8 de outubro de 2014

Minha História Assombrada: O Porta-Jóias Amaldiçoado

Olá pessoal do AssombradO.com.br! Meu nome é Elisa e venho aqui contar-lhes um relato que aconteceu comigo, há alguns anos atrás.

Eu tinha por volta de uns 12 anos e tinha acabado de chegar em casa de uma viagem que fiz sozinha para Blumenau, Santa Catarina onde fui ficar na casa da minha avó materna. Havia chegado de noite, contei para meus pais como tinha sido a viagem, desfiz a minha mala e me preparei para dormir. Ao lado de minha cama havia uma escrivaninha de madeira onde eu deixava alguns pertences, sendo um deles um porta-joia, daqueles baratinhos, que quando você abria a tampa ela tocava uma música. Eu tinha aquele porta-joia há muito tempo, havia ganhado de amigo oculto, e já não funcionava mais, não tocava mais quando aberto.

Então eu me deitei, fechei os olhos e quando comecei a pegar no sono ele tocou. Acordei assustada, olhei e vi que era realmente verdade. O estranho era que além de estar tocando, com a luzinha vermelha, tampa fechada o porta-joia estava sem pilha. (tirando o fato de ele não funcionar a anos, nem o pino que parava a música tinha mais). Achando tudo muito esquisito toquei nele de leve e ele parou. Não dando muita importância fechei os olhos para voltar ao meu sono e assim que o fiz ele voltou a tocar.

Desta vez tremi nas bases. O mais assustador é que eu conseguia sentir a presença de alguém ali no quarto comigo, enquanto escutava a música.  Meus pais já estavam dormindo e meu irmão jogava no computador com a porta fechada. Sem querer incomodar ninguém, decidi pegar a caixinha e leva-la para fora do meu quarto, já que além de estar morrendo de medo não conseguiria pregar os olhos com aquela música sinistra tocando. Andei pela casa e deixei ela na área de serviço, ainda tocando.
Voltei ao meu quarto e dormi depois de um tempo.

No dia seguinte levantei com aquilo na cabeça. Minha mãe estava na cozinha preparando o café da manhã e eu logo contei a ela o que tinha acontecido. Ela achou muito esquisito e falou comigo que eu deveria ter chamado ela, já que minha mãe vê e presencia essas coisas sobrenaturais, meio médium como dizem. A cozinha onde estávamos dava para a área de serviço, onde o porta-joia dormira. E no que eu contava para ela... O porta-joia começou a tocar novamente. Minha mãe aterrorizada, assim como eu, pegou-o e abriu com uma chave de fenda tentando achar uma explicação lógica, mas não havia. Minha mãe o quebrou por inteiro e jogou no lixo, dizendo que era pra gente esquecer aquilo. Fomos tomar café na mesa tentando evitar o assunto, quando eu paro de falar e faço sinal para que ela ficasse em silêncio, pois estava escutando algo. Assim, mais uma vez, escutamos a música da caixa tocar, no lixo e completamente despedaçada.

Eu vi a cor do rosto da minha mãe fugir. Ficamos estatizadas no mesmo instante escutando a música e eu senti um frio gélido percorrer meu corpo. Nunca senti tanto medo na minha vida.

Então ela se levantou, pegou a caixinha do lixo e a queimou. Pegou os destroços dela e jogou no terreno vazio que havia em frente a minha casa. Depois benzeu a casa inteira com água benta e disse para que eu fizesse uma oração antes de ir dormir. Nunca mais tocamos no assunto e até hoje  não sei explicar o que fez o meu porta-joia tocar sozinho. Atualmente não consigo nem escutar o som da música que um arrepio me vem da cabeça aos pés.

Essa é uma das minhas histórias reais, espero que tenham gostado. Sigo o blog e adoro os videos. Abraços!

P.S: A foto abaixo é o modelo do porta-joia do relato que achei na internet.


Inscreva-se no canal clicando no botão abaixo:
.
Gostou? Então inscreva-se no canal para acompanhar os novos vídeos que for lançando. Eles são lançados primeiro lá, depois que vem pra cá :) Basta clicar neste link: http://goo.gl/CWAIes

História assombrada enviada por Elisa B.

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publicadas!
Comentários