16 de dezembro de 2014

Zumbis: O Real, da Mídia e na Natureza, Casos Comprovados, Apocalipse Zumbi etc...




Zumbis, criaturas lentas e irracionais antigamente, hoje se transformaram em máquinas ferozes e inteligentes, prontas para perseguir qualquer humano em seu caminho... Bem, na verdade os zumbis existem, no Haiti, e não chegam nem perto de ser os que a mídia mostra nos filmes. Vou te mostrar três zumbis autênticas, além de falar de seres vivos que zumbificam outros, do apocalipse zumbi, como se defender, do vírus da raiva e de casos recentes de canibais sob efeitos de drogas, como o apelidado de "zumbi de Miami". Pegue sua porção de cérebro de aperitivo e boa leitura :)

No final tem um vídeo que fiz sobre o assunto...

Assombrados, atendendo a pedidos, fiz este especial sobre zumbis. Procurei nele ser bem amplo, mostrando o que um zumbi, onde se faz zumbis, alguns casos reais, casos na natureza, o zumbi da ficção e o temido apocalipse zumbi. Pegue suas balas sabor cérebro e boa leitura :)

Existem dois tipos de zumbis, o real e o da ficção, por isso, nesse post vou falar sobre as características de cada um deles. Vamos começar pelo zumbi real, os do Haiti

Haiti: Lá estão os Zumbis de Verdade

Localização do Haiti
Sim, os zumbis são reais, pelo menos em um país, o Haiti. Lá o bicho pega... Para quem não sabe, o Haiti fica no caribe e é um dos países mais pobre do mundo. Lá existe a religião vodu, que faz muita gente tremer de medo só de ouvir falar. De acordo com os princípios do vodu haitiano, uma pessoa morta pode ser revivida por um sacerdote ou feiticeiro. Zumbis permanecem sob o controle do bokor, já que não têm vontade própria.

A pessoa fica como que morta, fazendo o que o feiticeiro manda e só será libertado quando o feiticeiro morrer. Eles não contaminam os outros, se decompõem ou vivem querendo cérebro ou carne humana, como os zumbis da ficção, que vou falar ainda...

Para tentar evitar que mais pessoas sejam transformadas em zumbis, o código penal do Haiti determina que fazer uma pessoa parecer morta a ponto de ela ser enterrada é considerado assassinato, não importa o que aconteça depois.

Loucura? Não! Existem casos famoso e documentados, que vou mostrar mais abaixo. Antes temos de saber como transformar uma pessoa em zumbi.

Pensa num país destruído e muito pobre: Haiti


Como Zumbificar uma Pessoa

Segundo conta os Bokos, existem 4 passos antes de zumbificar uma pessoa:

01. Julgamento: Os feiticeiros se reunem e debatem se devem transformar a pessoa em zumbi. Essa pessoa pode ter feito algum mal, essas coisas.
02. Envenenamento: Administração de coup poudre, um pó envenenados que deixa a pessoa em uma estado como se estivesse morta. ,
03. Ressuscitação: Administração de uma planta que os haitinos conhecem como "concombre zumbi" (pepino zumbi) que o fez voltar a si.
04. Trabalho: O homem transformado em zumbi geralmente é "produzido" para trabalhar nas plantações de cana. Já as mulheres são transformadas em escravas sexuais.

O antropólogo americano Wade Davis, viajou para o Haiti em 1982 e fez uma investigação séria sobre o assunto, confirmando sua veracidade e ainda mais, descobrindo as substâncias químicas envolvidas na zumbificação.

Datura
Segundo Davi, após entrevistar diversos feiticeiros da região, verificou que todos falavam em comum de uma espécie do peixe Baiacu. Assim, ele descobriu que esse peixe possui no fígado e nos órgãos sexuais um potente veneno, chamado tetrodoxina, que paralisa o sistema nervoso central e pode fazer as pessoas parecerem mortas. Outra substância usada é a bufotoxina, encontrada em sapos, que tem efeito parecido com o da tetradoxina. Depois, ele descobriu que os feiticeiros administravam outra substância para manter as pessoas drogadas, e esta substância é extraída da planta Datura stramonium, uma planta com fortes substâncias psicoativas.

Wade Davis escreveu um famoso livro sobre o caso e suas descobertas, chamado "The Serpent and the Rainbow", que por sua vez foi transformado no filme "A Maldição dos Mortos-Vivos".

A tradição diz que  o encantamento pode ser desfeito se o bokor que o possui morrer ou se o zumbi toma sal.

O filme "A Maldição dos Mortos-Vivos" foi inspirado no livro de Wade Davis


Ele foi um Zumbi de Verdade: Clairvius Narcisse

Imagine você ver seu parente ser enterrado. Se despedir, chorar e lamentar a morte de alguém que gostava tanto. Os anos passam e a dor diminui, mas o inacreditável acontece e 18 anos depois este seu parente que você viu ser enterrado reaparece e diz que foi vítima de um feiticeiro que o transformou em zumbi! Calma, a história é verdadeira e ajudou o antropólogo americano Wade Davis a identificar algumas substâncias químicas responsáveis por esta transformação.

No dia 30 de abril de 1962, Clairvius foi até o hospital Albert Schweitzer queixando-se de dores no corpo, febre e um grande mal-estar geral. Dois dias depois, os médicos constataram sua morte e sua irmã assinou o atestado de óbito. Clairvius foi enterrado em 2 de maio de 1962. A morte teria sido encomendada por seu irmão, que estava de olho em uma terra de Clairvius, a um bruxo (bokor). Só que este bruxo o drogou e após o cerimonial, desenterrou o pobre Clairvius e o fez ingerir uma mistura química que o transformou em zumbi. Ele foi obrigado a trabalhar junto com outros zumbis que o bruxo tinha em uma plantação de açúcar, até que em 1964 o bruxo morreu, e Clairvius foi lentamente recuperando a consciência, pois não era mais administrada doses de veneno pelo bruxo. Depois de anos vivendo como andarilho, ele voltou para sua terra natal e sua irmã Narcisseâ o reconheceu, e ele contou sua história.

Clairvirus sentado sobre onde foi enterrado. Sim, ele foi um zumbi...


Ele foi um Zumbi de Verdade: Wilfred Doricent


Wilfred Doricent é um zumbi
Wilfred Doricent foi enterrado. Sua família ficou arrasada. Eles só não sabiam que Wilfred não estava morto.

Na noite seguinte de seu funeral, o túmulo de Wilfred foi violado e seu corpo retirado. Um bokor deu a Wilfred uma drogaque o fez voltar a si. Depois de padecer dos efeitos do veneno, do medo, da confusão e as vezes da falta de ar no caixão, a pessoa transforma-se em um rascunho do que foi um dia. E assim, por 18 meses Wilfred viveu junto ao seu novo "dono" em carcere privado.

Depois de meses, ninguém sabe como, Wilfred voltou para sua assustada porém feliz família. Mas já não era o garoto de antes. Sombrio e taciturno, não mostrava agora sequer metade da inteligência ou animo que costumava ter. Não lembrava de coisas importantes e apresentava sintomas de autismo e muitas vezes ausentava-se sem motivo de seus parentes. Ele contou que ouviu todo o preparo do funeral e o enterro, mas como não podia mexer-se, foi enterrado.

Nem sempre os zumbis que voltam para casa tem recepção familiar boa como teve Wilfred. Muitos são renegados, pois a família tem medo que o zumbi esteja sob algum encanto do bokor ainda.

Hoje Wilfred vive preso em sua casa a maior parte do dia.

Ela foi um Zumbi Verdade: Felícia Felix-Mentor

Felícia Felix-Mentor. Foto real de um zumbi!
Em 1936, um corpo com andar cambaleante, vestido apenas com uma bata branca, surge no horizonte de um estrada suja, perto da capital do Haiti, Porto Príncipe.

Pessoas correram para ajudar e levaram a estranha mulher para o hospital. Constatou-se que ela era surda, cega e muda, mas reagia a estímulos e movimentava a cabeça freneticamente. Quem seria esta mulher? A identidade seria revelada quando seu mariado e irmão a reconheceram. Era Felícia Felix-Mentor. Mas não podia ser! Ela erava morta e foi enterrada em 1907.

A única explicação possível que o médico pode dar foi "zumbi".

Este caso foi investigado e documentado pela escritora norte-americana Zora Neale Hurston, uma cética severa que encontrou e fotografou a garota "morta", e saiu convencida de ela ser uma vítima genuína dos Bokors, os feiticeiros vodus que praticam a magia negra. Este foi um caso que Hurston nunca mais esqueceria.

"As visão foi terrível. Aquele rosto imóvel, com os olhos mortos. As pálpebras eram brancas em torno dos olhos, como se tivessem sido queimadas com ácido. Não existia nada que você pudesse dizer a ela ou retirar, exceto olhar para ela, e a visão de sua ruína era demais para suportar por muito tempo."

Essa estória foi abordada no filme "A Maldição dos Mortos-Vivos" (The Serpent and the Rainbow - dirigido por Wes Craven - 1988), onde o tema eram os "mortos-vivos", não pela versão do fantástico, mas sim pelo lado científico e baseado em fatos reais.  O filme foi baseada no livro do explorador Wade Davis, chamado "The Serpent and the Rainbow".



O Zumbi da Ficção

Os primeiros zumbis dos filmes eram bobos, lentos
e irracionais...
A mídia catapultou os zumbis para uma nova dimensão. O responsável por trazer o interesse pelos zumbis foi George A. Romero com seu filme de 1968, "A Noite dos Mortos-Vivos", que trazia zumbis com a aparência que demonstra o efeito do tempo e da morte, possuindo a pele apodrecida e com roupas esfarrapadas, com um cheiro forte e horrível. Normalmente, perdem partes do corpo, como os dentes ou os dedos. De maneira geral, os zumbis nestas situações são do tipo lentos, letárgicos, cambaleantes e irracionais. Vários filmes utilizaram deste tipo de zumbi durante anos...

... nos anos 2000 os zumbis ficaram expertos!
Filmes criados já nos anos 2000, porém, trouxeram um novo conceito de zumbis, mostrando-os como mais ágeis, ferozes, inteligentes e fortes que os antigos zumbis do cinema. Estes zumbis mostram-se extremamente mais perigosos, sendo que apenas um deles já constitui grande ameaça para um grupo. Em muitos casos em se tratando destes zumbis "rápidos", os criadores utilizam a premissa de humanos infectados com alguma patogenia, como é o caso no filme Extermínio (2002) e no jogo para PCs Left 4 Dead (2008), ao invés de cadáveres reanimados - evitando a "caminhada arrastada dos mortos", presente na variedade de zumbis criada por George A. Romero.

Sim, Ele Existem, na Natureza...

Zumbis também são bem reais entre outras espécies animais, cujos comportamentos dos espécimes infectados podem ser drasticamente modificados e controlados por patógenos hospedeiros. O comportamento do animal é usualmente modificado de forma a garantir a disseminação do agente patogênico. Como exemplo:

Formiga zumbificada pelo fungo...
- Fungos que Zumbificam Formigas: Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia descobriram que um fungo chamado Ophiocordyceps unilateralis está zumbificando formigas. O parasita infiltra-se no cérebro de formigas carpinteiras tropicais para se alimentar e passa a manipular seus corpos de forma a garantir a perpetuação de sua espécie. A pesquisa é liderada pelo Dr. David Hughes, da Universidade da Pensilvânia, e está relatada em um comunicado de imprensa.

O fungo ataca em duas frentes: em primeiro lugar, usando a formiga como fonte de alimentação; Em segundo, prejudicando seus músculos e o sistema nervoso central para "assumir o comando". O resultado é que a formiga ganha um “andar” zumbi, em que é obrigada a caminhar em direção a uma região úmida e fria – o ambiente perfeito para o crescimento e reprodução do fungo - bem diferente das partes altas da floresta onde costumam ficar.

Isso acontece porque o fungo usa a formiga apenas como uma extensão do seu corpo. Fica fácil identificar as formigas que estão com o fungo na "direção" dos seus corpos, pois elas mantém um comportamento completamente diferente das que não foram infectadas.

Olha o verme no olho da lesma! Credoooooooooo
- Vermes que Zumbificam lesmas: O verme parasita Leucochloridium paradoxum entra em um caracol, promove uma transformação física no gastrópode (mesmo grupo das lesmas e nudibrânquios) e o leva a cometer suicídio. Tudo para assegurar a continuidade da espécie. Mas como isso é possível?

Primeiro, um caracol come os excrementos de um pássaro infectado com ovos de Leucochloridium paradoxum. Quando os ovos eclodem, os vermes seguem para os tentáculos oculares da vítima. É possível ver a movimentação dentro do corpo do caracol. Os parasitas, que se parecem com grandes cones inchados e pulsantes, passam a controlar o cérebro de seu hospedeiro.

O caracol segue, como se estivesse hipnotizado, em direção às plantas mais altas, em busca da luz (normalmente prefere lugares sombreados). Exposto, ele está condenado.

No topo das árvores, o caracol é facilmente observado. Seus tentáculos pulsantes chamam a atenção das aves como se fossem um letreiro de fast food. A forma dos vermes confundem os predadores que acham que estão diante de uma larva, uma iguaria muito apreciada entre os pássaros.

Quando o caracol é consumido, o parasita entra no trato digestivo da ave e se desenvolve até a fase adulta. O verme libera os ovos que serão expelidos junto com os excrementos do hospedeiro.

Os ovos caem em uma folha e serão ingeridos pelo caracol que se alimentar dos excrementos da ave infectada. O ciclo de vida do Leucochloridium paradoxum está completo, e uma nova geração de vermes pode seguir controlando as mentes de caracóis indefesos. vespas que zumbificam baratas e o protozoário
O rato vai direto para o gato...

- O Protozoário que Zumbifica o Rato: A propensão a movimentos furtivos confere a ratos e camundongos certa proteção contra predadores, especialmente gatos. Os gatos, também por instinto, prontamente reconhecem indícios visuais e auditivos da presença de roedores. O encontro fatal, contudo, pode ser facilitado se o rato sofrer de toxoplasmose.

Isto porque o Toxoplasma gondii, o protozoário causador da doença, destrói certas células cerebrais, causando alteração de comportamento: substitui o impulso de esquiva pelo de busca do inimigo natural.

Por assim dizer, o micróbio induz o rato a suicídio específico: morte seguida de ingestão por gato.

O "interesse" do micróbio: passar do organismo do rato ao do gato, único ambiente em que pode cumprir a fase de reprodução sexuada de seu complexo ciclo de vida. A prole resultante, talvez milhões de "ovos", emergirá nas fezes do gato.

Vespas Jóia zumbificando a barata!
- Vespas que Zumbificam Baratas: Algumas vespas utilizam outros animais como estoque de alimento vivo para suas larvas. Cada espécie de vespa parasita uma espécie diferente de animal (frequentemente usam aranhas). No caso da vespa-joia, a barata comum (Periplaneta americana) foi escolhida como hospedeira.

Primeiro a vespa-joia escolhe um alvo. Finaliza seu oponente com um ipon, desfere uma ferroada no tórax, injetando veneno no sistema nervoso central da presa para causar a paralisia temporária das patas dianteiras.

Quando a barata para de se debater, a vespa pode fazer uma ferroada precisa, próxima à cabeça, atingindo o cérebro da futura hospedeira de seus ovos.  O veneno causa um bloqueio parcial das funções da dopamina, uma substância que é mais conhecida por causar sensação de prazer, mas que também é responsável pelo movimento. A barata está condenada, e passa a agir como um zumbi.

Sem conseguir reagir, a barata permanece no mesmo lugar, limpando suas patas, enquanto a vespa sai à procura de um buraco. Ao voltar, ela corta as pontas das antenas do outro inseto, para beber um pouco de sangue e renovar as energias. Logo depois, conduz seu zumbi para a toca, como se estivesse levando um cachorrinho para passear. Lá, ela coloca um ovo, fecha a entrada e vai embora, para nunca mais voltar.

Quando a larva nasce, começa a consumir sua hospedeira viva, deixando os órgãos vitais por último para garantir uma refeição fresca. Quando a vespa-joia está formada, sai diretamente pelo abdômen da barata, lembrando a famosa cena do filme Alien, o oitavo passageiro.

Apocalipse Zumbi

Se acontecer um apocalipse zumbi causado por zumbis
inteligentes,  não teríamos chances...
No geral, a expressão refere-se, com base na ficção científica e no terror, a uma infestação de zumbis em escala catastrófica, levando todas as sociedades ao colapso, e que rapidamente transformaria esta criatura no ser dominante sobre a Terra. Tais criaturas, hostis à vida humana, atacariam a civilização em proporções esmagadoras, impossíveis de serem controladas por forças militares, mesmo com os recursos atuais à disposição.

Em algumas hipóteses, vítimas de um ataque de zumbi também se transformariam nestas criaturas se sofressem uma mordida ou arranhão de um infectado. Em outras, o vírus pode ser transmitido pelo ar. Finalmente, existe ainda o quadro mais caótico: todo ser humano que morre, seja lá qual for a causa, torna-se um morto-vivo. Nestes cenários, os zumbis caçam seres humanos para se alimentar. A mordida deles causa a infecção que faz com que um sobrevivente de ataque, posteriormente, também se torne um zumbi. Isto logo se torna uma infestação absolutamente incontrolável, com o pânico causado pela "Praga Zumbi" acarretando o rápido colapso do conceito de civilização como hoje a conhecemos. Em pouco tempo, a existência de vida humana no planeta seria reduzida a poucos grupos de sobreviventes – nômades ou isolados – buscando alimento, suprimentos e lugares seguros num mundo pré-industrial, pós-apocalíptico e devastado.

Ainda não aconteceu um apocalipse zumbi, mas corremos perigo? Sim! O apocalipse zumbi pode acontecer de algumas maneiras, como:

- Parasitas do Cérebro: comuns na natureza, falei acima vários exemplos
- Neurotoximas: usadas no zumbi haitiano
- Neurogênese: trazer o cérebro de volta a vida
- Nanobots: robôs microscópios que se auto-replicam que podem construir ou destruir qualquer coisa
- Armas Biológicas, drogas: vírus modificados geneticamente podem se tornar incontroláveis

Se alguma droga O Zumbi da Flórida
https://www.youtube.com/watch?v=P14yzp0nA5w
Mas esqueça tudo acima, porque realmente corremos perigo com vírus, e um em especial: o vírus da raiva!

Sim, o apocalipse zumbi pode acontecer...


O Vírus da Raiva: Ele pode Causar o Apocalipse Zumbi

Paciente com o vírus da raiva, em 1962 no Irã
É um vírus tão legal que infecta todos os mamíferos, coisa que nenhum outro vírus é capaz, e tem uma taxa de mortalidade de quase 100%! Para você ter uma idéia, apenas 3 humanos sobreviveram, mas com sequelas. Um dos casos é nacional, Marciano Menezes da Silva foi mordido por um morcego hematófago, em outubro de 2008, na cidade de Floresta, a 433 km da capital pernambucana. O tratamento do rapaz foi feito seguindo o protocolo Milwaukee, desenvolvido por médicos norte-americanos em 2004. A medicação inclui antivirais, sedativos e anestésicos injetáveis. Depois de 11 meses no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, no Recife (PE), ele recebeu alta.

Afeta diretamente o sistema nervoso central e quando o vírus atinge o cérebro é que a coisa pega, as pessoas ficam extremamente agitadas, gritando, correndo de um lado para outro... Infectados, atacam outros animais, sem nem ligar para qual animal é. É um comportamento irracional e agressivo!

Quem está com o vírus da raiva não apresenta nenhum sintoma até ele atingir o sistema nervoso. Isso dificulta e muito saber quem está doente.

Por que que não nos preocupamos muito com o vírus da raiva? Calma... estou comparando em relação a histeria midiática com outras zoonoses, como o ébola, H1N1 e Vaca Louca? Por causa da maneira que o vírus é transmitido pelo contato da saliva por mordedura, lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões. 

Agora, e se o vírus sofresse uma mutação e pudesse ser transmitido pelo ar? Ai meu leitor assombrado, o bicho ia pegar. Existem muito laboratório no mundo e algum deles poderia fazer isso deliberadamente, para usar como arma biológica...

Existem muitos vírus transmitidos pelo ar, como o da gripe. Em 1918 ocorreu a Gripe Espanhola, uma pandemia do vírus influenza que se espalhou por quase toda parte do mundo. Foi causada por uma virulência incomum e frequentemente mortal de uma estirpe do vírus Influenza A do subtipo H1N1. Calcula-se que mais de 100 milhões de pessoas morreram. Foram mais mortes em 5 semanas do que em 25 anos causadas pelo vírus da AIDS.

Vamos imaginar que o vírus da raiva sofreu uma mutação e agora é transmitido pelo ar. O que os governos fariam? Não existe vacina especifica contra a raiva, mas existe uma vacina que pode ajudar se for aplicada logo após a infecção, só que demoraria meses para produzir em quantidade suficiente.

Então colocar em quarentena e confinamento! Mas como fazer isso com milhões de pessoas? E mais, pessoas em quarentena estão presas. Elas não podem sair, ir ao mercado, padaria, farmácia, nada. Isso gera revolta.

Esqueça a quarentena e parta para a quarentena reversa. Isolar um local saudável do resto do mundo.

Existe uma saída: a água! Os infectados com o vírus da raiva fogem da água. Por isso que eles espumam pela boca, porque tem dificuldades de engolirem. Faça um círculo de água em volta de sua casa e aproveite :)

Mas calma, e se o vírus sofresse mutação e pudesse ser transmitido por pernilongo e carrapatos? Vixi, ferrou tudo agora, não vai ter como escapar. Só vão restar os humanos com imunidade natural. No Peru existem pessoas que são imunes ao vírus da raiva. Eles sobreviveriam e teriam a missão de repovoar o planeta.

Quase 100% dos infectados com o vírus da raiva morrem. Ele é o único vírus do mundo que infecta todos os mamíferos do planeta. Só não é temido por causa da sua forma de transmissão: pela saliva...


Como Sobreviver a um Apocalipse Zumbi 

Será que armas são a melhor defesa? Não...
O Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA liberou um guia do que fazer em caso de apocalipse zumbi.

Você tem de ter forças para correr, manter a calma e fugir de cidade populosas. Eu ia morrer, pois não aguento correr um quarteirão!

Sugiro também ler o livro O Guia de Sobrevivência a Zombies (The Zombie Survival Guide) do escritor norte-americano Max Brooks publicado em 2003. O livro mistura terror e humor a fim de criar um guia para ajudar cidadãos comuns a defenderem-se de um ficcional ataque zombie de várias intensidades. O livro também chegou a lista de mais vendidos do The New York Times em março de 2010.1

Pesquisando existem diversas formas pelo que li em vários locais, mas eu recomendo ficar com a simulação feita em computador feita pelo pesquisador Neil Smith, da Open University, no Reino Unido. Segundo ele, o negócio e ficar sozinho e não se agrupar, e correr para as montanhas e se esconder até os zumbis morrerem. Fiz um vídeo onde explico melhor...


. Notícias de "Ataques Zumbis" pelo Mundo

Assombrados, parece que uma nova droga sintética chamada Sais de Banho e uma maconha sintética chamada Spice transformam seus usuários em zumbis malucos que saem atacando pessoas. Será o início do Apocalipse Zumbi? Conheça alguns casos:

O zumbi "Rudy Eugene"
O Zumbi de Miami: Em 26 de Maio de 2012 um bizarro crime ocorreu em Miami, Estados Unidos. Em pleno sábado a tarde, um homem mastigava o rosto de outro em uma passarela ao lado de uma das avenidas mais movimentadas da cidade. Isso mesmo, o homem que posteriormente foi identificado como Rudy Eugene, 31 anos, andava pelado pelo local quando topou com um mendigo que dormia na passarela. Rudy Eugene simplesmente começou a bater no mendigo e o atacou selvagelmente mastigando todo o seu rosto. O mendigo, Ronald Poppo, 65 anos, perdeu 75% do rosto, 1 olho, nariz e sua boca foram literalmente comidos.

Pessoas que viram o ataque chamaram a polícia. Minutos depois um policial chegou e ordenou que Rudy parasse o ataque, mas aparentemente Rudy nem o escutou. O policial começou a gritar com ele para que ele parasse o ataque, mas o que Rudy fez? Olhou para o policial, rosnou e voltou a mastigar o rosto de Ronald. O policial não teve outra alternativa a não ser atirar em Rudy. Um fato intrigante é que foram necessários 6 tiros para matar o homem que ficou conhecido mundialmente como Zumbi de Miami

A vítima, Ronald Poppo
É claro que Zumbi é uma palavra sensacionalista utilizada pela imprensa, entretanto, o comportamento de Rudy Eugene assemelha-se sim aos zumbis da ficção. A teoria mais aceita é de que Rudy estava sob efeito de uma nova e potente droga, os chamados Sais de Banho.

Percebemos um grande aumento. Quando as pessoas usam sais de banho, sua temperatura se eleva a um nível extremamente alto, levando aos usuários à arrancarem suas roupas. Eles se tornam agressivos e ficam em um estado de delírio extremo. Já houve casos onde os usuários atacavam outras pessoas usando os dentes, mordendo. Eles também se tornam muito fortes. Cuidei de um paciente que pesava 68 kg, mas sua força parecia vir de um homem de 110 kg, foi preciso 6 policiais para segurá-lo. Essa droga não é só perigosa para quem usa mas também para quem está ao redor do usuário. É perigoso para a polícia, é perigoso para os médicos, pois eles devem ser contidos tanto quimicamente quanto fisicamente, então de qualquer modo, alguém vai machucar,” disse o médico Paul Adams, do hospital Memorial Jackson de Miami.

Assim como a Spice, os sais de banho é uma droga sintética. Seu uso foi proibido no Reino Unido em 2010 após causar várias mortes. É proibido também na Austrália. O uso dessas drogas explodiu nos Estados Unidos e não é à toa que é de lá que vem a maioria dos casos de ataques zumbis.


Imagem liberada um ano atrás, mostra como está a vítima. Não tem mais olhos, nariz e lábios, comidos pelo canibal.


A Zumbi de Munnsville: Pamela McCarthy, 35 anos, morreu de ataque cardíaco depois que policiais atiraram nela com uma arma Taser (arma que dá choque na vítima).

Por que policiais atiraram nela com uma Taser? A foto abaixo diz tudo. A chocante foto tirada por um vizinho, mostra Pamela completamente nua correndo atrás do seu namorado e do seu filho de apenas três anos. Vizinhos chamaram à polícia às 7h45 da manhã. Pamela havia espancado seu filho, atacado os vizinhos e estrangulado um dos seus cachorros.

Jason Williams, namorado de Pamela, disse que a viu correndo pelada pela rua. Ele correu para pegar o filho da namorada que estava bastante machucado.

Ela estava apenas correndo pela rua e então ela pegou um dos seus cachorros e começou a rolar com ele no chão com as pernas em torno dele, ela estava estrangulando o cachorro, disse um dos vizinhos da pequena cidade de Munnsville em Nova York

Quando os policiais chegaram no local, encontraram Pamela extremamente violenta e aparentemente sobre "influência de drogas". Os policiais disseram que Pamela rosnou para eles e tentou morder um dos policiais. Os policiais tentaram dominá-la sem sucesso, usaram spray de pimenta mas nada disso surtiu efeito. Foi quando eles decidiram dar um choque em Pamela com uma Taser. Ela foi levada sob custódia e teve uma parada cardíaca na delegacia, vindo a falecer no hospital.

Esse é o mais recente caso envolvendo sais de banho, uma droga sintética ilegal. Acredita-se que essa droga esteja por trás de um surto de ataques horripilantes. Tudo começou em Miami com o caso Zumbi de Miami, onde um homem foi flagrado comendo e mastigando o rosto de um mendigo. Outro homem foi preso a poucas semanas depois de arrancar um pedaço da bochecha do seu vizinho. No começo do mês, um homem foi preso em um restaurante de Miami depois de começar um briga. Ele disse que comeria os policiais e na delegacia se comportava como um animal, rosnando e rangendo os dentes.

Foto fantástica que mostra Pamela McCarthy, agindo como zumbi e correndo atrás do filho e companheiro!


Quer ver outros casos? Visite a página do Aprendiz Verde

Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

Fontes (acessadas em 13/12/2014):
- Wikipedia.pt: Zumbi
- Wikipedia.pt: Apocalipse Zumbi
- Wikipedia.pt: Toxoplasma gondii
- Wikipedia.pt Raiva (doença)
- Wikipedia.pt: Gripe espanhola de 1918
- History.com: Salve-se quem puder ou a união faz a força? Especialista diz como sobreviver a um apocalipse zumbi
- Documentário - Arquivos de Horror: Zumbis
- Documentário - O Início do Fim: Apocalipse Zumbi 
- Youtube.com: 5 FORMAS PARA UM APOCALIPSE ZUMBI ACONTECER | Ei Nerd
- Terra: Primeiro a sobreviver à raiva no País tem alta após 11 meses
- Assombrado.com.br: O Caso Zumbi de Felícia Felix-Mentor
- AssombradO.com.br: Zumbi Real: O Caso Clairvius Narcisse
- O Aprendiz Verde - Crimes Históricos: O Zumbi de Miami
- O Aprendiz Verde: Apocalypse Zumbi! Ataques "Zumbis" Explodem no Mundo
- Morte Súbita Inc.: Zumbis de Verdade
- Folha.com: Como levar um rato ao suicídio
- National Geographic Brasil: Vespa-joia transforma baratas em zumbis para criar seus filhotes
- National Geographic Brasil: Verme faz caracol cometer suicídio para perpetuar a espécie
- Tecmundo: Formigas estão virando zumbis após invasão de fungos
Comentários