9 de setembro de 2015

Minha História Assombrada: A Velha do Véu Vermelho

Olá pessoal! Este será meu primeiro relato aqui no site. Quero deixar claro que todas informações aqui citadas, eu recebi de minha avó, que afirma ser verdade. Então vamos ao relato.

No ano de 1967, minha avó paterna deu a luz ao seu último filho, e o chamou pelo nome de Josué. Segundo ela, o menino era um bebê muito bonito e saudável. Quando o pequeno completou 6 meses de vida, minha avó recebeu a visita de uma conhecida da família.

Convidou a mulher para entrar na humilde casa de ripas, muito comum no interior de Mato Grosso, local onde minha vó vive até os dias de hoje. O pequeno Josué estava deitado em uma rede, dormindo. A mulher imediatamente fitou os olhos no garoto. Minha vó diz que ela sorriu e virando-se para ela disse:

- Que lindo piá (termo muito usado no MT que significa menino, garoto). Posso segurá-lo?


Minha vó era muito ciumenta com seus pequenos, mas concordou que a mulher o segurasse em seus braços. A mulher segurou Josué e disse:

- Se não quiser criá-lo, pode dá-lo a mim...

- Claro que quero criar meu filho! - Retrucou minha vó tirando o pequeno dos braços daquela mulher.

Logo a mulher se retirou e minha avó devolveu o menino à rede na qual ele dormia antes.

Conta minha avó que naquela mesma noite, enquanto dormia com o menino apoiado em seu seio, ao abrir os olhos, viu na beira de sua cama uma mulher toda vestida de vermelho com um véu também vermelho e transparente cobrindo sua face já envelhecida. Tinha longos e lisos cabelos brancos. Minha avó disse ter sentido muitos arrepios e medo ao olhar aquela mulher que estendeu os braços como se quisesse segurar o menino, e disse ter percebido que suas mão eram tão brancas e magras que se podia ver os ossos.

Rapidamente minha avó abraçou o menino e acordou meu avô. Quando ela retornou a olhar para a beira da cama, a mulher havia desaparecido.

No dia seguinte ao acordar, minha avó percebeu que o bebê rejeitava seu seio e não queria mamar. Ela preocupada o levou até o farmacêutico (naquela época era muito comum uma pessoa se tratar com um farmaceutico, até porque era difícil acesso médico em uma zona rural), que nada pode diagnosticar. O menino foi ''arruinando'' até que em três dias acabou falecendo.

Antes da visita da mulher, Josué estava saudável, e depois da visita e da visão da velha de véu, a criança definhou. Não sabemos se há alguma ligação com a ''amiga'' de minha vó, mas ela acredita que a morte da criança está ligada com ''mau olhado''.

Então, este é meu relato. Desculpem por ter sido uma leitura meio longa, só queria detalhar os fatos.

Beijos! Fiquem com Deus e muita luz e paz.

História assombrada enviada por Camila M.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Então clique aqui.
Comentários