24 de agosto de 2015

Conectado Pela Eternidade? Rede Social Quer Aprender Sua Personalidade Para Postar Por Você Após Sua Morte


Por Marco Faustino
 
Ao longo dos séculos a humanidade vem buscando o segredo da vida eterna sem sucesso, mas uma nova rede social está prometendo aos seus usuários a imortalidade digital. Sim, isso mesmo.

A rede social chamada Eter9 diz que aprende sobre sua personalidade, a forma como você compartilha fotos, links e comentários antes de continuar a postar por você quando você morrer. O site baseia-se em uma forma de inteligência artificial para criar "seres virtuais", que podem interagir com outros usuários. Cada usuário terá uma "contraparte" digital baseada em suas postagens anteriores.

Mesmo a Eter9 ainda estando em fase beta, a mesma já conta com 5.000 pessoas que se inscreveram para usá-la, muito embora algumas pessoas tenham descrito o conceito utilizado por ela como "assustador" e "fantasmagórico".

A rede social foi lançada pelo português Henrique Jorge, um desenvolvedor de software, mas o conceito parece imitar o enredo do filme de ficção científica chamado "Transcendence - A Revolução" em certo ponto. No filme, o especialista em inteligência artificial, Dr. Will Caster, interpretado por Johnny Depp, envia sua consciência para um computador para que ele possa continuar a viver após sua morte.

"Estamos tentando criar um sistema de inteligência artificial que aprende mais rapidamente a partir de outras redes como o Facebook, uma vez que a informação contida no Eter9 é muito pequena no momento", disse Henrique Jorge, em entrevista a BBC.

Cena do filme "Transcendence - A Revolução"
Um texto publicado site do Eter9 acrescenta: "Esta rede tem especificidades que permitem que um ser humano alcance a imortalidade no ciberespaço.

A Eter9 torna possível eternizar o usuário e dá-lhes a capacidade permanente para interagir dentro da rede 24 horas por dia, 7 dias por semana, através de um elemento chamado contraparte, que estará ativo, mesmo quando o usuário estiver offline, tanto em termos de publicação de conteúdo quanto comentários.

A contraparte também será responsável pela vida eterna do usuário.

A contraparte vai absorver todas as informações de acordo com os posts e comentários, e processar essas informações dentro dos limites do conhecimento adquirido.

A interação será progressivamente mais eficaz considerando as informações adquiridas e sua "experiência", como também a interação entre a parte física e as conexões virtuais."

Muito parecido com o Facebook, a Eter9 tem um feed de notícias que chamam de "córtex", onde as mensagens de outros usuários aparecem. Os usuários podem "sorrir" em mensagens de outras pessoas que gostam, e também postar suas próprias fotografias ou comentários.

O site ainda conta com os Niners (seres artificiais ou bots) que podem se tornar uma espécie de assistente valioso para o usuário orgânico que o adota. Ainda é dito que o Niner é como se fosse o braço direito do usuário orgânico que o adotou, e o seu tempo de vida dependerá da sua adoção, e na sua ausência, das conexões (veja mais detalhes aqui).

O nome Eter9 deriva da união de "Eter", que representa as primeiras 4 letras da palavra "Eternidade", e o número "9", que vem da expressão “Cloud 9”, que significa um estado de plena felicidade.

De qualquer forma não é a primeira vez que um site na internet prometeu aos usuários uma vida eterna no mundo digital. Um site chamado "Virtual Eternity" (Eternidade Virtual), criado em 2010, permitia treinar a sua contraparte com testes de personalidade, fazer upload de um perfil de voz, e até mesmo fotos. No entanto, ele foi fechado dois anos mais tarde, quando apenas 10.000 pessoas se inscreveram.

Um outro site chamado "Perpetu" oferece um serviço, que permite aos usuários criar uma espécie de "testamento digital", para controlar o que acontece com contas online depois de você morrer. O serviço permite que membros da família façam o login em sites de redes sociais, e-mails, contas bancárias, mas também só lhes permite ver o que a pessoa quer que eles vejam.

Mark Zuckerberg tem como objetivo construir sistemas de inteligência artificial nos 3 laboratórios de IA que o Facebook possui


Apesar disso a ideia de uma rede social de inteligência artificial (IA) não está além dos reinos da possibilidade. O Facebook, por exemplo, tem três laboratórios de IA, e em junho, Mark Zuckerberg revelou seu objetivo de construir sistemas de inteligência artificial, "que são melhores do que os seres humanos em nossos principais sentidos: visão, audição etc."

Enquanto isso, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) está tentando desenvolver um software que dá aos usuários um tipo diferente de imortalidade. O sistema ainda está em fase beta, mas já conta com 29.000 pessoas inscritas.

O site é chamado de Eternime, e em suas próprias palavras, diz que: "Coleciona seus pensamentos, histórias e memórias, guardando-os, e cria um avatar inteligente que se parece com você. Este avatar vai viver para sempre e permitir que outras pessoas no futuro acessem suas memórias".

A vida após a morte no âmbito digital parece ser algo cada vez mais relevante para as empresas. O Facebook agora permite ao usuário designar um "herdeiro" para administrar a sua conta após a morte. No passado o Facebook apenas "congelava" a conta.

Resta agora esperarmos para ver a evolução da Eter9, assim como demais projetos nesse sentido. Apesar de não sabermos ao certo o que existe após a morte, ao menos virtualmente poderá chegar o dia que a nossa consciência caiba em um pendrive.

Tradução/Adaptação: Marco Faustino

Fontes:
http://www.bbc.co.uk/newsbeat/article/34015307/eter9-social-network-learns-your-personality-so-it-can-post-as-you-when-youre-dead
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-3208722/Would-want-live-forever-online-Creepy-social-network-Eter9-learns-personality-post-behalf-die.html
Comentários