22 de julho de 2016

As "Misteriosas Explosões" que são Ouvidas com "Hora Marcada" na Região de Sonora, na Califórnia, nos Estados Unidos

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Há cerca de 3 semanas fiz uma postagem sobre o "misterioso som", que tinha sido detectado por cientistas, e que estaria vindo das profundezas do Mar do Caribe. Aquela postagem contou até mesmo com a participação especial da Samantha Martins, bacharel em Meteorologia pela Universidade de São Paulo (USP), que já trabalhou com modelagem numérica voltada à interação entre a atmosfera e o oceano no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Gentilmente ela me explicou as ondas atmosféricas de Rossby, para que pudéssemos repassar um conteúdo diferenciado para vocês, e mostrarmos que nem tudo que estava sendo divulgado era realmente verdade. Naquela mesma postagem eu havia comentado que o mês de junho tinha sido bem "barulhento", visto que em meados do mês passado, publiquei uma matéria sobre o "misterioso" som que vem tirando o sono dos moradores da comunidade de Windsor-Essex, no Canadá, há pelo menos cinco anos, que foi muito bem recebida e aceita por vocês tanto no blog, quanto em nosso canal no Youtube. Tivemos também uma atualização sobre aquele " misterioso barulho" em uma casa de Americana, e também sobre os "estranhos sons" da cidade de Uberlândia, aqui no Brasil.

Evidentemente, "sons misteriosos" acontecem em diversas partes do mundo, porém é bem complicado para contarmos sobre cada um deles, uma vez que geralmente trazemos ao conhecimento de vocês quando o caso ganha uma certa repercussão na mídia. Esse é o caso, por exemplo, dos "misteriosos sons" semelhantes a explosões, que acontecem todos os dias durante o verão, sempre entre 11h e 14h, na pequena cidade de Sonora, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Essas "explosões" começaram a ser ouvidas no verão de 2014, e no ano passado foi divulgado que um homem chamado Glen White, geólogo e professor adjunto da Columbia College (uma instituição de ensino que fica "aos pés" da cadeia montanhosa de Sierra Nevada), disse acreditar que tinha a resposta sobre a origem dessas "misteriosas explosões". Entretanto, o que teoricamente que era para se tornar um "caso encerrado", não convenceu parte dos moradores da cidade, principalmente aqueles que participam de um grupo chamado "Mother Lode Mystery Booms", no Facebook, administrado por ele mesmo, e já conta com mais de 3.600 pessoas. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Pouco Sobre a Cidade de Sonora


A cidade de Sonora é a sede do Condado de Tuolumne, do estado norte-americano da Califórnia, e segundo o último censo realizado em 2010 contava com pouco menos de 5.000 habitantes. Fundada por mineiros remanescentes do estado de Sonora, no México, durante a "Corrida do Ouro na Califórnia" (1848–1855), a cidade de Sonora já foi um centro de expansão da indústria e do comércio da "Califórnia's Mother Lode".

A maior parte do ouro era extraída rapidamente através de técnicas de mineração tradicionais. Isso fez com que os mineiros utilizassem técnicas de mineração cada vez mais complexas e caras para chegar aos bolsões mais profundos de quartzo e ouro. Sonora, bem como outras cidades que viviam da mineração na época, passou por dificuldades econômicas quando o valor do ouro despencou. Uma vez que os depósitos de ouro que eram mais facilmente acessíveis se esgotaram, as empresas e os mineiros perceberam que extrair ouro não valia mais a pena.

A cidade de Sonora é a sede do Condado de Tuolumne, do estado norte-americano da Califórnia,
e segundo o último censo realizado em 2010 contava com pouco menos de 5.000 habitantes
Nesse ponto é interessante mencionar que "Mother Lode", é uma via principal ou uma região de veias de minério de ouro ou prata. O termo provavelmente veio de uma tradução literal do termo espanhol "veta madre", um termo comum na antiga mineração mexicana. Veta madre, por exemplo, é o nome dado a uma trilha de 11 quilômetros de extensão (6,8 km) de veia de prata descoberto em 1548 em Guanajuato (um dos atuais 32 estados mexicanos), no Vice-Reino da Nova Espanha (uma boa parte do território pertence atualmente ao México).

O termo "Mother Lode" também chega a ser uma composição de duas palavras inglesas: Mother (no sentido de "principal") e lode (veio de minério, lugar de onde determinado minério é extraído). Se você jogou "The Sims 3 ou 4" alguma vez na sua vida, provavelmente você conheceu o código "motherlode". Ao digitá-lo você recebia cerca de 50.000 simoleans (dinheiro do jogo). Não era à toa que esse código possuía esse nome.

Locais onde se concentravam as principais minas de extração de ouro (em amarelo no mapa)
durante a "Corrida do Ouro na Califórnia" (1848–1855)
Enfim, quando a febre do ouro acabou, a população de Sonora começou a encolher gradualmente, embora tenha ligeiramente aumentado em algumas centenas de habitantes entre 2000 e 2010. Um museu local serve para lembrar os moradores e os visitantes sobre o período da "Corrida do Ouro na Califórnia", e como era a antiga cidade de Sonora. De qualquer forma recentemente a cidade apareceria novamente no mapa, mas por um motivo totalmente inusitado: os misteriosos sons, semelhantes a explosões que são ouvidos quase sempre no mesmo horário, quase todos os dias, e tão somente a cada verão. É justamente sobre isso que iremos comentar a partir de agora.

O Intrigante Caso Relacionado aos Misteriosos Sons Ouvidos em Sonora e em Cidades Próximas, na Califórnia


O site de notícias "Amador Ledger Dispatch" publicou em agosto de 2014, que um grande grupo de pessoas, de diversos pontos dos arredores de Sierra Nevada, estavam se reunindo em grupos nas redes sociais para investigar os misteriosos sons, que eles estavam ouvindo regularmente, e que eles apelidaram de "Mother Lode Mystery Booms". Na época, eles reportaram que um grupo de mesmo nome no Facebook, com cerca de 767 pessoas dos condados de Amador, Calaveras, El Dorado, Tuolumne e Stanislaus, se faziam a mesma pergunta: "Que diabos era aquele barulho?". Um outro grupo chamado "El Dorado Mysterious Events" tinha cerca de 1243 membros, muitos dos quais também estavam dedicando muito tempo e esforços na tentativa de resolver o mistério.

Imagem do Google Maps destacando a região onde as pessoas relatavam ouvir os misteriosos sons de explosões quase sempre no mesmo horário, e predominantemente durante o Verão
Algumas vezes os sons ocorriam quase todos os dias por volta das 11h30. Outras vezes eram relatados em momentos aleatórios, tanto de dia quanto de noite. Algumas pessoas diziam que eles ocorriam apenas de segunda a sexta-feira, mas nada era ouvido no fim de semana, levando-os a postular os sons eram provenientes de pedreiras ou de atividades relacionadas a mineração. Entretanto, eles também estavam sendo relatados em momentos aleatórios, em dias aleatórios, e não parecia haver nenhum padrão definido.

Uma moradora da cidade de Copperopolis, no Condado de Calaveras, chamada Cindy Arce, disse que ouvia os sons sempre de segunda a sexta-feira, mas nunca aos sábados e aos domingos. Para ela a situação era ainda mais estranha, porque ela ouvia os sons em um campo de golfe do Saddle Creek Resort, e tinha amigos em outra cidade que também escutavam o som, porém outras pessoas que moravam apenas a 1,5 km de distância dela nunca ouviram quaisquer barulhos estranhos.

Uma moradora da cidade de Copperopolis, no Condado de Calaveras, chamada Cindy Arce ouvia os sons em um campo de golfe do Saddle Creek Resort (na foto), e tinha amigos em outra cidade que também escutavam o som, porém outras pessoas que moravam apenas a 1,5 km de distância dela nunca ouviram quaisquer sons
Uma teoria dizia que a seca prolongada era a responsável pelos sons, fazendo com que pedras de granito rachassem emitindo um som ensurdecedor. Até mesmo uma barragem de terra que havia rachado na cidade de Twain Harte, no condado de Tuolumne, estava sendo investigada na época. Uma pessoa que presenciou e ouviu som provocado pela rachadura na barragem relatou um som semelhante a um "estampido", assim como uma "arma .22", que foi seguido por uma "grande explosão", tal como uma "banana de dinamite" ou algo parecido.

Kathy Derby, um moradora do Condado de Stockton, acreditava que os sons fossem o resultado de projetos secretos do governo, que estaria construindo bunkers debaixo da terra. Já Kristina Heller, moradora da cidade de Pionner, no Condado de Amador, disse que um dos seus clientes relacionava os sons misteriosos com exercícios militares realizados na área de Nevada, quase em alusão a Área 51. O Escritório do Xerife do Condado de Amador, no entanto, havia dito que a investigação de diversos relatos apontava para o descarte de munições obsoletas, excedentes ou até mesmo danificadas no Depósito do Exército de Hawthorne, em Nevada (guardem bem essa informação).

Até mesmo uma empresa de mineração da região, a Sutter Gold Mining Company, foi apontada por alguns moradores, mas a empresa disse não havia nenhuma atividade de mineração de sua parte, visto que a companhia estava reorganizando suas finanças
Os sons além de seres misteriosos estavam realmente causando transtornos para a população. Algumas vezes a "onda sonora" era tão violenta, que as pessoas relatavam que seus quadros caíam da parede, casas inteiras eram "sacudidas", e os animais de estimação de suas famílias corriam em busca de proteção.

Até mesmo uma empresa de mineração da região, a Sutter Gold Mining Company, foi apontada por alguns moradores, mas a empresa disse que seus funcionários estavam em "lay-off" (um modo juridicamente válido de uma empresa se adequar a cenários temporários de retração e estagnação, sem comprometer a sua capacidade de recuperação, na hipótese de melhoria econômica), ou seja, não havia nenhuma atividade de mineração de sua parte, visto que a companhia estava reorganizando suas finanças.

Uma última teoria dizia que o som estava sendo causado pela passagem de aviões supersônicos, que estariam voando sobre Sierra Nevada, vindo das Bases da Força Aérea de Nellis ou Fallon. O único problema com essa teoria é que esse som deveria estar sendo ouvido há anos e não apenas mais recentemente. Enfim, era um mistério onde cada um tinha sua própria teoria e uma história para contar.

Pesquisadores Dizem Ter Identificado a Origem das "Misteriosas Explosões" na Região de Sonora, na Califórnia


Como dissemos anteriormente, os sons eram ouvidos predominantemente no verão, logo a situação deu uma certa "acalmada" ao longo de 2014, muito embora algumas pessoas ainda escutassem esporadicamente uma vez ou outra. O caso ganhou mais destaque somente em julho do ano passado, quando a KXTV, uma emissora de TV afiliada da ABC, com sede em Sacramento, na Califórnia, resolveu fazer uma reportagem sobre o assunto e apresentar para a população a suposta origem dos tais sons misteriosos.

Imagem do Google Maps mostrando a distância entre a cidade de Sonora, na Califórnia,
e a cidade de Hawthorne, em Nevada, ambas nos Estados Unidos

Segundo a notícia publicada no site da emissora, os sons estavam vindo a partir de uma instalação militar, a cerca de 160 km de distância, no deserto de Nevada. O Depósito do Exército em Hawthorne rotineiramente descartava munições obsoletas, explodindo-as nos dias de semana, entre 11h e 14h, o mesmo período pelo qual os moradores, que pertenciam ao grupo do Facebook chamado "Mother Lode Mystery Booms", reportavam ouvir os sons.

Segundo a notícia publicada no site da emissora, os sons estavam vindo a partir de uma instalação militar, o Depósito do Exército em Hawthorne, a cerca de 160 km de distância, no deserto de Nevada
Glen White, geólogo e professor-adjunto na Columbia College, localizada nos arredores de Sonora, disse que o som vinha da direção de Hawthorne, especialmente nos meses de verão.

"Não consigo explicar todos os elementos físicos envolvidos, mas a atmosfera está vibrando em resposta à energia, e está refletindo e o ressoando de volta para baixo. A parte realmente estranha é que as pessoas bem próximas da fonte de energia, ou seja, das explosões, não estão ouvindo esse som. O som simplesmente passa sobre elas", disse Glen White.

Glen White, geólogo e professor-adjunto na Columbia College, localizada nos arredores de Sonora, disse que o som vinha da direção de Hawthorne, especialmente nos meses de verão.
Ele começou a pesquisar a origem das misteriosas "explosões" no verão passado, mais ou menos ao mesmo tempo que, por coincidência, uma equipe de pesquisadores da "Southern Methodist University" ("Universidade Metodista do Sul", em português), do estado norte-americano do Texas, foi autorizada a instalar uma estação de monitoramento na Columbia College, como parte de um projeto maior para detectar explosões nucleares.

Glen White disse que uma equipe dessa universidade pretendia calibrar suas estações de sensores, incluindo essa de Columbia College, usando a fonte conhecida de explosões diárias em Hawthorne. Segundo ele, as explosões ouvidas foram mapeadas pelos sensores, cronometradas, e trianguladas. Assim sendo, Hawthorne foi apontada como a origem das mesmas.  Vocês também podem conferir a reportagem realizada pela KXTV na época, através de um canal de terceiros no Youtube (em inglês e entre 0:09 e 2:16):



Apesar da forte evidência de que o mistério teria sido resolvido, alguns membros do grupo no Facebook permaneciam céticos. Explicações alternativas incluíam operações de mineração, aviões militares supersônicos, e a escavação de um túnel secreto sob as montanhas. Até mesmo fantasmas de antigos mineradores e extraterrestes (relacionados a Área 51) eram mencionados naquela época.

"É bom ser cético, porém se eles têm uma outra hipótese, que apresentem seus dados", finalizou Glen White, que sempre dizia que a ciência estava ao seu lado.

A Polêmica Sobre as "Misteriosas Explosões" na Região de Sonora Volta a "Ressoar" na Imprensa Norte-Americana e Internacional


Cerca de um ano depois da primeira reportagem sobre o assunto, as "misteriosas explosões" ouvidas na cidade de Sonora e região voltariam a ser notícia. Dessa vez a KXTV divulgou no dia 18 de julho desse ano, que o geólogo Glen White havia gravado dois vídeos mostrando as explosões que ocorriam próximas do Depósito do Exército em Hawthorne, onde uma empresa particular descartava principalmente granadas e bombas obsoletas. Seu intuito era provar de uma vez por todas que o local era mesmo a origem das misteriosas explosões ouvidas em Sonora e nos condados vizinhos. Veja os vídeos gravados por Glen White, no dia 13 de julho, e que foram publicados posteriormente em sua própria conta no Youtube:





Glen White estava com seu colega Dave Meade em um local a cerca de 50 km ao sul de Nevada, e registrou aproximadamente 10 explosões entre 11h39 e 11h44, sendo que cada uma delas consistia em uma ou duas toneladas de explosivos. Segundo Glen White, os sons eram sempre os mesmos, um ruído bem alto e agudo devido ao choque físico da explosão, seguido por um estrondoso som semelhante a um jato voando. As eventuais diferenças no áudio do vídeo eram devido a ação do vento no microfone.

Glen White explicou que o som da explosão estaria ricocheteando da atmosfera (na mesosfera ou estratosfera), onde o ar é mais denso. Em seguida, o som desceria novamente a centenas de quilômetros de distância. O geólogo disse que o som das explosões já tinha sido ouvido na cidade de Placerville, no Condado de El Dorado, a cerca de 250 km de distância de Hawthorne.

Assista também a essa nova reportagem relizada pela KXTV, e que foi exibida pela ABC News, e postada em um canal de terceiros no Youtube (assistam somente até 2:12, em inglês):



Ele também disse vinha fazendo uma extensa pesquisa sobre o assunto, e até mesmo tinha planos para torná-lo parte de uma série educativa para as escolas locais, nos arredores de Sonora. Entretanto, ele não podia dizer com 100% de certeza que todas as "estranhas explosões" estariam vindo de Hawthorne, e que ele estava aberto ao ceticismo das pessoas, visto que ele tinha base científica para rebater teorias conspiratórias.

A ironia, no entanto, viria através do site da ABC News, que entrou em contato com o Depósito do Exército em Hawthorne, cerca de dois dias depois (20), e obteve a declaração de um oficial chamado Ken Thomas. Ele disse que realizavam regularmente detonações de munições, que tinham expirado seus respectivos prazos de validade, mas não estava convencido de que as explosões pudessem ser ouvidas em Sonora, na Califórnia.

O oficial chamado Ken Thomas (o primeiro da direita para a esquerda) disse que eram realizadas regularmente detonações de munições, que tinham expirado seus respectivos prazos de validade, mas não estava convencido de que as explosões pudessem ser ouvidas em Sonora, na Califórnia.
"Não soa certo dizer que, o que estamos fazendo aqui, possa ser ouvido a 300 km, sendo que há uma cadeia montanhosa entre nós. Meu escritório fica a 40 km de distância do local onde eles detonam as munições, e eu só escuto talvez uma vez por mês. E ainda assim eu me pergunto: 'Isso foi uma explosão?'", disse Ken Thomas.

O site de notícias Inquisitr lembrou um artigo publicado no site da revista científica Nautilus para dizer que o som poderia mesmo viajar por longas distâncias, assim como ocorreu em 27 de agosto de 1883, na erupção do Krakatoa, um vulcão do Oceano Índico. De acordo com o que foi publicado pela Nautilus, o som provocado pela erupção foi tão alto, que as ondas sonoras viajaram por cerca de 4 vezes ao redor da Terra, e pessoas que estavam a 5.000 km de distância relataram ter ouvido a explosão.

De acordo com o que foi publicado pela Nautilus, o som provocado pela erupção foi tão alto,
que as ondas sonoras viajaram por cerca de 4 vezes ao redor da Terra
Pior experiência teve o capitão e a tripulação do navio britânico Norham Castle, que estava a apenas 65 km da explosão. Em seu relato o capitão contou que metade de sua tripulação teve o tímpano destruído, e que ele só conseguia pensar em sua esposa. Ele estava convencido que o "Dia do Julgamento" havia chegado.

O Depósito do Exército em Hawthorne é Mesmo a Origem das "Misteriosas Explosões" Ouvidas na Região da Cidade de Sonora, na Califórnia?


Em busca de tentar responder a essa pergunta, encontrei um site de notícias chamado "Copper Gazette", que fez uma interessante publicação em setembro de 2014 sobre esse assunto. Abaixo vocês conferem as principais informações levantadas por esse site.

Segundo a "Copper Gazette", em agosto de 2014, pesquisadores da  "Southern Methodist University" ("Universidade Metodista do Sul", em português), do estado norte-americano do Texas, concluíram a instalação de um conjunto de equipamentos para a detecção de infrassons na "Columbia College". Esse conjunto foi desenvolvido devido a uma parceriaa da universidade com diversas agências norte-americanas para para monitorar detonações de bombas nucleares e convencionais. Vale ressaltar que infrassons são ondas sonoras extremamente graves, com frequências abaixo dos 20 Hz, portanto abaixo da faixa audível do ouvido humano. Elas são detectadas como ondas de pressão que se movem através da atmosfera.

O relatório gerado não tentou solucionar "as misteriosas explosões" em localidades além daquela região, nem mesmo houve qualquer tentativa de explicar antigos relatos de explosões. Além disso, a fonte identificada no documento (o Depósito do Exército em Hawthorne) em  não era descrita como sendo a fonte de todas as explosões ouvidas na região da cidade de Sonora. As evidências apontavam para um conjunto específico de explosões, que foram objeto do relatório.

É interessante destacar que os pesquisadores da  "Southern Methodist University" vêm trabalhando com o Depósito do Exército em Hawthorne por mais de uma década, aproveitando-se da operação de descarte de munições para ajudar a calibrar seus sensores de infrassom. Estudos anteriores fizeram uso de câmeras de alta velocidade e equipamento de monitorimento sísmico para medir com precisão o tempo entre as explosões e a chegada das ondas de pressão.

Imagem aérea do Depósito do Exército de Hawthorne, em Nevada, nos Estados Unidos
Enquanto concluíam a instalação do conjunto de equipamentos para a detecção de infrassons, os pesquisadores foram capazes de ouvir as explosões mencionadas pelos moradores. Eles ficaram chocados não somente pelo fato que conseguiam ouvir as explosões, mas que elas eram bem altas. Até mesmo os equipamentos puderam detectar claramente essas explosões. Obviamente, isso levantava uma série de perguntas. Assim sendo, vamos tentar responder algumas delas.

Perguntas e Respostas Sobre esse Intrigante Caso Relacionado as "Misteriosas Explosões" na Região de Sonora, na Califórnia


P1. Se as explosões ocorrem durante todo o ano, como é que as pessoas ouvem apenas durante certas épocas do ano?
R1. As condições atmosféricas que permitem que as ondas sonoras audíveis cheguem até a região de Sonora, não ocorrem durante o ano todo. Durante os meses de verão, as condições são ideais para permitir que os sons alcancem a região.

P2. E aquelas explosões que algumas vezes são ouvidas fora do horário de detonação previamente conhecido?
R2. Mais estudos sobre esses eventos precisam ser realizados para ver se esses são eventos locais, tais como pedreiras ou minas, ou qualquer outra coisa. Uma vez que os conjuntos de dados obtidos por diversos instrumentos de monitoramento possam cruzados, as fontes dessas explosões também poderão ser rastreadas.

P3. Como é que algumas pessoas ouvem e outras não, mesmo quando elas estão bem próximas umas das outras?
R3. As ondas de pressão que são geradas pela detonação de munições se propagam radialmente. Conforme elas se movimentam, elas não perdem apenas força, mas também interagem com camadas dentro da atmosfera, e a topografia da região. As ondas saltam (refletem) e dobram (refratam), conforme encontram diferentes camadas e superfícies. Algumas das ondas interagem de forma construtiva, aumentando a amplitude da onda, e algumas interferem destrutivamente, diminuindo a amplitude da onda. Alguns locais serão mais adequados para receber as ondas que são audíveis, enquanto outras não são. As condições na atmosfera estão em constante mudança de modo que as explosões podem ser mais altas em um dia do que em outro, sendo que o "tamanho da explosão" em Hawthorne pode ser o mesma.

P4. E sobre as explosões que eram relatadas muito antes da existência da operação de descarte de munições em Hawthorne?
R4. Rastrear a origem de observações históricas ou anedóticas não é possível. Eles poderiam ter sido eventos locais, como pedreiras, mineração, tiros, árvores caindo, trovões etc. Nada pode ser dito com certeza em relação a eventos para os quais não existem dados confiáveis.

P5. Por que as pessoas bem mais próximas de Hawthorne não relatam ouvir essas explosões?
R5. As ondas de pressão que são geradas pelas explosões não viajam em linhas retas. As alterações de temperatura e pressão das ondas na atmosfera fazem com que elas dobrem (refratem). Um exemplo disso é um estudo realizado por pesquisadores da "Southern Methodist University" sobre a chamada "zona de silêncio". Enquanto para algumas pessoas isso soa estranho, saiba que é apenas física, sendo um fenômeno que é bem conhecido pelos pesquisadores.

Portanto, a conclusão é de que a maior parte dos "sons de explosões" ouvidos na região da cidade de Sonora, são provenientes do descarte de munição por parte do Depósito do Exército em Hawthorne, no estado norte-americano de Nevada. E para vocês, AssombradOs? Acreditam mesmo que essa seja a melhor explicação para essas "misteriosas explosões" ou acreditam em alguma teoria mais conspiratória?

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://abcnews.go.com/US/mysterious-daily-booms-small-town-california-sky-spawn/story?id=40728881
http://coppergazette.blogspot.com.br/2014/09/removing-some-of-mystery-from-mystery.html
http://kticradio.com/abc_national/mysterious-booms-have-small-california-town-looking-to-the-sky-abcid35737727/
http://nautil.us/blog/the-sound-so-loud-that-it-circled-the-earth-four-times
http://theweek.com/speedreads/637332/california-town-blames-area-51-grenades-mines-unexplainable-daily-booming
http://www.abc10.com/news/local/california/whats-causing-the-mystery-boom-in-sonora/276522261
http://www.abc10.com/news/scientists-identify-source-of-mother-lode-mystery-booms/181857322
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3701144/What-causing-mysterious-booms-California-Strange-noises-military-base-spawn-alien-conspiracy-theories.html
http://www.inquisitr.com/3329525/sonora-california-rocked-by-mysterious-booms-that-occur-every-day-like-clockwork/
http://www.newser.com/story/228437/aliens-or-bombs-town-plagued-by-mystery-booms.html
http://www.theblaze.com/stories/2015/07/29/scientists-think-theyve-figured-out-the-cause-of-mysterious-booms-in-california-gold-country-but-theres-an-even-stranger-aspect-to-it/
Comentários