15 de setembro de 2015

Projeto Redsun: O Homem Teria Estado em Marte na Década de 1970?


Um astronauta caminhando sobre a terra vermelha de Marte. No pescoço, ele leva uma câmera para registrar esses primeiros passos históricos. Que no entanto, ninguém chegará a ver. Devido a que o homem vestido com um traje espacial pressurizado e com a bandeira norte-americana no braço, oficialmente nunca existiu.

De acordo com a suposta informação confidencial obtida por Luca Scantamburlo - escritor independente e pesquisador - a NASA organizou duas missões secretas a Marte em 1970, em parceria com a então Agência Espacial Soviética, com o fim de recuperar os artefatos de uma antiga civilização marciana.

No comando das duas missões secretas, estariam dois astronautas bem conhecidos do público em geral: Neil Armstrong e Buzz Aldrin, isso mesmo, os dois homens que primeiro pisaram na lua teriam sido escalados para esta missão, naturalmente que segundo esta teoria da conspiração. Fotos divulgadas na internet, principalmente na Web Itália, mostrariam a Buzz Aldrin durante uma exploração do solo marciano.

Supostas imagens de astronauta em Marte.
Luca Scantamburlo teria recebido os detalhes através de um contato pessoal seu, que seria de um alto escalão e totalmente secreto. Tal figura, que seria um militar da OTAN, teria sido capaz de ver o intrigante material e ainda por cima, revelou como e quando essas supostas missões foram levadas a cabo, e qual era seu objetivo. Não só isso, também teria proporcionado o material para apoiar as suas afirmações: 4 fotos que mostram um astronauta norte-americano caminhando pela superfície marciana (Ou alguém vestido assim, passeando pelo leito seco de algum rio esturricado em qualquer lugar do nosso planeta.).

"Estas fotos foram tomadas de um vídeo dentro da base de Groom Lake", diz Scantamburlo. "São certamente digitais, não há dúvida. Só posso especular que talvez sejam capturas tomadas diante de imagens fixas de vídeo, ou são fotos de imagens impressas. Ignoro quem tirou as fotos, pode ter sido minha fonte ou outra pessoa que depois remeteu o material a ele".

O Groom Lake, ou Lago Groom, encontra-se dentro da misteriosa base conhecida como Área 51. Dali as fotos teriam sido enviadas a Luca Scantamburlo por seu contato pessoal e segreto.

"Minha fonte me contou que o famoso astronauta Buzz Aldrin teria sido o comandante da primeira missão tripulada secreta a Marte (chamada WPXVI), uma missão do ano 1970 e organizada como parte do que descreveu como sendo o Projeto Redsun (Sol Vermelho).

Dessas expedições marcianas, Luca Scantamburlo teria obtido a confirmação de outro famoso informante: moonwalker1966delta. O autoproclamado comandante da Apolo 19, suposta missão que oficialmente nunca ocorreu, cujo objetivo era chegar à face oculta da Lua para estudar de perto as anomalias fotografadas pelas missões Apolo anteriores: principalmente, uma suposta nave gigante que se encontraria desde tempo imemoriais na Lua.

Mas supostamente, a Apolo 19 nunca chegou ao seu destino, devido a uma falha que ameaçava matar à tripulação. E o relato que o próprio Moonwalker1966delta (pseudônimo sob o qual, se esconderia um famoso ex-astronauta) teria dito a Scantamburlo em um intenso intercâmbio de mensagens que depois se converteria no livro Apollo 20 The Disclosure.

O comandante da Apolo 19, confirmou de forma independente, a existência dessas missões secretas conjuntas entre soviéticos e norte-americanos em Marte, indicando o mesmo nome: Projeto Redsun.

Mas ainda tem mais... Há algum tempo, um programa de televisão de um canal norte-americano teve como convidado o ex-astronauta Eugene Cernan e o tema de debate foi: O futuro da exploração espacial.

Apesar da crise econômica, os Estados Unidos deveriam investir milhares de milhões de dólares para chegar a Marte em 2035 como afirma Buzz Aldrin?
E Cernan respondeu a pergunta, assim: "Buzz quer RETORNAR A MARTE". Um simples "deslize verbal" ou um erro que revelou acidentalmente um segredo?

Igualmente significativo foram as declarações de Robert O. Dean, ex-sargento do Exército dos Estados Unidos e revelador no campo da ufologia, que foi um orador convidado no "Exopolitics Summmit 2009" em Barcelona, organizado em julho de 2009. Pediram a Dean que comentasse a respeito de relatórios sobre a existência de uma base secreta na lua.

Bob Dean respondeu falando de um programa espacial secreto e separado da NASA, ativo há algum tempo. Dean também mencionou o chamado Orçamento Negro do Departamento de Defesa, isto é, os orçamentos e o financiamento secreto do Departamento de Defesa dos Estados Unidos; Também falou de lançamentos espaciais secretos que supostamente tiveram lugar nos últimos 30 anos no território dos Estados Unidos.

Especificamente disse: "Sim, estamos no espaço! Sim, estamos na Lua! E sim, Deus nos ajude, fomos a Marte" A última declaração seria determinante: fomos a Marte, o que significa implicitamente que foi enviada uma tripulação humana. (ainda que a frase poderia indicar implicitamente que: "Fomos a Marte através das sondas espaciais para lá enviadas".

Outra coincidência é também as enigmáticas estruturas simétricas recém descobertas em Marte. Um usuário do Youtube, David Martines, com a ajuda do Google Mars encontrou algumas formações na superfície do planeta vermelho que lembram vagamente as imagens de uma possível base...
Supostas bases em Marte: "Bio Estação Alfa" e "Bio Estação Delta".
David Martines batizou as duas estruturas de "Bio Estação Alfa" e "Bio Estação Delta". No final dos anos 80, o físico Bob Lazar declarou que os Estados Unidos não só têm uma base na Lua, mas também uma base secreta em Marte.

Portanto, o homem já poderia ter estado em Marte e ter deixado suas impressões no planeta vermelho. Mas neste caso, por que é tão importante manter em segredo essa grande realização? Por que não contar ao mundo uma façanha tão excepcional? Porque escolher a via do silêncio e segui-la durante décadas? A pergunta é legítima e lícita.

Caso fosse verdade, seriam missões espaciais que teriam tido o apoio de alguns círculos exclusivos, de certos grupos de poder, enquanto tudo estaria oculto da maioria da população terrestre. Mas por que?

É interessante notar o forte paralelo com uma teoria proposta por um programa de televisão chamado Science Report em 1977, então cancelado após a emissão do terceiro episódio. No último episódio, o documentário sugeriu a tenebrosa hipótese de que os seres humanos poderiam se extinguir na primeira metade do século XXI, devido a uma nova idade do gelo.

Os Estados Unidos e a Rússia, teriam projetado três alternativas para salvar à elite da catástrofe, uma das quais consistiria na construção de cidades subterrâneas na Lua e em Marte.

É possível que o projeto Redsun se encaixe em um programa mais amplo da colonização de Marte para fazer frente à iminente idade do gelo que se aproxima no horizonte da humanidade?

O seguinte vídeo mostra uma coleção de imagens de 16 mm supostamente do ISV Columbus. Supostamente, este registro teria vazado, e antes utilizado pela NASA e a Força Aérea durante as reuniões classificadas sobre as missões do Projeto Redsun. As imagens ao todo duram cerca de 40 minutos. Segundo esta teoria da conspiração, as imagens seriam da segunda missão tripulada a Marte e teve lugar em 28 de agosto 1973.


.
Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://www.ilnavigatorecurioso.it/2015/05/18/progetto-redsun-luomo-e-gia-stato-su-marte-secondo-un-giornalista-freelance-armstrong-e-aldrin-avrebbero-gia-conquistato-il-pianeta-rosso/
http://www.abovetopsecret.com/forum/thread694557/pg1
http://www.progettoatlanticus.net/2013/06/il-progetto-redsun.html
Comentários