2 de agosto de 2015

10 Dicas de Como Tirar Fotos de Fantasmas

As histórias de fantasmas podem ser assustadoras... As vozes fantasmagóricas nas psicofonias podem ser intrigantes... Mas o que as pessoas realmente desejam como provas são fotografias. Fotos e vídeos de fantasmas proporcionam um tipo de evidência mais dramática da possível existência de um mundo espiritual, no entanto como podemos estar certos de que não foram feitas com Photoshop ou que estamos sendo enganados de alguma outra maneira?

É por isso, que muitos grupos de caçadores de fantasmas são tão ansiosos por assinalar orbs e "ectoplasma" em suas fotos, pois querem desesperadamente mostrar uma evidência forte. Infelizmente, orbs e "ectoplasma", se destacam em fotografias como uma evidência paranormal muito pobre, já que podem ser outras coisas, tais como pó e vapor d'água.

Então, como podemos ter sucesso em fotografar fantasmas?

Aqui estão algumas ideias:

01. Ir Onde os Fantasmas Estão

Isto parece óbvio, mas como sabemos onde há fantasmas? A verdade é que não sabemos. Apenas podemos seguir rumores e ir aonde reportaram manifestações fantasmagóricas.
Muitos grupos de caçadores de fantasmas gostam de passar um bom tempo nos cemitérios com suas câmeras e gravadores, mas ainda que existam boas psicofonias obtidas em cemitérios, não há tantas fotos ou vídeos convincentes assim.

Só pelo fato de que os mortos estão enterrados ali, isso não quer dizer que seus espíritos permaneçam nos cemitérios mais do que em outros lugares...

Uma possível opção, seria ir à casas, edifícios e outros lugares onde as pessoas realmente experimentaram atividade fantasmagórica, ou melhor ainda, quando testemunhas próximas relataram ter visto aparições que afirmem ser reais.

02. Equipamento

O tipo e a qualidade do equipamento de fotografia que você vai usar é muito importante. A maioria das pessoas usam câmeras digitais, e ainda que não seja necessário um modelo caro, quanto maior seja a resolução, melhor. Câmeras de baixa resolução podem produzir imagens com uma grande quantidade de defeitos digitais, especialmente em situações de pouca luz.

Um mau funcionamento do software, pode produzir elementos em fotos que poderiam parecer paranormais, mas não são. (Inclusive se são mesmo anomalias fotográficas tidas como paranormais, uma má resolução faz com que sejam mais difíceis de confirmar.) Utilize câmeras com ao menos 5 mega-pixels de resolução.

Reflexo e pareidolia.
03. Como Tirar as Fotos

Uma vez no lugar a ser investigado, configure a filmadora em um tripé e deixe-a registrando por um bom tempo, antes de colocá-la em outra zona. Você também pode experimentar este método com câmeras equipadas com a função de tomar uma foto a cada poucos segundos, ou então, tome séries rápidas de fotos em vários lugares.
Tenha certeza de que teus parceiros caça-fantasmas não estão ao redor das áreas nesse momento. Felizmente, os cartões de memória de grande capacidade para as câmeras digitais estão a preços muito acessíveis, o que nos permite tirar muitas e muitas fotografias, inclusive com câmeras de alta resolução, antes de que precisem ser esvaziadas para analisar as fotos no computador. Assim que tome muitas fotos, especialmente nas áreas onde foram registradas atividades apontadas como sendo aparições fantasmagóricas.

04. Cuidado com o que você Fotografa

Evite tomar fotografias em espelhos ou outras superfícies reflexivas, principalmente com flash. Reflexos de Flash podem dar lugar a imagens questionáveis que podem ser causadas por manchas e pó no vidro por exemplo. Ainda que alguns pesquisadores acreditem que imagens de anomalias fotográficas tidas como espirituais, são obtidas mais facilmente em meios reflexivos como um espelho.

Mas se você quer mesmo tomar fotos de espelhos, esperando assim capturar uma imagem do além, não utilize o flash. Se não há suficiente luz disponível, ponha a câmera em um tripé ou outra superfície estável para evitar que a imagem saia de foco e registre usando longa exposição.

05. É melhor de dia ou de noite?

Aqui há outro tema importante. Devemos utilizar sempre o flash? (Por que ao que parece o seu brilho é o que produz os orbs questionáveis e os "vultos de ectoplasma" duvidosos.) Deveríamos fazer tais investigações na escuridão da noite? Por que isto é o que a maioria dos grupos de caça-fantasmas faz quando realizam suas investigações, mas por que? Veja qualquer episódio de Ghost Hunters e não só levam a cabo a sua investigação na noite, mas também apagam todas as luzes.

Uma vez mais, por que? Porque é mais fantasmagórico? Há alguma evidência ou investigação para demonstrar que somos mais propensos a capturar fotos de "fantasmas", de vídeo ou de psicofonias na escuridão que em plena luz do dia? De fato, a maior quantidade de boas fotos de fantasmas, foram tomadas durante o dia ou em condições de luz normais. Portanto, por que não tentamos isso também?

06. Ter Sorte!

A outra coisa sobre fotos de fantasmas melhor obtidas é que aconteceram por acaso, (salvo alguns casos que poderão ser melhor contados em uma próxima postagem no AssombradO.com.br.) Os fotógrafos não estavam tratando de fotografar fantasmas. Apenas estavam tomando fotos para algum outro propósito e as anomalias apareceram nas fotos. De fato, assim é como são produzidas as maiores experiências relacionadas a fantasmas (quando os ditos fantasmas desejam aparecer e em seus próprios termos.).

Fenômenos de fantasmas são fugazes e muitas vezes inesperados. Não podemos controlar quando vão ocorrer ou como. Por definição, não podemos controlar nossa sorte na captura de um fantasma na câmera ou vídeo. O melhor que podemos fazer é ir onde suspeitamos que se encontram e sermos pacientes e persistentes. Pode que nunca tenhamos uma foto de uma aparição, mas se a obtivermos, o esforço terá valido a pena.

07. Reconhecimento

Uma pista muito convincente em uma foto genuína, é quando a figura é reconhecível como uma pessoa que se sabe que já não está viva e portanto não tem como aparecer ali. Alguns grandes exemplos disto incluem o fantasma de Freddy Jackson (Há controvérsias quanto a autenticidade desta). Neste caso, o mecânico da Royal Air Force, que tinha sido morto em um acidente dois dias antes da foto ser tomada, foi facilmente identificado por seus colegas de esquadrão.

Outro exemplo famoso, é o de um fantasma que aparece no banco traseiro de um carro. Certamente, nenhuma pessoa viva estava ali quando tomaram a foto, mas quando foi revelada, a Sra. Mabel Chimmery, quem tomou a foto reconheceu no mesmo instante a imagem de sua própria mãe, que estava morta. De fato, a foto foi tomada no cemitério onde foi enterrada.

08. A Honestidade e a Intenção

Devido a que as fotos de fantasmas são facilmente trucadas de inúmeras formas, precisamos confiar na honestidade e na intenção do fotógrafo. A honestidade é uma coisa difícil, se não impossível de determinar infelizmente, e uma pessoa pode ter qualquer número de razões para querer criar uma fraude: a exposição midiática, obter fama, tirar proveito comercial da fotografia.

Nenhum destes motivos nos leva automaticamente a uma fraude, mas devemos considerá-los cuidadosamente. O Fantasma da escada, foi uma foto tomada pelo Reverendo aposentado, Ralph Hardy,e ainda que não por que seja um sacerdote deve ser totalmente irrepreensível, poderíamos estar mais inclinados a acreditar que fotos nessa linha podem ser verdadeiras. Quando se trata de fotos paranormais, é indispensável considerar a fonte de onde provém.
Intenção é outro fator. A maior parte das consideradas melhores fotos de fantasmas foram realizadas involuntariamente. Em outras palavras, não foram tomadas por pessoas que estavam procuranso fantasmas. A natureza acidental destas fotos dá uma certa credibilidade porque os fotógrafos não tinham intenção de capturar uma imagem fantasma e ficarem surpresos como todos os demais ao descobri-la.

Um excelente exemplo é do avô fantasma tomada por Danny Russell. Ela havia tirado a foto de sua avó em sua casa de repouso. Na verdade, não foi até anos depois que perceberam que havia um homem em pé no fundo olhando para a câmera. Russell e suas irmãs reconheceram como sendo o avô, que havia morrido muitos anos antes.

09. Corroborando Experiências

Outro fator que dá credibilidade a qualquer fotografia paranormal é quando também aconteceram experiências paranormais no lar ou no lugar onde a foto foi tomada. Por exemplo, se alguém tomou uma fotografia e aparecem orbs, ectoplasma ou alguma outra anomalia, pode ser levada mais a sério, se está associada a alguns outros sinais anormais. Talvez viram a aparição com seus próprios olhos, ouviram psicofonias, objetos que se movem ou, quando objetos desaparecem na casa ou ainda, mais coisas dessa natureza.

Isto também é certo em um lugar que tenha um longo histórico de fantasmas ou atividade paranormal. Estas experiências e a história estão corroborando a evidência de que algo fora do normal está acontecendo ali e portanto dá peso às formas estranhas que podem aparecer em fotos, inclusive se são apenas orbs ou ectoplasma. Isto não é uma prova positiva de que as fotos sejam legitimamente paranormais, mas talvez possamos encará-las com mais seriedade e podem proporcionar evidência para uma maior investigação.

10. O que fazer com as suas Fotos?

Se você tira uma foto e algo estranho aparece na mesma, não assuma automaticamente que é um fantasma, espírito ou algo paranormal. Seja cético. Mostre a foto a alguém que tenha muita experiência com fotografia, e que possa ser capaz de explicar a anomalia como sendo uma fita que segura a câmera, o pó no ar, um brilho de luz na lente, ou um reflexo - algo natural e explicável.

Se o especialista em fotografia não pode explicar a anomalia, mostre a uma organização de investigação paranormal que você possa entrar em contato. Naturalmente que há muitos sites que contam com boas fotos de fantasmas e fotos paranormais, então despois de pesquisar os mais sérios, considere enviar por e-mail a sua foto para avaliação.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Tradução/Adaptaçãorusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://www.taringa.net/posts/paranormal/18100492/Como-tomar-fotografias-de-fantasmas.html
http://paranormal.about.com/od/ghostphotos/a/aa102207.htm
http://www.digital-photo-secrets.com/tip/3915/photograph-ghost/
http://www.wikihow.com/Capture-Ghosts-on-Film
Comentários