1 de setembro de 2015

Suposta Pegada de "Yeti" É Descoberta Por Garoto de 12 Anos Durante Uma Viagem de Acampamento na Rússia

Por Marco Faustino
 
A suposta pegada de um Yeti, que possui o dobro do tamanho da pegada de um homem adulto, foi descoberta perto do rio Mras-Su, na região de Kemerovo, principal região da Rússia onde muitos dizem avistar a mítica criatura também conhecida popularmente como "Abominável Homem das Neves". Um garoto chamado Denis Alexandrov, 12 anos, viu a marca deixada pela suposta criatura enquanto caminhava em torno de seu acampamento com outras crianças no início de uma bela manhã.

O garoto pediu ao seu pai, chamado Andrei, 49 anos, uma câmera e disse que tinha encontrado uma "pegada incomum". Andrei Alexandrov disse que até então não acreditava nas histórias que contavam sobre o Yeti, mas que ele mudou de ideia após verificar o que seu filho havia encontrado. Ele ainda descreveu a pegada como tendo o comprimento a partir do dedo anelar até o cotovelo de um homem adulto ou cerca de duas vezes o tamanho de sua própria pegada, uma vez que a marca deixada no solo se assemelhava muito a um pé humano.

Denis Alexandrov, 12 anos, foi o primeiro a ver a grande pegada deixada no solo, logo nas primeiras horas da manhã
"Costumo caçar então eu entendo um pouco sobre pegadas. Fomos até o local onde as crianças disseram ter visto a pegada, e a única coisa que eu posso dizer é que agora eu sei que isso existe. A criatura deve ser bem alta", disse Andrei.

"As bordas da pegada eram bem delineadas, o que significa que a criatura havia passado por ali não muito tempo atrás. Havia também um buraco cavado recentemente nas proximidades", continuou.

"A pegada estava em meio a lama, mas não havia sido desfeita devido a intensa chuva que caiu durante a noite. Seja quem for que deixou aquela pegada, estava caminhando não muito tempo antes de acordarmos", prosseguiu.

"Ninguém ouviu quaisquer barulhos durante a noite ou talvez ninguém conseguiu escutar devido a chuva", completou.

Segundo Andrei Alexandrov as bordas da pegada eram bem delineadas, o que significa que a criatura havia passado por ali não muito tempo atrás
O pai, morador da cidade de Novokuznetsk, tirou mais fotos da pegada e marcou a localização da mesma no majestoso Parque Nacional Shorsky, utilizando um aparelho de GPS.

"Estávamos em um grande grupo composto por quatro adultos e três crianças, remando de Ust-Kabyrza até Chuvashka. Nós chegamos no local de nosso acampamento à noite, e tudo havia transcorrido normalmente", disse Andrei.

Foto do acampamento montado por Andrei Alexandrov e mais alguns amigos entre os dias 29 e 30 de julho deste ano
"As crianças foram explorar as redondezas, tirando fotos de tudo. Os adultos foram montar as barracas e prepararam o jantar. Durante a noite um vento forte e quente soprava, e por volta de 1 da manhã começou a chover", completou.

"A chuva que caiu foi suficiente para encharcar o terreno, mas pela manhã a chuva já tinha parado", finalizou.

O jornal Siberian Times destacou que esta é a segunda vez neste de verão na Rússia, que alguém relata alguma coisa relacionada sobre "Yeti". Andrey Lyubchenko desenhou um retrato de um Yeti que ele alegou ter encontrado durante sua caminhada no início da manhã no dia 27 de julho. A pegada "descoberta" por Denis foi apenas três dias depois, em 30 de julho, mas somente agora que os detalhes sobre isso surgiram.

"Aconteceu de forma tão inesperada e tão rápida que eu não tive tempo sequer para ficar com medo. Havia um sentimento claro que aquela criatura era racional, senti que ela queria falar comigo", disse Lyubchenko.

"O Yeti tinha cerca de dois metros e meio de altura, com uma camada grossa de pelo marrom escuro tal como um urso, mas aparentemente muito mais macio. Ele estava segurando um bastão de madeira com um pouco de pelo ao redor dele. Porém o ponto principal eram os olhos, eles eram como os olhos humanos, só que de cor clara", completou.

Andrey Lyubchenko desenhou um retrato de um Yeti, que ele alega ter encontrado durante sua caminhada no início da manhã no dia 27 de julho
O avistamento de Andrey Lyubchenko, segundo suas próprias palavras, foi próximo da montanha Chernukha. Ele ainda disse que a criatura tinha pés grandes com cerca de 46cm de comprimento.

O mais conhecido caçador de Yetis da Rússia, Igor Burtsev, chefe do Centro Internacional de Hominologia da Rússia, localizado na região de Kemerovo, já havia estimado que cerca de 30 Yetis viviam nesta parte do país. "Estamos finalmente próximos de encontrar o Yeti", disse Burtsev em 2011.

Outro acadêmico alegou que havia cerca de 200 Yetis vivendo ao sul da Sibéria. Entretanto, muitos avistamentos, "pelos de Yeti" e até mesmo pegadas que são descobertas, já foram contestadas por outros especialistas que dizem que a criatura é apenas uma lenda.

Vale ainda ressaltar que em 2013, o professor Bryan Sykes, do Instituto Wolfson, no Reino Unido, analisou três amostras suspeitas de serem "pelos de Yeti" da região de Kemerovo. As mesmas tinham sido encontradas junto a outros animais. Testes de DNA, no entanto, apontaram que as amostras vinham de um cavalo, um guaxinim ou um urso negro americano, sendo que estes dois últimos não são nativos da Rússia.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Comentários