3 de dezembro de 2014

Minha História Assombrada: A Mulher de Preto (Inferno no Quartel)

Olá Ana Paula e Matheus, como vão? Gosto muito de falar com vocês, e hoje estou aqui para contar uma coisa que aconteceu comigo, pelo menos uma das coisas que aconteceram no ano ano passado (2013) quando eu servi o quartel!

Tudo começou quando entrei no quartel, eu não queria servir, mas não tive escolha, fui chamado!
Passamos apenas duas semanas de internado (quando não vamos embora para casa), e então depois de alguns dias as coisas começaram...

Fui conversar com um sargento, mas ele não podia fazer nada, apenas me confortava, mas não foi o bastante.

Aquele lugar era uma tortura e a energia de lá é toda negativa. Foi onde despertei um dom.

Sempre fui interessado no assunto sobrenatural, mas nunca havia vivido algo como iria viver lá.

Algum tempo depois, ela apareceu, uma mulher de preto, um vestido longo e véu na cabeça cobrindo o rosto. Sempre parada, com as mãos juntas e sempre em certa distancia de mim, ela não se aproximava muito... Depois de uma semana vendo aquilo eu comecei a pirar... Foi então que conversei com um tenente e ele me indicou a psicologa, e então comecei a ir...

As coisas não melhoraram muito, e continuava vendo ela, mas o pior foi que houve uma noite em que dormia no quartel e tinha pesadelos horríveis e então uma voz estridente me dizia, como se estivesse ao meu lado "Vou te matar, você vai morrer aqui" e aquilo me deixava cada vez mais inquieto.
Passei então no psiquiatra e comecei a tomar remédios para controlar a ansiedade, e parecia ter dado certo, mas eu estava plenamente enganado.

Num de meus serviços, estava na cozinha, sentado na cadeira, e ela apareceu para mim na porta, do mesmo jeito que sempre apareceu. Outros soldados que trabalhavam comigo entraram lá, mas ninguém percebeu o que estava acontecendo, depois que voltei a ficar sozinho, tomei coragem e perguntei o que ela queria comigo, e mais uma vez fui deixado a beira da loucura quando ela estendeu a mão para mim ( coisa que ela nunca havia feito).

Essa foi uma das vezes em que encarei essa entidade que estava me deixando louco! Fui conversar com o padre e ele me disse que aquilo não era em vão e realmente não foi.

Hoje eu conheço o mal e estudo para poder ajudar quem precise.

Não sou demonólogo, mas quem sabe um dia...

Tenho uma marca na minha mão de quando eu me machuquei, me aranhando até sangrar...

Hoje já não a vejo mais e não sinto mais as energias como antes, mas quando há algo importante para acontecer, recebo recados por meio de sonhos ou consigo sentir as energias de lugares, e as vezes ver espíritos... mas agora com menos frequência, mas o quartel me despertou algo que sempre acreditei.

Se um dia quiserem saber tudo o que aconteceu ficarei feliz em dizer, porque hoje eu venci o mal que queria me destruir!

História assombrada enviada por Luiz Gustavo

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publicadas!
Comentários