14 de setembro de 2016

Palhaços Estariam Realmente Assustando Moradores e Atraindo Crianças para Florestas, nos Estados Unidos? (Atualizado 26/09)

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Quem tem medo de palhaço? Uma série de supostos avistamentos de palhaços em cidades dos estados norte-americanos da Carolina do Sul e da Carolina do Norte começaram a causar um verdadeiro pânico entre os moradores locais. Isso porque muitas crianças teriam alertado aos seus pais que, palhaços estariam tentando induzí-las a caminharem junto com eles para dentro de florestas, cuja intenção final seria completamente desconhecida. Como se o relato de crianças não bastasse, alguns adultos também começaram a ligar para a polícia dizendo que teriam avistado o que seriam pessoas vestidas de palhaço. Em um determinado caso, por exemplo, o palhaço chegou a acenar para uma pessoa, que em seguida acenou de volta, porém o mesmo não teria se aproximado ou sequer causado nenhum dano físico a essa pessoa. Evidentemente, diversos departamentos de polícia entraram em alerta, realizaram um ostensivo patrulhamento na região, e iniciaram um amplo trabalho de investigação em relação aos incidentes. Com o decorrer do tempo, no entanto, esses avistamentos passaram a ter um caminho um tanto quanto perigoso. Houve relatos de palhaços portando machetes, e outras que teriam disparado com armas de grosso calibre em direção as florestas ao perceberem uma movimentação suspeita. A polícia vem pedindo calma a população, uma vez que se for realmente apenas uma brincadeira ou até mesmo uma campanha publicitária de algum filme de terror, alguém "inocente" pode acabar sendo gravemente ferido.

O escritor norte-americano Ben Radford, em seu livro chamado "Bad Clowns", aponta que um dos primeiros relatos de "palhaços fantasmas" (vamos explicar esse termo no decorrer da postagem) ocorreu em maio de 1981, quando diversas crianças na cidade de Brookline, no estado norte-americano do Massachusetts, relataram que palhaços tinham tentado atraí-las para uma espécie de furgão com promessas de doces. A polícia vasculhou a área, mas não encontrou nada. No dia seguinte, tanto a polícia quanto diversos pais na cidade de Boston, que fica localizada a apenas 7 km de distância de Bookline (cerca de 25 minutos de carro) entraram em alerta quando crianças começaram a dizer que "palhaços adultos" tinham incomodado diversas outras a caminho da escola. Obviamente, os pais ficaram muito apreensivos, as crianças foram alertadas e a polícia reforçou o patrulhamento na região. Contudo, apesar das buscas e das barreiras de trânsito impostas pela polícia local, nenhuma evidência jamais foi encontrada a respeito da existência de tais palhaços.

Os folcloristas Sandy Hobbs e David Cornwell, no livro "Supernatural Enemies", realizaram pesquisas sobre o pânico causado por "palhaços fantasmas", e concluíram que os pais das crianças, a polícia e os meios de comunicação desempenharam um papel importante na divulgação e da legitimidade dos rumores. Um estudante relatou, por exemplo, que as crianças mais velhas contavam as histórias de terror para as mais novas. Outras aparentam presumir que a história era derivada de um incidente real, ainda que a narrativa pudesse ter se tornado um tanto quanto exagerada. Os casos que vamos contar nessa postagem, por exemplo, teriam começado no Condado de Greenville, na Carolina do Sul, no fim do mês de agosto, nos arredores de um conjunto habitacional chamado "Fleetwood Manor". Com o passar do tempo, no entanto, os avistamentos começaram a ser relatados em cidades vizinhas, até chegar ao ponto de atravessar a fronteira estadual e ser relatado também em cidades do estado da Carolina do Norte, além de outros estados norte-americanos. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Os Relatos de Avistamentos de Palhaços no Início de Agosto desse Ano


Antes de começarmos a falar sobre os relatos que surgiram nas cidades dos estados da Carolina do Norte e da Carolina do Sul, precisamos mostrar para vocês, que tivemos outros relatos de misteriosos palhaços sendo avistados pela população do estado norte-americano do Wisconsin e até mesmo no Canadá, no início do mês de agosto desse ano, ou seja, bem antes desses mais recentes relatos começarem a surgir.

1. O Palhaço "Gags" da Cidade de Green Bay, no Wisconsin


O primeiro caso ocorreu na cidade de Green Bay, no Condado de Brown, no estado norte-americano do Wisconsin, quando um palhaço mascarado, com uma expressão ameaçadora, teria sido avistado e fotografado durante noite. Para se tornar ainda mais sombrio, o mesmo estava segurando quatro balões pretos. Isso deixou os moradores locais muito apreensivos. Eles passaram a se perguntar o que estava acontecendo, e começaram a ligar para a polícia para saberem se deveriam ou não se preocupar com isso. Uma vez alertada, a polícia passou a ter um grande dilema, visto que não poderia prender o suspeito, uma vez que nenhuma lei havia sido infringida.

O primeiro caso ocorreu na cidade de Green Bay, no Condado de Brown, no estado norte-americano do Wisconsin, quando um palhaço mascarado, com uma expressão ameaçadora, teria sido avistado e fotografado durante noite
Até mesmo uma página no Facebook chamada "Gags the Green Bay Clown" foi criada, onde as fotos do suposto palhaço apelidado de "Gags" foram amplamente compartilhadas. Cerca de poucos dias depois do assunto praticamente viralizar, veio à tona a verdade: as fotos eram parte de uma campanha de marketing viral relacionado a um curta-metragem sobre um "palhaço assustador".

Até mesmo uma página no Facebook chamada
"Gags the Green Bay Clown" foi criada
, onde as fotos
do suposto palhaço foram amplamente compartilhadas
Na época, a WBAY, emissora de TV afiliada da ABC, mais precisamente no dia 5 de agosto, expôs a farsa que teria sido revelada por um ator local chamado C.J. Guzan. Para o ator, "Gags" se tornou uma tática de amedrontamento que já tinha ido longe demais.

"Fiz o teste para um papel neste curta-metragem que era um curta de terror sobre um palhaço, que andava por Green Bay. Esse é o primeiro passo para o marketing viral", disse C.J. Guzan.

O ator disse que ele fez um teste para um papel para esse curta, no qual ele acabou não sendo escalado, e queria que as pessoas soubessem que ele não era o palhaço que aparecia nas imagens.

Como parte desse marketing, Guzan disse que atores, que participaram do curta, tinham sido convidados para compartilhar as fotos do palhaço como forma de "semear o medo" entre as pessoas.

Curiosamente, o Capitão Warych do Departamento de Polícia de Green Bay disse ter recebido dezenas de ligações a respeito do palhaço "Gags", mas que era importante que as pessoas soubessem que o palhaço não estava cometendo nenhum crime simplesmente por ser assustador em público.

Muitas pessoas postaram mensagens de repúdio, e que até planejavam atacar fisicamente o palhaço caso o encontrasse circulando pelas ruas da cidade. Porém, Warych pediu para que as pessoas não reagissem caso o avistassem, visto que poderiam acabar sendo responsabilizadas por uma eventual agressão.

Como parte desse marketing, Guzan disse que atores que participaram do curta tinham sido convidados para compartilhar as fotos do palhaço como forma de "semear o medo" entre as pessoas
Apesar do diretor do curta-metragem não ter retornado as ligações da emissora WBAY, o cineasta posteriormente admitiu sua participação no caso ao expressar satisfação com o sucesso da farsa em gerar manchetes em todo o mundo, sendo que as primeiras fotos do "Gags" foram compartilhadas mais de 50.000 vezes. Confira a página oficial do filme no Facebook, e um trailer do mesmo que foi publicado no Youtube, no dia 8 de agosto desse ano (em inglês):



Enfim, acho que ficou mais do que claro que esse caso era falso, não é mesmo? Vamos então para o outro caso que aconteceu no Canadá, que é igualmente interessante.

2. Os Palhaços do Parque Limbour, Noroeste da Cidade de Gatineau, no Canadá


Poucos dias depois do incidente ocorrido no estado norte-americano do Wisconsin, o site da emissora de TV canadense CBC, mais precisamente no dia 10 de agosto, informou que a polícia da cidade de Gatineau, no Canadá, estava investigando relatos sobre dois adolescentes vestidos de palhaços, que estavam assustando crianças em um parque local.

Imagem do Google Maps mostrando a localização do Parque Limbour, na cidade de Gatineau, no Canadá
Uma mãe chamada Caroline Saint-Pierre prestou queixa após dois adolescentes, sendo que um deles estaria carregando uma corrente de dois metros de comprimento, perseguiram crianças a partir do Parque Limbour, no noroeste da cidade de Gatineau, até suas respectivas casas, dois dias antes, ou seja, no dia 8 de agosto, uma segunda-feira.

Os palhaços começaram a seguir as crianças no parque, e quando elas começaram a correr, eles também passaram a correr atrás delas. A filha de Caroline Saint-Pierre, de 11 anos de idade, estava no parque com um grupo de amigos, incluindo uma criança de apenas 5 anos de idade, quando o incidente aconteceu.

Um adolescente usando uma máscara de palhaço assustou crianças
no Parque Limbour, em Gatineau, no Canadá, no dia 8 de agosto desse ano, uma segunda-feira
"Os palhaços as seguiram pelo parque, e quando as crianças começaram a correr, eles correram atrás delas", disse Caroline Saint-Pierre. A filha de Saint-Pierre correu todo o percurso de volta para a sua casa. Contudo, quando Saint-Pierre confrontou um desses palhaços, e perguntou o porquê ele estava assustando as crianças, ela não obteve resposta, simplesmente a pessoa ficou muda.

O Departamento de Polícia de Gatineau chegou a mencionar que eles estavam levando o incidente muito a sério, mas que nenhuma acusação seria feita contra os adolescentes, um menino e uma menina, porque eles não encontraram nenhuma intenção criminosa por parte de ambos.

Pierre Lanthier, porta-voz da polícia de Gatineau disse que a situação era inaceitável, e temia o que poderia acontecer caso mais adolescentes começassem a se vestir de palhaço. A preocupação de Pierre Lanthier era com a possível reação de alguns populares que poderiam reagir de forma violenta diante desse tipo de caso. De qualquer forma, desde então não foi relatado mais nenhum incidente dessa natureza na cidade.

Como Toda Essa História Começou na Carolina do Sul: Os Relatos de Avistamento de Palhaços em Fleetwood Manor


No dia 21 de agosto desse ano, um domingo, cerca de pouco mais de 10 dias após o incidente ocorrido na cidade de Gatineau, no Canadá, a polícia de Greenville, no estado norte-americano da Carolina do Sul, respondeu a uma série de relatos relacionados a avistamentos de palhaços nos arredores de um conjunto habitacional chamado "Fleetwood Manor".

Imagem do Google Street View mostrando a entrada do conjunto habitacional Fleetwood Manor,
em Greenville, no estado norte-americano da Carolina do Sul
Imagem do Google Earth mostrando a localização do conjunto habitacional Fleetwood Manor,
em relação a uma área florestal que fica bem próximo do mesmo
Esses relatos indicavam que um indivíduo, usando roupas de palhaço de circo, e pintura facial branca estaria tentando atrair as crianças para uma área florestal, que fica bem próxima desse conjunto habitacional. Abaixo vocês conferem a transcrição, devidamente traduzida, do que consta no relatório oficial dessa ocorrência em questão, que foi atendida pela polícia de Greenville.

"Em 21/08/2016, estava realizando uma investigação de acompanhamento referente aos diversos relatos de moradores a respeito de uma pessoa, vestido com roupas de circo, e pintura facial branca, atraindo crianças para que o(a) seguissem até a floresta.

Ao conversar com uma moradora, ela declarou que na sexta-feira à noite (19), aproximadamente as 20h30, ela estava em frente ao seu apartamento, quando seu filho se aproximou dela e afirmou que ele tinha visto palhaços sussurando e fazendo ruídos estranhos na floresta. A moradora foi até a região em que seu filho mencionou e observou diversos palhaços na floresta piscando luzes de laser verde, e então os mesmos fugiram para dentro da floresta. Seu filho mais velho afirmou que ele ouviu correntes e batidas na porta da frente da residência no sábado, por volta de 20h30.

Primeira página do relatório de ocorrência gerado pela polícia de Greenville, no dia 21 de agosto de 2016
Ao conversar com outra moradora, ela afirmou que estava andando em direção a sua residência as 2h30 dessa madrugada, e viu a figura de palhaço com um nariz piscante, parado, em pé, debaixo de um poste de iluminação e próximo a área de descarte de lixo. Ela afirmou que o suspeito acenou em sua direção e ela então acenou de volta, enquanto se encaminhava para sua residência em segurança. O suspeito não se aproximou dela ou lhe causou qualquer dano.

Diversas crianças da comunidade afirmaram que diversos palhaços têm aparecido na floresta, atrás do edifício "D", e tentam persuadí-las para que se encaminhem em direção a floresta, oferecendo grandes quantias de dinheiro. Elas disseram que acreditam que os palhaços ficam em uma casa localizada perto de uma lagoa ao final de uma trilha na floresta.

Segunda e terceira página do relatório de ocorrência gerado pela polícia de Greenville, no dia 21 de agosto de 2016
Após investigar a trilha, notei uma casa próxima a uma lagoa, que estava localizada em uma área florestal atrás do conjunto habitacional. Não havia sinal de atividade suspeita nem mesmo personagens vestidos com trajes de palhaço. Não há sistema de monitoramento de vídeo na comunidade. Não há nenhuma providência a ser tomada diante desse incidente.

***  Enquanto estava revisando o histórico de ligações da noite anterior houve relatos de disparos de arma de fogo por volta das 23h30. Enquanto conversava com os moradores, fui informado que indivíduos do sexo masculino do conjunto habitacional ficaram sabendo sobre a recente atividade de palhaços, e teriam ouvido barulhos na floresta atrás do edifício "D". Foi-me dito que esses homens dispararam armas de fogo na direção dessa área florestal. Fizemos uma busca na região indicada na tentativa de localizar as cápsulas que teriam sido deflagradas, porém com nenhuma delas foi localizada ***"

No dia 21 de agosto desse ano, um domingo, cerca de pouco mais de 10 dias após o incidente ocorrido na cidade de Gatineau, no Canadá, a polícia de Greenville, no estado norte-americano da Carolina do Sul, respondeu a uma série de relatos relacionados a avistamentos de palhaços nos arredores de um conjunto habitacional chamado Fleetwood Manor

.

A Carta Aparentemente Enviada Pela Administração do Conjunto Habitacional Fleetwood Manor


Cerca de três dias depois, ou seja, no dia 24 de agosto, uma quarta-feira, moradores do conjunto habitacional "Fleetwood Manor" receberam uma carta, aparentemente da própria administração do conjunto habitacional, porém muito mal escrita, em que a mesma alertava os pais sobre "um palhaço ou uma pessoa vestida com roupas de palhaço levando as crianças ou tentando atraí-las para a floresta".

Confira a transcrição dessa carta logo abaixo, devidamente traduzida, é claro, e da forma mais parecida com o que foi originalmente escrita em inglês:
 
"24/08/2016

Tem havido diversas conversas e muitas reclamações ao escritório a respeito de um palhaço ou uma pessoa vestida com roupas de palhaço levando as crianças ou tentando atrair as crianças para a floresta. Em primeiro lugar e acima de tudo, no conjunto habitacional Fleetwood Manor a segurança das crianças é uma prioridade. Em nenhum momento uma deve criança ficar sozinha à noite, andar pelas estradas ou áreas florestais à noite. Além disso, se uma pessoa ou pessoas forem avistadas, você deve imediatamente ligar para a polícia. 

Carta aparentemente enviada pela administração do conjunto habitacional Fleetwood Manor
O Departamento de Polícia do Condado de Greenville está ciente da situação e está realizando um patrulhamento diário na propriedade. Lembrem-se que há em vigor um toque de recolher às 22h de modo a garantir que suas crianças fiquem em segurança. Por favor mantenham as crianças em casa durante a noite e certifiquem-se que em todos os momentos as crianças estejam sendo supervisionadas. Quaisquer outras informações sobre esse assunto serão repassadas para todos os nossos moradores.

Obrigado,

A Administração
"


Em entrevista para a WYFF, emissora de TV afiliada da NBC, sediada em Greenville, na Carolina do Sul, Drew Pinciaro, vice-xerife do Escritório do Xerife do Condado de Greenville (sigla em inglês, GCSO), confirmou que houve duas ligações para a polícia na noite de sábado (20), que diziam que um indivíduo vestido com roupas de palhaço de circo e pintura facial branca estaria tentando atrair crianças a seguí-lo em direção a floresta. Porém, ele disse que nenhum relatório foi preenchido, porque os autores das ligações se mostraram "pouco cooperativos e não deixaram seus respectivos nomes registrados".

Em matérias publicadas pela WYFF e pela WHNS (FOX Carolina), emissora de TV afiliada da FOX, sediada na mesma localidade, foi identificada ao menos uma moradora do conjunto habitacional "Fleetwood Manor", chamada Donna Arnold, cujo filho também teria visto os tais palhaços. Ela disse que seu filho estava completamente apavorado.
Donna Arnold, uma das moradoras do conjunto habitacional Fleetwood Manor,
em Greenville, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos
"No início, pensei que ele estava contando uma mentira, e disse: 'Vá para casa e vamos falar sobre isso depois', porque eu não queria que isso se espalhasse. Então, no dia seguinte, umas 30 crianças vieram até mim e disseram: 'Sra. Donna, Sra. Donna, há palhaços na floresta'. Meu filho estava comigo o tempo todo, então percebi que eles tinham que ter visto alguma coisa. Havia mais de uma criança que os tinham visto. Portanto, tive certeza que ele estava falando a verdade", disse Donna Arnold, em entrevista para a WYFF, sendo que ela repetiu praticamente essa mesma versão para a WHNS.

"Quero que isso acabe. Temos cerca de 300 crianças nessa comunidade e amo todas elas. Tenho medo que algo aconteça com elas", completou Donna Arnold.

Os Casos de Avistamentos de Palhaços Começam a Se Espalhar por Greenville e Condados Vizinhos


Entretanto, essa situação iria literalmente sair do controle, visto que a partir do dia 29 de agosto, e praticamente uma semana após os episódios supostamente ocorridos em "Fleetwood Manor", os avistamentos de palhaços iriam se espalhar para outros conjuntos habitacionais, para outras cidades de condados vizinhos, e até mesmo atravessar as fronteiras estaduais.

De acordo com o Escritório do Xerife do Condado de Greenville, por volta das 20h30, do dia 29 de agosto, uma segunda-feira, policiais foram até o conjunto habitacional "Emerald Commons", depois que uma criança disse que viu um homem vestido em um traje do palhaço cerca de duas horas antes.

De acordo com o Escritório do Xerife do Condado de Greenville, por volta das 20h30, do dia 29 de agosto, uma segunda-feira, policiais foram até o conjunto habitacional "Emerald Commons", depois que uma criança disse que viu um homem vestido em um traje do palhaço cerca de duas horas antes
Outro avistamento de palhaço foi relatado no conjunto habitacional "Shemwood", pouco antes das 22h daquela mesmo dia. Nesse último caso, uma criança de 12 anos disse aos policiais ter visto dois palhaços em uma área recreativa da localidade. Um deles possuía cabelo vermelho e outro estava com uma máscara branca e vestido de palhaço. Essa criança disse também que um deles estava tirando fotos das demais crianças.

Assim sendo, a polícia enviou reforços e quatro homens passaram a patrulhar a região. Contudo, os policiais não estavam conseguindo validar os relatos das crianças e demais moradores, visto que não havia nenhuma evidência (nariz de palhaço, perucas, roupas, botões ou quaisquer outros acessórios usados por palhaços), e nem mesmo nenhum vídeo de câmeras de segurança, que pudessem comprovar esses avistamentos. De qualquer forma, eles mantiveram o reforço no patrulhamento, visto que não havia nenhuma razão para não acreditar em tais relatos.


Outro avistamento de palhaço foi relatado no conjunto habitacional "Shemwood", pouco antes das 22h daquela mesmo dia. Nesse último caso, uma criança de 12 anos disse aos policiais ter visto dois palhaços em uma área recreativa da localidade
Na terça-feira (30), o departamento de polícia de Greenville recebeu duas ligações sobre avistamento de palhaços no conjunto habitacional "Shemwood", com o intervalo de poucas horas entra ambas as ligações. As pessoas que ligaram disseram que crianças tinham começado a perseguir dois palhaços dentro das dependências do conjunto habitacional, antes que os palhaços corressem em direção a uma cerca de madeira e a quebrassem antes de fugir.

Um palhaço estava esperando em um carro, sendo os outros dois saltaram para dento do veículo e fugiram. Testemunhas disseram que o carro parecia ser um modelo recente da marca Honda, de cor preta. As crianças disseram aos policiais, que um palhaço tinha um nariz vermelho e cabelo vermelho, mas sem pintura facial.

As pessoas que ligaram disseram que crianças tinham começado a perseguir dois palhaços dentro das dependências do conjunto habitacional, antes que os palhaços corresse em direção a uma cerca de madeira e a quebrasse antes de fugir.
Na quarta-feira (31), a polícia disse que uma adolescente estava caminhando da sua escola até a sua casa, e relatou ter visto um palhaço em uma área florestal próxima a escola "Hughes Academy", na região de Pleasant Valley. Confira também uma reportagem realizada pela WSPA 7News, e publicada em sua respectiva conta no Youtube, no dia 29 de agosto (em inglês):



Naquela mesma noite, os policiais ainda responderiam um outro chamado, após uma mulher ter relatado o avistamento de um homem branco, entre 35 e 45 anos, com uma pintura facial semelhante a de um palhaço e cabelo vermelho. O homem estava parado nos arredores da lavanderia do conjunto habitacional "Park Haywood". A mulher disse aos policiais que o palhaço olhava para ela enquanto ela caminhava, mas não falou nada ou sequer a seguiu.

A mulher ainda deu maiores detalhes sobre o que teria visto. Ela disse que o homem teria por volta de 1,8m de altura, e cerca de 90 kg. No relatório, a testemunha descreveu o indivíduo como se estivesse usando uma touca de natação de cor branca com cabelo vermelho de ambos dos lados, pintural facial branca com uma linha vemelha pintada ao redor da boca. O indivíduo estaria usando uma camiseta cinza de manga comprida, luvas brancas, botas pretas e estaria segurando balões brancos. A testemunha disse que cheirava como tinta fresca.


Algumas das localidades onde pessoas teriam relatado o avistamento de palhaços
no condado de Greenville, na Carolina do Sul
Um adolescente chamado Evan Adams, 13 anos, disse que seu treino de futebol foi cancelado, então ele chegou em casa mais cedo do que normal. O menino, que estava sozinho em casa, disse que um palhaço bateu na porta de sua residência. Imediatamente, ele ligou para sua mãe que, em seguida, chamou a polícia.

"Minha mãe me disse que ela chamou a polícia, sabia que ela não estava brincando, porque estava falando sério sobre isso. Não iria fazer brincadeiras sobre algo assim, isso é sério", disse Evan, em entrevista para a WHNS.

Ainda na quarta-feira, porém em outro condado, em Spartanburg, o Capitão Art Littlejohn, do departamento de polícia local, mencionou que policiais foram chamados até o conjunto habitacional "Canaan Pointe" devido a relatos de uma pessoa suspeita.

Ainda na quarta-feira, porém em outro condado, em Spartanburg, o Capitão Art Littlejohn, do departamento de polícia local, mencionou que policiais foram chamados até o conjunto habitacional "Canaan Pointe" devido a relatos de uma pessoa suspeita
Uma mulher disse aos policiais que uma pessoa vestida de palhaço estava parada em seu quintal. Ela tirou uma foto, e a pessoa saiu correndo. O Capitão Art Littlejohn disse que o oficial tentou visualizar a foto no celular dessa mulher, mas a imagem estava muito escura.

Foto tirada por celular de uma moradora do conjunto habitacional "Canaan Pointe", no Condado de
Spartanburg, na Carolina do Sul (à esquerda) e a tentativa de melhorar a foto realizada pela emissora WHNS (à direita)
Nesse ponto é interessante ressaltar que de acordo com a lei estadual da Carolina do Sul, ninguém com mais de 16 anos pode aparecer em público usando uma máscara "ou outro dispositivo que esconda sua identidade". A lei, é claro, faz exceções para pessoas cuja profissão ou emprego envolva o uso de uma máscara. Existe também um decreto municipal de Greenville que proíbe "agredir, pertubar ou perseguir pessoas". Leis complementares podem ser aplicáveis, dependendo das circunstâncias específicas de cada caso.

Diante do pânico que estava se instalando na cidade, Ken Miller, Chefe de Polícia do Departamento de Polícia da Greenville, deu uma coletiva de imprensa no dia 1º de setembro, uma quinta-feira. Durante a coletiva ele demonstrou toda a sua indignação sobre essa situação.

"É ilegal. É perigoso. É inapropriado, e está criando nervosismo na comunidade, então isso precisa parar", disse Ken Miller. Ele acrescentou que não sabia se os avistamentos estavam relacionados a proximidade do lançamento do filme de terror, do diretor Rob Zombie, chamado "31", que foi lançado nos Estados Unidos justamente no mesmo dia em que a entrevista coletiva estava sendo concedida pela polícia.

Ken Miller, Chefe de Polícia do Departamento de Polícia da Greenville,
deu uma coletiva de imprensa no dia 1º de setembro, uma quinta-feira
Ainda na quinta-feira, o Departamento de Polícia de Travelers Rest, no Condado de Greenville, investigou duas ligações sobre avistamentos de palhaços no conjunto habitacional "Brookside Pointe". Ambas as ligações foram feitas pela manhã.

Um dos relatos encaminhou os policiais para a numeração de um edifício que não existia no conjunto habitacional, enquanto que o outro relato apontava para uma localidade diferente, mas dentro do mesmo conjunto. Diversas crianças e adultos estavam circulando no momento da chegada dos policiais, mas ninguém tinha quaisquer informações sobre avistamento de palhaços.

Tudo Não Passou de Uma Campanha Publicitária? "Aparentemente, Não".


Uma vez que havia a suspeita de tudo isso ser apenas uma sádica campanha publicitária do filme "31", do diretor Rob Zombie, a mesma passou a ser o centro das atenções. No cartaz promocional aparecia um palhaço assustador com uma pintura facial branca, que se parecia com as imagens que estavam sendo compartilhadas pelas redes sociais, supostamente a partir de avistamentos locais.


Cartaz promocional do filme "31", do diretor Rob Zombie
No filme "31", que foi financiado a partir de uma campanha de arrecadação de fundos, cinco pessoas que trabalham em um circo são sequestradas na noite anterior do "Dia das Bruxas", e são mantidas como reféns em um grande complexo. Eles tentam sobreviver a um jogo chamado "31", ao mesmo tempo que elas precisam fugir de assassinos vestidos de palhaços, que atacam e as torturam ao longo de 12 horas. Suspeito, não é mesmo?

A WYFF, emissora de TV afiliada da NBC, sediada naquela mesma região da Carolina do Sul, enviou um email aos produtores do filme para saber se eles tinham algum envolvimento em toda essa história.

No dia 6 de setembro, uma quarta-feira, a WYFF recebeu uma resposta da "Saban Films", que está sendo responsável pela distribuição do filme. Em nota, a Saban Films disse que a empresa e o filme "31" não estavam associados aos palhaços assustadores ou pessoas fantasiadas que estavam sendo avistadas na Carolina do Sul.


Os Avistamentos de Palhaços "Se Espalham" Para o Estado da Carolina do Norte


Se a situação já estava ficando estranha, iria piorar mais um pouco, visto que os avistamentos de palhaços começaram a "se espalhar" pelo estado norte-americano da Carolina do Norte, mais precisamente entre as três principais cidades (Greensboro, Winston-Salem, e High Point) de uma região conhecida como Piedmont Triad.

Tudo isso teria começado pela cidade de Winston-Salem, no dia 4 de setembro, um domingo, por volta das 20h30, nas proximidades do Parque Piedmont. A polícia da cidade disse que teria havido o relato de alguém vestido de palhaço tentando atrair crianças para dentro área florestal do parque. O "palhaço" foi descrito vestindo macacão branco, luvas brancas, sapatos vermelhos, cabelo vermelho, um rosto branco e um nariz vermelho.

Tudo isso na Carolina do Norte teria começado pela cidade de Winston-Salem, no dia 4 de setembro, um domingo, por volta das 20h30, nas proximidades do Parque Piedmont. A polícia da cidade disse que teria havido o relato de alguém vestido de palhaço tentando atrair crianças para dentro área florestal do parque.
O suspeito teria tentado atrair as crianças com doces, e teria sido visto e ouvido por duas crianças, sendo que um adulto teria escutado a voz do suspeito, mas não teria o avistado. O suspeito não foi encontrado quando os policiais chegaram.

Um segundo avistamento de "palhaço" teria acontecido pouco depois da meia-noite, em um local próximo ao Parque Gateway Commons, a cerca de 3 km do local do primeiro avistamento. Os policiais tentaram localizar o indivíduo, porém não encontraram ninguém. Resumindo, ambos os locais onde os supostos "palhaços" foram relatados estavam muito próximos a áreas residenciais, e próximos de parques ou áreas florestais. Confira também uma reportagem realizada pela WCBD NEWS 2, e publicada em seu respectivo canal no Youtube, no dia 6 de setembro (em inglês):



Um dos relatos mais surpreendentes, no entanto, viria de uma mulher que disse aos oficiais de polícia do Condado de Forsyth, na Carolina do Norte (condado no qual a cidade de Winstom-Salem pertence), que um palhaço empunhando uma machete (uma espécie de "facão") tentou atraí-la para uma área florestal próxima da cidade de Walkertown, por volta das 23h da segunda-feira (5).

A mulher disse que o palhaço era do sexo masculino, tinha cabelo vermelho, um nariz vermelho, usava luvas pretas, uma gravata preta e sapatos brancos. Estranho, não é mesmo?

A lista de casos ocorridos no Condado de Forsyth, no qual a cidade de Winstom-Salem faz parte
Na manhã da terça-feira (6), o Departamento de Polícia de Greensboro recebeu uma ligação sobre um outro avistamento de palhaço na região de Piedmont Triad. Dessa vez o avistamento ocorreu no conjunto habitacional "The Park at Oakridge". Um homem disse que viu um palhaço próximo de uma área florestal atrás do conjunto por volta das 10h da manhã. 

Em entrevista para o canal "FOX 8", Chris Bass disse que mora no conjunto habitacional com sua esposa e seus dois filhos. Ele estava na varanda de sua casa quando viu um homem usando uma máscara branca, cabelo encaracolado vermelho, camisa pontilhada amarela, calças de palhaço na cor azul, e sapatos de palhaço na área florestal. Chris tentou perseguir o palhaço, mas não conseguiu alcançá-lo. Ele chamou sua atitude de "instinto paternal".

Chris Bass estava na varanda de sua casa quando viu um homem usando uma máscara branca, cabelo encaracolado vermelho, camisa pontilhada amarela, calças de palhaço de cor azul, e sapatos de palhaço na área florestal
Em uma nota divulgada pelo Departamento de Polícia de Greensboro, as autoridades disseram que era totalmente legal (no sentido de permitido) se vestir como um palhaço, mas "considerando o aumento das tensões sobre estes artistas", as autoridades "desencorajavam o comportamento de indivíduos que possam achar engraçado imitar um comportamento, no qual diversos pais estavam suspeitando de ser algo mais sério". Esses "imitadores" estariam alarmando desnecessariamente a população, e fazendo a polícia perder tempo ao dispor de seu efetivo ao invés de cuidar de outros casos.

Curiosamente, no dia 7 de setembro, quinta-feira passada, o site da emissora "FOX 8" publicou uma notícia dizendo que cerca de 8 avistamentos de palhaços tinham sido relatados ao departamento de polícia da cidade de High Point, um número até então desconhecido do público.

De acordo com uma nota divulgada pelo Capitão Mike Kirk, do Departamento de Polícia de High Point, as autoridades locais já tinham investigado cerca de oito relatos de atividades suspeitas envolvendo pessoas vestidas como palhaços desde o dia 20 de agosto, ou seja, ao mesmo tempo que esses relatos eram comunicados em Greenville, na Carolina do Sul. Ele ainda mencionou que alguns dos relatos incluíam informações de que as crianças foram abordadas ou perseguidas pelos palhaços.

De acordo com uma nota divulgada pelo Capitão Mike Kirk, do Departamento de Polícia de High Point, as autoridades locais já tinham investigado cerca de oito relatórios de atividades suspeitas envolvendo pessoas vestidas como palhaços desde o dia 20 de agosto, ou seja, ao mesmo tempo que esses relatos eram comunicados em Greenville, na Carolina do Sul.
As descrições das pessoas suspeitas eram bem limitadas e variavam de acordo com a ligação. Algumas pessoas se recusavam a fornecer seus nomes, e diziam que estavam ligando por saberem a informação a partir de terceiros. Os oficiais, no entanto, não foram capazes de localizar os indivíduos mencionados. Além disso, nenhuma atividade criminosa tinha sido descoberta durante a investigação de todas essas ligações.

A parte interessante ficava por conta de uma ligação, no qual os polícias acabaram descobrindo posteriormente, que se tratava de um funcionário de uma empresa de entretenimento promocional vestindo um traje da empresa. O indivíduo estava abastecendo seu veículo em um posto de gasolina.

Essa situação mudaria um pouco, porque na última sexta-feira (9), um homem chamado David Armstrong, 24 anos, foi preso ao admitir que inventou ter avistado um palhaço na cidade de Winstom-Salem. Isso mesmo que você leu.

Um homem chamado David Armstrong, 24 anos, foi preso ao admitir
que inventou ter avistado um palhaço na cidade de Winstom-Salem
Por volta das 2h48 da manhã, o Departamento de Polícia de Winston-Salem recebeu uma chamada de David W. Armstrong, onde o mesmo alegava que um palhaço havia batido em sua janela antes que ele o perseguisse em uma área florestal nas proximidades.

Durante a investigação ele admitiu que inventou toda a história, e acabou sendo preso. Ele permaneceu detido sob uma fiança de US$ 500 (cerca de R$ 1.700 pela cotação atual),na cadeia do Condado de Forsyth.

Os Recentes Avistamentos de Palhaços nos Estados da Georgia e na Virgínia Ocidental


Ontem (13), o site da WJBF, emissora de TV afiliada da ABC, sediada na cidade de Augusta, no estado norte-americano da Georgia, noticiou que o Escritório do Xerife do Condado de McDuffie havia recebido relatos de avistamentos de palhaços na região.

O primeiro caso teria sido relatado um pouco antes da meia-noite do último domingo (11), em um ponto próximo a divisa com o condado de Jefferson, onde um palhaço estaria simplesmente parado à beira de uma rodovia.

Ontem (13), o site da WJBF, emissora de TV afiliada da ABC, sediada na cidade de Augusta, no estado norte-americano da Georgia, noticiou que o Escritório do Xerife do Condado de McDuffie havia recebido relatos de avistamentos de palhaços na região
O segundo caso teria sido relatado as 6h30 da manhã de ontem (13) quando um pessoa relatou que um palhaço estaria perseguindo crianças em um ponto de ônibus escolar da região de de Davis Circle. Os oficiais investigaram ambos os casos, mas não encontraram nenhuma pessoa suspeita.

Também no dia de ontem (13), a WHSV, emissora de TV afiliada da ABC, sediada em Harrisonburg, na Virgínia, publicou que alguém vestido o que parece ser uma roupa de palhaço foi fotografado à beira de uma estrada à noite, em Duhring, no Condado de Mercer, na Virgínia Ocidental. A foto, é claro, começou a viralizar pelas redes sociais norte-americanas, principalmente pelo Facebook.

A WHSV publicou que alguém vestido no que parece ser uma roupa de palhaço foi fotografado na beira de uma estrada à noite, em Duhring, no Condado de Mercer, na Virgínia Ocidental
"Nós não sabemos o propósito da pessoa, e se alguém tirou a foto apenas para assustar as pessoas. Porém, isso é perigoso, sendo ainda mais perigoso para essa pessoa, se for apenas uma brincadeira. Gostaríamos de colocar um fim a isso, seja lá o que isso for. Tenho um oficial trabalhando nisso, e tentando descobrir onde a imagem se originou, e quem foi a primeira pessoa a publicá-la", disse Darrell Bailey, vice-xerife do Condado de Mercer.

Existe Alguma Conexão Entre os Casos Ocorridos em Wisconsin, Canadá, Carolina do Sul, Carolina do Norte, Geórgia e Virgínia Ocidental?


Sem dúvida alguma as mídias sociais desempenharam um papel importante em todos esses casos. Sinceramente, um palhaço em pé, solitário, em canto vazio de uma rua, é uma visão inútil e patética. Os palhaços, no entanto, são perfomáticos por natureza e precisam de uma certa audiência. É nesse momento que as redes sociais, tais como: Facebook, Instagram e Twitter fornecem plataformas baratas e potencialmente virais para as suas brincadeiras ou artes perfomáticas.

Agora, qual a razão desse súbito interesse por palhaços assustadores? Embora não pareça haver nenhuma ligação entre os palhaços canadenses, o palhaço da cidade de Green Bay e os demais supostos palhaços, é curioso que todos os casos tenham acontecido em um curto período de tempo. É possível, por exemplo, que os casos sejam somente imitações de relatos anteriores de palhaços assustadores, incluindo os incidentes que ocorreram em duas cidades do estado norte-americano da Califórnia em 2014, e num cemitério da cidade norte-americana de Chicago, em julho de 2015.

Foto do palhaço da cidade de Wasco, na Califórnia, nos Estados Unidos, uma das cidades que estavam
sendo "aterrorizadas" por palhaços no ano de 2014
Foto de um palhaço no cemitério Rosehill, da cidade norte-americana da Chicago, em julho de 2015
A maioria dos "palhaços malvados", por assim dizer, são ficcionais, embora alguns (assim como o serial killer John Wayne Gacy) sejam reais. Outros "palhaços malvados" são relatados por estarem vagando pelas ruas e parques à procura de crianças inocentes para sequestrar, mas eles parecem desaparecer pouco antes da polícia chegar para prendê-los. Alguns dizem que eles são reais, enquanto outros afirmam que eles são fruto da imaginação das pessoas. Eles são conhecidos como "palhaços fantasmas", um termo cunhado pelo autor Loren Coleman em seu livro "Mysterious América".

O Remake de "IT - A Coisa", Um Clássico Romance de Terror de Stephen King, que Deve Estrear em Setembro de 2017


Entretanto, a "fama de mau" dos palhaços pode se espalhar através do entretenimento popular. Talvez você não saiba, mas entre meados de julho e agosto desse ano, diversos sites voltados ao mundo do cinema e das celebridades, começaram a divulgar as primeiras imagens do remake para os cinemas de "IT", um dos romances de terror mais volumosos de Stephen King, com mais de mil páginas.

Entre meados de julho e agosto desse ano, diversos sites voltados ao mundo do cinema e das celebridades, começaram a divulgar as primeiras imagens do remake para os cinemas de "IT", um dos romances de terror mais volumosos de Stephen King, com mais de mil páginas
Segunda foto divulgada do personagem principal do filme "IT", que está previsto para ser lançado
no início de setembro do ano que vem
Publicado em 1986 e lançado no Brasil com o título "It – A Coisa", a aterrorizante história gira em torno de sete crianças, na cidade fictícia de Derry, no Maine, nos Estados Unidos, que eram perseguidas pela criatura maligna que lhe dá título.  Para sobreviver, elas precisam superar seus medos e enfrentar Pennywise (também conhecido como "IT", ou "A Coisa") duas vezes em suas vidas – na infância e também em suas vidas adultas, uma vez que 30 anos depois eles são chamados de volta para o confronto definitivo quando a criatura volta a matar crianças.

Publicado em 1986 e lançado no Brasil com o título "It – A Coisa", a aterrorizante história gira em torno de sete crianças, na cidade fictícia de Derry, no Maine, nos Estados Unidos, que eram perseguidas pela criatura maligna que lhe dá título
Nesse remake o personagem principal é interpretado por Bill Skarsgård (série "Hemlock Grove”) e, além de mais jovem, parece mais infantilizado. Em entrevista para a revista Entertainment Weekly, a figurinista do filme, Janie Bryant, explicou que a infantilização foi proposital, com a inclusão de calças curtas e cintura apertada. Segundo Bryant, esse figurino "definitivamente incorpora todas essas vidas passadas de outros mundos, se quiser colocar dessa maneira. Ele é definitivamente um palhaço de uma era diferente".

De qualquer forma, a estreia está marcada para o feriado de 7 de setembro de 2017 no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA. Obviamente, essa data poderá ser alterada conforme o passar do tempo. Aproveite para conferir o trailer do primeiro filme que foi lançado, em 1990, de "IT - A Coisa", em um canal de terceiros no Youtube (em inglês):



Embora palhaços assustadores sempre estiveram enraizados na cultura popular de diversos países, o fenômeno de pessoas se vestirem como palhaços para assustar as pessoas, geralmente à noite, é relativamente novo. Normalmente isso é feito como uma brincadeira ou um golpe publicitário para um filme ou um determinado produto. Alguns são são meras imitações, inspirados por vídeos na internet ou notícias, e alguns acabam representando cenas em filmes de terror em um processo que os folcloristas chamam "ostensão" (ato ou efeito de mostrar, de gabar-se acerca de seus próprios feitos ou de algo seu).

A Opinião de Stephen King Sobre os Casos dos Avistamentos de Palhaços na Carolina do Sul e na Carolina do Norte


Em um artigo publicado pelo site "Bangor Daily News", o próprio Stephen King atribuiu a onda de palhaços na Carolina do Sul e na Carolina do Norte, a um "fenômeno recorrente": o bicho-papão sobrenatural que se esconde nas sombras, sendo que relatos de palhaços assustadores já teriam acontecido antes, mais notavelmente na década de 1980, em Massachusetts, Nova Jersey, Arizona e em alguns outros lugares.

Stephen King mora na cidade de Bangor, no estado norte-americano do Maine
"Suspeito que seja uma espécie de histeria de baixa intensidade, como o Slender Man, ou o chamado Homem-Coelho, que supostamente se escondia no Condado de Fairfax, na Virgínia, usando um capuz branco com orelhas longas, e atacaria as pessoas com um machado. O furor sobre palhaços vai passar, assim como normalmente acontece, mas uma hora vai voltar, porque sob as circunstâncias certas, palhaços podem ser realmente aterrorizantes", disse Stephen King.

Vale lembrar que Stephen King mora na cidade de Bangor, no estado norte-americano do Maine.

A Preocupação dos Artistas que se Vestem de Palhaço Para Levar Alegria as Crianças


Gostaria de colocar nessa última parte da matéria a opinião de artistas profissionais, que realmente utilizam a fantasia de palhaço puramente para levar a alegria para milhares de crianças. A "FOX 8", por exemplo, entrevistou uma homem chamado Kelly Montfort, proprietário da empresa "Over the Top Enterntainment", sendo que ele é mais conhecido em festas de aniversário e eventos especiais como o "Sr. Twister".

Montfort disse que suas brincadeiras de palhaço são apenas destinadas a tornar as pessoas felizes, e estava preocupado que os avistamentos de palhaços em Greenville acabassem sendo ruim para os negócios.

Kelly Montfort, proprietário da empresa Over the Top Enterntainment, sendo que ele é mais conhecido em festas de aniversário e eventos especiais como o "Sr. Twister"
"Na verdade, estou apavorado. Espero que isso seja tão somente invenção das pessoas. Realmente espero que não seja um psicopata, que esteja indo atrás de crianças, e se houver, espero que alguém o capture", disse Montfort, acrescentando que ele suspeitava que os avistamentos de palhaços não eram parte de uma conspiração sinistra, mas de uma estratégia de marketing.

"Acredito que existe uma chance de que possa ser um golpe de grande publicidade para alguém, uma casa assombrada ou algum tipo de produção que será lançada nos próximos meses", completou.

A "FOX 8" também entrevistou uma mulher chamada Teresa Robertson, que durante alguns dias na semana se transforma no "Buggles", o palhaço cristão.

Teresa Robertson, que durante alguns dias na semana se transforma no "Buggles", o palhaço cristão
"Em todos os meus truques de mágica, existe uma mensagem do evangelho. Costumo pintar meu rosto e faço animais com balões", disse Teresa Robertson, que tem feito feito isso nos últimos 13 anos, mas que agora teme que muitas festas de aniversário e eventos que já estavam previamente agendados sejam cancelados.

"Tenho certeza que os negócios entrarão em um ritmo lento a partir de agora, porque as crianças vão ter medo de palhaços. Você não deveria pegar tão inocente, e transformar em algo tão feio", continuou. Ela também disse que doía saber que as pessoas estavam usando de sua profissão para, eventualmente, prejudicar crianças inocentes. Ela também esperava que os culpados fossem rapidamente encontrados e punidos, porém estava preocupada com a sua própria segurança.

"Algumas pessoas podem atirar antes de saber, que não estou ali para machucar as crianças. Antigamente não tinha medo de sair pelas ruas, mas agora definitivamente não irei em nenhum lugar próximo a florestas", completou.

Atualização #1 - 19/09 as 9h30: O Palhaço "Flomo" do Alabama


No dia seguinte a publicação desta matéria, ou seja, na última quinta-feira, 15 de setembro, aparentemente a situação foi elevada a outro patamar no Condado de Escambia, no estado norte-americano do Alabama.

Isso porque foi criada uma página no Facebook chamada "Flomo Klown" (atualmente encontra-se desativada), sendo que a mesma continha uma série de imagens assustadoras e mensagens contendo emojis de armas de fogo e facas, dizendo que palhaços visitariam as instituições escolares da pequena cidade de Flomaton, no Alabama. Uma outra página chamada "Shoota Clown" também teria sido criada nesse sentido.

Uma página no Facebook chamada "Flomo Klown" foi criada para ameaçar
estudantes da pequena cidade de Flomaton, no Alabama

Foi postada uma série de mensagens contendo emojis de armas de fogo e facas, dizendo que palhaços visitariam as instituições escolares da pequena cidade de Flomaton, no Alabama.
Rapidamente os estudantes, e principalmente pais de alunos, ligaram para a polícia para relatar essas ameaças. O Departamento de Polícia de Flomaton, no entanto, levou muito a sério essas mensagens que foram postadas, ainda que virtualmente, e agiu rápido no sentido de investigar mais a fundo toda essa história.

De acordo com o site da revista Complex, por volta das 11h30 (horário local) os oficiais estiveram em duas escolas: a "Flomaton High School" (que possui cerca de 400 estudantes) e a "Flomaton Elementary School" (que possui cerca de 300 estudantes) para fechá-las temporariamente enquanto uma minuciosa ronda era realizada. Ambas ficam bem próximas uma da outra, e praticamente compartilham o mesmo campus escolar.

Por volta das 11h30 (horário local) os oficiais estiveram em duas escolas: a "Flomaton High School" (que possui cerca de 400 estudantes) e a "Flomaton Elementary School" (que possui cerca de 300 estudantes) para fechá-las temporariamente enquanto uma minuciosa ronda era realizada
"Tivemos mais de 30 oficiais no campus, fechamos as escolas temporariamente, e deixamos de dar atenção as questões que habituamos lidamos durante o dia", disse John Knott, superintendente escolar do Condado de Escambia, em entrevista para a WPMI, emissora de TV afiliada da NBC na região. Confira também uma rápida entrevista realizada pelo site de notícias AL.com com John Knott, e que foi publicada na última quinta-feira (15), em seu respectivo canal no Youtube (em inglês):



As autoridades disseram que durante o tempo em que as escolas permaneceram fechadas, ninguém tinha permissão para entrar ou sair das escolas, sendo que inclusive as portas internas também permaneceram trancadas. O superintendente disse que todos os alunos e professores permaneceram calmos, e os alunos continuaram tendo aulas normalmente enquanto os investigadores procuravam por evidências e eventuais suspeitos, porém não encontraram absolutamente nada. Um estudante chegou a relatar o avistamento de um palhaço, mas as informações repassadas eram muito imprecisas.

"Tivemos o pai de uma criança, um estudante de Flomaton, que foi até o departamento de polícia esta manhã com mensagens do Facebook, que foram enviadas para o seu filho, o ameaçando durante toda a noite", disse Bryan Davis, chefe de polícia de Flomaton.

"Nós temos que derrubar a página e parar com isso. Não sei se isso é possível. Estamos trabalhando ativamente, com mandados através do Escritório da Promotoria, preservação da ordem pública, endereços IP, e coisas desse tipo. Fomos informados que o FBI conseguiu identificar um endereço IP. As mensagens podem estar relacionadas a um telefone celular. Agora é como encontrar uma agulha num palheiro", disse Mike Lambert, vice-xerife do Escritório do Xerife do Condado de Escambia.

De qualquer forma, aparentemente essas investigações realmente foram levadas a sério, tanto é que naquela mesma noite, uma mulher chamada Makayla Smith, 22 anos, moradora de Flomaton, foi presa. Os vizinhos de Makayla ficaram bem assustados diante de toda aquela situação, porque jamais imaginavam que uma ameaça como essa poderia estar tão próximo deles.

Na mesma noite, uma mulher chamada Makayla Smith, 22 anos, moradora de Flomaton, foi presa
"É assustador saber que isso estava bem ao lado. Foi um caos completo, muitos gritos, muitos xingamentos, e berros durante a presença da polícia", disse Ashley Tidwell, mãe de uma garotinha de apenas 4 anos de idade, e vizinha de Makayla.

"Não importa se era uma brincadeira ou não, só de saber que minha filha estava aqui e essas pessoas foram capazes de fazer isso, é uma sensação horrível. Nós temos diversas crianças nessa rua", completou.

Além de Makayla, pelo menos três adolescentes também foram acusados de envolvimento com as páginas criadas no Facebook, sendo que um deles é de outro estado norte-americano, a Flórida. Os investigadores determinaram que nenhum deles têm qualquer filiação ou estavam frequentando as escolas públicas do Condado de Escambia.

Atualmente, os adolescentes estão sob a custódia de seus pais, porém devem ser entregues as autoridades competentes, uma vez que as acusações sejam formalmente feitas, sendo que podem responder como adultos perante a Justiça norte-americana. Assista também uma reportagem feita pela WKRG, emissora de TV afiliada da CBS na região, que foi publicada em seu respectivo canal, no dia 16 de setembro (em inglês):



O destino de Makayla, no entanto, não é nem um pouco engraçado. Isso porque o Escritório do Xerife do Condado de Escambia, através de um comunicado oficial, mencionou que Makayla deve responder por "ameaça terrorista", e nesse caso, o futuro dela pode ser mais sombrio do que ela mesma imaginava.

Atualização #2 - 21/09 as 12h46: Avistamentos de Palhaços em Annapolis, Maryland


Na última segunda-feira (19), a WJZ, emissora de TV afiliada da CBS, sediada em Baltimore, no estado norte-americano de Maryland, noticiou que o departamento de polícia da cidade de Annapolis, localizada no mesmo estado, tinha recebido diversos relatos de avistamentos de pessoas vestidas de palhaço.

Algumas crianças relataram ter visto alguém, possivelmente vestido com roupas de palhaço e com o rosto pintado. Esses avistamentos já estariam ocorrendo desde quinta-feira passada (15) em diversos bairros da cidade, e a polícia estava monitorando cada caso individualmente.

O departamento de polícia da cidade de Annapolis, localizada no estado norte-americano de Maryland, tinha recebido diversos relatos de avistamentos de pessoas vestidas de palhaço, porém as mesmas eram falsas
Entretanto, no dia seguinte (20), a polícia de Annapolis, através de sua conta no Twitter, disse que os relatos de pessoas vestidas como palhaços em Annapolis eram falsos, uma vez que as crianças acabaram admitindo que inventaram toda a história após ouvirem relatos em outros estados.

Atualização #3 - 26/09 as 14h30: Homem Vestido de Palhaço é Preso na Cidade de Middlesboro, no Estado do Kentucky


A onda de avistamentos de palhaços aparentemente segue a todo vapor nos Estados Unidos. Diversos relatos de moradores na região sudoeste do estado norte-americano do Kentucky, e da faixa leste do Tennessee ("East Tennessee") movimentaram as redes sociais na semana passada. Cerca de três estudantes em "East Tennessee" já tinham sido indiciados por fazer ameaças direcionadas a suas escolas nas redes sociais envolvendo supostos palhaços. Isso sem contar os casos anteriores em Maryland e no Alabama, sendo que neste último ocorreram as primeiras prisões de pessoas suspeitas de estarem diretamente envolvidas em relação a ameaças relacionadas a palhaços nas redes sociais. 

A situação ficou tão grave que até uma menina de apenas 11 anos foi presa, no dia 16 de setembro, na cidade de Athens, na Geórgia, por estar portando uma faca em área escolar. Segundo a polícia, ela portava uma faca para defender a si própria e a sua família dos ataques de supostos palhaços. Ela foi liberada na presença da mãe, mas a acusação foi mantida pelo Departamento de Justiça Juvenil da Georgia.

A cidade de Middlesboro fica localizada no Condado de Bell, no estado norte-americano do Kentucky,
próxima da fronteira com o Tennessee
Na última sexta-feira (23), como prova que a polícia estava acompanhando de perto todos esses relatos e não iria mais tolerar esse tipo de situação, um jovem chamado Jonathan Martin, 20 anos, acabou sendo preso ao ser encontrado agachado e vestido de palhaço (incluindo uma máscara assustadora), em uma região florestal próxima ao conjunto habitacional Cumberland Village, na cidade de Middlesboro, no Condado de Bell, no Kentucky. Aliás, essa cidade é próxima da fronteira com o Tennessee.

Na última sexta-feira (23), como prova que a polícia estava acompanhando de perto todos esses relatos e não iria mais tolerar esse tipo de situação, um jovem chamado Jonathan Martin, 20 anos, acabou sendo preso ao ser encontrado agachado e vestido de palhaço (incluindo uma máscara assustadora), em uma região florestal próxima ao conjunto habitacional Cumberland Village
Segundo o relatório da polícia, Martin teria começado a correr em direção de um veículo no complexo habitacional momentos antes de ser detido, e acabou sendo preso ao ser encontrado por um policial, por volta de 1h da manhã.
Segundo o relatório da polícia, Martin teria começado a correr em direção a um veículo no complexo habitacional momentos antes de ser detido, e acabou sendo preso ao ser encontrado por um policial, por volta de 1h da manhã (horário local). Martin foi conduzido para o Centro de Detenção do Condado de Bell. 

Ele foi acusado basicamente de desordem pública e por usar um capuz ou máscara em um lugar público. Vale lembrar nesse ponto, que em muitas partes do Kentucky, a lei estabelece que "nenhuma pessoa deve, enquanto estiver usando qualquer capuz, máscara ou dispositivo através do qual uma parcela substancial do rosto esteja oculta ou coberta de modo a ocultar a identidade do utilizador, entrar ou estar em qualquer lugar público dentro de cidades".

Martin foi conduzido para o Centro de Detenção do Condado de Bell.
É importante ressaltar, que esse é apenas mais um dos episódios recentes, em que polícia norte-americana está realmente seguindo a risca as leis de cada localidade para coibir que pessoas se aproveitem dessa onda tóxica de avistamentos, que rapidamente se converteram em ameaças através das redes sociais. Os casos relacionados as cidades e condados da Carolina do Norte e do Sul, considerados como o "estopim" (por mais que já tenhamos publicado que isso já havia acontecido em duas ocasiões no início e meados de agosto) permanecem, pelo menos até o momento, sem resposta.

Comentários Finais


Enfim, AssombradOs, é bem provável que algo possa realmente ter acontecido nos estados norte-americanos da Carolina do Sul e da Carolina do Norte (assim como os demais estados que estão inclusos nessa postagem). Contudo, vale ressaltar que estamos em um período marcado por diversas notícias e filmes de terror sobre palhaços assustadores nos Estados Unidos, e isso funciona de uma forma semelhante a famosa "histeria coletiva". As pessoas passaram a ficar muito influenciadas e sugestionadas a acreditarem ou até mesmo verem palhaços, e suspeitarem que algo de errado possa estar acontecendo. É muito difícil dizer quais pessoas estariam inventando esses avistamentos, visto que, muito provavelmente, outras pessoas se aproveitaram da situação e começaram a passar trotes para a polícia.

Aliás, é muito importante destacar que até o momento do fechamento inicial dessa matéria (14/09 não contando com eventuais atualizações)
nenhum departamento de polícia dos Estados Unidos encontrou quaisquer evidências ou suspeitos nos locais onde as pessoas relataram ter avistado os tais palhaços, em todas as localidades que já foram divulgadas pela mídia norte-americana. Resta, é claro, saber se isso realmente fez ou ainda está fazendo parte de uma campanha publicitária para um filme ou simplesmente ganhou uma proporção muito maior do que devia, em razão do imaginário inocente de crianças, que acabou sendo usado por adultos ou adolescentes, para propagar ou semear o medo entre os moradores locais, uma espécie de "brincadeira de mau gosto". Por sorte, até o momento ninguém saiu ferido de toda essa história, uma vez que temos pessoas que se vestem de palhaço para simplesmente alegrar a vida de crianças, não somente em festas, mas até mesmo em hospitais.

Assim como existem bons médicos, existem outros monstruosos. Assim como existem enfermeiras caridosas, existem outras sádicas. Portanto, assim como existem palhaços simplesmente generosos, temos outros muito perversos. Ser palhaço não é apenas um substantivo ou um adjetivo, mas é uma profissão que merece e deve ser levada a sério, independentemente do medo que você tenha. Obviamente, as pessoas têm o direito de não gostar de palhaços, mas ainda assim é uma forma lícita de se ganhar dinheiro ou então tentar melhorar o dia de alguém, que não sabe se estará vivo no dia seguinte. Os palhaços não podem ser responsáveis pelas nossas mazelas, mas podem ser, eventualmente, no futuro, um sinônimo de dias melhores. Dias em que não seja preciso assustar as demais pessoas, no meio da rua, em parques ou escolas, para ganhar dinheiro. Com certeza teríamos menos problemas se a natureza humana não fosse tão perversa, mas isso dificilmente mudará. Espero, é claro, que não seja necessária a morte da alegria, para que a tristeza tenha que ensinar o que é respeito.

Até a próxima, AssombradOs.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes: 
http://abcnews.go.com/US/reports-clowns-lure-kids-woods-south-carolina-prompt/story?id=41741691
http://abcnews.go.com/US/sightings-armed-clowns-spook-continue-californian-residents/story?id=26186819
http://bangordailynews.com/2016/09/08/news/state/please-dont-send-in-the-clowns-stephen-king-reacts-to-carolina-scare/
http://chicago.cbslocal.com/2015/07/23/2-investigators-creepy-clown-trespasses-at-chicago-cemetery-in-dead-of-night/
http://doubtfulnews.com/2016/09/clowning-around-in-carolina/
http://mashable.com/2016/08/30/clown-sightings-south-carolina/#a5Gl8xACiiqw

http://myfox8.com/2016/09/07/local-christian-clown-reacts-to-area-clown-sightings-dont-take-something-innocent-and-make-it-ugly/
http://myfox8.com/2016/09/01/south-carolina-clown-sightings-starting-to-spread/
http://myfox8.com/2016/09/05/two-clown-sightings-in-winston-salem-in-last-12-hours/
http://myfox8.com/2016/09/06/third-clown-sighting-this-time-in-greensboro/
http://myfox8.com/2016/09/09/winston-salem-police-say-clown-luring-claim-was-false-1-arrested/
http://pipocamoderna.com.br/2016/07/it-veja-a-primeira-foto-do-palhaco-pennywise-na-adaptacao-do-terror-classico-de-stephen-king/
http://pipocamoderna.com.br/2016/08/it-revelado-o-visual-completo-do-palhaco-pennywise-na-adaptacao-do-terror-classico-de-stephen-king/
http://wbay.com/2016/08/05/gags-the-green-bay-clown-exposed/
http://www.bdtonline.com/news/creepy-clown-sighting-on-mercer-road-spurs-community-concern/article_facc15f4-7927-11e6-8a51-e35a81f23e41.html
http://www.cbc.ca/news/canada/ottawa/gatineau-police-creepy-clowns-1.3715162
http://www.cbsnews.com/news/clowns-woods-south-carolina-another-child-reports/
http://www.ew.com/article/2016/07/13/it-movie-pennywise-first-look
http://www.foxcarolina.com/story/32852558/residents-anxious-after-clown-sightings-letters-received-at-greenville-co-apartments
http://www.nytimes.com/2016/09/08/us/creepy-clowns.html?_r=0
http://www.seeker.com/creepy-clowns-scare-up-clicks-and-controversy-1969838865.html
http://www.seeker.com/phantom-clown-reports-real-or-rumor-1992523747.html
http://www.theatlantic.com/news/archive/2016/08/are-the-clown-sightings-in-south-carolina-real/498059/
http://www.whsv.com/content/news/393294201.html
http://www.wyff4.com/news/Clowns-in-woods-try-to-lure-children-with-money-residents-say/41418260
https://apnews.com/71c78de47a2b4d6e8ad9a71bb3a4f854
https://assets.documentcloud.org/documents/3036128/Sheriff.pdf
https://www.buzzfeed.com/davidmack/clowns-in-the-woods?utm_term=.evb8gZPkM#.ibjBor6Vw

http://local15tv.com/news/local/chief-deputy-warrants-to-be-signed-in-flomo-klowns-fb-threats
http://local15tv.com/news/local/investigation-into-threats-made-by-clown-facebook-page
http://local15tv.com/news/local/locals-react-after-arrests-made-in-flomo-klown-threats
http://time.com/4496727/schools-on-lockdown-after-threatening-messages-posted-on-clown-facebook-page/
http://www.complex.com/life/2016/09/creepy-alabama-clowns-flomo-klowns-schools-lockdown-threatening-kid
http://www.foxnews.com/us/2016/09/18/alabama-police-make-first-arrest-in-string-clown-related-threats.html
http://www.northescambia.com/2016/09/flomo-klown-threat-prompts-lockdowns-at-multiple-alabama-schools

http://baltimore.cbslocal.com/2016/09/19/children-claim-seeing-clowns-in-annapolis/
http://baltimore.cbslocal.com/2016/09/20/police-clowns-in-annapolis-is-a-hoax-kids-admit-to-lying/  
http://news10.com/2016/09/25/middlesboro-ky-man-arrested-for-causing-public-alarm-in-clown-costume/
http://www.wdrb.com/story/33168131/arrested-police-say-man-in-clown-outfit-taken-into-custody-in-middlesboro-ky
http://www.complex.com/life/2016/09/man-dressed-as-clown-arrested-in-kentucky
http://www.complex.com/life/2016/09/11-year-old-arrested-bringing-knife-school-fears-clown-attacks
Comentários