22 de agosto de 2016

Será Verdade que Arqueólogos Teriam Descoberto a Pirâmide Mais Antiga do Mundo em Karaganda, no Cazaquistão?


Por Marco Faustino

Sinceramente? Quem não gosta quando o assunto se trata de pirâmides? A "colina de luz", símbolo do poder criador do Sol e da imortalidade do faraó, de quem constituía túmulo, no Antigo Egito. As construções piramidais em outros lugares, em especial os zigurates babilônicos encimados por templos, tinham objetivos diferentes. A pirâmide egípcia, por exemplo, foi desenvolvida a partir do túmulo convencional mastaba por Imhotep, sumo-sacerdote do deus-sol Rá. Embora sua pirâmide para o faraó Djoser (também conhecido como Zoser), em Saqqarah (também conhecida como Sacara) fosse escalonada (originalmente formada por seis enormes degraus, que nada mais eram que mastabas empilhadas, atingindo aproximadamente 62 metros de altura), arquitetos posteriores aperfeiçoaram a forma da pirâmide verdadeira, recobrindo-a com calcário para refletir a luz, clareando, assim, seu simbolismo. Embora haja toda uma crença de que seres extraterrestres tenham colaborado ou orientado na construção de pirâmides, não somente no Egito, mas em diversas partes do mundo, não existe nenhuma evidência concreta sobre essa suposição até hoje. O intuito, é claro, não é ofender o que você acredita, por isso mesmo convido cada um de vocês para conferir o material que temos disponível sobre pirâmides aqui no blog AssombradO.com.br, assim como no canal AssombradO, no Youtube. Saiba mais em: Quem Construiu as Pirâmides do Egito: Egípcios, Atlantes ou Extraterrestres / Adaga de Tutancâmon foi Feita com Material que veio do Espaço / Papiros Mostram que os Egípcios Construíram a Grande Pirâmide!

De qualquer forma, não é bem sobre o Egito que iremos comentar nessa postagem (mesmo que haja uma certa referência no decorrer do texto), mas sobre uma estranha notícia de que arqueólogos teriam descoberto a pirâmide mais antiga do mundo, e que a mesma estaria localizada em Karaganda, no Cazaquistão, que por sua vez é uma ex-república da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Apesar do país ser mais conhecido pelo "mockumentário" Borat, no qual o ator Sacha Baron Cohen interpreta um jornalista do Cazaquistão, que viaja até os Estados Unidos para tentar descobrir os segredos que o fazem tão grandioso, o país não se limita apenas a uma sátira social. O Cazaquistão é um país transcontinental localizado na Ásia Central, com uma pequena parte a oeste do rio Ural na Europa, sendo considerado o maior país sem costa marítima do mundo, e o nono maior do planeta. O país foi a última das repúblicas soviéticas a declarar sua independência, em 16 de dezembro de 1991, porém a democracia, não progrediu desde então, uma vez que o presidente Nursultan Nazarbayev ainda se mantém no poder mesmo após uma série de arbitrariedades. A economia prospera graças as grandes reservas de petróleo, gás natural e outros recursos naturais.

No ano passado, o Cazaquistão foi destaque na mídia devido as "misteriosas linhas em seu deserto que podiam ser vistas do espaço", e muitos sites fizeram uma analogia com as famosas linhas de Nazca, no Peru. Uma série de quadrados, cruzes e outras formações que se estendiam por um terreno equivalente a inúmeros "campos de futebol". Segundo "pesquisadores", as marcas podiam ter sido feitas há cerca de 8 mil anos. A maior das estruturas, localizada próximo a um antigo assentamento do período neolítico, era um quadrado formado por mais de 100 montículos, cujas "quinas opostas" eram conectadas por uma cruz em diagonal. A área combinada desta formação era superior à grande pirâmide de Quéops, no Egito. Entretanto, acreditava-se que as figuras criadas pelas linhas pontuadas de montículos fossem "observatórios horizontais para acompanhar o movimento do sol nascente", uma teoria também usada para explicar o propósito de Stonehenge, o famoso monumento de pedra localizado no sul da Inglaterra. Agora, em agosto desse ano, surgiu essa notícia sobre a suposta descoberta da pirâmide mais antiga do mundo no país. Contudo, será realmente verdade? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Como Tudo Isso Começou a Ser Divulgado


Essa notícia foi inicialmente publicada no site do tabloide britânico Daily Mail, na segunda-feira passada (15), e ganhou uma grande repercussão no Reino Unido, visto que a notícia foi compartilhada mais de 21.000 vezes. Porém, estranhamente a notícia ficou limitada a cerca de meia dúzia de sites de notícias. Isso acabou chamando muito a minha atenção. Como que a suposta descoberta de uma pirâmide, considerada a mais antiga do mundo, não estava sendo divulgada pelos grandes veículos de comunicação? Para vocês terem uma ideia, a pirâmide mais antiga do mundo, pelo menos a que se tem conhecimento, é a Pirâmide de Djoser (também conhecida como Pirâmide de Zoser ou Pirâmide de Saqqara), no Egito, que teria sido erguida há 4.600 anos atrás (entre 2667 a.C e 2648 a.C). Enfim, era algo muito estranho e suspeito.

Muitos arqueólogos ou pesquisadores, que são taxados por praticarem uma ciência alternativa ou pseudociência, costumam alegar que suas descobertas nunca são aceitas ou devidamente divulgadas pela mídia, porque haveria uma tentativa para que a história da humanidade não fosse modificada, que existiriam interesses ocultos por trás disso, entre outras alegações. Então, vamos dar uma chance a história que foi publicada, e contá-la para vocês exatamente como ela foi apresentada ao público. Confira o material abaixo (não se preocupem, é um texto bem curto):

Notícia publicada pelo tabloide britânico Daily Mail em 15 de agosto desse ano
"Uma até então desconhecida pirâmide de estilo egípcio foi descoberta em uma área remota das estepes do Cazaquistão, a cerca de 6.200 quilômetros a nordeste do Cairo. Atualmente, a estrutura está praticamente em ruínas, mas acredita-se que era idêntica a famosa pirâmide de Djoser, no Egito, e construída cerca de 1.000 anos antes. Os arqueólogos a descobriram no ano passado, porém mantiveram sua "descoberta sensacional" em segredo.

A pirâmide da Idade do Bronze descoberta no Cazaquistão (à esquerda), e a famosa pirâmide egípcia de Djoser (à direita)
Os cientistas planejam explorar a câmara mortuária fechada do complexo da pirâmide 'dentro de alguns dias'.

'Foi construído há mais de 3.000 anos, em Saryarke para um 'faraó' local, um líder de uma poderosa tribo local, datando da parte final da Idade do Bronze. O trabalho da abertura da câmara mortuária principal começará dentro de alguns dias. Todos os achados serão repassados para o Museu de Arqueologia da Universidade Estadual de Karaganda', disse o arqueólogo Viktor Novozhenov.

As imagens divulgados do que Novozhenov chama de 'descoberta sensacional' mostra artefatos já descobertos no local, e o esboço dos alicerces da pirâmide. A descoberta foi feita por especialistas do Instituto de Arqueologia Sarakinsky em Karaganda, conduzidos por Igor Kukushkin.

A pirâmide da Idade do Bronze descoberta no Cazaquistão
O sítio arqueológico no Cazaquistão.
Arqueólogos descobriram no ano passado, mas mantiveram segredo sobre sua "descoberta sensacional".
Cerâmica encontrada no local
'O formato desta magnífica construção nos lembra a famosa Pirâmide de Djoser (no Egito)', continuou Viktor Novozhenov.

Na era soviética, Karaganda foi apelidada de 'meio do nada', e era o destino para os exilados políticos de diversas partes da antiga União Soviética. No entanto, a descoberta da pirâmide demonstra que uma rica cultura floresceu em um passado distante na região. As imagens divulgadas do sítio arqueológico destacam um 'mausoléu escalonado' chamado Pirâmide de Begazinskaya (ou Begazin), construída entre 3.000 e 3.500 anos atrás.

'O trabalho está caminhando a todo vapor. Esse é o segundo ano de trabalho por parte da equipe', completou Viktor Novozhenov.


O arqueólogo Igor Kukushkin (à esquerda) liderou a equipe que descobriu o local,
incluindo o arqueólogo Viktor Novozhilov (à direita)
A localização do distrito de Sylhet onde a nova pirâmide foi descoberta no Cazaquistão
O arqueólogo Viktor Varfolomeev disse que mausoléu foi encontrado no distrito de Shet, na região de Karaganda, na margem direita do Rio Talda. 

Todo o mausoléu inclui nada menos do que 27 construções que datam de épocas diferentes. A maior construção tem cinco níveis de degraus de pedra, sendo que a câmara funerária possui pouco mais de 7 metros de diâmetro. 

Nenhum outro detalhe foi dado sobre a descoberta Cazaquistão.
O sítio arqueológico é apenas uma sombra do que foi um dia, com grande parte da estrutura em ruínas
em comparação com algumas das pirâmides egípcias
Existem pirâmides em outros lugares além do Egito, por exemplo, no México e na China, mas esta 'imitação' seria a primeira no Cazaquistão.

A 'pirâmide escalonada' de Djoser é uma jóia arqueológica na necrópole de Saqqara, a noroeste da cidade egípcia de Mênfis. Foi construída por volta de 2.700 a.C para o funeral do faraó Djoser.

Uma característica central de um grande complexo mortuário é um enorme pátio cercado por estruturas cerimoniais e adornos."

Um Grave Erro de Cálculo e a Questionável Fonte da Notícia


Se você for um leitor atento, vai reparar que existe um grave erro de cálculo em toda essa história. Se a Pirâmide de Djoser teria sido construída há 4.600 anos, como que algo encontrado em Karaganda, no Cazaquistão, poderia ser mais antigo se a estimativa é que tivesse sido construído entre 3.000 e 3.500 anos atrás? Esse grave erro foi cometido pelo autor da notícia, o correspondente " Will Stewart" que se baseou na data de 2.700 a.C e esqueceu de acrescentar os anos considerados depois de Cristo até os dias de hoje, ou seja, se esqueceu "somente" de 2.016 anos, e com isso toda a notícia se tornou comprometida. Porém, esse grave erro seria apenas do Will Stewart? A resposta, caros AssombradOs, é um sonoro não.

Geralmente, as notícias publicadas em tabloides britânicos, por piores que sejam, possuem fontes ou imagens em que são indicadas as agências de notícias que possuem os direitos sobre as mesmas. Nesse caso, não havia uma coisa nem outra. Aliás, a notícia sequer tinha um aspecto de ser exclusiva do próprio Daily Mail. A questão principal se tornou saber qual era a fonte dessa informação, e não demorei muito para encontrá-la. Afinal, quando algo acontece no extremo Leste Europeu ou na Ásia Central, geralmente é disseminado pelo site do jornal "The Siberian Times" ou então pela famigerada agência de notícias CEN (Central European News), que tradicionalmente não faz questão de se aprofundar sobre os casos que apresenta, informa muito mal as pessoas ou então chega a divulgar um material completamente mentiroso.

A famigerada agência de notícias CEN (Central European News) tradicionalmente não faz questão de se aprofundar sobre os casos que apresenta, informa muito mal as pessoas ou então chega a divulgar um material completamente mentiroso.
Se você está conhecendo agora o nosso blog, recomendo que veja outras postagens em que a fonte principal é a CEN (leia mais: O Estranho Caso Sobre a Suposta "Esfera Misteriosa" Encontrada em uma Floresta na Bósnia / Coincidência? Três Supostos "Chupa-Cabras" Foram Registrados em Localidades Diferentes ao Redor do Mundo em Menos de Uma Semana!). Aliás, para falar da CEN seria necessária uma postagem a parte, visto que existe muito a ser escrito sobre essa agência de notícias, e a maior parte não é nada positivo. Porém, essa agência ainda é uma das "queridinhas" dos tabloides britânicos e vocês devem imaginar o motivo, não é mesmo?

Enfim, fato é que no dia seguinte (16), essa notícia foi divulgada na versão britânica do portal Yahoo, que também não é uma fonte muito confiável para ser consultada. O detalhe é que as fotos divulgadas eram as mesmas do Daily Mail e estavam sendo creditadas a CEN. Voilà! Assim sendo, todo o material, incluindo o texto, era mesmo de responsabilidade da CEN.

A imprensa brasileira conseguiu distorcer o conteúdo publicado pela EFE
No Brasil essa notícia não teve grande repercurssão, apenas o Portal Terra e o UOL divulgaram essa informação, na última quarta-feira (17), baseados em um material fornecido pela agência internacional de notícias EFE, que tinha uma conotação bem diferente do que foi veiculado pela imprensa brasileira. A principal diferença? Bem, tanto o Terra quanto o UOL divulgaram que "arqueólogos cazaques encontraram uma pirâmide mais antiga que as do Egito", mas a EFE disse que "arqueólogos cazaques tinham descoberto um mausoléu em forma de pirâmide da Idade do Bronze".

De forma intencional ou não, a imprensa brasileira também conseguiu distorcer o que havia sido inicialmente proposto pela EFE. Resumindo, uma decepção completa. Contudo, será que ainda existia algo para ser salvo diante de toda essa confusão?

Uma "Luz no Fim do Túnel"? A Verdade Sobre a Descoberta no Cazaquistão


Antes de mais nada é importante isentar, pelo menos a princípio, o arqueólogo Viktor Varfolomeev (Виктор Новоженов) da responsabilidade sobre o que foi divulgado para a mídia internacional. Aparentemente, ele não teve nenhuma relação com a péssima informação repassada pela CEN.

Postagem do Viktor Varfolomeev, em sua própria conta no Facebook, no dia 12 de agosto desse ano,
explicando corretamente a descoberta realizada no ano passado
Em uma postagem no Facebook, realizada no dia 12 de agosto, Viktor Varfolomeev realmente disse que havia sido realizada uma descoberta sensacional pelos arqueólogos em Karaganda. A descoberta? Uma antiga pirâmide da Idade do Bronze nas estepes do Cazaquistão. Porém, na postagem é explicado que o mausoléu, datado do período da cultura Begazy-Dandybay (entre os séculos 10 e 15 a.C, ou seja, entre 1.000 e 1.500 anos a.C), era uma estrutura majestosa, que lembrava as famosas pirâmides egípcias, especialmente a pirâmide escalonada do Faraó Djoser. A julgar pela estrutura, o arqueólogo acreditava que ali estivesse enterrado um poderoso e influente líder tribal. A foto seria uma visão panorâmica da "Pirâmide de Begazinskaya" (Бегазинская пирамида).

Em nenhum momento foi mencionado que esse mausoléu, cuja estrutura era "semelhante a pirâmide escalonada de Djoser" (daí o apelido de "Pirâmide de  Begazinskaya"), era mais antiga que as pirâmides do Egito, até porque isso seria um erro grotesco. Ao ser questionado, o próprio Viktor Varfolomeev chamou de "estúpida" a tradução de artigos publicados em russo para o inglês, por parte dos sites que assim a fizeram. Entre eles podemos incluir o Ancient Code, o Inhabitat, o Daily Mail, entre outros.

Ao ser questionado, o próprio Viktor Varfolomeev chamou de "estúpida" a tradução de artigos publicados em russo para o inglês, por parte dos sites que assim a fizeram.
Confesso que não foquei em procurar por notícias publicadas na mídia local ou na mídia russa para ver se algum site de notícias poderia ter influenciado a divulgação por parte CEN. Porém, caso isso acontecesse, seria igualmente vergonhoso. Deveria haver uma cuidado básico e intríseco ao tratar toda e qualquer informação. Convido vocês a assisterem os vídeos publicados pelo arqueólogo Viktor Varfolomeev, em sua conta no Facebook, e que também disponibilizamos abaixo:





O primeiro vídeo mostra uma tomada aérea do local antes de começar a ser escavado, em setembro de 2015, e o segundo vídeo mostra o local atualmente, após as escavações.

A parte boa dessa história é que assim como o blog AssombradO.com.br, tivemos outros sites de notícias comprometidos com a verdade e de aplicar uma dose de realidade sobre esse assunto. Como exemplo de uma boa informação nesse caso, podemos citar o site Seeker, que pertence a Discovery Communications (a mesma empresa por trás do Discovery Channel/Discovery News), o site norte-americano Voice of America‎ (VOA News), e o icônico Live Science.

Em entrevista para o Live Science, o arqueólogo Viktor Varfolomeev disse que mausoléu tinha apenas 2 metros de altura, e que ocupava um espaço de 15 por 14 metros, ou seja, muito menor do que qualquer pirâmide egípcia. A estrutura era composta por pedra, terra e fortificada por placas no lado externo. A estrutura também contava com 5 muros, que gradualmente se tornavam mais elevados em direção ao centro, algo que era semelhante, em alguns aspectos, à pirâmide escalonada de Djoser, no Egito.

O maior problema era que a câmara mortuária do mausoléu tinha sido saqueada, apesar de sepulturas encontradas próximas ao mausoléu ainda conterem objetos de cerâmica, uma faca e objetos de bronze. Aliás, no local teria sido enterrado um importante líder tribal, e não um faraó conforme foi mencionado por alguns sites de notícias.

O maior problema era que a câmara mortuária do mausoléu tinha sido saqueada, apesar de sepulturas encontradas próximas ao mausoléu ainda conterem objetos de cerâmica, uma faca (à direita) e objetos de bronze.
Em entrevista para o site Seeker, Viktor Novozhenov acrescentou que cerca de 27 sepulturas de nobres ou parentes desse líder tribal tinha sido encontradas ao redor do mausoléu. Foi explicado também que as tribos da cultura Begazy-Dandybay, da região central do Cazaquistão, são conhecidos principalmente por sua arquitetura monumental singular (única). Suas estruturas megalíticas foram utilizadas como túmulos para as pessoas do mais alto nível social.

Além disso, cerca de 18 desses mausoléus megalíticos tinham sido encontrados até agora. Eles consistem de dois ou três muros feitos de alvenaria de pedra ou de placas de pedra pesando até 3 toneladas. A câmara central tinha um telhado de pedra apoiado por até 14 pilares quadrados e, geralmente, continha uma espécie de sarcófago e um altar de barro. O "mausoléu em formato de pirâmide" recém-descoberto é completamente diferente em formato e tamanho. No entanto, o mesmo possui uma câmara funerária no centro, o que possivelmente alojava o líder da tribo.

Conforme dissemos anteriormente, assim que os arqueólogos abriram a câmara mortuária, eles perceberam que a mesma já havia sido saqueada há algum tempo. No solo estavam espalhados ossos humanos, um crânio e objetos da Idade do Bronze, tal como uma faca e alguns jarros. Outro crânio foi encontrado em uma sepultura nas proximidades.

Como dissemos anteriormente, assim que os arqueólogos abriram a câmara mortuária, eles perceberam que a mesma já havia sido saqueada há algum tempo. No solo estavam espalhados ossos humanos, um crânio e objetos da Idade do Bronze, tal como uma faca e alguns jarros.
Viktor Varfolomeev acrescentou que um crânio poderia pertencer a um indivíduo do sexo masculino, enquanto o outro poderia pertencer a uma pessoa do sexo feminino. Seria necessário um estudo maior, incluindo uma análise de DNA, para resolver o mistério sobre suas identidades. Porém, as descobertas confirmavam a análise preliminar de que o mausoléu teria sido construído entre os séculos 12 e 14 a.C, ou seja, entre 1.200 e 1.400 a.C.

"A descoberta pode nos fornecer informações únicas sobre as tribos das estepes da Eurásia no final da Idade do Bronze, período em que os Saka e Cimérios mencionados por Heródoto surgiram. Mais tarde, entre os séculos 8 e 9 a.C, essas tribos migraram para a Eurásia Ocidental até a costa do Mar Negro, formando a comunidade Cítia-Persa", disse Viktor Varfolomeev.

Enfim, AssombradOs, apesar da estrutura não ser a pirâmide mais antiga do mundo, ela é uma importante descoberta para tentar entender os caminhos percorridos por nossa própria humanidade na tentativa de sobreviver como espécie, até chegarmos nos dias de hoje. Simples assim.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://entretenimento.uol.com.br/noticias/efe/2016/08/17/arqueologos-cazaques-encontram-piramide-mais-antiga-que-as-do-egito.htm
http://inhabitat.com/newly-discovered-kazakhstan-pyramid-may-be-older-than-certain-egyptian-pyramids/
http://www.ancient-code.com/scientists-discover-pyramid-in-kazakhstan-that-predates-egyptian-pyramids-by-1000-years/
http://www.dailymail.co.uk/news/article-3741937/Scientists-discover-known-pyramid-Kazakhstan-structure-built-1-000-years-Egypt-s-similar-tomb-Djoser.html
http://www.efe.com/efe/espana/cultura/arqueologos-kazajos-hallan-un-mausoleo-en-forma-de-piramide-la-edad-bronce/10005-3015449
http://www.livescience.com/55796-ancient-mausoleum-not-worlds-first-pyramid.html
http://www.natureworldnews.com/articles/26987/20160817/world-oldest-pyramid-kazakhstan.htm
http://www.seeker.com/archaeologists-explore-chamber-in-bronze-age-pyramid-1979250130.html
http://www.voanews.com/a/kazakhstan-pyramid/3472159.html
https://uk.news.yahoo.com/archaeologists-discover-ancient-pyramid-kazakhstan-103619638.html
https://en.wikipedia.org/wiki/Pyramid_of_Djoser
https://noticias.terra.com.br/ciencia/arqueologos-cazaques-encontram-piramide-mais-antiga-que-as-do-egito,2cb49d9e6ea17b3f4eb40d701f9dcd40jny387x2.html
https://www.facebook.com/vnovozhenov/videos/vb.100009524508950/1648409448819856/
https://www.facebook.com/vnovozhenov/videos/vb.100009524508950/1648653085462159/
Comentários