20 de setembro de 2015

A Morte de Michael Jackson: Momento Finais e Teorias da Conspiração

Ele é o maior artista de todos os tempos e morreu misteriosamente. Vamos analisar os dias anteriores a sua morte e o que diz o relatória da autópsia, além de falar das várias teorias de conspiração existentes na tentativa de descobrir o que causou sua morte...

No final tem um vídeo meu sobre o assunto...

Fala Assombrados! Este foi um tema bastante pedido por vocês, Michael Jackson. Nesta matéria foi falar sobre a turnê This is It, os ensaios, a morte e a autópsia o que revelou. Vamos reconstruir as últimas horas de vida de MJ e também falar de duas teorias da conspiração, a de que ele está vivo e a de que foi assassinado. Au!

Michael Jackson é o maior artista de todos os tempos segundo o Guinness Book por ter vendido incríveis 1,5 bilhões de gravações em toda a sua carreira e se manter nos charts musicais desde 1969.

Assim fica fácil imaginar a comoção que foi quando foi anunciada a sua morte. Só que muitas pessoas não acreditaram na história da morte do Rei do Pop e começaram a surgir diversas teorias da conspiração dizendo que na verdade ele vivo.

Antes de falar em teorias da conspiração, vamos começar a mostrar os momentos finais de sua vida para entender o que realmente aconteceu...

This is It

Fazia 12 anos que Michael praticamente vivia recluso. Não fazia e um show e não lançou um grande álbum. E a vida do astro não estava nada fácil em junho de 2009. Apesar dos milhões e milhões de dólares que ganhou com a venda de ingressos e álbuns, gastos irresponsáveis e problemas jurídicos o levaram a beira da falência naquele mês. Sua dívida era de U$ 400 milhões.

Para reduzir essa dívida, ele faria uma série exaustiva de shows, com uma turnê chamada "This is It". Seria uma série de 50 concertos que teria início em 13 de Julho de 2009, na O2 Arena, em Londres. Os 750 mil ingressos para esses concertos esgotaram apenas 5 horas após o início das vendas .



Os Ensaios para a Turnê

Michael dizia que estava excitado para voltar aos palcos, para mostrar para seus filhos seu poder e voltar a ter a coroa de Rei do Pop, mas nos bastidores a coisa era outra. Os promotores da AEG temiam que ele não tivesse energia para realizar seus shows notoriamente energéticos. Para isso ele contava com seu médico pessoal, o Dr. Conrad Murray para cuidar ele. Muitos dizem que no fundo, Michael sabia que não conseguiria fazer 50 shows.

Durante os ensaios as coisas não iam bem... Michael Jackson apresentava clara dificuldade nos ensaios. Michael parecia sem fôlego, tenso e incapaz de realizar as coreografias que o deixaram famoso.

Dr. Conrad Murray não sabia que Michael Jackson era usuário de demerol. Michael o manipulava. Dr. Murray também estava atolado em dívidas, apesar de ganhar U$ 150 mil mensais de Michael. Os shows de seu cliente também eram sua salvação. Um de seus papéis era garantir os problemas de sono dele, e uma das medidas era inserir um cateter externo para evitar Michael de acordar e ir ao banheiro e a ingestão de propofol, o que ele faz regularmente durante quase uma década. Durante 60 noites seguidas, Dr. Murray aplicou propofol em Michael, mas nas últimas noites ele faz ele dormir usando benzodiazepínicos, administrado abaixo dos joelhos, escondendo as picadas e mantendo o vídeo em segredo.

Os promotores estavam preocupados e deram um ultimato a Michael Jackson: "Entre nos trilhos ou cancelamos tudo!" Com 400 milhões em dívidas, ele não tinha opção... A ameaça deu resultado e ele voltou a ser o Michael de antigamente num ensaio da turnê feito cinco dias antes dele morrer. Foi milagre ele ter energia? Não... outra droga: efedrina. Jackson recorria mais uma droga.

Todos os ensaios para a turnê foram filmados em alta definição: são mais de 100 horas de vídeos que deram origem a um filme/documentário, intitulado This Is It. O filme foi produzido pela Columbia Pictures, dirigido por Kenny Ortega e teve lançamento mundial de 28 de outubro a 30 do mesmo mês.

Morte de Michael Jackson

Michael Jackson morreu sem fazer nenhum show da turnê "This is It" no dia 25 de junho de 2009.

Neste dia, foi noticiado que Michael Jackson sofreu uma parada cardíaca em sua casa, na vizinhança de Holmby Hills, Los Angeles, CA, Estados Unidos. Os serviços de emergência médica socorreram o cantor em sua casa, na tentativa de reanimá-lo. Porém, como Jackson se encontrava em estado de coma profundo, ele foi levado às pressas para o Ronald Reagan UCLA Medical Center, o hospital universitário da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). Desde sua internação, rumores haviam se espalhado pela imprensa confirmando seu falecimento.

Sua morte teve uma repercussão internacional instantânea, sendo motivo de preocupação por parte dos fãs em muitas partes do mundo. A morte foi atribuída a uma overdose de fármacos que Michael Jackson tinha tomado nas horas anteriores para dormir, administrados pelo seu médico pessoal Dr. Conrad Murray. O último a ser administrado foi o anestésico Propofol, sendo que 10 minutos mais tarde o Rei do Pop estava em paragem cardio-respiratória.

O adeus a Michael Jackson foi no dia 7 de julho de 2009. Primeiro o corpo foi velado em cerimônia privada no Forest Lawn Memorial Park's Hall of Liberty, somente para familiares e amigos íntimos . Logo em seguida o corpo foi levado para um ato público no Staples Center, onde 17.500 pessoas acompanharam o tributo. Estima-se que até dois bilhões de pessoas tenha assistido ao funeral pela televisão, já que emissoras do mundo todo transmitiram o evento ao vivo.

Última foto de Michael Jackson vivo

O Relatório da Autópsia

O relatório da autópsia diz quem ele era e o que estava fazendo, e dá uma cronologia dos eventos que levaram a morte dele.

A autopsia revelada como a pessoa viveu, é uma coleta científica de fatos, não importa se é ou não celebridade. Na mesa do necrotério todo mundo é igual.

Dois meses depois, o relatório da autópsia é anunciado (clique aqui para ler). Revelou que seus 61 quilos estavam dentro dos padrões para a sua altura de 1,75 m. E o seu coração estava forte. Ele tinha um pouco de artrite na coluna e danos nos pulmões, que podem tê-lo deixado com pouco fôlego, mas nada que tivesse limitado sua capacidade de se apresentar.

A autópsia mostra a dificuldade nos ensaios pode ser explicada por osteoartrite que ele tinha nos dedos e na coluna. Ele também apresentava dificuldade para respirar. Seus pulmões estava, ruins. A autópsia revelou que os dois pulmões estavam com inflamação generalizada e muitas cicatrizes. Isso pode ser explicado pelo Lupus Discóide, uma doença auto-imune. E Michael tinha todas os sintomas de estar com Lupus. A explicação alternativa diz que Michael Jackson estava viciado em demerol. Ele ia a clínica de Arnold Klein durante várias vezes na semana e isso dava um barato nele.

Conrad Murray, em seu julgamento em 2011, disse que os dias que Michael ficava mais cansado era quando voltava dessa clínica. Com a turnê se aproximando, ele queria cada vez mais injeções.

E a autópsia encontrou mais uma surpresa. Não havia rastros de demerol, o que sugere que ele não usava a algum tempo, e parar com o demerol de repente é muito arriscado. Seu corpo está saturado de estimulantes e sem o demerol, que é o equivalente medicinal da heroína, ele poderia ter uma gama de efeitos colaterais, entre eles a insônia.

Algumas outras informações são:

- Doença de Pele: A autópsia revelou que exatamente como Jackson falava, ele tinha um problema de pele. Não havia melanócitos na sua pele,  indicando Vitiligo. Ele gastava grandes quantias com um remédio chamado Benoquim pra clarear a pele. Ele passou metade da vida clareando a pele.

- Muitas cirurgias: A autópsia também confirmou que ele era obcecado com a aparência. Cicatrizes mostravam que ele havia realizado diversas cirurgias no rosto, inclusive fazendo uma covinha no queixo. Seus irmãos o chamavam de narigudo, por isso ele começou a modificar o nariz.

- Tatuagens na sobrancelha e na testa: Jackson tinha várias tatuagens, todas cosméticas, incluindo tatuagens escuras nas áreas das sobrancelhas e abaixo dos olhos, e uma tatuagem rosa ao redor dos lábios.

- Era Careca! Um segredo muito bem escondido por ele é que ele usava uma peruca colada com uma cola semi-permanente! Ele só tinha cabelo em algumas partes nas laterais e também na nuca. Era totalmente careca nas outras áreas. Isso ocorreu por causa de um acidente durante a gravação de um comercial com seus irmãos em 1984, onde um dispositivo pirotécnico ateou fogo em seu cabelo. Ele sofreu queimaduras de 2 e 3 grau no couro cabeludo, o que o obrigou a usar perucas. Ele nunca se recuperou disso e era o início de seu declínio.

Ficou paranoico com as pessoas ao seu redor. Se sentia traído. Esse acidente também deu início ao habito que acabou mudando sua vida. Ele ficou viciado em analgésivos, que foram porta de entrada (coisas que podem ser compradas sem receitas médicas) para uma série de vícios em drogas.

Ao longo dos anos ele se tornou dependente de sedativos, álcool, ansiolíticos e até morfina! Ele precisava das drogas no dia-a-dia para cantar, dançar e se apresentar.

Com base nessas informações, podemos agora traçar as últimas horas de sua vida.

Foto divulgada durante o julgamento do Dr. Conrad Murrau em 2011. Mostra lesões no peito, que são resultados das tentativas de ressuscitação muito longas... 



As Últimas Horas

Dia 25 de junho de 2009.

01:30 hs: Dr. Conrad dá a Michael um comprido para fazê-lo dormir, um Valium.
02:00 hs: Apenas 30 minutos depois ele ainda está acordado e Dr. Murray aplica o Lorazepan.
03:00 hs: Michael Jackson ainda está sem dormir, então Dr. Murray administra um terceiro benzodiazepínico, o Midazolan, de ação muito rápida.
07:00 hs: Dr. Murray continua aplicando cada vez mais benzodiazepínicos, mas eles não fazem efeito.
10:00 hs: Jackson em desespero por não conseguir dormir, pede sua droga favorita: propofol. Dr. Murray resiste, mas Jackson diz que não pode atuar sem dormir e terá de cancelar os shows.
10:50 hr: Dr. Murray finalmente cede e prepara uma dose de propofol. Ela dói ao entrar no corpo e por isso injeta junto um anestésico local, a lidocaína. Michael Jackson finalmente perde a consciência.
11:05 hr: Dr. Murray volta ao quarto do cantor e vê que ele não está respirando, mas ele acha que sente um pulso. Ele administra o flurazenil, uma droga que reverte os efeitos dos benzodiazepínicos. Só que não existe antidoto para o propofonal. Eles ligam para a emergência, que vai até o local.
14:26 hs: Michael Jackson é declarado morto no Centro Médico da Universidade da Califórnia em Los Angeles.

O relatório da autópsia conclui que a causa da morte foi "Intoxicação aguda de propofol com os benzodiazepínicos como fatores contribuintes"...

Michael tinha tatuagens cosméticas e fez até uma covinha no queixo


Julgamento do Dr. Conrad Murray

O Tribunal de Justiça de Los Angeles considerou sua morte um homicídio, e seu médico pessoal Dr. Conrad Murray foi julgado.

O relatório da autopsia apontou um anomalia entre a quantidade que Dr. Conrad Murray alega ter dado de propofol para Michael Jackson e a encontrada em seu sangue.

Em seu julgamento, ele disse que o próprio Michael Jackson administrou outra dose enquanto ele estava fora do quarto. E essa dose extra o matou.

A  promotoria diz o médico bolou um esquema para manter Jackson sob efeito contínuo de propofol enquanto dormia. Ele cortou a tampa de um frasco da droga e o colocou na bolsa de soro, fazendo ele entrar em parar na corrente sanguínea de Michael Jackson. Essa versão é contestada pela falta de prova, mas isso não abalo o juri que o condena a 4 anos de prisão.

Muitos médicos dizem que deveriam haver monitores verificando diversos sinais vitais de Michael Jackson, uma vez que o propofol é um sedativo extremamente poderoso. Não havia nenhum no seu quarto.

Dr. Murray saiu da prisão em 2013, depois de cumprir 2 anos da sentença. Ele sempre se declarou inocente e revelou que mantém contato espiritual com o artista. "A última vez que Michael falou comigo foi no dia do meu veredito. Ele colocou a mão no meu ombro e conversou comigo."

Dr. Conrad Murray durante seu julgamento em 2011


Teorias da Conspiração: Foi Assassinado

Jackson suspeitava que seria assassinado e teria dito isso várias vezes para sua família. Alguns dias antes de sua morte, Michael misteriosamente disse: "Eles vão me matar".

Sua irmã, Latoia Jackson, disse: "Eu realmente sinto que Conrad Murray é simplesmente o bode expiatório.

Isso foi definitivamente algo que foi premeditado e que tinham planejado fazer e eles planejaram atirar meu irmão para fora do jogo e meu irmão sabia.

E é por isso que ele disse várias e várias vezes que isso iria acontecer com ele.

E ele explicou para mim: 'É por causa do meu catálogo e de todas as minhas publicações, eles estão atrás delas, eles as querem, eles querem botar suas mãos nelas e tirá-las de mim.'"

Faz sentido essa declaração porque Michael Jackson apareceu em primeiro no último ranking dos artistas falecidos que mais geram lucros, divulgado pela revista "Forbes". Segundo a publicação, os herdeiros do Rei do Pop ganharam US$ 160 milhões (cerca de R$ 355 milhões) somente entre junho de 2012 e junho de 2013, quantia que também supera os US$ 125 milhões embolsados pela cantora Madonna, a artista viva que mais lucrou no período. Cinco anos após a morte de Michael Jackson, a empresa que administra seus bens alcançou mais de R$ 1,5 bilhão em receita.

É possível que ele tenha sido assassinado? As possíveis pistão são:

- Propofol: Ambas as autópsias realizadas no corpo de Michael concluíram que ele morreu de uma intoxicação aguda de propofol.

Propofol é um sedativo poderoso usado para anestesiar pacientes antes de cirurgias.

Ele nunca deveria ter sido administrado como remédio contra insônia.

O interessante é que Dr. Murray foi contratado pela promotora dos shows de Michael Jackson, a AEG Live. Será que os executivos da EAG tiveram algo com a morte de Michael?

- AEG Live: Michael teve um longa história de tensões com seus chefes da gravadora Sony por pelo menos uma década. Tudo começou por causa de uma música "They Don´t Care About Us" (que ele gravou uma cena do clipe no Brasil). Essa música de 1995 é um ataque contra o poder e a desigualdade, e um crítica direto segundo outros, a industria da música e seu tratamento indigno com os artistas. O clima era tão tenso que ele chamou o presidente da Sony, Tommy Mottola, de "diabo" depois que a gravadora tentou destruir o algum de retorno "Invincible"

Em junho de 2009, ele publicamente denunciou o poder e as injustiças da industria da música. Ele morreria naquele mesmo mês.

Ele estava sendo muito pressionado pela AEG Live para ensaiar para seus promotores da turnê "This is It" e sua saúde começou a debilitar rapidamente.

Em 2013 a família dele entrou com uma ação contra a AEG, alegando que durante a crítica dos ensaios de "This is It", a AEG ignorou a saúde frágil de Michael e ameaçõu Dr. Murray para administrar sedativos para que ele descansasse para os ensaios.

AEG disse que Michael Jackson era adulto e tinha controe total de seus remédios, sendo ele o responsável por sua própria morte.

- A Noite Anterior: Na noite anterior Michael disse para seu filho Prince "Eles vão me matar". Ele se referia ao CEO da AEG Live, Randy Phillips. No dia seguinte Michael morreu.

Em 2011 no julgamento do Dr. Murray, Prince disse que Randy Phillips visitou a mansão de seu pai enquanto ele ensaiava e ameaçou Dr. Murray com agressividade...

Será que MJ foi assassinado?


Teorias da Conspiração: Está Vivo!

A morte até hoje não muito bem explicada ajuda a alimentar as mais variadas teorias da conspirações, que citam diversos fatos que mostrar que na verdade foi tudo planejado e que Michael está vivo.

Existe um post no site New´s Press Releases que lista 145 razões para ele estar vivo. Entre elas estão:

- A Última foto de Jackson foi tirada quando ele estava passando pelo procedimento de ressuscitação dentro da ambulância que o transferia de sua casa para o hospital (UCLA). Porém os vidros da janela da ambulância são escuros, possivelmente cobertos com uma película ou até mesmo pintados de preto. Como alguém poderia tirar uma foto tão clara através daqueles vidros escuros ou pintados e ainda assim, obter uma resolução?

- Vídeo com momentos finais de MJ desaparece – As imagens poderiam revelar o que aconteceu no dia 25 de junho, mas as imagens sumiram misteriosamente da mansão do astro. Segundo o “National Enquirer”, autoridades responsáveis afirmaram que nenhum cômodo da mansão da família Jackson era equipado com um forte sistema de segurança. “Havia câmeras do lado de fora e também dentro da residência”, revelou uma fonte policial. Curiosamente, as imagens que foram registradas pelas tais câmeras não foram encontradas.

- Pai de Michael Jackson desconhece paradeiro do corpo do cantor. Apesar de suspeitar que algo criminoso esteja envolvido com a morte de Michael Jackson, Joe Jackson disse não saber o que de fato aconteceu. Disse que estava impedido de ver ou falar com seu filho nos dias que antecederam a morte. O pai de Michael Jackson deu a entender que ficou de fora de várias atividades familiares nas semanas anteriores à morte do cantor.

- Questiona-se constantemente o motivo da demora na divulgação dos resultados da autópsia.

- Há anos ele vinha passando longos períodos em Barein demonstrando sua intenção de fixar residência no país.

- A ambulância demorou quase uma hora para remover o “corpo” da casa para o hospital, mesmo sabendo que nenhum procedimento complexo poderia ser feito na residência.

- Pouco antes da morte ele estava ótimo e em forma, pois estava se preparando para uma turnê "This Is It" que seria uma série de 50 concertos que teria início em 13 de Julho de 2009, na O2 Arena, em Londres. Os shows seriam suas primeiras aparições significantes desde a bem-sucedida HIStory World Tour de 1996/1997, já que em 2001, ano de lançamento de seu mais recente álbum de inéditas, não foi realizada uma turnê para a promoção deste álbum, apenas 2 concertos foram realizados na cidade de Nova Iorque para a comemoração de seus 30 anos de carreira. Os 750 mil ingressos para esses concertos esgotaram apenas 5 horas após o início das vendas.

Assombrados, existem mais uma centena de motivos no site que citou no início, faça uma visita lá para ler todos.

Outra coisa é que na verdade Michael Jackson foi ao seu próprio velório vivo! Segundo uma notícia do jornal britânico “The Sun”, um homem chamado Dave apareceu após a morte do Michael Jackson e acompanhou todos os preparativos e o enterro do ídolo pop, dizendo ser um velho amigo. Até aí não teria nada de mais, a não ser que esse homem, com a cara totalmente desfigurada por queimaduras, tivesse diversas semelhanças com o Michael Jackson. Segundo alguns fãs, Dave Dave é fisicamente idêntico ao Michael Jackson, outro fator que chama a atenção é a voz, muito parecida entre os dois.




Vídeos que Provariam que Michael está Vivo

Para ajudar a provar as teorias da conspiração, diversos vídeos circulam na internet mostrando Michael Jackson vivinho da silva. Um deles mostra inclusive ele saindo da ambulância andando e outro flagra ele andando por Paris...

.
.
.
..
Explicando Alguns Vídeos

A Mateus, essa autópsia é falsa! Como você explica os vídeos? Então quer dizer que só porque saiu um vídeo no Youtube tenho que acreditar que ele não morreu? O que mais existe no mundo é fraude, e eu que tenho o Sobrenatural.Org e AssombradO.com.br sei bem disso. Não fotos e mais fotos falsas, vídeos e mais vídeos forjados.

E mais, o que tem aos montes por ai são sósias do Rei do Pop! Vamos analisar os dois vídeos mais famosos:

- O Vídeo da Ambulância: Vídeo feito propositalmente para confundir sua cabeça. Na verdade trata-se de uma brincadeira feita por um canal de TV da Alemanha. Assista abaixo como eles fizeram:

.
- Flagrado em Paris: Essa aqui é boa. Ele forjou a própria morte para conseguir anonimato mas resolveu sair pelas ruas de Paris para fazer compras... Isso é um viral para divulgar uma loja chamada Majesté Couture. Repare que aos 36 seg. as sacolas com a marca da loja ficam bem em evidência...



A Reportagem do Balanço Geral

Em 2014 o assunto ganhou grande notoriedade novamente no Brasil com a exibição de uma reportagem no programa Balanço Geral da Record.

Como é característico do programa Balanço Geral, a reportagem foi longa e com bastante enrolação. Foi exibida segunda-feira (14/04/2014), quando Luiz Bacci recebeu o jornalista Dirceu Jackson, que afirmou com todas as letras que Michael Jackson não morreu no dia 25 de junho de 2009 e ainda estaria vivo.

O jornalista, formado, falou da paixão pelo cantor que teve início ainda nos anos 70: "Tudo começou, em 1978, aos oito anos, quando o meu pai – que era diretor da Sony Music – me trouxe um disco do Michael Jackson com a música Don´t Stop Til You Get Enough. Foi a partir daí que comecei a gostar bastante dos trabalhos do Michael", revelou.

Dirceu conseguiu se tornar próximo da família do Rei do Pop e ficou chocado ao saber da morte de Michael: "Quando anunciaram a morte dele eu chorei muito e fiquei mal. Depois, eu sonhei com ele num lugar. Ele me disse que não tinha morrido e até me abraçou. Em seguida, eu recebi alguns e-mails dele pedindo pra eu avisar os fãs que ele não tinha morrido", disse, no programa.

Está com paciência para assistir? Clica aqui então.

Dirceu Jackson no programa Balanço Geral da Record.




Sim, Michael Jackson Morreu!

Assombrados, ele morreu... Não duvido nada que ele não tenha pensado algumas vezes em sumir do mundo, pois a fama muitas vezes sepulta a pessoa. Michael foi massacrado em vida pela mídia, que infernizou sua vida acusando ele de ser pedófilo e tudo mais. Dava dó de ver o rei do pop. Encontrou o descanso na morte....

Agora, vocês acreditam que se o Michael Jackson tivesse forjado a própria morte, os Estados Unidos da América iriam condenar por homicídio culposo o médico do cantor Conrad Murray? Leia aqui como foi o julgamento.

Para alguém ser condenado de homicídio, tem de ter o corpo da vítima. Você acha que foi uma farsa tão bem elaborada que conseguiram um corpo, falsificaram os testes e enganaram os jurados e o juiz do caso?

Outra coisa é que em 2013 sua filha do meio, Paris Jackson, tentou se matar. A adolescente foi encontrada com vários cortes nos pulsos e teve que permanecer internada. Segundo a avó Katherine Jackson, ela jamais conseguiu superar a depressão e o luto pela morte do pai. De acordo com o tabloide "Daily Mail", Paris passou a viver em um internato nos Estados Unidos. Atualmente, voltou a conviver com a família.

Conrad Murray é algemado após decisão do júri (Foto agência AP)
Michael Jackson Nunca vai Morrer!

Para terminar, Michal Jackson nunca vai morrer! Tanto para seus milhares de fãs quanto para a industria que vai ficar soltando álbuns de músicas inéditas e coletâneas. Desde o fatídico 25 de junho de 2009, Michael já lançou dois álbuns póstumos —tem material para outros oito—, retornou com força às paradas.

Michael apareceu no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, no último domingo, 18 de maio, no Billboard Music Awards. Calma... foi o holograma dele. Michael Jackson cantou 'Slave to the Rhythm', uma das canções presentes em seu segundo álbum póstumo. Incrível! Veja abaixo:


.
Conclusão


Aclamado e idolatrado por milhões, Michael Jackson deixou perplexas as pessoas com sua morte repentina. A luta por ser o primeiro a noticiar e o peso do nome Michael Jackson fez circular muitas informações desencontradas, e isso ajudou a construir a teoria da conspiração de que ele forjou a próprio morte para fugir da perseguição e estaria vivo em algum lugar do planeta, ou mesmo que foi assassinado.

As evidências, como a condenação do médico por hominídio culposo, mostra que realmente ele morreu. Só que nada do que você falar vai importar para os mais fanáticos. Eles simplesmente ignoram a razão e preferem ficar acreditando nas teorias de conspiração, não importa o que você argumente...

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Fontes (Acessadas em 17/04/20140):
- Balanço Geral SP
- E-Farsas:  Michael Jackson está vivo e aparece em programa de TV!
G1: Conrad Murray é declarado culpado por morte de Michael Jackson
- Músicas Uol: Cinco anos sem Michael Jackson; entenda por que o Rei do Pop não morreu
- Wikipedia.pt: Michael Jackson
- News Press Release´s: Michael Jackson está vivo? 145 Razões
- Na Telinha: 5 motivos para acreditar que Michael Jackson está vivo; ou não
- Blog do Lucas Amim: SERÁ QUE MICHAEL JACKSON ESTÁ VIVO? CONFIRA ALGUMAS OPINIÕES
- G1: Necrópsia diz que Michael Jackson estava bem de saúde
- O Globo: Livre da prisão, Conrad Murray dá detalhes do tratamento de Michael Jackson
- G1: Michael Jackson estava quase cego e urinava na roupa, afirma médico
Comentários