20 de outubro de 2017

Bares Assombrados! Conheça 3 Recentes Casos de Bares Supostamente Mal-AssombradOs no País de Gales e nos Estados Unidos!


Por Marco Faustino

Acredito que a última vez que falamos sobre algum caso "fantasmagórico" envolvendo os Estados Unidos tenha sido aquele caso sobre uma família na cidade de Clovis, no estado norte-americano do Novo México, que alegava ter filmado o que eles acreditavam ser um "fantasma" a partir de uma câmera de segurança, que estava filmando continuamente a parte externa e frontal da casa. O caso foi divulgado localmente, mas rapidamente teve uma grande propagação em centenas de sites de notícias norte-americanos e internacionais. Contudo, a história estava repleta de lacunas a serem preenchidas, ou seja, havia inúmeras perguntas e praticamente nenhuma resposta plausível, porque o caso foi abordado de forma totalmente superficial. Sinceramente, não havia nenhuma evidência que o caso tratasse realmente de um fantasma, algo que dependeria inteiramente e tão somente da sua crença (leia mais: Um "Fantasma" Teria Sido Flagrado Por uma Câmera de Segurança de uma Família da Cidade de Clovis, nos Estados Unidos?).

Já o País de Gales tem uma tradição muito menor em casos fantasmagóricos ou pelo menos que sejam interessantes ao ponto de trazer ao conhecimento de vocês. A última vez que isso aconteceu foi em abril do ano passado, quando um "rosto fantasmagórico" teria aparecido em uma fotografia supostamente tirada por um homem chamado Adam Smith, de uma parte do Hospital de Mid Wales, desativado desde 1999, na pequena cidade de Talgarth. O local tinha um passado bem complexo, uma vez que antigamente era um hospital psiquiátrico, atendendo muitos pacientes durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Além disso, na época foi divulgado que o local funcionou também como uma espécie de "campo de prisioneiros" onde soldados alemães eram mantidos durante a II GM. Após a guerra, o mesmo teria passado a abrigar pacientes, que algumas vezes eram lobotomizados ao serem diagnosticados, por exemplo, com depressão pós-parto, alcoolismo ou demência senil. Contudo, após uma rápida investigação do caso em relação ao que vinha sendo amplamente divulgado na mídia britânica, descobri que o tal rosto não passava de uma máscara de Halloween deixada para trás. Vale muito a pena conferir aquela história (leia mais: Um "Rosto Fantasmagórico" Surgiu em uma Janela de um Sanatório Abandonado em Talgarth, no País de Gales?).

Agora, praticamente às vésperas do Halloween, os veículos de comunicação, principalmente britânicos e norte-americanos já começaram a divulgar uma verdadeira onda de casos supostamente paranormais ou sobrenaturais. Isso é normal que aconteça, visto que todo ano é a mesma coisa, porém é necessário entender os casos, e a partir de qual situação eles começam a aparecer na mídia para que você não seja enganado. Por essa razão, ainda considero uma boa leitura como um instrumento muito importante, visto que é através dela que você conhece todos os detalhes e nuances de um determinado caso para que você saia realmente bem informado, muito mais do que estaria de outra forma. É através da leitura que se absorve conhecimento não importando o tamanho do texto, porque o importante, ao menos para mim, é a qualidade do conteúdo oferecido a cada um de vocês. Assim sendo, nessa postagem abordaremos três casos recentemente divulgados de bares supostamente mal-assombrados, tanto no País de Gales quanto nos Estados Unidos. Serão casos bem rápidos, mas será que teremos algum caso que irá prender a sua atenção? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Conheça um Bar Chamado "Príncipe de Gales"! Esse Bar Seria Realmente um dos Mais AssombradOs do País de Gales?


Na terça-feira passada (17), o site de notícias "Wales Online" (que faz parte do grupo de comunicação Trinity Mirror, o mesmo do tabloide "Daily Mirror") publicou a história de um pub (que irei traduzir como bar nesse primeiro momento para facilitar, embora o significado seja bem mais amplo) galês chamado "Prince of Wales" ("Príncipe de Gales", em português).

Sons fantasmagóricos, senhoras inquietas, mãos úmidas e frias como se fossem de pessoas mortas, e até mesmo um fantasma que cheira como "peixe podre" teriam sido avistados e sentidos em um bar, que acabou sendo apelidado como o "bar mais assombrado do País de Gales."



Fachada do Bar "Príncipe de Gales", localizado no antigo vilarejo de Ton Kenfig, na cidade de Bridgend, no País de Gales
Durante o dia, podemos notar que esse bar fica praticamente isolado em um local idílico com vista para o antigo vilarejo de Kenfig, sendo que tudo o que restou do mesmo foi um lago e dunas de areia, que desaparecem em meio ao horizonte. Contudo, a medida que a noite cai, um certo ar sobrenatural paira sobre o bar, não sendo surpreendente que o local tenha sido o cenário de inúmeras histórias assustadoras ao longo dos séculos.

Durante o dia, podemos notar que esse bar fica praticamente isolado em um local idílico com vista para o antigo vilarejo de Kenfig, sendo que tudo o que restou do mesmo foi um lago e dunas de areia que desaparecem em meio ao horizonte
Foto mostrando uma visão mais próxima do bar principal do "Príncipe de Gales"
Foto mostrando uma visão um pouco mais ampla do bar principal do "Príncipe de Gales"
Foto mostrando área interna, com mesas e cadeiras, do bar principal do "Príncipe de Gales"
Em 1982, o bar surgiu na imprensa britânica diante de um estranho caso em que um antigo órgão de uma escola dominical estava sendo inexplicavelmente tocado, em um espaço trancado, na antiga "prefeitura", que fica localizada no segundo andar do bar. Isso acabou levando especialistas em fenômenos paranormais para a cidade de Bridgend, e experimentos foram conduzidos por meio de sofisticados equipamentos de gravação de som (ao menos para aquela época, é claro).

Segundo a matéria do "Wales Online", alguns dos sons registrados naquela época continuavam sendo um mistério até hoje, e uma possível explicação sugerida para o fenômeno foi a "Teoria da Gravação em Pedra", que por sua vez sugere que sais e rochas nas paredes poderiam atuar como uma forma de gravador de som primitivo, registrando o passado e reproduzindo-o para toda a eternidade (embora essa "teoria" seja extremamente questionável, um abordarei a mesma mais especificamente).

O atual proprietário do bar é Gareth Maund,
que possui inúmeros relatos paranormais para contar aos visitantes
Na foto acima temos Gareth Maund (à direita) conversando com o jornalista Mark Rees (à esquerda)
O atual proprietário do bar é Gareth Maund, que possui inúmeros relatos paranormais para contar aos visitantes. Ele é um proprietário exemplar, que possui uma paixão contagiosa pela história e pela preservação do patrimônio cultural. Ele recebe cada um dos seus clientes com um largo sorriso no rosto e de maneira muito gentil, sejam eles pessoas de carne ou então "do outro lado." Na verdade, Gareth não gosta de usar a palavra "fantasma", uma vez que ele prefere descrever os espectros que co-habitam o bar como se fossem "amigos".

"Eu respeito meus amigos. Eles estarão por aqui por muito mais tempo do que eu. Você deve ter respeito por eles, e eles terão respeito por você. Toda noite antes de ir para a cama, eu digo: 'boa noite a todos, eu amo vocês'", disse Gareth Maund.

Gareth Maund é um proprietário exemplar, que possui uma paixão contagiosa pela história e pela preservação do patrimônio cultural. Ele recebe cada um dos seus clientes com um largo sorriso no rosto e de maneira muito gentil.
Foto mostrando a visita do Príncipe Charles ao bar "Príncipe de Gales", em julho de 2013
Na ocasião, o Príncipe Charles aproveitou para tomar uma cerveja no bar "Príncipe de Gales"
Crescido na região, Gareth ainda consegue se lembrar do dia em que disse que seria o proprietário do bar e, em 2004, esse sonho se tornou realidade, quando ele se tornou o 11º proprietário licenciado a operar o bar, em cerca de 200 anos de história. Originalmente construído há 700 anos, quando as areias começaram a invadir o vilarejo Kenfig, e forçaram os moradores locais a se mudarem para um terreno mais alto, a prefeitura serviu como ponto central da comunidade.

"Isso aqui é um museu pulsante. Não é apenas um bar, é uma grande parte do nosso patrimônio cultural. Minha esposa costuma dizer, que eu amo muito mais o bar do que ela! É um lugar de encontro, para amigos e familiares, e funciona como um ímã. Toda a atmosfera e a história do lugar, atrai pessoas de todas as partes do mundo", continuou.

Crescido na região, Gareth ainda consegue se lembrar do dia em que disse que seria o proprietário do bar e, em 2004, esse sonho se tornou realidade, quando ele se tornou o 11º proprietário licenciado a operar o bar, em cerca de 200 anos de história
Foto mostrando o segundo andar do bar "Príncipe de Gales" onde,
no passado, funcionava a antiga prefeitura de Ton Kenfig
Aliás, Gareth tem um estoque infinito de avistamentos de fantasmas na estalagem, e aqui está uma seleção especial desses avistamentos:
  • Animais e Crianças: de acordo com Gareth, houve certas ocasiões em que cães de estimação viraram a cabeça ao mesmo tempo como se estivessem observando algo passando, em movimento, ao fundo, porém não havia nada. O mesmo já aconteceu com crianças que passaram a interagir com "pessoas invisíveis";
  • A Antiga Prefeitura: costumam dizer que ocorrem muitas atividades no espaço da antiga prefeitura, que fica localizada no segundo andar do bar. Pessoas que estavam paradas, e próximas a porta de acesso ao espaço mencionaram que tiveram suas orelhas puxadas, seus rostos acariciados e ouviram rangidos como se fossem passos no chão;
Costumam dizer que ocorrem muitas atividades no espaço da antiga prefeitura, que fica localizada no segundo andar do bar. Pessoas que estavam paradas, e próximas a porta de acesso ao espaço mencionaram que tiveram suas orelhas puxadas, seus rostos acariciados e ouviram rangidos como se fossem passos no chão
  • O "Fantasma Fedorento": um dos fantasmas foi apelidado de "fantasma fedorento", uma vez que Gareth disse que o mesmo cheirava tão mal quanto um "peixe podre";
  • O Menino do Armário: um garoto de nove anos foi avistado próximo a um armário localizado no espaço da antiga prefeitura, e acredita-se que ele tenha morrido em um acidente ocorrido no século XIX;
Um garoto de nove anos foi avistado próximo a um armário localizado no espaço da antiga prefeitura,
e acredita-se que ele tenha morrido em um acidente ocorrido no século XIX
Mais uma foto mostrando o armário, onde costumam ver o fantasma de um menino de nove anos
  • A Cozinha dos Fundos: a equipe do bar vem levando diversos sustos na cozinha dos fundos ao longo dos anos. Eles alegam que fantasmas costumam tocá-los, e que até mesmo conseguem escutá-los. Algumas jarras também já teriam sido arremessadas através da cozinha;
  • A Senhora do Bar: Uma pequenina e idosa senhora, descrita por uma testemunha como estando vestida com roupas típicas da década de 1940, costuma ser vista e ouvida por diversas pessoas nos banheiros do bar;
  • A Névoa no Quarto: Uma estranha névoa de cores diferentes - branca, negra e rosada - já teriam sido vistas em um quarto da localidade durante a noite;
  • A Voz Fantasmagórica na Área Externa: Certa vez, Gareth lembra de ter escutado uma voz dizendo em alto e bom som: "Boa noite, Jack" no estacionamento. A voz vinha do portão de entrada, e parecia que ia em direção a forca. Ele acreditava que "Jack" pudesse ser um antigo proprietário chamado Jack David.
Uma pequenina e idosa senhora, descrita por uma testemunha como estando vestida com roupas típicas da década de 1940, costuma ser vista e ouvida por diversas pessoas nos banheiros do bar
Certa vez, Gareth lembra de ter escutado uma voz dizendo em alto e bom som: "Boa noite, Jack" no estacionamento. A voz vinha do portão de entrada, e parecia que ia em direção a forca. Ele acreditava que "Jack" pudesse ser um antigo proprietário chamado Jack David
Para todos aqueles que desejam visitar esse bar algum dia, o mesmo fica localizado em Ton Kenfig, um antigo vilarejo da cidade de Bridgend, no País de Gales. Ele costuma ficar aberto de segunda a domingo, do meio-dia até por volta das 23h (o horário de fechamento pode variar entre 22h e 0h30 dependendo do dia da semana, ou seja, é bom consultar antes de visitar para não perder o horário). Para maiores informações, acesse: http://www.princekenfig.co.uk/

Quanto a veracidade dos casos é importante notar que os mesmos são baseados em relatos, ou seja, experiências próprias e nesse caso é muito difícil precisar se o mesmo seria ou não tão mal-assombrado assim, porém com certeza seria uma experiência única passar alguns bons momentos conversando com Gareth Maund para conhecer tudo o que ele tem para contar sobre a região.

Funcionários e Clientes do Bar "Ron's Roadhouse", na Cidade de Independence, no Estado Norte-Americano do Missouri, Acreditam que o Bar Seria Mal-AssombradO!


Na última quarta-feira (18), a WDAF-TV, emissora de TV afiliada da FOX e sediada na cidade de Kansas, publicou uma história muito inusitada sobre um bar supostamente assombrado na cidade de Independence, no estado norte-americano do Missouri, chamado "Ron's Roadhouse". Confira abaixo a matéria realizada pela emissora, em um canal de terceiros, no YouTube (em inglês, mas comentaremos a mesma logo em seguida):



A reportagem inicialmente deixa claro, que estamos às vésperas do Halloween, uma época que proliferam as tão famosas "casas assombradas" nos Estados Unidos (atrações sazonais criadas tão somente para fins de entretenimento), mas que havia um local em que as pessoas diziam que era assombrado todos os dias do ano.

Assim sendo, somos apresentados ao bar "Ron's Roadhouse", localizado na rodovia Truman, na cidade de Independence, um bar em que todos se conheciam pelo nome. Porém, durante a noite, as coisas costumavam ficar um pouco mais tensas.



Fachada do bar "Ron's Roadhouse", localizado na rodovia Truman, na cidade de Independence,
um bar em que todos se conheciam pelo nome
Foto recente do bar principal do "Ron's Roadhouse"
Foto recente mostrando o espaço interno do bar "Ron's Roadhouse"
Ron Woolery, que é o proprietário bar juntamente com sua esposa, inicialmente disse que as garrafas rolavam das prateleiras, e que as mesmas caíam no chão sem nenhuma explicação. Becky Ashley, uma bartender, chegou a dizer que era cristã, e que não acreditava em fantasmas. Porém, de acordo com ela, aquilo que estava "assombrando" o bar era mesmo real. O nome do suposto fantasma? Elizabeth! Aliás, ela morava no segundo andar do estabelecimento, que é fechado para os clientes.

Ron Woolery, que é o proprietário bar juntamente com sua esposa, inicialmente disse que as garrafas rolavam das prateleiras, e que as mesmas caíam no chão sem nenhuma explicação
Becky Ashley, uma bartender, chegou a dizer que era cristã, e que não acreditava em fantasmas.
Porém, de acordo com ela, aquilo que estava "assombrando" o bar era mesmo real
De acordo com os proprietários do "Ron's Roadhouse", Ron Woolery e sua esposa Jenelda Woolery, existiria uma espécie de "lenda" sobre uma mulher chamada Elizabeth. Conta-se ainda que, na década de 1950, aquele mesmo local já teria abrigado um bordel.

Assim sendo, reza a lenda que uma das cafetinas, a própria Elizabeth, teria sido morta em um dos quartos do segundo andar. Ela teria sido enforcada por um dos seus clientes. Segundo Jenelda Woolery, normalmente o corredor que dá acessos aos quartos está muito mais frio que restante do estabelecimento, o que poderia ser um indício da presença de Elizabeth.

De acordo com os proprietários do "Ron's Roadhouse", Ron Woolery e sua esposa Jenelda Woolery, existiria uma espécie de "lenda" sobre uma mulher chamada Elizabeth. Conta-se ainda que, na década de 1950, aquele mesmo local já teria abrigado um bordel.
Segundo Jenelda Woolery, normalmente o corredor que dá acessos aos quartos está muito mais frio que restante do estabelecimento, o que poderia ser um indício da presença de Elizabeth.
Ao longo do tempo, algumas pessoas tiveram a oportunidade, por assim dizer, de visitar o segundo andar do bar, porém todos quiseram sair o mais rapidamente possível do local. Ron Woolery chegou a dizer que certa vez havia recebido a visita de bombeiros para fazer uma inspeção no bar, porém os mesmos voltaram pálidos do segundo andar, tão pálidos quanto fantasmas. Ainda segundo Ron, os bombeiros teriam se recusado a voltar novamente ao segundo andar.

Além disso, o próprio Ron alegou que já teve sua própria experiência em relação a Elizabeth, quando comprou o bar alguns anos atrás. Ele estava substituindo o letreiro na parte externa do estabelecimento, quando se sentiu estranhamente angustiado ao subir a escada. Ele disse que resolveu descer para prender melhor a escada, porém, enquanto descia, ele sentiu como se alguém estivesse empurrando a parte inferior da mesma. A última coisa que ele se lembrava, no entanto, era de estar caído no chão com a escada em cima dele.

Ao longo do tempo, algumas pessoas tiveram a oportunidade, por assim dizer,
de visitar o segundo andar do bar, porém todos quiseram sair o mais rapidamente possível do local
Ron estava substituindo o letreiro na parte externa do estabelecimento, quando se sentiu estranhamente angustiado ao subir a escada. Ele disse que resolveu descer para prender melhor a escada, porém, enquanto descia, ele sentiu como se alguém estivesse empurrando a parte inferior da mesma. A última coisa que ele se lembrava, no entanto, era de estar caído no chão com a escada em cima dele.
Curiosamente, de acordo com Jenelda, aparentemente a Elizabeth só implicava com homens. De qualquer forma, os clientes entrevistados pela WDAF-TV também relataram estranhos fenômenos, mas a maioria dos casos estavam relacionados a garrafas de bebidas, que estranhamente rolavam ou caíam das prateleiras. Ao final, Becky Ashley, a bartender que trabalha no Ron's Roadhouse, disse acreditar que todos eram apenas convidados na casa de Elizabeth, ou seja, era necessário buscar um meio de conviver com a mesma.

Curiosamente, de acordo com Jenelda, aparentemente a Elizabeth só implicava com homens. De qualquer forma, os clientes entrevistados pela WDAF-TV também relataram estranhos fenômenos, mas a maioria dos casos estavam relacionados a garrafas de bebidas, que estranhamente rolavam ou caíam das prateleiras
Ao final, Becky Ashley, a bartender que trabalha no Ron's Roadhouse, disse acreditar que todos eram apenas convidados na casa de Elizabeth, ou seja, era necessário buscar um meio de conviver com a mesma
Enfim, apesar de ser um caso bem inusitado, temos uma série de elementos comuns em histórias semelhantes de fantasmas, que supostamente assombram bares ao redor do mundo. Será que a divulgação dessa história não foi apenas uma espécie de ação publicitária do bar? Será que o bar é mesmo assombrado? Bem, para responder a essa pergunta seria necessário investigar todo o histórico do estabelecimento e seus antigos proprietários, algo que a reportagem não fez, e que também não irei fazer nesse momento. Caso esse bar volte a ser tema de uma notícia no futuro, fiquem tranquilos que irei atrás de maiores informações para vocês, combinado?

Câmeras de Seguranças Teriam Filmado Supostas Atividades Paranormais em um Bar na Cidade de Ventura, no Estado Norte-Americano da Califórnia?


A história desse último caso começou no dia 9 de outubro desse ano, quando um vídeo bem curto foi publicado na página de um bar chamado "Cronies", no Facebook, em referência a um suposto "evento paranormal" registrado por uma das câmeras de segurança do estabelecimento.



A história desse último caso começou no dia 9 de outubro desse ano, quando um vídeo bem curto foi publicado na página de um bar chamado "Cronies", no Facebook, em referência a um suposto "evento paranormal" registrado por uma das câmeras de segurança do estabelecimento
Vale ressaltar nesse ponto, que o "Cronies" é um bar esportivo com quase 30 anos de existência na cidade de Ventura (e que possui filiais em localidades como Aguora Hills, Camarillo, entre outras cidades), no estado norte-americano da Califórnia.

Confiram o vídeo em questão através de um canal de terceiros, no YouTube (em inglês, mas perfeitamente possível de entender o que acontece):



No vídeo, o gerente do Cronies Ventura, conhecido como Jimmy, mencionou que havia chegado para trabalhar naquela manhã e, de acordo com ele, uma banqueta do bar estava caída no chão. Ao consultar as imagens das câmeras de segurança do circuito interno de TV do estabelecimento, ele teria visto que a banqueta aparentemente é derrubada no chão por uma "força invisível". Aliás, no texto que acompanha a publicação no Facebook é possível ler a seguinte mensagem (devidamente traduzida): "AVISO: ISSO ACONTECEU DE VERDADE. Espero que não continue, fique pior ou se espalhe para outras filiais do Cronies #assombrado".

Acredito que muitos de vocês já devem estar imaginando, assim como eu, que tudo isso não passa de uma farsa ou campanha para promover o bar na época do Halloween. Aliás, muitos clientes também devem ter pensado dessa forma, visto que a publicação recebeu apenas seis comentários, ganhou um único compartilhamento, e o vídeo foi visualizado pouco mais de 300 vezes desde então. No entanto, no dia 16 de outubro, exatamente uma semana depois, o Jimmy voltou a publicar um novo vídeo mostrando uma nova e estranha atividade: dessa vez uma das cadeiras do estabelecimento se move sozinha para trás, em plena luz do dia, e com diversos clientes ao redor.



Acompanhado de uma funcionária do Cronies, chamada Aubrey (talvez para servir de testemunha), Jimmy mostra que uma das cadeiras do estabelecimento se movimenta aparentemente sozinha, e bem ao lado de um grupo de pessoas por volta das 14h30, do dia 13 de outubro. Aliás, uma das mulheres chega a se levantar para verificar a cadeira. No texto que acompanha o vídeo é possível a seguinte frase (devidamente traduzida): "CLIENTES RELATAM QUE CADEIRA SE MOVIMENTOU SOZINHA! Outro acontecimento estranho e inexplicável no Cronies Ventura! Jimmy mostra a Aubrey, através de nossa câmera de segurança, o que clientes em uma mesa viram na vida real!"

Dessa vez o vídeo teve um rendimento muito melhor que o anterior, alcançando mais de 6 mil visualizações, 82 reações, 35 comentários, e 67 compartilhamentos até o fechamento dessa matéria. Essa pequena melhora no rendimento, no entanto, foi suficiente para que a KCBS-TV (CBS Los Angeles) realizasse uma matéria sobre o caso e fosse até a cidade de Ventura para entrevistar Dave Foldes, co-proprietário do Cronies. Confira a reportagem abaixo, que foi publicada em um canal de terceiros, no YouTube (em inglês, mas irei comentar rapidamente a mesma para vocês):



De acordo com a reportagem da KCBS-TV, os proprietários do bar e restaurante "Cronies" não estariam promovendo nenhuma espécie de pegadinha em virtude do Halloween, mas que era possível ver nos vídeos publicados nas redes sociais, que diversos móveis se moviam sozinhos.

Dave Foldes, co-proprietário do Cronies, aparece na reportagem dizendo que tudo aquilo era bem assustador e estranho, porque há 27 anos, desde a fundação do Cronies em Ventura (sendo que o bar permanece no mesmo local desde então), nada semelhante havia acontecido. Ele também explicou que o bar tinha sido criado com o simples intuito de se tornar um local onde amigos pudessem se encontrar, beber alguma coisa e jogar conversa fora.

Dave Foldes, co-proprietário do Cronies, aparece na reportagem dizendo que tudo aquilo era bem assustador e estranho, porque há 27 anos, desde a fundação do Cronies em Ventura (sendo que o bar permanece no mesmo local desde então), nada semelhante havia acontecido
Aparentemente, no entanto, alguns clientes que viram o vídeo não demonstraram estar assustados com a situação. Uma mulher chamada Kristie disse que era engraçado e ao mesmo tempo interessante. Já um senhor chamado Corey disse que estava tudo bem, desde que a cadeira onde estivesse sentado não resolvesse se mexer sozinha

Um outro cliente chamado Juan Muñoz, de forma muito bem humorada, disse que muitas pessoas frequentavam o local, e essas pessoas uma hora acabavam morrendo, ou seja, talvez o local fosse mesmo assombrado.

Uma mulher chamada Kristie disse que era engraçado e ao mesmo tempo interessante
Já um senhor chamado Corey disse que estava tudo bem,
desde que a cadeira onde estivesse sentado não resolvesse se mexer sozinha
As paredes do restaurante estão repletas de fotos de ex-funcionários e ex-clientes, que já não estão mais entre nós, porém os proprietários acreditam que o Cronies não possui nada além do que bons espíritos vagando pelo bar, por assim dizer. Particularmente, dois homens deixaram uma marca no local: os primeiros proprietários, Ralph e Don.

Dave Foldes chegou a mostrar uma foto de ambos, dizendo que eles tinham sido os responsáveis por fazê-lo conhecer aquela que um dia seria sua esposa. Ralph e Don teriam morrido há 25 anos, e sempre que algo engraçado acontecia no Cronies, eles costumavam colocar a culpa nos antigos proprietários.

Um outro cliente chamado Juan Muñoz, de forma muito bem humorada, disse que muitas pessoas frequentavam o local, e essas pessoas uma hora acabavam morrendo, ou seja, talvez o local fosse mesmo assombrado
Particularmente, dois homens deixaram uma marca no local: os primeiros proprietários, Ralph e Don. Dave Foldes chegou a mostrar uma foto de ambos, dizendo que eles tinham sido os responsáveis por fazê-lo conhecer aquela que um dia seria sua esposa. Ralph e Don teriam morrido há 25 anos, e sempre que algo engraçado acontecia no Cronies, eles costumavam colocar a culpa nos antigos proprietários.
Bem, de qualquer forma, dos 3 casos apresentados nessa matéria, esse último é o que mais fortemente indica uma ação publicitária em virtude da proximidade do Halloween. É muito provável que, daqui para frente, iremos nos deparar cada vez mais com casos semelhantes esse. Isso tudo é uma espécie de combustível que movimenta não apenas os veículos de comunicação locais, mas toda um indústria muito específica para essa data que, todos os anos, movimenta aproximadamente US$ 7 bilhões (cerca de R$ 22 bilhões pela cotação atual), somente nos Estados Unidos, através da venda de fantasias, apetrechos, objetos de decoração etc. Portanto, é um grande negócio promover atividades que atraiam a atenção do público. Simples assim.

Enfim, espero que tenham gostado dessa rápida matéria, que escrevi para vocês nessa sexta-feira, e não se esqueçam de deixar a opinião de vocês tanto aqui, quanto em nossa página no Facebook!

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://fox4kc.com/2017/10/18/regulars-insist-that-local-bar-is-a-house-of-haunted-spirits/
http://losangeles.cbslocal.com/2017/10/18/its-para-abnormal-customers-see-the-furniture-move-at-this-bar-even-when-sober/
http://www.walesonline.co.uk/whats-on/whats-on-news/went-ghost-hunting-one-waless-13735608
https://la.eater.com/2017/10/19/16504074/ventura-bar-cronies-ghosts-poltergeist-halloween-news-video
https://www.facebook.com/croniesnewburypark/videos/1561091107270938/
https://www.facebook.com/croniesnewburypark/videos/1566583236721725/
Comentários