22 de agosto de 2017

Apartamento AssombradO? Homem Alega que o Espírito de um Menino Quer Matá-lo em seu Apartamento em Nova York, nos Estados Unidos!



Por Marco Faustino

Na última sexta-feira (18), mostrei a vocês um caso sobre o suposto fantasma de um menino, que teria aparecido na vidraça do Hotel Edén, em La Falda, na Argentina. Porém, a parte mais interessante, não era exatamente a "evidência paranormal" apresentada por um jornal de San Lorenzo, mas todo o contexto histórico desse hotel e suas supostas assombrações. Para vocês terem uma ideia os funcionários que trabalham como guias turísticos nos passeios promovidos pela atual administração do hotel, tanto durante o dia quanto a noite, dizem que sentem estranhas presenças, escutam sons de passos, veem sombras e até mesmo aparições. Tudo isso fazia parte do "panorama assustador" diante dos enormes salões vazios, e das ruínas dos mais de 100 quartos do hotel. Além disso, o hotel seria uma fonte inesgotável de tais manifestações paranormais, entre as quais existiriam três que se repetiriam com certa frequência.

Uma dessas "anomalias comprovadas por testemunhas" seria a presença do espírito de uma menina, que morreu devido a tuberculose, e que seria possível ser percebida em uma série de quartos no andar superior do hotel. Também seria possível ver o espírito de uma das primeiras proprietárias, na escadaria do saguão central, e de um "menino fantasma" que resiste em abandonar uma dependência externa do edifício central, local onde teria perdido a vida. Muitos turistas também relatariam, por exemplo, terem ficado perplexos, quando seus filhos pequenos expressaram o desejo de brincar em um dos quartos abandonados que, segundo eles, teria sido a convite de uma menina. Porém, ao procurarem saber sobre essa tal menina, os pais são informados que ela não simplesmente não existe. Vale muito a pena conferir a matéria que fizemos para mostrar a realidade por trás dessas histórias (leia mais: O Suposto "Fantasma" de uma Criança Teria Aparecido na Janela de um Hotel Considerado "Mal-AssombradO" em La Falda, na Argentina?).

Agora, resolvi abordar um caso que havia um tempo que estava tentando trazer ao conhecimento de vocês. Recentemente, um morador da cidade de Nova York, chamado Adam Ellis, vem alegando que seu apartamento está assombrado pelo espírito de um menino, e que o mesmo desejá-la matá-lo. Tudo teria acontecido após alguns episódios da famosa "paralisia do sono", e desde então estranhos acontecimentos estariam ocorrendo em sua vida. Seus gatos vivem nervosos e rotineiramente olham em direção a porta de frente do apartamento, como se pudessem ver ou sentir de outro mundo, e sempre a meia-noite. Adam também já tentou fazer uma proteção com sal marinho próximo a porta, e até mesmo comprou uma tábua Ouija, caso a mesma fosse necessário. Além disso, estranhas figuras supostamente representando o David, e de aparência demoníaca estariam aparecendo em suas fotos. Contudo, será que esse caso é mesmo verdadeiro? Vamos saber mais sobre esse assunto?

O Caso Adam Ellis: Será Mesmo Verdade que um Nova-Iorquino Está Sendo Ameaçado de Morte pelo Espírito de uma Criança?


Toda essa saga envolvendo um homem chamado Adam Ellis começou através de uma simples frase, que ele mesmo postou em sua conta no Twitter, no dia 7 de agosto desse ano, que dizia o seguinte: "So, my apartment is currently being haunted by the ghost of a dead child and he's trying to kill me" ("Então, meu apartamento está sendo assombrado pelo fantasma de uma criança morta, e ele está tentando me matar", em português).

Seu tweet (ou tuíte, como queiram) foi compartilhado quase 70 mil vezes. Sim, isso mesmo que você leu. Desde esse dia, ele vem alimentando seu seguidores com uma verdadeira legião de frases, fotos e vídeos de supostos "fenômenos paranormais" que estariam acontecendo em sua apartamento, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Seu tweet (ou tuíte, como queiram) foi compartilhado quase 70 mil vezes. Sim, isso mesmo que você leu. Desde esse dia, ele vem alimentando seu seguidores com uma verdadeira legião de frases, fotos e vídeos de supostos "fenômenos paranormais" que estariam acontecendo em sua apartamento, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.
Logo após sua primeira frase, ainda no dia 7 de agosto, Adam começou a explicar que esse tal "fantasma" tinha inicialmente aparecido em seus sonhos, mas ele achava que o mesmo tinha cruzado a fronteira do imaginário e ido parar no mundo real. Segundo ele, a primeira vez que ele viu esse "fantasma" foi quando ele passou por algo conhecido como "paralisia do sono", e viu uma criança sentada em uma cadeira de balanço de cor verde, localizada nos pés da sua cama. O mesmo tinha uma cabeça enorme e um lado aparentava estar "mordido."

No começo o "fantasma" estava apenas olhando para Adam, mas, de repente, ele levantou da cadeira e começou a cambalear em direção a sua cama, muito embora Adam não conseguisse se mover, visto que estava paralisado. Nesse ponto, Adam chegou a mencionar que sofria devido a paralisia do sono com muita frequência. Um pouco antes do "fantasma" chegar definitivamente em sua cama, Adam teria acordado gritando.

Segundo Adam, a primeira vez que ele viu esse "fantasma" foi quando ele passou por algo conhecido como "paralisia do sono", e viu uma criança sentada em uma cadeira de balanço de cor verde, localizada nos pés da sua cama. O mesmo tinha uma cabeça enorme e um lado aparentava estar "mordido."
Adam também chegou a mencionar que, algumas noites depois, teve um outro sonho, onde ele estava em uma biblioteca, e uma menina foi até ele e disse: "Você viu o 'Querido David', não viu?". Adam meio que estranhou a situação, e respondeu: "Quem?" E a menina disse: "O 'Querido David'. Você o viu. Ele está morto. Ele aparece apenas a meia-noite, e você pode fazer apenas duas perguntas, se você começar dizendo 'Querido David'. Porém, nunca tente fazer uma terceira pergunta ou ele o matará." Adam disse que ficou muito abalado com essa situação, visto que ter dois sonhos sobre a mesma coisa era algo bem estranho. De qualquer forma, passaram algumas semanas sem haver nenhum incidente, o que teria sido um grande alívio para Adam.

Entretanto, David teria voltado a aparecer em um outro sonho e diante de uma situação muito parecida. Adam disse que estava em sua cama, e David estava sentado na cadeira de balanço próxima da janela, o observando. Durante o sonho, Adam disse: "Querido David, como você morreu?" Então, ele teria murmurado: "Num acidente em uma loja." Então, Adam teria feito uma nova pergunta: "Querido David, o que aconteceu na loja?" David novamente murmurou: "Uma prateleira foi jogada em cima da minha cabeça." Adam disse que ficou gelado de tanto medo, e fez uma nova pergunta "Quem jogou a prateleira?" Porém, David não respondeu. Foi então que Adam percebeu que tinha feito a terceira pergunta, algo que ele não deveria ter feito. Adam acabou acordando, absolutamente aterrorizado. Nos dias que se seguiram a essa sequência de perguntas, Adam disse ter procurado no Google por mortes ocorridas na cidade, mas não encontrou nada sobre uma criança chamada David ter morrido em uma loja. Adam também disse ter tentado diferentes nomes tais como: Daniel, Dylan e Devon. Nada. Novamente, passaram algumas semanas sem ocorrer nenhum incidente.

Entretanto, David teria voltado a aparecer em um outro sonho e diante de uma situação muito parecida. Adam disse que estava em sua cama, e David estava sentado na cadeira de balanço próxima da janela, o observando
Adam continuou comentando, que o apartamento acima do seu acabou ficando vago, e ele teve a oportunidade de se mudar para ele, visto que era bem mais espaçoso. Um ou dois meses se passaram, e ele meio que tinha se esquecido do David. Ele também acreditava que David não sabia como encontrá-lo, uma vez que ele tinha se mudado para o andar de cima. Porém, ultimamente, algo estranho tinha começado a acontecer.

Durante as quatro noites anteriores (em relação ao dia 7 de agosto), seus dois gatos ficavam parados em frente a porta de entrada do apartamento, exatamente a meia-noite. Os gatos ficavam olhando para a porta, como se algo ou alguém estivesse do outro lado. Na noite anterior (6), Adam disse que teve uma sensação estranha, resolveu olhar pelo "olho mágico" da porta, e disse que tinha certeza que tinha visto uma certa movimentação do outro lado. Quando ele abriu a porta e acendeu a luz do corredor do prédio, não havia mais nada, mas seus gatos pareciam estar nervosos e suas caudas estavam bem agitadas. Assim sendo, ele acreditava que o "Querido David" ("Dear David", em inglês) havia o encontrado, e ele não sabia o que fazer diante dessa situação.

Durante as quatro noites anteriores (em relação ao dia 7 de agosto), seus dois gatos ficavam parados em frente a porta de entrada do apartamento, exatamente a meia-noite. Os gatos ficavam olhando para a porta, como se algo ou alguém estivesse do outro lado.
Todas as mensagens de Adam, com exceção do seu primeiro tweet, conseguiram obter, em média, cerca de 3.500 compartilhamentos (lembrando que o "compartilhamento" no Twitter nada mais é do que o "retweet", ou seja, o simples fato de retuitar alguém é um "compartilhamento de informação"). Porém, ainda assim essa é uma boa média diante do seu "relato." Curiosamente, e muito provavelmente devido a toda repercussão gerada, ao final de toda essa história que ele contou, Adam aproveitou para fazer a propaganda de algumas novas camisetas em uma loja virtual.

Curiosamente, e muito provavelmente devido a toda repercussão gerada, ao final de toda essa história que ele contou, Adam aproveitou para fazer a propaganda de algumas novas camisetas em uma loja virtual.
No dia seguinte (8), Adam fez uma enquete que recebeu mais de 13 mil votos, questionando seus seguidores sobre o que lhe mataria primeiro: uma "Guerra Nuclear" ou o "Querido David"? Como resposta, 78% votaram que seria o "Querido David."

No dia seguinte (8), Adam fez uma enquete que recebeu mais de 13 mil votos, questionando seus seguidores sobre o que lhe mataria primeiro: uma "Guerra Nuclear" ou o "Querido David"? Como resposta, 78% votaram que seria o "Querido David."
Já no dia 9 de agosto, Adam começou sua sequência de tweets postando uma foto de um relógio apontando para 0h03, e um vídeo (clique aqui para conferir em sua conta no Twitter) de um dos seus gatos olhando fixamente para a porta.

Já no dia 9 de agosto, Adam começou sua sequência de tweets postando uma foto de um relógio apontando para 0h03, e um vídeo (clique aqui para conferir em sua conta no Twitter) de um dos seus gatos olhando fixamente para a porta
Adam resolveu tirar uma foto através do "olho mágico" da porta, visto que estava com muito medo de abri-la, e sentiu que tinha visto algo. Ele não sabia dizer exatamente o que era, então reuniu coragem e abriu finalmente a porta. Nada havia nada, mas ele acabou tirando outra foto. Adam acreditava que havia alguma coisa próxima ao corrimão, mas ele não tinha certeza se era apenas uma mancha.

Adam resolveu tirar uma foto através do "olho mágico" da porta, visto que estava com muito medo de abri-la, e sentiu que tinha visto algo. Ele não sabia dizer exatamente o que era, então reuniu coragem e abriu finalmente a porta. Nada havia nada, mas ele acabou tirando outra foto
Adam acreditava que havia alguma coisa próxima ao corrimão, mas ele não tinha certeza se era apenas uma mancha
Adam acabou fechando o olho mágico e ido dormir, porque não sabia mais o que fazer. Porém, ele continuava ouvido seu gato miando em direção a porta.

Adam acabou fechando o olho mágico e ido dormir, porque não sabia mais o que fazer.
Porém, ele continuava ouvido seu gato miando em direção a porta.
Pela manhã, Adam resolveu tentar esclarecer algumas coisas para os novos seguidores, que ele vinha ganhando em detrimento de sua história. Primeiramente, ele disse que estava vivo. Em segundo lugar, ele disse que havia testado seu apartamento em relação a emissão de monóxido de carbono (uma das razões científicas para as pessoas alucinarem e acreditarem que estão vendo fantasmas), e que ele não estava sendo lentamente envenenado. Por último, ele alegou que um livro de sua autoria seria publicado no ano que vem, mas que não tinha relação alguma com o David, e que toda essa história não era um marketing viral (algo que discutiremos mais adiante). Adam disse que o lançamento envolvia um um divertido livro de quadrinhos. Ele também disse que manteria as pessoas atualizadas caso mais alguma coisa estranha ocorresse e, como era de se esperar, ocorreu.

No dia 10 de agosto, Adam disse que, apesar dos seus gatos terem voltado suas atenções novamente para a porta da frente, algo que já estava virando uma rotina, a noite estava estava sendo bem tranquila. Então, ele resolveu testar um aplicativo de celular destinado a registrar sons enquanto as pessoas dormem, algo que seria útil, teoricamente, para as pessoas que têm curiosidade em saber o que falam enquanto dormem (facilmente encontrado ao digitar o termo "sleep talk app" no "Google Play" ou "App Store"). Pela manhã, ele citou que o aplicativo tinha registrado apenas o som de carros passando na rua, do metrô, entre outros sons urbanos, e que tentaria mexer nas configurações.

No dia 10 de agosto, Adam disse que, apesar dos seus gatos terem voltado suas atenções novamente para a porta da frente, algo que já estava virando uma rotina, a noite estava estava sendo bem tranquila
No dia seguinte (11), Adam publicou uma foto de uma faixa de sal, que ele fez no chão e diante da porta da frente do apartamento, no melhor estilo dos irmãos Winchester, da série de TV norte-americana "Supernatural", durante a madrugada. No entanto, Adam não sabia se o sal marinho que havia comprado era o "sal correto" para esse tipo de situação.

No dia seguinte (11), Adam publicou uma foto de uma faixa de sal, que ele fez no chão e diante da porta da frente do apartamento, no melhor estilo dos irmãos Winchester, da série de TV norte-americana "Supernatural", durante a madrugada
Já pela manhã ele disse que o aplicativo havia realizado 33 gravações individuais sempre que registrava algum som. Ele acabou divulgando três trechos de áudio, que teriam sido gravados automaticamente entre 2 e 3h da manhã onde mostrariam o som de um passo, seguido de um som de eletricidade estática, e novamente mais um passo. Confira as três gravações abaixo em sequência:







Adam também disse que estaria fora da cidade no fim de semana (dias 12 e 13 de agosto), então não haveria tantos tweets relacionados ao David, mas que ele estava encomendando uma série de "itens" para ajudá-lo.

Nesse ponto vale ressaltar, que Adam encomendou através da Amazon um incenso de sálvia branca (conta-se que os índios norte-americanos dizem que a fumaça da sálvia branca serve não apenas para purificar o corpo, mas lugares e objetos pessoais) e uma certa quantidade de turmalina negra (considerada uma das mais poderosas pedras de proteção existentes no mundo, sendo capaz de neutralizar todas as formas de energias negativas, incluindo ataques psíquicos, mal olhado e todos os tipos de feitiços malignos).

Nesse ponto vale ressaltar, que David encomendou através da Amazon um incenso de sálvia branca (conta-se que os índios norte-americanos dizem que a fumaça da sálvia branca serve não apenas para purificar o corpo, mas lugares e objetos pessoais)...
...e uma certa quantidade de turmalina negra (considerada uma das mais poderosas pedras de proteção existentes no mundo, sendo capaz de neutralizar todas as formas de energias negativas, incluindo ataques psíquicos, mal olhado e todos os tipos de feitiços malignos)
Além disso, ele chegou a mencionar que estava em contato com paranormais profissionais, e até mesmo tinha comprado uma tábua Ouija, muito embora não estivesse em seus planos utilizá-la.

Além disso, ele chegou a mencionar que estava em contato com paranormais profissionais, e até mesmo tinha comprado uma tábua Ouija, muito embora não estivesse em seus planos utilizá-la.
No dia 12 de agosto, Adam postou uma foto se despedindo do apartamento, e dizendo que ficaria o fim de semana fora, sendo que a foto foi questionada por alguns seguidores que disseram, que havia algo sendo refletido no vidro de uma porta ao fundo.

Aliás, Adam também aproveitou para divulgar uma pequena matéria que saiu sobre ele em um site de notícias, que também cobre o mundo do entretenimento, chamado "Bustle", onde ele contou um pouco mais de sua história (algo que também comentaremos mais adiante para influenciar ninguém nesse momento).

No dia 12 de agosto, Adam postou uma foto se despedindo do apartamento, e dizendo que ficaria o fim de semana fora...
...sendo que a foto foi questionada por alguns seguidores que disseram, que havia algo sendo refletido no vidro de uma porta ao fundo
Voltando ao seu apartamento, no dia 14 de agosto, Adam anunciou que tinha comprado uma câmera "Polaroid" (por mais que não seja realmente uma Polaroid, mas uma câmera instantânea Instax Mini 9 fabricada pela Fuji, mas comentaremos sobre isso daqui a pouco).

Ele também disse que essas câmeras eram idiotas e divertidas, porém meio assustadoras. Aliás, ele não esperava encontrar nada ao utilizá-la, visto que na maioria das vezes que ele tinha utilizado a câmera, não tinha observado nada demais. Adam tirou fotos do se quarto, onde aparecia a cadeira de balanço verde, inicialmente citada por ele, assim como de sua sala de estar. As fotos saíram absolutamente dentro do esperado.

Voltando ao seu apartamento, no dia 14 de agosto, Adam anunciou que tinha comprado uma câmera "Polaroid" (por mais que não seja realmente uma Polaroid, mas uma câmera instantânea Instax Mini 9 fabricada pela Fuji, mas comentaremos sobre isso daqui a pouco).
Adam tirou fotos do se quarto, onde aparecia a cadeira de balanço verde, inicialmente citada por ele, assim como de sua sala de estar. As fotos saíram absolutamente dentro do esperado.
Entretanto, assim que ele tirou uma foto do corredor do prédio, a mesma saiu completamente escura. Aliás, em relação ao corredor do prédio, Adam também pensou que ele poderia estar tampando acidentalmente a lente com seu dedo, porém ao realizar o teste, o resultado não era nada parecido. Aliás, em uma foto comparando as duas situações, houve que comentasse ter visto um rosto acima de uma das imagens obtidas pela "Polaroid."

Entretanto, assim que ele tirou uma foto do corredor do prédio, a mesma saiu completamente escura. Aliás, em relação ao corredor do prédio, Adam também pensou que ele poderia estar tampando acidentalmente a lente com seu dedo, porém ao realizar o teste, o resultado não era nada parecido.
Adam chegou a usar um novo pacote de papéis fotográficos, mas as fotos de seu apartamento começaram a sair em branco. Ele inclusive gravou dois vídeos para mostrar isso. O primeiro vídeo mostra Adam tirando uma foto do seu apartamento, que saiu em branco (clique aqui para conferir diretamente em sua conta no Twitter). Já o segundo vídeo, mostra o mesmo esquema em relação ao corredor do prédio, cuja foto saiu totalmente escura (clique aqui novamente para conferir o outro vídeo em sua própria conta no Twitter).

Adam chegou a usar um novo pacote de papéis fotográficos, mas as fotos de seu apartamento começaram a sair em branco
Adam disse que não sabia o que estava acontecendo, e que alguém tinha dito para ele tirar fotos mais de longe com seu celular e com a "Polaroid". Então, ele usou seu iPhone e a "Polaroid". Enquanto a foto tirada pelo iPhone não apresentou nenhuma alteração em termos de luminosidade, a foto da "Polaroid" mostrava o corredor do prédio ao fundo completamente escuro.

Adam disse que não sabia o que estava acontecendo, e que alguém tinha dito para ele tirar fotos mais de longe com seu celular e com a Polaroid. Então, ele usou seu iPhone e a Polaroid. Enquanto a foto tirada pelo iPhone não apresentou nenhuma alteração em termos de luminosidade (à esquerda), a foto da "Polaroid" mostrava o corredor do prédio ao fundo completamente escuro (à direita)
Ele também aproveitou para queimar a sálvia branca e incensar tanto a cadeira de balanço de cor verde quanto o corredor do prédio, por mais que ela não considerasse que aquilo fosse ajudar muito, mas ele estava aberto a sugestões, visto que mal tinha conseguido dormir na noite anterior. Ele continuava acordado e sentindo que algo estava errado ao seu redor.

Ele também aproveitou para queimar a sálvia branca e incensar tanto a cadeira de balanço de cor verde...
...quanto o corredor do prédio, por mais que ela não considerasse que aquilo fosse ajudar muito, mas ele estava aberto a sugestões, visto que mal tinha conseguido dormir na noite anterior.
No dia seguinte (15), Adam mencionou que não tinha sonhado com o David há meses, mas que o mesmo tinha aparecido na noite anterior. Em seu sonho, o quarto estava repleto de fumaça, mas ainda assim ele conseguia ver o David sentado na cadeira. Ele estava menor, como se estivesse encolhido. Além disso, ele não fez e não disse nada, exceto olhar para ele. De qualquer forma, Adam considerava isso uma espécie de mau presságio. No dia 16 de agosto, Adam se limitou a apontar que algumas coisas estranhas estavam aparecendo nas fotos que estava tirando (que já foram citadas anteriormente), e que seu gato permanecia olhando para porta da frente do apartamento há duas semanas, sempre a meia-noite.

No dia 18 de agosto, Adam teria usado novamente um aplicativo para registrar sons enquanto dormia, e o aplicativo sempre registrava o mesmo som de eletricidade estática todas as noites por volta das 3h da manhã.

Os gatos de Adam continuavam olhando sempre para a porta da frente do seu apartamento por volta da meia-noite
Aliás, Adam chegou a dizer que na manhã daquele mesmo dia havia acordado com a casa tremendo, algo semelhante a um pequeno terremoto, e que ele estava tão desconforto quanto alguém que estivesse prestes a encarar uma tempestade. Ainda de acordo com Adam, todos diziam para ele se mudar, mas ele não tinha nenhuma garantia que isso não seguiria.

Após cerca de três dias de silêncio sobre David, Adam voltou a postar informações ontem (21) em sua conta no Twitter. Ele disse que na sexta-feira passada (18) foi dormir cedo, e que estava incrivelmente cansado por algum motivo. Também disse, que teve um sonho naquela noite, em que David o arrastou pelo braço em antigo armazém abandonado. Adam não sabia a razão pela qual ele não lutou contra David durante o sono ou se David era mesmo tão forte assim para arrastá-lo, mas que essa era a "lógica dos sonhos."

Teria sido um sonho assustador, e ele acabou não pensando muito sobre o mesmo ao acordar. No entanto, ao tomar banho, ele teria notado um "hematoma" em seu braço.

Teria sido um sonho assustador, e ele acabou não pensando muito sobre o mesmo ao acordar.
No entanto, ao tomar banho, ele teria notado um "hematoma" em seu braço.
Adam disse que talvez tivesse se machucado na noite anterior, visto que seu braço estava doendo durante a noite, e que tudo acabou se manifestando como um sonho. Ele disse que acabou indo tomar café na rua, algo que ele fazia todos os fins de semana. Aliás, no caminho até a cafeteria, ele sempre passava por um depósito de conserto de carrinhos de alimentação. O mesmo sempre estava muito movimentado, principalmente nos fins de semana.

Entretanto, ontem (21), o mesmo estava completamente vazio. Adam disse que ficou espantado ao ver o lugar vazio da noite para o dia após tantos anos (ele disse que morava no bairro há 4 anos). Basicamente, a única coisa no armazém era uma cadeira verde.

Aliás, no caminho até a cafeteria, ele sempre passava por um depósito de conserto de carrinhos de alimentação. O mesmo sempre estava muito movimentado, principalmente nos fins de semana. Entretanto, ontem (21), o mesmo estava completamente vazio
Adam disse que ficou espantado ao ver o lugar vazio da noite para o dia, após tantos anos (ele disse que morava no bairro há 4 anos). Basicamente, a única coisa no armazém era uma cadeira verde.
Ele lembrou aos seus leitores que David havia sido visto pela primeira vez em sua cadeira de balanço verde, algo que ele achou estranho. Assim que ele voltou, ou seja, após sair da cafeteria, ele percebeu que o armazém tinha sido fechado.

Ele lembrou aos seus leitores que David havia sido visto pela primeira vez em sua cadeira de balanço verde, algo que ele achou estranho. Assim que ele voltou, ou seja, após sair da cafeteria, ele percebeu que o armazém tinha sido fechado
De qualquer forma, Adam terminou dizendo que tinha sido um fim de semana muito estranho. Após cerca de duas semanas após o início de seu "relato", Adam ainda mantém uma média de 1.200 compartilhamentos por tweet.

Quem é Adam Ellis? Seu Apartamento em Nova York Estaria Realmente Sendo AssombradO pelo Fantasma de uma Criança?


Quando contam uma história para vocês, muitas pessoas infelizmente se atentam somente para a história e não para a pessoa responsável por contá-la. Esse é o grande problema, ou seja, quando temos muitas fotos, vídeos e histórias e nada realmente que apresente um significado explícito e verdadeiro. Para começar a descobrir se essa história pode conter alguma verdade, ainda que mínima, é necessário primeiramente conhecer quem é Adam Ellis.

Bem, Adam Ellis (também conhecido por "adamtots") é um cartunista e redator do site de notícias "Buzzfeed", que desenha quadrinhos ou tirinhas destinadas ao público da internet. Ele também co-apresenta um podcast chamado "Better Friendship" e possui sua própria linha de camisetas. Enfim, ele não é tão desconhecido assim nos Estados Unidos.

Bem, Adam Ellis (também conhecido por "adamtots") é um cartunista e redator do site de notícias "Buzzfeed", que desenha quadrinhos ou tirinhas destinadas ao público da internet. Ele também co-apresenta um podcast chamado "Better Friendship" e possui sua própria linha de camisetas. Enfim, ele não é tão desconhecido assim nos Estados Unidos.
Embora ele tenha acumulado um grande número de seguidores tanto no Twitter (quase 200 mil pessoas), no Facebook (quase 800 mil pessoas) e no Instagram (cerca de 750 mil pessoas), ele já foi criticado por seu estilo de arte, particularmente pela sua "leve tendência" de copiar e colar os próprios desenhos de forma sistemática sem dar ênfase na expressividade dos personagens. Além disso, Adam também já foi acusado de copiar as poucas expressões faciais de um trabalho conhecido como "Ctrl+Alt+Del", do autor Tim Bucley.

Adam já foi criticado por seu estilo de arte, particularmente pela sua "leve tendência" de copiar e colar os próprios desenhos de forma sistemática sem dar ênfase na expressividade dos personagens
Adam também já foi acusado de copiar o estilo artístico
de um trabalho conhecido como "Ctrl+Alt+Del", do autor Tim Bucley.
Aliás, vale ressaltar nesse ponto, que o "Buzzfeed" é um site que nasceu com a premissa de divulgar primordialmente conteúdos virais ou polêmicos, sem nenhuma preocupação com a credibilidade. Portanto, é muito complicado quando você trabalha para um site, cujo objetivo é apenas que uma história seja compartilhada a todo custo pelas redes sociais. Você pode não ganhar nada ao compartilhar um conteúdo, mas seu produtor ganha, principalmente em virtude do dinheiro arrecadado com anunciantes. De qualquer forma, é sempre bom ter um pé e meio atrás quando algo (entenda como informação) partir do site "Buzzfeed."

Adam nasceu na cidade de Portland, no estado norte-americano do Oregon, despontando com seu blog chamado "Books of Adam", em julho de 2010, onde ele compartilhava arte e reflexões em diversos tópicos. Em julho de 2013, ele publicou o "Books of Adam: The Blunder Years", um livro contendo sua arte e diversas histórias. Ele começou a publicar seus quadrinhos na rede social de fóruns de discussão chamada "Reddit", em dezembro de 2014. Sua primeira postagem no tópico "/r/ funny" ganhou uma grande repercussão.

Em julho de 2013, Adam publicou o "Books of Adam: The Blunder Years", um livro contendo sua arte e diversas histórias.
Aparentemente, Adam foi contratado pelo site "Buzzfeed" no início de 2015, sendo que atualmente ele aparece como membro da equipe do mesmo.

Em um artigo criado sobre ele no site "The Bad Webcomics Wiki", Adam foi considerado um bom cartunista, porém "preguiçoso", talvez em virtude do site para o qual trabalha, e que muito provavelmente causou sérios danos ao seu portfólio. Resumindo? Adam Ellis trabalha há mais de dois anos para um site destinado a gerar histórias virais. Aliás, sua história também foi publicada por ele mesmo no "Buzzfeed, assim que ele começou sua sequência de tweets no dia 7 de agosto." Interessante, não é mesmo?

Aliás, sua história também foi publicada por ele mesmo no "Buzzfeed, assim que ele começou sua sequência de tweets no dia 7 de agosto." Interessante, não é mesmo?
Em entrevista para o site Bustle, Adam disse que tinha dezenas de pessoas, que diziam e estavam dispostas a ajudá-lo a se livrar do fantasma ou até mesmo se comunicar com ele.

"Provavelmente, recebi mais de 100 mensagens de pessoas dizendo que eram médiuns ou então recomendando médiuns que elas conheciam. Algumas pessoas também falaram para eu entrar em contato com padres. É difícil dizer que está falando sério ou quem está apenas tentando entrar nesse 'jogo' que eles pensam que estou jogando. Porém, não envolvi nenhum médium ainda. Nos filmes, eles costumam irritar os fantasmas, então estou pensando com cautela antes de tomar quaisquer decisões", disse Adam Ellis.

Nessa mesma entrevista, Adam contou que algumas pessoas o questionaram se ele não gostaria de transformar seus encontros com o "Querido David" em um livro ou um filme, mas ele disse que ainda não estava preparado para isso.

Nessa mesma entrevista, Adam contou que algumas pessoas o questionaram se ele não gostaria de transformar seus encontros com o "Querido David" em um livro ou um filme, mas ele disse que ainda não estava preparado para isso
"Ainda não estou buscando nada nesse momento, uma vez que sinto que estou no meio de algo que ainda não compreendo", completou. Aliás, muitos seguidores questionaram a ideia de Adam colocar "uma cadeira de balanço em seu quarto e não esperar que um fantasma sentasse nela", ao menos uma única vez. Contudo, Adam disse que sua cadeira era moderna, e nada parecida com o que era visto em filmes de terror.

Já em relação as evidências apresentadas por Adam, vemos a mistura confusa de uma série de clichês e elementos comuns, que são facilmente palatáveis pelo leitor mediano, principalmente em histórias de terror, ao longo de sua saga: a "paralisia do sono" foi usada como referência e principal causadora dos fenômenos, animais olhando em direção uma porta como se pudessem ver ou sentir de outro mundo, a menção sobre determinados horários como meia-noite e 3h da manhã, a tentativa de comprar itens para utilizar como incenso e proteção, quase entrando no campo do esoterismo, a imagem de uma tábua Ouija, a utilização de sal assim como visto em inúmeros seriados de TV ou filmes, aplicativos de celular comumente usados por milhares de usuários e, principalmente, a utilização de um equipamento fotográfico que é pouco conhecido pelas pessoas. Afinal de contas, você tem em sua casa e sabe operar corretamente uma câmera instantânea? Provavelmente não.

Já em relação as evidências apresentadas por Adam, vemos a mistura confusa de uma série de clichês e elementos comuns, que são facilmente palatáveis pelo leitor mediano, principalmente em histórias de terror, ao longo de sua saga
Na foto tirada a partir de "olho mágico" da porta claramente é possível notar que o mesmo possui diversas manchas, e que podem gerar a tão famosa pareidolia. O mesmo se aplica as demais fotos, exceto, é claro, que as mesmas tenham sido levemente manipuladas para que alguém acabasse naturalmente percebendo alguma anomalia. Isso dá a impressão de descoberta, de algo que surgiu de forma inexplicável e faz com o autor da fraude saia como inocente de quaisquer acusações. Os sons supostamente gravados pelo aplicativo também não dizem muito, visto que Adam possui dois gatos em seu apartamento, sendo que a estática pode ser gerada pelo próprio aparelho celular.

Agora, já o caso referente a Polaroid é a melhor parte. No passado, as fotos tiradas através de uma Polaroid deviam ser obrigatoriamente protegidas da luz assim que saíam da câmera por entre 5 a 10 minutos. Os filmes da Polaroid também possuíam ISO variável, ou seja, quanto mais baixo o ISO, mais luz você precisava para que a foto saísse com uma boa qualidade, sendo que os diferentes tipos de filmes tinham diferentes necessidades de ajustes na câmera. Aliás, os filmes também eram muito sensíveis à temperatura ambiente (vale lembrar que a bolsa de transporte de uma Polaroid era simplesmente uma bolsa térmica), e a temperatura afetava diretamente a foto. Além disso, o processo de revelação acontecia, em grande parte, nos primeiros minutos depois da foto tirada, mas só terminava 24 horas depois.

É importante ter em mente, que o objetivo de uma foto tirada através de uma Polaroid era utilizar as diversas imprecisões e distorções de cores, e tirar algumas vantagens disso. Se alguém tirasse fotos de ambientes ou pessoas, coloridas e com muito contraste de luz podia obter resultados realmente fantásticos e "sobrenaturais" com a mesma.

É importante ter em mente, que o objetivo de uma foto tirada através de uma Polaroid era utilizar as diversas imprecisões e distorções de cores, e tirar algumas vantagens disso. Se alguém tirasse fotos de ambientes ou pessoas, coloridas e com muito contraste de luz podia obter resultados realmente fantásticos e "sobrenaturais" com a mesma.
Curiosamente, o equipamento utilizado pelo Adam não é uma Polaroid, é uma Instax Mini 9, fabricada pela Fuji. Essa câmera é apelidada de "Polaroid da Fuji" (mas ainda assim não é uma Polaroid), porém o termo mais correto a ser utilizado para classificá-la é "câmera instantânea." Apesar do esquema de uma Instax ser muito mais simplificado do que uma Polaroid, a mesma ainda possui diversos problemas, que são comuns em câmeras instantâneas, principalmente em relação a revelação da fotos.

Ao compararmos, a situação é um pouco melhor visto que o filme que a acompanha é ISO 800, mas se o ambiente tiver grandes constastes em termos de iluminação, diversos elementos do mesmo podem ser retratados de forma muito escura ou muito clara, sendo recomendado sempre utilizar o flash da câmera (o alcance efetivo do flash varia entre 0,6 a 2,7m apenas), principalmente em ambientes internos. Além disso, é possível que as fotos saiam totalmente brancas, porém isso geralmente é um defeito do filme que, ao entrar em contato com a Fuji, a empresa troca o mesmo sem nenhum custo ao cliente. Apesar da emulsão química ter sido aprimorada (podendo ser utilizada entre 5 e 40ºC), a câmera ainda possui uma série de configurações que devem ser respeitadas e uma série de dicas e recomendações de utilização.

Apesar da emulsão química ter sido aprimorada (podendo ser utilizada entre 5 e 40ºC), a câmera Instax ainda possui uma série de configurações que devem ser respeitadas e uma série de dicas e recomendações de utilização
De acordo com um site chamado "Queimando o Filme", do blogueiro André Corrêa, que costumava fazer resenhas bem completas de equipamentos fotográficos, as fotos da Instax não precisam de maiores cuidados. Contudo uma vez que o filme da Instax é ISO 800, quem não está acostumado com o equipamento, tende a tirar fotos subexpostas ou sobrexpostas.

A parte mais interessante, no entanto, são os comentários. Em 2014, uma usuária chamada Mayara mencionou que tentou tirar fotos com umas Instax na praia e todas saíram brancas. Já uma outra usuárias Maria reclamou que tirou uma foto do nascer do Sol e a mesma saiu completamente preta. Em um outro blog e resenha brasileira, dessas vez da Carol Kyoko, sobre a Instax, também vemos os mesmos problemas. Resumindo? Não há nada de sobrenatural nas fotos tiradas por Adam, é apenas desconhecimento de como operar uma "câmera instantânea" tanto de sua parte, quanto de muitos leitores que o acompanham. Infelizmente, é assim que essas histórias prosperam no imaginário das pessoas: quanto menos conhecimento, maior a tendência de acreditar cegamente em algo que contam. Evidentemente, Adam poderia estar mesmo passando por toda essa situação, estar em uma espiral de acontecimentos improváveis e aleatórios. Contudo, é muito difícil não acreditar que tudo isso seja um marketing para um livro, um novo personagem ou simplesmente autopromoção.

Particularmente, não é difícil imaginar o porquê o universo do paranormal ou sobrenatural está em uma verdadeira unidade de terapia intensiva ao redor do mundo. Aparentemente, não importa mais o que se conta, importa apenas que a outra pessoa acredite e propague a história, como se fosse gado. Contudo, se pararmos para pensar bem, isso não é de hoje. Quantos filmes não assistimos que foram supostamente "baseados em fatos reais", sendo que foram realizadas dezenas ou centenas de adaptações a história original distorcendo detalhes importantes? Um exemplo clássico é a Annabelle, que tiveram que mudar totalmente a boneca, criando uma nova, que nunca existiu, para soar mais ameaçadora. Existe uma grande diferença entre contar e ouvir uma história de terror, assim como existe uma grande diferença entre apenas divulgar um caso e trabalhar efetivamente para investigá-lo. Meu trabalho sempre é destinado para aqueles que buscam respostas para aquilo que divulgam. Já para os demais, principalmente aqueles que enganam deliberadamente e sistematicamente os demais, e que prometem um conteúdo 100% real, quando nem passa próximo disso, desejo apenas sorte.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://bloody-disgusting.com/news/3452439/man-sees-ghost-dead-child-creepiest-twitter-thread-ever/
http://knowyourmeme.com/memes/people/adam-ellis
http://mashable.com/2017/08/11/ghost-story-twitter/
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2017-08-16/fantasma-crianca.html
http://www.booksofadam.com/
http://www.yourtango.com/2017305731/dear-david-ghost-story-real-viral-twitter-paranormal-haunting-apartment
https://storify.com/moby_dickhead/dear-david
https://twitter.com/moby_dickhead
https://www.bustle.com/p/the-dear-david-story-about-a-child-ghost-haunting-a-mans-apartment-just-got-scarier-75828
https://www.bustle.com/p/who-is-dear-david-this-writers-apartment-is-haunted-by-a-ghost-child-now-the-internet-is-invested-75447
https://www.buzzfeed.com/adamellis/my-apartment-is-being-haunted-by-the-ghost-of-a-dead-child
https://www.facebook.com/buzzfeedadam/
https://www.instagram.com/adamtots/?hl=en
https://www.teepublic.com/t-shirt/1799028-single-in-your-area
https://www.unilad.co.uk/featured/guys-story-of-being-haunted-by-ghost-of-a-dead-child-is-fcking-terrifying/
Comentários