5 de maio de 2015

Minha História Assombrada: Fantasmas no Hospital

Acompanho o Assombrado desde o finzinho do ano passado, resolvi contar este relato depois de ver o relato que a Ana contou que se chama HORROR NO HOSPITAL, pois meu pai trabalhou durante décadas num hospital aqui da nossa cidade, que é bem antigo, no interior do Ceará. Ele trabalhava na portaria.

Depois de ver o relato resolvi perguntar pra ele se ele ou alguém que trabalhava lá no hospital já havia visto algo sobrenatural e/ou inexplicável. Ele me disse que já ouviu o que ele define como "arrastado" de alguém, uma pessoa que andava fazendo um barulho muito estranho, como se tivesse arrastando-se, isso bem próximo a ele, porém não viu ninguém próximo. Uma moça que trabalhava lá comentou com ele sobre uma mulher loira que estava sentada na janela do corredor onde ele havia acabado de passar, e ele disse que não havia nenhuma mulher, sendo que para não estar lá, para sair, a mulher precisaria passar por esta moça.

Me contou uma infinidade de histórias que depois contarei pra vocês. Agora vamos a história que mais me chamou a atenção. Num determinado dia as moças que trabalhavam no hospital, e eram responsáveis por diversas atividades, dentre elas a troca de roupa de cama e troca de roupa dos pacientes, dormiam juntas num quarto do hospital, eram cerca de 3 a 4 moças, elas costumavam acordar as 4 horas da manhã pra começar a realizar esse trabalho, pois por algum motivo ele devia ser feito bem cedo, e neste dia uma delas acordou sem motivo aparente um pouquinho mais cedo e ouviu os "carrinhos" que elas usavam pra transportar as roupas pelo hospital andando, como se alguém os estivesse empurrando, isso bem próximo, como se estivesse no corredor do lado de fora do quarto onde ela estava, e então ela achou que estava atrasada e que as outras meninas já haviam saído pra começar a trabalhar, e saiu pra ir atrás delas, nem acendeu a luz do quarto, chegando lá fora ela viu algo que ela jura que nunca vai sair da mente dela: passavam pelo corredor algumas mulheres empurrando esses carrinhos, como se fossem mulheres que fizessem o mesmo trabalho que elas fazem, porém essas mulheres não tinham uma aparência humana, elas eram meio que transparentes e flutuavam sobre o chão.

Entretanto as mulheres pareciam não vê-la, passaram a sua frente e simplesmente não a olharam, era um corredor bem grande, então ela as viu vindo e passando por ela. Ela diz depois que o momento que as viu vindo e passaram por ela não foi mais que 5 segundos, porque assim que se deu conta do que via correu de volta pro quarto, acendeu a luz e viu que as meninas ainda dormiam, ela entrou berrando e chorando e as mulheres acordaram atordoadas, porque ainda eram 3 horas da manhã, e então ela contou tudo o que viu pra elas.

Meu pai lembra bem porque ele diz que essa moça costumava curtir com a cara das outras porque muitas pessoas no hospital já dizem ter visto coisas sobrenaturais, e a própria moça contou isso pra ele.

Bom, pelo que já vi no Assombrado creio que esses fantasmas sejam do tipo IMPRESSÃO, que ficam de alguma forma impressos ali e o acontecimento fica a se repetir, e acredito que devia ser rotina fazer esse mesmo percurso pelo corredor. A questão é o que de tão marcante ocorreu com elas pra que elas ficassem por ali ainda? Espero que goste do relato e o conte, eu achei horripilante. Obrigado, adoro o canal de vocês, continuem nos assombrando. kkk

História assombrada enviada por Eduardo P.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publicadas!
Comentários