27 de abril de 2016

Jovem Morre em Ponte Férrea ao Investigar a Lenda Urbana do "Monstro de Pope Lick" em Kentucky, nos Estados Unidos

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Existem inúmeras lendas e relatos de avistamento de criaturas criptozoológicas ao redor do mundo. Algumas histórias são extremamente fascinantes considerando a riqueza de detalhes e material disponível sobre a lenda ou a criatura em questão. Algumas, no entanto, soam muito mais como meras lendas urbanas, que acabam passando de geração e geração, e quase sempre limitadas a uma mesma região. Apesar do impacto econômico ser muito positivo, uma vez que esse tipo de história sempre atrai turistas, grupos de investigação paranormal e até mesmo exploradores urbanos para uma determinada região, o mesmo não se pode dizer quando as pessoas se esquecem dos riscos inerentes ao local onde pretendem investigar.

Nesta postagem iremos conhecer a história de um casal de namorados que estava visitando a cidade de Louisville, no estado do Kentucky, nos Estados Unidos, e pretendiam fazer uma espécie de passeio fantasma no Sanatório de Waverly Hills, localizado na mesma cidade. Antes, porém, o casal resolveu fazer uma parada e investigar a lenda urbana do "Monstro de Pope Lick" (também conhecido como "Homem-Bode" ou "Homem-Cabra", muito embora essa terminologia tenha nascido a partir de lendas no estado de Maryland). Infelizmente, na noite do último sábado (23), durante a travessia da ponte férrea de Pope Lick, que fica logo acima da região onde supostamente a criatura viveria, o casal foi surpreendido por um trem que estava vindo na direção oposta. O rapaz conseguiu se pendurar na lateral da ponte enquanto o trem passava, porém sua namorada, Roquel Bain, 26 anos, teria sido atingida pelo trem e caído de uma altura entre 25 e 30 metros. Infelizmente, a jovem não resistiu e morreu no local devido a múltiplos traumas em seu corpo.

Alguns sites de notícias norte-americanos tentaram deixar implícito através de declarações de moradores locais, que o possível responsável pela morte de Roquel Bain seria o "Monstro de Pope Lick". Isso porque existem diversas versões sobre a origem da criatura e os métodos que, ela utilizaria para atrair as suas vítimas. Uma delas conta que a criatura faria uso da hipnose ou mimetismo de voz para atrair quem passasse pela ponte férrea. O objetivo? Fazer com que as pessoas acabassem sendo vítimas de um trem que estivesse se aproximando. Entretanto, outras lendas contam que a criatura atacaria suas vítimas com um machado ensanguentado, e que a simples visão da criatura seria tão perturbadora, que aqueles que a veem enquanto atravessam a ponte férrea simplesmente pulariam da ponte. De qualquer forma, será mesmo que o "Monstro de Pope Lick" teria feito mais uma vítima ou a combinação de fascínio pelo mundo sobrenatural associado a uma extrema imprudência teria resultado na morte de Roquel Bain? Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um dos primeiros sites de notícias a divulgar esse caso foi o da WHAS-TV, uma emissora de televisão afiliada da ABC em Louisville, Kentucky, Estados Unidos, no último sábado (23). Segundo a notícia, o Centro de Comunicação de Emergência de Lousville (MetroSafe) havia reportado que uma mulher teria morrido, após ter sido atingida por um trem em uma ponte férrea no extremo leste do Condado de  Jefferson.

Uma equipe do 8º Distrito Policial do Departamento de Polícia Metropolitana de Louisville (sigla em inglês, LMPD) havia respondido a um chamado na Estrada Pope Lick do Sul, próximo a estrada Taylorsville, por volta de 19h30 para socorrer a vítima. De acordo com uma investigação preliminar, um homem e uma mulher estavam caminhando pela ponte férrea de Pope Lick (muito embora haja mais de uma na região, a ponte em questão é a que passa acima do Córrego Pope Lick e sobre a Estrada Pope Lick do Sul, ou seja, esse trecho seria o mais famoso), quando um trem da Norfolk Southern começou a se aproximar.

Uma equipe do 8º Distrito Policial do Departamento de Polícia Metropolitana de Louisville (sigla em inglês, LMPD) havia respondido a um chamado na Estrada Pope Lick do Sul, próximo a estrada Taylorsville, por volta de 19h30 do último sábado (23) para socorrer uma vítima, que teria sido atingida por um trem em uma ponte férrea no extremo leste do Condado de  Jefferson.
Inicialmente, foi divulgado que eles tentaram escapar do trem deitando nos trilhos, porém a mulher teria sido atingida pelo trem, e em seguida teria sido arremessada da ponte. A mulher não teria resistido aos ferimentos e teria morrido no local, cerca de 9 minutos depois da chegada dos policiais. O homem, no entanto, teria sobrevivido sem quaisquer ferimentos.

Não demorou muito para que a polícia identificasse o corpo. A vítima era a jovem Roquel Bain, 26 anos, da cidade de Dayton, do estado de Ohio, que havia morrido em decorrência de múltiplos traumas em seu corpo, após ter caído de uma altura de mais de 25 metros entre a ponte férrea e o solo.

A jovem Roquel Bain, 26 anos, da cidade de Dayton, do estado de Ohio, nos Estados Unidos
morreu após ter sido atingida por um trem, e em seguida teria sido arremessada da ponte férrea de Pope Lick
Conforme mais informações estavam chegando as redações dos departamentos jornalísticos das emissoras locais de TV e jornais locais, foi noticiado que ela e seu namorado estavam realizando uma espécie de passeio turístico em lugares considerados sobrenaturais de Louisville, quando foram surpreendidos por um trem que estaria vindo na direção oposta (muito embora simulações divulgadas apontassem para outra direção). O rapaz declarou que conseguiu sobreviver ao se pendurar em uma das laterais da ponte enquanto o trem passava, porém sua namorada, como sabemos, não teve tanta sorte. A polícia também não acreditava que ambos estivessem sob efeito de drogas ou álcool.

Até então o que era apenas mais um infeliz incidente em um local perigoso, porém bem sinalizado e cercado para que ninguém tentasse atravessar, se tornou um caso de "morte misteriosa e incomum" na mão de tantos outros sites de notícia. Isso porque não estamos falando de uma ponte férrea qualquer, estamos falando da "misteriosa" Ponte Férrea de Pope Lick, localizada na suposta região onde viveria uma de tantas outras criaturas criptozoológicas dos Estados Unidos, o "Monstro de Pope Lick" (conhecido também como "Homem-Bode" ou "Homem-Cabra"). Fiquem tranquilos, comentaremos um pouco sobre essa lendária criatura ainda nessa postagem.

Um esclarecimento bem maior sobre esse caso foi publicado no site do Courier Journal, um dos 50 maiores jornais dos Estados Unidos, e o maior do estado de Kentucky, no último domingo (24). Foi informado que o casal de namorados estava visitando a cidade de Louisville com o intuito de realizar uma espécie de passeio fantasma no antigo Sanatório de Waverly Hills, que já estava previamente agendado para ser realizado naquela mesma noite, e duraria cerca de apenas duas horas (entre 22h e meia-noite).

O casal de namorados estava visitando a cidade de Louisville com o intuito de realizar uma espécie de passeio fantasma no antigo Sanatório de Waverly Hills, que já estava previamente agendado para ser realizado naquela mesma noite,
e duraria cerca de apenas duas horas (entre 22h e meia-noite).
Brandon Barnes, que trabalha como segurança durante eventos e visitas ao antigo Sanatório de Waverly Hills, disse que a jovem Roquel Bain tinha comprado dois ingressos pela internet por US$ 25,00 (cerca de R$ 90,00 pela cotação atual) cada um, para um passeio fantasma com guia, que foi realizado na noite do último sábado (23), e que teve a participação de 45 "caçadores de fantasmas".

Entretanto, uma vez que eles já tinham ouvido falar da lenda urbana sobre o "Monstro de Pope Lick", o casal, estimulado pela curiosidade, e também por diversos vídeos no Youtube, relatos em redes sociais e até mesmo por um filme que foi feito sobre essa suposta criatura, ignoraram todos os avisos que diziam sobre os perigos de atravessar as pontes férreas de Pope Lick, e resolveram caminhar sobre uma delas na tentativa de registrar a lendária criatura.

Imagem do Google Maps mostrando a distância entre a cidade de Dayton, Ohio e os locais onde o casal de namorados visitaria em Louisville, no Kentucky: a Ponte Férrea de Pope Lick (o mapa aponta para outro trecho, porém já solicitei correção ao Google) e o Sanatório de Waverly Hills.
Imagem do Google Maps mostrando a visão da ponte férrea de Pope Lick a partir da estrada
que passa logo abaixo dela, a Estrada Pope Lick do Sul
Roquel Bain e seu namorado foram surpreendidos por um trem que estaria vindo na direção oposta em uma velocidade de 51 km/h. Apesar de estarem a pouco mais de 12 metros de distância do final da ponte, o namorado da jovem contou que eles perceberam que não conseguiriam atravessar, então eles decidiram se pendurar nas laterais da ponte. O namorado conseguiu se pendurar e permanecer até que o trem passasse pela ponte, porém Roquel Bain sequer teria conseguido se pendurar na ponte, uma vez que ela teria sido atingida pelo trem e sido arremessada da ponte férrea. Na bolsa de Roquel, os investigadores encontraram um crachá de trabalho, indicando que a mesma trabalhava como auxiliar de cirurgia.

Oficiais do corpo de bombeiros de Jeffersontown resgataram o namorado, que não teve o nome divulgado, após ele ter conseguido descer pela encosta próxima da ponte férrea, na altura do número 3100 da estrada Pope Lick do Sul, próximo da estrada de Taylorsville.

"Isso é muito triste. Era uma jovem muito bonita, que ainda tinha muita vida pela frente", disse Jack Arnold, um dos médicos-legistas da cidade de Condado de Jefferson.

"Era algo perfeitamente evitável", completou.

Visão aérea da ponte férrea de Pope Lick
De acordo com Jack Arnold e conforme havia sido noticiado inicialmente, não havia sinais de que o casal tinha ingerido bebida alcóolica ou que teriam usado quaisquer tipos de drogas, porém os resultados sobre os testes toxicológicos realizados na vítima ainda não tinham saído. O médico-legista relatou que o maquinista disse que viu o casal, buzinou por diversas vezes e tentou frear a composição, mas não conseguiu evitar a tragédia. Os investigadores, no entanto, iriam revear as imagens gravadas por uma câmera de bordo do trem para entender toda a dinâmica que resultou na morte de Roquel Bain.

Jack Arnold disse que já investigou pessoalmente diversos incidentes fatais envolvendo trens na ponte férrea de Pope Lick, desde moradores de rua que simplesmente adormeceram nos trilhos, passando por exploradores urbanos que calcularam mal o tempo que tinham para atravessar a ponte, até casos de pessoas que tinham objetivo de cometer suicídio. Entretanto, segundo ele, Roquel Bain era a primeira pessoa, ou seja, a primeira vítima confirmada, que morreu por tentar encontrar o "Monstro de Pope Lick". Ele também disse que a região era muito popular entre os jovens, principalmente no Ano Novo.

Segundo Jack Arnold, a jovem Roquel Bain era primeira
vítima confirmada, que morreu por tentar encontrar
o "Monstro de Pope Lick"
Apesar dos detetives da Unidade de Homícidios do Departamento de Polícia Metropolitana de Louisville (LMPD) estarem investigando o caso, Alicia Smiley, porta-voz do LMPD disse no domingo (24), que não havia nenhum indício que tivesse sido cometido algum crime. Segundo Alicia Smiley, o namorado da vítima não seria acusado de invasão de propriedade particular por ter estado ilegalmente em cima da ponte férrea.

Em nota, a Norfolk Southern Railway, empresa ferroviária responsável pelas ponte férreas da região, disse que vai trabalhar juntamente com a polícia local para tentar encontrar maneiras de reforçar a segurança no local para manter as pessoas bem longe dos trilhos da ponte.

Em uma outra notícia publicada na última segunda-feira (25), a WHAS-TV entrevistou um morador local a respeito do incidente que resultou na morte da jovem Roquel Bain.

"A lenda diz que se você caminhar pela ponte férrea, você verá o Homem-Bode", disse um morador local chamado Ron Crouch, acrescentando ainda que durante anos a lenda faz com que centenas de pessoas se encaminhem até o local, mas ele nunca conseguiu entender a razão para todo esse alarde.

"A única coisa que eu vejo de vez em quando são alguns cervos. Eu não iria confundí-los com um bode", completou Ron Crouch.

Para tentar melhorar a segurança na local, foram colocadas placas de sinalização junto as cercas, que possuem cerca de 2,4 metros de altura, e um portão, que por sua vez foi trancado com um cadeado. Entretanto, isso não impede que as pessoas consigam passar, praticamente se espremendo pelo portão, saindo das trilhas e consequentemente infringindo a lei, uma vez que se trata de uma área particular.

Tina Mattingly (à esquerda), atual proprietária do complexo,
que abrigava o antigo Sanatório de Waverly Hills
"As pessoas podem dizer que isso não teria acontecido se eles não tivessem ido até lá ou que teria acontecido de qualquer forma, mas a questão é que você não sabe, e você não pode viver a vida dessa forma. Quando há placas que indicam claramente que é uma propriedade privada, existe uma razão evidente para não invadir o local", disse Tina Mattingly, atual proprietária do complexo que abrigava o antigo Sanatório de Waverly Hills, e que deveria estar guiando a jovem Roquel Bain durante um passeio fantasma na noite de sua morte.

Ela também espera que após esse incidente, os investigadores paranormais pensem duas vezes antes de colocarem suas vidas em risco.

"Eu chorei e fiquei muito chateada com isso. É muito triste. Gostaria de verdade que isso simplesmente não tivesse acontecido. Não valia a pena", completou.

A WAVE-TV, afiliada da NBC em Louisville, no Kentucky, publicou uma notícia em seu site na internet, o "WAVE 3 News", na qual ressaltou uma das declarações dadas pelo autor e historiador David Domine, em relação a uma outra notícia sobre a lenda urbana do "Monstro de Pope Lick", que havia sido publicada no próprio site em 2014.

Segundo David Domine, muitos exploradores urbanos pensam de maneira equivocada que as pontes férreas estejam desativadas, ou seja, que não estejam mais sendo utilizadas por nenhuma empresa. Então eles são atraídos por histórias de uma criatura - metade bode e metade homem - que supostamente engana as pessoas para que elas subam até as pontes férreas.

A WAVE-TV também apontou que muitos moradores locais dizem que essa lenda vem fazendo muitas vítimas ao longo das últimas décadas. Assista a reportagem feita pela WAVE-TV, que foi publicada em um canal de terceiros no Youtube (em inglês):



"Tem sido comentado durante anos, até mesmo meus sobrinhos e minhas sobrinhas costumavam ir até lá e falavam sobre isso. Quando as pessoas escalam até a ponte férrea e a atravessam, o Homem-Bode supostamente aparece", disse uma moradora local chamada Denise Harris.

"Se elas estiverem no meio da ponte férrea e o trem vier, ou você pula ou você corre, caso contrário ele vai alcançar você", continuou, acrescentando que muitas pessoas acreditam que vão conseguir escapar a tempo do trem que está vindo.

Nesse ponto é importante ressaltar, que a ponte férrea de Pope Lick em questão, possui cerca de 235 metros de comprimento, sendo que uma composição inteira demora cerca de 5 a 7 minutos para atravessar a ponte. Além disso, dizem que as vibrações geradas quando uma composição passa são tão fortes, que o solo abaixo da ponte férrea simplesmente trepida, tornando assim o ato de se pendurar para escapar de ser atingido por um trem, algo altamente improvável e arriscado.

  A ponte férrea de Pope Lick possui cerca de 235 metros de comprimento, sendo que uma composição inteira
demora cerca de 5 a 7 minutos para atravessar a ponte
"Quando você é jovem, você acha que vai viver para sempre; é uma euforia. Eles pensam que podem escapar do trem. É um longo caminho a ser percorrido e você não consegue correr tão rápido assim", completou.

Segundo a WAVE-TV, Denise Harris está certa em sua colocação, uma vez que os trens da Norfolk Southern passam pela ponte férrea a uma velocidade média de 38 km/h. Portanto, uma pessoa precisaria correr tão rápido quanto Usain Bolt, o homem mais rápido do mundo, para escapar do trem. Aliás, se você também acha que seria capaz de escapar do trem, veja a gravação da câmera de bordo de um trem da Norfolk Southern passando pela ponte férrea de Pope Lick:



Além disso, outros moradores locais apontam que a região possui um tráfego pesado de trens.

"Eu vejo um trem passando mais ou menos a cada 30 minutos. É chocante, as pessoas ouvem sobre tantas mortes e ainda correm esse risco", disse Michelle Burns, uma outra moradora local, acrescentando que só lhe resta ter a esperança que as pessoas pensem por um segundo antes de tomarem a última decisão de suas vidas.

"É triste, rezo pela família, meus pensamentos estão com eles, mas desejo que as pessoas reflitam sobre o que estão fazendo antes de tentarem atravessar a ponte.  Definitivamente é perigoso", completou.

Triste, não é mesmo, Assombrados? De qualquer forma, a seguir, vamos comentar um pouco sobre a criatura criptozoológica apelidada de "Monstro de Pope Lick".

A Lenda Urbana do "Monstro de Pope Lick"


Provavelmente você deve estar se perguntando o que seria esse tal "Monstro de Pope Lick", não é mesmo? Essa criatura criptozoológica seria uma espécie de "homem-bode", com um corpo grotescamente deformado, pernas fortes cobertas de pelo de bode/cabra, um nariz aquilino e olhos grandes. Também teria chifres salientes na testa, curtos e afiados. Existem algumas histórias que inclusive dizem que ele seria metade homem e metade carneiro. Entretanto, essa suposta criatura tem um viés muito mais de lenda urbana, assim como um passado sem praticamente nenhum fundamento, nem mesmo mitológico, do que outras criaturas criptozoológicas dos Estados Unidos, tais como, por exemplo, o Pé-Grande ou o Homem-Lagarto.

O "Monstro de Pope Lick" é considerada uma criatura criptozoológica de tantas outras nos Estados Unidos, porém a suposta criatura tem um viés muito mais de lenda urbana, assim como um passado sem praticamente nenhum fundamento, do que outras criaturas criptozoológicas dos Estados Unidos, tais como, por exemplo, o Pé-Grande ou o Homem-Lagarto
Conforme dissemos no início dessa postagem, ao longo do tempo foram aparecendo diversas histórias para tentar explicar a origem dessa suposta criatura, e cada uma é mais absurda do que a outra. De acordo com o site Sierra Club, a suposta criatura era exibida como uma aberração de circo no final do século 19, porém ela conseguiu escapar do cativeiro, quando um raio atingiu o trem do circo enquanto o mesmo atravessava a ponte férrea de Pope Lick, o fazendo descarrilhar. A criatura teria sido a única sobrevivente. A história, é claro, não possui quaisquer detalhes que possam ser investigados.

O "Monstro de Pope Lick" retratado pelo diretor Ron Schildknecht em seu curta-metragem independente
chamado "The Legend of the Pope Lick Monster"
De acordo com o autor e historiador norte-americano David Domine, uma outra versão é que existia um fazendeiro local que costumava torturar seu rebanho de bodes e cabras, sacrificando alguns deles em nome de Satanás, em troca, é claro, de riqueza e poder. O fazendeiro teria assinado um contrato com o mesmo e então perdido a sua alma. No processo, ele foi convertido na terrível criatura, e foi "mandado de volta", condenado a viver sob a ponte férrea. Outra versão diz que o "Monstro de Pope Lick" seria o filho de um fazendeiro local que mantinha relações sexuais com animais.

O autor e historiador norte-americano David Domine


Não existe coerência nem mesmo em relação a forma que a suposta criatura mataria suas vítimas. Além da hipnose, mimetismo de voz, machado ensanguentado, também temos a lenda que a criatura pularia em cima do teto dos carros que passam debaixo da ponte.

Como se tudo isso não bastasse, ainda existe a lenda do "Trem Fantasma", que aponta um suposto trem que aparece de repente, e sua movimentação até poderia ser sentida, porém não se ouviria nenhum som de alerta. E para completar, a estrada de Taylorsville, que fica próxima a ponte férrea de Pope Lick, teria um elevado número de mortes por acidentes de trânsito.

Essa lenda urbana ganhou ainda mais repercussão e notoriedade, principalmente entre os mais jovens, basicamente após ser lançado um curta-metragem independente, em 29 de dezembro 1988, chamado "The Legend of the Pope Lick Monster", do diretor Ron Schildknecht. Com apenas 16 minutos e um orçamento estimado em apenas US$ 6.000, a maior parte do filme foi realmente gravada nos arredores da ponte férrea de Pope Lick, porém uma cena onde mostrava os personagens em cima dela, foram gravadas em outro local bem mais seguro. Veja abaixo uma das cenas do filme (em inglês):



Quem não gostou nada disso foi a Norfolk Southern Railway. Na época, a empresa ficou muito preocupada em relação ao filme, uma vez que se acreditava que os adolescentes seriam estimulados a atravessar a ponte. Aliás, uma cena do filme era particularmente perigosa e enganosa ao mesmo tempo. Nessa cena, o personagem principal, um estudante do ensino médio, escapou por pouco de um trem que estava se aproximando ao se pendurar na lateral da ponte férrea. E como vocês notaram anteriormente é muito difícil alguém sobreviver diante de tal condição. O namorado de Roquel Bain seria meramente uma exceção.

Curiosamente, um dia após o lançamento do filme, ou seja, em 30 de dezembro de 1988, a ponte férrea foi apelidada de "A Ponte Férrea da Morte" pelo "The Louisville Courier-Journal", sendo que o mesmo apontou para duas mortes que teriam sido associadas a ponte nos anos de 1986 e 1987. Essas duas mortes seriam de adolescentes que acabaram sendo atingidos por um trem quando tentavam atravessar a ponte férrea. Fato é, que soa apenas ser tão somente uma lenda urbana, que infelizmente não fica apenas no imaginário das pessoas, resulta em famílias despedaçadas pela morte de um ente querido.

Enfim, apesar de não ter nenhuma relação com o "Monstro de Pope Lick", senti a necessidade de contar para vocês um pouco da história do Sanatório de Waverly Hills para fechar com chave de ouro essa postagem. Aliás, em algum momento vocês já devem ter ouvido ou lido a respeito dele.

Um Pouco da História do Sanatório de Waverly Hills


O Sanatório de Waverly Hills é um antigo e desativado sanatório na região sudoeste da cidade de Louisville, Condado de Jefferson, Kentucky, nos Estados Unidos. Foi inaugurado em 1910 como sendo um hospital de dois andares, construído de madeira, para acomodar 40 a 50 pacientes com tuberculose. Isso porque no início do século 20, o Condado de Jefferson foi severamente afetado por um surto de tuberculose. Naquela época foram registrados muitos casos em Louisville, principalmente em razão das regiões úmidas ao longo do rio Ohio, que perfaziam o cenário perfeito para a proliferação da bactéria da tuberculose. Basicamente, o complexo consistia em um edifício principal para a administração e duas alas projetadas para ficarem ao livre e acomodar cerca de 20 pacientes cada um.

No início o Sanatório de Waverly Hills consistia em um edifício principal para a administração
e duas alas projetadas para ficarem ao livre e acomodar cerca de 20 pacientes cada um.
Com a necessidade da reformar o então hospital municipal de Louisville, o Louisville City Hospital, e diante falta de disposição dos responsáveis pelo hospital em atender pacientes que estivessem com tuberculose pulmonar, todos os pacientes com tuberculose do hospital municipal foram transferidos para alojamentos temporários em tendas que foram armadas na área externa de Waverly Hills, em meados de 1912. Essa medida foi tomada uma vez que era necessário a criação de uma ala para casos avançados. Felizmente, havia uma verba de cerca de US$ 25.000 (o que era muito dinheiro na época) do Conselho de Combate à Tuberculose para a criação dessa ala, que foi inaugurado pouco tempo depois, em dezembro de 1912, e permitiu que mais 40 pacientes pudessem ser tratados.

Em 1914 foi inaugurado uma ala infantil. o que acrescentou mais 50 leitos ao Sanatório de Waverly Hills, fazendo com que sua capacidade de atendimento girasse em torno de 130 pacientes. A ala infantil não era destinada apenas para crianças que estavam doentes, mas também para os filhos de pacientes com tuberculose, que não podiam cuidar ou não tinham com quem deixar os seus filhos.

Em um relatório escrito no ano de 1915, pelo Dr. Dunning S Wilson, diretor clínico do Sanatório de Waverly Hills, foi mencionado que o objetivo era adicionar um novo prédio ao complexo a cada ano, de modo que houvesse uma expansão de forma continuada. Assim sendo, é possível que tivesse mais leitos disponíveis do que era oficialmente informado.

A ala infantil não era destinado apenas para crianças que estavam doentes, mas também para os filhos de pacientes com tuberculose, que não podiam cuidar ou não tinham com quem deixar os seus filhos
Devido à constante necessidade de reparos na estrutura de madeira do complexo, a necessidade de uma estrutura mais durável, bem como necessidade de mais leitos para que as pessoas não ficassem sem atendimento devido à falta de espaço, a construção de um grande hospital com cerca de 5 andares começou no início de 1924. O mesmo foi inaugurado em outubro de 1926 com uma capacidade para atender mais de 400 pacientes. Entretanto, com a introdução da estreptomicina (o primeiro agente específico efetivo no tratamento da tuberculose) em 1943, o número de casos de tuberculose foi gradualmente diminuindo, até que não houvesse mais necessidade de um grande hospital. Os pacientes que restavam em Waverly Hills foram transferidos para o Sanatório de Hazelwood em Louisville. O Sanatório de Waverly Hills fechou suas portas em 1961.

O Condado de Jefferson foi severamente afetado por um surto de tuberculose. Naquela época foram registrados muitos casos em Louisville, principalmente em razão das regiões úmidas ao longo do rio Ohio, que perfaziam o cenário perfeito para a proliferação da bactéria da tuberculose
O complexo foi reaberto em 1962 com o nome de "Centro Geriátrico de Woodhaven", uma espécie de "casa de repouso para idosos", que tratava desde pacientes com demência ou dificuldade de mobilidade, até casos envolvendo graves deficiências mentais. Woodhaven foi fechado pelo Estado de Kentucky em 1982, sob a alegação que os pacientes eram negligenciados pela instituição.

Em 1983 o prédio foi comprado por cerca de US$ 3.000.000. A intenção dos compradores era convertê-lo em uma prisão de segurança mínima para o Estado do Kentucky, mas o plano foi abandonado depois de muitas reclamações dos vizinhos. Então foi proposto converter o hospital em apartamentos, mas dificuldades financeiras não deixaram o projeto sair do papel e o tornaram um verdadeiro "elefante branco".

Em 1996, Robert Alberhasky, fundador da Alberhasky's Christ the Redeemer Foundation, comprou o complexo de Waverly Hills e toda a região ao seu redor, com a intenção de reformar o prédio e inicialmente construir a maior estátua de Jesus Cristo do mundo. Ela seria inspirada no estátua do Cristo Redentor do Rio de Janeiro, e teria cerca de 46 metros de altura (cerca de 16 metros mais alta que a estátua que se encontra no no Corcovado). O custo? Cerca de US$ 4.000.000. Em uma segunda fase de seu projeto, Robert Alberhasky pretendia converter o antigo sanatório em uma capela, um teatro e ainda por uma loja de presentes a um custo adicional de pelo menos US$ 8.000.000. Entretanto, o plano não deu muito certo, uma vez dinheiro arrecadado com os fiéis foi muito pouco. Em um período de um ano, apenas US$ 3.000 foram angariados e o projeto foi cancelado em dezembro de 1997.

Em 1996, Robert Alberhasky, fundador da Alberhasky's Christ the Redeemer Foundation, comprou o complexo de Waverly Hills e toda a região ao seu redor, com a intenção de reformar o prédio e inicialmente construir a maior estátua de Jesus Cristo do mundo.
Finalmente em 2001, Waverly Hills foi vendido para o casal Tina e Charlie Mattingly. Ambos sabiam que milhares de pessoas poderiam ter perdido suas vidas no local durante a época que era um sanatório, e posteriormente uma "casa de repouso" para idosos. Aproveitando-se disso, eles transformaram o local em uma atração turística, que abriga uma espécie de casa mal-assombrada na época do Halloween, e ganham dinheiro com os ingressos que cobram para realizar tours fantasmagóricos ou paranormais para turistas e visitantes, bem como para as diversas equipes de caça-fantasmas que visitam o local. O Mateus chegou a fazer um vídeo especial sobre o Sanatório de Waverly Hills, e você pode assistí-lo abaixo:



Entretanto, vale a pena ressaltar dois pontos muito importantes: o primeiro deles é a respeito do número de mortes que teriam acontecido no Sanatório de Waverly Hills, e o segundo está relacionado a fama de ser um dos hospitais mais mal-assombrados dos Estados Unidos.

De acordo com o Dr. J. Frank W. Stewart, que trabalhou no cargo de médico assistente em Waverly Hills entre os anos de 1945 e 1955, o maior número de mortes em um único ano em Waverly Hills chegou a 152. Stewart escreveu em um livro chamado "Sunrise, Sunset: An Autobiography", e nele contou que o pior momento em relação a quantidade de mortos, aconteceu no final da Segunda Guerra Mundial, quando as tropas estavam retornando do exterior com casos muito avançados de tuberculose. Alguns pesquisadores independentes também já sugeriram ao longo do tempo, que 162 pessoas teriam morrido em Waverly Hills em 1945, e considerando o tempo total de funcionamento do Sanatório, ou seja, mais de 50 anos, o número total de mortos poderia ter chegado a quase 9 mil. O número de 63.000 mortos é simplesmente baseado em lendas urbanas promovidas por caça-fantasmas, mais para impressionar e promover o local, do que baseado em estatísticas verdadeiras, uma vez que não há um registro oficial do total de mortos.

O denominado "Túnel da Morte" do Sanatório de Waverly Hills
Waverly Hills foi basicamente popularizado em um programa de televisão chamado Ghost Hunters do Canal Syfy, que o apresentou como sendo um dos hospitais "mais assombrados" no leste dos Estados Unidos, principalmente devido ao "Túnel da Morte", que você pode conferir mais detalhes sobre ele no vídeo especial acima. Além disso, o sanatório foi destaque no programa Scariest Places On Earth dos canais ABC e FOX Family, no Celebrity Paranormal Project do Canal VH1, no Zone Reality's Creepy do Canal Syfy, e nos programas britânicos Most Haunted, Paranormal Challenge e Ghost Adventures do Travel Channel. Até mesmo um filme chamado "Spooked: The Ghosts of Waverly Hills Sanatorium" foi lançado no ano 2006, com a proposta de documentar avistamentos paranormais no local.

Enfim, vamos chegando ao final dessa postagem, e apesar da triste notícia em relação a morte da jovem Roquel Bain na ponte férrea de Pope Lick, é importante ressaltar que o "Monstro de Pope Lick" é tão somente uma lenda urbana. A lenda acabou se tornando assassina não devido a suposta criatura, mas pela curiosidade e o desafio, principalmente de jovens, em relação as histórias contadas ao longo do tempo na região. Os tempos modernos e os mecanismos que os jovens possuem atualmente para ocupar o tempo livre, evitam que mais mortes sejam registradas ao longo dos anos. Atualmente, também, a tarefa primordial das autoridades, e inclusive daqueles que exploram financeiramente pretensos lugares mal-assombrados de Kentucky, não é chegar o mais rápido possível do outro lado da ponte, mas desfazer o que gerações anteriores fizeram, antes que não sobre mais ninguém para contar a história.

Até a próxima, Assombrados.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.whas11.com/news/local/1-struck-killed-by-train-in-e-jefferson-county/151462471
http://www.whas11.com/news/local/woman-who-fell-from-pope-lick-road-train-trestle-identified/151842134
http://www.whas11.com/news/local/local-legend-may-have-contributed-to-pope-lick-death/152956633
http://www.wlky.com/news/1-killed-after-being-hit-by-train-on-south-pope-lick-road/39184102
http://www.wave3.com/story/31800557/coroner-ohio-woman-killed-by-train-while-investigating-louisville-myth
http://www.wave3.com/story/25479436/numerous-urban-legends-tell-of-louisvilles-goat-man
http://www.courier-journal.com/story/news/local/2016/04/24/tourist-dies-search-pope-lick-monster/83470646/
http://www.wbrz.com/news/ohio-woman-dies-after-hit-by-train-while-seeking-goatman-creature/
http://www.kltv.com/story/31800557/coroner-ohio-woman-killed-by-train-while-investigating-louisville-myth
http://copycateffect.blogspot.com.br/2016/04/Bain-death.html
https://www.washingtonpost.com/news/morning-mix/wp/2016/04/26/couples-curiosity-about-kentuckys-goatman-legend-takes-fatal-turn-on-railroad-trestle/
http://www.inquisitr.com/3029674/dayton-woman-killed-by-train-on-paranormal-tour-in-kentucky-checking-out-urban-legend-when-struck-and-killed/
http://www.thebuzz.com/onair/karah-28952/woman-killed-by-train-investigating-goatman-14642301/
https://en.wikipedia.org/wiki/Pope_Lick_Monster
https://en.wikipedia.org/wiki/Waverly_Hills_Sanatorium
Comentários