21 de março de 2015

Britânica Afirma ser Assediada pelo Espírito de seu Irmão e Grava Suposta Manifestação em Vídeo



Por definição, um fenômeno sobrenatural ou paranormal é um evento que desafia a razão em termos da experiência humana normal. Em outras palavras, seria algo que a ciência não poderia explicar; ao menos não ainda...

E embora existam inumeráveis experiências que se encontram dentro do âmbito do paranormal, muito possivelmente o fenômeno poltergeist é considerado o mais interessante e desconcertante pelos especialistas, em grande parte porque se tratam de manifestações físicas: como objetos que se movem impulsionados por uma força invisível; dispositivos elétricos ligando-se e apagando-se por si sós, ou com um mau funcionamento; misteriosos ruídos e fortes batidas; ou inclusive água que cai do teto sem que tenha uma origem determinada.

Ao longo dos anos foram documentados centenas de casos e ainda que em um princípio o fenômeno poltergeist sempre seria atribuído a fantasmas ou entidades demoníacas, também acredita-se que poderia ser o produto do inconsciente das pessoas. Até a presente data, tanto parapsicólogos como cientistas continuam pesquisando um dos conceitos paranormais mais amplamente incomprendidos, e que em raríssimas ocasiões, conseguem ser gravadas em vídeo. Mas agora uma britânica afirma ter filmado a atividade paranormal em sua casa e que estaria fazendo sua vida impossível. E o mais aterrador é que sua origem poderia ser o fantasma de seu irmão morto, com quem teve uma relação conflitante.

O Inferno de Donna Ayres

Segundo publicou o Dailymail, Donna Ayres, de 33 anos, gravou em vídeo a atividade poltergeist em sua casa localizada em Blackpool, Inglaterra. O vídeo mostra como uma caneca se move aparentemente impulsionada por uma força invisível, enquanto um lustre se balança inexplicavelmente de um lado para o outro. Donna, mãe de quatro filhos, disse que a atividade polteregist arruinou sua vida, a obrigando a se mudar de casa cinco vezes, tentando escapar da entidade sobrenatural que converteu sua vida em um inferno.

Registro em vídeo das supostas manifestações poltergeist:


.
A enigmática entidade que a persegue seja onde for, seria o fantasma de seu irmão Paul, que morreu em 2009 e pese as suas tentativas de escapar desse pesadelo, Donna considera-se uma vítima do sobrenatural.

"Desde que meu irmão morreu, ocorreram coisas estranhas em todas as casas que vivi, se convertendo em um autêntico inferno", disse Donna "Provavelmente o pior momento foi quando estava um dia na cama, eu nunca vou esquecer, foi muito traumático. Acho que isto está acontecendo porque um espírito me está seguindo, mas tenho fortes suspeitas de que o espírito poderia ser o meu irmão que morreu. Tivemos uma relação muito conflitiva, talvez seja por isso que voltou para me atormentar."

Screen shot de registro em vídeo de uma colher se movendo por si só.
O Espírito do Irmão

A aterradora experiência de Donna começou depois da morte de seu irmão em 2009, quando em sua casa escutavam fortes batidas na noite, arranhões na parede, cadeiras que se moviam como que impulsionadas por uma força invisível e gavetas que abriam e fechavam sozinhas. Desde então, Donna, que vive com seu parcerio Jason Heys, de 45 anos, se viu obrigada a mudar de casa em cinco ocasiões para escapar da temível e cada vez mais aterradora entidade.

Mas apesar das mudanças, Donna afirma que o espírito não deixa de perseguí-la, como se se tratasse de um filme de terror. E em uma tentativa de provar a existência do espírito e de todos os fenômenos que ocorriam na casa, Donna decidiu gravar em video a atividade poltergeist mediante a câmera de seu Smartphone para buscar uma explicação ao inferno que tem enfrentado.

"A atividade paranormal começou pela primeira vez em 2009, quando comecei a ouvir misteriosos ruídos na noite e depois apareceram arranhões na parede", disse Donna. "Dado que estes primeiros encontros só foram o prelúdio de toda a atividade poltergeist que ocorreram nas demais casas, agora estou justamente no limite de minhas forças. 

Inclusive cheguei a acordar com contusões algumas manhãs, apesar de não estar em contato com ninguém. Uma vez minha guitarra começou a tocar sozinha, embora tenho que dizer que na verdade me pareceu muito interessante, sei que isto soa estúpido, mas é a verdade. 

Sei que é difícil conseguir registrar em vídeo a atividade paranormal, mas acho que fiz bem em gravar com meu Smartphone. Dada a difícil relação com meu irmão, eu realmente acho que seu fantasma me atormenta, e não só a casa em que vivo, o que é mais aterrador."

Os vídeos desataram um grande rebuliço nas redes sociais e nos principais meios de comunicação, o que levou a alguns especialistas no paranormal a se oferecerem para levar a cabo uma investigação sobre o caso. Mas deixando de lado a teoria dos mas céticos, que sempre desacreditam casos como este, ao mesmo tempo em que parece haver um consenso entre os qeu acreditam, afirmando que este tipo de fenômeno paranormal seria classificado como um poltergeist real, onde um ser sobrenatural se manifesta mediante fortes batidas e movendo objetos impulsionados por uma força invisível.

Outros inclusive foram além, comparando o caso de Donna Ayres com o de Carla Morán (Doris Bither), uma mulher que foi atacada e inclusive violentada repetidas vezes, por forças invisíveis. As experiências de Morán, que tiveram lugar na década de 1970, sacudiram o mundo paranormal, se convertendo em um dos casos mais notórios,  mais desconcertantes e convincentes da história nos círculos paranormais.

Trata-se de um vídeo real ou de uma montagem? Donna Ayres está realmente sendo assediada por uma entidade sobrenatural?

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fonte:
Comentários