energia tinha sido tão poderosa, que derrubou o Sean e o arremessou para longe de mim. Por que aquilo faria isso? É tão estranho. Tento nunca duvidar do poder do mundo espiritual e aquela noite no teatro prova quão perigoso pode ser o mundo paranormal", completou.

Confira o vídeo que foi divulgado pela imprensa britânica através de um canal de terceiros, no YouTube:



Durante a possessão de Rebecca na sala destinada à troca de roupa e concentração dos atores, o "equipamento caça-fantasmas do casal", projetado para "capturar energia paranormal", pode ser ouvido de maneira errática ao fundo. Os caçadores de fantasmas usaram um dispositivo chamado "Ovilus", que eles acreditam que os espíritos podem manipular para produzir palavras. Enquanto filmava, Sean alegou que o Ovilus produziu as palavras "exaurir", "quinze", "suficiente" e "mamãe".

Os caçadores de fantasmas usaram um dispositivo chamado "Ovilus",
que eles acreditam que os espíritos podem manipular para produzir palavras
Enquanto filmava, Sean alegou que o Ovilus produziu as palavras "exaurir", "quinze", "suficiente" e "mamãe".
Enquanto o "espírito da criança estava controlando Rebecca", Sean disse que se sentiu muito impotente e preocupado ao ponto de pensar que eles não conseguiriam trazer sua esposa de volta. Felizmente, o responsável pela filmagem, Paul Jowett que tem uma "vasta experiência fazer com que espíritos saiam dos seus hospedeiros humanos", estava próximo para "libertar Rebecca do domínio do espírito da criança."

"Foi tão difícil emocionalmente ver a Bex assim. Nunca vi nada parecido antes. Sabia que precisava tentar me comunicar com o espírito, mas também eu estava realmente preocupado sobre como isso poderia afetar a Bex, e se seria possível conseguir que a criança a deixasse sozinha. Fiquei chocado e me senti bem impotente. Em um minuto eu estava sentado na sala com minha parceira e, no seguinte, não era mais a Bex", disse Sean.

"Foi tão difícil emocionalmente ver a Bex assim. Nunca vi nada parecido antes. Sabia que precisava tentar me comunicar com o espírito, mas também eu estava realmente preocupado sobre como isso poderia afetar a Bex, e se seria possível conseguir que a criança a deixasse sozinha", disse Sean.
"Fiquei chocado e me senti bem impotente. Em um minuto eu estava sentado na sala com minha parceira e,
no seguinte, não era mais a Bex
", continuou.
Detalhe da boneca ou boneco que Rebecca segura em suas mãos
Momento que Rebecca começa a chamar pela mãe
"Quando estiquei a mão para tocá-la, senti essa forte carga estática passar por mim. Foi essa força poderosa que me empurrou para trás e me jogou no chão. Toda a equipe entrou em pânico. Não acredito que nenhum de nós tenha experimentado uma energia tão poderosa antes. Aquilo tirou meus pés completamente do chão. Foi bem assustador, mas ao mesmo tempo bem intrigante. Não acredito que o espírito era negativo, estava apenas assustado", continuou.

"Quando estiquei a mão para tocá-la, senti essa forte carga estática passar por mim. Foi essa força poderosa que me empurrou para trás e me jogou no chão. Toda a equipe entrou em pânico", disse Sean.
"Não acredito que nenhum de nós tenha experimentado uma energia tão poderosa antes. Aquilo tirou meus pés completamente do chão. Foi bem assustador, mas ao mesmo tempo bem intrigante. Não acredito que o espírito era negativo, estava apenas assustado", continuou.
"Tivemos muita sorte que o Paul estava lá para ajudá-la. Ele é realmente experiente, especialmente quando se trata de fazer com que os espíritos deixem as pessoas. Ele é um membro muito valioso da equipe", completou.

"Tivemos muita sorte que o Paul estava lá para ajudá-la. Ele é realmente experiente, especialmente quando se trata de fazer com que os espíritos deixem as pessoas. Ele é um membro muito valioso da equipe", disse Sean.
Momento em que Paul segura Rebecca após o espírito da criança supostamente sair do seu corpo
Tanto Sean quanto Rebecca teriam sido convidados a incluir o Teatro das Artes de New Mills, que fica localizado na própria cidade de New Mills, no condado de Derbyshire, na próxima temporada de sua série de TV chamada "Ghost Dimension" depois que as pessoas que trabalhavam lá tiveram alguns encontros de outro mundo. O diretor de teatro, Paul Holt, disse que muitos acreditam que o teatro é assombrado pelo fantasma de um antigo faxineiro e até mesmo teria testemunhado assentos que se movem para cima e para baixo por conta própria. Ele achou que a visita de Sean e Rebecca foi fascinante e gosta de manter a mente aberta em relação as opiniões das pessoas sobre o que poderia estar morando no antigo prédio de mais de 100 anos de idade

"As pessoas tiveram muitas experiências estranhas no teatro. A única vez que eu já vi alguma coisa que eu não pude explicar foi uma noite que eu estava no teatro e ouvi um certo rangido. Então, fui verificar e os assentos estavam subindo e descendo. Verifiquei, mas não havia ninguém lá. As pessoas acreditam que um dos faxineiros, que costumava trabalhar aqui, assombra o teatro. Quando eu disse às pessoas o que aconteceu, elas me disseram que era assim que ele costumava limpar, levantando um assento por vez", disse Paul, que trabalha no teatro há 36 anos.

O diretor de teatro, Paul Holt (à direita), disse que muitos acreditam que o teatro é assombrado pelo fantasma de um antigo faxineiro e até mesmo teria testemunhado assentos que se movem para cima e para baixo por conta própria
Paul Holt trabalha no Teatro das Artes de New Mills há 36 anos
"Um rapaz que costumava trabalhar aqui, certa vez estava tarde da noite substituindo os aquecedores de água. Ele sabia que estava sozinho, mas quando ele foi até a parte destinada a venda de comidas e bebidas (a parte da frente do teatro por assim dizer), havia uma figura branca na frente da porta. Ele saiu correndo, deixando todas as suas ferramentas e foi embora. Ele nunca mais pisou no teatro desde então, e nem sequer comentou sobre o que aconteceu", continuou.

"Para ser honesto, sou bem cético, mas mesmo sendo cético você pode manter uma mente aberta. Muitas coisas estranhas aconteceram aqui e todos têm suas opiniões diferentes sobre isso. É um prédio antigo e você espera que ele venha a ranger, mas ainda assim foi muito interessante ter Sean e Rebecca aqui, e ouvir sobre as energias que eles capturaram", completou.

Uma Rápida Observação Final Sobre o Último Caso Apresentado pelo Casal Sean e Rebecca


Essa não é a primeira vez que o aparelho chamado "Ovilus" é mencionado em um caso abordado aqui. A última vez foi em relação ao caso do investigador paranormal Phil Sinclair. O grande problema, no entanto, é investigações de cunho paranormal sempre utilizam equipamentos eletrônicos totalmente questionáveis, assim como o "Ovilus", que é vendido como um dispositivo de entretenimento. O próprio fabricante não cita que o dispositivo seja capaz ou permita a comunicação com os mortos, porém o mesmo se tornou bem popular entre os grupos de investigação na poderosa indústria do paranormal no Reino Unido (o equipamento custa em média US$ 350, ou seja, mais de mil reais para uma mera diversão).

Existem, é claro, aquelas pessoas que defendem o equipamento ou sua eficácia, mas é muito difícil defender algo que, devido à natureza aleatória das respostas, muitos grupos de pesquisa paranormais pararam de usar o Ovilus. Para vocês terem uma ideia, existe até mesmo um aplicativo chamado iOvilus disponível para iOS que permite que seu iPhone "se comunique com os mortos", desenvolvido pelo mesmo fabricante. Deve-se notar que, uma vez que o iPhone não possui um sensor de campo eletromagnético, e nem um sensor de temperatura, é muito provável que este aplicativo seja ainda menos útil do que a versão portátil. Portanto, o Ovilus não é confiável e não deveria ser usado como tentativa de provar algo verdadeiramente paranormal.

O grande problema, no entanto, é investigações de cunho paranormal sempre utilizam equipamentos eletrônicos totalmente questionáveis, assim como o "Ovilus", que é vendido como um dispositivo de entretenimento
Além disso, existem inúmeras perguntas sem respostas. De onde veio aquela boneca ou boneco sem os olhos que Rebecca está segurando? Em qual contexto aquilo aconteceu? Quem são as pessoas que alegam terem notado vultos ou presenças fantasmagóricas no teatro de New Mills? Qual era o nome do rapaz que estava consertando os aquecedores de água? Quando isso aconteceu? Não fazemos a menor ideia porque, novamente, nos deparamos com relatos supostamente anônimos. Excluindo a declaração do diretor do teatro, o Paul Holt, não temos absolutamente nada, exceto supostos relatos sem nomes, datas ou maiores detalhes.

Excluindo a declaração do diretor do teatro, o Paul Holt, não temos absolutamente nada exceto supostos relatos sem nomes,
datas ou maiores detalhes. 
Agora, considerando que o teatro sobrevive devido a sua própria bilheteria e doações, precisa de muitas reformas, e o próprio Paul acompanha de perto a situação do mesmo há mais de 30 anos, será que ele não pensou que essa poderia ser uma boa estratégia para chamar público e aumentar sua arrecadação? Vale lembrar que na poderosa indústria do paranormal do Reino Unido você não precisa de muita coisa, basta uma foto borrada, uma história mal contada, um vídeo com uma sombra e automaticamente se torna um assunto global.

Para finalizar, considerando o histórico do casal Sean e Rebecca é muito difícil não acreditar que tudo aquilo não tenha sido encenado, ainda mais com a presença do Paul, que provavelmente foi o responsável por desempenhar o papel do "fantasma" nos outros casos e dessa vez dividiu o protagonismo com a Rebecca. Evidentemente, vocês sempre estão livres para terem suas próprias opiniões, mas esse caso aparenta ser mais uma esquete humorística do que um caso paranormal. De qualquer forma, não hesite em deixar sua opinião nessa postagem ou através de um comentário em nossa página no Facebook!

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.assombrado.com.br/2017/07/conheca-3-inusitados-casos-de-supostos.html
http://www.assombrado.com.br/2017/09/conheca-3-estranhos-casos-envolvendo.html
http://www.dailymail.co.uk/news/article-4972862/Ghost-possessed-woman-threw-husband-room.html
https://www.thesun.co.uk/news/4667140/mum-possessed-child-ghost-husband-video-stockport/
Comentários