22 de novembro de 2016

Transplante de Cabeça: Sergio Canavero Apresenta Sistema de Realidade Virtual e Nanolâmina em Recente Conferência!


Por Marco Faustino

Alguém duvidava que o assunto sobre o "transplante de cabeça" voltaria a ser comentado novamente antes do ano terminar? Em nossa última postagem esse assunto, em setembro, tínhamos mencionado para vocês que neste mês, o Dr. Sergio Canavero, ex-diretor do Grupo de Neuromodulação Avançada de Turim, na Itália, apresentaria o "GEMIN-o-tome". De acordo com Canavero, esse dispositivo seria uma espécie de uma "nanolâmina", que deverá utilizada para cortar a medula espinhal no primeiro transplante de cabeça humana, cuja pretensão é que seja realizado no final de 2017. Essa nanolâmina, por sua vez, estaria sendo projetada pelo multipremiado Dr. Farid Amirouche, professor de Engenharia Mecânica e Bioengenharia, assim como professor de Ortopedia da Universidade de Illinois, em Chicago, nos Estados Unidos. Além disso, havia uma expectativa muito grande para que o Dr. Sergio Canavero divulgasse maiores informações e efetivamente revelasse quem são as pessoas que estão apoiando um projeto considerado completamente surreal em razão das tecnologias disponíveis atualmente, e das implicações sociais, éticas, religiosas e até mesmo políticas em relação a esse tema.

Vale a pena ressaltar, que ao longo do tempo o Dr. Srgio Canavero conseguiu o apoio de pouquíssimos cientistas, porém as notícias que foram divulgadas dessas parcerias foram bem pertubadoras. Um dos parceiros de Canavero seria um cirurgião chinês chamado Dr. Xiaoping Ren, da Universidade de Medicina de Harbin, na China, que alegou ter feito mais de 1.000 transplantes de cabeça em ratos e, inclusive, foi divulgado no começo desse ano, que esse cirurgião teria realizado um transplante de cabeça em um macaco. Uma incógnita ainda maior paira sobre o Dr. C-Yoon Kim, visto que em muitos sites de notícias ele é apresentado como professor e pesquisador no Departamento de Biologia de Células-Tronco da Faculdade de Medicina da Universidade Konkuk, em Seoul, na Coreia do Sul, e pesquisador da Universidade Nacional de Seoul. Contudo, em seu perfil no Facebook consta que C-Yoon Kim pertenceria atualmente a Faculdade de Medicina da Universidade CHA (Christianity Humanism Academia).

Está se sentindo meio perdido em toda essa história? Vocês podem conferir todo o amplo material que já publicamos e gravamos sobre esse assunto, tanto aqui no blog AssombradO.com.br, quanto no canal AssombradO:
Como vocês podem perceber, pela quantidade de postagens e vídeos que já fizemos ao longo do tempo, muito provavelmente somos a maior fonte de informação em língua portuguesa quando o assunto é "transplante de cabeça". Agora, em mais essa postagem, você ficará sabendo as novidades reveladas pelo Dr. Sergio Canavero durante uma conferência na última sexta-feira (18), na Royal College of Physicians and Surgeons, na Escócia. Ele anunciou que será utilizado um sistema de realidade virtual, comentou sobre a "nanolâmina" e também apontou os eventuais progressos com o "Texas-PEG", uma versão aprimorada do polietilenoglicol, ou simplesmente PEG, que poderia ajudar a reconectar a medula espinhal cortada, e que estaria sendo desenvolvida por uma equipe da Universidade Rice, em Houston, no estado norte-americano do Texas. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Breve Resumo da Nossa Postagem Anterior Sobre o Transplante de Cabeça


Antes de abordarmos essas mais recentes novidades, vamos recapitular rapidamente alguns pontos que tinham sido comentados em setembro desse ano. Acredito que isso é fundamental, visto que nem todo mundo tem paciência para reler ou rever tudo o que já mencionamos anteriormente.

Em nossa última postagem divulgamos um vídeo onde um ratinho aparecia andando e se alimentando normalmente após duas semanas de tratamento com o "Texas-PEG", que funcionaria como uma espécie de "cola" para unir as duas extremidades de uma medula espinhal. Evidentemente, foi questionado a razão pela qual somente um ratinho aparecia no vídeo, e a resposta era que uma inundação no laboratório matou quatro dos cinco ratinhos que tinham sido tratados com o "Texas-PEG", ou seja, só teria sobrado aquele. Estranho, não é mesmo? Confira esse vídeo, que publicado no dia 20 de setembro, pela New Scientist, em seu respectivo canal no Youtube (em inglês):



Além disso, um procedimento semelhante teria sido realizado em um cachorro. No dia seguinte ao procedimento, o cachorro estava completamente paralisado, mas depois de três dias, a equipe relatou um "movimento mínimo" em todos os quatro membros. Após duas semanas, o cachorro teria sido capaz de se arrastar com a ajuda de seus membros posteriores e membros anteriores, sendo que durante a terceira semana o mesmo teria sido capaz de andar.

Operação da transecção da medula espinhal cervical em um cachorro. Fluoroscopia braço-C (A). Exposição da medula cervical (b). Aplicação de PEG (C). Transecção da medula cervical com lâmina (D)
Recuperação funcional durante 3 semanas.
72 horas (A), 10 dias (B), 14 dias (C), 17 dias (D), 20 dias (E) e 24 dias pós-operação (F)
Foi sugerido na época, que mais de 90% da sua medula espinhal teria sido cortada, algo semelhante ao que é visto em pessoas que recebem facadas na medula espinhal. Independente disso, toda essa situação comoveu milhares de pessoas em nossa página no Facebook, assim como em nosso canal no YouTube, que se mostraram muito revoltadas pela crueldade que estava sendo feita com os animais.

Entretanto, a situação iria piorar quando o Dr. Sergio Canavero deu uma entrevista para o programa "Good Morning Britain", da emissora britânica "ITV", direto de Turim, na Itália, na manhã do dia 20 de setembro, dizendo que sua equipe iria realizar experimentos em cadáveres antes de tentar um transplante de cabeça em Valery Spiridonov. Disse também que a operação em um paciente "vivo" só seria realizada quando houvesse pelo menos 90% de chances de que o mesmo sobrevivesse ao procedimento.

Para quem não lembra, o Valery Spiridonov, um homem de nacionalidade russa, que possui a doença de Werdnig-Hoffmann, também conhecida como atrofia muscular espinhal, e vem sendo cotado para ser o primeiro humano (ou paciente "vivo") a passar pelo transplante de cabeça humana.

Entretanto, a situação iria piorar quando o Dr. Sergio Canavero deu uma entrevista para o programa "Good Morning Britain", da emissora britânica "ITV", direto de Turim, na Itália, na manhã do dia 20 de setembro
Ao ser questionado por um dos apresentadores sobre qual seria sua resposta para aquelas pessoas que o acusavam de levar falsas esperanças a população, ele respondeu que essas pessoas não sabiam o que estão falando, porque ele vinha pensando e planejando isso nos últimos 30 anos.

O Dr. Hilary Jones, conhecido no Reino Unido por sempre ser convocado para aparecer e dar sua opinião em diversos programas de TV, estava presente nos estúdios da ITV e demonstrou preocupação com toda essa história, assim como quase todos os médicos que já foram consultados, e que já deram uma opinião pública sobre isso. Ele ressaltou que os medicamentos imunossupressores talvez não fossem suficientes para evitar uma eventual rejeição do corpo, no qual seria realizado o transplante. Além disso, os nervos responsáveis pelos batimentos cardíacos e até mesmo pela respiração talvez não conseguissem ser adequadamente reconectados, algo que faria com que Valery Spiridonov, que também estava presente nos estúdios da ITV, usasse um respirador pelo resto da vida.

Como resposta, Canavero foi ríspido e simplesmente disse que o Dr. Hilary não sabia o que estava dizendo, e que ele nem mesmo teria lido os artigos publicados sobre o assunto. Assista a um trecho da entrevista com o Dr. Sergio Canavero, que foi publicado na conta da ITV, no Youtube (em inglês):



Os artigos citados por Canavero faziam referência a uma série de cinco artigos, todos os co-editados por ele mesmo para o periódico Surgical Neurology International, onde pesquisadores da Coreia do Sul e dos Estados Unidos "detalhavam" a técnica de reparação da medula espinhal aplicada ao rato, ao cachorro, assim como as propriedades do PEG (polietilenoglicol).

Esses artigos levaram outros cientistas a expressarem suas dúvidas e preocupações sobre o que a equipe de Canavero andava fazendo. Para muitos cientistas os artigos eram fracos, havia pouquíssima informação realmente relevante, e o procedimento ainda estaria bem distante da realidade atual.

Assista também o vídeo que fizemos a respeito desse assunto:



Contudo, será mesmo que o primeiro transplante de cabeça humana está tão longe de se tornar uma realidade? A seguir vamos acompanhar o que o Dr. Sergio Canavero disse durante uma conferência na última sexta-feira (18) na Royal College of Physicians and Surgeons of Glasgow, um instituto de médicos e cirurgiões em Glasgow, na Escócia.

A Glasgow Neuro Conference 2016: A Participação do Dr. Sergio Canavero, na Sexta-Feira Passada (18), na Escócia


O Dr. Sergio Canavero foi um dos palestrantes da Glasgow Neuro Conference 2016, que foi realizada entre os dias 18 e 19 de novembro na Royal College of Physicians and Surgeons of Glasgow, que conforme acabamos de mencionar, é um instituto de médicos e cirurgiões em Glasgow, na Escócia.

O Dr. Sergio Canavero foi um dos palestrantes da Glasgow Neuro Conference 2016, que foi realizada entre os dias 18 e 19 de novembro na Royal College of Physicians and Surgeons of Glasgow, um instituto de médicos e cirurgiões em Glasgow, na Escócia
Aparentemente, se formos considerar as fotos que foram tiradas e publicadas na página oficial da conferência, no Facebook, tudo indica que essa tenha sido mais uma apresentação fantasiosa e teatral do Dr. Sergio Canavero, visto que ele normalmente apresenta sua iniciativa dessa forma. Infelizmente, não temos uma análise mais aprofundada do que aconteceu. Se ele viesse ao Brasil, com certeza estaríamos na sala de conferência anotando todos os detalhes e passando as nossas impressões para vocês.

Aparentemente, se formos considerar as fotos que foram tiradas e publicadas na página oficial da conferência, no Facebook, tudo indica que essa tenha sido mais uma apresentação fantasiosa e teatral do Dr. Sergio Canavero

Foto do Dr. Sergio Canavero durante a Glasgow Neuro Conference 2016


Um exemplo bem claro sobre a teatralidade do Dr. Sergio Canavero, foi a avaliação da mídia norte-americana quando ele tentou recrutar médicos na conferência anual da Academia Americana de Cirurgiões Neurológicos e Ortopédicos (AANOS), em junho do ano passado, no Hotel Westin, na cidade de Annapolis, Maryland, nos Estados Unidos. Na época, o evento foi considerado bem pequeno, talvez contando com mais ou menos 100 cirurgiões. Pode parecer pouco, mas a organizadora da conferência, Maggie Kearney, passou boa parte do dia evitando os repórteres na expectativa de uma sala lotada. Ela disse que em cerca de 15 anos não conseguia se lembrar de um único repórter que tinha estado presente na conferência antes (leia mais: Transplante de Cabeça: Sergio Canavero Tenta Recrutar Médicos em Recente Conferência nos Estados Unidos).

O Dr. Sergio Canavero, no entanto, não convenceu a maioria dos repórteres e médicos presentes, e aparentemente mudou seu itinerário desde então, fazendo visitas a China, Índia e Reino Unido, talvez em busca de menos questionamentos e mais apoio a sua iniciativa, por assim dizer. Sua recente palestra na Glasgow Neuro Conference 2016 é segunda vez em três meses, que ele consegue uma maior visibilidade na poderosa e icônica mídia britânica.

A recente palestra do Dr. Sergio Canavero na Glasgow Neuro Conference 2016 é segunda vez em três meses,
que ele consegue uma maior visibilidade na poderosa e icônica mídia britânica
Mais uma foto do Dr. Sergio Canavero durante a Glasgow Neuro Conference 2016, mostrando
um esquema básico de como funcionaria o primeiro transplante de cabeça humana do mundo
Foto do Dr. Sergio Canavero juntamente com os organizadores
e alguns participantes da Glasgow Neuro Conference 2016
Entretanto, será que dessa vez o Dr. Sergio Canavero conseguiu convencer aqueles que estavam presentes? Será que ele apresentou novidades realmente revolucionárias de modo a dar mais um passo em direção ao polêmico e controverso transplante de cabeça humana?

Bem, ele apresentou pela primeira vez, um sistema de realidade virtual para o transplante de cabeça desenvolvido por uma empresa chamada Inventum Bioengineering Technologies, de Chicago, no estado norte-americano do Illinois. Também pela primeira vez, ele apresentou tão somente o projeto da tão falada "nanolâmina", que estaria sendo desenvolvida pelo Dr. Farid Amirouche, da Universidade do Illinois, também nos Estados Unidos. Iremos conhecer um pouco mais sobre ambos daqui a pouco.

Em entrevista a Sky News, o Dr. Sergio Canavero disse que estava tentando fazer com que esse procedimento pudesse ser realizado nas mais diversas partes do mundo. Ele mencionou que a "Ásia" já estava se adiantando nesse sentido, e por isso as pessoas deveriam aguardar por mais notícias nos próximos meses. Além disso, segundo Canavero, o Reino Unido estava bem preparado para fazer isso. Confira um trecho dessa entrevista em um canal de terceiros, no YouTube (em inglês):



Ele também mostrou pouquíssima preocupação com as opiniões de seus críticos, alguns dos quais descreveram seu trabalho como a operação do Frankenstein. "A todos os críticos eu digo que venham e vejam o que acontece quando você é afetado por uma doença debilitante... troque de lugar (com o Valery Spiridov) e então você me conta. Essa é minha contracrítica para os críticos", disse Canavero.

O site BreakingNews.ie também publicou uma outra declaração do Dr. Sergio Canavero sobre o local onde esse procedimento seria realizado, uma vez que há muita discussão nesse sentido.

"Há muitos países dispostos a me acompanhar além da Europa ou dos Estados Unidos. Atualmente, estou tentando levar o procedimento de Leste para Oeste. Vou dar o meu melhor para que isso aconteça aqui no Reino Unido", disse Sergio Canavero.

"Por qual razão? Bem, tive um retorno muito positivo da Grã-Bretanha, dos cirurgiões. Acredito que poderíamos ter um verdadeiro progresso se levarmos isso a sério aqui. Portanto, é hora de vocês, aqui na Grã-Bretanha, começarem a discutir todas as implicações éticas, e se vocês desejam que isso aconteça aqui, porque se o Reino Unido disser não, então isso será realizado em outro lugar. Contudo, a Europa e o Reino Unido realmente parecem os locais mais promissores", completou.


O Sistema de Realidade Virtual de uma Empresa Chamada Inventum Bioengineering Technologies


A empresa Inventum Bioengineering Technologies aparentemente é outra incógnita nessa equação que não fecha sobre o transplante de cabeça. É possível notar que o domínio utilizado pela mesma, ou seja, o endereço "bioeng.tech" foi criado em setembro desse ano, e atualizado no começo desse mês. A página oficial no Facebook aparece como sendo criada em outubro de 2014, porém é associada a uma empresa chamada Inventum Digital, Inc, que se autointitula uma agência digital de criação, que cria e implementa inovadoras e envolventes soluções de mídia digital.

A empresa Inventum Bioengineering Technologies aparentemente é outra incógnita nessa equação
que não fecha sobre o transplante de cabeça
Existe até mesmo uma página para a Inventum Bioengineering Technologies no Facebook, que aparece como se tivesse sido criada em novembro do ano passado, mas teve sua primeira foto de perfil inserida somente em 10 de setembro desse ano. Será que essa empresa poderia ser uma espécie de subsidiária da Inventum Digital, Inc? Seria apenas uma fachada publicitária? O canal oficial no YouTube também possui vídeos bem aleatórios, sendo que alguns foram publicados há 2 anos. De qualquer forma, nada indica que a Inventum Bioengineering Technologies tenha qualquer experiência no ramo da medicina ou da bioengenharia. Soa muito pouco para fazer parte um procedimento tão complexo.

"Na preparação do paciente do HEAVEN para a transição para um novo corpo, o treinamento de realidade virtual será utilizado antes do procedimento cirúrgico para prevenir a ocorrência de reações psicológicas inesperadas. Estamos combinando os mais recentes avanços na realidade virtual para desenvolver o primeiro protocolo do mundo para a preparação do paciente para a liberdade corporal após o procedimento de transplante", disse Alexander Pavlovcik, presidente executivo e co-fundador da Inventum Bioengineering Technologies, em texto publicado no site da revista OOOM.

Na preparação do paciente do HEAVEN para a transição para um novo corpo, o treinamento de realidade virtual será utilizado antes do procedimento cirúrgico para prevenir a ocorrência de reações psicológicas inesperadas,  disse Alexander Pavlovcik

Estamos combinando os mais recentes avanços na realidade virtual para desenvolver o primeiro protocolo do mundo para a preparação do paciente para a liberdade corporal após o procedimento de transplante, completou
Alexander Pavlovcik
"O paciente será imergido em experiências de realidade virtual que envolverão atividades que exigem o uso de movimentos corporais. Essas experiências são desenvolvidas em referência às técnicas utilizadas na neuro(re)habilitação convencional com o propósito de fornecer sensações mais realistas envolvidas nas funções motoras voluntárias. O paciente passará pelo treinamento de realidade virtual meses antes do início do procedimento HEAVEN, com o objetivo de se preparar de modo adequado para a normalidade da vida em um novo corpo", disse Kiratipath Iamsakul, co-fundador e diretor do Departamento de Ciências da Inventum Bioengineering Technologies.

Confira o vídeo divulgado pela Inventum Bioengineering Technologies mostrando rapidamente o esquema geral de funcionamento dessa realidade virtual:



"O sistema de realidade virtual da Inventum prepara o paciente da melhor maneira possível para um novo mundo, que ele enfrentará com seu novo corpo. Um mundo em que ele será capaz de andar novamente", disse o Dr. Sergio Canavero.

"As simulações de realidade virtual são extremamente importantes, visto que esses sistemas permitem a interatividade ao realizar ações e o aprendizado de forma rápida e eficiente. Como cientista da computação, estou extremamente seguro de que seja uma tecnologia essencial para o projeto HEAVEN", disse Valery Spiridonov.

A "Nanolâmina" do Dr. Farid Amirouche, da Universidade do Illinois, nos Estados Unidos


Durante a conferência, o Dr. Sergio Canavero apresentou tão somente o projeto da "nanolâmina", assim como algumas imagens de como esse dispositivo seria. No entanto, ele não exibiu nenhum instrumento físico ao presentes, apenas através de slides durante sua palestra.

Farid Amirouche professor de Engenharia Mecânica
e Bioengenharia na Universidade de Illinois, em Chicago
Na página da revista OOOM, Farid Amirouche é apresentado como professor de Engenharia Mecânica e Bioengenharia na Universidade de Illinois, em Chicago, e diretor do Laboratório de Pesquisa de Biomecânica e de Ortopedia. Segundo o que consta, ele teria desenvolvido um dispositivo de corte cirúrgico inteligente para o transplante de cabeça.

O dispositivo de corte poderia ser utilizado em neurocirurgia e para procedimentos cirúrgicos delicados em que a profundidade, a velocidade, o material e a angulação são os parâmetros primários, e que necessitem de cortes realizados com precisão da ordem de micrômetros ou até mesmo de nanômetros.

"O cortador do sistema inclui suporte para uma lâmina descartável, em conjunto com uma lâmina de corte de diamante, além de um conjunto de lâminas que deslizam de dentro para fora em uma cabeça rotativa, com um suporte retrátil e ajustável para evitar que a lâmina avance mais do que o necessário em relação ao diâmetro do nervo", disse Farid Amirouche, identificado como o autor de 7 livros e mais de 240 artigos técnicos.

Um conjunto refletor de luzes é utilizado no suporte ajustável para uma fornecer uma luz adicional e detectar a superfície do nervo, e a sua posição em relação à lâmina", completou.

Durante a conferência, o Dr. Sergio Canavero apresentou tão somente o projeto da "nanolâmina",
assim como algumas imagens de como esse dispositivo seria.

No entanto, o Dr. Sergio Canavero não exibiu nenhum instrumento físico ao presentes,
apenas através de slides durante sua palestra
"A exposição da lâmina bem como a sua velocidade de corte são ajustáveis para permitir que o cirurgião tenha a melhor forma de realizar o processo de corte em tempo real. A cabeça ajustável também pode vir equipada com uma câmara de aspiração com temperatura controlada para minimizar a perda de sangue e manter a integridade da estrutura do nervo durante a cirurgia", completou.

"O professor Amirouche provavelmente desenvolveu a lâmina mais afiada e precisa do mundo, que permitirá um corte limpo da medula espinhal, com um impacto mínimo nos nervos. Um sistema de corte que é inovador e muito criativo. Esse é um outro marco na jornada para tornar possível o primeiro transplante de cabeça humana", disse o Dr. Sergio Canavero.

Bem, de qualquer forma, o Dr. Sergio Canavero não apresentou qualquer objeto físico durante essa conferência realizada em Glasgow, na Escócia. Isso era meio que previsível, diante de tanto falatório.

Houve Progresso com o Texas-PEG?


Para terminar essa atualização sobre como está a situação da iniciativa, que visa realizar o primeiro transplante de cabeça humana do mundo, temos que falar, é claro, se houve algum progresso ou não do Texas-PEG, a versão aprimorada do polietilenoglicol, que tanto o Dr. Sergio Canavero menciona. Afinal, esse produto seria a "cola" para unir as duas extremidades da medula espinhal, que forem cortadas com a tal "nanolâmina" mencionada anteriormente.

Segundo o texto publicado na revista OOOM, o professor C-Yoon Kim, que aparece como pertencente a Universidade Konkuk, em Seoul, na Coreia do Sul, teria repetido o procedimento com Texas-PEG em mais três ratinhos: todos eles teriam recuperado completamente a função motora, e teriam sido capazes de se movimentarem e se alimentarem. O grupo de controle formado por outros três ratinhos não teria sobrevivido. C-Yoon Kim ainda teria dito que continuará realizando o estudo em mais ratos, e que publicará os resultados científicos em breve.

O professor C-Yoon Kim, que aparece como pertencente a Universidade Konkuk, em Seoul, na Coreia do Sul, teria repetido o procedimento com Texas-PEG em mais três ratinhos: todos eles teriam recuperado completamente a função motora, e teriam sido capazes de se movimentarem e se alimentarem
"Estes resultados provam que uma medula espinhal cortada pode ser reconstruída, e que o Texas-PEG vai desempenhar um papel fundamental no primeiro transplante de cabeça humana. Também haverá mais estudos no futuro sobre doadores de órgãos mortos antes da coleta de orgãos, mas os resultados atuais parecem muito promissores de que estamos no caminho certo", disse o Dr. Sergio Canavero, que agora aparece como ex-diretor do Grupo de Neuromodulação Avançada de Turim, na Itália

Como dissemos no começo dessa postagem o C-Yoon Kim é uma outra incógnita. Aparentemente, C-Yoon Kim teria trabalhado como pesquisador sênior no Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Nacional de Seoul, entre setembro de 2013 e setembro de 2015. Posteriormente, ele teria trabalhado como professor-pesquisador na Faculdade de Medicina da Universidade Konkuk, entre setembro de 2015 e fevereiro de 2016. Resumindo? Apesar de C-Yoon Kim, teoricamente pertencer atualmente a Faculdade de Medicina da Universidade CHA (Christianity Humanism Academia), parece haver um esforço para elevar suas credenciais atuais para dar uma maior credibilidade a iniciativa em realizar o primeiro transplante de cabeça humana. No mínimo, estranho.

Enfim, se eu não me engano, essa é a sétima postagem que faço sobre esse assunto, e ainda não vejo claramente como algo dessa magnitude será realizado daqui apenas um ano. Soa muito incoerente diante da realidade tecnológica que possuímos atualmente, e os esforços da medicina em buscar outros mecanismos para tentar fazer com que as pessoas recuperem seus movimentos após uma lesão na medula espinhal.

Um Pequeno Comentário Final


Gostaria de ressaltar aqui o comentário de um leitor chamado Márcio Nascimento, morador de Rio Branco, no Acre, que fez um comentário em setembro desse ano, na primeira postagem que fiz sobre esse assunto, em junho do ano passado. Ele simplesmente disse uma única frase: "Eu quero servir de cobaia...". Acessei seu perfil, percebi que ele era cadeirante, e de certa forma isso me sensibilizou. Poderia ser um comentário aleatório e até mesmo de brincadeira, mas quando isso vem de uma pessoa que passa por dificuldades que só ela sabe, e tem a esperança de voltar a andar, isso sempre me faz refletir.

Stephen Hawking uma vez disse que não devemos reclamar da condição física que temos, que devemos fazer sempre o melhor que podemos diante da condição que tivermos. De fato, essa é uma das melhores formas de se encarar a vida. Porém, nada substitui o desejo, o sonho e esperança sobre "algo", ainda mais quando estamos falando de "algo" que geralmente aprendemos desde cedo, que é ficar em pé, e caminhar por conta própria. No fundo eu desejo, não que Sergio Canavero consiga "trocar a cabeça e o corpo das pessoas" de forma indiscriminada, mas que no meio de sua insanidade e aparente devaneio, haja progresso em equipamentos e produtos que promovam uma regeneração eficaz e plena dos danos causados na medula espinhal. Esse seria o maior legado de Canavero, o Chapeleiro que contempla e vislumbra a pequena Mary Shelley em um mundo onde tudo é possível, mas que todos, sem exceção, ainda sangram.

Até a próxima, AssombradOs.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:

http://news.sky.com/story/human-head-transplant-moves-a-step-closer-10661984
http://www.breakingnews.ie/world/neurosurgeon-hopes-he-can-perform-the-worlds-first-head-transplant-in-the-uk-764823.html
http://www.complex.com/life/2016/11/first-human-head-transplant-patient-prepare-virtual-reality
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3949888/Controversial-surgeon-world-s-human-HEAD-transplant-reveals-virtual-reality-help-prepare-patients.html
http://www.glasgowneuro.co.uk/conference-2016
http://www.ibtimes.co.uk/sergio-canavero-unveils-another-milestone-plan-carry-out-worlds-first-human-head-transplant-1592649
http://www.iflscience.com/health-and-medicine/world-s-first-head-transplant-will-use-virtual-reality-to-prepare-patients/all/
http://www.independent.co.uk/news/science/head-transplant-human-uk-2017-sergio-canavero-valery-spiridonov-when-where-a7429991.html
http://www.ooom.com/sergio-canavero/
https://en.wikipedia.org/wiki/Royal_College_of_Physicians_and_Surgeons_of_Glasgow
https://rcpsg.ac.uk/
https://www.facebook.com/129656913858518/photos/?tab=album&album_id=707116239445913
https://www.researchgate.net/profile/C_Yoon_Kim/info
Comentários