29 de janeiro de 2016

Será que um "OVNI" Fazendo uma "Curva no Céu" Foi Registrado em Melbourne, na Austrália?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Em novembro do ano passado, centenas de sites de notícias ao redor do mundo, incluindo, é claro, os tabloides britânicos e até mesmo alguns sites pretensamente destinados a divulgar casos ufológicos, noticiaram um caso muito interessante que nunca foi realmente desvendado. Estamos falando de uma suposta "megaestrutura" que foi registrada no céu de Melbourne, na Austália, no dia 13 de novembro de 2015, por um usuário no Youtube chamado "UFO Lou". Na época nós fizemos uma notícia bem completa para vocês sobre aquele caso, que acabou sendo publicada cerca de duas semanas depois do "boom" na mídia ter acontecido.

Cerca de dois meses se passaram e o mesmo usuário dessa vez registrou mais um evento que pode deixar muitos de vocês um tanto quanto intrigados. Isso porque no dia 13 de janeiro desse ano, o "UFO Lou" acredita que tenha registrado, usando suas próprias palavras, "um objeto desconhecido com um 'padrão de voo' não terrestre". O que parecia ser mais um cometa, meteoro ou qualquer outro objeto conhecido que passaria "reto" diante do campo de gravação, repentinamente desvia sua trajetória, perfaz alguns movimentos no céu e por fim segue em uma direção totalmente diferente do que originalmente deveria ter. Esse caso não está sendo divulgado pela mídia assim como aconteceu com o anterior, porém entramos em contato com o responsável pelo canal para obtermos mais detalhes e repassar um conteúdo mais informativo para vocês. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Antes de começarmos propriamente essa notícia, é importante que tenham em mente que o usuário "UFO Lou" possui um padrão de publicação de vídeos sobre OVNIs um tanto quanto diferente dos demais. Seus vídeos basicamente retratam ou descrevem objetos registrados por suas duas configurações de câmeras (setups), que ele deixa posicionado em seu gramado.

No ano passado noticiamos que uma delas possuía uma lente de 135mm (o tamanho da lente pode variar), que visava registrar a passagem da Estação Espacial Internacional (ISS), sendo que isso é algo que ele faz constantemente (existem diversos vídeos dele mostrando a passagem da ISS). Já sua outra configuração seria composta por uma lente de 50mm e seu próprio esquema de visão noturna (que ele mesmo ensina a montar em seu canal) contando com um tubo intensificador de imagem P8079HP 1º Geração de 3 estágios acoplado a uma câmera de vídeo JVC GZ-E100. Esse último esquema geralmente fica apontado em direção a constelação do Cruzeiro do Sul. Veja mais detalhes clicando aqui.

Esse é um dos poucos canais que lidam com esse assunto, um tanto quanto passível de ser julgado erroneamente por muitas pessoas, que mostra de maneira simples como uma pessoa comum pode gravar de forma relativamente fácil e com um baixo custo, o que acontece no céu "acima de sua própria casa" enquanto a maioria de nós está dormindo. Isso não quer dizer que estou atestando a veracidade de seus vídeos, porém é inegável que ele tenta mostrar passo a passo como se faz, o que pode acabar estimulando a qualquer um de nós que sempre quis fazer isso do quintal de casa, mas nunca soube como começar.

Voltando ao assunto principal dessa postagem e assim como dissemos anteriormente, no dia 13 de janeiro desse ano, entre uma e duas horas da madrugada (horário de Melbourne) foi registrada a passagem de um "objeto desconhecido" por uma de suas câmeras. Ao invés de simplesmente cruzar o céu como a maioria dos objetos fariam, esse no entanto, fez uma espécie de "curva" ao final de sua trajetória, fazendo em seguida um movimento como se fosse uma espécie de "8" no céu e "subindo" em uma direção totalmente diferente do que se imaginaria. Confira o primeiro vídeo publicado por ele:



Esse primeiro vídeo foi publicado no dia 20 de janeiro e conta com a seguinte descrição: "Um sonho se tornou realidade! Nenhuma explicação plausível para essa filmagem. Gravado com um dispositivo de visão noturna P8079HP no céu de Melbourne, Austrália no dia 13 de janeiro de 2016. Não havia percebido até verificar a gravação. Espero que os 'desmascaradores' se engasguem com esse vídeo".

Uma coisa que achei bem estranha foi que a thumbnail (a imagem de "capa") desse vídeo no Youtube dizia: "Viral Video! Promise! 100%". Os vídeos virais são aqueles que adquirem um alto poder de circulação na internet, alcançando grande popularidade. Geralmente um viral quando se trata desse tipo desse assunto, não é bem o que pensávamos, mas considerando que esse não é o histórico de thumbnails dos vídeos do "UFO Lou", e que um viral não é necessariamente algo falso ou negativo, pelo contrário, presumo que tenha sido apenas uma tentativa de atrair público e a imprensa australiana para algo muito interessante em sua perspectiva. Isso foi questionado na entrevista que fizemos com ele, e que você vai poder ler no final dessa postagem.

Veja mais detalhes desse movimento intermediário, em uma espécie de "8", neste outro vídeo publicado pelo usuário "UFO Lou" no dia 25 de janeiro:



De acordo com o usuário "UFO Lou" essa gravação está "acelerada". Isso porque a velocidade do objeto era bem menor do que essa, sendo que o mesmo realizou todos esses movimentos por volta de 7 minutos dentro do campo de gravação de seu equipamento. Ele não havia percebido isso no momento do acontecido, somente quando ele foi verificar o que havia sido gravado. Ele disse que levanta por volta da meia-noite para deixar seus equipamentos gravando até o nascer do sol, sendo que cada câmera tem capacidade para gravar até 8 horas em HD. Veja o vídeo completo que ele mesmo postou ontem (27) em seu canal no Youtube:



Em um dos seus vídeos sobre esse caso, um usuário chamado "KMitech" estava bem eufórico. Ele dizia para que o vídeo fosse enviado para a imprensa, pois o governo estaria pegando o dinheiro da população para investir em programas espaciais secretos, que ele já estava cansado disso tudo e que uma hora isso precisaria parar. Porém, o usuário "UFO Lou" disse que ninguém na imprensa australiana estava interessado em seu vídeo.

Na minha opinião, talvez a resposta para essa recente "falta de interesse" da mídia australiana por casos envolvendo OVNIs ou fenômenos astronômicos "misteriosos" seja devido a um usuário do Youtube chamado "Johnson Thompson" que conseguiu viralizar um vídeo de uma suposta "bola de luz" no céu de Canberra, capital da Austrália (sim, Sydney não é a capital), publicado no dia 3 de janeiro. Seu vídeo atualmente está quase na marca de 500.000 visualizações, sendo que em apenas cinco dias havia alcançado a marca de 300.000.

Imagens extraídas do falso vídeo publicado no Youtube pelo usuário australiano "Johnson Thompson" no início desse mês
Naquela ocasião a mídia australiana, assim como outros sites de notícias pelo mundo, deu uma importância surreal ao assunto (entrevistaram até um astrônomo da Universidade Nacional da Austrália), porém a grande maioria não teve uma certa mesma prudência e um mínimo de bom senso de notar que a conta de "Johnson Thompson" foi criada no mesmo dia de sua postagem e não havia nenhuma referência sobre quem ele era. Quando isso acontece, em pelo menos 99% dos casos, é um vídeo viral falso. Pois bem, como já era previsto, cerca de cinco dias depois o usuário revelou a farsa e mostrou como ele fez o vídeo. A mídia australiana tentou apontar como se ele tivesse tentando se "desculpar", no sentido de se sentir mal pela situação. Entretanto, sua revelação soou muito mais como um deboche ao mostrar o quão fácil é fazer as pessoas acreditarem em qualquer coisa que é divulgada pela internet.

Também sou um tanto quanto reticente sobre vídeos publicados no Youtube, ainda mais desse gênero, por isso entrei em contato com o Scott Brando do "UFO of Interest", que vem se tornando o queridinho de muitos sites destinados a revelar farsas, principalmente relacionado a OVNIs. Gosto muito do trabalho deles e entrei em contato para mostrar esse vídeo e poder construir uma opinião melhor sobre o caso. Scott me disse que ele prefere evitar vídeos desse tipo, ou seja, vídeos gravados com o auxílio de visão noturna, porque diversos artefatos podem ser produzidos devido a insetos, pássaros, aviões, helicópteros, satélites, 'bolas de fogo' (meteoros, fragmentos de meteoros etc.) e poeira. Resumindo, não daria para afirmar ao assistir no Youtube que o vídeo é falso, porém poderia ser apenas algo muito mais mundano. Seria apenas um inseto?

As pessoas que geralmente acompanham os vídeos do "UFO Lou" o apoiam e dizem que ele é um dos poucos canais em que se poderia confiar em relação a vídeos de OVNIs no Youtube. Algumas outras perguntaram se o objeto registrado por ele não seria apenas um satélite artificial ou então algum objeto celeste que teve sua órbita desviada devido algum campo gravitacional. Já o usuário "6079SmithW" comentou que se perguntava quantas estrelas que consideramos como estacionárias, na verdade poderiam ser OVNIs, visto que nossos mapas estelares só possuem estrelas e constelações conhecidas.

Estranho, não é mesmo Assombrados? O que vocês acham que isso realmente possa ser? De qualquer forma entramos em contato com o responsável pelo canal do Youtube "UFO Lou" e a entrevista que fizemos você passa a acompanhar a seguir.

Uma Rápida Entrevista com o Responsável pelo Canal do Youtube "UFO Lou"


Confira abaixo uma rápida entrevista que fizemos por email com responsável pelo canal "UFO Lou"

P1: Você poderia falar um pouco de si mesmo (apenas o primeiro nome, idade, etc.)? Qual é o seu trabalho e por que decidiu dedicar seu tempo para explorar o céu? Existe algum objetivo financeiro incluso?

R1: Meu nome verdadeiro não é Lou (prefiro não revelar o meu nome verdadeiro). Eu trabalhava como fotógrafo técnico-pericial, e depois como técnico de câmara escura (agora cuido em tempo integral da minha mãe que é idosa). Atualmente eu gravo toda noite que esteja com o céu limpo, com 2 sistemas de visão noturna. Uma lente grande angular, e uma outra lente de 160 mm. Sou dedicado em fazer o que eu faço, e sempre estive interessado neste assunto desde quando eu era criança. Com o avanço das câmeras que filmam com baixa luminosidade, esse sonho se tornou realidade para mim. Sem objetivo financeiro. Meus vídeos monetizados no Youtube nem sequer pagam as minhas baterias.

P2: Como você descreveria a sua experiência em gravar esse tipo de vídeo? Estou perguntando isso, porque muitas pessoas dizem que vídeos com visão noturna podem esconder muitos artefatos, tais como pássaros, aviões, helicópteros, insetos, poeira e quaisquer outras coisas. Você concorda com isso?

R2: Eu sou muito, muito cauteloso com o que eu posto. Você está certo, muitos objetos na visão noturna podem dar uma impressão diferente da verdadeira, mas depois de anos fazendo isso, logo você aprende o que é "diferente". Em alguns vídeos eu incluo aves, insetos e aeronaves para que os espectadores possam ver a diferença (atualmente tenho mais de 300 vídeos).

P3: Quando o vídeo foi gravado (data e hora)? Quanto tempo demora a perceber quando há algo diferente no céu?

R3: Na maioria das vezes eu apenas deixo as câmeras gravando durante a noite toda, e então no dia seguinte verifico a gravação. Cada câmera pode gravar por cerca de 8 horas em HD. O vídeo foi gravado em 13 de janeiro de 2016, acredito que entre uma e duas da manhã. Deixo tudo montado por volta da meia-noite e deixo gravando até o nascer do sol. É muito fácil ver o que é diferente, basta experiência.

P4: Você poderia nos dar mais detalhes sobre seus equipamentos?

R4: Este é o meu setup: https://youtu.be/tQOB8NqYQ9Y - Eu tenho dois em operação e dois caso seja necessário substituí-los.

P5: Hoje em dia o termo "OVNI" está mais em evidência do que nunca, e um "OVNI" pode significar milhares de coisas. Na sua perspectiva, o que realmente foi gravado?

R5: De todos os vídeos que eu já tenha gravado, este último me atingiu como um raio. Não há nenhuma explicação plausível. E confie em mim, sou o meu pior crítico. Desta vez eu estava tão, tão animado, que depois acabei ficando deprimido por algum motivo. Talvez por missão cumprida, nada mais a provar. Da minha perspectiva eu gravei um objeto desconhecido com um "padrão de voo" não terrestre.

P6: Se você estivesse sentado em sua casa, assistindo esse vídeo pela primeira vez a partir de outro canal do Youtube e procurando uma explicação que não fosse algo de outro mundo, o que você acharia que poderia ser?

R6: Não há outra explicação que consiga pensar além de ser um OVNI de verdade. Se eu assistisse isso em outro canal eu veria a mesma coisa.

P7: O que você acha sobre outros canais que manipulam digitalmente os vídeos apenas para ganhar dinheiro com hoaxes? Alguma vez você já pensou que poderia ser confundido com alguns deles, como por exemplo, usando letras maiúsculas e títulos chamativos como muitos deles?

R7: No que diz respeito aos canais de vídeos falsos, sim eu fico chateado. Eu quero tantas pessoas quanto forem possíveis para assistir aos meus vídeos. Sim, eu tento usar o "palavriado" e "títulos" para atrair as pessoas, caso contrário - sem visualizações. Canais de vídeos falsos atraem pessoas "que não pensam".

P8: Em relação a esse vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=gzKml3Nvd3k), aparece escrito "VIRAL VIDEO! PROMISE! 100%". Não estaria faltando um "NO" antes do "VIRAL VIDEO"? Talvez algum erro?

R8: Não entendo o motivo para estar faltando a palavra "NO" no meu último upload. Eu quis dizer aquilo mesmo.

P9: Você disse em um dos comentários que nenhum veículo de imprensa australiano estava interessado em divulgar o seu vídeo. Recentemente, um outro rapaz australiano criou um hoax sobre uma "bola de luz" (http://www.canberratimes.com.au/act-news/strange-lights-above-canberra-captured-on-video-20160104-glys5g.html / http://www.abc.net.au/news/2016-01-10/hoaxster-apologises-for-strange-lights-over-canberra-video/7079092). Poderia ser essa a razão?

R9: Eu acredito que eu comentei, a mídia NÃO estava interessada na minha filmagem.

P10: Obrigado por responder minhas perguntas! Você gostaria de deixar uma mensagem para todos os nossos leitores que querem seguir o seu caminho e apontar seus telescópios para o céu?

R10: "O que você faz no escuro, será trazido à luz"- ou seja, se você mentir, enganar ou falsificar, você terá que responder por isso um dia.......

Posteriormente ainda fizemos uma pergunta extra ao "UFO Lou" questionando se ele saberia dizer a qual seria a distância que esse objeto estaria do solo. Em sua resposta ele disse que não tinha certeza, mas que certamente estaria "em órbita".

E aí, Assombrados? O que acharam da entrevista bem como das respostas do usuário "UFO Lou"? Sinceramente não sei dizer a vocês o que é isso. Realmente possui um padrão de comportamento muito estranho para um objeto celeste tal como conhecemos ou até mesmo um satélite produzido pela nossa própria civilização. Seria a filmagem realmente verdadeira? Seria realmente um OVNI na mais pura essência do termo? Gostaria de ter um veredito nesse momento, porém talvez isso apareça com o tempo.

Caso tenhamos alguma novidade relacionada sobre esse caso, faremos questão de mantê-los informados através de atualizações nessa mesma postagem, combinado?

Até a próxima, Assombrados!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
https://www.youtube.com/watch?v=gzKml3Nvd3k
https://www.youtube.com/watch?v=BHQ7ph7xcnw
https://www.youtube.com/watch?v=jacQIvLSDn8
Comentários