30 de junho de 2016

Coincidência? Três Supostos "Chupa-Cabras" Foram Registrados em Localidades Diferentes ao Redor do Mundo em Menos de Uma Semana!

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Geralmente procuro casos com uma vertente mais humana, e com um conteúdo mais substancial para trazer para vocês. Acredito ser mais interessante extrair o mistério ou o desconhecido, e atrelá-lo a figura humana, visto que o ser humano consegue ser mais sombrio do que muitas criaturas lendárias ou criptozoológicas. Entretanto, quando uma série de coincidências acontecem, bem, isso com certeza nos chama a atenção. Foi o caso, por exemplo, de uma recente postagem chamada "A Estranha 'Onda de Eventos Sobrenaturais' Ocorrida Após o Lançamento do Filme "Invocação do Mal 2", onde publicamos uma série de acontecimentos, supostamente "sobrenaturais", que teriam ocorrido nas mais diversas partes do mundo. De qualquer forma, a maior parte dessa série de "misteriosos" acontecimentos se concentrou mais em regiões da Ásia e do Sudeste Asiático. Tanto a postagem quanto o vídeo postado no canal do Youtube tiveram uma excelente aceitação e repercussão. Um sinal claro que conseguimos desempenhar um bom trabalho em informar, com um mínimo de seriedade, um conteúdo tão controverso.

Nesta postagem, no entanto, vamos mencionar o tema "chupa-cabras". É necessário que você saiba que o "chupa-cabras" talvez seja a criatura criptozoológica mais conhecida das últimas décadas, uma espécie de "besta mitológica pós-moderna", uma vez que estaria no patamar de outros seres lendários como as "Sereias" (sei que vocês adoram esse assunto), o "Monstro do Lago Ness" (diversos vídeos e fotografias de vez em quando ainda aparecem na mídia, de pessoas que dizem ter avistado a lendária criatura), entre outros. O "chupa-cabras" teria sido responsável por ataques sistemáticos a animais em regiões rurais por todo o continente americano, sendo que o primeiro caso registrado teria acontecido em março de 1995, em Porto Rico (muito embora há quem diga que teria acontecido algo semelhante na década de 70 no Brasil), quando cabras foram encontradas mortas com perfurações no tórax, e completamente sem sangue. Houve uma verdadeira febre midiática em torno desse assunto naquela época, e posteriormente surgiram casos na República Dominicana, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Panamá, Peru, Brasil, Estados Unidos e México. As pessoas sempre relataram aspectos diferentes para a "mesma criatura", sendo que a absoluta maioria dos casos estavam relacionados a coiotes, cães ou raposas com sarna, ou seja, animais extremamente debilitados, magros, com uma aparência cadavérica, e que muitas vezes foram associados a monstros. Enfim, há quem acredite que essa criatura realmente exista, porém há fortíssimos indícios, através de necropsias e análises de especialistas em cada caso que já foi registrado, de seja apenas mais uma lenda dentre tantas que temos em nosso mundo.

Isso, é claro, nem sempre é levado em consideração, e desde a semana passada muitos sites de notícias vêm repercutindo algumas histórias sobre o registro visual e até mesmo a captura do que seria a lendária criatura apelidada de "chupa-cabras". Como se isso não bastasse, até mesmo sites brasileiros noticiaram que essa criatura teria sido registrada no interior do Estado de São Paulo, mais precisamente na cidade de Piracicaba. A coincidência? Todos os casos surgiram entre os dias 21 e 24 de junho. O primeiro caso aconteceu nos Estados Unidos, logo em seguida no Brasil, depois outro caso foi relatado na Ucrânia. Evidentemente, a quantidade de relatos de supostos "chupa-cabras" sendo divulgados na mídia praticamente ao mesmo tempo me deixou um tanto quanto intrigado. Seria mesmo o "chupa-cabras"? Será que não houve um certo exagero? A abordagem nesses casos não deveria ser outra? Vamos saber mais sobre esse assunto?

O "Chupa-Cabras" Avistado no Cemitério da Cidade de Merrimack, em New Hampshire, nos Estados Unidos


A cidade de Merrimack, fica localizada no condado de Hillsborough, no Estado de New Hampshire, nos Estados Unidos, e segundo o último censo realizado em 2010, moram na cidade pouco mais de 25.000 habitantes. Apesar desse número, a localidade é considerada a oitava maior cidade de seu estado, que está entre os menores estados tanto em área quanto em população dos Estados Unidos. Isso não impede que a cidade seja um lugar tranquilo e calmo para se morar, pelo contrário. Em 2013, a revista "CNN Money" apontou Merrimack como sendo a vigésima melhor localidade para se morar nos Estados Unidos.

Imagem do Google Maps mostrando a localização da cidade de Merrimack em relação a Concord,
capital do estado norte-americano de New Hampshire

A "estranha criatura" foi avistada rondando o Cemitério Last Rest, da cidade de Merrimack
Toda essa aparente tranquilidade foi abalada na manhã da terça-feira retrasada (21), quando Mark Doyle, chefe do Departamento de Polícia de Merrimack tirou fotos de uma estranha criatura que estava circulando no Cemitério Last Rest, na Estrada Lake Baboosic, bem próximo da "James Mastricola Upper Elementary School", que para a melhor compreensão por parte de vocês, considerem basicamente uma escola de "ensino fundamental" da cidade. Aliás, o departamento de polícia da cidade também fica localizado nessa mesma estrada, e bem próximo do cemitério.

A "James Mastricola Upper Elementary School" fica localizada bem próxima
do local onde a "estranha criatura" tinha sido avistada
De qualquer forma, Mark Doyle resolveu avisar a todos da cidade, sobre a presença de uma estranha criatura na região, através da página do Departamento de Polícia de Merrimack, no Facebook, naquela mesma manhã. Confira a sua postagem:

Postagem realizada por Mark Doyle, chefe do Departamento de Polícia de Merrimack, no Facebook


"Isso foi visto na Estrada Lake Baboosic, próxima da Upper Elementary School nesta manhã. Muito provavelmente é apenas um coiote, e desde que o animal não represente uma ameaça ou se mostre agressivo, fomos aconselhados pelo Departamento de Caça e Pesca de New Hampshire a deixá-lo em paz, uma vez que os filhotes estão se deslocando por conta própria"

Algumas pessoas reagiram imediatamente a postagem, como foi o caso da usuária chamada Mikayla Britni Drennen, que fez o seguinte comentário naquele mesmo dia: "Essa pobre criatura parece doente. E precisa ser alimentada ou então sacrificada. Espero que o Departamento de Caça e Pesca capture e cuide desse pobre filhote, a menos que ele ou ela esteja muito doente, e eles sacrifiquem da forma mais humana possível. Sou extremamente contra a fazer isso, mas coitado desse pobre filhotinho". A usuária foi contestada por alguns usuários, que acreditavam que fosse uma raposa com sarna ou um filhote de coiote com alguma outra enfermidade.

Essa opinião contrastava com de uma outra usuária chamada Cathy Carozza, que fez a seguinte postagem naquela mesma manhã: "chupacabra ;-)". Aliás, seu comentário recebeu o dobro da quantidade de "likes" do que a usuária Mikayla. Veja também outras fotos que foram tiradas por Mark Doyle:

Uma outra foto tirada da "estranha criatura" por Mark Doyle, chefe do Departamento de Polícia de Merrimack

Mais uma foto tirada por Mark Doyle

A "WBZ-TV Canal 4", emissora de TV afiliada da CBS chegou a publicar uma reportagem na página oficial da emissora, cuja notícia era simplesmente intitulada "Mystery Animal Spotted In Merrimack, New Hampshire Cemetery" ("Misterioso Animal Avistado no Cemitério de Merrimack, New Hampshire", em português), com o seguinte texto:

"A polícia em Merrimack, New Hampshire, avisou a população sobre uma criatura de aparência estranha, que foi flagrada em um cemitério na terça pela manhã. O animal, que as autoridades dizem que é "mais provável" ser um filhote de coiote, foi visto correndo entre as lápides do cemitério na Estrada Lake Baboosic, próximo da Upper Elementary School.

As pessoas que moram nas proximidades do local estão confusas em relação ao animal.

"É muito assustador, é um animal. Eu não sei", disse Carol Bosse, que passeava com seu cão no cemitério.

"É muito assustador, é um animal. Eu não sei", disse Carol Bosse, que passeava com seu cão no cemitério.
O que se anda falando na cidade é que ele poderia ser um "cachorro zumbi" ou uma criatura lendária das florestas da América Latina conhecida como "chupa-cabra".

"Ainda estamos tentando identificá-lo, e assim como qualquer animal selvagem queremos que as pessoas fiquem longe dele", disse Ted Dillon, tenente do Departamento de Polícia de Merrimack.


"Ainda estamos tentando identificá-lo, e assim como qualquer animal selvagem queremos que as pessoas fiquem longe dele", disse Ted Dillon, tenente do Departamento de Polícia de Merrimack.
Oficiais do Departamento de Caça e Pesca dizem que o estado avançado da sarna, que está atacando a sua pele, irá cegá-lo em breve, tornando impossível a sua sobrevivência. Enquanto isso, eles aconselham as pessoas que o virem, que o deixem em paz."

Algumas pessoas, no entanto, não concordaram com o conselho dado pelas autoridades locais. Uma usuária chamada Paula Dixon fez o seguinte comentário na postagem realizada pela Departamento de Polícia de Merrimack: "Alguém já parou para pensar que ele pode ser um pobre cão faminto, cujo proprietário faleceu, e está enterrado lá? Isso acontece frequentemente com cães que ficam vigiando a sepultura de seus donos. Por que ninguém ajuda essa pobre criatura, em vez de tirar fotos dela, e não fazer nada para ajudar? Não é um cachorro zumbi, é um animal vivo que precisa de ajuda. Por favor, se vocês moram perto do local, alguém tente ajudá-lo."

Confira essa reportagem da WBZ-TV Canal 4, em um canal de terceiros no Youtube (em inglês):



Enfim, essa notícia rapidamente foi parar em outros sites norte-americanos tais com o New England Local News, o Chron, e a ABC News. A história, é claro, acabou sendo publicada pela agência internacional de notícias Associated Press, que contou com o depoimento do tenente de polícia Matthew Tarleton, dizendo que o animal parecia ter "saído de um filme de terror", porém não foi apenas isso que ele disse.

"Não é nenhum animal lendário. Não é nenhum animal de estimação exótico, que escapou da casa de alguém e agora está aterrorizando a vizinhança. Não é nada disso. Muito provavelmente é uma raposa doente", disse Matthew Tarleton.

Para o tenente de polícia Matthew Tarleton, assim como para a maioria das pessoas que deram opinião sobre a "estranha criatura", a mesma não passava de uma raposa com sarna (exemplificado nas imagens acima).

Segundo ele, a polícia havia recebido uma ligação a respeito do animal naquela manhã, e Mark Doyle, chefe do Departamento de Polícia de Marrimack estava nas proximidades, e conseguiu tirar fotos do animal. O tenente Matthew Tarleton chegou a tempo de ver o animal correndo em direção a floresta. Ele acrescentou que qualquer pessoa que visse o animal deveria chamar a polícia, sendo que as autoridades é que iriam decidir se o animal deveria ou não ser morto.

"Sei que algumas pessoas têm dito que devemos cuidar dele para que ele se recupere, mas isso não é compatível com a realidade. Em relação a um animal doente desse jeito, provavelmente precisa sacrificado", finalizou.

Depois de ser publicado na AP (Associated Press) a notícia foi republicada por diversas vezes em sites de notícias internacionais, principalmente por tabloides britânicos. O restante vocês já sabem como funciona. De qualquer forma o animal não era um chupa-cabras, e muito provavelmente tão somente um coiote ou uma raposa com sarna ou qualquer outra enfermidade. Aparentemente, até o presente momento, o animal não foi mais avistado ou localizado na região.

A Recente Aparição do "Chupa-Cabras" de Piracicaba, Interior do Estado de São Paulo


A cidade de Piracicaba fica localizada no interior do Estado de São Paulo, a cerca de 160 km de distância da capital estadual, e contando com quase 400.000 habitantes, ao menos segundo o último censo realizado em 2015 pelo IBGE, e a torna a décima sétima maior cidade do estado.

Imagem do Google Maps mostrando a localidade chamada Tanquã, que fica a 60 km do centro de Piracicaba

Talvez você não conheça a cidade, mas provavelmente se você mora no interior de algum município, principalmente da região Sudeste, já deve ter escutado um carro de som passando na sua rua dizendo: "Olha aí, olha aí, freguesia, são as deliciosas pamonhas! Pamonhas fresquinhas, pamonhas caseiras. É o puro creme do milho. Temos curau e pamonhas. Venha provar, minha senhora, é uma delícia! Pamonhas, pamonhas, pamonhas. Pamonhas de Piracicaba." As pamonhas de Piracicaba ganharam notoriedade na década de 60, quando o município fabricava mais de 5.000 pamonhas diariamente para serem distribuídas por todo o Estado de São Paulo. Tornaram-se assim, nacionalmente conhecidas, sobretudo devido às chamadas dos alto-falantes dos carros dos vendedores.

Entretanto, não estamos aqui para falar de pamonhas, mas sim de inusitada notícia sobre um suposto "chupa-cabras" que estaria rondando a zona rural da cidade, que foi publicada em alguns sites de notícias aqui do Brasil. Ao menos esse nome aparecia nos títulos das notícias publicadas no site do jornal "O Estado de São Paulo" e do site "A Tarde", que dizia: "Volta do 'chupa-cabra' assusta moradores de bairro de Piracicaba".

Um dos primeiros sites de notícias a publicar sobre esse assunto foi o site "Jornal de Piracicaba", na manhã do dia 23 de junho, quinta-feira passada, com o seguinte título: "Agrônomo afirma ter visto leão em Tanquã". Pelo título você percebe que existe uma grande diferença, não é mesmo?

Vale ressaltar nesse ponto que a Tanquã é um bairro da cidade de Piracicaba (acesso SP 304 - Piracicaba/São Pedro), considerado como o "Minipantanal Paulista", e foi constituído no início da década de 1960 por uma população que não era favorecida pelo desenvolvimento das cidades vizinhas. A partir de então, a pesca passou a ser o meio de sobrevivência dos moradores do bairro. O Tanquã é basicamente um vilarejo que possui dezenas de moradias à beira do rio, o que proporciona aos moradores um contato mais que direto com a natureza, e espécies singulares que a compõe, como tuiuiú, ariranha, andorinha, garça, jaburu, tucano, papagaio, arara, paturi, marreco, ferrão, além de jacarés, capivaras etc.

Imagem aérea de Tanquã, na cidade de Piracicaba, no interior do Estado de São Paulo
Pois bem, na notícia assinada pelo jornalista Felipe Ferreira, do "Jornal de Piracicaba, o mesmo apontou que um engenheiro agrônomo chamado João Marcelo Elias, 43 anos, estava acompanhado de um amigo de nacionalidade inglesa, chamado Flávio Ford, quando avistaram um estranho animal, na tarde do dia 21 de junho, terça-feira retrasada (mesmo dia do avistamento de outro estranho animal, na cidade norte-americana de Merrimack), enquanto estavam fazendo um trabalho de medição de mognos na fazenda São Francisco, em Tanquã.

Era por volta das 16h, quando João Marcelo Elias avistou o que acreditava ser um leão adulto. A propriedade onde ele estava, fica localizada nos arredores da fazenda Citrosuco, entre uma plantação de laranjas e um canavial. O agrônomo disse que estava a 60 metros do felino, em um pomar de laranjas, quando o amigo, Flávio Ford, tirou a foto que você confere logo abaixo:

Foto tirada por Flávio Ford, que estava na companhia do agrônomo João Marcelo Elias, no dia 21 de junho, por volta das 16h, em um pomar de laranjas, nos arredores da Fazenda São Francisco, em Tanquã, Piracicaba
"Estávamos finalizando os trabalhos do dia quando vi um animal alto, mas que até então não conseguia identificar. Pedi a meu amigo para fazer uma foto usando uma lente de aproximação, e ficamos surpresos quando concluímos que poderia se tratar de um leão, aparentemente magro e idoso", disse João Marcelo, que após mostrar a imagem para outras pessoas, descartou as hipóteses de que poderia se tratar de qualquer outro mamífero.

"Não acho que é veado, lobo-guará ou onça pintada, porque pela foto dá para ver o que parece ser uma juba. A partir disso, fiz contato com uma empresa que se interessou no assunto, e vai instalar na região em que o animal foi visto, uma 'trap-camera', equipamento fotográfico com sensores de movimento e infravermelho na tentativa de fotografar o animal", continuou. Ele ainda disse que mostrou a um veterinário, cujo nome não foi divulgado, as fotos de pegadas que supostamente seriam do animal, e, segundo ele, o profissional acreditava na hipótese que seria mesmo um leão.

Foto publicada pelo Jornal de Piracicaba das supostas pegadas do estranho animal

"Este veterinário comparou as marcas com a pegada de leões da África, e as considerou muito semelhantes. Concluiu também que este leão estaria magro e velho, porque suas pegadas, com cerca de 10 centímetros de diâmetro, não são tão grandes e profundas como seriam as de um leão jovem e saudável", completou.

Somente a parte final da notícia que menciona uma eventual possibilidade da criatura ser um "chupa-cabras", e assim como estamos fazendo nessa postagem, o jornalista fez questão de colocar também entre aspas. O agrônomo João Marcelo disse ter ouvido de funcionários de uma empresa próxima ao local em que o felino foi visto, rumores sobre a existência de "criaturas misteriosas" na região entre Anhumas e Tanquã.

Moradores locais disseram ao agrônomo João Marcelo,
que a criatura fotografada poderia ser um "chupa-cabra"
"Eles me contaram que já faz algum tempo que circulam boatos dando conta da existência de um 'chupa-cabra' ou lobisomem na região. É claro que isso é brincadeira, porque as pessoas são brincalhonas e encaram tudo com bom humor, mas se for mesmo um leão, é preciso que seja capturado logo", finalizou.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental de Rio Claro, caso fosse confirmada a existência do leão no local, seria organizada uma operação para sua captura, que seria realizada pelo Corpo de Bombeiros. Depois disso seria verificado se o animal possui algum tipo de identificação que possa indicar o seu proprietário, para que então, fosse devolvido. Se não houvesse, ele seria encaminhado a um zoológico ou outro órgão que fizesse o acolhimento adequado. Fato é que aparentemente o animal até agora não reapareceu na região.

De acordo com o Portal G1, uma substância em forma de spray para atrair felinos também tinha sido colocada nas árvores próximas aos sensores das "armadilhas fotográficas". Em entrevista, João Marcelo disse que o felino poderia ter sido abandonado por algum circo ou criador irregular, já que o bicho aparenta estar bastante magro, idoso e debilitado. Ele afirmou que ouviu relatos dos moradores de que animais domésticos têm sido atacados nos últimos tempos nas propriedades do Tanquã. Alguns desses moradores é que teriam mencionado que poderia ser um "chupa-cabra".

A notícia ainda contou com a opinião de Camilla Xavier Mendes Mancini, médica veterinária do Zoológico de Piracicaba, que viu as fotos divulgadas pelo agrônomo a pedido do G1. Ela afirmou que as imagens não são conclusivas sobre a identidade do animal misterioso. "Infelizmente não consigo identificar o animal. O tamanho da cabeça e a altura do animal da foto nos faz imaginar que se trata de um leão magro, mas não se pode afirmar ao certo, já que a fotografia foi tirada de muito longe", disse Camilla.

Sinceramente, a maior ameaça de Piracicaba aparenta ter, é mesmo o "chupa-cabra", mas não está relacionado a uma lendária criatura, mas aos equipamentos utilizados por criminosos que foram encontrados em caixas eletrônicos em agências bancárias na cidade, no ano passado.

O "Chupa-Cabras" Capturado no Vilarejo de Rukshyn, na Ucrânia


Esse terceiro e último caso ocorrido menos de uma semana, provavelmente é o mais popular, e o que mais foi divulgado por sites internacionais de notícias, assim como em sites brasileiros. O caso estaria relacionado a um fazendeiro ucraniano que empunhando sua forquilha, corajosamente teria matado um "chupa-cabras".

Antes de começar a comentar sobre esse caso, gostaria de avisar que a notícia começou a repercurtir na parte ocidental da Europa, por volta dos dias 27 e 28 de junho (segunda e terça-feira dessa semana), a partir dos tabloides britânicos. Não apenas isso, a notícia vinha da agência de notícias CEN (Central European News), que tradicionalmente não faz questão de se aprofundar sobre os casos que apresenta. Diga-se de passagem, já realizei duas postagens envolvendo material divulgado pela CEN aqui no blog AssombradO.com.br, e o resultado final vocês podem conferir nas seguintes postagens: "Dezenas de Alunos Foram "Possuídos pelo Demônio" Após Usarem uma Tábua Ouija em uma Escola de Tarapoto, no Peru?" | "O Estranho Caso Sobre a Suposta "Esfera Misteriosa" Encontrada em uma Floresta na Bósnia".

Primeiramente, vamos saber o que foi amplamente divulgado pelos tabloides britânicos, usando como base o que foi publicado no dia 27 de junho pelo Daily Mail:

"Um fazendeiro ucraniano afirmou ter matado o lendário chupa-cabras, após o mesmo estar aterrorizando os seus animais. A criatura teria sido abadita pelo homem, conhecido apenas como Ivan, com uma forquilha enquanto a perseguia em um de seus celeiros em busca de alimento.

Um fazendeiro ucraniano afirmou que essa criatura seria o lendário "chupa-cabras", que ele encontrou rondando o seu celeiro, no vilarejo de Rukshin, em Chernivtsi, na região oeste da Ucrânia
O chupa-cabras faz parte do folclore em algumas regiões das Américas, e foi supostamente avistado pela primeira vez em Porto Rico. Desde então, foi supostamente avistado em diversos países ao redor do mundo, incluindo a Rússia, o Cazaquistão e a Ucrânia. Neste caso, o mesmo foi capturado no vilarejo de Rukshin, em Chernivtsi, na região oeste da Ucrânia, onde a população local disse que o animal teria entrado em gaiolas contendo galinhas e coelhos, e teria sugado todo o sangue dos seus corpos.

Veterinários estão estudando o corpo do animal morto, mas até agora não conseguiram identificá-lo.

"Esse animal assemelha-se a uma raposa africana, mas seus dentes, pescoço, orelhas e patas são muito alongadas. Não sabemos dizer o que é", disse Valeriy Dopiryak, chefe do Laboratório Regional de Medicina Veterinária.

Acredita-se que o "chupa-cabras" tenha dentes semelhantes a vampiros, que ele usa para sugar o sangue de outros animais. Na foto, um veterinário abre a mandíbula da criatura morta pelo fazendeiro Ivan, na Ucrânia.

O caçador e sua caça: Ivan segura a forquilha que ele usou para matar a criatura (à esquerda),
sendo que o animal se encontra no chão, próximo do local onde foi morto (à direita)
Um outro morador local, chamado Viktor, disse que não havia apenas um chupa-cabras, mas dois. Ele disse que o outro parecia um canguru, com um corpo mais alongado, e patas dianteiras mais curtas, porém a criatura teria fugido.Os moradores ainda disseram que tinham receio de deixar suas casas sem que ninguém tivesse por perto, com medo dos chupa-cabras matarem seus animais."

Você pode até não acreditar, mas foi apenas isso que foi divulgado. Aliás, a publicação do Daily Mail tinha mais "imagens do que texto", algo muito parecido com aquela postagem que fiz sobre os alunos que teriam sido "possuídos pelo demônio", em uma escola de Tarapoto, no Peru. É claro, que muitas pessoas parariam por aqui, mas vocês sabem que tradicionalmente sempre tento procurar a fonte sobre um determinado assunto.

Uma Pequena Dose de Realidade


Vamos então a realidade dos fatos. Todas as "imagens" divulgadas pela agência de notícias CEN (Central European News) fazem parte de uma reportagem do canal de notícias ucraniano "TCH", e que foi divulgada no dia 24 de junho desse ano. Você pode assistir a essa reportagem no canal do Youtube da própria TCH (em ucraniano, uma ramificação de línguas eslavas, morfologicamente semelhante ao idioma russo):



Essa reportagem mencionava duas palavras que foram citadas no texto do "Daily Mail". A primeira delas era "Рукшин" (traduzido para o inglês como "Rukshyn"), que seria a região onde o incidente ocorreu, e a palavra "чупакабр" ("chupa-cabras", em português). Além disso, a mesma contava com o relato de uma senhora chamada "Василина Гикова" (traduzido como "Vasilisa Bykov"), que disse ter ouvido os cães uivarem, e as galinhas fazerem muito barulho durante a noite anterior. Ela então saiu para ver o que estava acontecendo, quando se deparou com uma estranha criatura em seu quintal. A criatura fugiu, pulando uma cerca e indo parar dentro da criação de porcos da propriedade (popularmente conhecido como "chiqueiro").

Imagem do Google Maps mostrando a localização do vilarejo de Rukshyn, na Ucrânia,
que aliás fica bem próximo do Parque Nacional Podilski Tovtry

Desesperada, a Sra. Bykov gritou por ajuda, e o mais próximo a ela era seu vizinho, o Ivan. O homem rapidamente chegou empunhando sua forquilha e conseguiu matar a criatura, que posteriormente ele levou para os veterinários. Todos queriam saber de qual animal se tratava. O prejuízo dessa senhora, no entanto, tinha resumindo a apenas 10 galinhas, nada além disso.

Foi mencionado na reportagem que os moradores locais acreditavam que existia mais de um animal daquele tipo na região, porém eles estavam mais tranquilos por um deles ter sido capturado com sucesso. Veja algumas fotos divulgadas pela mídia ucraniana:

Foto do corpo do animal capturado pelo fazendeiro Ivan, vilarejo de Rukshin, em Chernivtsi, na região oeste da Ucrânia
Foto da arcada dentária do animal capturado na Ucrânia,
e alegadamente chamado como "чупакабр" ("chupa-cabras", em português).
Essa mesma notícia apontava para o veterinário "Валерій Допіряк" (traduzido como "Valery Dopiryak"), chefe do Departamento de Medicina Veterinária da Região de Chernivtsi ("Головне управління ветеринарної медицини в Чернівецькій області", em ucraniano), dando a seguinte a declaração:

"Os dentes tinham cerca de 4 cm, e não se pareciam com os dentes de um cachorro. Tinha um pescoço comprido, maior do que um cachorro. As orelhas eram semelhantes a de uma raposa africana, destinadas a termorregulação ou mesmo para uma melhor audição do animal, sendo três vezes maiores em relação as orelhas das raposas da região", disse Valery Dopiryak.

A notícia ainda diz que os veterinários iriam encaminhar o corpo do animal para ser melhor analisado, e que os moradores do vilarejo estavam pensando em chamar caçadores para capturar animais semelhantes nos arredores do vilarejo. Assista também a uma reportagem de um canal ucraniano chamado "24 Канал", em seu respectivo canal no Youtube (em ucraniano):



É importante mencionar que não encontrei nenhum material em outros sites de notícia ucranianos dizendo que a criatura foi encontrada estava realmente sugando o sangue dos animais. Na verdade, os moradores locais acabaram capturando um animal que estava atacando os animais de seus propriedades, e que pelo contexto do que ficou famoso mundialmente, foi atribuído a lendária criatura denominada "chupa-cabras". Simples assim.

Algumas pessoas tentaram associar a criatura como se fosse uma mutação em decorrência do desastre nuclear de Chernobyl, em 1986, também na Ucrânia, porém a localidade fica a cerca de 560 km de distância. Apesar de não ser impossível, é considerado muito pouco provável.

Imagem do Google Maps mostrando a distância entre Rukshyn e Chernobyl, na Ucrânia


De qualquer forma, seria surreal apontar que o animal encontrado na Ucrânia seria o lendário "chupa-cabras", afinal seus dentes ou sua mandíbula sequer apresentam quaisquer mecanismos que pudessem indicar que o animal "sugasse" o sangue de suas presas. Apesar de não haver uma confirmação por parte de veterinários da região, o mesmo está longe de ser considerado como um animal feroz, visto que se assustou com a presença humana, e muito distante de ser uma criatura criptozoológica.

Acho que não é necessário emitir um comentário final sobre esses casos, porque todos eles traduzem a incompreensão humana sobre os animais, que em virtude de uma série de fatores, tentam sobreviver assim como nós. Vale lembrar que não são esses animais que invadem o espaço supostamente pertencente a raça humana, mas o ser humano que expande sua própria espécie, e acaba gerando essas situações de conflito. É triste ver um pobre animal ser abatido desse forma, e não será a primeira e nem a última vez que noticiaremos algo assim. Espero, no entanto, que cada vez mais as pessoas adquiram uma maior consciência, e não sacrifiquem animais em nome de uma mera lenda.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://abcnews.go.com/Weird/wireStory/zombie-dog-chupacabra-mystery-animal-cemetery-40075810
http://atarde.uol.com.br/brasil/noticias/1781376-volta-do-chupacabra-assusta-moradores-de-bairro-de-piracicaba
http://boston.cbslocal.com/2016/06/22/merrimack-animal-coyote-upper-elementary/
http://coed.com/2016/06/29/chupacabra-discovered-captured-killed-ukraine-farmer-ivan-video-pictures/
http://expres.ua/news/2016/06/24/191197-opublikovane-foto-chupakabry-vbytoyi-zahidniy-ukrayini
http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2016/06/grupo-espalha-armadilhas-em-area-rural-para-clicar-animal-misterioso.html
http://mysteriousuniverse.org/2016/06/man-in-ukraine-claims-he-killed-a-chupacabra-with-his-pitchfork/
http://oespiritodolugar.blogspot.com.br/p/tanqua.html
http://sustentabilidade.estadao.com.br/noticias/geral,volta-do-chupa-cabra-assusta-moradores-de-piracicaba-em-sp,10000059032
http://tsn.ua/ukrayina/na-bukovini-zakololi-vilami-afrikansku-chupakabru-679025.html
http://www.bigstory.ap.org/article/0a8e74aed2194d14ad1ee18da6a5a4b5/zombie-dog-chupacabra-mystery-animal-seen-cemetery
http://www.chron.com/news/strange-weird/article/New-Hampshire-Police-spot-strange-animal-near-8318528.php
http://www.jornaldepiracicaba.com.br/cidade/2016/06/agronomo_afirma_ter_visto_leao_emtanqua
http://www.necn.com/news/new-england/Coyote-Moose-or-Chupacabra-Strange-Animal-Spotted-Near-New-Hampshire-School-383858451.html
http://www.reviewjournal.com/news/trending/the-feed/chupacabra-coyote-nh-police-post-photo-zombie-looking-animal
http://www.scout.com/outdoors/hunting/story/1682271-ukrainian-farmer-hunts-kills
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1085742024833785&id=104950052912992&substory_index=0
Comentários