10 de setembro de 2015

Transplante de Cabeça: Canavero Terá Apoio de Xiaoping Ren, Que Já Fez Mais de 1000 Transplantes de Cabeça Em Ratos


Por Marco Faustino

Um cirurgião chinês chamado Xiaoping Ren, que alega ter feito mais de 1.000 transplantes de cabeça em ratos, se uniu ao neurocirurgião italiano, Sergio Canavero, para se prepararem para o que seria o primeiro transplante de cabeça humana do mundo.

Valery Spiridonov, 30 anos, que sofre com a doença de Werdnig-Hoffmann ou atrofia muscular espinhal, deverá se tornar a primeira pessoa a se submeter ao controverso procedimento, concebido agora pelo Dr. Sergio Canavero e também pelo Dr. Xiaoping Ren. O Dr. Canavero por sua vez disse que a operação vai mudar o curso da história e pode levar a cura de condições anteriormente incuráveis, assim como a doença de Valery Spiridonov. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Antes de começar, é importante dizer que o Blog Assombrado está seguindo os passos do Dr. Sergio Canavero, diretor do Grupo de Neuromodulação Avançada de Turim, assim como suas declarações e conferências ao redor do mundo.  No passado já fizemos um vídeo especial envolvendo o assunto sobre transplante de cabeça, que você pode conferir clicando aqui. Também fizemos outros vídeos como o "Transplante de Cabeça: Pode ser Verdade!" e uma recente matéria, atualizando vocês sobre como toda essa história está desenrolando (veja a matéria chamada "Transplante de Cabeça: Valery Spiridonov Diz Que Está "Chovendo Dinheiro" Para Cirurgia Ser Realizada!"). Caso sinta que precisa de mais alguma informação sobre o assunto, basta ver os vídeos e ler as notícias acima antes de prosseguir. Agora, caso você se lembre do Dr. Sérgio Canavero, e estiver por dentro da possibilidade de haver um transplante de cabeça nos próximos anos, é hora de continuar!

Durante uma recente conferência acadêmica na província de Heilongjiang, região nordeste da China, o Dr. Sergio Canavero, disse que ele e seu novo parceiro, o Dr. Xiaoping Ren, estão tentando criar uma equipe médica bem específica e renomada, para dar ao Sr. Spiridonov um novo corpo.

Sergio Canavero declarou que o Dr. Xiaoping Ren é a única pessoa
no mundo capaz de liderar este projeto
"Um transplante de cabeça bem sucedido mudará o curso da história humana para levar a cura de condições médicas anteriomente incuráveis. Xiaoping Ren é a única pessoa no mundo capaz de liderar este projeto", disse Canavero em resposta a Xinhua, agência oficial de notícias da China, durante uma conferência acadêmica chamada "Frontier Science".

"Com sua habilidade organizacional excepcional e capacidade operacional em grupo, a China pode ser a melhor escolha para a realização de transplantes de cabeça", acrescentou Canavero, segundo o jornal "Science and Technology Daily".

Sergio Canavero, que de acordo com esse mesmo jornal, já teria recebido mais de US$ 2 milhões (cerca de R$ 8 milhões) em financiamento acadêmico e "governamental", ainda disse que a equipe não vai desistir só porque sua pesquisa é controversa.

Para vocês terem uma ideia a Xinhua é a maior e mais influente organização de comunicação social na China, que consiste em um departamento subordinado - tendo o mesmo nível de ministério - ao governo central chinês. O presidente é membro do Comitê Central do Partido Comunista da China. Se Canavero estiver mentindo, ele está se complicando cada vez mais.

Valery Spiridonov também já deu declarações ao Daily Mail, que aparentemente recursos financeiros aos poucos estão sendo angariados, e que ele está pronto para a cirurgia, que esta é uma decisão final e que ele não pretende mudar de ideia. Vale lembrar que ele sofre com a doença de Werdnig-Hoffman, uma doença genética rara, que consiste na perda de massa muscular. Ele disse que quer a chance de ter um novo corpo antes de morrer, visto que condição é extramamente debilitante e eventualmente fatal.

O ponto neuvrálgico dessa notícia é mesmo sobre o Dr. Xiaoping Ren, 53 anos, da Universidade de Medicina de Harbin, que desde 2013 alega que ele e sua equipe já realizaram mais de 1.000 transplantes de cabeça em ratos, sendo que a primeira cirurgia demorou cerca de 10 horas. Essa não é a parte mais sombria, pois o Dr. Xiaoping Ren tem planos para realizar este tipo de operação em primatas ainda este ano. Sim, em macacos.

Dr. Xiaoping Ren alega que ele e sua equipe, desde 2013, já realizaram mais de 1.000 transplantes de cabeça em ratos
Isso soa assustador, porquê ao testar diversos métodos para fazer com que os ratos parassem de rejeitar seus novos corpos ou cabeças, como queira, ele conseguiu atingir uma taxa de sobrevivência, supostamente de apenas um dia. Evidentemente há muito trabalho para ser feito para dar uma maior chance de sobrevivência a qualquer primata ou ser humano.

De acordo com uma matéria publicada em junho pelo renomado jornal "The Wall Street Journal", uma vez que o respirador é removido de um rato, ele começa a respirar e contrair seu corpo, abrindo os olhos após algumas horas. Na época ele disse que queria usar macacos em breve, admitindo que ele estava "esperançoso em criar o primeiro primata com cabeça transplantada, que pudesse viver e respirar por conta própria, ao menos por um tempo".

Nesse ponto vale ressaltar que um dos primeiros transplantes de cabeça que se notícia, seria um procedimento realizado em 1970,  quando o neurocirurgião americano Robert J. White transplantou a cabeça de um macaco para o corpo de outro. O macaco morreu depois de alguns dias devido a rejeição imunológica.

Dr. Xiaoping Ren trabalhou durante um tempo na Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, mas voltou para a China para continuar com o seu trabalho, sendo que hoje em dia é diretor do Centro de Microcirurgia na Universidade de Medicina de Harbin. Ele acredita ainda que transplantes de cabeça são necessários para ajudar as pessoas com cérebros que estejam em perfeitas condições, mas que os corpos estejam debilitados ou enfraquecidos, tais como em casos de lesões na medula espinhal, câncer e doenças que envolvam perdas musculares.

Um esboço do que foi um o primeiro transplante de cabeça de macaco do mundo,
realizado pelo neurocirurgião americano Robert White em 1970
Entretanto, ao contrário de sua contraparte italiana, ele não deu nenhuma previsão de quando um procedimento envolvendo um ser humano será realizado. 

"Queremos fazer isso clinicamente, mas primeiramente temos que criar um modelo animal de sobrevivência a longo prazo. No momento não estou confiante para dizer que eu posso fazer um transplante humano", disse Xiaoping, na época da matéria publicada pelo WSJ.

Curiosamente o Dr. Xiaoping Ren voltou a dizer recentemente, na China, que o Dr. Sérgio Canavero tem um histórico consistente em relação ao estudo da capacidade regenerativa do sistema nervoso central.

Entretanto, ambos admitem que há muitas dificuldades técnicas no ligamento do sistema nervoso, de vasos sanguíneos e da medula espinhal, para impedir que o corpo rejeite a nova cabeça (ou vice-versa). Além de dificuldades técnicas, eles também devem projetar equipamentos especiais, instrumentos, medicamentos e métodos cirúrgicos.

"O projeto depende em parte do financiamento e de onde o procedimento será realizado", disse Xiaoping.

"O país ainda não foi decidido. A equipe também pode convidar mais especialistas de outros países", completou, observando que não há leis específicas contra tais procedimentos na China.

De qualquer forma, o Daily Mail especula que o procedimento poderá ser realizado na
própria Universidade de Medicina de Harbin. Será?

Não poderíamos fechar essa notícia sem mencionar é claro as pessoas que questionam e são um tanto quanto céticas sobre o procedimento de transplante de cabeças humanas. 

Wang Yifang, especialista em Ética médica, do Instituto de Humanidades Médicas da Universidade de Beijing, diz que avaliações éticas mais rigorosas devem ser consideradas quando se trata de transplante de cabeças humanas.

"É muito complicado. Você tem sua própria cabeça, mas de um outro corpo, então quem é você?", pergunta Yifang. "Mesmo que isso venha a ser possível, ao utilizar o corpo de um doador em apenas uma pessoa, cujo órgãos saudáveis podem ajudar várias outras, é algo que talvez não seja justo", completou.

Arthur Caplan, diretor de Ética médica do Centro Médico Langone, da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, tem descrito o Dr. Sérgio Canavero como "inSano", sendo que tantos outros o descrevem como Dr. Frankenstein.

O Dr. Sergio Canavero é chamado de "Dr. Frankenstein" por muitos especialistas ao redor do mundo
O Dr. Hunt Batjer, presidente eleito da Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos, disse à CNN: "Eu não desejo isso a ninguém. Eu não permitiria que ninguém fizesse isso em mim, pois há muitas coisas piores do que a morte".

Entretanto, Spiridonov, como dissemos anteriormente, se diz pronto para a operação, que está sendo prevista de forma otimista, para ser realizada em dezembro de 2017.

"Eu valorizo muito a minha vida, porque eu estou vivendo ela ao máximo. Amo meu trabalho, eu trabalho muito. Viajo e faço muito trabalho social também", disse Spiridonov.

"Mas também tenho interesse em ciência e tecnologia, e eu acredito que isso vai ajudar a humanidade a resolver os problemas anteriormente insolúveis, como o tratamento de doenças incuráveis. Quando percebi que poderia participar de algo realmente grande e importante, não me restou mais nenhuma dúvida, e comecei a trabalhar nesse sentido", continuou.

"A única coisa que eu sinto é o sentimento agradável de impaciência, como se eu estivesse sendo preparado para algo importante durante toda a minha vida, e isso está começando a acontecer", completou.

Valery Spiridonov disse que a única coisa que sente é o sentimento agradável de impaciência, como se estivesse sendo preparado
para algo importante durante toda a sua vida
Spiridonov ainda brincou dizendo que a primeira coisa que ele vai fazer depois disso é sair de férias.

"Até agora tenho estado ocupado trabalhando, e não venho tendo férias de verdade há muitos anos", disse.

"Entretanto, falando sério, esta operação é destinada a restabelecer a independência das pessoas com deficiência grave. Assim que eu estiver de volta, poderei ver como é a vida de uma pessoa saudável", finalizou.

Muitos teóricos da conspiração ainda creem que tudo isso não passa de um audicioso plano de marketing para promover o jogo "Metal Gear Solid V: Phantom Pain", lançado há pouco mais de uma semana, no dia 1 de setembro. As coincidências realmente são muito grandes, mas resta sempre a dúvida, não é mesmo?

Este é um dos poucos casos onde é claramente possível entender as pessoas que acreditam que isso não passa de uma farsa, aqueles que acham que Sergio Canavero é louco, aqueles que o questionam com perguntas éticas e as razões pelas quais um homem, na condição de Spirodonov, desejaria ter uma nova vida.

Vamos aguardar novos detalhes e notícias sobre o assunto. Assim que sair alguma coisa relacionada a isto, e que seja relevante, estaremos publicando aqui no Blog Assombrado. Até a próxima!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://timesofindia.indiatimes.com/home/science/Chinese-Italian-doctors-plan-worlds-first-head-transplant/articleshow/48859466.cms
http://www.china.org.cn/china/2015-09/03/content_36491470.htm
http://www.china.org.cn/china/Off_the_Wire/2015-09/03/content_36491470.htm
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3227954/Human-head-transplant-edges-closer-reality-Chinese-surgeon-teams-Italian-doctor-perform-procedure-2017.html
http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/asia/article4549974.ece
http://www.wsj.com/articles/surgerys-far-frontier-head-transplants-1433525830
Comentários