25 de setembro de 2017

Pacto com o Diabo? Uma "Bruxa" Realizou um "Pacto com Satanás" para Curar o Câncer de um Jovem Policial, nos Estados Unidos?


Por Marco Faustino

Na sexta-feira passada (22), publicamos uma matéria sobre uma "bruxa" neozelandesa chamada Shaney Marie, que vem alegando realizar "feitiços" para aprimorar a vida íntima de homens, mulheres e casais, desenvolvendo assim conexões íntimas mais profundas em seus clientes, de modo que todos possam ser livres para explorar seus desejos e, desse modo, ampliarem suas experiências de vida. Esse, é claro, é o modo mais leve que tive para descrever os "poderes" de Shaney Marie, que se tornou a grande sensação na Europa, principalmente no Reino Unido, onde ela até mesmo se tornou capa de uma edição do tabloide irlandês "The Irish Sun". A retórica de Shaney Marie era realmente muito atraente. Ela sabia usar muito bem as palavras, fazer todo um jogo ilusório para indicar algo, e ao mesmo tempo encaixar uma vírgula ou um pronome, que indicasse que não fosse bem aquilo que a pessoa estivesse pensando. Sem dúvida alguma ela possuía um grande poder de convencimento, ou seja, de fazer as pessoas acreditarem que algo iria funcionar mesmo que ela não tivesse nenhum embasamento científico, cultural ou histórico para isso. Recomendo fortemente, que vocês confiram todos os detalhes pertinentes aquele assunto em minha postagem (leia mais: Conheça Shaney Marie: A Bruxa que Realiza "Feitiços e Rituais" para Melhorar a Vida Íntima de Homens e Mulheres, na Austrália!).

Coincidentemente, um dia antes da publicação sobre Shaney Marie, alguns tabloides britânicos divulgaram uma história sobre uma outra suposta "bruxa", mas dessa vez em um tom bem mais preocupante e alarmante. O motivo? Bem, segundo um texto inicialmente publicado por Emma Parry, correspondente norte-americana do tabloide "The Sun", uma bruxa chamada "Savannah", mais conhecida como "Black Witch S" alegava que tinha o poder de curar o câncer ao dialogar com demônios e fazer pactos com o Diabo. Sim, exatamente isso que você leu. Esse é um tema tão sensível, que chega a ser quase repugnante que alguém apareça na mídia, independentemente de qual seja o país, prometendo curas milagrosas para qualquer tipo de doença, ainda mais o câncer que, em algumas ocasiões, chega a ser tão agressivo, que leva o paciente a exaustão e o faz pensar em inúmeras possibilidades de realmente colocar um fim a dor que sente. Porém, quando estamos lidando com tabloides britânicos e uma suposta "bruxa", na qual apenas seu primeiro nome e uma história totalmente superficial foi divulgada, vocês podem ter certeza que a mesma teria diversas camadas para ser contada, e não iria se resumir a poucos parágrafos como costumam fazer por aí. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Uma História "Exclusiva" e uma Grande Confusão Promovida pelo Tabloide Britânico "The Sun": O Caso da Suposta "Bruxa" que Teria Alegado Poder Curar o Câncer Através de Pactos com o Diabo


Antes de começarmos a entender o que foi publicado com "exclusividade" pelo tabloide britânico "The Sun" é necessário que você entenda algumas coisas básicas, quando estamos falando da mídia do Reino Unido. Apesar da generalização do termo "tabloide" ser vista como algo pejorativo, quando nos referimos a qualidade em termos de informação, nem todo tabloide é igual (muito embora todos, no final das contas, comam na mesma mesa). O "The Sun" pertence a "News UK" (mesma organização do "The Times" / "The Sunday Times"), que por sua vez faz parte de um conglomerado ainda maior chamado "News Corp", que possui veículos de comunicação nos Estados Unidos e Austrália. O "Daily Mirror" pertence a Trinity Mirror (mesma proprietária do "Daily Record"). O "DailyMail" pertence a "DMG Media" (mesma do tabloide "Metro"), que por sua vez faz parte do conglomerado "DMGT." Agora, aqueles que provavelmente sejam os dois piores tabloides britânicos, e que vêm mantendo esse título há anos são o "Daily Star" e o "Daily Express", sendo que ambos pertecem ao mesmo proprietário: Richard Desmond. 

Todos os tabloides britânicos possuem correntes políticas e ideológicas muito claras, porém o nível de apelação promovido pelo "Daily Star" (responsável por inventar de maneira totalmente torpe e irresponsável a história de supostas crianças de olhos negros na região de Cannock Chase) e do "Daily Express" (responsável por propagar diariamente material alarmista dos mais diversos gêneros, sem quaisquer embasamentos ou verificações de ordem técnica ou científica, e de maneira totalmente aleatória pelo mundo) são gritantes. Portanto, sempre que vocês assistirem um vídeo ou lerem qualquer texto, que tenha como base praticamente exclusiva esses dois tabloides, descartem completamente o conteúdo oferecido. Joguem, literalmente, na lata do lixo. Não estou dizendo que os outros tabloides sejam confiáveis, porque sempre carecem de uma pesquisa ou consulta adicional, porém esses dois que acabei de citar estão há uns vinte andares abaixo da base da pirâmide de confiabilidade. Infelizmente, muito conteúdo em tom alarmista que vocês atualmente se deparam na internet, quase sempre vem de algum desses dois tabloides citados.

Portanto, sempre que vocês assistirem um vídeo ou lerem qualquer texto, que tenha como base praticamente exclusiva esses dos tabloides Daily Star e Daily Express, descartem completamente o conteúdo oferecido. Joguem, literalmente, na lata do lixo.
Uma vez que você esteja ciente disso, é importante mencionar que toda essa história sobre uma suposta "bruxa", que teria o poder de curar o câncer surgiu a partir do tabloide britânico "The Sun", na tarde do dia 21 de setembro (quinta-feira passada), e foi redigida por Emma Parry, correspondente digital norte-americana do mesmo, nos Estados Unidos, e que quase sempre escreve textos de forma muito rasa sobre assuntos polêmicos, conspiratórios ou sobre celebridades que estejam em evidência por algum motivo muito estranho ou fútil. Enfim, vamos conferir o que ela escreveu naquela ocasião, onde ela começou dizendo que uma bruxa alegava que podia ajudar a curar pessoas de doenças, incluindo o câncer, ao falar com demônios e fazendo pactos com Satanás:

"Black Witch S, cujo nome real é Savannah, pratica a magia negra ou o 'Caminho da Mão Esquerda', que ela disse ter transformado a vida de milhares de seus alunos e seguidores. Savannah, 46 anos, alega que recentemente ajudou a 'curar' um policial de Los Angeles, de 23 anos, de leucemia aguda em fase IV, ao falar com o 'guia demoníaco' dela, Astaroth.

Black Witch S, cujo nome real é Savannah, pratica a magia negra ou o 'Caminho da Mão Esquerda', que ela disse ter transformado a vida de milhares de seus alunos e seguidores
Savannah, 46 anos, alegava que recentemente havia ajudado a 'curar' um policial de Los Angeles, de 23 anos, de leucemia aguda em fase IV, ao falar com o 'guia demoníaco' dela, Astaroth.
Por mais que não haja evidências médicas para provar que ela tenha curado quaisquer pessoas, isso não impediu que cinco milhões de pessoas visitassem seu site somente este ano. Ela disse que ajudou a curar um membro do seu grupo, que passou por uma cirurgia cerebral, usando um boneco vudu. A bruxa também disse, que curou diversos membros de sua família, incluindo sua avó, que havia recebido apenas dois meses de vida.

Savannah, mãe de três filhos, que mora em Nova Orleans, no estado norte-americano da Louisiana, disse ao 'The Sun' que começou a ajudar o jovem rapaz com leucemia após a mãe dele ter escrito para ela e pedido ajuda. Ela disse que ajudou a mulher a fazer um 'pacto com Lúcifer' para curar seu filho, antes de lançar diversos feitiços sobre o jovem rapaz.

Por mais que não haja evidências médicas para provar que ela tenha curado quaisquer pessoas, isso não impediu que cinco milhões de pessoas visitassem seu site somente este ano
Savannah Ellis ao lado de sua avó, em outubro de 2016, dizia que a mesma era a prova que a magia funcionava, visto que ela ainda estava viva aos 92 anos de idade, sendo que os médicos tinham dado apenas 2 meses de vida para ela, em 2014. Nota-se também que Savannah estava em Bankstown, um subúrbio de Sidney, no estado australiano de New South Wales (guardem bem essa informação)
'A mãe do rapaz de 23 anos escreveu para mim e me perguntou o que eu poderia fazer para ajudar, porque o prognóstico não era bom. Seu filho era um policial de Los Angeles, e o caso me tocou profundamente, pois tenho um filho por volta da mesma idade. Sabia que tinha que agir com muita urgência no caso dele', disse Savannah.

'Uma coisa que você pode fazer para curar as pessoas é conseguir um boneco vudu, e trazer esse boneco à vida, o tornando uma imagem da pessoa que deseja curar. Então, você invoca a sua conexão espiritual, e pede que eles cuidem da pessoa. Você pode colocar pedras diferentes ao redor do boneco para criar um vórtice de proteção. Devido a natureza séria do que ele estava passando, também usei a magia de grupo, que é extremamente poderosa. Pedi a todos os alunos do meu curso chamado 'Trabalhando com Demônios' para orarem, pedindo que a vida do jovem rapaz fosse salva. Assim sendo, me conectei psiquicamente a esse jovem e preenchi sua aura com energia curativa. Também me conectei ao meu guia espiritual, Astaroth, um demônio que usa o poder de Lúcifer, às vezes conhecido como Satanás', continuou.

Posteriormente, a mãe do policial postou no site de Savannah, o 'Blackwitchcoven.com', que seu filho estava em remissão, e que os médicos tinham ficado atônitos (vale ressaltar nesse ponto que remissão é quando não há sinais da doença, mas ainda não se pode dizer que uma pessoa está curada, visto que a ausência de sinais da doença não significa cura completa e há risco de recidiva tardia, ou seja, retorno da doença). 

"Uma coisa que você pode fazer para curar as pessoas é conseguir um boneco vudu, e trazer esse boneco à vida, o tornando uma imagem da pessoa que deseja curar. Então, você invoca a sua conexão espiritual, e pede que eles cuidem da pessoa. Você pode colocar pedras diferentes ao redor do boneco para criar um vórtice de proteção", disse Savannah.
'Eu sabia em meu coração, que meu filho tinha sido curado imediatamente na noite em que o Pacto com o Senhor Lúcifer foi aceito pela Sua Grandeza. Porém, lidar com os pesquisadores e oncologistas foi uma tarefa difícil e lenta, já que eles insistiram em fazer uma quimioterapia cada vez mais forte em meu filho (percebi que não somente o trabalho de magia sozinho traria uma cura instantânea, mas que trabalhar juntamente com os médicos e um grande espírito seria necessário).

Durante todo doloroso e horrível procedimento sofrido por meu filho, após o meu Pacto ter sido aceito, usei a fé em Lúcifer, imaginando-o em pé, no canto da sala de operações, ou pairando ao lado da cabeceira do meu filho... E mesmo que os tratamentos fizessem com que meu filho sofresse uma parada cardíaca súbita, praticamente morresse diante dos meus olhos, em 28 de junho de 2017, eu assisti o quão o Senhor Lúcifer é poderoso ao guiar a equipe de reanimação da instalação de tratamento contra o câncer, enquanto eles trabalhavam freneticamente por cerca de 5 minutos no cadáver do meu filho. Sim! Meu filho foi reanimado sem nenhum dano ou problemas residuais. A maioria dos médicos ficou surpresa. Meu lindo filho está atualmente em remissão', disse a mãe do rapaz de 23 anos, que desejou se manter no anonimato.

"Devido a natureza séria do que ele estava passando, também usei a magia de grupo, que é extremamente poderosa. Pedi a todos os alunos do meu curso chamado 'Trabalhando com Demônios' para orarem, pedindo que a vida do jovem rapaz fosse salva", disse Savannah
Médicos treinados normalmente recomendam quimioterapia e radioterapia, juntamente com outros tratamentos para pacientes com câncer. Savannah admitiu, que alguns podem ser céticos em relação as suas alegações, mas insistiu, que elas são verdadeiras ao dizer que demônios são 'extremamente poderosos'.

'É uma história absolutamente verdadeira, eu conversei com a mulher. Ela é uma enfermeira, uma mulher racional, de pulso filme e ética. Sua história é 100% verdadeira, e esse não é o primeiro caso em que ouvi falar de uma reviravolta completa. Não diria que 'Eu fiz isso', mas realizei ações nesse sentido para que o mundo espiritual escutasse o nosso chamado e decidisse o que eles queriam fazer com a alma desse menino. Há casos disso o tempo todo, esse não é o único', disse Savannah.

'Isso é muito poderoso e todos têm essa habilidade. Estamos apenas se conectando a essa energia e recebendo essas respostas, que já estão por aí, através do nosso sexto sentido. Só temos que perguntar. É incrível', continuou.

Savannah admitiu, que alguns podem ser céticos em relação as suas alegações, mas insistiu, que elas são verdadeiras ao dizer que demônios são "extremamente poderosos".
"É uma história absolutamente verdadeira, eu conversei com a mulher. Ela é uma enfermeira, uma mulher racional, de pulso filme e ética. Sua história é 100% verdadeira, e esse não é o primeiro caso em que ouvi falar de uma reviravolta completa", disse Savannah
Além de feitiços de cura, Savannah ensina as pessoas a usar magias demoníacas para ganhar dinheiro, poder, vingança ou ter sucesso. Ela disse que entre 10 e 20 pessoas entram em contato com ela, por semana, para fazerem consultas particulares, sendo que milhares de pessoas assistem seus tutoriais de feitiçaria no YouTube, que vão desde romper um relacionamento até ganhar dinheiro. Savannah também disse que a magia negra transformou completamente sua vida, permitindo que ela tivesse um estilo de vida excelente e viajasse pelo mundo, sendo que atualmente vive entre Sidney, Tailândia, Havaí e Nova Orleans. Contudo, ela advertiu que o 'Caminho da Mão Esquerda' pode ser perigoso, e disse que viu pessoas se tornarem tão obcecadas com isso, que se tornaram 'zumbis'.

'Esse tipo de magia pode ser perigoso, porque se você mexer com isso e não souber o que está fazendo, pode atrair espíritos ou entidades de nível inferior, algo que chamo de parasitas. Eles podem se prender a você ou espreitar nos cantos de sua casa causando prejuízos. Esses são os que causam problemas reais para as pessoas, e podem causar coisas como a depressão ou induzir as pessoas a fazerem coisas que não querem. Sempre digo, que você não deve fazer atos mágicos dentro de sua casa se você tiver filhos pequenos, porque as crianças estão mais abertas para se conectarem ao mundo espiritual através do sexto sentido e da imaginação delas', disse Savannah.

Além de feitiços de cura, Savannah ensina as pessoas a usar magias demoníacas para ganhar dinheiro, poder, vingança ou ter sucesso. Ela disse que entre 10 e 20 pessoas entram em contato com ela, por semana, para fazerem consultas particulares, sendo que milhares de pessoas assistem seus tutoriais de feitiçaria no YouTube, que vão desde romper um relacionamento até ganhar dinheiro.
Savannah também disse que a magia negra transformou completamente sua vida, permitindo que ela tivesse um estilo de vida excelente e viajasse pelo mundo, sendo que atualmente vive entre Sidney, Tailândia, Havaí e Nova Orleans. Contudo, ela advertiu que o 'Caminho da Mão Esquerda' pode ser perigoso, e disse que viu pessoas se tornarem tão obcecadas com isso, que se tornaram 'zumbis'.
'As pessoas também podem ficar excessivamente imersas na magia, visto que se torna muito viciante porque é bem poderoso. As pessoas se tornam como se fossem zumbis seguindo isso, acabam tendo delírios de grandeza, onde elas acreditam que elas são magicamente especiais', continuou, admitindo que ela tem usado sua magia para fins mais obscuros, incluindo a vingança, mas insistiu que isso nem sempre é uma coisa ruim. Ela disse que já 'fez de tudo' em termos de vingança para pessoas que a prejudicaram, assim como sua família, incluindo rogar uma 'maldição geracional' (de geração para geração) em um inimigo.

'É melhor se vingar magicamente do que se vingar no mundo real, onde é ilegal. É saudável para você, porque psicologicamente você coloca seus sentimentos para fora, e então põe um fim nas coisas em que sua mente está obcecada. Você não está fazendo isso, porque você é uma pessoa ruim, é uma consequência das ações de outra pessoa', disse Savannah.

Savannah disse que já "fez de tudo" em termos de vingança para pessoas que a prejudicaram, assim como sua família, incluindo rogar uma 'maldição geracional' (de geração para geração) em um inimigo.
"É melhor se vingar magicamente do que se vingar no mundo real, onde é ilegal. É saudável para você, porque psicologicamente você coloca seus sentimentos para fora, e então põe um fim nas coisas em que sua mente está obcecada. Você não está fazendo isso, porque você é uma pessoa ruim, é uma consequência das ações de outra pessoa", disse Savannah.
'Não odeio muitas pessoas, mas houve duas pessoas que me causaram muito mal e a minha família, sendo que usei o pior tipo de vingança nessas pessoas. Porém, tenho que confessar que se eu tivesse visto essas pessoas caídas no chão em plena rua, eu teria pisado sobre elas. Fiz coisas ruins acontecer com elas, tanto em termos de saúde, quanto em termos psicológicos. Em relação a uma pessoa que me causou muito mal, fiz uma maldição geracional, que afeta sua alma no passado e no futuro', completou.

Embora não existam números sobre quantas pessoas praticam demonologia ou magia negra, o paganismo é uma das religiões que crescem mais rápido, depois do Islã, com cerca de 2 milhões de seguidores nos Estados Unidos, e 50 mil no Reino Unido. Embora cada vez mais pessoas estejam se voltando para o ocultismo, Savannah disse que a magia negra ainda não é aceitável, sendo que ela é atacada por pessoas que se opõem aos seus métodos.

Embora cada vez mais pessoas estejam se voltando para o ocultismo, Savannah disse que a magia negra ainda não é aceitável, sendo que ela é atacada por pessoas que se opõem aos seus métodos
'As pessoas podem ser muito críticas em relação ao que faço. Não é aceitável. A Wicca está se tornando cada vez mais aceitável, mas o caminho da mão esquerda e falar com demônios não é aceitável. Porém, o ocultismo não é sobre garantir que todos estejam de acordo com o que você está fazendo', finalizou."

Enfim, antes de entrarmos nos principais aspectos, que foram mencionados nesse texto acima, é importante ressaltar que o mesmo foi publicado no site do tabloide britânico "The Sun", na tarde do dia 21 de setembro, com o seguinte título: "Black witch claims she can cure people of CANCER by talking to demons and making pacts with Satan" ("Bruxa alega que pode curar as pessoas do CÂNCER ao falar com demônios e fazer pactos com Satanás", em português).  Curiosamente, a Savannah esbravejou no dia seguinte (22) em seu site, o "Black Witch Coven", chamando o material publicado de "fake news", e que ela nunca teria dito que era capaz de curar o câncer.

Savannah acusou a Emma Parry de ter lido uma postagem escrita por uma de suas clientes, onde a mesma declarava aquilo que havia sentido quando trabalhou com Savannah e o Black Witch Coven. Segundo Savannah, isso era totalmente diferente em relação a fazer uma alegação sobre algo que ela tivesse feito (discurso semelhante a "apenas vendo, mas não garanto que funcione apesar de mostrar apenas os casos que deram certo").

Tudo foi inicialmente publicado no site do tabloide britânico "The Sun", na tarde do dia 21 de setembro, com o seguinte título: "Black witch claims she can cure people of CANCER by talking to demons and making pacts with Satan" ("Bruxa alega que pode curar as pessoas do CÂNCER ao falar com demônios e fazer pactos com Satanás", em português)
Curiosamente, a Savannah esbravejou no dia seguinte (22) em seu site, o "Black Witch Coven", chamando o material publicado de "fake news", e que ela nunca teria dito que era capaz de curar o câncer. Ela também reclamou através da página do "Black Witch Coven", no Facebook ao dizer que o artigo teria sido tirado do contexto
Savannah também disse, que não queria que as pessoas pensassem que ela poderia resolver seus problemas de saúde, e que todos sabiam que a magia não era garantia de absolutamente nada. Ela disse que todos faziam o melhor que podiam, e que deixavam o restante para que os ajudantes espirituais e demais forças atuassem. Aliás, o tratamento médico sempre deveria ser realizado em conjunto com a assistência espiritual. Ainda de acordo com Savannah, se tinha algo que ela não precisava fazer o tempo todo seria curar o câncer. Mesmo que ela pudesse (algo que ela fez questão de ressaltar que não podia), ela não gostaria de ser conhecia como a "Bruxa Curadora do Câncer."

Assim sendo, Emma Parry "arrumou" o título da notícia, assim como o início da mesma alterando para "Black witch says she can help heal people from diseases including CANCER by working with demons" ("Bruxa diz que pode ajudar a curar pessoas de doenças, incluindo o CÂNCER, ao falar com demônios", em português), porém o restante do texto é essencialmente o mesmo.

Assim sendo, Emma Parry "arrumou" o título da notícia, assim como o início da mesma alterando para "Black witch says she can help heal people from diseases including CANCER by working with demons" ("Bruxa diz que pode ajudar a curar pessoas de doenças, incluindo o CÂNCER, ao falar com demônios", em português), porém o restante do texto é essencialmente o mesmo.
Publicação de Savannah na página do "Black Witch Coven", no Facebook, comemorando a mudança do título da matéria
Resumindo? O texto publicado pelo "The Sun" gerou uma grande confusão. No entanto, para não ser injusto com Emma Parry seu texto possui uma seção bem destacada, que diz: "FAZENDO A ESCOLHA CERTA: Razões pelas quais as formas tradicionais de tratamento são as melhores escolhas", onde ela escreve o seguinte texto:
"Há muitas razões pelas quais as pessoas podem optar por usar terapias alternativas ou naturais, mas há pouca evidência para sugerir que elas funcionem. Todos os tratamentos médicos, assim como a quimioterapia e radioterapia para o combate ao câncer, precisam passar por testes rigorosos para provar que funcionam antes de serem disponibilizados aos pacientes. A terapia alternativa não está sujeita aos mesmos testes. A falta de regulação também significa, que algumas terapias alternativas podem ser prejudiciais ou causar efeitos colaterais indesejados. E, escolher terapias alternativas, ou evitar o tratamento em conjunto, pode ser fatal. De acordo com um estudo recente da Escola de Medicina de Yale, pacientes com câncer que optam por tratamentos alternativos em vez da quimioterapia são duas vezes mais propensos a morrer. Muitos tratamentos alternativos, assim como homeopatia, baseiam-se na ideia de que o corpo pode se curar através da exposição a substâncias altamente diluídas. Porém, em julho, autoridades do Serviço Nacional de Saúde (NHS) abriram uma discussão para retirar medicamentos homeopáticos do mercado alegando que eles se aproveitam do medo das pessoas. Por exemplo, muitas pessoas acham que o óleo de hortelã-pimenta ou o gengibre são bons remédios para a náusea, que é um efeito colateral desagradável da quimioterapia."
Resumindo? O texto publicado pelo "The Sun" gerou uma grande confusão. No entanto, para não ser injusto com Emma Parry seu texto possui uma seção bem destacada, que diz: "FAZENDO A ESCOLHA CERTA: Razões pelas quais as formas tradicionais de tratamento são as melhores escolhas"
Entretanto, é muito importante destacar, que toda essa história de alguém sendo supostamente curado por meio de um "pacto com o Diabo" surgiu após ter sido publicado um relato anônimo no site Black Witch Coven, de uma suposta mãe de um jovem policial de 23 anos, em que Savannah cita apenas as suas iniciais: "S.E.V" (curiosamente, o nome usado por Savannah é Savannah Ellis, mas isso é algo que abordarei daqui a pouco), no dia 29 de agosto desse ano. Não há prova ou evidência substancial alguma que essa mãe realmente exista, que o jovem policial exista, que tenha sido realizado um "pacto com o Diabo" e que, caso o rapaz exista, que o mesmo esteja em remissão ou eventualmente curado.

Não é fornecida nenhuma informação mais concreta, que possa ser devidamente averiguada. É apenas um texto jogado ao vento sem qualquer chance de corroboração. Tudo é baseado em um suposto relato, que poderia ter sido perfeitamente escrito pela própria Savannah para convencer as demais pessoas disso. O motivo? Bem Savannah cobra cerca de US$ 197 (aproximadamente R$ 615 pela cotação atual) para fazer um pacto com o demônio para alguém. No site também é alegado que, "talvez a pessoa não saiba o que pedir, mas que eles (a Savannah, que é identificada pela iniciais BWS) podem ajudar nesse sentido".
Entretanto, é muito importante destacar, que toda essa história de alguém sendo supostamente curado por meio de um "pacto com o Diabo" surgiu após ter sido publicado um relato anônimo no site Black Witch Coven, de uma suposta mãe de um jovem policial de 23 anos, em que Savannah cita apenas as suas iniciais: "S.E.V" (curiosamente, o nome usado por Savannah é Savannah Ellis)
Tudo é baseado em um suposto relato, que poderia ter sido perfeitamente escrito pela própria Savannah para convencer as demais pessoas disso. O motivo? Bem Savannah cobra cerca de US$ 197 (aproximadamente R$ 615 pela cotação atual) para fazer um pacto com o demônio para alguém.
Conforme sempre digo a vocês, relatos são totalmente subjetivos, visto que uma pessoa pode contar algo que talvez tenha mesmo acontecido ou acredita que tenha acontecido da maneira que relata, que ela tenha inventado (uma espécie de "fanfic" de terror ou "creepypasta"), e até mesmo copiado de outras pessoas ao modificar alguns detalhes para aparentar, que tudo aquilo tivesse mesmo acontecido com a pessoa (evidências recentes disso não faltam). Portanto, histórias de terror podem impressionar, mas não são e nunca serão provas cabais de absolutamente nada, visto que é necessária toda uma investigação adicional para podermos tentar chegar a alguma conclusão.

Existe uma grande diferente entre relato e fato. E se vocês não tiverem o discernimento necessário, serão fatalmente enganados por quaisquer pessoas. Um exemplo claro disso foi o caso da "Frida Sofía", a menina que nunca existiu, cujas informações, embora oficialmente divulgadas pela Marinha do México, foram parcialmente baseadas em relatos de socorristas civis (parte da imprensa brasileira traduziu "accounts" como "testemunhos", talvez para tentar passar uma certa credibilidade, porém no geral, o mais correto é traduzir como "relatos" mesmo). Contudo, após uma investigação dos fatos notou-se que não havia nenhuma menina chamada Frida Sofía na escola, os pais da suposta menina nunca apareceram etc. Uma série de informações imprecisas, apressadas, não verificadas e baseadas em suposições deixaram os mexicanos enfurecidos com a imprensa (para piorar apelidaram uma cadela que trabalha no regaste das vítimas de Frida, e parte da imprensa alegou que ela tinha salvado 52 pessoas, mas 52 é o número de pessoas mortas ou vivas que a cadela localizou).

Existe uma grande diferente entre relato e fato. E se vocês não tiverem o discernimento necessário, serão fatalmente enganados por quaisquer pessoas. Um exemplo claro disso foi o caso da "Frida Sofía", a menina que nunca existiu, cujas informações, embora oficialmente divulgadas pela Marinha do México, foram parcialmente baseadas em relatos de socorristas civis
Em relação a Frida, não há absolutamente nada de sobrenatural nessa história (existe uma matéria muito interessante da CNN, que aborda esse aspecto emocional do caso), sendo que algo semelhante já havia acontecido em 1981, o caso "Monchito", onde novamente um menino supostamente soterrado nunca existiu. Até hoje não se sabe ao certo quem inventou a história. Alguns dizem que a história pode ter sido inventada por pessoas que tentavam recuperar um cofre com dinheiro que estaria na propriedade do avô da criança ou que queriam roubar objetos de valor dos escombros do prédio que caiu com o terremoto. Outros jornais apontam para outras hipóteses, tal como histeria coletiva, uma invenção de um familiar ou até mesmo de jornalistas inescrupulosos. Enfim, não irei me alongar nesse assunto, foi apenas para ilustrar e mostrar a diferença entre fatos e relatos, entre vítimas e estatísticas. Você pode até acreditar em relatos, mas não faça confusão com fatos.

De Onde Surgiu a "Inspiração" para Emma Parry Trazer Esse Assunto Tão Controverso e de Maneira Totalmente Superficial e Irresponsável para o "The Sun"?


Voltando ao nosso assunto principal, apesar de Savannah ter dito que nunca ligou para um jornal e dizer que podia curar o câncer de alguma pessoa, a verdadeira razão pela qual ela esbravejou e chamou de falsa, a notícia publicada pelo "The Sun", é que ela sabia muito bem que poderia sofrer investigações por parte das autoridades competentes e responder a inúmeros processos, em países diferentes, em razão de suas supostas promessas.

Você pode até não saber, mas ultimamente vem aumentando o número de casos de supostos "videntes", "clarividentes", e pessoas, ue alegam ter poderes mágicos para curar doenças ao cobrar fortunas de seus clientes, que estão sendo amplamente investigados, processados e condenados, tanto nos Estados Unidos, quanto no Reino Unido. E, muito provavelmente, essa notícia por parte de Emma Parry foi inspirada por um outro caso noticiado recentemente no Reino Unido, mais precisamente no dia 20 de setembro (um dia antes da publicação sobre Savannah) a respeito de um homem chamado Jerry Sargeant, também apelidado de "Facilitador".

Muito provavelmente, essa notícia por parte de Emma Parry foi inspirada por um outro caso noticiado recentemente no Reino Unido, mais precisamente no dia 20 de setembro (um dia antes da publicação sobre Savannah) a respeito de um homem chamado Jerry Sargeant, também apelidado de "Facilitador"
Jerry Sargeant, que foi tratado pela imprensa britânica como um "charlatão" de 39 anos, alegava (e talvez ainda alegue de forma mais reservada) ser capaz de curar pacientes com câncer através do Skype. Sim, exatamente isso que você leu. Ele disse ter descoberto suas habilidades relacionadas a "Magia Estelar" após ter sobrevivido a um acidente juntamente com sua família na Romênia.

Uma mulher com quem ele estava viajando teria morrido, e Jerry disse ter visto seu espírito ascendendo aos céus. Através do seu site, chamado "Star Magic Healing", ele também menciona ser capaz de "editar o plano cármico de uma pessoa".

Jerry Sargeant, que foi tratado pela imprensa britânica como um "charlatão" de 39 anos, alegava (e talvez ainda alegue de forma mais reservada) ser capaz de curar pacientes com câncer através do Skype. Sim, exatamente isso que você leu. Ele disse ter descoberto suas habilidades relacionadas a "Magia Estelar" após ter sobrevivido a um acidente juntamente com sua família na Romênia
Ele não compareceu ao seu julgamento no início desse ano e condenado à revelia em relação a quatro acusações baseadas na "Lei do Câncer", de 1939, do Reino Unido. A empresa "Star Magic Healing Limited", na qual ele é o único diretor, foi considerada culpada de duas acusações.

Um mandado de prisão foi emitido após ele não ter comparecido ao seu julgamento em março e, no mesmo dia que recente notícia sobre ele foi publicada nos tabloides britânicos, ou seja, no dia 20 de setembro, o Tribunal de Magistrados de Westminster iria definir a sua sentença, porém isso acabou sendo adiado pra o dia 8 de novembro (ele pode pegar uma pena máxima de apenas 3 meses de reclusão). Kirsty Panton, uma representante do Ministério Público, disse que Jerry foi acusado após a "Trading Standards" (uma espécie de departamento de defesa do consumidor) mostrar preocupação com as atividades comerciais de seu site.

Ele não compareceu ao seu julgamento no início desse ano e condenado à revelia em relação a quatro acusações baseadas na "Lei do Câncer", de 1939, do Reino Unido. A empresa "Star Magic Healing Limited", na qual ele é o único diretor, foi considerada culpada de duas acusações.
As autoridades começaram as investigações em junho do ano passado, e descobriram que o site estava oferecendo propostas de tratamento contra o câncer. Kirsty Panton mencionou, que um anúncio dizia sobre a "Cura Energética para o Tratamento do Câncer", e que as pessoas que acessavam o site eram informadas que tinham chegado no local onde havia o melhor tratamento possível contra o câncer. Ele se orgulhava de um "método terapêutico desenvolvido exclusivamente por ele mesmo", que tinha sido "comprovado" como um tratamento eficaz contra o câncer. Outro anúncio, intitulado "Cura Energética & Medicina Ocidental", falava sobre encontrar a "causa fundamental para ajudar os indivíduos", o que significava que as pessoas não precisavam passar pela quimioterapia. Também era alegado, que Jerry Sargeant poderia curar as pessoas com as mãos.

Ao ser interrogado por autoridades policiais, em novembro do ano passado, Jerry disse que, certa vez, colocou as mãos sobre a cabeça da esposa e conseguiu "remover" uma enxaqueca. Referindo-se aos depoimentos de pessoas, que alegaram que foram "curadas" por ele, Jerry Sargeant disse à polícia que havia criado tais depoimentos a partir dos depoimentos de pessoas que tiveram "boas experiências". No entanto, Kirsty acrescentou que foi impossível verificar se os depoimentos no site eram realmente verdadeiros ou não. Jerry também alegou que não sabia que não podia colocar tais anúncios em seu site, dizendo que muitas vezes as consultas eram realizadas à distância, através do Skype, que ele era autodidata, e que simplesmente sabia dessas coisas.

Referindo-se aos depoimentos de pessoas, que alegaram que foram "curadas" por ele, Jerry Sargeant disse à polícia que havia criado tais depoimentos a partir dos depoimentos de pessoas que tiveram "boas experiências". No entanto, Kirsty acrescentou que foi impossível verificar se os depoimentos no site eram realmente verdadeiros ou não.
Kirsty Panton disse que a sessão de curta mais curta, de aproximadamente 15 minutos, custava cerca de £90 (cerca de R$ 380 pela cotação atual e oficial), mas que, segundo Jerry, a sessão poderia demorar entre 15 minutos a 1 hora, porque "não era possível estimar o tempo que magia demorava para acontecer". Jerry também alegou ter sido levado para Alpha Centauri, a estrela mais próxima do nosso Sistema Solar, enquanto meditava dentro de uma pirâmide no jardim de seu amigo, e posteriormente teria retornado, após alguns segundos, através de uma nave espacial. Para vocês terem uma ideia, um pacote de 3 meses chamado "Jornada Conjunta de Cura Energética", que alega poder "dissolver uma doença ou enfermidade, melhorar o desempenho de sua empresa ou elevar sua energia e vitalidade ao próximo nível", custa cerca de £1,999 (cerca de R$ 8.400).

Assim sendo, somem esse caso relacionado ao Jerry Sargeant, publicado um dia antes da notícia sobre a Savannah, juntamente com o caso envolvendo a "bruxa" Shaney Marie, que apareceu de forma meteórica ao longo de todo esse mês na mídia britânica e, como resultado, temos um palco armado, ou seja, nada melhor do que encontrar uma "bruxa" que prometa curar o câncer. Entenderam como funciona o esquema? É mais ou menos assim que tabloides propagam suas histórias. Para isso funcionar como um relógio britânico, eles precisam que as pessoas sejam muito mal informadas tanto por eles quanto ao redor do mundo, algo que acontece quando um mero texto é replicado (muitas vezes mal traduzido), e não ocorre nenhuma verificação prévia do que se propõe a divulgar.

Um Sonoro Alerta Vermelho Sobre a "Bruxa" Savannah! Tudo Indica que Ela não é Exatamente a Pessoa que Alega Ser ou Possuir o Conhecimento que Alega Ter!


O grande problema de propagar uma notícia de forma aleatória e sensacionalista, é que praticamente nunca é verificado exatamente quem é a pessoa por trás da história. Isso acontece rotineiramente em assuntos relacionados a Arqueologia, Antropologia etc. Um exemplo prático disso foi a divulgação sistemática de um suposto "fim do mundo" ou "renovação dos tempos", que foi proposto por um cidadão supostamente chamado David Meade, que ninguém sabe até hoje exatamente quem é. Também há casos de pessoas que fazem questão de dizer que possuem excelentes qualificações acadêmicas, mas quando você investiga um pouco nota-se que muitos não passam de meros curiosos ou exploradores a caça de tesouros e dinheiro, principalmente dinheiro, que é fomentado na "ingenuidade" das demais pessoas. Agora, no caso de Savannah, o caso chega a ser bem gritante.

No site Savannah Ellis, ela menciona ser uma psicóloga clínica
e fundadora do "Instituto de Recuperação da Infidelidade",
além de especialista na área de infidelidade e recuperação de affairs
Para vocês terem uma ideia, a "Black Witch S" seria supostamente chamada de Savannah Ellis, e não seria conhecida apenas por esses nomes. Eis a lista conhecida de apelidos que a mesma possui: Savannah Ellis; Dra. Savannah; Savannah Ellis, DBA, MBA, MPsy (Clinical); Savannah S B; Sav Ellis; Miss Sav; BWS; Black Witch S; Master Hoodoo Witch; Hoodoo Witch, Infidelity Recovery Coach e Infidelity Guru. E sabem a razão pela qual ela tem tantos nomes assim? É porque ela possui diversos sites e se passa por pessoas completamente diferentes em cada um deles! É muito esquisito mesmo. Vou dar alguns exemplos para vocês.

No site Savannah Ellis, ela menciona ser uma psicóloga clínica australiana e fundadora do "Instituto de Recuperação da Infidelidade", alegando ser especialista na área de infidelidade e recuperação de affairs.

Entre os serviços que ela oferece estariam a terapia conjugal, o enriquecimento matrimonial, avaliação e melhoria de habilidades parentais, avaliação e preparação pré-matrimonial, além de ajudar as pessoas a lidar com a depressão, abuso narcisista de conjugês, baixa autoestima e mudança de vida.

Para isso ela oferece terapia via Skype, além de aconselhamentos individuais e para casais. Aliás, na foto ela aparece sendo loira, com a pela bem clara e olhos igualmente claros. Falar nisso, alguém se lembra da foto dela ao lado da avó em Bankstown, na Austrália, no ano passado?



Savannah Ellis alega que é autora de quatro livros: "Reboot your Relationship" (possui edição impressa e digital e foi escrito juntamente com um homem chamado Joe Whitcomb), "I Cheated: Affair Recovery Guide for the Unfaithful Partner" (apenas versão digital, porém com outro nome), "Cheating, Spying, & Lying" (não há nenhuma versão disponível para compra e nem informações sobre o livro em seu próprio site) e "How to date Women" (não há nenhuma versão disponível para compra e nem informações sobre o livro em seu próprio site). No site da Amazon é possível encontrar outros dois livros dela chamados "Affair Recovery: Advice from the Infidelity Recovery Specialist" e "The SECRETS to Attracting Beautiful, Quality Women: Online Dating Solutions For Men", porém existem apenas versões digitais.

Além disso, ela menciona ser uma convidada regular em diversos programas de rádio e televisão na Austrália e nos Estados Unidos, e frequentemente seria entrevistada por revistas ao redor do mundo. Ela seria formada em Psicologia pela Universidade de Monash, na Austrália, teria bacharelado em Ciências do Comportamento e pós-graduação em Psicologia Clínica. Ela também teria muitos anos de experiência em administração de empresas, possuindo MBA e DBA em Administração. Para completar ela alega que é membro da Associação Australiana de Psicologia (APA), membro associado do Instituto Australiano de Administração (AFAIM) e uma Facilitadora Certificada de Preparação e Enriquecimento. Curiosamente, não encontrei nenhuma "Associação Australiana de Psicologia". Em minha pesquisa encontrei apenas a "Sociedade Australiana de Psicologia" (APS) e a "Associação Australiana de Psicologia Clínica" (ACPA). Para piorar ao consultar o quadro de membros, não encontrei nenhuma pessoa chamada Savannah Ellis. Também entrei em contato com a Universidade de Monash, porém não obtive resposta até o fechamento dessa matéria.

Savannah Ellis alega que é autora de quatro livros, entre eles existe um chamado "Reboot your Relationship", que possui edição impressa e digital, e foi escrito juntamente com um homem chamado Joe Whitcomb (na foto)
É no mínimo estranho, que uma suposta psicóloga tão renomada quanto ela tivesse simplesmente saído desse nicho, e passado simplesmente a vender pactos com o diabo pela internet, não acham? Aparentemente, no entanto, ela não teria abandonado esse suposto "aspecto de sua vida", visto que seus perfis em redes sociais estão relativamente ativos, tanto no Twitter, no YouTube, e principalmente no Facebook (a última publicação ocorreu em 19 de setembro desse ano), ou seja, ela não abandonou totalmente esse suposto "aspecto de sua vida", por assim dizer. Alguns poderiam até alegar, que talvez ela quisesse dividir esses dois lados (a magia do trabalho), mantendo isso de forma separada. Bem, primeiramente, seria bem questionável e estranho qualquer pessoa se consultar com uma psicóloga, que prega tudo aquilo que ela disse para o "The Sun". Afinal de contas, que tipo de aconselhamento positivo uma pessoa como aquela poderia fornecer? Em segundo lugar, seria ainda mais estranho se consultar com alguém que alega, por exemplo, realizar sacrifícios de animais, conforme ela alega na página Black Witch Coven. Contudo, a história não para por aqui, existem mais alguns exemplos de sites a serem citados.

Outro site pertencente a Savannah é o Hoodoo Witch, onde, no passado, ela se identificava com o nome de BWS (alguém lembra que esse é o apelido dela no site "Black Witch Coven"?), e dizia que havia aprendido sobre bruxaria em um "porto remoto da Europa" com uma mulher chamada "Janika". Também temos mais um outro site chamado "BWC Learn Spells", onde é mencionado que o BWC seria um coventículo ("coven") verdadeiro e em atividade. O tal coventículo teria começado em Las Vegas, nos Estados Unidos e teria cerca de 13 membros. A escola, no entanto, teria sido fechada temporariamente em 2013, ocasião que eles alegaram ter perdido a amada líder deles (cujo nome não foi mencionado). Também é alegado que, todos os anos, o conventículo viajaria para um determinado país ou local espiritual para se juntar a líderes espirituais locais, e se aprofundarem em termos de conhecimentos, práticas e trocar informações. Novamente é alegado que a "escola virtual" seria a forma de compartilhar esse conhecimento. Na lista de membros podemos notar integrantes chamados de "Black Witch S", "Janika", "Lady Hannah", entre outros, mas não há maiores detalhes sobre os mesmos ou fotos.

Outro site pertencente a Savannah é o Hoodoo Witch, onde, no passado, ela se identificava com o nome de BWS (alguém lembra que esse é o apelido dela no site "Black Witch Coven"?), e dizia que havia aprendido sobre bruxaria em um "porto remoto da Europa" com uma mulher chamada "Janika".
Também temos mais um outro site chamado "BWC Learn Spells", onde é mencionado que o BWC seria um coventículo ("coven") verdadeiro e em atividade. O tal coventículo teria começado em Las Vegas, nos Estados Unidos e teria cerca de 13 membros
Também é possível notar que todos os sites pertencentes a Savannah Ellis (ou uma terceira pessoa que usa esse nome) realizam apenas atendimentos e transações financeiras pela internet, visto que não há qualquer tipo de endereço físico para nenhuma atividade exercida por essa pessoa, o que naturalmente aumenta e muito a possibilidade de suas atividades serem simplesmente um "scam", ou seja, um esquema fraudulento, que tem como finalidade obter vantagens financeiras para uma ou mais pessoas. Além disso, nas publicações realizadas pelos sites, os mesmos sempre contam com fotos obtidas através de banco de imagens, ou seja, sempre são genéricas. Outro detalhe é que, ao menos até o início desse ano, Savannah Ellis morava em Las Vegas (não irei divulgar o endereço por uma questão de privacidade), mas é possível encontrar diversos endereços diferentes utilizados por ela. No site "Hoodoo Witch", por exemplo, foi utilizado um endereço no estado norte-americano de Nevada. Notaram como tudo sobre essa pessoa é bem estranho e não faz muito sentido?

Obviamente, deixei para o final a chamada "cereja do bolo", momento no qual a reputação de "Savannah Ellis" como uma suposta "bruxa" ficará severamente comprometida. Ao pesquisar um pouco mais sobre ela encontrei um tópico no fórum de discussões "Lucky Mojo", que pertence basicamente a Catherine Yronwode, uma escritora norte-americana, editora, designer gráfico, tipógrafa, e praticante de magia, que possui uma extensa carreira na indústria dos quadrinhos. Atualmente, ela vive em uma antiga fazenda na comunidade de Forestville, na Califórnia, juntamente com seu marido, Nagasiva Bryan W. Yronwode.

Nesse ponto vale ressaltar que a "Lucky Mojo" também é uma loja ocultista, que comercializa suprimentos de ordem espiritual, além de uma editora de livros e uma rede de rádio pela internet. Não irei entrar muito em detalhes, mas é importante ressaltar que Catherine Yronwode é bem conhecida tanto nos Estados Unidos, quanto ao redor do mundo, e possui uma série de livros impressos, sobre ervas, óleos, orações, encantos, medicina, magia ancestral etc.

Ao pesquisar um pouco mais sobre ela encontrei um tópico no fórum de discussões "Lucky Mojo", que pertence basicamente a Catherine Yronwode (na foto, tirada há algum tempo atrás), uma escritora norte-americana, editora, designer gráfico, tipógrafa, e praticante de magia, que possui uma extensa carreira na indústria dos quadrinhos.
Nesse ponto vale ressaltar que a "Lucky Mojo" também é uma loja ocultista, que comercializa suprimentos de ordem espiritual, além de uma editora de livros e uma rede de rádio pela internet


Entretanto, Catherine se destaca por seus livros sobre "hoodoo", uma forma de magia popular folclórica afro-americana, que se estabeleceu no Sul dos Estados Unidos, em Nova Orleans. O "hoodoo" não é arte negra, não visa fazer o mal, é magia prática, simpática e natural, sendo que a meta é permitir às pessoas o acesso às forças espirituais para influenciar as suas vidas diárias para benefícios próprios e ajuda aos demais. O "hoodoo" é um sistema informal, que atrai por ser simples e faz uso de ervas, raízes, flores, sementes, pedras, terras e outros itens encontrados na natureza, velas, óleos. Considerando que Catherine é muito respeitada quando de trata de "hoodoo" era inevitável que o caminho de Savannah cruzasse com o dela.

No tópico do fórum "Lucky Mojo", Catherine mencionou que seu contato com uma pessoa supostamente chamada "Savannah Ellis" teria começado em outubro de 2015, quando Savannah teria tentado seguir o seu curso, porém não havia nenhum amigo praticante de magia negra no Facebook da Savannah, a mesma não fazia parte do círculo de amizades de Catherine, e que essa pessoa não havia realizado a compra de quaisquer livros ou produtos. Estranhamente, o cartão de crédito que Savannah forneceu para realizar outras compras foi recusado devido a falta de informações referentes ao seu endereço.

Um email foi enviado para ela com informações referentes ao curso de 52 semanas disponibilizado por Catherine, que ela pretendia seguir, e ela foi avisada que eles precisavam verificar o endereço dela, visto que o sistema não estava conseguindo realizar essa verificação. Savannah não teria respondido ao email, o pedido foi cancelado, e nunca mais Catherine teria ouvido falar sobre ela.

Foto tirada em 2011 mostrando Catherine e sua loja, a "Lucky Mojo", na Califórnia
Entretanto, em dezembro de 2016, uma usuária do fórum "Lucky Mojo" alertou Catherine que Savannah havia copiado boa parte do seu curso e textos escritos por um autor conhecido como "Starr Casas". Ao pesquisar mais a fundo, descobriu-se que ela também copiou o material anteriormente publicado de outros autores e praticantes de "hoodoo".

Catherine e seu marido moveram ações visando a retirada do conteúdo através do serviço de hospedagem "GoDaddy", no qual todos os sites conhecidos de Savannah estão hospedados, porém ainda no início de 2017, ela continuava oferecendo um curso quase totalmente copiado de forma ilegal de Catherine, ou seja, Savannah está vendendo um material como se fosse dela, e sem nenhuma permissão para fazer isso.

Mais uma foto tirada em 2011 mostrando Catherine e sua loja, a "Lucky Mojo", na Califórnia
Catherine, ao longo dos seus 70 anos de idade, chegou a deixar um comentário no blog de Savannah dizendo que a mesma não estava apenas desrespeitando o vudu ou seus adeptos, mas que ela era ladra de direitos autorais. Ela também mencionou, que as histórias autobiográficas de Savannah estavam começando a entrar em conflito, a questionando se ela era uma psicóloga clínica australiana chamada Dra. Savannah Ellis ou então alguém conhecida como Miss Sav, que havia aprendido bruxaria tradicional durante um período de férias, quando criança, em um porto remoto da Europa, com uma "bruxa" chamada Janika, sendo membro de um conventículo de Las Vegas.

Catherine disse que, ao contrário de Savannah, usava seu nome verdadeiro, que era realmente ela mesma, e que só ensinava magia a pessoas que conhecia e aqueles que queriam realmente ter uma conexão mais íntima com a comunidade afro-americana. Catherine expôs Savannah como uma farsante, visto que o ato de copiar seu curso não era coisa de principiante ou entusiasta a magia, visto que Savannah fazia isso rotineiramente através de diversos sites e copiando o material e fotos fornecidas de diversos autores.

Resumindo, AssombradOs? Tudo indica que Savannah Ellis não seja quem diz ser e muito menos possuir o conhecimento que alega ter. E isso, é claro, raríssimos sites e pessoas que realmente se preocupam com a veracidade daquilo que escrevem vão dizer a vocês. Esse é um trabalho cansativo e extenuante, mas que saio com certeza de ter cumprido a minha missão de informar vocês da melhor forma possível. Esse assunto é claro, fará parte dos meus comentários finais.

Comentários Finais 


Quem é Savannah Ellis? Sinceramente, é muito complicado saber como começar a falar algo dessa pessoa denominada Savannah Ellis, sem questionar como ela ainda não foi alvo de uma investigação mais aprofundada por parte das autoridades competentes da Austrália e dos Estados Unidos. É totalmente surreal, que uma pessoa alegue ter realizado um suposto "pacto com o Diabo" para outra pessoa e, então, colocar uma espécie de depoimento anônimo dizendo que essa pessoa teve uma "experiência muito positiva" ao agradecer ao Diabo por seu filho estar vivo. Aliás, Savannah prefere dizer que apenas auxiliou nesse processo ao invocar seu "guia demoníaco" e "orar em grupo". Isso é um ato covarde, vil, grotesco, sórdido, um discurso que somente as pessoas mais cruéis em relação ao sentimento de outras pode fazer. Como que alguém pode oferecer e dizer, que algo assim foi positivo para tratar o câncer e ficar impune? Como alguém pode chegar na mídia, e ainda alegar que a história tinha sido "fake news", mas que apenas o título estava incorreto? Como alguém pode oferecer uma espécie de esperança sombria e falsa para outra sugerindo, ainda que de forma velada, que seus serviços funcionam, que os demônios a escutam e atendem seus pedidos? Onde fomos parar? Aos poucos essa história está se espalhando e viralizando ao redor do mundo e não vejo ninguém se importar em contar a realidade por trás dessa história. A imprensa se tornou apenas o que "essa" ou aquela "pessoa" disse, o que "esse" ou "aquele" determinado site contou. Será que as pessoas não conseguem notar a gravidade disso? As pessoas precisam mesmo serem ensinadas a ler um texto ou se conformam apenas com os títulos apelativos em letras maiúsculas com quatro ou cinco parágrafos?

É muito importante deixar claro, que não me importei em nenhum momento em falar sobre eventuais "pactos com Diabo", se isso realmente existe ou não, se funciona ou não, se é apenas um discurso para tirar dinheiro de pessoas fragilizadas ou não, porque eu seria igualmente insensível com todos aqueles que possuem parentes e conhecem alguém que sofre de algum tipo de câncer. O que se conhece, e que há dados para comprovar que possui um alto índice de eficácia, além de serem realizados inúmeros testes ao longo de décadas, são os medicamentos fornecidos pela medicina convencional. Evidentemente, qualquer pessoa tem o direito de acreditar naquilo que quiser, de procurar aquilo que lhe dê mais esperança na vida, mas outras pessoas não podem convencer as demais que "guias demoníacos" e "pactos com Diabo" podem curar o câncer. Posteriormente, Savannah tentou disfarçar a polêmica gerada, incentivando o tratamento convencional em conjunto com o "espiritual", mas ainda assim ela cobra quase US$ 200, e tenta demonstrar a eficácia de algo através de um depoimento anônimo, uma espécie de "relato" de uma pessoa desconhecida, que poderia ser muito bem ela mesma. Quem garante? Quantos depoimentos vocês não encontram em sites questionáveis onde aparece apenas um nome qualquer e uma declaração do lado? É exatamente baseado nisso, que ela oferece sua "ajuda" para as pessoas. Promessas vazias e bolsos cheios.

Felizmente, tenho orgulho de dizer que, se você chegou até esse ponto dessa postagem, mesmo que não concorde em algum ponto, é um sinal claro que você ainda tem interesse pela leitura, por um texto que você sabe que foi pesquisado e trabalhado para lhe oferecer a melhor qualidade possível em termos de informação. É de extrema importância que vocês conheçam as nuâncias de uma história, o que existe por trás da mesma, e não apenas uma mera tradução, muitas vezes malfeita, a partir de uma fonte ainda mais questionável. Já em relação a Savannah Ellis, espero que em algum momento alguém realmente chame a atenção das autoridades responsáveis, e que seja feita uma investigação adequada sobre ela, visto que ainda existem pessoas comprando um livro sobre relacionamentos provavelmente sem saber que a mesma costuma alegar que sacrifica animais e realiza pactos demoníacos para "ajudar" pessoas a se curarem de doenças e até mesmo o câncer. É difícil saber quem realmente ela era no passado, quem ela se tornou e o que realmente representa essa espécie de personagem, que ela parece ter adotado. Fica, inclusive, a sensação e a dúvida se ela é realmente uma psicóloga clínica, porque se ela realmente for, no mínimo, deveria ter a licença cassada. Enquanto isso, essa história continuará correndo o mundo durante algum tempo, no máximo uma semana, e cairá no esquecimento coletivo, mas não no meu. Talvez, um dia, ainda volte a falar sobre ela. Espero também, que seja para dar uma notícia bem diferente, e que ela esteja onde merece estar, tendo como companhia tudo aquilo que oferece e o que diz acreditar.

Até a próxima, AssombradOs.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://forum.luckymojo.com/copyright-thief-savannah-ellis-hoodoo-witch-bws-t88984.html
http://www.dailymail.co.uk/health/article-4909582/Black-witch-claims-cure-people-CANCER.html
http://www.luckymojo.com/cat.html
https://blackwitchcoven.com/curing-cancer-by-talking-to-demons-and-making-pacts-with-satan/
https://blackwitchcoven.com/my-pact-with-lucifer/
https://web.archive.org/web/20170921223257/https://www.thesun.co.uk/news/4460136/black-witch-claims-she-can-cure-people-from-cancer-by-talking-to-demons-and-making-pacts-with-satan/
https://www.thesun.co.uk/news/4460136/black-witch-claims-she-can-cure-people-from-cancer-by-talking-to-demons-and-making-pacts-with-satan/
https://www.thesun.co.uk/news/4460136/black-witch-claims-she-can-help-heal-people-from-cancer-by-talking-to-demons-and-making-pacts-with-satan
Comentários