1 de agosto de 2016

Será Mesmo que o "Esqueleto de uma Fada" Foi Encontrado à Beira de uma Rodovia por um Garoto de 13 anos, no México? (Atualizado 20/09)


Por Marco Faustino

Se existe algo além das "sereias", e que rondam o imaginário de muitas pessoas, principalmente de meninas ao redor do mundo, é a suposta existência das "fadas". Muitos desenhos animados e filmes da Disney, que são comumente assistidos em nossa infância ilustram esses seres encantadores. Quem não se lembra da personagem "Tinkerbell" (traduzida como "Sininho" para o nosso idioma), a jovem e pequenina fada que usa um vestido verde, e possui o cabelo loiro preso em um coque? Ela aparece em histórias relacionadas ao "Peter Pan", e ficou tão famosa que ganhou um universo de fadas somente para ela. Algumas fadas são retratadas um pouco maiores, do tamanho de um ser humano e em uma idade mais avançada, assim como a bondosa fada madrinha de Cinderela ou a perversa e egocêntrica fada madrinha que aparece nos filmes da franquia do Shrek. De qualquer forma, a "fada" é considerado um ser mitológico, característica da mitologia céltica, anglo-saxônica, germânica e nórdica, que ao longo do tempo foi ganhando asas de libélula nas costas, e até mesmo uma "varinha de condão" para realizar encantamentos. Basicamente, foi a interpretação de escritores e folcloristas que moldou o atual conceito que temos sobre as fadas, porém até hoje ninguém provou cientificamente a existência delas. Não é à toa que é considerado um ser mitológico.

Recentemente, mais precisamente em 20 de julho desse ano, foi publicado um vídeo no Youtube de aproximadamente nove minutos e meio, onde alguns sites estão dizendo que apontaria para "o esqueleto uma suposta fada", no qual um exame radiológico mostraria uma semelhança com um ser humano, e até mesmo um teste de DNA apontaria uma compatibilidade de 98,5%, porém não se assemelhando a nenhuma espécie de mamífero conhecida. O vídeo foi publicado por um homem chamado L.A. Marzulli, e o exemplar mostrado pertence ao Jaime Maussan, "carinhosamente apelidado" por um site como "um dos mais proeminentes pesquisadores latino-americanos a respeito de OVNIs". Toda essa descoberta está inclusa em no décimo DVD de uma série chamada "Watchers", que qualquer pessoa pode comprar por cerca de U$ 20,00 (cerca de R$ 65,00 pela cotação atual, não incluindo frete e nem impostos). "Impressionante", não é mesmo? Entretanto, essa história é verdade? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Algumas Tentativas de Provar a Existência das Fadas, e que Foram Comprovadas como "Farsas" ao Longo da História


Apesar das fadas serem consideradas seres mitológicos, isso não quer dizer que o mundo já tenha presenciado diversas tentativas de provar a existência delas. Uma das mais famosas e antigas tentativas foram as denominadas "Fadas de Cottingley", que aparecem em uma série de cinco fotografias tiradas por Elsie Wright e Frances Griffiths, duas jovens primas que viviam em Cottingley, perto de Bradford, na Inglaterra, na época da Primeira Guerra Mundial.

Em 1917, quando as "duas primeiras fotos foram tiradas", Elsie tinha 16 anos e Frances tinha 9. As fotos chamaram a atenção do escritor Sir Arthur Conan Doyle (autor do icônico "Sherlock Homes"), que as usou para ilustrar um artigo sobre fadas que ele havia sido contratado para escrever na edição de Natal de 1920 da revista "The Strand Magazine".

A primeira das cinco fotografias tiradas por Elsie Wright em 1917, mostrando Frances Griffiths com supostas fadas.
Conan Doyle, assim como todo espiritualista, estava entusiasmado com as fotografias, e as interpretou como uma evidência clara e visível de fenômenos psíquicos. A reação do público, no entanto, foi a mais diversa possível: alguns aceitaram as imagens como autênticas, mas outros acreditavam que tinham sido falsificadas. Somente no início de 1980, que Elsie e Frances admitiram que as fotos foram forjadas, usando recortes de papelão de fadas retirados de um popular livro para crianças da época chamado "Princess Mary's Gift Book", publicado em 1914. Curiosamente, Frances chegou a afirmar que a quinta e última fotografia era real, visto que ambas sempre disseram que viam fadas. As fotografias e duas câmeras utilizadas por elas ainda estão em exposição no National Media Museum ("Museu Nacional da Mídia", em português), em Bradford, na Inglaterra.

Além das "Fadas de Cottingley", tivemos outros casos mais modernos e bem mais estranhos. Entre eles poderíamos citar o caso de uma suposta fada encontrada por um mexicano desempregado chamado José Maldonado, que ficou conhecida como a "Fada Madrinha de Guadalajara", que na verdade era uma boneca em miniatura da personagem "Pixie", do universo dos "X-Men", em 2011.

O rapaz de apenas 22 anos cobrava para que as pessoas vissem a suposta fada em sua casa, e conseguiu reunir uma multidão de curiosos que estava disposta a pagar por isso. Fatores sócioeconômicos foram atribuídos ao frenesi causado pela suposta fada, que desde o começo já denotava ser uma farsa.

José Maldonado cobrava para que os curiosos pudessem ver a suposta "fada", que na verdade era uma boneca em miniatura da personagem "Pixie", do universo dos "X-Men"

Outro caso, e dessa vez bem parecido com o que vamos apresentar nessa postagem, aconteceu em 2007, quando algumas fotos de uma fada mumificada de 20 cm de altura, começaram a se espalhar pela internet.

O responsável por revelar as mesmas para o mundo foi um homem chamado Dan Baines, na época com 31 anos, morador de Derbyshire, na Inglaterra. Ele publicou uma história em seu site, no final do mês de março, contando que a fada mumificada foi encontrada por um outro morador local, que preferiu se manter no anonimato, em uma antiga estrada da região.

Dan Baines publicou uma história em seu site, no final do mês de março, contando que a fada mumificada foi encontrada por um outro morador local, que preferiu se manter no anonimato, em uma antiga estrada da região

Uma semana depois, devido a intensa cobertura da imprensa diante desse caso e após ter recebido milhares de e-mails, ele revelou a BBC que tudo não passava de uma "brincadeira de 1º de abril"
Segundo ele, antropólogos e especialistas forenses tinham confirmado que o corpo era verdadeiro. Além disso, exames de "raios-X" da suposta "fada", com uma aparência um tanto quanto diabólica, tinham revelado um esqueleto anatomicamente idêntico ao de uma criança. Os ossos, no entanto, eram ocos como os de um pássaro. Uma semana depois, devido a intensa cobertura da imprensa diante desse caso e após ter recebido milhares de e-mails, ele revelou a BBC que tudo não passava de uma "brincadeira de 1º de abril". Ele mesmo tinha criado a fada e feito essa brincadeira, visto que ele trabalhava no desenvolvimento de ilusões e truques para mágicos. Veja um pouco do seu trabalho, clicando aqui.

Mais um caso, no mínimo inusitado, surgiu no site do jornal britânico "Manchester Evening News", no dia 2 de abril de 2014. Na época, o professor e diretor do Instituto Manchester de Pesquisa e Inovação em Arte e Design, John Hyatt, da Universidade Metropolitana da Inglaterra, chegou a afirmar que as fadas existiam.

Durante uma viagem fotográfica por Lancashire, ele encontrou algumas "fadas" sobrevoando um jardim. Ele também disse que tinham insetos no local, mas que eram bem diferentes das supostas "fadas". As fotos foram expostas no Museu Whitaker, em Rossendale, na exibição "Fadas de Rossendale", um termo cunhado em alusão as "Fadas de Cottingley", que já mencionamos anteriormente. O professor disse que as fotos não tinham sido manipuladas digitalmente, e que elas eram reais.

Durante uma viagem fotográfica por Lancashire, ele encontrou algumas "fadas" sobrevoando um jardim. Ele também disse que tinham insetos no local, mas que eram bem diferentes das supostas "fadas"
Cerca de apenas dois dias depois, ou seja, no dia 4 de abril, em uma publicação realizada por Amy Freeborn, do Museu de História Natural (sigla em inglês, NHM), em Londres, na Inglaterra, toda essa história foi amplamente questionada. As fotos foram apresentadas para Erica McAlister, especialista residente do NHM em "criaturinhas voadoras" (ou Dípteros, para usar o termo técnico), para uma análise profissional do que estava sendo chamado de "Fadas de Rossendale".

De acordo com Erica, as supostas "fadas" nada mais eram do insetos, muito provavelmente e tão somente "pernilongos" tais como os "quironomídeos", que são um pouco menores, mais claros, e que não picam os seres humanos. Aliás, os quironomídeos são usados como bioindicadores da qualidade da água, uma vez que se apresentam, na cadeia ecológica, como o mais representativo em biomassa nestes ecossistemas.

Foto publicada no Flickr pelo usuário "nameiwantstaken" mostrando quironomídeos,
que foram fotografados durante um pôr do sol
Enfim, estes "minúsculos pernilongos" formam "nuvens de acasalamento" em que os machos "dançam" na tentativa de atrair as fêmeas. Eles têm asas delicadas e "pernas" compridas, que ficam oscilando para baixo. Quando são fotografados dão a impressão de serem "humanoides". Assista ao vídeo abaixo, publicado em um canal de terceiros no Youtube, que exemplifica bem essa situação:



Erica ainda fez uma espécie de "brincadeira" em relação ao caso: "Há muitas espécies não descritas no planeta, e vai saber o que existe por aí. Estamos descobrindo novas espécies o tempo todo, incluindo grandes mamíferos. Entretanto, até onde eu sei, ainda não apareceu nenhum ser mágico. Particularmente, estou esperando por um unicórnio", declarou Erica McAlister.

Não ficou claro naquela época se isso era apenas uma "brincadeira de 1º de Abril" (um pouco atrasada, visto que a notícia foi publicada no dia 2 de abril daquele ano), se era uma crença de um professor muito "extravagante" ou então se era tão somente para promover uma exposição de artes. Fato é, que as "pequenas criaturinhas" fotografadas não eram fadas, por mais que vocês ainda acreditem nisso.

A Notícia Recentemente Publicada pelo Site "Ancient Code" sobre o Caso Divulgado por L.A. Marzulli


Antes de comentarmos propriamente sobre o vídeo divulgado no Youtube, vamos contar para vocês como toda essa história vem sendo divulgada, tomando por base a notícia intitulada "Is this a real FAIRY? Researchers perform X-Ray and Lab tests on mystery creature" ("Essa é uma FADA de verdade? Pesquisadores realizam exames de raios-X e laboratoriais em uma misteriosa criatura", em português) de um site bem questionável chamado "Ancient Code". Abaixo vocês conferem a tradução do que foi publicado por eles, cuja postagem contava com um "singular aviso" logo no começo que dizia: "Por favor leiam o artigo inteiro antes de tirarem quaisquer conclusões, tal como alegar que é uma farsa. Lembrem-se de levar tudo em consideração e confiram o vídeo". Tudo bem, vamos levar tudo em consideração, não iremos nos esquecer disso.

Trecho inicial da postagem realizada pelo site Ancient Code
"Apesar de tudo, parece que algumas vezes a verdade é mais estranha do que a ficção.

Richard Shaw e L.A. Marzulli viajaram para o México onde se encontraram com um dos mais proeminentes pesquisadores latino-americanos sobre OVNIs, o Sr. Jaime Maussan. Assim que se encontraram, o Sr. Mausan revelou a eles uma criatura incrivelmente impressionante, que estranhamente se assemelha a uma fada.

De acordo com Shaw e Marzulli, eles esperaram por diversos anos, para revelar as descobertas para o mundo. Agora, finalmente em um novo episódio do "Watchers 10", foram revelados resultados fascinantes do que eles acreditam ser uma 'criatura real' que, segundo muitos, irá mudar a história para sempre. Simplesmente, bastaria você olhar para a criatura para acreditar. Enquanto muitos acreditam que essa seja apenas mais uma farsa apresentada na internet, exames de raios-X e resultados de DNA mostram uma verdade desconcertante por trás de uma criatura misteriosa, que poderia perfeitamente ser chamada de fada.

Segundo o pesquisador Ricardo Rangel, que realizou testes de DNA nessa misteriosa criatura e na chamada "Criatura de Metepec", o sequenciamento do DNA foi realizado a partir de cinco laboratórios de biologia molecular diferentes em diversas partes do mundo. Os resultados mostram que o DNA é muito semelhante ao DNA de um ser humano com uma compatibilidade de 98,5%.

Assim que se encontraram, o Sr. Mausan revelou a eles uma criatura incrivelmente impressionante,
que estranhamente se assemelha a uma fada.
"... As pernas e os pés são uma das características em comum com a Criatura de Metepec. Entretanto, a outra criatura tem uma outra característica, as asas. Temos um raio-X da criatura, e podemos ver a estrutura dos ossos", disse Ricardo Rangel.

"... Não, isso não é uma farsa, não foi feito a partir de um molde. Nós temos uma amostra do tecido dessa criatura, que enviamos para um laboratório de DNA, mas quando o laboratório tentou realizar o sequenciamento do DNA, eles descobriram que não estava em conformidade com o DNA dos mamíferos ou outras criaturas... não há nenhuma compatibilidade com o DNA de criaturas relacionadas com os mamíferos", completou. Tanto o DNA mitocondrial quanto o DNA nuclear não correspondem a quaisquer outras espécies conhecidas na Terra.

Tanto o DNA mitocondrial quanto o DNA nuclear não correspondem a quaisquer outras espécies conhecidas na Terra
Segundo o Sr. Jaime Maussan, a 'Criatura de Metepec' poderia ser perfeitamente um 'ser híbrido'. A outra criatura semelhante ao que comumente conhecemos como uma 'fada' também poderia ser um ser híbrido.

"... Isso é algo imperativo, porque eu acredito que eles são experimentos (as criaturas). Quais tipos de experimentos ou o razão para fazê-los? Não sei, mas temos um corpo físico, e podemos analisar o corpo físico e provar que existe algo, uma inteligência está por trás deste experimento...", disse Jaime Maussan.

"Entretanto, a outra criatura tem uma outra característica, as asas. Temos um raio-X da criatura,
e podemos ver a estrutura dos ossos
", disse Ricardo Rangel.
No vídeo publicado no YouTube, L.A. Marzulli faz a seguinte alegação: "Isso poderia ser o que sai do abismo? Aquilo que lemos em Apocalipse 9? 'E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra. E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o selo de Deus. E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem.'

Confiram abaixo o vídeo publicado por L.A. Marzulli, no dia 20 de julho desse ano*:



* o vídeo acima é uma reprodução do que foi originalmente publicado por L.A. Marzulli em um canal de terceiros no YouTube

Com o objetivo de responder a algumas questões de pessoas que diziam que isso era apenas mais uma farsa, o próprio L.A Marzulli chegou a comentar no seu vídeo. Vejam o que ele escreveu:

Há muitas controvérsias sobre isso. Aqui estão algumas considerações:

1. Richard Shaw e eu acreditamos que a criatura seja real. É por isso que nós fomos em busca dela. Ela tem uma estrutura óssea muito complexa que foi revelada nos exames de raios-X. 

2. Uma vez que estamos vendendo o DVD e o livro, existem algumas pessoas que reclamam dizendo que estamos fazendo isso apenas por dinheiro. Quantas dessas pessoas vão ao Starbucks e esperam conseguir um copo de café de graça? Portanto, por que não podemos viver do nosso trabalho? Quanto vocês acham que custa viajar para o México, realizar exames de DNA em três laboratórios diferentes, e entrevistar diversos profissionais em cada episódio da nossa série? Nada é de graça, e se fosse, vocês podem ver o que acontece quando as pessoas conseguem as coisas de graça ao olhar a situação atual da Venezuela.

3. Essa criatura pode ter ramificações sobrenaturais como afirmamos no filme e no livro. Em outras palavras, pode apontar para as entidades que lemos em Apocalipse 9.

4. Ainda estamos fazendo um estudo sobre a criatura. Os raios-X estão sendo analisados por um patologista forense, bem como um radiologista. Eu tive a opinião de dois médicos, que observaram os raios-X na semana passada, e ambos confirmaram que a criatura era real e não um composição de diversos animais.

5. O 'Watchers 10-DNA' também está disponível no VIMEO! L.A. Marzulli

Sinceramente, não sei dizer que o texto publicado acima pelo site "Ancient Code" foi de má-fé, incompetência ou então patrocinado pelo L.A. Marzulli. Se bem que não ficaria surpreso se fosse tudo isso ao mesmo tempo. Se vocês prestaram bem atenção ao texto puderam notar que foi mencionado o nome de uma determinada "criatura": a "Criatura de Metepec". Somente devido ao surgimento dessa "criatura" no vídeo já seria possível taxá-lo como farsa.

Somente devido ao surgimento da chamada "Criatura de Metepec" no vídeo,
seria possível taxá-lo como uma farsa
Qual o problema em relação a "criatura"? Bem, ela é falsa! Quem criou a "criatura" inclusive já assumiu a responsabilidade há muito tempo em diversos sites e programas de TV. Existe muito material mostrando detalhadamente cada ponto dessa história, que daria para fazer uma postagem inteira somente sobre ela. Todavia, vou tentar resumir o caso para vocês, que se tornará também o primeiro questionamento sobre a veracidade ou não sobre o que foi apresentado pelo L.A Marzulli e pelo Jaime Maussan.

Primeiro Questionamento: Uma Farsa Chamada "Criatura de Metepec"


Em maio de 2007, uma estranha criatura foi encontrada em um rancho na cidade de Metepec, no México que "chocou" o mundo inteiro. A história começou quando um encarregado do rancho, um homem inicialmente identificado como "Ángel Palacios Núñez", que supostamente trabalhava como assistente veterinário no local, e que costumava montar armadilhas com o objetivo de capturar pequenos roeadores para alimentar os pássaros e cobras dos proprietários, teria encontrado um pequeno alienígena, uma vez que a criatura teria sido capturada ainda viva em uma de suas armadilhas.

Um homem inicialmente identificado como "Ángel Palacios Núñez" teria encontrado um pequeno alienígena,
uma vez que a criatura teria sido capturada ainda viva em uma de suas armadilhas.

Mais uma foto da suposta criatura capturada em abril de 2007 em Metepec, no México
Quatro pessoas que trabalhavam no rancho, incluindo o proprietário, Mario Moreno López, afirmaram ter visto a criatura ainda viva na armadilha. O que tornava a história ainda mais "chocante", é que o proprietário do rancho teria morrido dentro de seu carro, quando o mesmo foi incendiado, logo após a história ter se tornado pública. Muitos acreditavam que sua morte havia sido causada devido a "extraterrestres", que estavam em busca de vingança.

Na verdade, de acordo com o site de notícias Poder Edomex, Mario Moreno López, que aparece usando um chapéu, na imagem abaixo, morreu na madrugada do dia 31 de julho de 2007, mas foi vítima de algo muito mais mundano. Ele estava entre os três ocupantes de uma caminhonete de luxo, que foram baleados por volta das 4h da manhã daquele dia, e que posteriormente tiveram o veículo incendiado. Ele foi identificado como fazendeiro e proprietário de uma empresa de táxi chamada "Taxis Excelencia" que operava no município de Metepec e algumas outras cidades da região.

O motivo do crime seria um descontentamente financeiro por parte de outras empresas, visto que os veículos de Mario Moreno López utilizavam cores diferentes daquelas que comumente eram utilizados pela outras empresas, que tinham placas e seguiam a padrão estabelecido pela Secretaria de Transportes de Metepec, ou seja, o assassinaram por motivos financeiros. Exceto, é claro, se você preferir acreditar que extraterrestres usam pistolas de calibre .45, assim como foram utilizadas nesse caso.

Quatro pessoas que trabalhavam no rancho, incluindo o proprietário, Mario Moreno López (no canto superior esquerdo),
afirmaram ter visto a criatura ainda viva na armadilha.

Enfim, advinhem nas mãos de quem a "criatura" foi parar? Acertou quem disse Jaime Maussan. Uma vez que muitos consideram que o Jaime Maussan pertença ao "Museu da Vergonha da Ufologia", evidentemente uma investigação paralela seria realizada por alguém. Esse alguém foi justamente um homem chamado Alejandro Franz Navarrete, diretor e investigador de fenômenos aeroespaciais anômalos, da Fundação Alcione, fundada em 1998. Ao contrário de seus colegas e do próprio Jaime Maussan, ele é muito mais cético em relação aos assuntos que ele comenta em seu respectivo site.

Enfim, advinhem nas mãos de quem a "criatura" foi parar? Acertou quem disse Jaime Maussan!
Uma vez que muitos consideram que o Jaime Maussan pertença ao "Museu da Vergonha da Ufologia",
evidentemente uma investigação paralela seria realizada por alguém
Para piorar a situação, segundo Alejandro Franz, o homem que aparecia como "Ángel Palacios Núñez", na verdade se chamava "Urso Moreno Ruíz", neto de Mario Moreno López e um taxidermista. Foi através de um fórum de discussão chamado "Fororeptiles", assim como no fórum ATS (Above Top Secret), que ele aparentemente acabou revelando toda a farsa, no começo do ano de 2010. A "criatura" seria tão somente um "macaco-esquilo", um primata muito comum nas florestas tropicais na América do Sul e na América Central.

"É tão somente o corpo de um macaco-esquilo. Tirei suas orelhas e o envolvi com todo tipo de pelo e fluidos corporais de animais que encontrei. Em seguida, eu o desidratei. Todas as amostras que coletarem dele serão de diferentes animais", disse Urso Moreno Ruíz

"O Sr. Mario vendeu rapidamente para o Jaime Maussan por cerca de 300.000 pesos (cerca de U$ 23.000 na época), e conforme vocês podem ver, após quatro anos eles ainda não perceberam que é uma farsa", continuou.

Para piorar a situação, segundo Alejandro Franz, o homem que aparecia como "Ángel Palacios Núñez" (na imagem), na verdade se chamava "Urso Moreno Ruíz", neto de Mario Moreno López e um taxidermista.
"Devo dizer que não afirmei que a criatura era real. Foi o Maussan que disse que era real. Ele acreditou. Todo o show foi uma farsa que saiu do controle, mas depois de quatro anos, estou feliz em ver uma de minhas criações percorrendo o mundo diante de muitos cientistas e testes, visto que eles ainda não descobriram o que é. Talvez eu tenha enganado a ciência!", completou.

Alejandro Franz chegou a dizer que, ao contrário do que Urso Ruíz afirmava, ele havia alegado em vídeo, que a criatura era "um animal estranho". Vale lembrar que meses antes, o próprio Alejandro Franz publicou um vídeo em sua conta no Youtube dizendo que a "criatura" poderia ser apenas um macaco-esquilo. Para ele, no entanto, tanto o Jaime Maussan quanto os demais envolvidos sabiam da farsa, que tinha uma mera motivação financeira. Assista ao vídeo de Alejandro Franz em sua próprio canal no Youtube (em espanhol):



Chegou a ser publicado em um canal do Youtube chamado "Tercer Milenio TV" (canal oficial no Youtube do programa "Terceiro Milênio", apresentado desde 1997 por Jaime Maussan), em 3 de julho de 2012, um vídeo onde aparece Jaime Maussan alegando que havia toda uma campanha orquestrada, por motivos desconhecidos, para desmentir o que "ele e sua equipe de profissionais" estavam estudando há anos.

De acordo com ele, era lamentável que pessoas comparassem a "criatura" a um "macaco-esquilo", ainda mais aquelas que nunca tiveram o "corpo da criatura" em suas mãos. Resumindo, Jaime ignorou totalmente as evidências que apontavam que ele teria sido enganado ou desmascarado. Assista abaixo ao vídeo em questão no Youtube (em espanhol):



Sinceramente, o que é realmente triste, é saber que isso ainda acontece em 2016, ou seja, que a "Criatura de Metepec" ainda seja apresentada como sendo algo verdadeiro, quando não é. Jaime Maussan ainda promove essa farsa, assim como inúmeros outros casos que já foram exibidos sendo assumidamente falsos.

Um duro golpe viria em em 2 dezembro de 2012, quando o "Canal 4", uma rede de televisão britânica de utilidade pública - a quarta maior emissora de televisão do Reino Unido em termos de audiência, atrás apenas da ITV, BBC One e BBC Two - exibiu um documentário chamado "Alien Investigations". Usando mapeamento 3D, e testes laboratoriais avançados para a análise de DNA, foi constatado que a "Criatura de Metepec" era na verdade um espécie de sagui, o "sagui-da-serra-escuro" (nome científico: Callithrix aurita). Um pouco diferente do macaco-esquilo, porém ainda assim é um primata.

Usando mapeamento 3D, e testes laboratoriais avançados para a análise de DNA, foi constatado que a "Criatura de Metepec" era na verdade um espécie de sagui, o "sagui-da-serra-escuro" (nome científico: Callithrix aurita)
O próprio Urso Ruíz foi entrevistado com o uso de um "detector de mentiras". Ele disse que também trabalhava na época em um zoológico, quando lhe enviaram um macaco para realizar o processo de taxidermia. Ele teria achado interessante colocá-lo em uma armadilha no rancho para o qual também prestava serviços. Quando o proprietário quis saber mais detalhes, ele disse que tinha visto a "criatura" ainda com vida. Então, o proprietário tirou algumas fotos e começou a fazer algumas ligações. Entre as pessoas para qual ele ligou estava Jaime Maussan, que teria se interessado muito sobre o assunto.

Vale ressaltar aqui que dois dias antes, no dia 30 de novembro de 2012, o assunto havia sido abordado no programa "Alien Mummies", do Science Channel (pertencente ao Grupo Discovery), apresentando o mesmo conteúdo. Confira abaixo um trecho do que foi exibido (em inglês):



De qualquer forma, AssombradOs, a história da "Criatura de Metepec" é muito maior do que resumi nessa parte da postagem, caso contrário seria inteiramente sobre ela, o que não é o objetivo. Contudo, saibam que ela é tão somente uma farsa, por mais que continuem dizendo repetidamente que a criatura é de verdade. Agora, se o Jaime Maussan sabia ou não disso, a razão pela qual ele ainda continua explorando essa farsa, e motivo do Urso Ruíz ter citado duas espécies diferentes de macaco ao longo do tempo, são assuntos para uma outra ocasião.

Vamos seguir em frente, e aproveitar a oportunidade para contar rapidamente quem são as pessoas que estão envolvidas nesse mais recente vídeo publicado no Youtube, onde supostamente aparecia uma "fada" ao lado da "Criatura de Metepec" (repetindo mais uma vez: a Criatura de Metepec é uma farsa).

Segundo Questionamento: As Pessoas Envolvidas no Recente Video Publicado no Youtube por L.A. Marzulli


Nessa parte da postagem vamos rapidamente conhecer quem são as pessoas envolvidas no mais recente vídeo publicado por L.A. Marzulli, no qual é citado a "Criatura de Metepec", além de um suposto "esqueleto de criatura alada", que foi mencionado que poderia ser uma "fada". Essa parte é muito importante para que vocês tenham a exata noção das pessoas que estão tentando convencê-los de que toda essa história é verdadeira. Vamos começar por Jaime Maussan.

José Jaime Maussan Flota


Jaime Maussan é um jornalista mexicano de 63 anos de idade, que desde 1997 apresenta um programa chamado "Tecer Milenio" ("Terceiro Milênio", em português), e que desde setembro de 2010 é exibido pela Gala TV, uma emissora de TV mexicana, que pertence a Televisa. Vale ressaltar que Gala TV exibe principalmente reprises de novelas mexicanas, reprises de séries da própria Televisa, partidas de futebol e luta livre. O programa de Jaime Maussan meio que destoa diante desse cenário.

Jaime Maussan é um jornalista mexicano de 63 anos de idade, que desde 1997 apresenta um programa
chamado "Tecer Milenio" ("Terceiro Milênio", em português)
Jaime Maussan, que também possui um canal no Youtube, diz que ele e sua equipe já abordaram mais de 8.000 casos relacionados a OVNIs, seres extraterrestes, ciência, tecnologia e meio ambiente, porém ele não é conhecido pelo seu trabalho exemplar, mas sim em promover e divulgar inúmeras farsas. Além do caso que mencionamos sobre a "Criatura de Metepec", existem outros casos muito emblemáticos onde sua participação se tornou motivo de um verdadeiro vexame.

Entre esses casos podemos citar o caso ocorrido no ano passado em relação aos "Slides de Roswell", que obviamente acabaram sendo revelados por serem uma farsa, visto que não passava do corpo mumificado de uma criança que estava em exposição em um museu norte-americano. Na época, Jaime Maussan afirmou categoricamente que não se tratava de uma farsa, e chegou a oferecer recompensa para quem tivesse mais fotos do suposto ser extraterrestre.

Jaime Maussan afirmou categoricamente que os "Slides de Roswell" não se tratavam de uma farsa,
e chegou a oferecer recompensa para quem tivesse mais fotos do suposto ser extraterrestre
Além desse caso, publicamos em fevereiro desse ano, a verdade sobre as fotos de supostos OVNIs, que teriam sido tiradas em Colima, no México, em 1958, e que foram exibidas por Jaime Maussan em seu programa. As fotos não passavam de cenas de um filme de ficção científica canadense chamado "L’Invasion des soucoupes volantes" (lançado nos Estados Unidos como "Starship Invasions" ou "Project Genocide" no Reino Unido) em 1977. Aliás, cerca de 19 anos depois da suposta data que as mesmas teriam sido tiradas.

Resumindo, a reputação de Jaime Maussan é muito questionável. Há quem diga que não se deve confiar nem mesmo quando ele diz "boa noite". Se você quiser ser levado a sério, principalmente nesse meio, a primeira atitude a ser tomada é não aparecer ao lado dele.

L.A. Marzulli


L.A. Marzulli é conhecido por ser um escritor de livros, principalmente sobre os "Néfilins", que segundo ele seriam os "gigantes que um dia habitaram a Terra, de que a Bíblia menciona" (não entrarei nesse assunto, visto que ele é muito extenso e demandaria muito tempo para explicá-lo, porém saibam que a associação com "gigantes" é um tanto quanto incorreta). Ele diz que a deformação craniana, tal como encontrada nos "Crânios de Paracas", seriam as provas definitivas que os "Néfilins" teriam manipulado o DNA peruano. Aliás, um dos assuntos abordados no DVD "Watchers X" (ou Watchers 10, como queiram) é justamente esse, assim como em seu mais recente livro chamado "Nephilim Hybrids".

Entretanto, a deformação craniana artificial era uma prática bastante comum entre diversas culturas do mundo todo, e em períodos diferentes da história. Há muitas formas de se "desenvolver pessoas com cabeças nesse formato". Em geral, apertava-se a cabeça de um recém-nascido em tornos de madeira por alguns anos e o crânio acabava adquirindo um formato alongado.

L.A Marzulli diz que a deformação craniana, tal como encontrada nos "Crânios de Paracas", seriam as provas definitivas que os "Néfilins" teriam manipulado o DNA peruano
Não pense que as crenças de L.A Marzulli se limitam aos "Néfilins". Marzulli já alegou que os centauros, o Minotauro, e faunos foram todos reais, e que Davi matou Golias ao atingir sua glândula pituitária. Marzulli ainda alegou que os não-judeus da Idade do Bronze foram produtos sem alma de "Néfilins malignos", e que mereceram ser mortos, mas que os "Néfilins sem alma" escaparam do genocídio fugindo para a América do Sul, onde se tornaram os "deuses brancos" dos Incas. Marzulli também já afirmou que estruturas de pedra da América do Sul tinham propriedades piezoelétricas (capacidade de alguns materiais cristalinos de gerarem tensão elétrica em resposta a uma pressão mecânica) e teletransportavam pessoas para outras dimensões.

Calma que essa situação "melhora" ainda mais. L.A, Marzulli diz que os "Néfilis" vivem entre nós. Ele já chegou a dizer que o homem que teria "devorado" cerca de 75% do rosto de outro, em Miami, nos Estados Unidos, no ano de 2012, era um "Néfilim sem alma". Vale lembrar que o homem que ficou conhecido como o "Canibal de Miami" (ou "Zumbi de Miami"), estaria alegadamente sob efeito de "sais de banho" (como é conhecido um tipo de droga poderosa que provoca alucinações e paranoia).

Marzulli também já afirmou que estruturas de pedra da América do Sul tinham propriedades piezoelétricas,
e teletransportavam pessoas para outras dimensões
L.A Marzulli também diz que Satanás é quem está por trás dos implantes alienígenas relacionados a abduções. Além disso, em seu site, Marzulli descreve a si mesmo como o "provedor de respostas bíblicas" as perguntas modernas, incluindo "tornados, terremotos, inundações, motins, e o aumento da ilegalidade". Simples assim.

Richard Shaw


Sobre Richard Shaw não há muito o que falar. De acordo com o site IMDB, sua carreira deu um salto pouco convencional em relação ao trabalho que ele desempenhava na televisão e no cinema, para a produção e direção, principalmente de documentários. Ele foi um dos três produtores do "Beat the Drum" (gravado na África do Sul, em 2003), um filme sobre a pandemia da AIDS, que ganhou alguns prêmios internacionais. Em 2010 ele se envolveu no "Projeto Wordz", um documentário que reuniu cantores de rap, poetas, antigos membros de gangues, ativistas e crianças para expressarem a "mensagem revolucionária de Jesus Cristo" nas batidas de hip hop (uma espécie de rap gospel).

Sua empresa, a Pinlight LLC, está envolvida atualmente no desenvolvimento, produção e/ou pós-produção de inúmeros documentários e filmes. Isso inclui a série "Watchers", que é co-produzida por L.A. Marzulli, e todos os episódios são dirigidos por Richard Shaw. Resumindo, Richard é parceiro de longa data de Marzulli. Contudo, ele não possui muita expressividade em relação aos seus trabalhos.

Dr. Ricardo Rangel Martinez


O homem chamado "Ricardo Rangel Martinez", que aparece no vídeo como PhD em Biologia Molecular, é um tanto quanto curioso. Assim como era esperado, suas credenciais não aparecem no vídeo, ou seja, não foi apontada a instituição, universidade ou empresa para qual trabalha. Em uma rápida pesquisa na internet há pouquíssimas informações sobre ele e seus trabalhos realizados.

O "Dr. Ricardo Rangel Martinez" que aparece no vídeo como PhD em Biologia Molecular
Em uma notícia publicada em novembro do ano passado pela Xinhua, a agência de notícias oficial da República Popular da China, o "Dr. Ricardo Rangel Martinez" aparecia como sendo o Diretor de Operações do Laboratório da Clínica "Cambium Therapies", um suposto centro integrado especializado em medicina regenerativa alternativa em terapia celular avançada, que faz uso da manipulação de culturas de células estaminais (ou células-tronco, como queiram), na Cidade do México, capital do México. Segundo um funcionário dessa suposta clínica, a aplicação desse tratamento "permitiria ao organismo substituir as células danificadas por células saudáveis através de diversos processos em determinados tecidos".

O maior problema é que não encontrei nenhum endereço relacionado a uma clínica chamada "Cambium Therapies" na Cidade do México. O máximo que encontrei foi uma clínica chamada "Cambium Medical Technologies" que fornece terapias regenerativas através de plaquetas humanas, localizada em Atlanta, nos Estados Unidos. A empresa possui um parceiro comercial na China, porém não faz nenhuma menção ao "Dr. Ricardo Rangel Martinez" e sequer aparenta ter quaisquer relações com a "Cambium Therapies", no México.

Em novembro do ano passado, o "Dr. Ricardo Rangel Martinez" aparecia como sendo o Diretor de Operações do Laboratório da Clínica "Cambium Therapies", um suposto centro integrado especializado em medicina regenerativa alternativa em terapia celular avançada
Algo ainda mais estranho foi a notícia publicada em 21 de dezembro, também no ano passado, no site de notícias chamado "Ultra". A mesma apontava que a Direção de Regulação Sanitária do Instituto de Serviços de Saúde do Estado de Aguascalientes, no México, cujo diretor era um homem chamado Ernesto Romero Jaime Frías, havia emitido um alerta sanitário contra o tratamento chamado "Cambium Therapies", no dia 3 de dezembro, que alegava ter sido aprovado pela COFEPRIS (sigla para "Comissão Federal para a Proteção contra Riscos Sanitários", do México) sendo que isso não era verdade.

Ernesto Romero explicou o tratamento era apontado como uma terapia celular avançada, fazendo uso de células-tronco, para promover "uma melhoria do quadro geral do paciente" que fosse portador de doenças degenerativas e autoimunes crônicas, assim como no combate a diabetes, ao envelhecimento, a artrite reumatoide, a cirrose hepáticam as doenças ósseas e articulares, entre outras. Tudo isso sem que houvesse um estudo que garantisse a sua segurança, qualidade e eficácia. Isso acabava também enganando os possíveis clientes. Portanto, a recomendação era de que população evitasse o uso desta terapia, porque além do possível prejuízo econômico, não havia estudos para determinar os riscos à saúde em relação a sua utilização.

Ernesto Romero Jaime Frías, diretor de Regulação Sanitária do Instituto de Serviços
de Saúde do Estado de Aguascalientes, no México
Ele também explicou que o "produto" estava sendo anunciado sem a devida autorização, de modo que o processo de divulgação já havia sido permanentemente suspenso permanente, e estava sujeito a multa de mais de 1 milhão de pesos. Por fim, ele disse para que a população não substituísse os tratamentos médicos por esse procedimento que não havia qualquer sustentação científica, e que antes consultassem um profissional da área da saúde. Estranho, não é mesmo?

Antes disso, é possível encontrar notícias envolvendo o "Dr. Ricardo Rangel Martinez", sendo identificado em novembro de 2014, pelo site de notícias "El Financeiro", como biólogo e Diretor de Projeto e Pesquisa do Centro de Biotecnologia de Terapias Avançadas (CBTA), em relação à regeneração da pele humana com queimaduras e outras complicações, com a utilização células-tronco ("bio-andaimes" de colágeno revestidos por células-tronco). Vale lembrar que esse termo "andaime" vem da palavra inglesa "scaffold", que é muito empregada em estudos de "Engenharia de tecidos".

O "Dr. Ricardo Rangel Martinez" também já foi identificado como biólogo e Diretor de Projeto e Pesquisa do Centro de Biotecnologia de Terapias Avançadas (CBTA)
Ele também apareceu em uma notícia divulgada em setembro do ano passado, pela "Agencia Informativa del Consejo Nacional de Ciencia y Tecnología (Conacyt)", que seria uma plataforma de comunicação para a disseminação do conhecimento através do desenvolvimento de um canal público de comunicação sobre ciência, tecnologia e inovação; com o objetivo de promover, divulgar e vincular as realizações e progressos nos campos da pesquisa científica e tecnológica realizadas no México. A razão? Novamente a divulgação de um "novo tratamento celular para regenerar a pele com queimaduras".

Também é possível encontrar o nome do "Dr. Ricardo Rangel Martinez" associado ao "Instituto Biotecnológico Bioplenum", que supostamente trabalha com terapias relacionadas à medicina regenerativa, porém não temos nenhuma confirmação sobre seu real envolvimento nesse instituto.

Além disso, também foi possível encontrar um canal no Youtube, supostamente pertecente ao "Dr. Ricardo Rangel Martinez", que possui vídeos de 3 a 4 anos atrás relacionados a OVNIs e também de células-tronco, No canal ele aparece como "Diretor de Projetos e Pesquisas" de uma clínica chamada "MediCell", que realiza tratamentos com células-tronco em pacientes com diabetes e outras doenças. A clínica, no entanto, não está localizada no México, mas na Costa Rica.

Enfim, agora que vocês conhecem as pessoas que estão envolvidas no vídeo recentemente divulgado por L.A. Marzulli, chegou o momento de fazermos uma pequena análise do vídeo propriamente dito.

Uma Análise do Vídeo do Suposto "Esqueleto de uma Fada", que Foi Encontrado à Beira de uma Rodovia por um Garoto de 13 anos, no México


Conforme dissemos anteriormente o vídeo abaixo é o aquele que foi publicado por L.A. Marzulli. O vídeo original foi deletado de sua conta do YouTube, e você confere o mesmo através do canal de terceiros:



O vídeo que começa de uma forma um tanto quanto curiosa, uma vez que são exibidas imagens de quironomídeos, mariposas, e morcegos. Logo em seguida é mostrado na tela trechos bíblicos de Apocalipse 9:7-10:

"Os gafanhotos pareciam cavalos preparados para a batalha. Tinham sobre a cabeça algo como coroas de ouro, e o rosto deles parecia rosto humano.. Os cabelos deles eram como os de mulheres e os dentes como os de leão. Tinham caudas e ferrões como de escorpiões, e na cauda tinham poder para causar tormento aos homens durante cinco meses"

O vídeo que começa de uma forma um tanto quanto curiosa, uma vez que são exibidas imagens de quironomídeos, mariposas, e morcegos. Logo em seguida é mostrado na tela trechos bíblicos de Apocalipse 9:7-10
Resumidamente, uma mulher alega ter registrado seres sobrenaturais (uma espécie de "gafanhoto demoníaco"), que seriam o prenúncio do "Fim dos Dias", quando na verdade aponta apenas para um coleção de fotos noturnas superexpostas de insetos (quando uma foto é superexposta, diversos pontos da imagem ficam "estourados", ou seja, ficam brancos e sem informação). É importante notar que o "esqueleto da fada" nem sequer possui a cauda de um escorpião.

Em seguida é mencionado que a cidade do México possui um intenso tráfego de veículos, e que pensamento sobre os cartéis de drogas logo vem a mente de qualquer pessoa. É mencionado também que a segurança era reforçada nos hotéis mais luxosos da região onde estavam. Então, o icônico Jaime Maussan aparece na tela, sendo descrito por ter milhões de pessoas que o assistem seu programa sobre OVNIs, que provavelmente é o programa desse gênero que está mais tempo no ar, sendo um dos mais populares com milhões de expectadores, que até mesmo enviam seus vídeos para ele. Algumas vezes são objetos físicos, tais como "esferas que caem do céu" ou criaturas estranhas.

Finalmente duas criaturas são apresentadas no vídeo, a primeira é a "Criatura de Metepec", que já sabemos que é falsa, a segunda seria uma suposta "fada". L.A. Marzulli aparece conversando com o "Dr. Ricardo Rangel", que por sua vez é apresentado como PhD em Biologia Molecular. A parte "interessante" é que L.A Marzulli comenta que ambas eram muito estranhas, anômalas e ele nem mesmo compreendia o que elas eram. Assim sendo, ele menciona que o Dr. Ricardo Rangel teria realizado um exame de DNA em ambas as criaturas e pediu para ele compartilhar suas descobertas.

L.A. Marzulli aparece conversando com o "Dr. Ricardo Rangel"
, que por sua vez é apresentado como PhD em Biologia Molecular
Então, o "Dr. Ricardo Rangel" menciona que o sequenciamento do DNA foi realizado em cinco laboratórios diferentes ao redor do mundo, e o que havia em comum nos resultados é que o DNA era muito similar ao DNA humano, com uma compatibilidade de 98,5%, algo que era muito estranho na visão dele. Nesse ponto preste muita atenção, porque apesar da pergunta envolver também a suposta "fada", essa análise acima seria referente apenas a "Criatura de Metepec". Considerando que a criatura é considerada uma farsa, cujo principal corpo utilizado foi de um macaco, essa porcentagem é esperada, logo não há nada de estranho nisso. Para piorar a situação não foram mostrados os documentos referentes aos exames de DNA de nenhum laboratório, e nem mesmo quando foram feitos.

Em seguida aparece Jaime Maussan dizendo que a "Criatura de Metepec" era um ser híbrido, assim como a outra criatura. Ele acreditava que ambas eram experimentos, mas não sabia dizer qual o propósito de tais experimentos. No entanto, eles tinham um corpo físico o qual podiam analisar, e que havia algum tipo de inteligência por trás desses experimentos. L.A. Marzulli chegou a questionar se essas criaturas seriam benignas, malignas ou teria um pouco de bondade e perversidade ao mesmo tempo. Jaime Maussan respondeu que acreditava que as criaturas tinham seus próprios interesses, uma vez que não estavam interferindo massivamente com o meio ambiente ao nosso redor. Ele também acreditava que os autores desses experimentos tinham suas próprias motivações para realizá-los.

Jaime Maussan disse que a "Criatura de Metepec" era um ser híbrido, assim como a outra criatura. Ele acreditava que ambas eram experimentos, mas não sabia dizer qual o propósito de tais experimentos.
Em seguida o "Dr. Ricardo Rangel" apontou que a outra "criatura" (a suposta fada) possuía asas. É rapidamente mostrado alguns exames de raios-X realizados, onde era possível ver os ossos. Ele também garantiu que a "criatura" não era uma farsa, e tão pouco tinha sido criada a partir de um molde. Além disso, ele coletaram amostras de tecido da "criatura" e enviaram para um laboratório de DNA, cujo nome não foi mencionado. Contudo, quando o laboratório tentou sequenciar o DNA, o mesmo não estava relacionado com o DNA de mamíferos ou qualquer outra criatura (novamente nenhum documento aparece). L.A Marzulli se mostrou "impressionado" ao mencionar que o DNA mitocondrial e o DNA nuclear não estavam relacionados a mamíferos. Por fim, ele agradeceu ao "Dr. Ricardo Rangel" por suas explicações.

Nesse ponto vale ressaltar, que os "pontos brilhantes" nos exames de raios-X poderiam ser simplesmente pinos, fios, ou outras articulações artificiais que são utilizadas na taxidermia. Além disso, lembram do caso que mencionamos sobre a "Fada de Derbyshire", que havia sido criada pelo ilusionista Dan Baines, em 2007, como uma brincadeira de 1º de abril? Leiam um trecho da história que ele contou antes de revelar a farsa:

"O que parecem ser os restos mortais mumificados de uma fada foram descobertos na zona rural de Derbyshire. O corpo de 20 cm permanece completo com asas, pele, dentes e cabelo avemelhado que foram examinados por antropólogos e especialistas forenses, e que confirmaram que o corpo é verdadeiro. Os exames de raios-X da 'fada' revelam um esqueleto anatomicamente idêntico ao de uma criança. Os ossos, no entanto, são ocos como os de um pássaro tornando-os particularmente claros. A presença de um intrigante umbigo até sugere que os seres se reproduzem assim como os humanos, apesar da ausência de órgãos reprodutores". Interessante, não é mesmo?

Os "pontos brilhantes" nos exames de raios-X poderiam ser simplesmente pinos, fios
ou outras articulações artificiais que são utilizadas na taxidermia
O vídeo segue com a narrativa dizendo que anteriormente Ricardo Rangel havia coletado e colocado amostras de DNA em recipientes estéreis, que deveriam ter sido analisadas em um laboratório nos Estados Unidos, cujo nome mais uma vez não foi informado. Porém, as amostras teriam sido confiscadas e destruídas pela TSA ("Transport Security Administration", ou "Administração de Segurança no Transporte"), que é uma agência criada pelo governo norte-americano logo após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, com o objetivo de fortalecer a segurança no sistema de transporte aéreo. Basicamente, os agentes da TSA são os responsáveis pela verificação das malas.

Curiosamente, ele disse ter recebido uma autorização oral via telefone do aeroporto para levar as amostras para os Estados Unidos. Esse é um erro grotesco e primário, não soa um erro que alguém como L.A Marzulli cometeria a esmo. É evidente que você precisaria de algo por escrito, de uma documentação, e não apenas um telefonema para desembarcar em solo americano com amostras biológicas, ainda mais do México. Fato é que devido a esse "incidente" não foi possível fazer a análise.

As primeiras amostras coletadas anos atrás foram confiscadas e destruídas pela TSA.
Por esse mesmo "motivo" não foi possível fazer uma análise melhor da "criatura"
Após cerca de três anos foram requisitadas novas amostras, que dessa vez chegaram em segurança nos Estados Unidos, e foram encaminhadas para dois laboratórios. Contudo, uma vez que a suposta "fada" ficou imersa em formaldeído durante anos, nenhum dos laboratórios foi capaz de extrair o DNA das amostras. Conveniente, não é mesmo? Será mesmo que o formaldeído tornou incapaz a extração do DNA?

Um usuário com o apelido de "Tony Stark" questionou essa informação através de um comentário no Youtube, dizendo que "provavelmente eles enviaram para laboratórios que não eram tão bons assim ou que não possuíam os equipamentos necessários para lidar com as amostras, visto que existiriam métodos para extrair o DNA a partir de amostras conservadas em formaldeído". Ele ainda fez uma indagação: "Se o laboratório mexicano realizou o sequenciamento de DNA, por que não simplesmente congelou a 'criatura' ao invés de tentar preservar em uma solução de formaldeído?" Além disso, ele apontou que tem sido extraído DNA de alta qualidade a partir de amostras com mais de 70 anos conservadas em formaldeído no Museu da História da Medicina de Indiana, nos Estados Unidos. Portanto, como apenas 3 anos representariam um problema?

Vale ressaltar nesse ponto, que a ação do formol sobre o material genético humano (DNA) gera muitas controvérsias, havendo linhas de pesquisa científica que defendem a não interferência do formol sobre o DNA, e as que afirmam que a fixação de cadáveres com formaldeído pode causar a degradação do material genético

Chegando próximo ao final do vídeo é mostrada uma conversa entre L.A Marzulli e Jaime Maussan durante um jantar em um restaurante de Beverly Hills, na California, nos Estados Unidos, no qual foi questionado se ele acreditava que houvesse alguma possibilidade daquilo ser uma farsa. Adivinhem qual era a resposta? Ele disse que não, porque a "criatura" tinha sido encontrada por um garoto de apenas 13 anos, que não sabia o que era aquilo e não tinha nenhum conhecimento sobre extraterrestres, fadas, ou qualquer coisa do gênero. Jaime disse que o jovem incialmente viu a oportunidade de saber o que era aquilo, e posteriormente de conseguir "alguns trocados" por isso, mas nada além de excepcional ou relevante. Basicamente ele disse que o garoto não teria conhecimento científico para fazer algo como aquilo. Aliás, seria algo tão impossível, que ele até mesmo mudaria de nome caso tivesse sido criação dele. Vale lembrar que não foram fornecidos maiores detalhes sobre o garoto, tal como seu nome ou sua foto (algo que dificilmente seria divulgado mesmo em condições normais).

Jaime Maussan durante um jantar em um restaurante de Beverly Hills, na California, nos Estados Unidos, no qual foi questionado se ele acreditava que houvesse alguma possibilidade daquilo ser uma farsa
Marzulli chegou a questionar Jaime Maussan sobre o local onde o garoto encontrou a "criatura". Jaime contou que o garoto encontrou a criatura à beira de uma rodovia entre Guadalajara e a Cidade do México (o garoto estava "viajando" de Guadalajara em direção a cidade do México). Ele parou bem próximo a saída para a cidade de Morelia para fazer "necessidades físicas" à beira da rodovia, quando se deparou com o "corpo de uma criatura". A "criatura" parecia ter morrido recentemente, ou seja, não havia se passado muito tempo entre ele ter encontrado seu corpo e a morte da "criatura". Segundo Jaime, provavelmente a "criatura" teria morrido apenas alguns minutos antes de ter sido encontrada pelo garoto.

Nesse ponto também vale a pena fazer alguns questionamentos. Quer dizer então que um garoto de 13 anos estava "viajando" de Guadalajara em direção a cidade do México, quando parou na altura da cidade de Morelia? Bem, olhando no mapa, a distância entre Guadalajara e Morelia é de aproximadamente 280 km. Ele andou 280 km até Morelia? Ele percorreu cerca de 280 km de bicicleta? O garoto de apenas 13 anos de idade dirigiu algum veículo durante 280 km? Ele estava sozinho? Acompanhado de familiares? Parece uma longa distância para ser percorrida a pé ou até mesmo de bicicleta, não parece? Ainda que esse garoto realmente existisse e não fosse invenção de Jaime Maussan, será que ele não teria sido enviado por alguma outra pessoa que queria disseminar uma farsa? Muitas perguntas para pouquíssimas respostas.

Imagem do Google Maps mostrando a distância entre Guadalajara e Morelia, no México
Jaime Maussan chegou a dizer que ele não faria esse tipo de coisa por dinheiro, e que por isso que precisava da ajuda de Marzulli para realizar um estudo científico a respeito da "criatura". Ele disse que não queria dizer as pessoas que isso era algo verdadeiro ou extraordinário sem que antes houvesse uma análise mais aprofundada do DNA, assim como testes que pudessem identificá-la.

Ainda foram mostrados dois exames de raio-X apontando que na "perna esquerda" havia uma espécie de fratura, que posteriormente havia sido reparada. O crânio era bem detalhado e "as mãos" possuíam "pequenos dedos". A cabeça também possuía pequenas orelhas pontiagudas, tal como uma gárgula. Como curiosidade a "pele" da "criatura" se assemelha a "folhas de uva cozidas" (charutos de folhas de uva).

Ainda foram mostrados dois exames de raio-X apontando que na "perna esquerda" havia uma espécie de fratura, que posteriormente havia sido reparada. O crânio era bem detalhado e "as mãos" possuíam "pequenos dedos". A cabeça também possuía pequenas orelhas pontiagudas, tal como uma gárgula
Os diversos "pontos brancos" no raio-X foram mencionados como se não tivessem nenhuma relação aparente com a criatura, e tivessem sido adicionados posteriormente. Aliás, sempre havia a suposição de quem alguém havia criado a "criatura" a partir de partes de outros animais, porém a posição assimétrica dos mesmos era um complicativo.

O vídeo termina com o narrador dizendo que os exames de raio-X foram levados até um veterinário no qual não havia permissão para divulgar seu nome, e nem mesmo em mostrar seu rosto. Apenas a conversa teria sido gravada. Porém, as pessoas teriam que pagar cerca de U$ 20,00 pelo DVD "Watchers X" para descobrir o que foi mencionado. Nem preciso dizer mais nada, preciso?

Atualização #1 - 20/09 as 11h50: L.A. Marzulli Admite que o "Esqueleto de Fada" Era Uma Fraude!


Pois é, AssombradOs! Já havíamos mencionado e apontado todos os indícios de que o "esqueleto de fada" era simplesmente uma farsa. Conforme vocês puderam ler acima, o "esqueleto" supostamente teria sido encontrado à beira de uma rodovia por um garoto de 13 anos, no México, e simplesmente foi parar nas mãos de Jaime Maussan (obviamente essa história não iria terminar bem).

Durante uma entrevista publicada na última sexta-feira (16), no canal SkyWatch TV, no Youtube, L.A. Marzulli admitiu que o criatura nada mais era do que uma composição de partes de animais, cola e madeira. Os misteriosos "pontos" brancos no exame de raio-X eram simplesmente "pinos" utilizados na taxidermia. Confira abaixo a entrevista publicada pelo canal SkyWatch TV (em inglês):



Entretanto, não pense que a confissão tenha sido um gesto de admissão de culpa, pelo contrário. Os pesquisadores teoricamente pagaram cerca US$ 5.000 para ter as opiniões de diversos especialistas sobre a criatura. Marzulli insistiu em dizer três veterinários foram enganados, então ele não era culpado. Por incrível que pareça, mesmo diante da realidade de exames realizados por zoólogos, Maussan ainda teria insistido em dizer que a criatura tinha que ser real. Marzulli também disse que a intenção dele não era enganar ninguém, será mesmo?

Por que ele não consultou primeiramente os tais zoólogos, que prontamente identificaram a criatura como sendo uma fraude? Por que ele colocou esse assunto em seu DVD para as pessoas comprarem e saberem "mais detalhes" sobre a criatura, sem analisar adequadamente a mesma? Em sua defesa, Marzulli disse que os especialistas geralmente se recusam a analisar coisas assim, porque envolve uma espécie de "superstição irracional", o que não é verdade.

Enfim, o "esqueleto de fada" se transformou em um verdadeiro fiasco, que só foi possível, porque ninguém resolveu investigar seriamente o assunto. A decisão de Marzulli em vir a público, e dizer que tudo não passava de uma fraude foi correta, mas é difícil acreditar que ele já não soubesse disso antes. De qualquer forma, o caso agora passa ser apenas mais um triste capítulo na história do estudo paranormal. Ficarei no aguardo do próximo.

Comentários Finais


Chega a ser assustador a quantidade de pessoas que ainda acreditam nas histórias que emanam de Jaime Maussan, que até hoje continua tendo a audácia de propagar a "Criatura de Metepec" como se fosse algo verdadeiro. Não importa quanto tempo passe, aparentemente ele irá perpertuar essa história por um tempo "indeterminado". Como se isso não bastasse, fomos apresentados ao caso de um suposto "esqueleto de fada" encontrado há pelo menos 3 anos, por um garoto de apenas 13 anos de idade, à beira de uma rodovia mexicana. Não seria de se espantar que ambos aparecessem juntos no mesmo vídeo. Uma tentativa maussânica de dar um pouco mais de credibilidade a outra tentativa faussânica de ter possivelmente pago por um esqueleto, que se tornou uma verdadeira dor de cabeça e vexame para ele durante a última década. De qualquer forma, esse caso está longe de ser uma espécie de "novo homúnculo", visto que essa postagem foi concebida justamente para explorar mais detalhes dessa história, do que simplesmente dizer ao vento que existem exames de raios-X e exames de DNA. Não é bem assim que funciona. Quando você trabalha com informação, a fonte que você utiliza, e o material que você fornece ao seu leitor são de fundamental importância. Crenças pessoais não podem ser colocadas na balança quando o que está em jogo chama-se "credibilidade". Não é algo que você compra, é algo que você conquista.

Quando estava coletando o material para poder compor tudo o que vocês leram acima, me deparei com um artigo publicado no site da revista "Capricho" (a "edição impressa" parou de circular em meados do ano passado, restando apenas a "edição digital"). Apesar do mesmo conter uma informação errada e considerada crucial sobre esse assunto, fiquei me questionando sobre a razão da notícia ter sido praticamente divulgada somente naquele local, e não chegou a ser mencionada por outros sites de notícias de maior expressividade tanto no cenário nacional quanto internacional. Após escrever essa postagem, no entanto, estou convicto que o melhor local para essa notícia ser divulgada era realmente em um site voltado basicamente para o universo feminino, o único lugar em que a surrealidade encontra vazão diante das crenças "hollywoodianas" e "místicas" sobre as fadas. Embora não fizesse muito sentido tentar explicar uma suposta criatura de "aparência demoníaca" diante de um animação "de uma mulher vestida de fada tentando seduzir o leitor", ainda assim era o único local onde o assunto poderia fazer algum sentido. Quando o assunto é trazido a luz de uma análise mais aprofundada de casos anteriores, das pessoas envolvidas e de um olhar mais criterioso sobre o que é mostrado no vídeo, a história sobre a suposta "fada demoníaca" de Jaime Maussan praticamente beira o ridículo.

O mais interessante é que o Jaime Maussan disse que mudaria seu próprio nome se aquela "criatura" tivesse sido criada pelo suposto "jovem de 13 anos", que supostamente teria a "descoberto", e supostamente "teria cedido a ele em virtude de alguns trocados". Sinceramente, acho que Jaime já teve muitos nomes ao longo de sua história, mas acho que dessa vez ele até poderia se chamar "Sr. Smee", o desajeitado ajudante, bonachão, e braço direito do Capitão Gancho. Até porque isso está mais para um verdadeiro conto de fadas do que um assunto que envolva realmente a ciência. Aliás, se um dia isso for comprovado como verdade, algo que é realmente impossível de acontecer vindo do Jaime Maussan, farei questão de trocar meu próprio nome para Peter Pan, mas não tenho vocação para viver na Terra do Nunca, e nem mesmo chefiar garotos perdidos. Fico feliz que o tempo não tenha passado para muitas pessoas que realmente acreditam em fadas, e que ainda sonham um dia encontrar lindas fadinhas durante o amanhecer em um belo jardim. Não irei estragar a esperança dessas pessoas, mas não esperem que minha postagem, um dia, comece com "Era uma vez..."

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://forgetomori.com/2010/aliens/the-metepec-creature-author-confess-hoax/
http://news.xinhuanet.com/english/photo/2015-11/10/c_134801250_6.htm
http://wereblog.com/baby-alien-found-in-mexico
http://www.ancient-code.com/is-this-a-real-fairy-research-perform-x-ray-and-lab-tests-on-mystery-creature/
http://www.conacytprensa.mx/index.php/ciencia/salud/2661-nuevo-tratamiento-celular-capaz-de-restaurar-la-piel-danada-por-quemaduras
http://www.elfinanciero.com.mx/sociedad/cientificos-mexicanos-reconstruyen-la-piel-con-celulas-madre.html
http://www.imdb.com/title/tt0387057/?ref_=nm_flmg_prd_12
http://www.inquisitr.com/3325527/winged-alien-creature-found-in-mexico-could-be-proof-that-extraterrestrial-beings-are-visiting-earth-conspiracy-theorists-claim-video/
http://www.jasoncolavito.com/blog/l-a-marzulli-promotes-watchers-x-and-the-european-dna-in-ancient-america-that-we-were-hoping-for
http://www.jasoncolavito.com/blog/l-a-marzulli-releases-more-information-on-fairy-corpse-from-mexico
http://www.jasoncolavito.com/blog/weird-roundup-angels-drive-ufos-ufologist-runs-for-school-board-and-graham-hancock-redates-the-neolithic
http://www.manchestereveningnews.co.uk/news/greater-manchester-news/fairies-john-hyatt-rossendale-valley-6909619
http://www.pinlight.com/bio.htm
http://www.ufoofinterest.org/2015/03/27/jaime-maussan-e-le-foto-dell-alieno-di-roswell-nell-evento-del-5-maggio-2015-tutti-i-retroscena-di-una-possibile-farsa/
https://lamarzulli.wordpress.com/2016/07/20/the-winged-creature-update/
https://twitter.com/rangelcbta
https://www.flickr.com/photos/nameiwantstaken/5921142353/
https://www.metabunk.org/debunked-the-rossendale-fairies-by-john-hyatt-midges.t3420/
https://www.youtube.com/channel/UCgC2ALaaXuQ1nZqrARy0YHA
Comentários