14 de maio de 2015

Minha Casa Assombrada (#189 - Histórias Assombradas!)

Meu Nome é Geyse S. e atualmente tenho 22 anos, mas a história que eu vou contar é de uns anos atrás. Não tenho data específica, porque tudo se passou na minha antiga casa onde eu morava, em datas diferentes.

Eu moro em Votuporanga, e a casa onde morei se localiza a uns 5 quarteirões da minha casa atual.
Pelo o que eu me lembro, a casa era pequena, de quatro cômodos e com uma varanda e lavanderia na parte de trás, que são fechadas com grades dos dois lados.

Na época, eu devia ter uns 10 a 13 anos mais ou menos, e eu me lembro que foi uma época muito perturbada para mim, pois não dormia direito, e sempre tinha pesadelos, onde eu chorava algumas noite por não conseguir dormir. Nesse mesmo tempo também, minha mãe disse que as vezes ela ouvia eu conversar a noite, como que brigando com alguém, ou me via levantar durante a noite, acender a luz de algum cômodo, e voltar a dormir, feito uma sonâmbula. Eu sinceramente, não me lembro disso, se fazia mesmo, fazia inconsciente.

Eu presenciei casos como, um tanto quanto engraçado, mais tinha um ponto da casa, exatamente no quarto dos meus pais, em canto da parede entre o guarda-roupas e a parede, que caía uma cachoeirinha de xixi,geralmente acontecia durante o dia, mais nunca me atentei ao horário. Poderia ser um animal como um gato, mas estranhamos porque a quantidade era enorme, e nem para um ser humano seria possível tal quantidade, isso causava muito desconforto, pois deixava um cheiro forte de urina no quarto. Outra coisa que acontecia, era que caíam pedras no telhado durante a noite, que todos nós escutávamos o barulho dela rolando por entre as telhas, mas nunca caíam no chão. Durante o dia, por várias vezes, andávamos em volta da casa a procura das pedras, olhávamos em cima do telhado, e nenhum vestígio das pedras.

Segundo minha mãe, ela fala que quando eu tinha meus três anos de idade, isso já acontecia. Outras coisas que minha mãe conta, é que quando eu estava nessa idade de 3, 4 anos, ela me colocava para dormir no quarto de casal dos meus pais, e por muitas vezes eu acordava chorando porque escutava fortes batidas nas paredes, que se assemelhava a uma pessoa dando um forte murro na parede.Isso não era só comigo, era com todos.

Bem... nesse meio tempo, houve 2 anos que ficamos fora, pois viajamos para o Japão. Nesse período, houve um caso que me faz arrepiar até os dias de hoje, talvez tenha sido a prova mais concreta do espírito ou coisa que estava lá.

Enquanto estávamos para  Japão, meu tio irmão de minha mãe, veio morar com a família dele em nossa casa, até o nosso retorno da viagem. Eles tem dois meninos, e na época meu primo Vinicius era uma criancinha de 4 aninhos. Um dia, durante a tarde, meu priminho estava brincando no quintal, quando ele saiu correndo para dentro de casa chamando meu tio dizendo: "Pai, olha o homem, olha o homem lá fora pai" Meu tio foi verificar, e saindo no quintal meu primo apontou com o indicador o telhado da casa, e disse: " olha lá pai, o homem tá sentado lá" .( engraçado, o local onde meu primo disse ter visto o homem, era justo em cima do telhado do quarto dos meus pais) Meu tio não acreditou e disse pra ele que não havia homem nenhum lá em cima e voltou para dentro de casa.
Em uma noite, enquanto meu tio trabalhava ( pois ele trabalhava em usina a noite ), minha tia e meus dois primos jantavam, estavam na cozinha com a porta fechada e trancada ( pois a porta da cozinha, dá direto para a varanda/lavanderia), quando ouviram passos pelo corredor, e logo em seguida, houve uma leve pressão sobre a maçaneta da porta, onde foi possível ver ela girando, como se alguém tentasse entrar, todos ficaram em alerta e com medo, mas a coisa não insistiu.Todos foram dormir morrendo de medo aquela noite.

Alguns anos depois,já de volta ao Brasil, quando minha mãe ela estava grávida do meu irmão, ela disse que em uma das tardes em que ela estava deitada na cama para descansar, (mas não dormia, e era o mesmo quarto de casal), ela ouviu um barulho no teto, como se fosse de alguém arrastando uma caixa grande e pesada... shhhhap...shhhhhhap.... TUM! a tal coisa ou objeto caiu no  telhado fazendo um barulhão. Ela arrepiou por inteiro, a impressão que ela passa, era que tinha uma pessoa carregando algo e pesado, onde não aguentou o peso e largou o objeto/coisa, deixando cair.

Uma vez também, que minha tia do Japão, irmã da minha mãe, estava passando uns tempos por aqui, estava uma noite conversando com minha mãe (fofoca rsrs), e todos já tinham ido dormir, e só ficaram as duas na cozinha conversando, uma certa hora, ouviram alguém empurrar a janela, querendo abri-la, mas não poderia ser uma pessoa porque a janela era de vidro, que dava para ver o outro lado, e não tinha cortina, elas  gelaram na hora, saíram logo dali, se aquietaram e foram dormir.
Durante os anos, minha mãe chamou benzedeiras para benzer a casa, e no último caso que lembro, chamou um padre também... sinceramente não sei se funcionou '-'

Já faz uns 7 anos que não moro mais la, mais de vez em quando passo na frente da casa e fico olhando os arredores dela.... fico imaginando se os novos moradores conseguem ver alguma coisa...

Bem, esse é um dos meus relatos, no qual vivi e tenho medo que aconteça hoje em dia, mais pelo menos nesta casa onde me encontro agora, não tive nenhum caso sobrenatural, ufa neh !

História assombrada enviada por Francisco G.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publ
Comentários