8 de dezembro de 2015

Uma "Megaestrutura Triangular Alienígena" Foi Registrada no Céu de Melbourne, na Austrália?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

Desde meados do mês de setembro o termo "megaestrutura" tem sido usado com frequência entre astrônomos e entusiastas, amadores ou não, quando o assunto se trata de OVNIs. Provavelmente você já deve ter lido ou ouvido sobre a anomalia na estrela batizada como KIC 8462852, quando a luz emitida pelo astro sofreu reduções drásticas nos anos de 2011 e 2013. Especulações apontavam para choques interplanetários, uma estrela anamórfica ou até mesmo a presença de uma megaestrutura alienígena, como a hipotética "Esfera de Dyson".

Um astrofísico chamado Massimo Marengo, professor associado da Universidade Estadual do Iowa, conduziu um estudo bem recente sobre essa estrela, baseado em dados do telescópio espacial Spitzer da NASA, favorecendo a mais provável hipótese até agora, de que a "aparência da estrela" provavelmente seja causada por uma família de cometas viajando em uma órbita longa e rara em torno dela. De qualquer forma ele mesmo admitiu que mais observações serão necessárias para esclarecer o caso da KIC 8462852, ou seja, ainda iremos ler e ouvir sobre "megaestruturas extraterrestres" em um futuro próximo.

Entretanto, e se alguém posicionasse uma câmera com visão noturna no quintal de sua casa, apontando diretamente para o céu, deixando ligada durante a madrugada e a mesma registrasse uma estranha formação triangular, que aparece e desparece após algum tempo? Será que isso mereceria o crédito ao ser apontado também como uma "megaestrutura alienígena"? Pelo menos é o que grande parte da mídia e dos sites de ufologia apontaram a cerca de duas semanas atrás. Essa notícia está um pouco atrasada, mas tentaremos complementá-la para oferecer a você um conteúdo diferenciado e ser digno de sua atenção. Vamos saber mais sobre esse assunto?


Um Vídeo é Postado no Youtube pelo Usuário Australiano "Ufo Lou" em 13 de Novembro


Esse caso começa quando um usuário do Youtube chamado "UFO Lou" postou um vídeo em sua conta no dia 13 de novembro deste ano. Esse vídeo possui a seguinte descrição:

"Nunca vi nada parecido com isso antes. O objeto parece estático. Simplesmente aparece, permanece por alguns minutos, e em seguida desaparece. Tamanho massivo. Usei uma lente de 50mm. O cinturão de Órion está no enquadramento para fins de escala.

Não podemos descartar a possibilidade de algum tipo de reflexão

Gravado em meu cartão de memória SD entre 23m25s a 25m10s. Deixei cerca de 10 a 15 segundos para a introdução e finalização do vídeo. Se alguém tiver interesse, tenho a gravação em velocidade normal
"


Confira o vídeo:



Apesar do usuário "UFO Lou" não citar explicitamente que a imagem registrada por ele seria de origem extraterrestre, ele cita o termo "megaestrutura". Assim sendo, rapidamente o site "The Inquisitr News" noticiou esse estranho vídeo, até porque como mencionamos anteriormente, esse termo está muito em evidência ultimamente. Veja bem, temos um canal de um entusiasta de OVNIs dizendo que avistou uma megaestrutura no céu de sua cidade, ou seja, na visão de muitos só pode ser algo de outro mundo, não é mesmo?

Foi a partir dessa notícia do Inquisitr, que gerou uma verdadeira onda de notícias bem semelhantes entre si em diversos sites. Para vocês terem uma ideia, o assunto chegou a ser a divulgado antes na Inglaterra, do que na própria Austrália. Isso porque o usuário é morador da cidade de Melbourne, local que segundo ele possui um céu limpo, estrelado e perfeito para observações.

O canal criado por ele não é recente, data de 15 de fevereiro de 2012, possui quase 12 mil inscritos e quase 3 milhões de visualizações. Não tenho certeza se ele realmente queria tanto publicidade sobre esse caso, tal como vemos em relação a outros canais do mesmo gênero, que insistem em divulgar que encontraram mamíferos solitários que se reproduzem de forma misteriosa em Marte. O vídeo que ele postou possui pouco mais de 60 mil visualizações, sendo que desde então - pelo menos até o momento que escrevo essa postagem - ele não postou mais nenhum outro vídeo.

Uma Rápida Análise do Vídeo e o Equipamento Utilizado Pelo Usuário 'UFO Lou'


O vídeo basicamente mostra uma formação triangular por volta de 15s que desaparece ao longo do tempo. O mesmo está em velocidade acelerada, mas de acordo com a informação do usuário "UFO Lou" o suposto objeto teria permanecido cerca de 2 minutos no céu, porém ele não chegou a ver o objeto a "olho nu", somente quando foi conferir o que havia sido gravado pela câmera. O vídeo ainda conta com uma imagem realçada onde é possível notar três pontos mais escuros em cada ângulo. Interessante, não?

De acordo com a informação do usuário "UFO Lou" o suposto objeto teria permanecido cerca de 2 minutos no céu,
porém ele não chegou a ver o objeto a "olho nu", somente quando foi conferir o que havia sido gravado pela câmera
Segundo o usuário "UFO Lou" a gravação foi feita a partir de uma pequena área do seu quintal, protegido por cercas com 2 metros de altura, que ficam obviamente ao redor de sua casa, em um subúrbio densamente povoado. Apesar de não ter checado o horário exato da gravação, ele disse acreditar que tenha sido por volta das 3h da manhã, e não havia luzes incidindo diretamente em sua câmera. Ele diz utilizar um tubo de papelão de 6 polegadas (cerca de 15cm) para proteger a lente do sereno (orvalho) gerado durante a madrugada. Ainda segundo ele, isso também eliminaria qualquer tipo de luz externa.

Um usuário chamado "Teknoman", no entanto, o questionou sobre a credibilidade de seus vídeos, uma vez que o usuário "UFO Lou" utiliza um efeito especial de uma estrela cadente cruzando o céu na finalização de seus vídeos. Ele usa um efeito de visão noturna parecido com a imagem originalmente gravada. Esse ponto, pelo menos para o usuário "Teknoman", seria um tanto quanto duvidoso quanto a veracidade do que teria sido registrado.

Um usuário chamado "Teknoman", no entanto, o questionou sobre a credibilidade de seu registro,
uma vez que o usuário "UFO Lou" utiliza um efeito especial de uma estrela cadente cruzando o céu na finalização de seus vídeos
Muitos elogiaram o usuário "UFO Lou" pelo seu registro, enquanto muitos permanecem céticos quanto ao que foi registrado, e questionam se aquilo não seria apenas lens flare.

O lens flare, de uma maneira resumida, são aqueles reflexos que aparecem na fotografia quando uma fonte de luz está posicionada de frente para a câmera e consegue entrar na lente. Por exemplo, quando você aponta a câmera para o céu e o sol está causando um reflexo nas laterais da fotografia ou ainda na borda de algum elemento da paisagem. Isso acontece frequentemente em fotografias do pôr do sol, já que nesse horário o astro está iluminando diretamente a lente em um ângulo favorável. Originalmente isso era considerado uma imperfeição, um defeito ótico, mas muitos fotógrafos hoje em dia utilizam esse "defeito" em seu favor como uma espécie de efeito, pois tende a deixar a imagem mais colorida e mais "quente".

Exemplos de imagens em que aparecem um defeito ótico conhecido como lens flare
Provavelmente você vai questionar uma coisa muito simples: se está de madrugada, não tem sol. A questão aqui não é bem o sol, mas sim uma fonte de luz externa qualquer. Uma das mais comuns nesse tipo de situação, é quando aviões sobrevoam o local para onde a câmera está apontada. Entretanto, o usuário "UFO Lou" diz que não havia aviões sobrevoando seu bairro naquele horário, e por ter mais de 200 vídeos gravados, ele sabe identificar quando é gerado um lens flare de uma aeronave em seus vídeos. Para ele um lens flare não apareceria e desapareceria de forma gradual (fade), sem contar que o efeito gerado por lens flare normalmente seria circular ou hexagonal. Ele também alega que nenhum som de aeronave foi registrado.

Concepção artística do que seria o TR-3B, muito embora alguns detalhes
variam de acordo com a fonte pesquisada sobre o assunto
Alguns usuários foram além da hipótetica "megaestrutura alienígena", ao dizerem que o objeto registrado por "UFO Lou" seria a lendária aeronave TR-3B, que seria parte de um antigo projeto secreto norte-americano. A mesma seria basicamente movida por um reator de fusão nuclear (variando entre citações como plasma e mercúrio), com uma impressionante tecnologia anti-gravidade e capacidade para se camuflar, se tornando invisível a radares e até mesmo ao olho humano.

Muitas pessoas alegam que esse projeto existiu ou ainda existe, assim como tais aeronaves foram fabricadas com ajuda de extraterrestres em colaboração com o governo dos Estados Unidos. Apesar de terem sido feitos diversos vídeos de avistamentos, documentários amadores e supostos documentos tentando provar a existência do TR-3B, a verdade é que até hoje nada foi realmente provado. O que temos são verdadeiras especulações, que podem ter sido originadas por um mero erro de interpretação. Esse assunto daria um especial a parte, porém o que você precisa saber nesse momento, é que o formato mais clássico do TR-3B, que até hoje é propagado pela internet, seria triangular com 3 "propulsores" em cada ponta, e na parte inferior da aeronave. Algo "muito parecido" com o "objeto" registrado pelo usuário "UFO Lou".

Não podemos deixar, é claro, de mencionar o equipamento utilizado por ele. O usuário diz que possui duas configurações de câmeras (setup), que ele deixa posicionado em seu gramado. Uma possui uma lente de 135mm, que visa registrar a passagem da Estação Espacial Internacional (ISS), sendo que isso é algo que ele faz contantemente (existem diversos vídeos dele mostrando a passagem da ISS).

Equipamento de baixo custo de visão noturna montado pelo usuário "UFO Lou" (à esquerda) e seus dois setups utilizados
durantes suas gravações nas noites e madrugadas em Melbourne, na Austrália.
Sua outra configuração possui um lente de 50mm e seu esquema de visão noturna (que ele mesmo ensina a montar em seu canal) conta com um tubo intensificador de imagem P8079HP 1º Geração de 3 estágios. Esse último esquema geralmente fica apontado em direção a constelação do Cruzeiro do Sul.

Uma Outra Megaestrutura Teria Sido Detectada no Dia Seguinte?


Se neste ponto da notícia você estava sentindo falta do Scott C. Waring, editor do site "UFO Sightings Daily", que já mencionamos algumas vezes por aqui (e não foi de forma positiva), não se preocupe, porque até ele mesmo alega ter avistado uma megaestrutura alienígena através do Google Sky, que nada mais é do que um recurso do Google e do Google Earth para visualizar o espaço.

Apenas um dia depois do vídeo do usuário "UFO Lou" ter sido postado no Youtube, Scott alega ter usado o Google Sky, em uma região próxima da NGC 5462 (uma nebulosa que fica na direção da constelação de Ursa Maior) nas coordenadas 54.397936° 30.913468°, e encontrado algo "muito estranho".

Imagens obtidas através do Google Sky por Scott C. Waring, editor do site "UFO Sightings Daily",
no qual ele alega ter encontrado uma megaestrutura alienígena próximo da nebulosa NGC 5462
De acordo com suas próprias palavras foi nesse momento que ele se deparou com uma "megaestrutura formada por muitos cubos, cujo tamanho seria difícil de ser medido, uma vez que dependeria do quão longe estaria a câmera em relação aos planetas ao seu redor. Poderia ser tão grande quanto a nossa Lua ou até mesmo maior". Ainda segundo ele, "estações espaciais poderiam ser muito úteis para alienígenas que se deslocam com certa frequência, logo encontrar estruturas assim não seria uma grande surpresa". Considerando as últimas declarações que ele deu para tablóides britânicos, essa declaração da parte dele é mais do que "muito questionável".

Enfim, o mais interesse e factível aqui é realmente o que foi gravado pelo usuário "UFO Lou", porém é muito difícil afirmar o que realmente seria aquilo. O canal dele é bem interessante, informativo e inclusive fornece uma certa ajuda as pessoas que queiram registrar imagens noturnas do céu de suas cidades. Ele inclusive recomenda câmeras, lentes e demais equipamentos de baixo custo para serem utilizados, que podem ser comprados em sites como o eBay. Isso não quer dizer, é claro, que tudo o que é postado por ele seja verdade.

A única certeza que temos em relação a megaestruturas "artificiais" espaciais a curto prazo, é que ainda vamos ler e ouvir novos estudos e especulações sobre a estrela KIC 8462852. Sem estudos técnicos e compromissados com a verdade, o que nos resta é realmente imaginar o que possa estar rondando nosso planeta, e a razão pela qual a Terra soa ser tão promissora entre tantos outros bilhões de planetas.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3321283/Is-alien-megastructure-Melbourne-UFO-hunters-claim-spotted-strange-triangular-object.html
http://www.inquisitr.com/2567353/ufo-hunter-spots-alien-megastructure-triangle-ufo-over-melbourne-video/
http://www.ufosightingsdaily.com/2015/11/alien-mega-structure-found-using-google.html
http://www.photopro.com.br/tutoriais-gratis/o-que-e-flare-fotografia/
https://www.youtube.com/watch?v=6FIDfp9k9Tk

https://www.youtube.com/watch?v=tQOB8NqYQ9Y
Comentários