26 de agosto de 2015

A História de Nelsy Pérez: A Garota Que Pode Ter Sido Enterrada Viva em Honduras

Por Marco Faustino
 
Muitos de vocês devem ter lido alguma coisa sobre isso ontem, porém boa parte do que se noticiou a respeito do caso da garota chamada Nelsy Pérez, que supostamente teria sido enterrada viva em Honduras, nada mais é do que um reflexo de uma versão praticamente "contemporânea" dos fatos que se sucederam. Este caso começou a se desenrolar no dia 7 de julho, uma terça-feira, e desde então uma série de supostos acontecimentos foram contados, nas mais diversas versões, assim como nos mais diversos sites de notícias brasileiros e internacionais.

Aliás, quando estamos falando de uma notícia no interior de um país latino-americano, da América Central, África ou Ásia, ainda mais em uma região humilde como a que essa garota morava em Honduras, é muito complicado saber o que é verdade ou o que não é, muito embora eu acredite que eles devem pensar o mesmo sobre nós. Os jornais locais tendem a ser sensacionalistas, e esse espírito é replicado em outras mídias, tornando a história bem mais chamativa do que deveria ser. Isso não isenta a tristeza sentida pelos familiares, tão pouco que muita coisa incomum ao nosso cotidiano tenha acontecido. Vamos saber mais sobre esse assunto?

Um Pouco Sobre Nelsy Pérez e Sua Família

Nelsy Yamileth Pérez Gutiérrez, 15 anos, era uma jovem considerada saudável por seus familiares, parentes e amigos. Principalmente por seu namorado, Rudy David Gonzáles, considerado por ela e por todos como se fosse o seu marido. Segundo o jornal hondurenho chamado "La Prensa", David Gonzáles se apaixonou perdidamente por Nelsy durante um velório quando ela tinha 14 anos. O namoro teve consentimento de sua sogra, María Esperanza Gutiérrez, que a criou sem nenhum tipo de ajuda, porque o pai de Nelsy veio a falecer quando a garota tinha apenas 3 anos.

Nelsy Pérez, 15 anos, que pode ter sido
enterrada viva em Honduras
Nelsy havia abandonado a escola na quarta série do ensino fundamental, porque ela se sentia envergonhada por ter uma estatura maior e também por ser mais velha do que suas colegas de classe. Nelsy havia perdido alguns anos de estudo devido a pobreza de sua mãe.

A mãe de Nelsy hesitou em consentir e permitir o relacionamento de sua filha com David, mas finalmente cedeu, porque ela viu que o rapaz estava sendo honesto quando ele disse que tinha boas intenções, e que diante do seu ponto de vista, "ele era homem que Deus tinha reservado para Nelsy".

A Sra. Esperanza então concordou em deixá-la partir e viver com o rapaz em uma casa distante, no bairro de "Las Brisas", na cidade de "La Entrada", na região administrativa (departamento) de Cópan, mas não antes de pedir para que ele cuidasse dela e não deixasse que ela sofresse. Desde então, David passou a se dedicar totalmente para ela.

"Como não amaria, se ela se entregou virgem", disse a Sra. Esperanza.

David trabalhava arduamente todos os dias no conserto de ares condicionados e geladeiras para que não faltasse nada para Nelsy. Um dia antes da tragédia que se abateria sobre ela, David planejava levá-la para passear na cidade de Ocotepeque, que fica a cerca de 110km de distância de La Entrada. Na ocasião, ele viajaria a trabalho, mas iria aproveitar para agradá-la e dar uma volta com ela.

Entretanto tudo isso iria mudar no dia seguinte, dia 7 de julho deste ano.

Um Exorcismo Foi Realizado em Nelsy Pérez? Ela Desmaiou de Susto Devido a Tiros Disparados na Região?


Em entrevista a outro jornal hondurenho chamado "La Tribuna", no dia 14 de julho, a Sra. Esperanza disse que sua filha tinha reclamado de fortes dores de cabeça na madrugada de terça-feira, mais precisamente às 5h da manhã. Ela teria falado isso para David, que logo buscou ajuda, e até onde se sabe ela foi atendida em casa.

Rudy David Gonzáles, namorado de Nelsy Pérez
Nelsy, assim como dissemos anteriormente, era considerada uma garota saudável e não tinha histórico de problemas de saúde. Ela foi medicada com um analgésico e antitérmico chamado paracetamol (muito comum aqui no Brasil), e sua cabeça foi lavada com o álcool.

Segundo a crença popular local, lavar a cabeça com álcool ajudaria a diminuir as dores de cabeça de uma pessoa. É difícil questionar uma crendice popular, afinal nosso país tem centenas de crenças espalhadas por todas as regiões.

De qualquer forma, isso é interessante, porque neste ponto a Sra. Esperanza declarou que: "Ele me disse que na parte da manhã, ela havia levantado para ir ao banheiro, e em seguida foi dormir. Não é como algumas pessoas dizem que ela viu alguma coisa e depois desmaiou". Essa declaração é relevante, porque muitos sites de notícias dizem que Nelsy teria ido ao banheiro, e desmaiado após ter se assustado com uma "rajada de tiros". Novamente, segundo a versão da Sra. Esperanza isso não teria acontecido.

Para tentar desmistificar e encontrar uma justificativa que levasse alguns sites internacionais a publicarem isso, encontrei uma notícia publicada em um jornal de El Salvador chamado "La Pagina", no dia 10 de julho. Na notícia estava escrito que um médico legista teria explicado que a Nelsy poderia estar sofrendo de "síndrome do pânico", que segundo ele seria caracterizada por alterações em todo o sistema cardiovascular, que a teria sido paralisado devido a uma grave e intensa experiência vivenciada por ela. Provavelmente, é a partir desta declaração que surgiu a versão do suposto susto que Nelsy teria levado.

Continuando a nossa história, algumas horas após Nelsy ter sido medicada, ido ao banheiro e novamente se deitado na cama, a garota dormiu e depois disso não acordava mais, e não esboçava mais nenhuma reação. Ela aparentemente estava inconsciente. E nesse ponto que reside uma dúvida muito estranha. Todas as notícias locais da época diziam que com o passar das horas, e vendo que a situação estava fora de controle, David e os familiares de Nelsy resolveram levá-la a um hospital.

A família da jovem Nelsy Pérez ainda abalada pela trágica perda
Entretanto, em uma reportagem feita pelo noticiário de TV chamado "Primer Impacto", do canal Univision nos EUA, responsável por viralizar toda essa história para a Europa, e em seguida para o Brasil, é relatado que aconteceu algo antes que fossem ao hospital. É importante ressaltar que o "Primer Impacto" é considerado por muitos como um programa sensacionalista e sem credibilidade. Assista ao vídeo logo abaixo:



Na reportagem divulgada no último dia 17 de agosto, é dito que tudo começou quando Nelsy começou a revirar os olhos, deixando somente a parte branca dos olhos exposta, e também começou a espumar pela boca. Então a família, por acreditar que um demônio estava possuindo a sua alma, chamou um pastor. David em certo momento diz que: "O pastor disse-lhe para repetir as palavras... ela disse 'não'... era uma outra voz que saía dela". Imediatamente isso foi interpretado como se um rito de exorcismo tivesse sido realizado pelo pastor, porém o que temos de concreto são somente as poucas palavras ditas por David sobre esta parte da história.

Aparentemente, as convulsões de Nelsy começaram a se intensificar, e ao ver que não havia mais nenhuma solução "caseira" para o que estava acontecendo, David e os familiares de Nelsy resolveram levá-la ao Hospital Regional de Occidente, na cidade de Santa Rosa de Copán, e em seguida, devido a gravidade do estado em que ela se encontrava, foi transferida para o Hospital Mario Catarino Rivas, na cidade de San Pedro Sula, que fica a cerca de 120km de distância de La Entrada. Neste ponto é importante ressaltar que o jornal hondurenho "Tiempo" disse que naquele momento que ela foi transferida, a garota apresentava hematomas nas costas e na cabeça.

Imagem do Google Maps mostrando o bairro de "Las Brisas" da cidade de "La Entrada", bem como os dois hospitais
para os quais Nelsy Pérez foi levada na noite de 7 de julho, uma terça-feira.
O jornal La Prensa, em matéria publicada no dia 21 de julho, apontou que David disse para Nelsy, na ambulância que os estavam levando até o Hospital Mario Catarino Rivas, a seguinte frase: "Amor, faça um esforço e tenha fé que você vai se curar". O jornal ainda disse que Nelsy apenas balbuciou: "Tenho fé". Se isso for realmente verdade, é um sinal que apesar de tudo a garota poderia ter um pouco de consciência antes de dar entrada no segundo hospital.

O destino infelizmente tinha outros planos, e Nelsy faleceu no hospital na madrugada de quarta-feira, 8 de julho. O jornal "Tiempo" disse que o atestado de óbito fornecido pelo hospital revelava que ela tinha sofrido um acidente vascular cerebral (AVC), morrendo por insuficiência cardíaca e um edema pulmonar agudo.

A Gravidez e o Vestido de Noiva de Nelsy Pérez

Nelsy Pérez estava grávida de 3 meses, algo que desolou ainda mais David, que não conseguia acreditar que o amor de sua vida havia morrido. Junto com Nelsy foram suas esperanças de ter seu primeiro filho, e de finalmente poder se casar com ela. Sequer ela tinha completado 16 anos, pois faria aniversário em 18 de dezembro.

"Depois de 11 de janeiro do ano que vem, quando o bebê nasceria, iríamos nos casar", lamentou David, que com muita resignação trouxe o corpo de Nelsy de volta a cidade de "La Entrada" para que então pudesse ser velado. Os familiares colocaram nela um vestido de noiva, que uma tia lhe deu no dia 5 de julho, após sua comemoração de bodas de casamento.

Na filmagem feita por celular no momento da abertura do caixão
de Nelsy Pérez, é possível notar que ela está usando um vestido de noiva
Dizem que Nelsy chegou a provar o vestido e disse: "Com este vestido é que vou me casar". Portanto, essa tia resolveu colocar o vestido de noiva em Nelsy, até mesmo como uma mortalha, uma vez que, evidentemente, ela não poderia mais usá-lo no casamento que tanto tinham planejado.

Curiosamente o jornal La Prensa disse que o corpo havia sido preparado com formol, porém o jornal hondurenho "Tiempo" conta outra versão.

"Nos a entregaram envolta em um lençol. Ela estava fria, porque a mantiveram em uma sala de refrigerada", disse um tio.

Ainda segundo essa notícia publicada no dia 11 de julho, os parentes afirmaram que não teria sido injetado quaisquer produtos químicos para preservar o corpo de Nelsy, por acreditarem que o Hospital Mario Catarino Rivas já havia preparado o corpo para o sepultamento. Estranho, não é mesmo?

Assim sendo, em uma casa simples no bairro de "Las Brisas", seu corpo foi velado até às 10h da manhã de quinta-feira (9), e em seguida foi levado para um mausoléu, cedido por um amigo da família, no cemitério local, que por sua vez estava lotado. Nelsy foi enterrada por volta das 14h. David chegou a voltar no cemitério por volta das 16h, mas algo estranho aconteceria no dia seguinte.

Nelsy Pérez Acordou Gritando Dentro do Túmulo? O Vidro do Caixão Foi Quebrado?

Naturalmente, inconformados com sua morte, David e as irmãs de Nelsy foram visitar o túmulo na manhã do dia seguinte, dia 10 de julho, uma sexta-feira. Chegando ao local, David começou a lamentar novamente a perda da sua amada, mas foi nesse momento que ele escutou algo como se fossem batidas vindo do interior de seu túmulo, bem como alguns ruídos.

Atordoado pelo que estava presenciando, ele foi até Jesus Villanueva, coveiro do cemitério local, pedindo para abrir o túmulo de Nelsy, por acreditar que ela estivesse viva. Os trâmites para que isso pudesse acontecer foram iniciados e rapidamente os familiares foram avisados. Uma multidão surgiu depois que a notícia de batidas e ruídos teriam sido escutados no túmulo de Nelsy. Isso provocou uma verdadeira histeria coletiva, e pelo que parece demorou um pouco para que houvesse essa liberação da abertura do túmulo.

Jesus Villanueva também alegou ter ouvido alguns sons de batidas próximo ao túmulo de Nelsy Pérez, porém não sabia afirmar que o som vinha de dentro ou fora do túmulo. No entanto, é importante ressaltar que não há nenhuma declaração dos familiares, que teriam ouviram Nelsy gritar, tão pouco pedir ajuda

Na gravação realizada por populares é possível ver que assim que destampado,
o vidro do caixão estava parcialmente quebrado
Quando finalmente foi liberado, o túmulo foi aberto a golpes de marreta para quebrar o concreto que protegia o caixão de Nelsy. Primeiramente foi retirado uma tábua de madeira, que cobria uma parte de vidro na região do rosto. Ao ser retirada, ainda com o caixão dentro do túmulo, é possível ver na gravação realizada por populares, que o vidro está parcialmente quebrado, mas já vamos comentar sobre isso.

Então o caixão de Nelsy foi aberto no local, foi abanado por diversas vezes e muitos oravam por acreditarem que estavam presenciando um milagre. Muitos esperavam que ela acordaria bem diante de seus olhos. Não foi o que aconteceu. Contudo, a Sra. Esperanza e familiares, ao segurarem nos pulsos de Nelsy, sentiram uma fraca pulsação. Notaram também que Nelsy tinha um ferimento na mão direita, e acreditavam que ela tivesse quebrado o vidro do caixão, talvez em pânico por ter acordado e visto que tinha sido enterrada viva. Alguns familiares disseram que havia sinais de violência dentro do caixão, como se Nelsy tivesse se debatido para tentar sair.

Gladys Gutierrez, tia de Nelsy, disse que chegou a sacudir a garota, e que ela expelia uma espécie de mistura de água com sangue. Disse que o corpo não apresentava odores, tinha uma cor e uma aparência normais. Filiberto Torres, um amigo da família, chegou a dizer que ela tinha arranhões em sua testa e escoriações em seus dedos, um outro indício que ela teria tentado desesperadamente sair do caixão e então se machucado. Foi justamente nessa hora que o desespero realmente tomou conta de todo mundo, afinal Nelsy apesar de desacordada, aparentando estar em um sono profundo, poderia estar viva.

A Tentativa de Ressucitar Nelsy Pérez

Os familiares levaram Nelsy, ainda em seu caixão, para um ambulatório local onde foram atendidos pela Dra. Claudia López, que relatou verdadeiros momentos de terror quando os parentes chegaram.

"Toda a família entrou correndo, quase quebrando a porta, e carregando a menina em seu caixão", disse a Dra. Claudia López.

"Eu lhes disse para tirá-la do caixão, e colocá-la na cama. Todo mundo estava dizendo que ela estava viva, então realizamos todos os procedimentos necessários", completou.

Familiares oravam sobre o corpo de Nelsy Pérez na esperança de ressucitá-la
A Dra. Claudia afirmou que aferiram a pressão, mas não havia pulso. Não havia freqüência cardíaca, nem mesmo respiratória, por mais que seus familiares orassem fervorosamente sobre seu corpo, apoiando a bíblia e recitando versículos da mesma.

Tentaram por diversas vezes fazer massagem cardíaca, mas depois de 3 horas de luta para revivê-la, não obtiveram nenhum resultado. Eles acabaram a levando de volta ao cemitério para que fosse novamente enterrada. Nelsy Pérez estava clinicamente morta.

No vídeo é possível ver que a mesma pessoa que reza sobre o corpo de Nelsy Pérez, também tenta realizar massagem cardíaca
Ainda muito abaladas, a mãe e avó de Nelsy Pérez disseram que a vida familiar não seria a mesma para elas, uma vez que tinham perdido dois entes queridos, lembrando que a garota estava grávida de 3 meses. Também lamentaram que David estivesse desolado.

"E tudo por causa dos médicos que não fizeram o necessário para salvá-la, apenas declararam que ela estava morta", disse a Sra. Esperanza.

Nelsy Pérez foi sepultada novamente na tarde de 10 de julho, uma sexta-feira, após tentarem ressucitá-la
A mãe de Nelsy, bem como David acreditam que a a jovem ainda poderia estar viva em seu túmulo, se não fosse a demora dos trâmites para que fosse permitido que houvesse a abertura do mesmo. Passou algum tempo até que o coveiro Jesus Villanueva permitisse tal ato, afinal isso era muito incomum para ele, e nessa hora é difícil achar um meio termo entre a razão e a emoção.

O Que Teria Acontecido com Nelsy Pérez?

Após o ocorrido apareceram algumas declarações estranhas na mídia, tal como do noticiário da emissora de TV hondurenha chamada "HCH", que contou a história que um segurança que teria ouvido gritos no cemitério, na madrugada de sexta-feira (10), horas antes de David e as irmãs de Nelsy a visitarem em seu túmulo. Para piorar esta situação, uma amiga de Nelsy disse ao jornal La Tribuna, no dia 14 de julho, que a viu piscar os olhos e mover os lábios enquanto ela removia parte da maquiagem que tinham colocado em Nelsy durante o velório. Ela ficou com medo de contar isso naquele momento.

Um médico legista ainda disse em entrevista para o canal HCH, que as lesões vistas em Nelsy poderiam significar que ela tinha lutado para tentar sair do caixão, que o vidro teria sido quebrado de dentro para fora, e que se fosse o caso de ainda estar viva dentro aquele túmulo, ela teria morrido por asfixia.

Autoridades disseram que os gases oriundos da decomposição do corpo
de Nelsy Pérez eram os responsáveis pela ruptura do vidro de seu caixão
As autoridades locais, no entanto, apresentaram uma versão para o vidro quebrado do caixão, dizendo que os gases oriundos da decomposição do corpo teriam criado uma certa pressão dentro do mesmo, quebrando assim parcialmente o vidro. Diversos repórteres entraram ao vivo, por telefone, direto da cidade La Entrada, na noite de sexta-feira (10), nos principais noticíarios dos canais de TV de Honduras, e o caso passou a ter uma grande repercussão nacional.

No dia seguinte, sábado (11), por volta de 1h da tarde, mas dessa vez acompanhado pelo Diretor do IML da cidade, foi aberta novamente a sepultura de Nelsy para que fosse realizada uma autópsia.

"Durante a autópsia de minha sobrinha, os legistas disseram que ela havia sofrido um AVC, que havia sangue coagulado no cérebro, mas o resultado final só será entregue daqui a duas semanas", disse Fidel Pérez, tio de Nelsy.

Os familiares esperavam pelo resultado final para determinar o horário da morte de Nelsy Pérez, e a partir do resultado, caso ficasse comprovado que a garota havia falecido somente na sexta-feira, então planejavam processar o Hospital Mario Catarino Rivas por negligência.

Entretanto, alguns vizinhos disseram que isso tudo poderia ter sido um caso de catalepsia, uma doença rara em que os membros se tornam rígidos, mas não há contrações, embora os músculos se apresentem mais ou menos rijos. A pessoa fica o tempo todo consciente, e quem passa por ela pode ficar horas nesta situação. Inclusive no passado era muito comum enterrarem vivas as pessoas que sofriam de catalepsia.

Será que a jovem Nelsy Pérez sofreu de catalepsia? Tudo não passou de uma histeria coletiva? O que será que realmente aconteceu enquanto ela estava em casa com David Gonzáles? Será que a medicação piorou o quadro médico de Nelsy?
Apesar de tudo. a mãe não se conformava, porque não havia rigor mortis (rigidez cadavérica), e realmente podemos notar isso nos vídeos feitos por populares na ocasião, uma vez que o corpo de Nelsy aparentava estar bem flexível para alguém que tinha morrido há praticamente 48 horas.

"Todos nós ficamos muito felizes. Depois de ter sido declarada morta por um longo tempo, todo mundo estava dizendo que ela tinha voltado a viver", disse a Sra. Esperanza.

"Ficamos muito felizes, pensei que iria ter minha filha de volta", completou.

Apesar do prazo estipulado para que o resultado da autópsia fosse divulgado, até o presente momento da publicação desta notícia, não há nenhum comunicado por parte do IML local, tão pouco do Hospital Mario Catarino Rivas.

Até a próxima, AssombradOs!

Criação/Tradução/Adaptação: Marco Faustino
 
Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que forem lançados. Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Fontes:
http://www.laprensa.hn/sucesos/858287-410/escucharon-gritos-dentro-de-la-tumba-creen-que-la-enterraron-aún-con
http://www.laprensa.hn/sucesos/861262-410/el-misterio-de-la-quinceañera-que-murió-dos-veces
http://www.latribuna.hn/2015/07/11/embarazada-resucita-y-se-vuelve-a-morir-en-copan/
http://www.lapagina.com.sv/internacionales/108424/2015/07/10/Aseguran-que-joven-resucito-luego-de-ser-enterrada-y-volvio-a-morir-por-asfixia
http://www.laprensa.hn/honduras/858443-410/reclaman-justicia-en-sepelio-de-joven-hondureña-que-resucitó
http://www.latribuna.hn/2015/07/14/amiga-asegura-que-la-muerta-movia-sus-ojos-y-se-quito-maquillaje-durante-velorio/
http://www.dailymail.co.uk/news/article-3210001/Desperate-family-smash-teenage-girl-s-tomb-day-buried-ALIVE-mistake-woke-screaming-die-real.html
http://www.nayaritenlinea.mx/2015/08/18/video-aseguran-familiares-que-enterraron-viva-a-adolescente-en-honduras
http://www.tiempo.hn/evento-cerebrovascular-habria-sufrido-la-joven-que-resucito/
https://www.youtube.com/watch?v=EWZEbDdZeNg
Comentários