26 de abril de 2016

Chernobyl 30 Anos: O Novo Sarcófago

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Fala Assombrados! Hoje, 26 de Abril de 2016 faz 30 anos que aconteceu o maior desastre nuclear da história: a explosão do reator 4 da Usina de Chernobyl na Ucrânia.

Resumindo, era 1h23 da madrugada de 26 de abril de 1986 quando o reator nuclear número 4 da usina explodiu durante um teste de segurança. Imensas quantidades de radiação foram liberadas para a atmosfera. As nuvens tóxicas atingiram especialmente a Ucrânia e os vizinhos Bielorrússia e Rússia.

No outro dia, o governo da antiga URSS começa a retirar moradores de perto da usina. Prypiat, a apenas 4 quilômetros dali, teve seus quase 50 mil moradores evacuados e hoje é a cidade fantasma símbolo do desastre. Chernobyl, uma cidade a 20 quilômetros e com 18 mil habitantes, também foi evacuada, assim como milhares de comunidades rurais. Mais de 300 mil pessoas foram tiradas de suas casas ao longo de 5 anos. Essa região é conhecida atualmente como Zona de Exclusão de Chernobyl.

A URSS demorou muito para reconhecer o desastre para a comunidade internacional. O primeiro sinal de alerta foi lançado pela Suécia no dia 28 de abril, quando as autoridades detectaram quantidades anormais de radiação, mas o líder soviético Mikhail Gorbachev não falou publicamente do incidente até 14 de maio.

Para tentar conter o vazamento, o governo da URSS chamou milhares de trabalhadores que ficaram conhecidos como liquidadores. Seu papel era construir uma proteção sobre o reator 4, para evitar que a radiação continuasse a ser emitida para a atmosfera.

Você pode conhecer toda a história de Chernobyl em detalhes. Basta ler minha matéria especial sobre o assunto ou assistir o vídeo abaixo. O que vou focar aqui nesta postagem é o Sarcófago antigo e o novo.

.
A Sarcófago Original

A concepção do sarcófago começou em 20 de maio de 1986. A construção durou 206 dias, de junho a final de novembro do mesmo ano. Toda a construção é composta de oito etapas:

- 01. limpeza e concretagem do local em torno da unidade do reator 4,
- 02. montagem inicial do concreto armado das paredes de proteção ao redor do perímetro,
- 03. construção de muros de separação entre as unidades 3 e 4,
- 04. construção de paredes em cascata,
- 05. cobertura do corredor da turbina,
- 06. montagem de um contraforte,
- 07. montagem de suportes e instalação do compartimento de cobertura do reator e, finalmente...
- 08. instalação de um sistema de ventilação.

Mais de 400.000 metros cúbicos de concreto e 7.300 toneladas de estrutura metálica foram utilizados durante a construção do sarcófago. O edifício por fim confina 740.000 metros cúbicos de detritos juntamente com o solo contaminado. O sarcófago tem mais de 60 furos para permitir a observação do interior do núcleo. Em muitos lugares, a estrutura foi projetada para ter eixos de ventilação para permitir a convecção internamente. Foram colocados sistemas de filtragem para que nenhum material radioativo escape através desses buracos.

Foi constatado que havia corrosão das vigas de apoio causadas pela chuva que ameaçam a integridade do sarcófago. Esta água está vazando para dentro do sarcófago pelos buracos em seu telhado, tornando-se contaminada radioativamente e infiltrando-se no solo através do assoalho do reator.

Em 22 de dezembro de 1988, cientistas soviéticos anunciaram que o sarcófago duraria entre 20 e 30 anos antes de exigir um trabalho de manutenção. Um novo sarcófago deveria ser feito.

O Novo Sarcófago

O dinheiro para a construção de um novo sarcófago foi obtido através de 22 países doadores e terá duas finalidades:

- proteger o reator 4, substituindo o sarcófago antigo, isolando completamento do ambiente
- permitir a remoção dos elementos radioativos do reator 4

O novo sarcófago começou a ser construído em 2010 e tem o formato de arco com 110 metros de altura e 25 toneladas. Ele está sendo construído ao lado do antigo e quando concluído, será levado até lá usando vias férreas. A construção está sendo feita com dois grandes arcos, que depois serão unidos formando um só.

Este novo sarcófago deve estar plenamente operacional no fim de 2017 e terá um custo total de US$ 2,4 bilhões.

Estima-se que ele tenha uma vida útil estimada em no mínimo de cem anos.

Sarcófago instalado, primeiro passo dado. Agora é hora de partir para a segunda finalidade: remoção dos elementos radioativos. Só tem um problema. Os cientistas não sabem como fazer isso!

Como ele deve durar 100 anos, deve dar tempo para os cientistas encontrarem novos métodos para desmantelar e enterrar o resto do reator, para que algum dia o local possa se tornar seguro novamente.

Outro problema. Quem vai manter, ou seja, pagar pela manutenção? Tá uma crise econômica danada naquela região, e tudo mundo diz que não tem dinheiro. Portanto, ainda não está claro de onde será obtido o financiamento para manter a estrutura.

Apesar do novo sarcófago, o local ainda permanecerá inabitado pelos 300 anos seguintes...

Fontes (Acessadas em 26/04/2016):
- Wikipedia.pt: Sarcófago da Usina Nuclear de Chernobil
- Terra.com.br: Ucrânia constrói novo sarcófago sobre a usina nuclear de Chernobyl
- Youtube.com: Futuro sarcofago Chernobyl
- EuroNews: Chernobyl: Construção do novo sarcófago entra na fase final
- G1: Chernobyl: desastre nuclear na Ucrânia completa 30 anos
- AssombradO.com.br: Chernobyl: O Desastre, As Cidades Fantasmas, Mortes e Muito Mais
Comentários