8 de outubro de 2015

Vida em Plutão? Rumores Disseram Que Sim, Mas A NASA Desmentiu E Anunciou Novas Descobertas


Por Marco Faustino
Havia rumores que a NASA revelaria hoje uma "descoberta" surpreendente sobre Plutão e sua missão New Horizons. As expectativas eram bem altas, pois especulava-se que a agência espacial poderia ter encontrado sinais de vida no planeta anão - talvez até mesmo alienígenas - depois que um dos principais pesquisadores da missão da NASA gerou um grande rebuliço na comunidade científica no começo dessa semana.

Ninguém sabia muito bem o que seria, mas a NASA foi até o Twitter ontem para desmentir qualquer rumor neste sentido. Entretanto, isso levou muitas pessoas a desconfiarem que "mais uma vez" a NASA estaria escondendo alguma coisa do resto do mundo. Vamos saber mais sobre esse assunto e também o que realmente foi anunciado no dia de hoje?

A Confusão Gerada Pelo Dr. Alan Stern


Na última segunda-feira (5), o Dr. Alan Stern, um dos principais responsáveis pela missão New Horizons, participou de uma palestra para estudantes da Universidade de Alberta, no Canadá. Foi exatamente nesse dia que os rumores começaram a surgir e com razão. Vamos explicar o porquê.

Direcionando seu olhar ao auditório lotado de estudantes, ele disse que 2015 seria um ano eternizado por livros didáticos, uma vez que a humanidade conseguiu revelar ao mundo o que existe à beira de seu sistema solar. Ele também disse algumas coisas no mínimo curiosas.

Dr. Alan Stern, principal pesquisador da missão New Horizons
"Este mundo está vivo. Ele possui clima, tem névoas na atmosfera e geologia ativa", disse o Dr. Alan Stern, sobre Plutão. Entretanto, ele foi um pouco mais além.

"Toda semana eu fico de queixo caído. A NASA não quer que eu diga a vocês o que vamos revelar na quinta-feira. É incrível", completou o Dr. Alan Stern.

Foram justamente essas falas que alimentaram os rumores que começaram a ser divulgados na internet, sobre uma possível descoberta de vida em Plutão. O volume foi tão intenso, que obrigou a NASA a desmentir o que estava sendo propagado em sites e redes sociais.

Através da conta de twitter oficial da missão New Horizons (@NewHorizons2015) foi postada a seguinte frase: "Há um falso rumor circulando de que amanhã haverá um GRANDE anúncio científico sobre a New Horizons. Completamente falso".

Alguns usuários questionaram sobre as declarações dadas pelo Dr. Alan Stern na última segunda-feira. Como exemplo disso, um usuário chamado Paul Scott Anderson perguntou qual era citação que tinha sido tirada de contexto. "Não temos ideia de como isso foi mal interpretado, mas foi", respondeu a NASA.

Entretanto alguns usuários acreditam que na verdade quem estava comentando através da conta da New Horizons era o próprio Dr. Alan Stern, uma vez que ele retuitava em tempo real o que estava escrito pela conta da New Horizons. Outros, no entanto, acreditam que realmente existia um anúncio importante sobre a missão, mas foi apenas adiado, mas essa parcela errou, pois realmente houve um determinado anúncio hoje por parte da NASA sobre Plutão.

Na semana passada, a NASA havia divulgado fotos com uma resolução ainda maior do planeta anão e sua maior lua, Caronte, revelando novos mistérios, que a sua sonda espacial New Horizons havia descoberto. Atualmente apenas 10% dos dados, incluindo fotografias de alta resolução, que foram coletos pela sonda, foram baixados por cientistas até agora, o que significa que as possibilidades de futuras descobertas sobre o planeta são muito grandes.

A frenética especulação sobre Plutão acontece apenas semanas após a NASA ter divulgado fotos deslumbrantes, que comprovam diversos fluxos de água líquida salgada que, ocorrem sazonalmente na superfície de Marte. Tal como acontece com o planeta vermelho, quaisquer formas de vida em Plutão supostamente teriam que estar em um nível microbiano, mas para isso a NASA ainda precisa encontrar evidências mais concretas que sugiram que o mesmo possa abrigar organismos vivos.

Por incrível que possa parecer, em meio a toda essa confusão e esse "disse me disse", a NASA acabou revelando hoje algumas descobertas sensacionais sobre Plutão, mas longe de serem o que muitos esperaravam. É o que vamos descobrir a seguir.

O Anúncio Feito Pela NASA Nesta Quinta-Feira Sobre As Novas Descobertas Relacionadas a Plutão


Certamente não era o que se esperava tão ansiosamente, mas a NASA revelou hoje que Plutão tem água congelada de cor avermelhada e céu azul. Sim, exatamente isso que você leu. O céu semelhante ao da Terra foi visto nas primeiras imagens coloridas de névoas na atmosfera de Plutão, que mostram o mesmo brilhando em meio a escuridão do espaço.

A camada de névoa de Plutão exibindo sua cor azul nesta imagem. Acredita-se que esta névoa de coloração azul
seja de natureza similar ao que já foi previamente observado na lua Titã, de Saturno
A descoberta de água congelada de cor vermelha também deixou os astrônomos bem animados, pois contribui para a teoria de que Plutão teria um mar de água líquida sob sua superfície, no qual poderia abrigar vida. Entretanto, a razão para a cor do gelo ser vermelho tem intrigado a NASA, que por sua vez diz que seus cientistas ainda estão trabalhando para encontrar uma causa de sua cor avermelhada.

A nova foto sobre as névoas de Plutão foi processada, para mostrar exatamente a mesma cor que olho humano veria, se estivesse olhando para ele a partir do mesmo ângulo da sonda.

"Quem esperaria por um céu azul no Cinturão de Kuiper? É lindo", disse o Dr. Alan Stern, que como já sabemos é o pesquisador principal da New Horizons. As próprias partículas da neblina provavelmente são cinzas ou vermelhas, mas a maneira como elas se dispersam a luz azul tem chamado a atenção da equipe científica da New Horizons.

"Essa impressionante tonalidade de azul nos diz muito sobre o tamanho e a composição das partículas da névoa", disse Carly Howett, pesquisadora do Instituto de Pesquisa Southwest, que faz parte da equipe da New Horizons.

"Um céu azul muitas vezes resulta da dispersão da luz solar por partículas muito pequenas. Na Terra essas partículas são moléculas muito pequenas de nitrogênio. Em Plutão elas parecem ser maiores, mas ainda relativamente pequenas. Partículas que se assemelham à fuligem, que chamamos de tholins", completou.

As regiões que possuem água congelada exposta estão destacadas em azul.
Os cientistas acreditam que as partículas tholins se formam na alta atmosfera, onde a luz solar ultravioleta rompe e ioniza as moléculas de nitrogênio e metano. A luz também as permitem reagir umas com as outras para formar íons positivamente e negativamente carregados mais complexos. Quando eles se recombinam, formam macromoléculas muito complexas, um processo que primeiramente foi observado na alta atmosfera da lua Titã, de Saturno.

As moléculas mais complexas continuam a combinarem umas com as outras e crescem até que se tornam pequenas partículas; gases voláteis condensam e o revestimento de suas superfícies congelam antes que eles consigam precipitar através da atmosfera em direção a superfície, onde eles adicionam a coloração vermelha de Plutão.

A New Horizons também detectou um número de regiões com água congelada exposta em Plutão, usando os dados coletados por um instrumento acoplado a sonda, chamado de Ralph, uma espécie de mapeador de composição espectral.

Duas versões diferentes, registradas em um intervalo de 16 horas pela New Horizons, em relação as camadas de névoa em Plutão
"Grandes extensões de Plutão não mostram água congelada exposta, porque aparentemente é mascarado por outros tipos de gelos mais voláteis em quase todo o planeta. Entender a razão da água aparecer exatamente nesses pontos, e não em outros lugares, é um mistério que estamos tentando desvendar", disse James Cook, outro membro da equipe que pertence ao Instituto de Pesquisa Southwest.

"Estou surpresa que a água congelada seja tão vermelha", disse Silvia Protopapa, um membro da equipe científica, que pertence a Universidade de Maryland, nos Estados Unidos.

"Nós ainda não entendemos a relação entre a água congelada e coloração avermelhada 'tholin' na superfície de Plutão", completou.

De qualquer forma a notícia divulgada hoje acaba com a especulação sobre a possível descoberta da vida em Plutão, porém para alguns, essa revelação é apenas uma questão de tempo.

Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.theguardian.com/science/2015/oct/06/pluto-charon-photos-nasa-new-horizons-data
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3265178/Blue-skies-mysterious-RED-water-ice-Nasa-reveals-gorgeous-conditions-Pluto-stunning-new-images.html
http://www.express.co.uk/news/science/610748/NASA-announcement-Pluto-Horizons-probe-life
Comentários