18 de fevereiro de 2017

"Possessão Demoníaca"? Alunos Dizem que um "Demônio Queria Arrancar Suas Almas" Após Usarem a Tábua Ouija, na Colômbia! (Atualizado 20/02)


Por Marco Faustino

Muito provavelmente, a tábua Ouija é considerada como uma das principais "vilãs" em supostos casos de "possessões demoníacas" ao redor do mundo, principalmente na América Latina e Central. Recentemente, no entanto, talvez pela primeira vez, conseguimos realizar uma postagem que não houvesse necessariamente um caso de uma suposta "possessão demoníaca". Conseguem adivinhar qual foi essa postagem? Bem, acertou quem se lembrou da maior tábua Ouija do mundo, pelo menos de acordo com o livro dos recordes, é claro! Naquela postagem, bem completa diga-se de passagem, comentamos sobre o Grand Midway Hotel, que fica localizado em uma espécie de cidadezinha chamada Windber, no condado de Somerset, e a cerca de 13 km ao sul da cidade de Johnstown, no estado norte-americano da Pensilvânia. Esse hotel é repleto de quartos temáticos dos mais variados e horripilantes temas, além de possuir uma fama de ser mal-assombrado. Um dos principais "fantasmas", que circularia pelo local seria de uma jovem chamada Martha Minnie Cerwinsky, que teria morrido na varanda do segundo andar desse hotel, durante uma queima de fogos, no ano de 1911, ou seja, um "fantasma" considerado centenário. Lembro que fiz uma extensa pesquisa sobre todo aquele caso, nos mínimos detalhes, e de quebra mostramos o assunto principal da postagem, que era justamente sobre a maior tábua Ouija do mundo. Também é possível vê-la através do Google Maps (leia mais: A Maior Tábua Ouija do Mundo! Proprietário de Hotel Considerado "Mal-Assombrado" Recebe Certificação do Livro dos Recordes!).

Entretanto, nessa postagem iremos tratar de um assunto bem mais sério, que é sobre uma suposta "possessão demoníaca", que teria acontecido com cerca de 40 alunos do Instituto Educacional Agroecológico Attrato, localizado na pequena cidade de Lloró, na Colômbia. Esse caso é muito semelhante a um outro que divulgamos em maio do ano passado, sobre adolescentes supostamente "possuídos" em uma escola da Tarapoto, no Peru, justamente após usarem a tábua Ouija. Na época, ao pesquisar um pouco mais a fundo sobre a situação, na qual os alunos estavam passando, descobri que as escolas públicas da cidade tinha uma reputação e um histórico muito ruim, pois muitas delas estavam em péssimas condições.

Isso era ainda pior em relação a escola que os alunos passaram mal, visto que os mesmo passaram meses e meses em salas de aula pré-fabricadas instaladas em uma outra escola, aguardando que a escola de origem fosse reformada, suportando o calor sufocante que não permitia que tivessem aulas em ambientes pedagogicamente adequados.Além disso, os alunos tinham que conviver com os alagamentos dentro das salas de aula quando chovia, sendo que faltava água potável na escola em diversos momentos do dia. Assim que a escola de origem ficou "pronta", a mesma foi entregue com uma série de problemas, o ano letivo começou bem atrasado, e ainda havia a suspeita de vazamento de gás na escola, ou seja, imagine o estresse desses alunos (leia mais: Dezenas de Alunos Foram "Possuídos pelo Demônio" Após Usarem uma Tábua Ouija em uma Escola de Tarapoto, no Peru?). Resumindo? Em uma situação de estresse como essa bastaria uma pequena "fagulha" para que eclodisse uma "histeria coletiva", não uma "possessão demoníaca". Agora, será que o mesmo se aplica a esse caso na Colômbia? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Pouco Sobre a Cidade de Lloró, na Colômbia


Confesso que é bem difícil encontrar informações decentes sobre a cidade de Lloró, na Colômbia, então iremos citar apenas o que coletamos de informações minimamente confiáveis a respeito dessa localidade. Lloró é um município colombiano localizado no departamento de Chocó. Para algumas pessoas, os fundadores do povoado foram os mesmos indígenas que deram o nome de "Gioró", em homenagem a um dos seus caciques. Gioró, no entanto, teria acabado virando "Lloró" diante da pronúncia dos colonizadores espanhóis.

Imagem do Google Maps mostrando a localização da cidade de Lloró, na Colômbia
Lloró é um município colombiano localizado no departamento de Chocó, bem humilde, e conta com pouco mais de 11 mil habitantes, sendo que apenas 4 a 5 mil estão assentados na área urbana da cidade.
A pequena cidade, segundo o último censo realizado em 2015, conta com cerca de 11.197 habitantes, porém não é tão fácil chegar até a capital do país, visto que é necessário ir até a cidade de Quibdó, a cerca de 22 km distância, pegar um voo no aeroporto de El Caraño, e após 1h20 desembarcar em Bogotá. De qualquer forma, poderíamos dizer que Lloró localiza-se a 300 km a noroeste da capital colombiana. Confira um vídeo mostrando rapidamente um trecho dessa cidade, publicado em 2012, em um canal de terceiros, no YouTube:



Confira esse outro vídeo, muito interessante, publicado no canal da "Fundación Natura", em novembro de 2014, no YouTube, que é basicamente uma "campanha" da Coca-Cola (iremos explicar sobre isso resumidamente a seguir):



Um outro detalhe que chama muito a atenção nessa cidade, e que pode ser conferido no vídeo acima, é a quantidade de chuva que cai sobre a mesma. Segundo estimativas baseadas nos registros de uma estação meteorológica instalada na cidade, essa localidade teria a maior precipitação anual no mundo, equivalente a 13.300 mm (esse número é um pouco maior do que aferido pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos, o NOAA). Oficialmente, no entanto, a maior precipitação média anual da América do Sul pertenceria à estação localizada em Quibdó, equivalente a 8,991 mm, devido a metodologia empregada nas medições.

Entretanto, a absoluta maioria da população não tinha acesso a água potável, pelo menos não até 2014. Porém, teoricamente isso teria mudado naquele mesmo ano, quando foi realizada uma campanha da Coca-Cola juntamente com uma ONG chamada Fundação Natura (não confundir com a empresa de mesmo nome aqui no Brasil) para levar água potável até o município, ou seja, para instalar uma central de tratamento de água na cidade.

A marca promoveu um evento com celebridades e executivos para leiloar "garrafas personalizadas com a água da chuva de Lloró". A campanha também contava com um site que pedia doações para a cidade colombiana. Sinceramente, é bem impressionante ver algumas imagens realizadas na cidade, nas quais as pessoas espalhavam milhares de garrafas de vidro para coletar a água da chuva para "repassar" a Coca-Cola, com o intuito de vendê-la de maneira simbólica, é claro.

É impressionante ver algumas imagens realizadas na cidade, nas quais as pessoas espalhavam milhares de garrafas de vidro para coletar a água da chuva para "repassar" a Coca-Cola, com o intuito de vendê-la de maneira simbólica, é claro
Enfim, conforme vocês puderam perceber, a cidade de Lloró é uma localidade bem humilde da Colômbia, no qual ainda sofre com a pobreza, o difícil acesso a educação e a exploração ilegal de seus recursos naturais, principalmente em relação ao ouro e a prata.

A situação é tão complicada nessa cidade, que em setembro de 2015, o site de notícias "El Colombiano" publicou que a Estação de Tratamento de Esgoto da cidade de Lloró estava funcionando de forma "intermitente" devido a problemas de energia elétrica (embora houvesse a acusação que a mesma tivesse funcionado por apenas meia hora, desde sua inauguração, em junho daquele ano). Para piorar, a unidade ainda estava sofrendo com o roubo de equipamentos e peças. Diante disso, chega a ser bem difícil dizer a atual situação da cidade, devido a escassez de notícias. A única certeza é que uma situação assim não se resolve da noite para o dia. Esperamos que ao menos água potável a população tenha realmente acesso.

Um Pouco Sobre o Instituto Educacional Agroecológico Atrato, em Lloró, na Colômbia


O Instituto Educacional Agroecológico Atrato de Lloró foi criado em 1968 com o nome de "Colégio Cooperativo Mixto Atrato de Lloró", e sofreu algumas mudanças em seu nome ao longo do tempo. Aliás, o nome atual foi concebido apenas em 2004.

Sua missão é oferecer uma educação para a vida, do jardim de infância até a décima primeira série (de acordo com o modelo educacional adotado pela Colômbia, da 6ª até a 11ª série, algo que seria o equivalente ao nosso Ensino Médio), formando homens e mulheres que conduzam seu próprio desenvolvimento intelectual, espiritual, artístico, econômico e cultural, utilizando os conhecimentos científicos através do estudo permanente e conhecimento agroecológico, com base em um modelo pedagógico sócio-étnico integrado.

O Instituto Educacional Agroecológico Atrato de Lloró foi criado em 1968 com o nome de "Colégio Cooperativo Mixto Atrato de Lloró", e sofreu algumas mudanças em seu nome ao longo do tempo. Aliás, o nome atual foi concebido apenas em 2004
A formação acadêmica dos estudantes é voltada basicamente ao campo, através das práticas agrícolas, da pecuária, e na conservação do meio ambiente. O instituto teoricamente projetaria o estudante ao Ensino Superior, o tornando capaz de participar de processos sociais e contribuir para elaborar soluções para problemas locais, regionais e nacionais. Isso na teoria, porque na prática não é bem assim que as coisas funcionam. Contudo, antes de entrar nessa questão, vamos entender o que aconteceu nessa semana.

Entenda o Caso: A Suposta "Possessão Demoníaca" Ocorrida em uma Escola de Lloró


De acordo com o site do jornal colombiano "El Espectador", na manhã da última quinta-feira (16), mais de 24 jovens, com idades entre 12 e 18 anos, desmaiaram no pátio do Instituto Educacional Agroecológico Atrato. A explicação fornecida pelas autoridades era que na segunda-feira anterior (13), "um menino da 11ª série havia usado uma tábua Ouija". Aparentemente, no entanto, o "efeito colateral" teria sido sentido após alguns dias.

O texto ainda citou um homem chamado Francy Salamandra Martínez, secretário-geral do governo municipal, mencionando que os jovens estariam sofrendo de uma "possessão diabólica", visto que estavam convulsionando, falando com vozes estranhas e chamando a si próprios de "demônios". O centro de saúde da comunidade e duas igrejas (uma católica e outra evangélica) estavam prestando auxílio através de orações, e tão somente "soro", devido a força dos adolescentes. Confira um vídeo publicado pelo "El Espectador", em seu próprio canal no YouTube, no dia 16 de fevereiro (em espanhol):



Também foi sugerido que a última quinta-feira teria começado como qualquer outro dia, quando alguns alunos da 8ª a 11ª série começaram a desmaiar um por um, por volta das 8h da manhã. O diretor da escola encaminhou esses adolescentes para as suas respectivas casas, mas os demaios voltaram acontecer em relação a outros jovens, que começaram a se debater. O prefeito da cidade, Heneil Correa, também tratou o caso como "possessão demoníaca".

"As convulsões aconteciam quando os meninos, que estavam bem, se aproximavam daqueles que estavam gritando. Eles diziam, com vozes muito estranhas, que eram demônios e riam, revirando os olhos", disse Francy Salamandra Martínez, acrescentando que as meninas pediam para suas mães, que não deixassem que o demônio as levassem.

Confira outro vídeo publicado pelo "El Espectador", em seu próprio canal no YouTube (em espanhol):



O site da rádio "La FM" publicou que o total de estudantes afetados chegava a 40, um número bem maior e expressivo de casos. Também foi mencionado que tudo teria acontecido, quando diversos alunos começaram a usar uma tábua Ouija, em uma das salas do instituto educacional. Toda a situação teria sobrecarregado o centro de saúde local, de modo que as crianças estavam sendo tratadas em uma igreja.

Um professor chamado Eutimio Perea, chefe do Núcleo Educacional de Lloró, disse que os professores estavam assustados e as aulas estavam, como era de se imaginar, suspensas.

"O que tenho observado é que os alunos estão convulsionando. Já foram mais de 40 casos. Não há nenhuma explicação, as pessoas falam de um tipo de possessão", disse o professor.

Um professor chamado Eutimio Perea, chefe do Núcleo Educacional de Lloró, disse que os professores estavam assustados e as aulas estavam, como era de se imaginar, suspensas
Uma das mães, de um dos estudantes afetados, e que pediu para não ser identificada, disse que as crianças mencionavam que "estavam sendo possuídas por um demônio, que queria arrancar as suas almas".

"Nunca se viu nada assim antes, estamos tentando encontrar essa tábua para libertar o colégio. Os professores estão muito assustados, meu filho quando desmaiou dizia que um demônio estava arrancando a sua alma", disse essa mãe.

O site de notícias da TV Caracol e da rádio RCN repercutiram uma declaração muito pecular sobre esse caso, proferida por Francis Martínez, o secretário-geral do governo municipal de Lloró:

"Enviamos todas as crianças para igrejas, porque o centro de saúde entrou em colapso. As crianças estão gritando, que estão sendo possuídas por um demônio, e o pior é que os médicos não encontraram uma explicação científica para os desmaios e as convulsões. Por isso é que as trouxemos para que o padre possa benzê-las", disse Francis Martinez.

Uma das mães, de um dos estudantes afetados, e que pediu para não ser identificada, disse que as crianças mencionavam que "estavam sendo possuídas por um demônio, que queria arrancar as suas almas"
Dom Juan Carlos Barreto, bispo da Diocese de Quibdó, chegou a declarar que vem sendo demonstrado em muitas partes da Colômbia e do mundo, que jogos como a tábua Ouija trazem consequências para a vida de quem a utiliza, normalmente de ordem psicológica.

Já o site do jornal "El Colombiano" publicou que o padre Carlos Julio Bueno Valencia, encarregado da paróquia da cidade, disse que os estudantes foram primeiramente atendidos no centro de saúde, onde foram examinados para estabelecer ou descartar, que aqueles comportamentos anormais pudessem ter sido causados por algo "explicável", assim como uma intoxicação devido ao consumo de algum alucinógeno. Ele também disse, que médicos fizeram tudo o que estava no alcance deles, e que eles não conseguiram dar um diagnóstico sobre a situação.

  O padre Carlos Julio Bueno Valencia, encarregado da paróquia da cidade, disse que os estudantes foram primeiramente atendidos no centro de saúde, onde foram examinados para estabelecer ou descartar que aqueles comportamentos anormais pudessem ter sido causados por algo "explicável", assim como uma intoxicação pelo consumo de algum alucinógeno
Toda a situação teria sobrecarregado o centro de saúde local, de modo que as crianças estavam sendo tratadas em uma igreja
"Aparentemente, foi algo transcendental, uma realidade que ultrapassa o limite científico. Pode ter sido uma possessão. Pode ter sido por terem manipulado ou invocado forças obscuras. O que fizemos foi rezar com a comunidade para que o Senhor devolvesse a saúde a essas crianças, para que pudessem retomar as suas atividades diárias", disse o padre.

Uma emissora de TV chamada "Estrella Televisión" também fez uma reportagem sobre esse caso, contando com o depoimento de um dos estudantes dessa escola, chamado William Valoyes, que acreditava que os alunos pudessem ter sido "possuídos por algum espírito". Confira a reportagem abaixo, que foi publicada no canal da própria emissora, no YouTube (em espanhol):



William Valoyes também disse que sentiu seu corpo "queimando", e alegou ter visto um "homem negro", que queria levar a sua alma. Já uma funcionária municipal chamada Yessely Montenegro, que também foi entrevistada, mencionou que aquilo havia acontecido, porque ultimamente os jovens não acreditam em mais nada, não frequentam mais as igrejas, e tudo isso seria uma porta aberta para que o mal pudesse entrar.

Curiosamente, a reportagem apontava que tudo teria sido desencadeado por um aplicativo de celular, que simulava a tábua Ouija. Aliás, essa história sobre um eventual aplicativo de celular simulando a tábua Ouija também foi citado por uma reportagem de TV Caracol (clique aqui para assistí-la). No entanto, será mesmo que aconteceu uma "possessão demoníaca"? É justamente isso que vocês conferem a seguir.

A Situação do Instituto Educacional Agroecológico Atrato de Lloró, que a Mídia Colombiana Não Faz Questão de Comentar


Todo caso de suposta "possessão demoníaca" ou "histeria coletiva" tem um "pano de fundo", que geralmente é bem incômodo, e que a mídia, principalmente da América Latina, não gosta de retratar devido as verbas governamentais que recebem justamente para "evitar" certos assuntos. Isso não é diferente na cidade de Lloró, que apesar de ter passado boa parte de sua história sem água potável, seus habitantes tinham acesso a bebidas, refrigerantes, e ao mesmo tempo frequentavam uma ampla igreja católica, que por sua vez, talvez seja a edificação mais conservada da cidade.

Voltando um pouco no tempo, mais precisamente em maio de 2014, descobrimos que a uma parte do telhado da escola tinha desabado, devido as péssimas condições de infraestrutura do prédio. Em uma "fotonotícia" publicada pelo site "Chocó 7 dias" foi mencionado que seis salas de aula vinham sendo construídas, mas que há anos as obras vinham se arrastando. Com essas novas salas de aulas esperava-se "descongestionar" o bloco antigo, que precisava de uma intervenção urgente. Apesar da foto ser bem pequena, é possível ver o estado precário daquela parte da escola.

Voltando um pouco no tempo, mais precisamente em maio de 2014, descobrimos que a uma parte do telhado da escola tinha desabado, devido as péssimas condições de infraestrutura do prédio.
Porém, a situação era ainda pior. Alguns meses antes, em fevereiro de 2014, o site de uma rádio local chamada "Lloro Stereo" publicou uma triste realidade sobre a escola, apontando que a mesma encontrava-se com salas superlotadas, e havia uma série de compromissos assumidos pela prefeitura, que não estavam sendo cumpridos. Confira as necessidades apontadas pelos estudantes:
  • A criação de um laboratório na escola;
  • A criação de uma granja ou um local destinado a prática agrícola;
  • A infraestrutura de todo o colégio estava comprometida, visto que as portas estava em péssimo estado, as paredes tinham rachaduras, a parte elétrica também apresentava problemas;
  • Faltavam mesas e cadeiras escolares;
  • A criação de uma sala de uso múltiplo;
  • A melhoria das instalações sanitárias;
  • Um melhor acesso a sala de informática;
  • As telhas não estava bem instaladas.
Em 2014, a escola encontrava-se com salas superlotadas, e havia uma série de compromissos assumidos
pela prefeitura, que não estavam sendo cumpridos
Essa última necessidade chama bem a atenção, visto que alguns meses depois, uma parte do telhado da escola acabou desabando, ou seja, a escola estava em uma situação bem precária mesmo. Aliás, no final de 2015, pouco tempo depois de ser eleito com 1.945 votos, o prefeito da cidade Heneil Correa, acabou sendo preso (atualmente ele está solto, como era de se imaginar) ao ser acusado de ser o mandante, ou seja, o principal responsável pelo sequestro de um empresário na cidade, chamado Carlos Ramón Cogoyo, ocorrido em maio de 2012.

Esse empresário passou oito meses em cativeiro, sendo que para soltá-lo os sequestradores exigiram cerca de 150 milhões de pesos colombianos (aproximadamente R$ 160.000 pela cotação atual), algo que aconteceu em 22 de janeiro de 2013. Para vocês terem uma ideia, o prefeito anterior tinha sido condenado a 4 anos de prisão por celebrar contratos sem cumprir os requisitos legais. Resumindo? Lloró tem um vasto histórico de administrações municipais totalmente corruptas.

No final de 2015, pouco tempo depois de ser eleito com 1.945 votos, o prefeito da cidade Heneil Correa, acabou sendo preso ao ser acusado de ser o mandante, ou seja, o principal responsável pelo sequestro de um empresário na cidade
Enfim, apesar não termos nenhuma imagem do atual estado desse instituto educacional, podemos imaginar que pouquíssima coisa deve ter mudado desde então. Muito provavelmente os alunos devem continuar estudando em um verdadeiro inferno. Some isso ao calor, salas superlotadas, pressão social em uma comunidade extremamente humilde, falta de recursos, ausência do poder público e pronto: você tem um cenário perfeito para uma histeria coletiva, não uma possessão demoníaca.

Além disso, esse episódio apresenta todos os elementos em comum de casos semelhantes de histeria coletiva: a absoluta maioria são meninas de uma mesma faixa etária (adultos, por exemplo, não foram afetados), ambiente escolar com um grande número de estudantes, e alunos apresentando convulsões, dores de cabeça, desmaiando e alucinando ao avistarem um suposto "homem ou vulto negro". A tábua Ouija ou qualquer aplicativo de celular nesse sentido, assim como supostas brincadeiras para "falar com espíritos" funciona apenas como um fagulha para um amontoado repleto de galhos e folhas secas.

A tábua Ouija ou qualquer aplicativo de celular nesse sentido, assim como supostas brincadeiras para "falar com espíritos" funciona apenas como um fagulha para um amontoado repleto de galhos e folhas secas
Geralmente, as meninas são mais susceptíveis de serem afetadas que os meninos, justamente pela pressão dos próprios pais, e a cobrança social e escolar imposta. Muitas vezes começa simplesmente com uma única menina. As pessoas pertencentes ao grupo, geralmente fechado, assim como uma roda de amigas em um quarto, são mais afetadas se a primeira pessoa a desmaiar for alguém que elas conheçam bem, ainda mais se a menina possuir uma grande relevância ou elevada admiração pelo grupo. Além disso, as escolas são particularmente mais vulneráveis, justamente por conterem um alto número de estudantes, de uma mesma faixa etária, o que agrava a situação.

Geralmente, as meninas são mais susceptíveis de serem afetadas do que os meninos, justamente pela pressão e cobrança social, escolar e dos próprios pais. Muitas vezes começa simplesmente com uma única menina
Vamos dar um exemplo bem simples. Quando alguém começa a gritar, uma outra pessoa que esteja em um estado semelhante de medo ou tensão, pode começar a gritar junto com ela. E antes que você perceba, um grupo inteiro ou uma sala de aula inteira começaria a gritar em questão de segundos. A primeira pessoa a desencadear isso, normalmente é aquela que apresenta a reação de forma mais violenta.

Já publicamos inúmeras notícias e matérias bem interessantes sobre casos de supostas "possessões demoníacas", "histeria coletiva", e até mesmo alguns casos supostamente relacionados a tábua Ouija. Entre essas postagens ressaltaríamos as seguintes notícias:
Vale ressaltar que cada caso deve ser tratado individualmente e fora do ambiente que gerou essa "histeria coletiva por psicólogos capacitados". Infelizmente, isso não se resolve com oração e trabalhos espirituais. Enfim, AssombradOs, espero que vocês tenham gostado da postagem, e que a mesma possa ter sido informativa e esclarecedora ao mesmo tempo. Evidentemente, vocês podem continuar acreditando que tenha realmente ocorrido uma "possessão demoníaca" ou que a tábua Ouija seja um instrumento satânico. Contudo, diante de todas essas informações que fornecemos para vocês, será mesmo que o culpado de tudo isso é tão somente um mero demônio? Pode até ser, mas garanto que ele é de carne e osso.

Atualização #1 - 20/02 as 8h10: Uma Situação Ainda Mais Estranha! Bispo de Quibdó Descarta Possibilidade de Possessão Demoníaca


Segundo uma notícia publicada no site RCN Radio, no último sábado (18), o bispo de Quibdó, Dom Juan Carlos Barreto, explicou que uma das crianças afetadas teria visto um "vídeo envolvendo a tábua Ouija", o que acabou gerando medo por parte de seus colegas. Ele descartou que os adolescentes estivessem possuídos pelo demônio, conforme mencionado pelos familiares e pelas autoridades. Curiosamente, no entanto, ele não mencionou qual teria sido esse vídeo, e nem mesmo a fonte que lhe mencionou isso.

"Não encontramos nenhum sinal de possessão demoníaca conforme as pessoas interpretaram, visto que se trata, na realidade, de uma sugestão coletiva e de medo. Alguém viu um vídeo sobre a tábua Ouija, e disse que o diabo se apoderava dos jovens", disse Dom Juan Carlos Barreto.

A notícia ainda informava que um grupo de psicólogos, médicos, assistentes sociais e padres se reuniram com os adolescentes (cerca de 37, segundo a RCN Radio), e que ainda não havia indícios de nenhuma doença e nem mesmo de possessão demoníaca. Enfim, apesar disso reforçar um quadro de histeria coletiva, essa história de ver um "vídeo sobre a tábua Ouija" com certeza seria uma novidade entre os casos já divulgados nesse sentido.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://llorostereo.blogspot.com.br/2014/02/se-le-vanto-paro-en-lloro.html
http://noticias.caracoltv.com/colombia/poseidos-extrano-comportamiento-de-estudiantes-tras-usar-aplicacion-para-invocar-espiritus
http://www.choco7dias.com/962/fotonoticia.html
http://www.cocacolaportugal.pt/historias/pulacao-nao-tem-agua
http://www.elcolombiano.com/colombia/sacerdote-dice-que-estudiantes-desmayados-en-lloro-choco-estaban-poseidos-BL5973542
http://www.elespectador.com/noticias/nacional/agua-potable-el-sueno-de-lloro-choco-articulo-490398
http://www.elespectador.com/noticias/nacional/en-lloro-dicen-que-desmayos-masivos-son-culpa-de-la-tabla-guija-articulo-680362
http://www.eltiempo.com/colombia/medellin/desmienten-supuesta-posesion-diabolica-en-choco/16822459
http://www.lafm.com.co/nacional/40-ninos-choco-presentaron-desmayos-convulsiones-tras-jugar-una-tabla-guija/
http://www.noticiasrcn.com/videos/extranos-comportamientos-estudiantes-jugaron-tabla-ouija-choco
http://www.pulzo.com/nacion/juego-tabla-gija-enloquecio-estudiantes-choco/PP212625
http://www.rcnradio.com/locales/medicos-no-tienen-explicacion-desmayos-40-ninos-choco-jugaron-tabla-guija/
https://es.wikipedia.org/wiki/Lloró
https://ticeneducacionartistica.wordpress.com
Comentários