3 de setembro de 2015

HAARP Deixa de Ser do Governo


Um dos projetos científicos mais controversos e enigmáticos dos últimos tempos, que deu origem a inúmera teorias conspirativas é o HAARP, cuja função oficial é estudar as propriedades da ionosfera para potencializar as radio-comunicações e os sistemas de vigilância como por exemplo, a detecção de mísseis. No entanto, alguns especialistas afirmam que algo grande é ocultado por trás desse misterioso projeto.

O High Frequency Active Auroral Research Program, ou programa de investigação de aurora ativa de alta frequência, ou ainda a sigla em inglês, é custeado pela Força Aérea, pela Marinha dos Estados Unidos, a Agência de Projetos Avançados de Investigação de Defesa (DARPA) e a Universidade do Alaska. O programa está localizado em uma instalação próxima de Gakona, no Alasca.

Funcionamento

Em 1993 começou a funcionar a estação HAARP. O principal dispositivo da instalação é o instrumento de investigação ionosférica (ou IRI em inglês), um potente radio-transmissor de alta frequência empregado para modificar as propriedades em uma zona limitada da ionosfera. A ionosfera é uma camada da atmosfera terrestre situada entre a mesosfera e a exosfera cuja altitude varia entre 80 e 500 quilômetros.

Entre suas propriedades está o de refletir as ondas de rádio emitidas a partir da superfície terrestre, o que possibilita que essas possam viajar grandes distâncias sobre a Terra graças às partículas de íons (carregadas de eletricidade) presentes nessa camada. A instalação do projeto HAARP conta com 180 antenas.

Segundo informou o site Global Research, a propriedade será transferida ainda neste mês de agosto de 2015 à Universidade do Alaska para que continuem com as investigações no futuro. 
Aqui vale a menção de que até o ano de 2008, foram destinados 250 milhões de dólares ao HAARP .

Por que no Alasca?

A criação das instalações teve como objetivo a proximidade com a Universidade do Alasca, graças a sua localização, pois a ionosfera sobre o Alasca é pouco estável, o que garante uma maior gama de condições para os estudos.

Um outro fator decisivo para que os pesquisadores escolhessem o Alasca foi a ausência de cidades grandes nas proximidades, evitando assim, ruídos na captura de imagens e sinais, já que os sensores estão localizados no alto de montanhas.

Ainda um outro fator, é que esse local sofreria um menor impacto ambiental na construção do HAARP.

O Haarp está localizado no Alasca.

Influência no planeta

Os sinais transmitidos para os satélites e a partir deles, devem atravessar a ionosfera. Qualquer irregularidade ionosférica pode ter um forte impacto no rendimento dos sistemas e seu confiabilidade.

Existem especulações tentando sustentar que o verdadeiro propósito desses experimentos é mantido em segredo porque na verdade, se trataria de uma tentativa de criar um arma experimental que afetaria o clima e o campo eletromagnético natural da Terra.

Os críticos batem pé dizendo que essa tecnologia experimental, poderia criar um enorme buraco na parte superior da atmosfera modificando as energias magnéticas e alterando, portanto, a vida no planeta. No entanto ainda não existem dados seguros a respeito da influência do programa no planeta.

Teorias da Conspiração

Segundo algumas alegações, o HAARP oculta seus verdadeiros propósitos. Em meados dos anos 1990 foi alvo de controvérsia devido à hipótese de que as antenas da estação poderiam ser usadas como armamento.

Os partidários da teoria da conspiração, culpam ao projeto por desastres naturais e outros eventos. O pesquisador de informática, David Naiditch, denominou o HAARP como "um imã de teorias 'conspiranóicas'", satirizando a posição dos "conspiracionistas", se baseando nas declarações do próprios adeptos da teoria da conspiração:

Segundo esses livres pensadores, o HAARP seria culpado por:

-Inundações em massa
-Secas devastadoras
-Furacões, tornados e tormentas elétricas
-Terremotos no Afeganistão e nas Filipinas
-Apagões no oeste norte-americano
-A queda do voo 800 da TWA
-Interferências nas migrações das aves
-Doenças misteriosas como a síndrome da fadiga crônica
-Problemas nas comunicações globais
-Futuros desajustes na rotação da Terra
-Além de que descrevem o projeto como sendo um:
-Aparelho de controle mental que provoca a alienação dos jovens
-Um Sistema vinculado a atividades de ovnis
-Uma Arma capaz de atuar como um escudo anti-mísseis.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari
Fonte
Comentários