24 de julho de 2016

Apollo 20: Missão Secreta que Entrou em uma OVNI e Capturou um Extraterrestre (Mona Lisa) na Lua?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Fala Assombrados! Vamos continuar nossa séria de especiais sobre a Jornada do Homem a Lua em comemoração aos 1 milhão de inscritos em nosso canal no Youtube. Já falamos da Jornada do Homem até a Lua e da Conspiração, que diz que na verdade o homem nunca esteve na Lua e foi tudo uma mentira. Agora vamos falar hoje sobre as supostas missões secretas enviadas a Lua, a Apollo 18, 19 e 20, que entre outras coisas trouxe o corpo de um extraterrestre para a Terra! Vamos conhecer melhor essa história.

A Versão Oficial


Assombrados, em meus dois especiais anteriores eu mostrei que o homem pousou na Lua nas missões Apollo 11, 12, 14, 15, 16 e 17. No total foram 6 missões com alunissagem e 12 os astronautas americanos que pousaram em nosso satélite natural. E a NASA tinha planos para enviar mais 3 missões tripuladas, a Apollo 18, 19 e 20 (na verdade estava ensaiando uma 21, cujo astronautas já haviam até sido escolhidos). Só que como falei, enviar homens para a Lua é muito, muito caro, e assim o governo americano cancelou a missão, devido a esse fator e o desinteresse da população, uma vez que já haviam vencido a corrida espacial.

A NASA então não perdeu tempo e readaptou as missões Apollo 18, 19 e 20 para outro programa, o Skylab (Sky Laboratory, literalmente "Laboratório do céu"), a primeira estação espacial norte-americana, lançada ao espaço em 14 de maio de 1973 na missão Skylab I, a uma altitude de 435 km. Era composta de cinco partes: um telescópio (ATM); um adaptador para acoplagem múltipla (MDA); um módulo selado (AM); uma unidade de instrumentos (IU); e um espaço de trabalho orbital (OWS).

Assim, as missões tripuladas Apollo 18, 19 e 20 foram renomeadas para missões Skylab II, III e IV que foram lançadas para trabalhar na estação espacial e usavam a nave Apollo.


Missões Secretas


Mas parece que a história da missão Apollo não foi essa na verdade. Em 2007 surgiu um homem  chamado de William Rutledgalguém, que teria feito parte de uma missão especial da NASA. Rutledge teria afirmado ter trabalhado em ao menos duas missões à Lua, incluindo uma suposta frustrada missão Apollo 19 e a miss]ao Apollo 20, que diz ter sido lançada em agosto de 1976, a partir da Base Vandenberg da Força Aérea dos EUA.

O propósito dessas missões teria sido investigar um objeto grande na face oculta da Lua na região de Izsak, supostamente descoberto e fotografado durante a missão Apollo 15.

A Apollo 20 foi enviada para a região desta nave extraterrestre, os astronautas desceram, entraram nela, fizeram diversos registros e até encontraram o corpo de um extraterrestre preservado!

A Foto da Apollo 15


Apollo 15 foi a primeira das missões de caráter eminentemente científico à Lua após as primeiras missões de reconhecimento, e a primeira a utilizar o jipe lunar na superfície do satélite. A tripulação era composta por David Scott, Alfred Worden e James Irwin, o lançamento foi a 26 de julho de 1971 e o retorno à terra a 7 de agosto de 1971.

Foram tirados 19 rolos de filme, totalizando 2641 fotografias, sendo 1518 imagens em preto e branco, 1018 coloridas e 105 ultravioletas

Uma dessas imagens, a de nome AS15-P-9625 foi feita no lado oculto da lua e algumas pessoas identificaram no canto direito o que seria um OVNI, que vagamente se assemelharia a um caça "X-Wing" dos filmes de Star Wars. Seria uma grande nave extraterrestre que teria caído ou abandonada na Lua em tempos remotos? Segundo cálculos, ela teria incríveis 3 quilômetros de comprimento.

Essas foto foi que deu origem as missões secretas, segundo William Rutledge, que afirma que a missão Apollo 18 foi enviada para confirmar os dados e ver se havia uma nave espacial no lado escuro da Lua. A Apollo 19 teria sofrido erros de telemetria que impediram sua alunissagem e a Apollo 20 teria conseguido o inimaginável: obter evidência palpável de vida extraterrestre.

Todas essas 3 missões de alunissagem foram secretas e realizadas em cooperação com os soviéticos.

Detalhe da "Nave Extraterrestre" fotografada pela missão Apollo 15 no lado oculto da Lua. Veja a original aqui




O tamanho da suposta nave
Imagem mais detalhada da nave especial, feita pela Apollo 20

Apollo 20


Lançada em agosto de 1976, a nave teria cumprido o seu propósito e depois da alunissagem, alcançaram a zona alvo. Ali encontraram a nave alienígena, com mais de 3 quilômetros de comprimento, abandonada segundo parecia, há muito tempo, salvo por um cadáver ainda conectado ao que parecia ser um sistema de animação suspensa. A exploração do local permitiu que eles localizassem além disso, restos de uma estrutura artificial, talvez uma base abandonada.

Rutledge afirmaria que a missão Apollo 20 à Lua foi lançada com êxito em 16 de agosto do 1976, com uma tripulação de três membros: William Rutledge e Leoa Snyder dos laboratórios Bell/USAF e Alexei Leonov, o cosmonauta soviético da "Apollo-Soyouz" (missão de um ano antes). O foguete lançado teria sido de fabricação norte-americana (um Saturn 5) e o módulo lunar, de fabricação soviética.

William teria sido selecionado por seu ateísmo, que seria um atributo importante para a missão Apollo 20: pesquisar uma possível nave alienígena abandonada na face oculta da Lua. Também dizia que não pertenceu à folha de pagamento da NASA, mas da United States Air Force (Força Aérea dos Estados Unidos).

Os Vídeo da Missão Apollo 20


Em abril de 2007 o usuário retiredafb do youtube começou a publicar vídeos referentes a missão Apollo 20. Acredita-se que esse usuário seja William Rutledge. Atualmente é difícil enumerar exatamente o número de vídeos que foram publicados.

Entre os vídeo, temos o lançamento da Apollo 20.



.

Um dos vídeo liberados em 2007 mostra a última volta antes da descida na Lua da Apollo 20. As imagens foram feitas pelo módulo lunar LM-15, que passa acima das crateras  Tsiolkovskiy, Fermi e Delport antes de passar sobre Izsak, todas no lado oculto da Lua. A nave espacial teria sido filmado com uma lente teleobjetiva próxima, revelando mais detalhes. O comando comunica as coordenadas do sudeste das partes principais da nave espacial, com mais de 3 quilômetros de comprimento.

O segundo vídeo teria sido filmado com uma câmera fixada no telescópio, dando imagens mais claras e com mais detalhes:

.

.
Já neste outro vídeo, vemos o que seria Rotlegde andando no lua.

.
Um outro vídeo espetacular mostra o que seria uma cidade na Lua. Impressionante.


.
Adentrando a Nave e Encontrando "Mona Lisa"

Rutledge teria afirmado que eles desembarcaram um módulo Lunar  próximo da nave extraterrestre e que realmente teriam entrado nela. Certos artefatos teriam sido descobertos e recuperados, incluindo dois corpos que seriam dos "pilotos", em que um estava em excelente condição e parecia ser uma mulher e um segundo corpo estaria deteriorado demais e só recuperaram a cabeça. O ser feminino foi nomeada, "Mona Lisa".

Segundo o que seria as próprias palavras de Rutledge:

"Entramos no interior da gigantesca nave espacial, e também entramos em outra nave triangular que se encontrava dentro da grande nave. A exploração determinou que se tratava de uma nave-mãe muito antiga, que navegou o espaço há pelo menos 1.5 milhões de anos.

Haviam muitos sinais biológicos em seu interior, encontramos vestígios de antiga vegetação em uma espécie de 'motor' na seção onde estavam. Também encontramos rochas triangulares que emitiam 'lágrimas' de um líquido amarelo que aparentemente possuem algumas propriedades medicinais especiais e restos de outras criaturas extra-solares".

"Também encontramos restos de pequenos corpos alienígenas (10 cm) que jaziam em uma enorme rede de tubos de vidro ao longo da nave. Tal rede foi chamada de 'Cidade' aqui na Terra, pouco depois de nossa volta. Mas a grande descoberta, além da monstruosa nave, foi o dos dois corpos, um deles praticamente intacto.

A'Cidade' foi também chamada de 'Estação Um', mas estava tão deteriorada que parecia ser uma rede de tubos contendo lixo espacial, cheia de sucata e peças de ouro. Só uma construção parecia intacta, a qual nomeamos de a 'Catedral'. Tomamos fotos de quantas peças de metal encontramos, e de cada parte onde haviam amostras de caligrafia. A "'Cidade' parecia ser tão antiga quanto a nave".

"Não lembro quem nomeou à mulher, o corpo recuperado, se Leonov ou eu, mas esta é minha descrição: Humanoide, mulher, 1.65 metros, com genitais, cabelo, e seis dedos. Função: piloto, encontrada com dispositivos de navegação fixados nos dedos e nos olhos.

Tivemos que cortar dois cabos conectados ao nariz. Leonov teve que cortar os dispositivos conectados aos olhos. Condensações de sangue ou líquidos biológicos foram derramados através da boca, do nariz, dos olhos e de algumas partes do corpo. Não tinha roupa, traje espacial ou vestimenta alguma".

"Algumas partes do corpo encontravam-se em condições inusuais de preservação, (como o cabelo) e a pele estava protegida por uma fina camada transparente. Como dissemos ao controle da missão, pela condição em que se encontrava, não parecia estar nem morta nem viva.

Não tínhamos treinamento médico, mas Leonov e eu realizamos uma prova fixando nosso equipamento biomédico no corpo da mulher, mas para surpresa de todos, a telemetria recebida e verificada por um dos médicos da equipe de controle da missão na Terra foi positiva. Aparentemente encontrava-se em um profundo estado de hibernação ou animação suspensa. Mas essa é outra história".

Também encontramos um segundo corpo, praticamente destruído, mas trouxemos de volta a cabeça. A pele era de cor azul-cinza, azul pastel. A pele tinha alguns detalhes estranhos acima dos olhos e na parte dianteira tinha uma correia ao redor da cabeça, sem nenhuma inscrição. O 'cockpit' da nave-Mãe estava cheio de escrituras e estava formado por longos tubos semi-hexagonais. Ela está na Terra ('Mona Lisa') e não está morta.

É claro que Ruthledge liberou um vídeo que mostra a entidade extraterrestre


.

Tubos estranhos encontravam-se no rosto da "mulher alienígena". Estes foram retirados mais tarde e seu corpo foi inspecionado e filmado a bordo do módulo lunar.
Amostras do que parecem ser inscrições também foram descobertas, ainda que pareçam mais um monte de garranchos.

Apolo 20: A Verdade


Assombrados, muitas coisas indicam que tudo é uma grande fraude.

- Monetização dos Vídeos: A primeira é que o usuário que publicou todos os vídeos no Youtube em 2007, retirou eles da plataforma e passou para uma outra, para poder monetizar os mesmo (em 2007 ainda não existia o programa de parceria do Youtube).

- Foto da Apollo 15: Na foto da Apollo 15 se ve algo que à primeira vista parece ter a forma de um charuto. Analisando com mais detalhe as fotografias desse monte, se pode ver que na verdade não é mais que um efeito de luzes e sombras.

À direita se pode apreciar a estranha formação.
Detalhe da formação: Apenas uma pareidolia.

- Problema coma Escotilha: No vídeo aparece a escotilha do módulo. Supostamente a imagem teria sido tomada quando o módulo estava sobrevoando a lua, mas ao nos fixamos nos detalhes, a escotilha está na posição de abertura. Quando a escotilha está fechada, aparece de modo diferente. A filmagem além disso, está o suficientemente próxima para se constatar que está aberta. Note a diferença na zona das dobradiças e a posição da manivela.

Trecho mostrando a escotilha no vídeo revela que ela está aberta. Como andar com a escotilha aberta no espaço?
Escotilha aberta
Escotilha fechada

- Módulo de Controle: Outro ponto importante é: como é possível que seja um fake se alguém conseguiu acessar um modulo de comando? Não é nada extraordinário, já que no US Space and Rocket Center do Alabama há um módulo aberto à visitação. O logotipo que aparece no painel no vídeo acima, facilmente falsificável, não coincide com o originalmente desenhado pela NASA, ainda que isto não diga nada, já que se finalmente a tripulação e a missão foram alteradas, poderiam perfeitamente ter mudado o emblema também.

O que está fixado no painel de controle do módulo de uma maneira tão fajuta (fixado com adesivo) a priori pode parecer um indício de fake, mas não é. Parece ser que era costume fixar os emblemas dessa maneira. Olhe por exemplo a seguinte fotografia da missão Apollo 17:

Painel da Apollo 17. O astronauta é Rob Evans.

- Lua Falsa: As imagens que parecem ter sido obtidas do módulo lunar, são na verdade feitas sobre uma plataforma de argila e com uma iluminação similar à que tem a superfície lunar. O mesmo se aplica ao objeto em pretendem fazer passar por uma nave espacial. É outro modelo de argila. O tamanho que teria a nave se fosse real, seria extraordinariamente grande. Algo parecido ao feito por este outro usuário:

.
- A Escultura da Mona Lisa: Visto o sucesso obtido pela primeira entrega da saga, retiredafb foi publicando mais vídeos, em que aparece uma cidade e nas últimas entregas a "múmia de uma mulher alienígena" encontrada dentro da nave e que foi levada ao módulo lunar para ser examinada. Vemos no vídeo que os astronautas não têm nenhuma precaução biológica e manipulam com as mãos nuas o "ET", algo inacreditável.

A textura do ser tem um aspecto argiloso ou "siliconado", especialmente o cabelo. Isso poderia ser devido a que estaria coberta por uma substância protetora.



- Croma Key: Ainda por cima, um usuário chamado bishop1971 do forum abovetopsecret indicou que a toma havia sido realizada pela técnica de croma key, em que se pode ver que a imagem da autópsia está sobreposta à imagem do módulo lunar.

Detalhe que delata a técnica de croma key

- A Confissão da Fraude


Só que lá pela época em que os vídeos foram lançados, o escultor e artista francês Thierry Speth afirmou ser o autor da fraude em 9 de julho de 2007, no extinto quadro de avisos na internet, Need2Know.eu. Infelizmente não existe mais esse site.

E assombrados, ainda hoje estão upando vídeo no Youtube dizendo ser filmagens feitas da Apollo 20, isso indica vários fraudadores tentando manter a mentira viva.


- Conclusão


Como disse no início do vídeo, não existiu missão Apollo 18, 19 e 20 com destino a Lua. Essas missões foram canceladas por falta de dinheiro e assim elas foram remanejadas para outras áreas, como a Skylab, uma vez que já haviam sido construídos algumas partes do foguete Saturno V.

A história fantástica de William Rutledge não passa de uma falsificação. Todos os seus vídeos foram explicados e inclusive o autor de toda farsa já foi revelado, só que tarde demais. A lenda vai continuar viva por muito tempo...

Tradução/Adaptaçãorusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes (Acessadas em 23/07/2016):
- Lunar and Planetary Institute: Apollo Image Atlas
- Angelismarriti.it: AN ALIEN SPACESHIP ON THE MOON: INTERVIEW WITH WILLIAM RUTLEDGE, MEMBER OF THE APOLLO 20 CREW
- Wikipedia.pt: Skylab
- Wikipedia.pt: Missões Apollo canceladas
- Wikipedia.pt: Apollo 15
- UFO: Vídeos e fotografias sobre a Missão Apollo geram polêmica com revelações de William Rutledge
- Tarrdaniel: The Lunar Spaceship - The “Apollo-20” Controversy
- Wikipedia.es: Richard Hoagland
- Wikipedia.en: Apollo 20 hoax
Comentários