15 de julho de 2015

Garota No Zimbábue Morre, Ressuscita, Come, Bebe e Morre Novamente


Enlutados em um funeral em Nembudziya, distrito de Gokwe, Zimbábue ficaram sem palavras após a falecida milagrosamente ressuscitar dos mortos.

Acreditavam que a adolescente no centro do drama deveria estar morta há três dias quando ela acordou e saiu do caixão. Ela comeu mingau e bebeu água, vindo a morrer mais tarde depois de ser internada no hospital no mesmo dia.

Ashel Abigail Zananda
teria morrido, ressuscitado
e morrido novamente.
O drama em torno da morte de Ashel Abigail Zananda de 14 anos da vila de Sigali, se tornou o assunto central para os habitantes locais na região. A adolescente morreu em 8 de junho e ela acordou três dias depois, quando seu cadáver havia sido colocado em um caixão.

O chefe, os líderes de aldeia e os aldeões, que testemunharam o incidente, ainda estão perplexos. Não foi possível estabelecer se um médico ou a polícia havia inicialmente certificado a morte da garota.

Os moradores também disseram a um repórter que o incidente ocorreu na mesma aldeia onde um pássaro preto havia capturado uma criança e saiu voando com ela antes de soltá-la viva nos campos.

O membro do Parlamento representante do distrito norte de Gokwe-Nembudziya, Justice Mayor Wadyajena, confirmou o incidente, dizendo que era realmente chocante.

"Os chefes de aldeia e líderes precisam ajudar esta família a achar soluções com os curandeiros tradicionais. É verdade que a menina morreu, mas ela acordou, comeu e bebeu um pouco de água. Os chefes de aldeia e líderes devem fazer um plano, tanto quanto este assunto esteja em causa ", disse Wadyajena.

Um primo da falecida Ashel, Admore Mashonganyika de 46 anos, narra o que aconteceu:

"Minha irmã estava se queixando de uma dor de cabeça por cerca de três meses. Ela morreu na residência de nossa tia em Empress, onde ela estava recebendo orações de uma certa profetisa. Depois que ela morreu, pedimos o seu corpo para o enterro. Três dias depois, a profetisa nos disse que a menina estava viva e perguntou porque razão nós queríamos enterrá-la viva ", disse ele.

Justice Mayor Wadyajena,
um político local teria
confirmado o incidente.
"Surpreendentemente, após três dias, seu corpo não estava frio e rígido como se espera de um cadáver. A profetisa da Igreja Apostólica Africana, com a ajuda de outros membros da congregação, orou e o cadáver começou a fazer movimentos antes de levantar a mão do caixão. A menina foi então levada para fora do caixão ", acrescentou.

Mashonganyika também disse que Ashel foi retirada do caixão e seu corpo foi colocado contra a parede.

"Ela foi levada para fora do caixão e foi colocada perto da parede que ela se encostou com as mãos balançando. Eles prepararam mingau para ela e ela comeu cinco colheres completas antes de beber meio copo d'água ", disse Mashonganyika.

O pai da falecida, Esau Zananda de 40 anos, disse que perdeu a fala com relação ao que aconteceu à sua filha. "É verdade que a minha filha acordou depois de estar morta por três dias. Ela acordou, sentou-se e comeu mingau e ela também bebeu água. Em seguida, levei-a ao hospital e ela mais tarde morreu de forma definitiva", disse Zananda.

Precious Muringo de 35 anos, mãe da falecida, acredita que tenha sido um ato de bruxaria.
"Isto é pura arte de bruxaria. As pessoas aqui não se cansam de jogar miséria em mim. Eles querem matar todos os meus filhos, meu marido e eu também. A minha filha costumava me dizer que haviam pessoas que queriam matá-la ", disse ela.

O chefe da aldeia Misheck Sigali de 67 anos também confirmou o incidente.
"Eu não estava lá quando isso aconteceu, mas me foi dito que o Chefe Nembudziya teve que chamar um curandeiro tradicional conhecido como Dhumba para atender a situação. O curandeiro chegou lá e ele apertou a barriga de Ashel e seu nariz sangrou. A polícia então foi chamada e ela foi levada para o hospital, onde foi declarada morta ", disse ele.

Um profetisa teria avisado que a garota estava viva.
Este evento improvável deixou as pessoas com um monte de perguntas, como evidenciado nas redes sociais que questionaram se a menina estava realmente morta no momento do incidente, já que sua morte não foi confirmada por qualquer especialista.

Este incidente poderia até ser classificado como atividade paranormal pelos zimbabuenses, já que o distrito de Gokwe foi coroado como a capital da feitiçaria do Zimbábue, popularmente conhecido por sua prática de magia negra. No início deste ano o site Zim Eye relatou que o exército havia sido chamado para exterminar bruxas na região.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Tradução/Adaptaçãorusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://news24zim.com/2015/06/25/shock-as-dead-girl-ressurects-eats-porridge-drinks-water-and-dies-again/
http://thisisafrica.me/lifestyle/dead-girl-resurrects-eats-drinks-dies/
http://www.kwayedza.co.zw/chitunha-chakamuka-chikadya-bota-nekunwa-mvura/
http://www.pindula.co.zw/Justice_Mayor_Wadyajena
https://mile2herald.wordpress.com/2015/06/24/total-drama-as-dead-girl-resurrects-eats-drinks-and-dies-again/

Comentários