25 de novembro de 2015

A Verdade Sobre o "OVNI" Que Teria Sido Fotografado "Disparando Orbes Luminosos" Próximo a Área 51

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Por Marco Faustino

A Área de Testes de Nevada, uma reserva do Departamento de Energia dos Estados Unidos, situada no condado de Nye, no Estado de Nevada, a cerca de 150km a noroeste da cidade de Las Vegas, foi criada em janeiro de 1951 para a realização de testes nucleares. Foi nesse mesmo local que foi criada a Área 51, uma das maiores áreas secretas do mundo, que pertence evidentemente aos Estados Unidos. Ela é um dos principais assuntos entre os teóricos da conspiração, sendo que muitos afirmam que a base militar abriga naves espaciais abatidas pela força aérea norte-americana e até mesmo de outros países.

É nesse contexto que surge uma notícia um tanto quanto curiosa na mídia britânica, que traz à tona um caso reportado para a MUFON (Mutual UFO Network) no último domingo (22), de um homem que não se identificou, nem mesmo disse sua nacionalidade, mas teria fotografado um "OVNI" durante seu voo comercial que saiu da cidade de San José, na Califórnia, em direção a Houston, no Texas. Entretanto, algo mudaria o rumo dessa alarmante notícia, que inclusive gerou algumas declarações um tanto quanto inusitadas. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Para que você possa compreender melhor esse assunto, precisamos dizer o que é a MUFON, certo? Pois bem, a MUFON é a sigla em inglês para "Rede Mútua de OVNIs", que basicamente é uma organização norte-americana sem fins lucrativos, que investiga casos de avistamentos de OVNIs por parte de cidadãos comuns, de todas as partes do mundo, que diariamente enviam seus relatos, fotos e vídeos para o banco de dados da própria MUFON. Este por sua vez pode ser acessado de forma gratuita e livre por qualquer pessoa. Aliás, a MUFON é uma maiores e mais antigas organizações deste gênero nos Estados Unidos.

Foi dessa forma que um cidadão, que não quis se identificar, nem mesmo dizer sua idade ou nacionalidade (muito embora tudo indique que seja realmente americano), reportou no último domingo (22) a seguinte situação, que teria ocorrido no dia 30 de outubro deste ano:

"Eu estava em um voo da American Airlines, que partiu da San José, na Califórnia, em direção a Houston, no Texas, em 30 de outubro de 2015, quando notei uma luz brilhante que chegava ao ponto de cegar, no deserto, perto das cidades de Luning e Gabbs, em Nevada. Observei o objeto enquanto o avião se movimentava. Eu vi um grande disco prateado, que parecia estar no meio do deserto. Este disco estava disparando orbes como se fossem luzes no ar. O disco em si tinha múltiplas luzes, que ofuscavam os olhos.

Suposto avistamento do "OVNI" em questão, que foi reportado para a MUFON no dia 22 de novembro deste ano

Rapidamente peguei meu celular, e comecei a tirar fotos até que acabasse a bateria. A bateria estava cheia, mas só consegui tirar 6 fotos até que meu celular descarregasse. O piloto não disse uma só palavra, e o avião seguiu em frente até que o objeto ficou para trás da cadeia de montanhas. Nenhum outro passageiro aparentou ter visto o objeto ou sequer comentou sobre isso.

Primeira foto enviada do suposto "OVNI" para a MUFON

Segunda foto enviada do suposto "OVNI" para a MUFON

Terceira foto enviada do suposto "OVNI" para a MUFON

Quarta foto enviada do suposto "OVNI" para a MUFON

Quinta foto enviada do suposto "OVNI" para a MUFON

Após ter voltado para casa eu perguntei a vários oficiais da Força Aérea se alguém já tinha visto algo parecido antes, e não obtive respostas. Inicialmente eu pensei que fosse um satélite, mas agora deixo a cargo da interpretação de vocês. Que diabos foi isso que eu vi?"

Apesar de em nenhum momento ele ter dito que a região ficava próxima da Área 51, rapidamente o tablóide britânico Daily Express entrou em contato com Scott C. Waring, editor do site UFO Sightings Daily, que não perdeu tempo e deu uma opinião um tanto quanto inusitada:

"Esta formação do disco no solo tem a aparência de um disco voador que pousou no chão. A cidade de Gabby fica a cerca de 225km de distância da Área 51. A pessoa registrou um OVNI camuflado (escondido) naquela região. A parte metálica do OVNI ficou parcialmente exposta e tenho certeza que não foi por muito tempo.

Este OVNI é parcialmente camuflado para se parecer com a área ao seu redor. Algumas camuflagens fazem com que os OVNIs se pareçam como nuvens ou outras coisas invisíveis. Esse estava tentando se misturar ao ambiente"

Sinceramente, ler esse tipo de declaração é um tanto quanto assustador. Algo parecido aconteceu com o caso da estranha criatura que havia sido supostamente encontrada em um jardim de uma casa em San José, na Califórnia, quando na verdade não tinha sido bem isso que aconteceu. Chegamos a escrever uma matéria e a fazer um vídeo sobre esse caso, você pode conferir os mesmos ao clicar aqui.

A Verdade Sobre o Suposto OVNI que Estaria Disparando Orbes Luminosos


O que as notícias iniciais sobre esse assunto não contam é que as cidades de Gabby e Lunning ficam bem próximas da cidade de Tonopah, também localizada em Nevada. A região de Tonopah também possui uma área de testes, que abriga uma instalação militar restrita, localizada a cerca de 48km a sudeste da cidade, e que por sua vez localiza-se a 110km de distância da Área 51. Isso quer dizer que algo realmente secreto, não identificado ou até mesmo de origem extraterrestre teria sido fotografado? A resposta é não.

Bem próximo da cidade de Tonopah, localiza-se uma imensa rede de energia solar térmica concentrada (também conhecida como energia heliotérmica ou internacionalmente conhecida como CSP), que consiste em uma tecnologia de geração de energia elétrica renovável, que transforma irradiação solar direta em energia térmica e subsequentemente em energia elétrica. Aliás, através da concentração dos raios solares diretos, temperaturas acima de 1.000°C podem ser atingidos.

No caso de Tonopah essa rede faz parte do "Crescent Dunes Solar Energy Project" ("Projeto Dunas Crescentes de Energia Solar", em português), que foi desenvolvida pela empresa SolarReserve através de sua subsidiária, a Tonopah Energia Solar. Quase US$ 1 bilhão de dólares (quase R$ 4 bilhões) foram investidos no projeto. Agora note a proximidade das cidades de Luning, Grabbs e Tonopah. São bem próximas, não são?


Agora que você conhece a localização das cidades envolvidas neste caso, veja o formato e o tamanho da rede de energia solar térmica concentrada do Projeto Dunas Crescentes de Energia Solar, localizado em Nevada, nos Estados Unidos e a respectiva comparação com o que foi fotografado:

Comparação entre a Usina de Energia Solar do "Projeto Dunas Crescentes de Energia Solar" próximo a cidade de Tonopah,
e o suposto "OVNI" fotografado e que virou notícia, principalmente na mídia britânica
Como vocês podem observar, o tamanho do suposto "objeto" que foi fotografado, seu formato, localização e sua "luminosidade" indicam que seja apenas a usina solar que foi construída no meio do deserto. Nada mais do que isso. As estruturas são idênticas e possuem os mesmos elementos ao redor. Resumindo, não é OVNI, nem nada extraterrestre. Quanto as supostos "orbes luminosos", bem, isso nada mais é do reflexo ou distorção na lente da câmera do celular de quem tirou a foto, devido a alta luminosidade produzida pelos espelhos da usina.

Um Pouco Mais Sobre Esse Projeto e a Polêmica Gerada nos Primeiros Testes


Esse projeto que acabamos de mencionar tem 2.800 metros de diâmetro e incluiu 17.500 espelhos heliostáticos, que coletam e direcionam a energia térmica do sol para aquecer sal derretido, que flui através de uma torre de energia solar, e que mede aproximadamente 160 metros de altura. O sal derretido circula a partir da torre para um tanque de armazenamento, onde é então utilizado para produzir vapor e gerar eletricidade. O excesso de energia térmica é armazenado no sal derretido e pode ser utilizado para gerar energia por até 10 horas, inclusive durante a noite, quando a luz solar direta obviamente não está disponível para ser utilizada. Veja um vídeo mostrando como foi sua construção ao longo do tempo:



Segundo o site da SolarReserve, a usina solar tem capacidade para gerar cerca de 110 MW, que seria suficiente para atender 75.000 residências em Nevada, durante os picos de demanda, sendo que toda essa energia seria vendida para a NV Energy, principal concessionária que fornece energia para as residências no estado de Nevada. Entretanto, os primeiros testes geraram muitas polêmicas e algumas preocupações para o futuro da usina solar.

De acordo com Rudy Evenson, Chefe Adjunto de Comunicações do Departamento de Administração Territorial de Nevada, localizado na cidade de Reno, no dia 14 de janeiro deste ano foi um realizado um teste de operações desta mesma usina solar. O maior problema é que biólogos observaram cerca de 130 pássaros que entraram no amplo raio de ação da usina e teriam literalmente "pegado fogo" em pleno ar. Evenson sugeriu que os pássaros podiam ter sido atraídos pelo brilho incandescente da energia solar concentrada, que foi criada acima da única torre do projeto.

Neste ponto vale lembrar que algo semelhante aconteceu na Usina de Energia Solar de Ivanpah (Ivanpah Solar Electric Generating System), que é a maior usina de energia solar dos Estados Unidos, uma das maiores, senão a maior do mundo, contando com cerca de 173.500 espelhos heliostáticos e capacidade para gerar 392 MW. Essa usina foi inaugurada oficialmente em fevereiro de 2014, e está localizada no Deserto de Mojave, próximo da cidade de Ivanpah, no Condado de San Bernardino, também na California.

No período compreendido entre meados de 2013 e meados de 2014, centenas de pássaros foram encontrados mortos nos arredores da usina com sinais de queimadura, muito provavelmente devido a intensidade da luz solar, que como dissemos anteriormente, pode chegar a 1.000ºC. Algumas medidas foram tomadas para atenuar esse problema, tais como: a limpeza dos terrenos adjacentes, retirando a vegetação local e aterrando lagoas próximas, para tornar a área menos atraente para pássaros, bem como a utilização de radares para identificar possíveis rotas migratórias de aves ao ponto de poder desviá-las a tempo.

Centenas de pássaros foram encontrados mortos nos arredores da Usina de Energia Solar de Ivanpah, na Califórnia,
algo muito semelhante ao que inicialmente acredita-se que tenha acontecido em Tonopah
Entretanto, em um artigo publicado em agosto de 2014, por Ellen Knickmeyer, uma correspondente da agência de notícias "Associated Press", no San Bernardino Sun, um site de notícias do condado de mesmo nome, apontava que cerca de 30.000 aves poderiam morrer devido a usina (estimativa essa feita por um especialista de um determinado grupo ambiental). Já o site do jornal "Wall Street Journal", publicou um artigo em junho deste ano, dizendo que "biológos estimavam que cerca de 3.500 pássaros teriam morrido em cerca de 1 ano de operações da usina de energia solar de Ivanpah". Esses números, no entanto, nunca foram confirmados e são considerados até hoje como especulações. Será?

Voltando ao assunto desta postagem, de acordo com Evenson, na época, ou seja no início do ano, os funcionários redirecionaram os espelhos da Crescent Dunes para que eles concentrassem a luz solar em um único ponto. Este ponto ficava a cerca de 365 metros acima do solo, que seria mais de duas vezes a altura da torre utilizada no projeto.

O teste foi inciado às 9h da manhã do dia 14 janeiro, e por volta das 10h30, biólogos que trabalham nas proximidades notaram "filamentos" no ar, que seriam trilhas de fumaça e vapor d'água deixadas por pássaros, que entraram no raio de ação da usina, demonstrando que alguns poderiam ter simplesmente "pegado fogo" ou mínimo terem sido queimados em pleno ar. Quando o teste terminou por volta das 15h, os biólogos tinham contado cerca de 130 "filamentos" no ar. Um teste realizado no dia seguinte, teria reduzido o número de espelhos utilizados e aparentemente nenhuma ave teria sido atingida ou atraída pela luminosidade. Veja uma reportagem feita pela CBS (em inglês):



Kevin Smith, CEO da SolarReserve, admitiu os incidentes na época e disse que seus engenheiros tinham tomados diversas medidas para atenuar o impacto ambiental gerado pela usina solar, sendo que uma dessas medidas seria justamente o reposicionamento dos espelhos para reduzir o campo de fluxo solar. Entretanto, a morte efetiva das aves não foi algo mencionado abertamente na época, nem mesmo foram tiradas fotos dos pássaros que poderiam ter sofrido queimaduras durante os testes iniciais.

Segundo informações divulgadas pelo jornal "Las Vegas Review", os primeiros megawatts começaram a ser gerados e distribuídos pela rede em 11 de outubro desse ano.

Enfim, de qualquer forma agora você sabe que o suposto "OVNI" fotografado não passa de uma usina de energia solar.

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.dailymail.co.uk/news/article-3332099/Airplane-passenger-takes-picture-UFO-giving-bright-lights-orbs-ground-near-secret-Area-51-military-base.html
http://www.express.co.uk/news/science/621566/Airplane-passenger-snaps-UFO-on-ground-near-mysterious-Area-51-military-base
http://wattsupwiththat.com/2015/03/02/test-at-tonopah-solar-project-ignites-hundreds-of-birds-in-mid-air/
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2965070/Solar-farm-sets-130-birds-FIRE-Extreme-glow-power-plant-ignites-creatures-mid-air-tests.html
http://www.kcet.org/news/redefine/rewire/solar/concentrating-solar/scores-of-birds-killed-during-test-of-solar-project-in-nevada.html

http://www.sbsun.com/environment-and-nature/20140818/emerging-solar-plants-in-mojave-desert-scorch-birds-in-mid-air
http://www.renewableenergyworld.com/articles/2014/09/for-the-birds-how-speculation-trumped-fact-at-ivanpah.html
http://www.solarreserve.com/en/global-projects/csp/crescent-dunes
http://www.reviewjournal.com/news/water-environment/solar-plant-shines-the-end-tonopahs-tunnel-video
http://mufoncms.com/cgi-bin/report_handler.pl?req=view_long_desc&id=72656https://en.wikipedia.org/wiki/Mutual_UFO_Network
https://en.wikipedia.org/wiki/Ivanpah_Solar_Power_Facility
https://en.wikipedia.org/wiki/Crescent_Dunes_Solar_Energy_Project
Comentários