27 de março de 2015

Policial Alega que Fantasma Arranhou seu rosto


Maria Fernanda estava como guarda da meia-noite, quando ela afirma ter ouvido um som semelhante a arranhões vindo de uma das salas de aula. Quando ela ligou para seu o chefe, ele disse a ela para esperar do lado de fora, enquanto ele verificava.

Mas não vendo nada de anormal no interior, disse à policial de 25 anos  para não se preocupar e voltou para o seu escritório. Maria disse:


A policial Maria Fernanda alega que os arranhões
em seu rosto, peito e braços foram provocados por um fantasma.
"Assim que meu chefe havia ido, eu ouvi o barulho de novo. 

Eu puxei meu revólver de serviço para fora e entrei e então eu vi aquela sombra preta voando pela sala passando por mim. 

Antes que eu pudesse reagir ele me agarrou e eu gritei e corri à toda velocidade para o banheiro, onde eu me tranquei. 

Então eu notei que havia sangue no meu rosto, braços e peito e percebi que tinha me arranhado."

O suposto ataque ocorreu em uma sala na Academia de Formação de Polícia, em Buenos Aires, Argentina, onde outros cadetes também relataram encontros assustadores. Outros policiais relataram ter visto uma mulher e uma menina coberta de sangue na academia.

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes
Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari
Fonte
Comentários