16 de outubro de 2016

Será Verdade que Palhaços Estariam Realmente Agredindo e Assaltando as Pessoas no Brasil e ao Redor do Mundo? (Atualizado 22/10)

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Provavelmente essa será minha última postagem sobre o tema "avistamento de palhaços" no Brasil e ao redor do mundo, exceto, é claro, que aconteça algum evento muito emblemático ou de grande relevância, e que seja algo realmente excepcional. Fora isso acredito que já está mais do que na hora de toda essa história se encerrar, pelo menos em nosso país. De qualquer forma, essa postagem não será igual as demais que já publicamos, uma vez que iremos contar para vocês resumindamente como foi a evolução desses avistamentos, bem como as fases que tivemos até o momento em relação aos mesmos aqui no Brasil. Também iremos desmistificar toda essa história sobre palhaços que estariam machucando, atirando e até mesmo assaltando pessoas no Brasil e em outros países. É interessante destacar nesse ponto, que tivemos até mesmo determinados canais no YouTube, que usaram as imagens que postamos para mostrar as diversas farsas que estavam circulando aqui no Brasil, sem sequer nos dar o devido crédito em razão do nosso trabalho e tempo em pequisar os respectivos casos. Sempre costumo citar as fontes, inclusive no próprio texto que escrevo, mas infelizmente nem sempre essa atitude é recíproca.

Enfim, conforme venho mencionando desde a minha primeira postagem sobre o assunto, em 14 de setembro desse ano, o blog AssombradO.com.br é a fonte mais completa que você pode ter em língua portuguesa para saber como esse "fenômeno social" começou, a sequência de eventos, como isso se disseminou no Brasil, e as farsas que passaram a ser propagadas com o intuito primordial de promover páginas de terceiros no Facebook. Se você ainda não está por dentro dessa história ou é a primeira vez que você está tendo contato com o blog, recomendarei as seguintes postagens em ordem cronológica:
  1. Palhaços Estariam Realmente Assustando Moradores e Atraindo Crianças para Florestas, nos Estados Unidos?
  2. Avistamentos de Palhaços Chegam ao Reino Unido, Austrália e Brasil: Devemos nos Preocupar com Esse "Fenômeno Social"?
  3. Conheça 7 Casos de Supostos Avistamentos de Palhaços no Brasil: Os Boatos Propagados nas Redes Sociais
Recomendo fortemente, que você leia as postagens para ter um maior conhecimento da maioria dos casos que aconteceram pelo mundo, e poder saber verdadeiramente a respeito de todas as histórias que já pesquisei com muita dedicação e carinho para vocês. São dezenas de casos, acreditem. O mais importante é que vocês tenham a consciência da real dimensão desses avistamentos, principalmente em território nacional, para que vocês não se deixem levar pelo que está sendo comentado em redes sociais, onde está havendo muito alarde para pouca verdade. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Resumo Sobre a "Evolução" dos Supostos Avistamentos de Palhaços: A Dinâmica da Circulação das Notícias ao Redor do Mundo


Antes de começarmos a detalhar esses casos de supostas agressões e assaltos envolvendo palhaços, é importante que você entenda exatamente a evolução desses supostos "avistamentos de palhaços" ao redor do mundo.

Talvez você não saiba, mas entre meados de julho e agosto desse ano, diversos sites voltados ao mundo do cinema e do universo das celebridades dos Estados Unidos, começaram a divulgar as primeiras imagens do palhaço "Pennywise" do remake para os cinemas de "It", um dos romances de terror mais volumosos de Stephen King, com mais de mil páginas. A estreia do filme está marcada para o feriado de 7 de setembro de 2017 no Brasil, um dia antes do lançamento nos Estados Unidos. Obviamente, essa data poderá ser alterada conforme o passar do tempo.

A Coincidência Entre a Divulgação da Primeira Imagem do Palhaço "Pennywise" para o Remake de "It", e o Primeiro Avistamento de Palhaço em Solo Norte-Americano e Canadense


A primeira imagem de como será o palhaço desse remake foi divulgada no dia 13 de julho, através de sites como o Entertainment Weekly, Inverse, IGN, entre outros. Já a foto de "corpo inteiro" do palhaço foi liberada pela Warner Bros, no dia 16 de agosto. Curiosamente, a divulgação da primeira imagem antecede os primeiros avistamentos em solo norte-americano, que teriam ocorrido na cidade de Green Bay, no Condado de Brown, no estado do Wisconsin, quando um palhaço mascarado apelidado de "Gags", teria sido avistado e fotografado durante noite, logo no início do mês de agosto.

O primeiro caso em solo norte-americano teria sido ocorrido na cidade de Green Bay, no Condado de Brown, no estado norte-americano do Wisconsin, quando um palhaço mascarado, com uma expressão ameaçadora, teria sido avistado e fotografado durante noite, logo no começo do mês de agosto
Na época, a WBAY, emissora de TV local afiliada da ABC, mais precisamente no dia 5 de agosto, expôs a farsa, que teria sido revelada por um ator local chamado C.J. Guzan. O ator disse que ele fez um teste para um papel num curta-metragem, no qual ele acabou não sendo escalado, e queria que as pessoas soubessem que ele não era o palhaço que aparecia nas imagens. Como parte de uma ação de marketing para o filme, Guzan disse que atores que participaram do curta, tinham sido convidados para compartilhar as fotos do palhaço do filme como forma de "semear o medo" entre as pessoas. Ao ficarem sabendo disso, muitas pessoas nas redes sociais postaram mensagens de repúdio, e que até planejavam atacar fisicamente o palhaço, caso o encontrasse circulando pelas ruas da cidade.

Apesar do diretor do curta-metragem não ter retornado as ligações da emissora WBAY, o cineasta posteriormente admitiu sua participação no caso ao expressar satisfação com o sucesso da farsa em gerar manchetes em todo o mundo, sendo que as primeiras fotos do palhaço "Gags" foram compartilhadas mais de 50.000 vezes. Confira a página oficial do filme no Facebook, e um trailer do mesmo que foi publicado no YouTube, no dia 8 de agosto desse ano (em inglês):



Isso para não mencionar, é claro, que no dia 10 de agosto, a polícia da cidade de Gatineau, no Canadá, mencionou que estava investigando relatos sobre dois adolescentes vestidos de palhaços, que estavam assustando crianças em um parque local. Uma mãe chamada Caroline Saint-Pierre prestou queixa após dois adolescentes, sendo que um deles estaria carregando uma corrente de dois metros de comprimento, perseguiram crianças a partir do Parque Limbour, no noroeste da cidade de Gatineau, até suas respectivas casas, dois dias antes, ou seja, no dia 8 de agosto, uma segunda-feira.

Os palhaços começaram a seguir as crianças no parque, e quando elas começaram a correr, eles também passaram a correr atrás delas. A filha de Caroline Saint-Pierre, de 11 anos de idade, estava no parque com um grupo de amigos, incluindo uma criança de apenas 5 anos de idade, quando o incidente aconteceu.

Um adolescente usando uma máscara de palhaço assustou crianças
no Parque Limbour, em Gatineau, no Canadá, no dia 8 de agosto desse ano, uma segunda-feira
O Departamento de Polícia de Gatineau chegou a dizer que eles estavam levando o incidente muito a sério, mas que nenhuma acusação seria feita contra os adolescentes, um menino e uma menina, porque eles não encontraram nenhuma intenção criminosa por parte de ambos. Esse foi o único incidente dessa natureza na cidade.

A Coincidência Entre a Divulgação da Segunda Imagem do Palhaço "Pennywise" para o Remake de "It", e a Sequência de Avistamentos na Carolina do Sul


A ironia é que a divulgação da segunda imagem do palhaço "Pennywise", dessa vez de "corpo inteiro", relacionada ao remake de "It", no dia 16 de agosto, foi bem próxima dos primeiros casos de avistamentos em conjuntos habitacionais em Greenville, no estado norte-americano Carolina do Sul, a partir do dia 19 de agosto, ou seja, cerca de apenas três dias depois.

Os relatos indicavam que um indivíduo, usando roupas de palhaço de circo e pintura facial branca, estaria tentando atrair as crianças para uma área florestal, que ficava bem próxima de um conjunto habitacional chamado "Fleetwood Manor". A intenção, no entanto, nunca sequer foi mencionada.

Imagem do Google Street View mostrando a entrada do conjunto habitacional Fleetwood Manor,
em Greenville, no estado norte-americano da Carolina do Sul
Entretanto, os policiais não estavam conseguindo validar os relatos das crianças e demais moradores, visto que não havia nenhuma evidência (nariz de palhaço, perucas, roupas, botões ou quaisquer outros acessórios usados por palhaços), e nem mesmo vídeos de quaisquer câmeras de segurança, que pudessem comprovar esses avistamentos. De qualquer forma, eles mantiveram o reforço no patrulhamento, visto que não havia nenhuma razão para não acreditar em tais relatos.

Na época, surgiu até mesmo um homem chamado Kevin Thomas, morador de Greenville, que teria sido o primeiro a tirar uma foto de um suposto palhaço, de corpo inteiro, que ele teria avistado em sua vizinhança. Antes dele uma moradora tentou tirar uma foto, mas era totalmente inconclusiva devido a péssima qualidade da imagem. Kevin chegou a publicar a foto em sua conta no Twitter, no fim de agosto, mas foi muito pouco aproveitada pela mídia local, devido a má qualidade da imagem (é possível notar que está bem "embaçada").

Um homem chamado Kevin Thomas, morador de Greenville, na Carolina do Sul, teria sido o primeiro a tirar uma foto
de um suposto palhaço em sua vizinhança
Além disso, Kevin se mostrou muito mais preocupado em ser remunerado pelos direitos autorais da sua foto pela mídia norte-americana, do que qualquer outra coisa, como por exemplo, ajudar a polícia na identificação de um eventual suspeito ou fornecer maiores informações sobre o mesmo. Muitas pessoas sequer estavam acreditando na autenticidade da foto, visto que poderia ser apenas uma armação dele.

Entretanto, apesar dessas coincidências, a Warner Bros afirmou reiteradamente, para diversas emissoras de televisão nos Estados Unidos, e até mesmo mais recentemente para a CNN, que eles não têm nenhum envolvimento com essa onda de avistamentos de palhaços, e que tudo isso não foi gerado como uma possível ação de marketing para o filme "It". A conferir, não é mesmo?

Os supostos avistamentos de palhaços começaram  a se espalhar para o estado vizinho, a Carolina do Norte, onde a primeira prisão devido a essa onda de avistamentos teria acontecido, mas não de um palhaço. No dia 9 de setembro, um homem chamado David Armstrong, 24 anos, foi preso ao admitir que inventou ter avistado um palhaço na cidade de Winstom-Salem.

Um homem chamado David Armstrong, 24 anos, foi preso ao admitir,
que inventou ter avistado um palhaço na cidade de Winstom-Salem
Por volta das 2h48 da manhã, o Departamento de Polícia de Winston-Salem recebeu uma chamada de David W. Armstrong, onde o mesmo alegava que um palhaço havia batido em sua janela antes que ele o perseguisse em uma área florestal nas proximidades. Durante a investigação, no entanto, ele admitiu que inventou toda a história, e acabou sendo preso. Ele permaneceu detido sob uma fiança de US$ 500 (cerca de R$ 1.700 pela cotação atual), na cadeia do Condado de Forsyth.

A repercussão e a cobertura diária dos casos começou a ganhar força, e se espalhar para outros estados norte-americanos, tais como a Virgínia Ocidental e a Geórgia. No dia 13 de setembro, a WHSV, emissora de TV afiliada da ABC, sediada em Harrisonburg, na Virgínia, publicou que alguém vestindo, o que parecia ser uma roupa de palhaço, teria sido fotografado à beira de uma estrada à noite, em Duhring, no Condado de Mercer, na Virgínia Ocidental. A foto, é claro, começou a viralizar pelas redes sociais norte-americanas, principalmente pelo Facebook. Confira a imagem abaixo:

No dia 13 de setembro, a WHSV, emissora de TV afiliada da ABC, sediada em Harrisonburg, na Virgínia, publicou que alguém vestindo, o que parecia ser uma roupa de palhaço, teria sido fotografado à beira de uma estrada à noite, em Duhring, no Condado de Mercer, na Virgínia Ocidental
"Nós não sabemos o propósito da pessoa, e se alguém tirou a foto apenas para assustar as demais. Porém, isso é perigoso, e ainda mais perigoso para essa pessoa da foto, caso seja apenas uma brincadeira. Gostaríamos de colocar um fim nisso, seja lá o que isso for. Tenho um oficial trabalhando no caso, e tentando descobrir de onde a imagem se originou, e quem foi a primeira pessoa a publicá-la", disse, na época, Darrell Bailey, vice-xerife do Condado de Mercer.

De qualquer forma, não havia nenhum boletim de ocorrência relacionado a esse avistamento, apenas uma simples foto postada no Facebook, e com um relato passível de questionamentos. Nesse ponto, essa história de supostos avistamentos estava começando a ser explorada por mais pessoas através das redes sociais. Em alguns casos, a situação começou realmente a ficar realmente caótica.

No estado norte-americano do Alabama, assim como no estado do Kentucky, prisões acabaram sendo efetuadas. No dia 23 de setembro, por exemplo, como prova que a polícia estava acompanhando de perto todos esses relatos e não iria mais tolerar esse tipo de situação, um jovem chamado Jonathan Martin, 20 anos, acabou sendo preso ao ser encontrado agachado e vestido de palhaço (incluindo uma "máscara assustadora"), em uma região florestal próxima ao conjunto habitacional Cumberland Village, na cidade de Middlesboro, no Condado de Bell, no Kentucky.

Um jovem chamado Jonathan Martin, 20 anos, acabou sendo preso ao ser encontrado agachado e vestido de palhaço (incluindo uma máscara assustadora), em uma região florestal próxima ao conjunto habitacional Cumberland Village, na cidade de Middlesboro, no Condado de Bell, no Kentucky.
Segundo o relatório da polícia, Martin teria começado a correr em direção a um veículo no complexo habitacional momentos antes de ser detido, e acabou sendo preso ao ser encontrado por um policial, por volta de 1h da manhã (horário local). Martin foi conduzido para o Centro de Detenção do Condado de Bell, e foi basicamente acusado de desordem pública e por usar um capuz ou máscara num lugar público.

Não demorou muito até que começassem a surgir ameaças direcionadas as escolas através das redes sociais. Essas ameaças começaram a se tornar um problema em diversos estados norte-americanos, incluindo o Texas e o Tennessee, sendo que até mesmo uma estudante da Universidade Estadual do Texas disse ter sido atacada por palhaços no próprio campus da universidade. No meio disso tudo, no entanto, tivemos situações muito perculiares.

No dia 1º de Outubro, o site da WCPO, emissora de TV afiliada da ABC, sediada em Cincinnati, Ohio, publicou uma notícia um tanto quanto inusitada. Segundo a polícia do Condado de Hamilton, em Ohio, uma jovem relatou ter sido atacada por um palhaço portando uma faca, simplesmente porque ela estava atrasada para seu trabalho em uma lanchonete do McDonalds. Isso mesmo que você leu.

No dia 1º de Outubro, o site da emissora WCPO publicou uma notícia um tanto quanto inusitada. Segundo a polícia do Condado de Hamilton, em Ohio, uma mulher relatou ter sido atacada por um palhaço com uma faca, porque ela estava atrasada para seu trabalho em uma lanchonete do McDonalds
Alexsandra Conley, 18 anos, ligou para a polícia por volta das 6h da manhã de sábado, dizendo que um palhaço saltou sobre uma cerca, acenou com uma faca para ela, e cortou seu polegar esquerdo. Após uma investigação mais aprofundada, a polícia encontrou diversas inconsistências em seu relato. Conley admitiu que inventou a história, porque estava atrasada para o trabalho, e não queria perder o emprego. A jovem acabou sendo indiciada por falso alarme pela polícia.

Os relatos de supostos avistamentos rumaram para leste chegando aos estados norte-americanos de Nova Jersey e Nova York, porém foram bem mais além do que as fronteiras do país, e acabaram chegando ao Reino Unido. Lembrando que estamos fazendo apenas um pequeno resumo, uma vez que vocês podem consultar mais casos e detalhes nas postagens anteriores, que fizemos sobre esse assunto. Combinado?

A Influência da Mídia Americana Sobre a Mídia Britânica: Os Relatos de Supostos Avistamentos de Palhaços Começaram a Surgir em Diversas Cidades no Reino Unido


É justamente nesse ponto, que precisamos dizer algo muito importante para vocês. A sequência de países onde aconteceram um grande volume de supostos avistamentos de palhaços, praticamente obedece a circulação de notícias ao redor do mundo. Não entendeu nada? Vou explicar. Quando algo de grande repercussão acontece nos Estados Unidos, quase sempre os primeiros veículos de imprensa a noticiar, fora dos Estados Unidos, são os jornais e tabloides britânicos. A partir do momento que passa a ser noticiado, a mídia britânica acaba exercendo uma enorme influência, não apenas no Reino Unido, mas em diversos outros países.

Quando algo de grande repercussão acontece nos Estados Unidos, quase sempre os primeiros veículos de imprensa a noticiar, fora dos Estados Unidos, são os jornais e tabloides britânicos
Isso afeta, e muito, o comportamento das pessoas e, portanto, a partir do momento que isso ganhou um maior destaque na imprensa britânica, a partir dos casos que estavam ocorrendo nos Estados Unidos, começaram a surgir os casos de avistamos por todo o Reino Unido. A mídia britânica também exerceu um papel fundamental para a ocorrência de casos na Austrália e aqui no Brasil (iremos explicar isso daqui a pouco).

Na Inglaterra, no início de outubro, a polícia de Newscastle recebeu seis relatos diferentes, de pessoas vestidas de palhaços, saltando de arbustos para assustar crianças, em idade escolar, que estavam andando pelas ruas. Ninguém foi atacado ou ferido durante essas "brincadeiras", mas deixou inúmeros adolescentes muito preocupados. A polícia disse que estava levando os casos muito a sério, e não demorou muito para alguém acabar sendo preso.

Na noite do dia 5 de outubro, os policiais prenderam um adolescente de 13 anos de idade, em Blakelaw, subúrbio de Newscastle, portando um objeto cortante (uma faca), em conexão com um dos tais incidentes envolvendo palhaços. O adolescente foi interrogado durante a noite inteira, e acabou sendo liberado sob custódia de seus pais, com uma clara advertência devido ao seu comportamento.

Na noite do dia 5 de outubro, os policiais prenderam um adolescente de 13 anos de idade, em Blakelaw, subúrbio de Newscastle, portando um objeto cortante (uma faca), em conexão com um dos tais incidentes envolvendo palhaços.
Em um outro episódio no dia anterior (4 de outubro), duas estudantes teriam sido abordadas por dois palhaços enquanto caminhavam em direção a escola, sendo que os palhaços perguntaram se elas queriam ir a uma festa de aniversário. Esse incidente teria ocorrido na rua Oxford, na cidade de Clacton, em Essex, na Inglaterra, por volta das 9h20 da manhã, e fez com que a Escola de Ensino Médio do Condado de Clacton impedisse que os alunos deixassem suas dependências durante o horário do almoço.

O incidente ocorreu na rua Oxford, na cidade de Clacton, em Essex, na Inglaterra, por volta das 9h20 da manhã, e fez com que a Escola de Ensino Médio do Condado de Clacton impedisse que os alunos deixassem as instalações durante o horário do almoço
"Foi relatado que duas crianças foram questionadas se elas queriam participar de uma festa de aniversário. Não tentaram agarrá-las ou infligiram algum dano físico as mesmas. Os palhaços teriam deixado o local em uma van de cor preta. Estamos cientes de outros relatos e rumores que estão circulando nas redes sociais", disse um porta-voz da polícia de Essex, porém ninguém foi preso.

Segundo o site do jornal "Manchester Evening News", em uma notícia publicada no dia 7 de outubro, diversos pais alegavam que seus filhos ficaram "aterrorizados" e "em prantos" devido a palhaços, que supostamente estariam assustando alunos nos arredores das escolas da cidade de Bury, na Grande Manchester, na Inglaterra. Um grupo proveniente das redes sociais chamado "Bury Clown Attack" teria mencionado, que cinco escolas de Ensino Médio da cidade seriam alvos de "ataques de palhaços". Aparentemente, no entanto, tudo isso ficou apenas na ameaça.
Um grupo proveniente das redes sociais chamado "Bury Clown Attack" teria mencionado que cinco escolas de Ensino Médio da cidade seriam alvos de "ataques de palhaços". Aparentemente, no entanto, tudo isso ficou apenas na ameaça.
Tivemos até mesmo um caso de um rapaz chamado George Birkbeck, 22 anos, que disse que teria perseguido um palhaço, por volta das 22h da última sexta-feira (7), na cidade de Plymouth, na Inglaterra. Ele disse que o palhaço se recusou a sair da sua frente, então acabou perseguindo o indivíduo, segurando uma garrafa de cerveja de um fardo que tinha acabado de comprar num supermercado da rede Tesco.

George Birkbeck, 22 anos, disse que o palhaço se recusou a sair da sua frente, assim sendo, ele acabou o perseguindo segurando uma garrafa de cerveja, de um fardo que tinha acabado de comprar num supermercado da rede Tesco
Em sua conta no Facebook, George disse que o palhaço ficou no meio do seu caminho, e não o deixou passar, sendo que ele tinha o que aparentava ser um martelo em sua mão. Então, ele decidiu começar a gravar com medo que fosse seus últimos momentos de vida, e que acabasse sendo morto por um palhaço.

Assista ao vídeo em questão através de um canal de terceiros no YouTube:



Os avistamentos de palhaços também teriam supostamente chegado ao País de Gales, mais precisamente na cidade de Caernarfon, North Wales. Uma filmagem divulgada nas redes sociais mostraria um suposto palhaço próximo a um centro de recreação infantil da cidade, porém não houve nenhuma declaração oficial da polícia local sobre o incidente. Isso tornava esse caso potencialmente falso.

Confira o vídeo em um canal de terceiros no YouTube (em inglês):



Não estamos dizendo que não existia um palhaço no local. Estamos dizendo que toda a situação provavelmente tivesse sido armada de modo a repercutir e viralizar através das redes sociais, assim como a maioria dos vídeos que passaram a circular na internet. Vale lembrar que vídeos de supostos avistamentos de palhaços, compilações, e reações mais exarcebadas no YouTube começaram a ficar muito populares, o que gera um aumento significativo no número de inscritos dos canais, a uma monetização considerável para os envolvidos. Portanto, na maioria dos casos as pessoas estão ganhando dinheiro ao encenar as situações para ganhar dinheiro às custas do seu medo.

A Influência da Mídia Britânica Sobre a Mídia Australiana: Os Relatos de Supostos Avistamentos de Palhaços Começaram a Surgir em Diversas Cidades da Austrália


Seguindo o fluxo da circulação das notícias ao redor mundo, saiba que a mídia britânica exerce uma grande influência na mídia australiana, muito mesmo. É possível notar que assim que algo de mais relevante acontece na Inglaterra, por exemplo, o assunto acaba repercutindo em sites de notícias, tais como o "News.com.au", que pertence a News Corp Australia, cujo fundador foi ninguém menos que Sir Keith Murdoch, pai de Rupert Murdoch, presidente do décimo maior conglomerado de mídia do mundo, a News Corp (a News Corp Australia é tão somente uma subsidiária). Você pode ver a lista dos veículos de imprensa pertencentes a News Corp ao clicar aqui.

Seguindo o fluxo da circulação das notícias ao redor mundo, saiba que a mídia britânica exerce uma grande influência na mídia australiana, muito mesmo, bem maior do que vocês podem imaginar.  São dezenas de veículos de imprensa pertencentes a News Corp / News Corp Australia, na Austrália.
A News Corp possui grande influência nos Estados Unidos através dos jornais "The Wall Street Journal" e "The New York Post", e no Reino Unido através do "The Times" do sempre polêmico "The Sun". Assim sendo, era praticamente certo que o terceiro país a começar a relatar esses supostos avistamentos seria a Austrália, justamente devido a esse fluxo internacional da notícia.

No dia 9 de outubro, o site de notícias "The Advertiser" noticiou que duas adolescentes de 12 anos de idade tinham sido aterrorizadas por um palhaço no centro da cidade de Adelaide. As meninas estavam na cidade com um dos seus pais para comprar sorvete, quando foram abordadas por um palhaço perto do cruzamento das ruas Pulteney e Rundle, por volta de 21h30 da noite anterior (8). Uma das meninas postou sobre o incidente em uma conta de uma rede social, na qual o "The Advertiser" republicou com autorização de seus pais, descrevendo como o palhaço a atacou, e tentou roubar seu celular.

Para vocês terem uma ideia, no estado da Austrália Ocidental ("Western Australia", em inglês), um rapaz de 19 anos de idade, chegou a ser preso após perseguir um grupo de meninas por cerca de 700 metros, em direção a delegacia de polícia de Northam, nordeste de Perth, no dia 8 de outubro.

Assim que os policiais abriram a porta da frente da delegacia, o rapaz saiu correndo, mas acabou sendo presos poucos metros a frente. O homem foi indiciado por conduta desordeira e posse de um disfarce.
Assim que os policiais abriram a porta da frente da delegacia, o rapaz saiu correndo, mas acabou sendo presos poucos metros a frente. O homem foi indiciado por conduta desordeira e posse de um disfarce.

Avistamentos de palhaços em Brisbane, Melbourne, Sydney e Perth também foram relatados na internet, juntamente com supostas fotos e vídeos dos incidentes. Uma foto, por exemplo, mostrava uma pessoa parada vestindo uma máscara de palhaço, na principal rua de Broken Hill, na região de New South Wales, próxima da fronteira do estado de South Australia. Outra foto aparentemente mostrava um palhaço no banco do passageiro de um carro na cidade de Bondi.

Uma foto, por exemplo, mostrava uma pessoa vestindo uma máscara de palhaço parada na principal rua de Broken Hill,
na região de New South Wales, próxima da fronteira de South Australia.
Outra foto aparentemente mostrava um palhaço no banco do passageiro de um carro na cidade de Bondi
Uma mulher vestindo uma máscara de palhaço também teria sido fotografada no "drive through" de uma lanchonete do McDonalds em Eagle Vale, subúrbio de Sydney, no estado de New South Wales.

Uma mulher vestindo uma máscara de palhaço também teria sido fotografada no "drive through" de uma lanchonete do McDonalds em Eagle Vale, subúrbio de Sydney, em New South Wales, nas Austrália
Enfim, como vocês devem imaginar, não é apenas na Austrália que a mídia britânica tem forte influência.

A Influência da Mídia Britânica Sobre a Mídia Brasileira: Os Relatos de Supostos Avistamentos de Palhaços Começaram a Surgir em Diversas Cidades do Brasil


Vocês podem até mesmo não perceber, mas no dia a dia, a absoluta maioria das pessoas, que acessam notícias de cunho mais popular ou até veículos de imprensa com um pouco mais de credibilidade, acabam consumindo informações provenientes da mídia britânica, e na maioria dos casos, de tabloides britânicos. Isso não foi diferente em relação a onda de supostos avistamentos de palhaços. A imprensa brasileira é recheada de textos, que são praticamente traduções integrais a partir de tabloides como, por exemplo, o Daily Mirror e o Daily Mail. Muitas vezes os tabloides coletam informações de agências de notícias independentes do Reino Unido ou da Europa, que por sua vez compram a informação de pessoas comuns, ou seja, não precisa ser necessariamente verdade, basta ser uma boa história. Existem sites de "curiosidades gerais" e de jornais, cujas notícias são bem popularescas, onde 80% do conteúdo são replicações curtas, e quase sem nenhuma pesquisa por parte dos jornalistas e agências envolvidas. Resumindo? Você é praticamente enganado ou muito mal informado o tempo inteiro.

Tabloides são considerados sensacionalistas por natureza. O importante é vender a notícia, conseguir o acesso do leitor para somar a uma multidão de outros leitores, e o jornal angariar um grande volume de acessos, que por sua vez garanta uma maior rentabilidade dos espaços comerciais. É tudo por dinheiro, simplesmente assim.

Você pode até mesmo não perceber, mas no dia a dia a absoluta maioria das pessoas, que acessam notícias de cunho mais popular ou até veículos de imprensa com um pouco mais de credebilidade, acabam consumindo informações provenientes da mídia britânica, e na maioria dos casos, de tabloides britânicos aqui no Brasil. Isso não foi diferente em relação a onda de supostos avistamentos de palhaços.
Outras fontes comumente utilizadas são os textos bem simplificados da agência de notícias espanhola EFE, da francesa AFP (Agence France-Presse), e da norte-americana AP (Associated Press). Isso sem contar, é claro, que alguns portais de notícias costumam replicar textos da BBC, que é uma das fontes britânicas mais decentes em termos de conteúdo. Porém, é apenas isso, não existe pesquisa adicional ou uma verificação para saber se a informação procede. É apenas uma cópia direta.

De qualquer forma, o que vem parar no Brasil são apenas casos pontuais, e não a história completa. Você acaba consumindo "pílulas de informação", que causam mais alarde, do que verdadeiramente informam o que está realmente acontecendo. Essas notícias acabam parando nas redes sociais, e na maioria das vezes as pessoas compartilham somente por ler o título e pela preguiça de ler o conteúdo, ainda que bem simplificado. Assim sendo, se o título agrada as pessoas, elas geralmente compartilham, sem se importar se é verdade ou as consequências disso. Isso cria um efeito manada, e acontece a viralização. Some isso a falta de informação, a má qualidade dos textos, a falta de capacidade de entendimento e interpretação de texto, e pronto: o caos está instaurado. Bem-vindo(a) a onda de supostos avistamentos de palhaços no Brasil.

Apesar de estarmos comentando sobre essa onda de avistamentos de palhaços desde meados de setembro, os primeiros supostos avistamentos em território nacional só começaram a circular pelas redes sociais por volta do dia 7 de outubro, e mais intensamente propagados no fim de semana compreendido entre os dias 9 e 10. A razão para isso é que essa data coincide com uma maior divulgação de casos internacionais por parte da mídia brasileira, ou seja, assim que a imprensa nacional "acordou" para o que estava acontecendo, algumas pessoas começaram a ser influenciadas. Contudo, é possível dividir esses avistamentos aqui no Brasil em três fases bem distintas.

1ª Fase: A Onda de Boatos e a Utilização de Fotos Internacionais Como se Fossem Tiradas no Brasil


Acho que não é muito necessário falar sobre essa fase, visto que você podem consultar diversos casos através da seguinte postagem: Conheça 7 Casos de Supostos Avistamentos de Palhaços no Brasil: Os Boatos Propagados nas Redes Sociais. Nessa fase, as redes sociais foram inundadas de pessoas, que tentaram semear o medo e ganhar popularidade explorando fotos que foram tiradas de supostos avistamentos de palhaços no exterior. Aliás, sequer dava para dizer que fossem autênticas, ainda que fossem tiradas em seu país de origem, ou seja, que a pessoa por trás da máscara estivesse no local de forma espontânea e não com o intuito de ganhar algum dinheiro com a foto, assim como aconteceu com a foto do palhaço de Greenville, na Carolina do Sul.

Muitos de vocês nos enviaram um caso de um suposto palhaço em Maceió, próximo a Praça Palmares. O relato dizia que o individuo estava com um serrote, jogou uma pedra em um ônibus e correu atrás de pessoas volta de 5h30 manhã
Essa imagem foi extraída de um caso de um suposto avistamento em Drimnagh, subúrbio de Dublin, capital da Irlanda. Aliás, essa foto vem sendo compartilhada para alegar supostos avistamentos de palhaços em Portugal e até mesmo na Alemanha
Na época, fizemos uma ampla pesquisa e trouxemos alguns casos para mostrar para vocês, que a grande maioria deles era tão somente mentira. A pior parte é que algumas páginas no Facebook, e de sites locais de notícias, começaram a ajudar nesse processo de semear o medo.

Foi o caso, por exemplo, da página "Suzano Hoje", que estava mais preocupada em aparecer nos sites de notícias de grande porte, do que simplesmente fazer uma pesquisa por imagem no Google para perceber que o palhaço da foto era referente ao palhaço "Gags", aquele mesmo da cidade de Green Bay, no estado norte-americano do Wisconsin.  E olha que eles fizeram isso, intencionalmente ou não, por cerca de duas vezes, sendo que a segunda era uma montagem muito mal feita.

Uma página do Facebook chamada "Suzano Hoje" começou a espalhar um boato, intencionalmente ou não, dizendo que avistamentos de palhaços estariam acontecendo nas cidades de Suzano, Mogi das Cruzes e Poá, no interior do estado de São Paulo.
A foto era referente ao primeiro caso ocorreu na cidade de Green Bay, no Condado de Brown, no estado norte-americano do Wisconsin, quando um palhaço mascarado, teria sido avistado e fotografado durante noite. Aliás, o caso era apenas um viral para um curta-metragem
A página de "humor" e "notícias sérias" no Facebook chamada "SorocabaniceS" da região de Sorocaba, no interior do estado de São Paulo, foi outra que prestou um péssimo serviço de informação e colaborou negativamente, inclusive com informações falsas e completamente distorcidas, com essa onda de supostos avistamentos. Eles tentaram induzir seus seguidores, que um palhaço armado com um facão tinha sido registrado por câmeras de segurança de um bairro nobre da cidade, tentando invadir uma casa.

A página Sorocabanices tentou induzir seus seguidores que um palhaço armado com um facão tinha sido registrado por câmeras de segurança de um bairro nobre da cidade, tentando invadir uma casa. Contudo, essa informação é falsa!
Tudo não passava, é claro de mentira, porque a imagem era de um suposto avistamento no estado norte-americano do Texas, onde sequer também era possível dizer se o acontecimento era real ou apenas uma encenação, visto que não houve nenhum boletim de ocorrência registrado, e não havia informação sobre o local, nome do morador etc. Enfim, todos os indícios apontavam para mais uma farsa. De qualquer forma, consultem a postagem que fizemos, visto que vocês terão maiores informações sobre o que estamos dizendo.

2ª Fase: A Segunda Onda de Boatos e a Utilização de Fotos Tiradas Próximas a Muros ou em Locais com Poucos Elementos de Identificação em Cidades Brasileiras


Uma vez que as pessoas perceberam que não dava mais para utilizar fotos de supostos avistamentos internacionais de palhaços, e que também não era possível nos enganar, principalmente a mim, que estou há mais de um mês cobrindo a maioria dos casos ao redor do mundo, as pessoas mudaram de estratégia. A segunda fase consistia em tirar fotos dentro de cidades, porém próximas a muros ou locais com poucos elementos de identificação. As fotos geralmente eram tiradas de madrugada, quando havia pouquíssima circulação de pessoas, e a possibilidade de dar algum problema fosse bem pequena. Assim sendo, era possível tirar rapidamente uma foto e começar a espalhar pelas redes sociais. A parte curiosa, no entanto, é que essa segunda fase repetiu o mesmo processo da primeira, ou seja, uma foto que seria de um local de uma determinada cidade, passou a valer para outras cidades. Uma pessoa tirava a foto de um local, alguém via, e começava a dizer que aquela mesma foto tinha sido tirada em outro local.

Um caso bem emblemático foi a ampla divulgação de um suposto avistamento de um palhaço na cidade de Goiânia, no estado de Goiás, onde até mesmo tivemos um membro da nossa SSA (Sociedade Secreta dos AssombradOs), que jurava que a foto tinha sido tirada na cidade de Goiânia, mas eu sabia que era falsa, visto que a foto estava sendo replicada, com o mesmo texto, em relação a diversas outras cidades como Angra dos Reis/RJ, São Gonçalo/RJ, Niterói/RJ, entre outras. Na pressa em viralizar as histórias, as pessoas se esquecem de dizer o exato local, horário, o que estavam fazendo, a descrição do eventual suspeito, e ainda copiam o texto com um claro e evidente erro de português. Aliás, sequer foi realizado um boletim de ocorrência que corroborasse com o relato. Isso sem mencionar, que a foto foi tirada de muito longe e sem nenhum "zoom", que pudesse identificar a pessoa.

O relato possuía 99,9999999% de probabilidade de ser falso, ou seja, algo planejado para viralizar e para os usuários ganharem tão somente cinco minutos de fama na internet. Foi exatamente isso que aconteceu.
A revelação definitiva dessa farsa acabou acontecendo através do Portal G1, na manhã do dia 14 de outubro. A foto em questão foi tirada na Radial Leste, perto do Shopping Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. Os primos Eduardo e Alexandre Gonçalves, de 15 e 17 anos, saíram de uma festa no sábado retrasado (8) em São Paulo, e tiveram a ideia de fazer fotos semelhantes às dos "palhaços assustadores" que viralizaram nos Estados Unidos e Europa.

Foto de jovens que viralizou na internet e Eduardo no mesmo local, na tarde do dia 13 de outubro
Adolescente reutilizou roupa de festa à fantasia para tirar foto e colocar na internet
Eduardo usou uma fantasia que tinha usado em uma festa à fantasia no aniversário de 15 anos da prima. Também era assustadora, mas não era de palhaço. "Mas de noite não dava para ver, e o pessoal com medo de palhaço, acharam que era", disse o adolescente. Pois é, e tem gente que acha que conhece a própria cidade. Aparentemente não conhece, não é mesmo?

Outro caso bem peculiar foi sobre um suposto avistamento de palhaço em Ceilândia, no Distrito Federal, que deixou muitos moradores locais assustados. Veja a imagem abaixo:

Pois é, mas a revelação da farsa foi noticiada através do site "Jornal de Brasília". Para pegar carona na onda dos palhaços aterrorizantes, o administrador de uma página de humor de Ceilândia resolveu fantasiar-se e vagar pelas ruas da cidade. Na madrugada de quarta-feira (12), N. L. vestiu uma calça, um blazer e pôs uma máscara no rosto. As mãos carregavam algo que se assemelhava a um machado. O local escolhido por ele foi a QNO, no Setor O, em Ceilândia.

"A ideia surgiu com a repercussão dos casos nos Estados Unidos", disse N. L., que comemorava o fato de gerar famosos trolls pela internet. A repercussão foi imediata. A postagem gerou mais de 3.600 compartilhamentos e cerca de 3.800 curtidas. Veja alguns vídeos gravados sobre esse suposto avistamento através de canais de terceiros no YouTube:





A ideia de N. L. gerou insegurança entre os moradores do Setor O. A empregada doméstica A. R. até abriu mão das caminhadas que fazia no local depois que soube da presença do suposto palhaço. "Deu medo, né? Pra mim era verdade. Foi só uma brincadeira. Por sinal, muito sem graça. Deixou muita gente com medo", disse A. ao descobrir a verdade sobre o caso. Resumindo, foi feito apenas por cinco minutos de fama e para promover a própria página do Facebook.

Outras fotos seguiram essa mesma linha, ou seja, eram tão somente encenadas. Uma ou mais pessoas vão até um determinado local pouco movimentado, sendo que uma delas tenta se vestir de palhaço, ainda que de forma muito precária, geralmente de madrugada. Uma foto é tirada, e começam a dizer que ficaram muito assustadas ao ver o palhaço em questão. Sinceramente, pessoal? Já está na hora de parar de mentir.

3ª Fase: As Fotos Começam a Ser Tiradas Próximas ou Debaixo de Placas de Ruas, Avenidas ou Então os Avistamentos Aparentam Ser Tão Somente Propagandas Veladas


A situação dos avistamentos de palhaços no Brasil seria trágica, se não fosse cômica. Uma vez que muitos perceberam que a primeira e a segunda fase não estavam mais funcionando, então partiram para a terceira e derradeira tentativa de implantar o terror e conseguir mais acessos com isso: tirar fotos debaixo de placas de ruas e avenidas para provar que os avistamentos eram verdadeiros. Confiram alguns exemplos:

Foto de um suposto avistamento na cidade de Votuporanga, no interior do estado de São Paulo
Foto de um suposto avistamento na cidade de Passo Fundo, interior do estado do Rio Grande do Sul
Foto de um suposto avistamento na cidade de Belém, capital do estado do Pará
Entenderam, o que estou dizendo? Após diversas de perpetuar algo mais consistente através das redes sociais, as pessoas passaram a tirar fotos debaixo de placas de ruas. Algo sinceramente deplorável, e o que só reforça que os tais avistamentos são ações planejadas e encenadas, nada além disso.

Para piorar ainda tivemos casos que os avistamentos pareciam mais voltados para o marketing de estabelecimentos comerciais e empreendimentos das cidades, como no caso da cidade de Valentim Gentil, no interior do estado de São Paulo. Confira a imagem abaixo:

Para piorar ainda tivemos casos que os avistamentos pareciam mais voltadas para o marketing de estabelecimentos comerciais e empreendimentos das cidades, como no caso da cidade de Valentim Gentil, no interior do estado de São Paulo
Enfim, essa terceira fase de supostos avistamentos de palhaços no Brasil, é sem dúvida alguma a pior de todas elas. Aparentemente, o Brasil copiou a ideia, mas a execução foi desastrosa. Ainda bem!

Após esse pequeno resumo sobre a evolução dos avistamentos de palhaços no Brasil e no mundo, chegou a hora de mostrarmos um pouco da realidade para vocês diante de alguns casos que foram noticiados em nosso país.

Pessoas Estariam Sendo Assaltadas por Palhaços no Brasil?


Em primeiro lugar, se faça a seguinte pergunta: Desde quando bandido no Brasil precisa de máscara de palhaço ou se fantasiar de palhaço para assaltar? Pois é, não precisa. Porém, muitos de vocês nos enviaram uma notícia muito curiosa sobre uma família que teria sido assaltada por um palhaço em Sorocaba, interior do estado de São Paulo. Aí, muitos disseram: "Viu? Os casos de avistamentos são reais. Os palhaços são perigosos". Será mesmo? Vocês realmente leram o que foi publicado pelos jornais?

No dia 12 de outubro, o Portal G1 publicou uma notícia intitulada "Família é assaltada por homem com máscara de palhaço em Sorocaba". Na notícia é mencionado que três homens armados renderam uma família de Sorocaba, na noite anterior, e levaram R$ 6,5 mil que seriam usados para o pagamento do buffet de um casamento. Segundo uma das vítimas, um dos criminosos estava usando uma máscara de palhaço. A Polícia Militar foi acionada, mas ninguém foi preso.

Carro levado pelos suspeitos foi achado pela PM cerca de 20 minutos depois (Foto: Mayara Corrêa/G1)
Segundo uma das vítimas, a tia do noivo, de 31 anos, que preferiu não ter a identidade revelada, sete parentes foram ao local, no bairro Cajuru, zona industrial da cidade, para fazer a degustação de doces e levaram a quantia para fechar o negócio, já que a festa estava marcada para 17 de dezembro. Ela salientou que ninguém, além da família, sabia do dinheiro, que foi presente da avó ao neto que vai casar.

Apesar de ter visto na internet notícias sobre aparecimentos misteriosos de palhaços, a vítima disse que acreditava ser apenas brincadeira. "Quando vi, achei que seria impossível, porque dizem que eles usam facões e tentam entrar nas casas, mexem com crianças. Não imaginava que podia acontecer mesmo". De quem será essa referência, não é mesmo?


No dia seguinte, 13 de outubro, o Portal G1 voltou a tocar no caso publicando uma notícia intitulada "Noiva confirma casamento após ser roubada por palhaço em Sorocaba". Ainda muito abalada, a jovem de 18 anos, que preferiu não ter a identidade revelada, se emocionou ao falar do casamento com o namorado, de 20 anos, com quem está há seis meses.

O casal não participou da degustação e recebeu a notícia pelo telefone. Por medo da reação do namorado, a jovem diz que exitou em contar a notícia, já que ele estava dirigindo e entraria em uma rodovia. Ao todo, sete pessoas da família do rapaz foram rendidas por três homens, um com máscara de palhaço e os outros de touca. De acordo com a funcionária de um condomínio de médio padrão, localizado ao lado da chácara, a região é perigosa e assaltos são registrados com frequência. "Depois das 19h é só Deus para guardar", disse a funcionária, acrescentando que há cerca de quatro meses ladrões quebraram o muro nos fundos do residencial, entraram em algumas casas, renderam moradores e funcionários da portaria.

Salão de festas fica próximo a saída para rodovia Castello Branco (SP-280), na divisa com Itu (SP), sendo que a região é considerada perigosa (Foto: Mayara Corrêa/G1)
O jornal "Estado de São Paulo" chegou a publicar no mesmo dia, em uma notícia intitulada "Família é assaltada por 'palhaço' em bufê de casamento em Sorocaba", que conforme o registro na Polícia Civil, sete familiares dos noivos, além da dona do bufê, estavam no local na hora do assalto. Quando o homem vestido de palhaço adentrou, eles acharam que fazia parte dos preparativos. Anteriormente, os criminosos tinham rendido o caseiro da propriedade.

Sinceramente, AssombradOs? Se você lerem bem as reportagens não dá para dizer que a família foi assaltada por um palhaço. Primeiramente, a pessoa estava usando apenas uma máscara de palhaço, e não estava caracterizado, ou seja, fantasiado de palhaço. Em segundo lugar, não foi apenas a pessoa mascarada que rendeu a família, foram três pessoas sendo que duas delas usavam toucas. Terceiro, que o local é considerado extremamente perigoso, ou seja, a possibilidade de assalto é muito alta. Resumindo, muito alarde por parte da imprensa para tentar ganhar acessos em virtude da onda de supostos avistamentos de palhaços no Brasil. Como diria o velho ditado, a "ocasião faz o ladrão".

Palhaços Estariam Sendo Agredidos, Assaltados e Até Mesmo "Linchados" no Brasil?


Um dos sites de notícias no qual você deveria evitar no Brasil é o "Blasting News", e por uma razão muito simples. O "Blasting News" diz ser a primeira plataforma online de "jornalismo social", que permite escrever e ganhar dinheiro com o seu conteúdo. Assim sendo, a pessoa será recompensada com um sistema baseado em "qualidade": a compensação financeira estaria relacionada com o número de leitores únicos do conteúdo gerado por essa pessoa. Quanto "melhor" for o artigo, mais leitores alcançará e maior será o rendimento.

Pois é, mas na prática não funciona bem assim. Qualquer pessoa pode escrever qualquer coisa, e postar como se fosse uma notícia verdadeira no "Blasting News". Quanto mais acessos, mais dinheiro. Acho que você já percebeu o quão ruim isso pode se tornar, não é mesmo? E foi exatamente isso que aconteceu em duas ocasiões bem distintas envolvendo palhaços no Brasil.

A primeira foi quando diversas pessoas começaram a dizer que "palhaços assustadores tinham chegado ao Brasil e tinham dado queixa em delegacia após serem assaltados". O problema é que essa história veio de um clickbait de um usuário do "Blasting News", cujo conteúdo da notícia era: "Neste último final de semana, um homem deu queixa a policia após ser assaltado por 2 rapazes que estavam em uma moto, o curioso foi que o rapaz chegou na delegacia vestido de palhaço, ao ser questionado o por que daquela roupa ele disse que estava fazendo uma pegadinha para assustar algumas pessoas, o rapaz levou uma multa e foi liberado". 

A primeira foi quando diversas pessoas começaram a dizer que "palhaços assustadores tinham chegado ao Brasil e tinham dado queixa em delegacia após serem assaltados". O problema é que essa história veio de um clickbait de um usuário do "Blasting News"
A questão é que ao acessar o endereço, a notícia era sobre cachorros. Como assim? O endereço estava errado? Não. Era apenas um clickbait, e vou explicar como funciona o truque para vocês. Bastaria uma pessoa publicar o título original com o conteúdo original, ou seja, sobre cachorros. Em seguida, seria apenas uma questão de trocar o título e o conteúdo, salvar, gerar uma nova informação de exibição no Facebook (essa parte não irei ensinar), e trocar novamente o título retornando para o original com o devido conteúdo sobre cachorros. Pronto, o clickbait está armado.

Sempre que você compartilhasse o endereço seria exibida essa informação falsa sobre palhaços no Facebook, mas a maioria não presta atenção no endereço não é mesmo? Caso contrário notariam que envolve cachorros, não palhaços. De qualquer forma, isso iria gerar milhares de acessos e rendimentos para o usuário em questão do "Blasting News". Uma triste realidade que só desinforma as pessoas em vez de prestar um serviço informativo decente.

O mais recente caso de péssima informação proporcionada pelo "Blasting News" é a seguinte notícia:
O mais recente caso de péssima informação proporcionada pelo "Blasting News"
Será que isso realmente aconteceu? Vamos a uma dose de realidade sobre esse caso em Minas Gerais.

Segundo o site do jornal "Estado de Minas", a onda de palhaços assustadores teria feito a primeira vítima em Minas Gerais, mas ao contrário do que se poderia imaginar, o atacado foi o próprio palhaço. Thiago Alves Pereira, de 31 anos, conhecido como Palhaço Sorrisão, foi agredido na noite da última sexta-feira (14) com socos e pontapés quando estava a caminho de um trabalho voluntário, em Uberaba.

Ele contou à reportagem que trabalha como palhaço há mais de dez anos e nunca havia passado por nada parecido. "Estava em um ponto de ônibus que é um tubo (semelhante à cabine do Move, em Belo Horizonte), quando uma viatura da PM chegou e um policial me abordou de forma estranha, pedindo que eu saísse", conta. O palhaço, que é estudante de Direito, se recusou a sair e disse ao policial que se deixasse a cabine teria que pagar outra passagem, o que não faria. 

Thiago Alves Pereira, de 31 anos, conhecido como Palhaço Sorrisão,
foi agredido na noite da última sexta-feira (14) com socos e pontapés
quando estava a caminho de um trabalho voluntário, em Uberaba.
"Nisso, o ônibus chegou e eu entrei. Tinha umas trinta pessoas lá dentro, que ficaram me olhando, com medo", relatou. O estudante atribuiu os olhares à recente onda de palhaços assustadores, que se espalhou recentemente pelo Brasil, mas registrou os primeiros casos nos Estados Unidos. Ele disse que, por isso, preferiu ser cauteloso e procurou um assento solitário, para não incomodar ninguém.

Ainda assim, três adultos e uma adolescente começaram a questioná-lo perguntando o porquê de ele estar vestido daquela forma. O artista contou que explicou o trabalho voluntário que faz como palhaço, mas que o grupo não entendeu e começou a discutir com ele de forma agressiva. Ofendido, ele decidiu ligar para a polícia e prestar queixa. Foi quando um dos passageiros que fazia parte do grupo, e estava acompanhado da namorada, se irritou e tentou lhe dar um soco.

"Eu consegui sair fora do soco, mas acertei ele também. Com a confusão, o motorista freiou e eu caí. O homem não caiu, aí começou a me chutar, meu braço, meu rosto... Algumas pessoas tentaram separar a briga, mas o homem pegou em uma barra de ferro e me deu uma voadora no rosto", relatou o palhaço. O motorista do ônibus pediu para que o grupo descesse e Thiago decidiu ligar mais uma vez para a polícia. Junto com o estudante, os policiais conseguiram localizar o agressor, que prestou depoimento e foi liberado, em seguida.

O artista disse que está juntando provas para processar o autor do crime, no futuro, mas que depois de toda essa confusão, saiu ainda mais forte e decidido a continuar palhaço. "Uns dois dias antes do episódio eu tinha conversado com a mãe do meu filho, dizendo que eu não queria mais fazer trabalho voluntário. Mas esse episódio me fortaleceu, agora eu quero continuar. Isso me motivou ainda mais, me deixou mais forte", afirmou. 


Como vocês podem perceber, apesar da gravidade do acontecimento, Thiago não foi linchado pelos populares, apenas uma pessoa resolveu agredí-lo fisicamente, enquanto as demais pessoas tentavam separar a briga. Portanto, mais uma vez o "Blasting News" se mostrou uma péssima fonte de informação. Tenham muita atenção ao compartilharem qualquer coisa proveniente desse site.

Pessoas ou Palhaços Estariam Atirando ou Sendo Baleados nos Estados Unidos e ao Redor do Mundo?


A resposta é NÃO. Nessa parte da postagem vamos explicar alguns casos, que geralmente a mídia brasileira não faz muita questão de explicar para vocês, visto que na maioria das vezes são apenas meras traduções de fontes sensacionalistas ou que repassam os casos sem atualizá-los, ao contrário do que fazemos, é claro.

Quando esses casos de "avistamentos de palhaços" começaram nos Estados Unidos, muita gente começou a alardear que seria um "banho de sangue", principalmente devido a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos, que protege o direito do cidadão de manter e portar armas. Ela foi aprovada em 15 de dezembro de 1791, juntamente com as outras nove primeiras emendas constitucionais constantes da "Carta dos Direitos dos Estados Unidos" ou "Declaração dos Direitos dos Cidadãos dos Estados Unidos". Vale lembrar que sempre que é noticiado um um tiroteiro, atentado ou massacre em escolas norte-americanas, muitos cidadãos pedem um maior controle na venda de armas, ou seja, o debate sobre a implementação de leis mais rígidas para o porte de armas de fogo é reaberto.

Quando esses casos de "avistamentos de palhaços" começaram nos Estados Unidos, muita gente começou a alardear que seria um "banho de sangue", principalmente devido a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos, que protege o direito da população de manter e portar armas
Em muitos estados norte-americanos é permitido o transporte de armas em público. Na Flórida, os habitantes podem mostrar uma arma em público, desde que seja por breves períodos de tempo e sem que tenham intenção de ameaçar alguém. Oklahoma, por exemplo, permite o transporte de armas em público, mas proíbe mostrá-las em edifícios governamentais, escolas, estádios desportivos e zonas comerciais. Porém, em muitos outros existe uma série de restrições, ainda mais quando se trata de disparar uma arma de fogo contra alguém sem que este não represente uma ameaça efetiva ou que esteja simplesmente desarmado. Isso para não comentar sobre o transporte de armas brancas, como facas, estiletes e machados, por exemplo, em áreas escolares. Vamos mostrar alguns casos que aconteceram em relação a supostos disparos de armas de fogo, e a realidade por trás deles.

Logo no início dos supostos avistamentos de palhaço na Carolina do Sul, surgiu uma informação que moradores do conjunto habitacional "Fleetwood Manor", da cidade de Greenville, teriam ficado sabendo sobre a atividade de palhaços, e teriam ouvido barulhos na floresta atrás do edifício "D". Na época, foi alegado que homens dispararam armas de fogo na direção dessa área florestal, porém a polícia não encontrou nenhuma cápsula deflagrada no local indicado, ou seja, muito provavelmente isso nunca aconteceu.
Na época, foi alegado que homens dispararam armas de fogo na direção dessa área florestal, porém a polícia não encontrou nenhuma cápsula deflagrada no local indicado, ou seja, muito provavelmente isso nunca aconteceu
Outro caso interessante envolvendo um suposto disparo de arma de fogo teria acontecido na cidade de San Antonio, no estado norte-americano do Texas, no início de outubro. Segundo a WOAI, emissora de TV local afiliada da NBC, uma pessoa armada, vestindo um traje do palhaço, estava foragida depois que a polícia mencionou que um palhaço teria seguido uma pessoa até o interior de sua casa, realizado alguns disparos e teria saído correndo na noite de 7 de outubro.

Segundo a WOAI, emissora de TV local afiliada da NBC, uma pessoa armada, vestindo um traje do palhaço, estava foragida depois que a polícia mencionou que um palhaço teria seguido uma pessoa até o interior de sua casa, realizado alguns disparos
Segundo as autoridades, um adolescente de 14 anos estava do lado de fora de sua casa por volta das 19h, ouvindo música, e entrou em sua casa assim que viu um indivíduo usando um "traje completo de palhaço", que acabou o seguindo até o interior de sua casa, e teria tentado matá-lo. O adolescente disse à polícia que a arma falhou duas vezes, mas que o palhaço teria disparado um terceiro tiro, dessa vez com sucesso, no interior de sua casa. Apesar de ninguém ter ficado ferido, não foi encontrada nenhuma cápsula deflagrada no local, e nem mesmo quaisquer outros relatos de avistamentos palhaços na vizinhança.

Com toda essa repercussão, é claro que não faltariam boatos de que assassinatos estariam sendo cometidos por e contra palhaços nos Estados Unidos. Porém, acalmem-se, esses relatos não são verdadeiros. Vamos citar alguns desses casos que viralizaram nas redes sociais norte-americanas desde que essa onda de avistamentos de palhaços começou.

Em 30 de setembro, o site WaneTV.Wordpress.com publicou uma notícia dizendo que um homem, que estava usando roupas de palhaço, estava em estado grave após ter sido baleado em Fort Wayne, no estado norte-americano de Indiana. Michael Joyner, porta-voz do Departamento de Polícia de Fort Wayne teria dito que uma SUV de cor branca parou ao lado de um palhaço. O homem que estava dirigindo saiu do carro e teria disparado diversas vezes.

Michael Joyner, porta-voz do Departamento de Polícia de Fort Wayne teria dito que uma SUV de cor branca parou ao lado de um palhaço. O homem que estava dirigindo saiu do carro e teria disparado diversas vezes. Isso tudo, no entanto, é mentira!
A questão é o que site WaneTV.Wordpress.com é um site de notícias falsas, e nem mesmo possui alguma relação com a WANE TV, que é um canal de notícias que abrange a região de Fort Wayne. O Departamento de Polícia de Fort Wayne, inclusive, emitiu um comunicado sobre isso, dizendo que diversos moradores tinham começado a ligar para a polícia para saber mais detalhes do incidente, porém não havia ocorrido absolutamente nada.

Poucos dias depois, um site chamado Empire Herald publicou uma história quase idêntica, mudando apenas a localização, os nomes e algumas descrições. Contudo, esse site não publica nenhuma história verdadeira, preferindo "requentar" notícias satíricas ou clickbaits, que são publicadas em outros locais.

Em um outro estranho caso, um site chamado "Global Sun" publicou em 3 de outubro, que palhaços portando armas saíram dos Estados Unidos em direção ao Canadá, e assassinaram cerca de 23 pessoas em solo canadense. Contudo, isso é mentira. O "Global Sun" é um site de notícias falsas, e eles mesmos avisam os seus leitores sobre isso, mas nem sempre as pessoas prestam atenção nesses detalhes, e acabam compartilhando as notícias de forma indiscriminada.

Um site chamado Daily Finesser, por exemplo, chegou a publicar recentemente que o Congresso dos Estados Unidos tinha aprovado uma lei permitindo que os cidadãos atirassem e matassem palhaços "suspeitos" ou "maliciosos" assim que os avistassem. Essa é mais uma notícia falsa entre tantas que estão sendo espalhadas pela internet. O site Daily Finesser é apenas um "site de entretenimento", e avisa sobre isso ao seu leitor, que mais uma vez não presta atenção nesses detalhes, ao final de cada página do site.

Em um outro estranho caso, um site chamado "Global Sun" publicou em 3 de outubro, que palhaços portando armas saíram dos Estados Unidos em direção ao Canadá, e assassinaram cerca de 23 pessoas em solo canadense. Contudo, isso é mentira
Enfim, pelo menos até o fechamento dessa matéria, ou seja, na noite de 16 de outubro, não havia nenhum caso real ou oficial envolvendo mortes cometidas por palhaços ou de palhaços nos Estados Unidos ou em qualquer outra parte do mundo. Isso não quer dizer que isso não possa acontecer num futuro próximo, mas por enquanto os incidentes reportados são totalmente falsos.

A pergunta é: Por que não houve um "banho de sangue" nos Estados Unidos? Bem, para isso é necessário entender que ter direito a portar uma arma, não significa que você tenha direiro de usá-la da forma que quiser, onde quiser, quando quiser e contra quem quiser. Resumindo, nos Estados Unidos se alguém cometer crime usando arma de fogo, poderá pegar penas pesadas, de 10 ou 20 anos de reclusão. Se matar alguém com o disparo de arma de fogo, em alguns estados norte-americanos a pessoa poderá ser levada à pena de morte ou perpétua. Além disso, qualquer estrangeiro nos Estados Unidos que cometer um crime sujeito a pena capital, será condenado de acordo com as leis do estado onde ele se encontrar, assim como qualquer outro cidadão norte-americano. Você pode consultar a lista de crimes passíveis de pena capital no Portal Consular do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, clicando aqui
 
Sabemos que Justiça é exceção, e muitos saem totalmente impunes, inclusive nos Estados Unidos. Por isso mesmo vale a pena fazer um pequeno comparativo. De acordo com o FBI, o número estimado de homícidios, em todo o território americano, que conta com cerca de 320 milhões de habitantes, no ano de 2014, teria sido de 14.249 homicídios (sendo que 11.961 teriam sido devido a armas de fogo, um número alto de qualquer forma, cerca de 83% do total de homicídos cometidos). O número de homícidios justificáveis, ou seja, quando ocorre a morte de uma pessoa, em circunstâncias em que envolve o disparo de uma arma de fogo pelo cidadão comum, sem que seja considerado crime, teria sido apenas de 277 casos.

De acordo com o Serviço de Pesquisa do Congresso dos Estados Unidos, há cerca de duas vezes mais armas de fogo per capita nos Estados Unidos do que havia em 1968, ou seja, existem mais de 300 milhões de armas de fogo circulando em território norte-americano.

De acordo com o Serviço de Pesquisa do Congresso dos Estados Unidos, há cerca de duas vezes mais armas de fogo per capita nos Estados Unidos do que havia em 1968, ou seja, existem mais de 300 milhões de armas de fogo circulando em território norte-americano
Segundo o Atlas da Violência, no Brasil, o número de homicídios em todo território nacional, que conta com cerca de 200 milhões de habitantes, no ano de 2014, teria sido de 59.627. Desse total, cerca de 44.861 pessoas sofreram homicídio em decorrência do uso das armas de fogo, o que correspondeu a 76,1% do total de homicídios ocorrido no país. Ainda que essa proporção tenha se reduzido após a sanção do Estatuto do Desarmamento (ED), em 2003 (quando tal indicador alcançou 77%), a violência letal com arma de fogo no Brasil continua alcançando patamares só comparáveis a alguns poucos países da América Latina, sendo tal indicador bem superior aos 21%, que representa a média dos países europeus.

As estatísticas sobre porte e uso de arma de fogo no país são consideradas incompletas e pouco confiáveis por especialistas das áreas de criminalidade e segurança pública. Não há sequer um balanço formal do número de armas existentes no país - existem apenas estimativas extra-oficiais. Conforme estimativa divulgada pela ONG Viva Rio, 17 milhões de armas de fogo estariam em circulação no Brasil. Dessas, só 49% são legais; 28% seriam armas ilegais de uso informal e 23%, armas ilegais de uso criminal. O objetivo aqui não é debater sobre o porte ou não de armas, e nem mesmo apontar que um país seria mais ou menos seguro do que o outro. A questão é que a realidade criminal brasileira é muito diferente da realidade criminal norte-americana.

Pessoas Estariam Sendo Agredidas e Esfaqueadas por Palhaços no Reino Unido e na Europa?


Depois de um certo momento, os tabloide britânicos começaram a publicar vídeos e imagens aleatórios de supostos avistamentos de palhaços, sem qualquer comprovação que os mesmos fossem autênticos, ou seja, que não fossem encenados. Inicialmente, as notícias estavam sendo baseadas em relatos comunicados aos departamentos de polícia locais, porém, em pouco tempo se converteram em notícias especulativas que seriam disseminadas para o mundo inteiro.

Dessa forma, em 12 de outubro, o site de notícias "Daily Mail" publicou que um adolescente chamado Owen Russell, teria ficado coberto de sangue após "um galho de uma árvore" ter sido arremessado em sua direção por um palhaço, que estaria aterrorizando pessoas em Dinnington, South Yorkshire. Sua família postou uma foto no Facebook mostrando ataduras cobrindo a sua cabeça, e o sangue "claramente visível".

Um adolescente chamado Owen Russell, teria ficado coberto de sangue após "um galho de uma árvore" ter sido arremessado em sua direção por um palhaço que estaria aterrorizando pessoas em Dinnington, South Yorkshire


"O palhaço começou a correr assim que ele percebeu que tinha me atingido. Ele sabia o que tinha feito, mas ele não parou. Havia sangue por todas as partes. Poderia ter perdido um olho ou ter sido morto - essa onda de palhaço tem que parar imediatamente, está ficando fora de controle. As pessoas que estão fazendo isso para assustar as pessoas precisam parar antes que alguém morra", disse Owen Russell.

Simon Chinery, 28 anos teria se dirigido até um caixa eletrônico
em um posto de gasolina, quando teria avistado uma pessoa
vestida de palhaço, com uma faca de 25 cm de comprimento
Em um outro caso, um homem chamado Simon Chinery, 28 anos, disse que resolveu dar voltar de carro durante a noite na cidade de Blackburn, na Inglaterra. Ele teria se dirigido até um caixa eletrônico em um posto de gasolina, quando teria avistado uma pessoa vestida de palhaço, que estava portando uma faca de 25 cm de comprimento.

Simon alegou ter lutado com o suposto palhaço, o que teria resultado em graves ferimentos na sua mão direita que o teriam deixado "incapacitado". A lâmina da faca teria atravessado quatro ligamentos.

A parte mais curiosa e estranha de ambos os casos é que foi feito um grande alarde nas redes sociais, porém nenhum dos casos foi oficialmente reportado para a polícia. A hipótese mais provável é devido ao receio de serem enquadrados por falso alarme ou que a polícia descobrisse que as histórias foram inventadas.

No caso referente ao Simon Chinery existe um agravante ainda pior, visto que ele vendeu sua história para a SWNS, que é a abreviação de "South West News Service", que se auto intitula como a maior agência de notícias independentes do Reino Unido - fornecendo notícias, imagens, press releases e recursos para organizações de mídia em todo o mundo. O problema é que a reputação da mesma em relação a acontecimentos totalmente inverídicos é gritante.

No caso referente ao Simon Chinery existe um agravante ainda pior, visto que ele vendeu sua história para a SWNS
Na prática, a SWNS compra o direito de utilização da foto, monta a uma notícia sobre o assunto baseada nas informações e depoimentos de quem vendeu a foto, e revende o conteúdo para os tabloides britânicos publicarem. Isso é uma prática considerada normal, o problema é que não há interesse em investigar os casos que são noticiados, nem por parte da SWNS, nem por parte da maioria dos tabloides ou demais sites de notícias ao redor do mundo. Veja alguns exemplos abaixo, no qual a fonte era a SWNS, e que se tratavam de verdadeiras farsas:
O caso do adolescente Owen Russell até poderia ser verdadeiro, mas muito provavelmente o caso relacionado ao Simon Chinery é mentira. Para saber a verdade nesses casos é necessário conhecer as motivações financeiras, a situação em que a pessoa se encontrava, se alguma câmera de segurança filmou o incidente etc. Porém, pelo visto, não houve qualquer investigação a respeito disso.

Diversos casos começaram a se relatados também na Suécia, porém o único caso considerado mais grave até o momento seria de um adolescente que alegou ter sido atacado por "palhaços" na cidade de Varberg, ao sul de Gothenburg, e apresentou as autoridades cortes superficiais em seu ombro para provar o que havia ocorrido.

Diversos casos começaram a se relatados também na Suécia, porém o único caso considerado mais grave até o momento seria de um adolescente que alegou ter sido atacado por "palhaços" na cidade de Varberg, ao sul de Gothenburg, e apresentou as autoridades cortes superficiais em seu ombro para provar o que havia ocorrido
A maior parte da mídia britânica, a exemplo do "The Sun", noticiou o caso como se o adolescente tivesse sido "esfaqueado" (no sentido de ter sido algo muito grave). Essa foi a mesma linha adotada aqui no Brasil, a exemplo do Portal G1, infelizmente. Ninguém foi preso até o momento, e nem mesmo sabemos se o adolescente estaria mesmo falando a verdade.

Pensando em Sair Fantasiado para Assustar as Pessoas? Não Faça Isso! Sua Atitude Pode Resultar Tragédia e Você Pode Acabar Sendo Preso pela Polícia


O site de notícias "MidiaMax" publicou no dia 13 de outubro, que a Polícia Civil de Campo Grande/MS ainda não tinha registrado esse tipo de ocorrência na cidade. O delegado Wilton Vilas Boas de Paula, da Deops (Delegacia Especializada de Ordem Política e Social), explicou que não há crime para quem deseja se vestir de palhaço e sair andando pelas ruas. Afinal, os circos são os maiores exemplos de que esse tipo de fantasia é, inclusive, uma profissão.

Contudo, o problema tem início, quando de forma intencional um indivíduo se "esconde" atrás de uma fantasia para atacar pessoas, ou vítimas específicas. Por exemplo, negros, mulheres, homossexuais ou nordestinos. Nesse caso, os crimes são de lesão corporal, tentativa de homicídio e até homicídio.

Para as "pegadinhas", não existe um crime, porém o indivíduo pode responder pelo excesso, como citado no Art. 132 do Código Penal: "Expor a vida ou a saúde de outrem a perigo direto e iminente". A pena é de três meses a um ano de detenção se o fato não constitui crime mais grave.

"A pessoa assusta sai correndo e é atropelada. Não tinha intenção de causar um mal, mas o excesso provocou o acidente, e o 'fantasiado' responderá pelo crime", explicou o delegado.

Pensando em Passar um Trote para a Polícia? Tenha Cuidado em Relação ao que Está Compartilhando Através das Suas Redes Sociais


Esse tipo de atitude no Brasil, ou seja, se alguém resolver inventar essas histórias e ligar para a polícia para denunciar como se fosse algo verdadeiro, pode responder judicialmente por isso. No caso, seria por "falsa comunicação de crime", popularmente conhecido como "trote" (CP 340). E sim, você será identificado de alguma forma, seja pelo telefone utilizado, seja pelo horário, testemunhas na vizinhança ou através de suas redes sociais. Afinal, reportar supostos crimes, que nunca foram de fato cometidos, pelas redes sociais, pode ser passível de ser considerado como "trote", então cuidado com o que vocês estão compartilhando sem ter a menor noção do que estão fazendo.

"A pessoa que faz a comunicação de um crime que não ocorreu, gerando a atuação de uma autoridade no intuito de investigar o falso crime, pode ser responsabilizada pelo crime de comunicação falsa de crime, previsto no artigo 340 do Código Penal, e está sujeita a uma pena de até 6 meses de detenção e multa.

O criminoso, por meio de uma mentira, movimenta vários órgãos do Estado, para investigar um crime que não existiu, como: delegacia, fórum, Ministério Público, entre outros.
"

Código Penal - Decreto - Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940.

Comunicação falsa de crime ou de contravenção

        Art. 340 - Provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado:

        Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.


Além disso, sair na rua portando arma branca (facas, serrotes e afins) também pode ser passível de responder judicialmente. Atualmente conclui-se que, aquele que porta arma branca em local público, de forma ostensiva, para ataque ou defesa pessoal, deve sim responder pela contravenção, respeitando o princípio da proporcionalidade, uma vez que não se mostra razoável admitir como irrelevante penal a conduta de portar armas brancas, de forma ostensiva, em local público (praças, ruas e jardins), para ataque ou defesa pessoal. A prática, se continuar a ser tida como atípica por parte dos tribunais pátrios, com certeza contribuirá para proliferação de outros delitos, como homicídio, lesão corporal e roubo (leia mais aqui).

Portanto, tenham muita atenção em relação ao que vocês estão compartilhando pelas redes sociais, e o que estão fazendo para tentar obter apenas cinco minutos de fama na internet. Caso algo realmente esteja acontecendo, e caso você esteja sendo verdadeiramente importunado por pessoas vestidas de palhaços ou que estejam em atitude suspeita ao redor de escolas, comunique diretamente para a polícia através do telefone 190, e não através das redes sociais, combinado?

Atualização #1 - 18/10 as 13h50: Jovem é Preso Enquanto Assustava Moradores Vestido de "Palhaço" em Juazeiro, na Bahia


Segundo o site do jornal "Correio 24 horas", dois jovens foram detidos na madrugada do último domingo (16) em Juazeiro, na Bahia, tentando assustar moradores na Avenida Flaviano Guimarães, próximo ao campus da Universidade Estadual da Bahia (Uneb). Segundo a Polícia Militar, um dos jovens estava vestido de palhaço e carregava um machado e um violão. 

Segundo a Polícia Militar, um dos jovens estava vestido de palhaço e carregava um machado e um violão
(Foto: Reprodução/ Vale em Foco)
Enquanto o palhaço corria atrás das pessoas que passavam pela avenida, um outro jovem filmava o susto dos pedestres. Depois de denúncias de testemunhas, a Rondesp foi acionada. Ao chegar ao local, os policiais identificaram a ação dos jovens, que perseguiam um morador. Tiros de balas de borracha foram disparados e atingiram o palhaço, colocando fim à brincadeira. Em depoimento, os jovens confessaram que a ideia era gravar os vídeos das pegadinhas para que depois fossem publicados no YouTube.

Jovem vestido de palhaço foi preso
 (Foto: Reprodução/ Vale em Foco)

"A ideia surgiu quando eu vi que fazer uma pegadinha desse estilo ia ganhar uma grande visibilidade para meu canal, que eu tinha acabado de criar, com finalidade de ganhar um dinheiro", explicou o músico. 

"Como (palhaço) tá popular no exterior e também no Brasil, se eu fizesse essa pegadinha, a galera ia ver esse palhaço aqui em Juazeiro, esse palhaço assustador, dos EUA, aqui em Juazeiro. Dessa forma, o canal ia ter grande número de inscritos e a partir daí poderia criar meus testes sociais e vlogs", continuou. Ele e o amigo foram detidos no bairro de São Geraldo.

"Teve arrependimento porque eu não cheguei a pensar, nem imaginar que ia repercutir tanto assim o que eu fiz. O problema é isso, porque várias pessoas estão transparecendo minha imagem como um criminoso pesado e não foi isso, foi só uma pegadinha, uma brincadeira sem graça. E teve as consequências. Só de ir para delegacia já foi ruim demais. Mas têm outras pessoas que acham que isso foi muito pouco", lamenta Lucas Gustavo.

Atualização #2 - 18/10 às 14h: Guarda de Valinhos, Interior do Estado de São Paulo, Flagra Adolescente com Máscara de Palhaço "Macabro"


Segundo o Portal G1, a Guarda Municipal de Valinhos flagrou na noite de sábado passado (15) um adolescente de 16 anos vestido com roupa e máscara de palhaço macabro no Parque Portugal. De acordo com a corporação de Valinhos, uma moradora se assustou e chamou os guardas por volta das 21h30. Ao ser abordado, o jovem disse que não queria assustar ninguém e a intenção era apenas brincar. A roupa e a máscara foram apreendidas a pedido da mãe do garoto.

De acordo com a corporação de Valinhos, uma moradora se assustou e chamou os guardas por volta das 21h30. Ao ser abordado, o jovem disse que não queria assustar ninguém e a intenção era apenas brincar
"A mãe brigou com ele e disse para nós que já vinha alertando o menor que ia dar 'zica', e pediu para nós sumirmos com a roupa e a máscara", explicou o coordenador da Guarda, Aureliano Madeira. O caso não foi registrado na Polícia Civil porque não houve vítima prejudicada.

Ainda de acordo com a notícia, na sexta-feira (14), um adolescente de 15 anos armado com um facão foi detido em Nova Europa (SP) . Ele estava pintado de palhaço e, de acordo com a Polícia Militar, pretendia assustar moradores da região.

Atualização #3 - 18/10 as 14h30:  PM Desmente Boatos Sobre "Palhaços Macabros" na Região de Joinville, em Santa Catarina


Na última segunda-feira (17), a Polícia Militar de São Francisco do Sul precisou divulgar uma nota em suas redes sociais desmentindo as histórias que estão sendo espalhadas pela região sobre crimes envolvendo as figuras circenses na cidade. Elas estariam causando pânico na população. No fim de semana, um episódio de palhaços assaltantes em Joinville também foi divulgado — no boletim de ocorrência da Polícia Militar, no entanto, nada consta sobre fantasias.

 "Até agora, em nossa região, não houve nenhum caso comprovado de aparecimento de palhaços, ameaçando as pessoas ou raptando criancinhas. Por favor, não fiquem especulando nas redes sociais, como vem acontecendo e está causando pânico em nossos moradores", dizia a nota da PM.

Na cidade, os boatos começaram a crescer depois que fotos foram enviadas por aplicativos como o Whats App e um áudio com a voz de uma mulher — que em determinado momento comenta ser moradora de um bairro de São Francisco do Sul — recomenda cuidado após saber que pessoas conhecidas foram atacadas por homens vestidos de palhaço.

 "Até agora, em nossa região, não houve nenhum caso comprovado de aparecimento de palhaços, ameaçando as pessoas ou raptando criancinhas. Por favor, não fiquem especulando nas redes sociais, como vem acontecendo e está causando pânico em nossos moradores", dizia a nota da PM.
Segundo a Polícia Militar, apenas uma ocorrência foi registrada: na quinta-feira à noite, uma mulher ligou afirmando ter visto um homem com as características dos palhaços dos boatos no bairro Acaraí, perto do "Morro da Mina". No entanto, uma guarnição foi até o local e não encontrou nenhum suspeito.

Em Joinville, o caso teria ocorrido na sexta-feira, por volta das 23h40, no bairro Itinga. Um homem ligou para a Polícia Militar solicitando ajuda depois de notar dois suspeitos usando máscaras rondando a sua casa. Uma solicitação informando que teriam ocorrido disparos de arma de fogo na região também foi aberta.

A foto que estava circulando na região de Joinville era a mesma que estava circulando na cidade de Santos/SP,
tal como mencionamos na 2ª Fase de Avistamentos de Palhaços no Brasil
No local, o homem afirmou que os mascarados haviam tentado invadir sua residência, entrando no quintal da casa, e que ele soltou "bombinhas" para assustá-los — e este era o barulho confundido com tiros pelos vizinhos. Apesar do que foi divulgado após a ocorrência, à PM a vítima da invasão não informou nada sobre os suspeitos estarem usando adereços de palhaços — no registro da ocorrência, consta apenas que estavam mascarados.

Curiosamente, o homem que solicitou ajuda da PM ainda recebeu voz de prisão e foi levado à delegacia da Polícia Civil depois que assumiu ter armas de fogo em casa — uma pistola 765 e dois revólveres calibre 38 — e não conseguiu apresentar documentos para porte de armas nem o registro dos objetos. Foi constatado que elas estavam sem munição e, provavelmente, não haviam sido usadas recentemente.

Atualização #4 - 22/10 as 13h29: Jovens se Vestem de Palhaço e Usam Machado para Assustar Moradores no Município de Humaitá, no Estado do Amazonas


Segundo o Portal G1, dois adolescentes, de 14 e 16 anos, foram apreendidos na noite de segunda-feira (17) após causarem terror no município de Humaitá, situado a 590 km de Manaus. De acordo com a polícia, a dupla se caracterizou de palhaço e saiu para assustar populares com um machado.

Polícia recebeu diversos chamados via 190 devido ação da dupla (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
A Polícia Civil recebeu um chamado informando sobre a ocorrência no início da noite. Conforme a denúncia, duas pessoas vestidas de palhaço encurralavam e ameaçavam uma mulher em uma rua do bairro Nova Humaitá. Em seguida, a Polícia Militar saiu às ruas para localizar os jovens, mas eles não foram encontrados.

Jovens usaram machado para assustar moradores (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Pouco tempo depois, por volta de 20h, várias ligações foram recebidas, via 190, informando sobre situações semelhantes. De acordo com os relatos, os dois jovens corriam pelas ruas, assustavam crianças e paravam em frente às casas para riscar o machado no chão.

A PM realizou novas buscas e localizou os jovens. Ao perceberem a presença da polícia, eles se esconderam em uma área de mata ao lado de um posto de saúde. No celular da dupla, a polícia encontrou diversas fotos dos jovens, junto a outro colega, fantasiados de palhaço. À polícia, eles contaram que a intenção era apenas assustar, em imitação aos vídeos de palhaços que viralizaram na internet.

Fotos de colegas fantasiados foram encontrados no celular de um dos adolescentes apreendidos (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Os dois foram conduzidos para a 8ª Delegacia Interativa de Humaitá (DIH).

Atualização #5 - 22/10 as 13h35: Prisão do Suposto "Palhaço de Capão da Canoa" Gera Polêmica no Estado do Rio Grande do Sul


Um caso que acabou ganhando repercussão nacional, e o que levou a muitos canais no YouTube a dizerem erroneamente que esse teria sido o primeiro caso de palhaço no Brasil, o que repito, não é verdade, foi o caso do "palhaço de Capão da Canoa" no Rio Grande do Sul.

Segundo o Portal G1, um adolescente de 17 anos foi apreendido na noite de terça-feira (18), suspeito de usar um facão para assustar moradores vestido como palhaço em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Após ser levado à delegacia, sua mãe foi buscá-lo, segundo informou a Polícia Civil. O fato teria acontecido por volta das 21h nas proximidades da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cícero da Silva Brogni, na Rua General Osório, bairro Santa Luzia.

Adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de assustar moradores (Foto: Brigada Militar/Divulgação)
De acordo com relatos de testemunhas, ele usou o facão para ameaçar e correr atrás de pessoas na rua. Entre os moradores abordados estaria uma menina de 10 anos, segundo informou à polícia uma mulher que se identificou como avó da criança. Ninguém ficou ferido.

O site do jornal "Zero Hora" ainda mencionou quando o Pelotão de Operações Especiais do 2º Batalhão de Patrulhamento de Áreas Turísticas chegou ao local, o adolescente tentou investir contra os policiais. No depoimento, a Polícia Civil ainda registrou a ofensa do jovem aos PMs. Ele teria dito que "pé de porco não se mete com palhaço". O adolescente foi autuado por resistência, desacato e ameaça.

Entretanto, pode ser que essa não seja exatamente essa versão para o ocorrido. Acompanhe abaixo a reportagem da emissora SBT RS sobre esse caso:



O adolescente alegou que ele foi obrigado pelos policiais a usar a máscara, e que o facão não era dele, ou seja, a cena pode ter sido armada simplesmente para servir de exemplo, tanto para que os boatos parassem quanto que evitasse o surgimento de mais casos. Essa é uma história que provavelmente nunca iremos conhecer a verdade. Geralmente esse tipo de informação não contam a vocês, não é mesmo?

Atualização #6 - 22/10 as 13h44: Polícia Descobre Origem de Foto e Apreende Roupa de Palhaço em Rosário do Sul, no Estado do Rio Grande do Sul


Na última quinta-feira (20), o site do jornal "Zero Hora" noticiou que a Polícia Civil de Rosário do Sul, na Fronteira do Rio Grande do Sul, descobriu a origem da foto de um palhaço que estava circulando entre os moradores da região. As informações são do blog Caso de Polícia, da Rádio Gaúcha.

O site do jornal "Zero Hora" noticiou que a Polícia Civil de Rosário do Sul, na Fronteira do Rio Grande do Sul, descobriu a origem da foto de um palhaço que estava circulando entre os moradores da região
De acordo com a delegada regional Ana Luiza Tarouco, dois adolescentes foram responsáveis pela brincadeira. Um usou a fantasia e o outro tirou a foto. Em depoimento, eles alegaram que queriam fazer uma brincadeira. Diferente do caso registrado em Capão da Canoa, os jovens não foram autuados, já que não houve registro de ameaça ou perturbação. A roupa foi apreendida para evitar transtornos futuros.

Atualização #7 - 22/10 as 13h50: Adolescente Vestido de Palhaço e com Facão Assusta Moradores em Júlio de Castilhos, no Rio Grande do Sul


Segundo o site da Rádio Gaúcha, um adolescente foi apreendido na noite da última quinta-feira (20) vestido de palhaço em Júlio de Castilhos, na Região Central. Ele estaria correndo entre duas vilas da cidade, assustando moradores.

Conforme a Brigada Militar, por volta das 21h30, denúncias levaram a guarnição até os bairros Vila União e Vila Santo Antônio. Ele estava fantasiado e com uma peruca colorida, e uma pintura artística no rosto semelhante a um palhaço. O adolescente ainda portava um facão.

Conforme a Brigada Militar, por volta das 21h30, denúncias levaram a guarnição até os bairros Vila União e Vila Santo Antônio. Ele estava fantasiado e com uma peruca colorida, e uma pintura artística no rosto semelhante a um palhaço
Testemunhas relataram à Brigada Militar que o adolescente estava correndo pelas ruas, de uma vila até a outra, para dar sustos em moradores. O adolescente foi detido e levado para o Conselho Tutelar. Ele foi liberado mediante a presença dos pais.

Atualização #8 - 22/10 as 14h35: Um Palhaço Teria Explodido ao Pisar em uma Mina Terrestre no Camboja?


Uma notícia de uma pessoa supostamente vestida de palhaço, que teria explodido ao pisar em uma mina terrestre no Camboja, vem ganhando uma boa repercussão pelo mundo, mas será que isso é mesmo verdade?

Bem, a notícia começou a circular, é claro, principalmente através dos tabloides britânicos, que ainda tentam se aproveitar da onda de avistamentos de palhaços para vender suas notícias, e conseguir acessos que acabando se revertendo em dinheiro. Dê uma olhada nos inúmeros sites de notícias que estão repercutindo esse assunto:
Dê uma olhada nos inúmeros sites de notícias que estão repercutindo esse assunto
Segundo o Daily Mirror, por exemplo, um "palhaço assassino" assustador teria morrido após ser perseguido por moradores furiosos antes de supostamente pisar em uma mina terrestre, em Samraong, na região noroeste do Camboja. Os moradores teriam perseguido o palhaço, que inicialmente eles acreditavam que se tratava de um "espírito maligno", em uma floresta próxima. Posteriormente, eles teriam ouvido uma explosão, e teriam percebido que o mesmo provavelmente teria pisado em uma mina.

A polícia foi chamada, mas o homem não foi identificado devido a gravidade dos seus ferimentos. Acreditava-se, no entanto, que seria um estudante de 25 anos, que havia retornado dos Estados Unidos para visitar seus parentes no país do Sudeste Asiático.

"Um grupo de homens saiu de suas casas e iniciaram a perseguição ao homem com a máscara. Eles não queriam machucá-lo, mas eles queriam saber quem era a pessoa e fazê-la se desculpar com as demais que estava amedrontando", teria dito um capitão da polícia para o jornal "Times of Cambodia".

De acordo com a polícia, eles pararam de perseguí-lo ao se aproximarem de uma floresta nas proximidades, e gritaram, advertindo-o sobre os perigos na região.

De acordo com a polícia, eles pararam de perseguí-lo ao se aproximarem da selva nas proximidades,
e gritaram, advertindo-o sobre os perigos na região
"No entanto, ele continuou correndo, e momentos depois os seus piores medos se concretizaram ao escutarem uma explosão", teria completado o capitão da polícia.

Entretanto, será que essa história é verdade? Pois é, tudo isso muito provavelmente é mentira!

O site do "Times of Cambodia" foi registrado no último dia 16 de outubro, ou seja, ele não existia antes disso. Além disso, ele foi "inaugurado" com uma série de "histórias fantásticas", tipicamente publicadas por sites novos, que tentam se passar por um veículo de imprensa verdadeiro, quando na verdade são sites criados apenas para gerar dinheiro através dos acessos dos usuários.

Nesse caso, o site "Times of Cambodia" tentou explorar o fato que as minas terrestres são um dos maiores problemas no Camboja, devido a décadas de guerras. Como resultado disso, o país teria dezenas de milhares de cidadãos com algum tipo de amputação, principalmente dos membros inferiores, ou seja, um dos maiores índices de pessoas com essa condição no mundo. Assim sendo, associou essa triste realidade com os casos de supostos avistamentos de palhaços, predominantemente em território norte-americano, para vender uma notícia totalmente fantasiosa.

Comentários Finais


Sinceramente, estou mentalmente exausto depois de passar um mês escrevendo sobre supostos avistamentos de palhaços no Brasil e no mundo. Ainda mais tendo que ler supostas "piadas" de extremo mau gosto no Facebook, envolvendo John Wayne Gacy, um assassino em série, que estuprou e matou 33 adolescentes e jovens do sexo masculino, entre 14 e 21 anos, por asfixia/estrangulamento. A pior parte é ler comentários de pessoas que perguntam de que filme teria sido retirada a imagem dele, ou seja, pessoas que não têm o mínimo conhecimento, bom senso, ética ou caráter, e que se divertem de forma doentia ao custo de famílias que jamais terão seus filhos de volta, por mais que o assassino já tenha sido executado. Além disso, essas mesmas pessoas compartilham as postagens referentes a esse assassino em série, como se fosse algo interessante a ser divulgado. Fico imaginando se alguém criasse uma imagem envolvendo uma mulher qualquer, uma atriz famosa por atuar em filmes pornográficos, e por último a mãe dessa pessoa que compartilhou e achou engraçado a imagem, com a seguinte legenda embaixo: "Ah, essas amadoras". Ainda assim seria uma piada que as pessoas deveriam entender o contexto ou será que iria soar ofensivo? Pois é, não se brinca com nenhuma mãe, assim como ninguém deveria exaltar assassinos em série em "piadinhas" no Facebook. Simples assim.

Acredito que essa onda de avistamentos de palhaços aqui no Brasil "já deu o que tinha que dar". Está cansativo, repetitivo e prejudicando pessoas de bem, que realizam um trabalho primordial em levar alegria, felicidade e um bem estar social, que nossos governantes são incapazes de proporcionar. Isso não quer dizer que você deve apoiar pessoas que estão querendo agredir outras pessoas, caçar palhaços ou algo assim. Se você viu alguém dizendo que teve algum avistamento na cidade onde você mora, evite por algum tempo o local em questão, mas não compartilhe achando que você está fazendo o bem e ajudando a outras pessoas. Infelizmente, você está ajudando que os boatos se propaguem. Está sendo envolvido(a) no meio de interesses de outras pessoas, que só querem promover suas respectivas páginas, e não se importam nem um pouco com você. Então, por gentileza, pare, reflita, pense, pesquise, perca cinco minutos do seu tempo para ver se o que está sendo contado faz sentido. Isso tudo para evitar que você mesmo(a) seja feito de palhaço(a) por aquelas pessoas que você continua seguindo em suas redes sociais. Isso ficou claro?

Enfim, acho que chegou o momento de nos despedirmos dessa onda de avistamentos de palhaços, que não deixará nenhuma saudade em nosso país. Talvez, em um futuro próximo, alguém assuma a responsabilidade por isso ter saído fora do controle nos Estados Unidos, ou talvez nunca saibamos a realidade de como tudo isso verdadeiramente começou, até porque soa como um "tiro no pé" assumir algo que vem causando tanto pânico em diversas cidades e países ao redor do mundo. Fato é que nossa missão foi cumprida em trazer a realidade em relação a esses avistamentos para vocês. De qualquer forma, como diria Eiza Gonzalez, "suas palhaçadas não me fazem mais rir, acredito que seja melhor que vá embora. Não te alucino nem guardo rancor, mas já não há nada para se entender". É pessoal, a palhaçada acabou.

Até a próxima, AssombradOs.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://br.blastingnews.com/brasil/2016/10/palhaco-do-bem-e-linxado-em-onibus-de-mg-e-motivo-choca-o-pais-001186633.html
http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/10/familia-e-assaltada-por-homem-com-mascara-de-palhaco-em-sorocaba.html
http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/10/noiva-confirma-casamento-apos-ser-roubada-por-palhaco-vai-ter-festa.html
http://m.diarioonline.com.br/noticias/para/noticia-382734-.html
http://news4sanantonio.com/news/local/sapd-armed-man-in-clown-costume-shoots-at-west-side-homeowner
http://tudosobreseguranca.com.br/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=1376&Itemid=170
http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/armas_fogo/contexto_armas.html
http://wbay.com/2016/08/02/mysterious-creepy-clown-spotted-in-green-bay/
http://wjla.com/news/nation-world/police-armed-person-in-clown-costume-shoots-at-texas-homeowner
http://www.assombrado.com.br/2016/09/palhacos-estariam-realmente-assustando.html
http://www.assombrado.com.br/2016/10/a-onda-de-avistamentos-de-palhacos.html
http://www.assombrado.com.br/2016/10/conheca-7-casos-de-supostos.html
http://www.businessinsider.com/the-30-biggest-media-owners-in-the-world-2016-5/#15-yahoo--462-billion-16
http://www.dailymail.co.uk/news/article-3834099/Clown-craze-gets-father-28-STABBED-left-permanently-disabled-attacker-fancy-dress-prankster-fined-gets-vicious-hate-mail.html
http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2016/10/15/interna_gerais,814548/mineiro-vestido-de-palhaco-e-agredido-em-uberaba.shtml
http://www.ew.com/article/2016/07/13/it-movie-pennywise-first-look
http://www.ew.com/article/2016/08/16/pennywise-costume-stephen-king-it-movie
http://www.forumseguranca.org.br/storage/download/atlas_da_violencia_2016_ipea_e_fbsp.pdf
http://www.freep.com/story/news/local/michigan/wayne/2016/10/06/clown-mask-livonia-hotel-robbery/91663260/
http://www.jn.pt/mundo/interior/norteamericanos-ja-podem-andar-armados-nas-ruas-de-13-estados--2375482.html
http://www.jornaldebrasilia.com.br/cidades/palhaco-assustador-de-ceilandia-era-armacao-de-dono-de-pagina-no-facebook/
http://www.mysanantonio.com/news/local/article/Clown-allegedly-attempted-to-shoot-teen-during-9957529.php
http://www.npr.org/2016/01/05/462017461/guns-in-america-by-the-numbers
http://www.portalconsular.mre.gov.br/apoio-no-exterior/estados-unidos
http://www.telegraph.co.uk/news/2016/10/12/killer-crown-craze-now-russia-wades-in-by-warning-citizens-to-be/
http://www.valor.com.br/brasil/4493134/brasil-lidera-em-numero-de-homicidios-no-mundo-diz-atlas-da-violencia
https://en.wikipedia.org/wiki/News_Corp
https://en.wikipedia.org/wiki/News_Corp_Australia
https://ucr.fbi.gov/crime-in-the-u.s/2014/crime-in-the-u.s.-2014/offenses-known-to-law-enforcement/murder
https://ucr.fbi.gov/crime-in-the-u.s/2014/crime-in-the-u.s.-2014/tables/expanded-homicide-data/expanded_homicide_data_table_15_justifiable_homicide_by_weapon_private_citizen_2010-2014.xls
https://ucr.fbi.gov/crime-in-the-u.s/2014/crime-in-the-u.s.-2014/tables/expanded-homicide-data/expanded_homicide_data_table_8_murder_victims_by_weapon_2010-2014.xls
https://www.facebook.com/582545538504682/photos/?tab=album&album_id=582606638498572

http://www.correio24horas.com.br/detalhe/categoria/noticia/palhaco-macabro-de-juazeiro-afirma-que-se-arrependeu-foi-so-uma-pegadinha/?cHash=d5207db95b50c88d9015ad086519ecc7
http://www.correio24horas.com.br/detalhe/bahia/noticia/jovem-e-baleado-pela-pm-enquanto-assustava-moradores-vestidos-de-palhaco-macabro-em-juazeiro/?cHash=6bae730f5f6886f6a5d3f5316777221b
http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2016/10/guarda-de-valinhos-flagra-adolescente-com-mascara-de-palhaco-macabro.html

http://anoticia.clicrbs.com.br/sc/geral/joinville/noticia/2016/10/pm-desmente-boatos-sobre-palhacos-macabros-na-regiao-de-joinville-7823011.html 
Comentários