2 de janeiro de 2017

Conheça o "Trisaksri Ghost Repellent": O Dispositivo que Promete "Afastar" e "Destruir" Supostos Espíritos Malignos

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Quando falamos do mundo "paranormal" ou "sobrenatural", e consequentemente a tentativa de provar cientificamente a existência do chamado "outro lado", invariavelmente também surge a tentativa de se comunicar com aqueles que já se foram. Portanto, é natural que sejam criados diversos dispositivos nesse sentido. Os "caçadores de fantasmas" usam uma grande diversidade de métodos criativos e questionáveis para detectar a presença de um suposto fantasma, incluindo pessoas com supostos poderes mediúnicos. Essas pessoas não apenas tentam localizar esses fantasmas, mas também se comunicar com eles, que por sua vez não fornecem nenhuma informação útil ou verificável da vida após a morte. Praticamente todos os "grupos paranormais" afirmam adotar métodos científicos, e a maioria dá essa impressão, porque eles utilizam equipamentos científicos de alta tecnologia, tais como contadores Geiger, detectores de campos eletromagnéticos (EMF), detectores de íons, câmeras de infravermelho, microfones altamente sensíveis etc. No entanto, não adianta você utilizar um equipamento sem saber exatamente o que está fazendo com ele e para o que realmente foi projetado e destinado a fazer. Você pode, por exemplo, possuir o termômetro mais sofisticado do mundo, mas se você estiver utilizando-o como se fosse um barômetro, suas medições serão completamente inúteis.

Talvez o mais popular desses dispostivos até hoje seja o chamado "EMF", o famoso medidor de campo eletromagnético, que detecta forças elétricas e magnéticas invisíveis. Com certeza você já viu alguma pessoa, seja no Brasil através de supostos grupos que dizem que caçam fantasmas ou em séries de TV no exterior, com um detector desse nas mãos. Aliás, caso não saiba, geralmente nem quem vende tais equipamentos para essa finalidade, realmente acredita no está repassando ao consumidor. Em um artigo escrito pelo renomado escritor norte-americano Benjamin Radford, vice-editor da revista Skeptical Inquirer, autor de oito livros sobre os mais diversos assuntos "sobrenaturais", em outubro de 2006 para o site Live Science, é possível notar o quão estranha é essa relação. Ele conversou com Tom Cook, responsável por um site chamado "TomsGadgets", que atualmente não existe mais, mas era uma empresa britânica que vendia kits paranormais "científicos" para quem estava começando a carreira de "investigador paranormal". Tom Cook disse que em locais assombrados, fortes campos eletromagnéticos, assim como flutuações erráticas eram comumente encontradas. Ainda de acordo com ele, aparentemente esses campos de energia tinham alguma conexão definitiva com a presença de fantasmas. A natureza exata dessa conexão era um mistério (diga-se de passagem até hoje ainda é um mistério). No entanto, os campos anômalos seriam fáceis de encontrar. Sempre que alguém localizasse um, era sinal de que um fantasma poderia estar presente, ou seja, quaisquer flutuações erráticas de campos eletromagnéticos que alguém detectasse poderia indicar atividade fantasmagórica. Curiosamente, no final de sua análise, Tom Cook disse que não existia nenhum dispositivo que pudesse detectar fantasmas de forma conclusiva, mas ainda assim vendia "kits de investigação paranormal" que custavam entre £105 e £500 (entre R$ 420 e R$ 2.000 consideração a cotação atual). Esses equipamentos até hoje são um sucesso de vendas em outras empresas do ramo.

Segundo Benjamin Radford, essa é uma realidade desconcertante, que os caçadores de fantasmas tentam evitar a todo custo, um verdadeiro e grande elefante branco em uma pequena casa assombrada, visto que nenhum dispositivo, eletrônico ou não, jamais demonstrou de forma conclusiva a existência de fantasmas. As supostas ligações entre fantasmas e campos eletromagnéticos, temperaturas baixas, radiação, imagens fotográficas estranhas e borradas, e assim por diante atualmente seriam baseadas em nada mais do que suposições, experiências particulares subjetivas, teorias não comprovadas e conjecturas vagas (ainda irei tratar disso em uma próxima oportunidade). De qualquer forma, considerando que mesmo os mais modernos equipamentos eletrônicos utilizados pelos grupos paranormais são incapazes de fornecerem provas mais concretas do que há um século, é possível imaginar quantos dispostivos diferentes devem existir pelo mundo, e que são vendidos com essa mesma promessa. Esse é o caso, por exemplo, de um equipamento muito estranho e bizarro chamado "Trisaksri Ghost Repellent", que é "fabricado" por uma empresa aparentemente tailandesa. O "instrumento" em forma de caixa, que mais parece mais um subwoofer do que algo concebido para afastar forças sobrenaturais malignas, possuiria um sistema de detecção de três estágios consistindo de uma câmera, um microfone, e adivinhem, um detector de campo eletromagnético (EMF). Ao detectar um espírito maligno a caixa se encarregaria automaticamente de enviar uma "onda mortal", que além de afastar esses espíritos que só querem propagar o mal, também seria capaz de destruí-los. Porém, toda essa "tecnologia" tem um custo: US$ 1.500 (cerca de R$ 4.890). Vamos saber mais sobre esse assunto?

O "Trisaksri Ghost Repellent": Um Polêmico Dispositivo Lançado em 2009


O dispositivo chamado "Trisaksri Ghost Repellent" foi lançado em 5 de março de 2009, por uma empresa supostamente tailandesa chamada "Supa Boondee Inventor Science & Technology", com sede no distrito de Mueang Nonthaburi, na província de Nonthaburi, na Tailândia. Aliás, esse distrito fica a apenas a pouco menos de 18 km de distância (ou cerca de 27 minutos de carro) da capital do país, Bangkok.

O dispositivo chamado "Trisaksri Ghost Repellent" foi lançado em 5 de março de 2009, por uma empresa supostamente tailandesa chamada "Supa Boondee Inventor Science & Technology", com sede no distrito de Mueang Nonthaburi, na província de Nonthaburi, na Tailândia.
Aliás, esse distrito fica a apenas a pouco menos de 18 km de distância
(ou cerca de 27 minutos de carro) da capital do país, Bangkok
A antiga página relacionada ao dispositivo, assim como o antigo domínio utilizado pela empresa não existem mais. Atualmente, só existe uma página e um novo domínio com um conteúdo pouco informativo, e com muitos menos "detalhes" sobre o mesmo. Porém, para a nossa satisfação, o Web Archive, uma espécie de museu da internet, possui uma cópia da página referente ao "Trisaksri Ghost Repellent", de 12 de março de 2009, justamente na época que foi lançado. Saber o que era mencionado antigamente é essencial para podermos compreender o que está sendo oferecido atualmente.

Foto da parte frontal do primeiro protótipo do "Trisaksri Ghost Repellent"
Foto da parte traseira do primeiro protótipo do "Trisaksri Ghost Repellent"
Foto do aspecto geral do primeiro protótipo do "Trisaksri Ghost Repellent"
Com o slogan "Get rid of ghost and devil out of your house" ("Livre-se do fantasma e do demônio de sua casa", em português), o produto era apresentado da seguinte forma:

"Você ou alguém pode estar tendo uma experiência com um fantasma ou demônio após ter comprado uma nova casa, em segunda mão, do antigo proprietário. Algumas casas podem abrigar um espírito maligno dentro delas, que irá interferir em sua vida diária, tornando-a infeliz e deixando seus filhos assustados. Até que finalmente muitos de vocês irão abandonar a casa, e encontrar uma nova. Temos uma solução para vocês, o "Trisaksri Ghost Repeller". Basta colocar o dispositivo dentro da sua casa e ligá-lo. Todos os fantasmas e demônios deixarão sua casa e não voltarão nunca mais. Agora, quem irá fugir, você ou o fantasma? Economize dinheiro em encontrar uma casa nova". Vale lembrar que o inglês utilizado pela empresa era e continua sendo péssimo, portanto essa é a tradução mais aproximada da apresentação do produto oferecido por eles.

Com o slogan "Get rid of ghost and devil out of your house" ("Livre-se do fantasma e do demônio de sua casa", em português), o produto era apresentado com um inglês totalmente precário
As especificações do "Trisaksri Ghost Repellent" eram igualmente curiosas. O dispositivo era apresentado como sendo uma caixa de madeira de 20 x 21 x 20 cm, pesando 2,9 kg, e havia duas voltagens disponíveis (110v e 220v) com uma corrente elétrica de 2 amperes (vale lembrar que carregadores de tablets geralmente trabalham com pouco mais de 2 amperes).

A "captura do fantasma" era feita por uma câmera de vídeo "especialmente projetada" para captar campos eletromagnéticos fracos ou "fenômenos naturais". O dispositivo também contava com 15 indicadores de LED para medir o campo magnético e eletromagnético embutidos. Além disso, o sistema repelente era um destaque a parte. Na página era mencionado que a câmera de vídeo capturava a imagem invisível e, em seguida, convertia isso para sinal de rádio, e enviava uma "onda mortal" gerada por um "circuito eletrônico complexo". Impressionante não é mesmo? Agora observem como era dentro da caixa:

  O sistema repelente era um destaque a parte. Na página era mencionado que a câmera de vídeo capturava a imagem invisível e, em seguida, convertia isso para sinal de rádio, e enviava uma "onda mortal" gerada por um "circuito eletrônico complexo".
Na página também era possível encontrar, inclusive, como o dispositivo supostamente funcionava:

"O Trisaksri Ghost Repeller © é composto por um circuito eletrônico complexo. A câmera de vídeo foi especialmente projetada para capturar o sinal invisível e inaudível gerado a partir de um fenômeno natural, tal como um fantasma ou um espírito. O sinal então se converte para sinal de rádio, sendo transmitida uma onda mortal. O espírito ou o fantasma será destruído nesse processo. A saída do dispositivo é extremamente sensível às mudanças, cerca de 0.5% da força do campo magnético da Terra. Geralmente, o espírito ou o fantasma, emitem campo elétrico natural muito fraco, que não pode ser medido pelo medidor comum ou sentido pelos sentidos humanos. O dispositivo foi projetado para ignorar campos de corrente alternada (AC) de linhas de energia, aparelhos domésticos etc. Ele só interage com fantamas e espíritos animais, e não causa nenhum dano a saúde humana".

Ainda era apresentado uma espécie de diagrama mostrando alguns supostos componentes instalados dentro da caixa, e suas supostas funções, tudo de forma bem simplória:

O diagrama mostrando alguns supostos componentes instalados dentro da caixa, e suas supostas funções
Provavelmente e invariavelmente, o "interessado" poderia ter "algumas dúvidas" sobre o produto, então era fornecido uma espécie de "FAQ" (acrônimo em inglês para "Frequently Asked Questions" ou "Perguntas Frequentemente Feitas", em português). Confiram as perguntas e as respectivas respostas:
P1: E se minha casa tiver um espírito do bem, dos nossos antepassados, e que protege a minha família? Essa máquina mataria seu espírito?
R1: A máquina consegue distinguir a entrada do sinal de um fenômeno, visto que um espírito do bem e um maligno possuem particularidades. Assim sendo, o dispositivo irá ignorar ou desviar do espírito do bem.

P2: O que acontecerá se desligarmos a máquina após algum tempo? Como podemos ter certeza que o fantasma não voltará ainda mais furioso?
R2: A máquina é mais inteligente do que o fantasma, e o pavor não irá retornar. Você não irá lutar contra o fantasma, a máquina é que irá lutar contra o fantasma por você.

P3: Como posso saber se minha casa tem fantasmas?
R3: Não temos como lhe dizer. Você é a única pessoa, que passa por essa experiência, que pode saber. Por exemplo, tendo um sonho ruim ou um pesadelo todos os dias, notando algum barulho anormal durante a noite, sentindo medo à noite etc.
Assim como acontece em relação a venda de diversos outros produtos, também eram apresentados supostos casos de sucesso, ou seja, onde o "Trisaksri Ghost Repellent" tinha ajudado pessoas a se livarem de fantasmas. O maior problema, no entanto, é que tudo se resumia a imagens genéricas de casas, sem quaisquer informações que pudessem indicar a localização exata, assim como o histórico das mesmas.

Segundo a antiga página do "Trisaksri Ghost Repellent", nessa casa localizada na província de Petchaboon, no nordeste da Tailândia, o proprietário da casa estava vendo "sombras fantasmagóricas" durante a noite, mas não tinha certeza do que era. A empresa colocou o repelente de fantasmas em sua casa para se livrarem do fantasma, e aparentemente havia dado certo. Porém, iriam avaliar novamente após cerca de duas semanas. Os testes teriam sido realizados em 6 de março de 2009.
Segundo a antiga página do "Trisaksri Ghost Repellent", nessa casa localizada na província de Cholburi, em East Thailand, o proprietário a alugou para abrir uma casa de ervas, e os locatários foram informados que pessoas morreram no local há 2 anos, sendo que eles ouviam vozes estranhas durante a noite. A empresa visitou o local e testou o repelente de fantasma por 3 horas, porém iriam avaliar novamente após cerca de duas semanas. Os testes teriam sido realizados em 7 de março de 2009
Segundo a antiga página do "Trisaksri Ghost Repellent", nessa casa para alugar e localizada em Bangkok, ainda não havia moradores no local, porém o proprietário disse que os antigos locatários ficaram apenas 4 meses no local. Eles disseram que viram mulheres enforcadas no segundo andar. A empresa disse que visitaria em breve o local e avisaria sobre eventuais resultados (isso nunca aconteceu)
Segundo a antiga página do "Trisaksri Ghost Repellent", nessa casa localizada na província de Pathumthani, na região central do país, a filha do proprietário da casa disse ter visto um homem idoso parado, no lado de fora da janela por dois dias seguidos, porém assim que ela saiu para ver, não havia mais ninguém. A empresa disse que visitaria em breve o local e avisaria sobre eventuais resultados (isso nunca aconteceu).
Entretanto, um comunicado publicado em 11 de março de 2009, mostrava que o lançamento do produto não estava indo tão bem assim. Confira o mesmo:

"Desde o dia 5 de março de 2009, quando lançamos esse produto, temos recebido um monte de reclamações conforme vocês podem ler nos comentários em diversos fóruns de discussão na internet.  A maioria das pessoas que estão contra esse produto, nos deixou tristes, por isso vamos esperar cerca de 2 semanas, e se o feedback permanecer negativo, podemos decidir retirar o repelente de fantasmas do nosso catálogo de produtos".

Entretanto, um comunicado publicado em 11 de março de 2009,
mostrava que o lançamento do produto não estava indo tão bem assim
Sim, por incrível que pareça, a empresa "fabricava" e ainda "fabrica" outros produtos, mas comentaremos rapidamente sobre isso no final dessa postagem.

A Repercussão Negativa e a Tentativa de Venda do "Protótipo Original"


Obviamente, diante de um produto com uma aparência tão bizarra e grotesca, visivelmente estranho e aparentando possuir peças de um antigo computador de mesa, era de se esperar que as críticas viessem de forma contundente. Na época, até mesmo sites como o Gizmodo e o Boing Boing divulgaram o equipamento, sem acrescentar maiores detalhes sobre o produto.

Pelo que tudo indica, o dispositivo exibido era apenas uma espécie de "protótipo", e eles tinham a intenção de criar mais um para ser colocado a venda no site eBay.com para que as pessoas interessadas o tivessem como um "souvenir", ou seja, se a história já estava estranha, esse pequeno detalhe indicava que praticamente não havia nenhuma garantia de eficácia do produto.

O site "Weird Things" acrescentou o comentário de um homem chamado Jeff Wagg, que entre outras coisas foi um dos principais colaboradores do site da Fundação Educacional James Randi Educational, do famoso mágico e investigador cético James Randi, entre 2005 e 2010. Segundo Jeff, não havia nenhuma dúvida que o dispositivo iria funcionar como um placebo. Se uma pessoa acreditasse que em sua casa existia fantasmas e achasse que um dispositivo como esse poderia funcionar, a pessoa provavelmente iria acreditar que ao comprá-lo e ligá-lo seu problema seria efetivamente resolvido. Resumindo? Tudo partia da crença das pessoas, não necessariamente de dispositivos.

Jeff Wagg (no centro), que entre outras coisas foi um dos principais colaboradores do site da Fundação Educacional James Randi Educational, do famoso mágico e investigador cético James Randi, entre 2005 e 2010
Apesar de não haver nenhuma indicação de preço na página do produto, é possível notar que o mesmo seria vendido a US$ 259 (cerca R$ 850 pela cotação atual). É difícil saber quem realmente comprou esse dispositivo, nem que fosse apenas por "curiosidade". De qualquer forma, devido a clara repercussão negativa, o produto foi retirado do site, o então "boondee.net", entre 28 de de março de 2009 e meados de 2012, porém esse não seria o fim dessa história.

De qualquer forma, devido a clara repercussão negativa, o produto foi retirado do site, o então "boondee.net", entre 28 de de março de 2009 e meados de 2012, porém esse não seria o fim dessa história.
Entre 17 de setembro de 2012 e 5 de março de 2016, o protótipo original do "Trisaksri Ghost Repellent" voltou a ser comercializado, porém aparentemente nunca apareceu um único interessado em comprar o produto, que era vendido por "apenas" US$ 2.000 (cerca de R$ 6.500 pela cotação atual) sem incluir o frete. Sim, exatamente isso que vocês leram. Desde meados de 2012, a Boondee mudou de endereço virtual, e passou a vender diversos outros produtos, todos igualmente estranhos e de caráter duvidoso através do domínio "boondeeworkshop.com".

Entre 17 de setembro de 2012 e 5 de março de 2016, o protótipo original do "Trisaksri Ghost Repellent" voltou a ser comercializado, porém aparentemente nunca apareceu um único interessado em comprar o produto que era vendido por "apenas" US$ 2.000 (cerca de R$ 6.500 pela cotação atual) sem incluir o frete
E acreditem, ainda estamos longe de um final para essa história!

O Retorno do "Trisaksri Ghost Repellent": A "Nova Versão" de 2016


Em algum momento do ano passado, provavelmente a partir do último trimestre, a empresa de propriedade de uma mulher supostamente chamada Supa Boondee, que se autointitula como "inventora independente" de Ciência e Tecnologia, lançou a versão nº 2 (ou versão 2016, como queira chamar) do "Trisaksri Ghost Repellent".

A proprietária da empresa é uma mulher supostamente chamada Supa Boondee (na foto),
que se autointitula como "inventora independente" de Ciência e Tecnologia
Foto mostrando o interior da "oficina" de Supa Boondee
Postagem do dia 1º de outubro do ano passado, no perfil de Supa Boondee no Facebook, indicando que duas vendas do "Trisaksri Ghost Repellent", uma em 2009 para uma produtora norte-americana e outra em 2016, aparentemente para uma pessoa física. Contudo, conforme vimos anteriormente, nada indica que o dispositivo tenha sido vendido uma única vez desde 2009.
Agora, se você nos perguntar o que existe de diferente após 7 anos, bem, confira com seus próprios olhos nas imagens abaixo. Acredite, será difícil encontrar alguma mudança "significativa na mesma:

Parte frontal da "nova versão" do "Trisaksri Ghost Repellent"
Parte traseira da "nova versão" do "Trisaksri Ghost Repellent"
Interior da "nova versão" do "Trisaksri Ghost Repellent"
Mais uma foto do interior da "nova versão" do "Trisaksri Ghost Repellent"
Aspecto geral da "nova versão" do "Trisaksri Ghost Repellent"
Como vocês devem ter percebido é possível notar pouquíssimas mudanças estéticas, uma grande redução na quantidade de "apetrechos" dentro da caixa, e agora o aparelho só possui a versão em 220v. Atualmente o site não trata mais o dispositivo como protótipo, e o valor que antigamente chegou a custar "módicos" US$ 259, agora está sendo vendido, sob encomenda, por US$ 1.500 (cerca de R$ 4.890 pela cotação atual) mais frete. Para os Estados Unidos o custo do frete é de US$ 140, e eventuais interessados de outros países precisam enviar um email para consultar os valores para suas respectivas regiões. Além disso, a página atualmente não possui mais o FAQ, nem o diagrama de funcionamento do dispositivo e muito menos os "casos de sucesso" em que o mesmo teria sido utilizado. Ah, é claro, quase ia esquecendo de mencionar, que o tempo de "fabricação" do "Trisaksri Ghost Repellent" varia entre 10 e 15 dias

Recentemente, Robert Lea, responsável pelo blog Skeptic's Boot, enviou o diagrama do "Trisaksri Ghost Repellent" para um amigo apaixonado por eletrônica chamado Kenny Biddle, que fez o seguinte comentário: "A primeira impressão que se tem, é que isso parece um monte de coisas usadas e sem valor, de um antigo gabinete de computador. Essa coisa é um "detector de fenômenos"? Os componentes 'inventados' provavelmente devem custar US$ 800 (real valor de varejo... 10 centavos)... São apenas partes de um computador... e algumas outras partes eletrônicas aleatórias (aparentemente de rádios) aparafusadas nas paredes da caixa." Resumindo? Aparentemente "ninguém" acredita no produto, mas isso não impede que o mesmo seja colocado à venda para se aproveitar de "alguém" em algum momento.

Alguns Outros Equipamentos Vendidos pela Empresa "Supa Boondee Inventor Science & Technology"


Nessa parte final da postagem, acho interessante ressaltar alguns outros produtos que são vendidos pela empresa "Supa Boondee Inventor Science & Technology". Entre eles temos a "armadilha" para mosquitos sendo vendida com a promessa de 99.9% de eficácia em apenas 2 dias de funcionamento (aparentemente, esse é o maior sucesso de vendas da empresa). O funcionamento é um "segredo comercial" que a empresa prefere não divulgar ao seu público. Porém, visivelmente a estrutura da "armadilha" é bem simples.

Aparentemente, a "armadilha" para mosquitos é o maior sucesso de vendas da empresa, e o funcionamento é um "segredo comercial" que a empresa prefere não divulgar ao seu público. Porém, visivelmente a estrutura da "armadilha" é bem simples
Outro dispositivo "inventado" é uma espécie de "aparelho de som" que reproduz CD's e arquivos de música no formato .mp3, com 30 Watts RMS, rádio AM/FM, entrada USB, dois alto-falantes externos (com entrada auxiliar), controle remoto e display LCD, que "incrivelmente" exibe o nome da música que está sendo tocada. Esse seria outro aparelho bem popular da empresa.

Supa Boondee ao lado de sua invenção, um "aparelho de som" bem simplório
Existem, é claro, diversos outros dispositivos sendo vendidos pela empresa e você pode conferir todos eles ao clicar aqui. Um outro equipamento que nos chama muito a atenção é o "Boondee Hand Winding Rechargeable Power Supply", que promete que uma pessoa terá eletricidade, de forma gratuita, 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem se preocupar com a força dos ventos ou contar com dias ensolarados para poder gerar uma energia limpa.

Um outro equipamento que nos chama muito a atenção é o "Boondee Hand Winding Rechargeable Power Supply", que promete que uma pessoa terá eletricidade, de forma gratuita, 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem se preocupar com a força dos ventos ou contar com dias ensolarados para poder gerar uma energia limpa
Essa "máquina" é bem grande e supostamente gera energia simplesmente ao girar de forma mecânica um grande e aparentemente pesado disco de madeira, como se fosse um "dínamo", com a promessa de até 3.000 watts, e contando com apenas uma bateria de chumbo-acido de 12V. Acho que não precisamos dizer nada sobre a suposta "eficácia" do produto, precisamos? De qualquer forma, a "Supa Boondee Inventor Science & Technology" possui um canal no YouTube, onde vocês podem conferir as surreais "demonstrações" de alguns dos seus "inovadores" produtos (não existe demonstração em relação ao "Trisaksri Ghost Repellent"), mas não colocarei os vídeos aqui para evitar o sofrimento ainda maior de vocês. Fiquem à vontade para assistí-los caso tenham curiosidade.

Enfim, AssombradOs, acho que nem preciso dizer ou fazer um comentário final extenso para dizer que a "Trisaksri Ghost Repellent" não funciona, sendo apenas mais uma tentativa de enganar as pessoas que acreditam no mundo paranormal ou sobrenatural. A parte interessante disso tudo é que não podemos culpar a empresa tailandesa por oferecer algo tão estranho e claramente falso como esse. Talvez se essa empresa estivesse em outro país, o produto tivesse um design mais interessante, as peças fossem mais "sofisticadas" e sem tantos indicativos do que pudessem realmente ser, a empresa apresentasse análises e documentos de pessoas ou laboratórios que nunca ouvimos falar, mas que aparentassem ser "sérios" e "renomados", fosse divulgado por um site de cunho pseudocientífico, e custasse bem mais barato, poderia fazer sucesso, mas enganando tão somente os vivos.

Agora, a pior parte é saber que o "Trisaksri Ghost Repellent" não está muito longe de outros equipamentos modernos, destinados a "investigadores paranormais", que são vendidos a um custo elevado, possuem uma grande aceitação, e sem qualquer tipo de crítica mais enérgica. Tanto a eficácia desse produto, que podemos ver claramente que é algo inútil, quanto aqueles produtos que parecem tão tecnológicos que muitos acreditam que servem até mesmo para conversar com espíritos, praticamente resulta na mesma coisa. Tudo continua dependendo tão somente da sua crença, do que você acredita que viu ou ouviu, interpretando tudo de uma forma muito particular e subjetiva ou se guiando por informações divulgadas ao longo do tempo, que não possuem nenhuma comprovação científica ou estudo realmente sério e revisado por pares. Complicado, não é mesmo? E assim iniciamos mais um ano, com o desejo de mudança e um real aprofundamento nesse campo, que recebe cada vez mais farsantes do que pessoas dedicadas e honestas.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://gadgets.boingboing.net/2009/03/12/trisaksri-ghost-repe.html
http://gizmodo.com/5168835/trisaksri-ghost-repellent-zaps-unwanted-spirits-with-radio-wave-blast
http://mysteriousuniverse.org/2016/12/ghost-repellent-available-just-in-time-for-christmas-eve/
http://skepticsboot.blogspot.com.br/2016/12/the-trisaksri-ghost-repellent-is-indeed.html
http://weekinweird.com/2016/12/12/ghost-repellent-device-exorcises-unwanted-paranormal-entities/
http://weirdthings.com/2009/03/new-device-makes-ghostbusters-obsolete/
http://www.coasttocoastam.com/article/thai-company-creates-ghost-repellent-device
http://www.livescience.com/4261-shady-science-ghost-hunting.htm
http://www.odditycentral.com/funny/thai-company-wants-to-sell-you-this-1500-ghost-repelling-device.html
https://web.archive.org/web/20090314034058/http://www.boondee.net/ghost-repeller/index.html
https://web.archive.org/web/20160201000000*/http://www.boondeeworkshop.com/ghost-repeller/index.html
https://www.bitterwallet.com/news/the-ghost-killing-gizmo-that-could-change-the-world-8820
https://www.facebook.com/supaboondeeshop
https://www.youtube.com/user/lalita078/videos?view=0&sort=dd&shelf_id=2
Comentários