14 de setembro de 2017

Amityville: Descubra como foi Morar 28 Dias Nesta Casa Amaldiçoada!

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Assombrados, para comemorar o lançamento de mais um filme da franquia Amityville, nesta postagem vou trazer para você um breve resumo do caso e o que cada membro da família Lutz disse que aconteceu enquanto viveram 28 dias dentro da casa! É de arrepiar...

Defeo e o Brutal Assassinato

O ano é 1965, a família Defeo compra uma bela e grande casa na Avenida Ocean, de número 112. Foram morar na casa, além do Sr. e Sra Defeo, seus 5 filhos, e todos esperavam viver uma vida tranquila. Como em quase toda família, os Defeo enfrentavam problemas familiares, causados pelo filho mais velho, Ronald “Butch” Júnior, que era viciado em drogas e praticava pequenos furtos para sustentar seu vício. Por causa deste comportamento, eram comuns as brigas de Ronald “Butch” Júnior com seu pai, Sr. Ronald Defeo.

Mas a vida da família iria mudar no dia 13 de novembro de 1974, pois o filho problemático Ronald, por um motivo desconhecido, resolveu matar todos os membros de sua família. Com a ajuda de uma carabina, ele foi até o quarto dos pais e os matou, depois foi no quarto de cada um dos seus irmãos e disparou contra eles também. Para finalizar assassinou as outras duas irmãs.

A polícia logo prendeu  Ronald “Butch” Júnior, que no início dizia que os pais tinham envolvimento com a máfia. À polícia ele disse que “Começou tudo muito rápido. Assim que comecei, não consegui parar. Foi tudo muito rápido”. Ele foi julgado e condenado a mais de 100 anos de prisão, e atualmente está na prisão Green Haven em Nova York

Algumas coisas estranhas aconteceram durante os assassinatos, fatos até hoje sem explicação:

- Todos foram mortos enquanto dormiam e por algum motivo estranho ninguém acordou com os disparos.
- Todos foram colocados de bruços antes de serem atingidos.
- Nenhum vizinho escutou o barulho dos tiros de sua carabina, uma arma barulhenta.

E assim termina a primeira parte da história, o massacre da família Defeo.

Os 5 irmãos Defeo. Ronald “Butch” Júnior é o da direita e matou todos eles com tiros de carabina.


Os Lutz se Mudam Para Casa e Ficam 28 Dias!

Um ano depois do massacre da família Defeo, a casa foi vendida, mais precisamente em dezembro de 1975, para a família Lutz, que era composta por George e Kathy Lutz e seus 3 filhos Daniel, de 9 anos, Christopher, de 7 e Missy, de 5... Mesmo sabendo da história trágica da casa, os Lutz diziam não se importar e mudaram-se para ela, mas antes levaram um padre para abençoar o local. Não funcionou pelo visto, pois a família Lutz ficou somente 28 dias no local. Eles simplesmente fugiram, deixando todas as suas coisas para trás!

Eles relataram que surgiam enxames de moscas do nada, portas e janelas abriam e fechavam abruptamente, mãos invisíveis os arranhavam durante a noite, ouviam barulhos, sons de tiro e até visões de fantasmas, enfim, o local estava mal-assombrado.

E assim termina a segunda parte da história, a fuga dos Lutz.

Família Lutz: George no centro, Kathy a direta e Daniel a Esquerda. Cristofer abaixado e Misse na frente da mãe


O Nascimento da Lenda

Livro lançado em 1977 relata
as experiências vividas pelos Lutz
e foi o responsável por começar
a lenda da casa ser mal-assombrada
A família Lutz então chamou o escritor Jay Anson para escrever um livro documentando suas experiências e em 1977, a editora Prentice Hall publicou o livro com o título "Horror em Amityville" e o classificou como uma "história baseada em fatos reais". O prefácio do livro dizia:

Os nomes de pessoas mencionadas neste livro foram modificados para manter sua privacidade. Porém, os fatos e acontecimentos apurados são estritamente verdadeiros.

Foram vendidas mais de 3 milhões de cópias do livro e os Lutz viajavam pelos EUA contando sua história. Também foi produzido um filme em 1979 baseado no livro que arrecadou U$ 80 milhões! Em 2005 foi lançada uma refilmagem do original Horror em Amityville. E agora no ano de 2017 chegou aos cinemas no dia 14 de setembro, Amityville: O Despertar, novo filme da franquia de terror Amityville que conta a história da jovem Belle (Bella Thorne) está disposta a desvendar os mistérios que envolvem a mítica casa para qual se mudou com sua família. Com o destino de sua mãe e seus irmãos em jogo, o bem e o mal colidem numa atmosfera de suspense onde apenas Belle é capaz de defender sua família de uma força sobrenatural.



Warrens Investigam o Local

Vários investigadores ficaram sabendo da casa mal-assombrada e resolveram investigar o local, e é claro que as maiores celebridades no assunto foram fazer uma investigação: Os Warrens! O demonologista Ed Warren e a médium clarividente Lorraine Warren fizeram uma investigação completa do caso e concluíram que a casa era realmente assombrada. Toda a história pode ser lida no website oficial da The New England Society For Psychic Researc, organização fundada pelos Warrens em 1952.

Foi durante uma das visitas dos Warrens que uma das fotos mais assustadoras de todos os tempo foi tirada: Amityville Boy

Foto tirada enquanto Lorraine Warren investigava a casa de Amityville!


Como Foi viver 28 Dias na Casa?

Com o passar dos anos, os Lutz foram revelando como foi viver naquela casa, através de suas palestras e de livros. Quem mais falou no assunto foi Daniel Lutz, que tinha 9 anos na época e fez um documentário contando o que passou. Vamos ver o que foi revelado...

George Lutz:
- não parava de sentir frio e passava boa parte do seu tempo alimentando a lareira com lenha.
- na última noite que a família passou na casa, o rosto de sua esposa havia temporariamente envelhecido e posteriormente a mesma teria levitado da cama.

George adorava dizer que era o cara da casa de Amityville. Aliás, os filhos de Kathy culpam o padrasto George Lutz por tudo que aconteceu, dizendo que foi ele quem abriu um portal para o sobrenatural, pois ele ficava recitando orações e invocando demônios.

Em 2006, morreu de parada cardíaca.

Kathy Lutz:
- Kathy sentia tanta paz dentro da casa que não tinha vontade de sair dela nem para fazer as coisas mais básicas como ir ao mercado comprar comida;

Se separou de George anos depois e morreu em 2004, aos 57 anos.

Daniel Lutz atualmente
Daniel Lutz (9 anos):
- Daniel Lutz, cujo verdadeiro pai havia morrido, disse que começou a sentir-se desconfortável com a casa de Amityville cerca de duas horas após se mudar. Ao apanhar uma caixa no andar de cima para levá-la ao salão de jogos, ele notou que a mesma estava repleta de moscas. Ele disse ter matado uma centena delas, e após ir chamar sua mãe para ver o que tinha acontecido, todas as moscas mortas tinham desaparecido.
- O fato dele ter caído da escada ele credita aos espíritos
- sua cama mexia muito
- diz que toda a família teve uma mudança de personalidade
- uma janela fechou e esmagou seus dedos
- Ficou muito triste pelo fato da igreja não tê-lo ajudado como ele queria
- O ódio que sente por George Lutz. Ele chegara a alegar que tentou matar o padrasto no passado
- Diz ter visto uma figura demoníaca no quarto de sua irmã menor.
- Daniel disse ter visto um espírito invisível entrando na cozinha, derrubando uma faca no chão e deixando uma marca em um assento de vinil acolchoado.

Daniel Nunca quis ser conhecido como 'o garoto de Horror em Amityville', ele queria ser uma pessoa normal, mas aquilo tudo o perseguia, por isso, num belo dia, ele falou com Kathy e saiu de casa em busca de seu lugar.  Chegou a ser mencionado que Daniel saiu de casa quando tinha 15 anos, e morou durante um tempo nas ruas, no sudoeste norte-americano. No entanto, atualmente, Daniel morava com sua esposa e dois filhos no Queens, em Nova York, onde ele trabalhava como pedreiro.

Cristopher (7 anos):
-  Christopher disse que ele e o irmão tinham "compartilhado uma experiência em termos de levitação" em suas camas.
- o cachorro da família também parecia sentir a malevolência do local, uma vez que ele tentou saltar sobre a cerca, mesmo estando preso na coleira.
- uma noite, uma figura escura, e que lembrava uma pessoa apareceu na porta do seu quarto. Ele conseguia ver o que parecia ser o esboço de uma cabeça e de um corpo. "Era tão grande quanto um homem e tão definido quanto uma sombra, mas não vi nenhum pé, e isso me petrificou. Lembro de estar tão assustado, que eu queria gritar 'Mamãe!', mas eu sabia que minha mãe estava muito longe para poder chegar a tempo antes daquilo", disse Christopher, alegando que a sombra avançou na direção de sua cama, e desapareceu em seguida, deixando um intenso odor fétido. Ele garantiu que não tinha sido nenhum sonho.

Cristopher mora na cidade de Phoenix, no Arizona, e alterou seu sobrenome em 1989, retirando o Lutz e colocando o sobrenome de seu pai biológico. Trabalhava como técnico em ar-condicionado e em obras para renovação de ambientes.

Missy (5 anos):
- Simplesmente desapareceu do mapa. Ninguém sabe onde se encontra...

A Casa Atualmente

A casa vem sendo vendida ao longo dos anos por valores que se aproximam do 1 milhão de dólares.
O interessante é que desde os Lutz mais de famílias moraram no local e nunca relataram viver nada sobrenatural!

Faça uma visita com o Google Maps :)
 
Comentários