14 de julho de 2015

O Mistério do Homem Gato de Greenock: O Comedor de Ratos da Escócia


Cada cidade tem suas próprias lendas locais, histórias de criaturas misteriosas que se transformam em alicerces para conversas sussurradas ao redor de fogueiras ou em bares. Algumas, como a lenda do Demônio de Jersey, ganham a atenção do mundo, enquanto que outros relatos raramente deixam as origens de suas comunidades. Uma misteriosa lenda local tem sido mantida em pela cidade de Greenock, na Escócia: O Misterioso Homem Gato Comedor de Ratos.

A cidade de pescadores de Greenock, a apenas 40 quilômetros a oeste de Glasgow, se orgulha de sua rica história marítima, seu lugar entre as top 50 trilhas para caminhada da Escócia, e seus edifícios vitorianos maravilhosamente restaurados. Na verdade, há muito tempo tem sido considerada uma das mais encantadoras cidades do país. Mas quando o sol se põe e a noite desce sobre suas costas, os moradores de Greenock sabem que algo está rastejando na escuridão, observando-os em silêncio enquanto eles correm de volta a suas casas.

Greenock é uma cidade de pescadores a 40 quilômetros de Glasgow.

Por muitos anos, a única evidência do Homem Gato eram relatos de segunda mão onde alguém teria visto olhos brilhando na escuridão, ou um amigo que jura ter visto a figura negra rastejando para fora de um tubo de drenagem, com um rato morto pendurado em suas mandíbulas. Para alguns, o Catman (Homem Gato) era uma besta da criptozoologia, o último de sua espécie viva nas margens da sociedade.

Para outros, a lenda de Catman era obra de brincalhões locais com a intenção de assustar os bêbados que tropeçavam quando saíam dos bares à noite. Mesmo a polícia, que muitas vezes teve acesso direto a relatos sobre os avistamentos do Catman, não tinha certeza do que fazer com as histórias.

Em seguida, no final do ano 2000, um vídeo de baixa resolução capturado em um telefone celular mudou tudo isso. O Catman era real.

.
O vídeo mostrou que homem gato não era uma espécie de monstro desconhecido, mas um ser humano. Assim que o cinegrafista falou com ele, Catman levantou um rato morto à altura de seu rosto preto de fuligem e sujeira, e mordeu o animal. A imagem perturbadora de alguma forma nos deixa desarmados de maiores repulsas quando o Homem gato levanta alegremente o dedão em um gesto positivo.

Como você pode imaginar, o vídeo foi repassado entre os jovens de Greenock, tornando-se o tema quente de discussões locais, antes da filmagem ser enviada à internet onde rapidamente se tornou o tema central de fóruns e redes de e-mail na época. O próprio departamento de Serviço Social de Greenock tomou conhecimento do vídeo e disse aos jornais locais que eles haviam mandado um de seus assistentes sociais à procura dele, embora tenha voltando de mãos vazias.

No final do ano 2000, o homem gato finalmente foi filmado e suas imagens
foram publicadas em fóruns e repassadas por e-mail.
Ninguém sabe ao certo quanto tempo o Catman tem vivido escondido pelos becos e túneis de Greenock, mas alguns dos primeiros relatos datam de meados dos anos 70. Alguns diziam que ele era um marinheiro russo que tinha sido abandonado na Escócia, sendo obrigado a viver nas ruas.

Outros alegaram que ele fora vítima de um linchamento onde a multidão quebrou as suas pernas e ele passou a viver na clandestinidade. Alguns relatos afirmam que Catman era um fugitivo enlouquecido de um hospital psiquiátrico local. Apesar das diferentes origens tresloucadas, alguns detalhes dos relatos sempre permaneceram o mesmo: Catman sempre rastejava, raramente falava, e sempre foi visto comendo ratos.

Apesar das imagens reveladoras, pouco se sabe sobre a origem desse pobre homem.

Um relato de 2010 deu mais credibilidade aos seus traços felinos:

"Catman é definitivamente real. Ele me deu um baita susto. A primeira vez que o vi ele estava escurecendo, e tudo o que vi foram os olhos. Seu rosto é totalmente preto como no vídeo. Ele estava deitado no caminho de Scotts Lane nos arbustos atrás da cerca, apontando para a comida de gato que foi deixada para os gatos, me pedindo para passá-la através da cerca. Eu acho que ele estava com medo de ir até o caminho pela comida. Eu costumava ir comprar Döner Kebabs para ele quando eu chegava em casa da aula de dança. Ele não tem sido visto há muito tempo agora, uma vez que o conselho colocou chapas de ferro corrugado galvanizado para que ele não pudesse ser alimentado."

Ele é definitivamente real, não um mito. A fonte deste artigo cita que garotos maldosos de Greenock chutaram fortemente o homem gato.

O rosto do homem gato sempre está preto de sujeira. 

Como a lenda do Catman cresceu mais e mais até chegar a uma realidade, a mídia começou a criar interesse na história. Em 2010, um documentarista local tratou de descobrir a verdade sobre a lenda, mas foi recebido com "becos-sem-saída" em cada tentativa. Não importava onde ele fosse, aqueles que supostamente sabiam a verdadeira história se recusavam a falar sobre Catman ante a câmera. O que era para ser um documentário de longa metragem, acabou sendo um segmento de cinco minutos que apresentava mais perguntas do que respostas.

.
Na atualidade, parece que ninguém sabe, ou irá revelar a verdadeira identidade de Catman, de onde ele é, ou como ele acabou vivendo dessa maneira nos túneis de Greenock. Sua sobrevivência durante meio século é por demais chocante, mas talvez não tão misteriosa quanto se poderia pensar quando se considera a bondade dos moradores que já tentaram ajudar o homem ao longo dos anos:

"Eu vivo em Greenock e posso atestar que o Catman existe. Ele tem vários pontos onde ele permanece, atrás das lojas da estação de ônibus ou em torno dos armazéns abandonados. os entregadores de comida locais deixam coisas para ele e de vez em quando você encontra cobertores novos em algum de seus domínios que alguém deixou para ele. Ele foi internado em uma instituição certa vez, mas não puderam lidar com ele.

Ele não gosta de pessoas, mas as pessoas aqui se certificaram de que ele está tomando cuidado de si mesmo dentro do quanto ele escolheu ser. Xícaras de chá ou sopa são deixados em determinados pontos, para que ele se alimente. Eu sei que uma mulher lhe serve uma refeição todos os sábados à noite a caminho do bingo e ela garante que ele usa um chapéu quando faz frio. Suponho que esta seja a sua verdadeira definição de se importar com a Comunidade."


Catman quase não fala.



O Homem Gato de Greenock ainda está vivo, se não bem, ao menos com imagens de seu rosto enegrecido aparecendo na internet como recentemente em abril de 2015, publicadas na sua Fan Page do Facebook. Sim, isso mesmo, ele tem uma página no Facebook que, talvez de modo cruel, a página está com a classificação de animal de estimação. É a mesma página, onde, poucos dias atrás, foi noticiado que Catman foi enviado ao Hospital Ravenscraig.

O homem gato se arrasta pois aparentemente não tem mobilidade nas pernas.

Após sua primeira aparição em Greenock mais de quatro décadas atrás, talvez o mistério de Catman seja finalmente resolvido.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes
Tradução/Adaptaçãorusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://weekinweird.com/2015/06/04/tracking-down-the-legendary-greenock-catman-scotlands-glowing-eyed-rat-eating-mystery/
https://web.archive.org/web/20101124060646/http://current.com/groups/random/88792802_the-catman-of-greenock-rough-edit.htm
http://www.mysteriousbritain.co.uk/forums/general-discussion/general-chat/the-catman-of-greenock.html
https://www.facebook.com/pages/Catman-of-Greenock/924376410927185
Comentários