8 de setembro de 2014

Fotos de Fantasmas na Cultura Japonesa (Parte 19)

Fotos inquietantes lá do outro lado do mundo e suas explicações sob a ótica da cultura nipônica, que possui um lado espiritual profundo e tradicional, chegando até mesmo a serem exageradamente supersticiosos na interpretação de fotos de supostas manifestações espirituais.

Independente das fotos aqui apresentadas serem erros de identidade, manchas, arranhões no negativo, dupla exposição ou pareidolia, o conteúdo desta série não está exclusivamente nas imagens, mas também, no texto explicativo entre elas, nos fazendo refletir sobre a semelhança com a nossa cultura em alguns casos ou a total diferença em outros.

Caso 1: Não são orbs

Crianças vestidas de príncipes e princesas em uma alegre lembrança de uma apresentação na escola.
Mas no alto, há vários orbs e a foto é dominada por uma atmosfera estranha. Entretanto, não são orbs, mas sim, parte do cenário da apresentação. Todo caso, o ponto a ser observado, está no lado direito da imagem. Nessa parte da fotografia, aparece parte do rosto de um espírito que se oculta atrás do menino. Se trata do de um espírito de criança e está tentando obsessionar o garoto do final da fila. Ao que parece, o menino percebe de algum modo a estranha presença, pois suas feições denotam um pouco de medo. Devido a que se trata de um espírito muito forte, é preocupante o destino desse menino. 



Caso 2: Menina Triste

Uma criança se diverte com sua mãe em um carrossel. Espíritos aparecem com muita frequência em parques de diversão e nesta foto aparece um com muita clareza. À esquerda da imagem, no pilar central do carrossel, dentro do espelho. Nesse ponto, aparece o espírito de uma menina que se encontra preso ao lugar*. Segundo o colaborador, antes de construírem o parque de diversões, havia um grande hospital que foi demolido. Há uma grande probabilidade dela ter sido uma paciente que morreu nesse lugar e o fato de a terem esquecido, a leva a aparecer pelo parque em busca de atenção. Sua expressão é de muita tristeza.



Caso 3: Espírito Preso a um Lugar

O retrato de ingresso na pré-escola. Como se envolvesse as crianças que vestem seus uniformes novos em folha, um objeto alaranjado aparece por toda a extensão da foto. Ainda por cima, à direita se pode observar algo parecido com dedos. Essa é a mão de um espírito preso ao lugar**.

Provavelmente esse espírito passou a morar na construção que aparece à esquerda da fotografia e acredita-se que o burburinho alegre das crianças no seu primeiro dia de aula, tenha atraído esse espírito. Devido a que não se trata de um espírito forte, não é necessário demasiada preocupação mas, a energia emanada não é boa, não sendo recomendado que se aproximem dessa construção.



**Do original Jibakurei, que seriam manifestações de espíritos que não aceitaram a morte do corpo físico e acabam presos a um lugar.

Caso 4: Campo de Força

Uma foto tomada pelo colaborador quando ele se hospedou na pensão da imagem localizada em um lugar turístico. Entre muitas pessoas que entram e saem, eis que aparece um espírito. O ponto a ser observado está no centro da foto, na janela colocada na porta da pensão. Nesse local em que não há ninguém, aparece a imagem de um rapaz refletida na janela. Se trata de um espírito errante**¹ que vaga pelas redondezas. Ao que parece, esta pensão está cercada por um campo de força espiritual e o espírito não consegue passar pela porta de entrada. De fato, o colaborador contou que nada de estranho aconteceu durante sua estadia nesse lugar. No entanto, deixamos o alerta de que existem maus espíritos**² capazes de rasgar o véu dos campos de força budistas e xintoístas.



**¹Do original Fuyuurei, que seriam espíritos errantes, que vagariam pelo mundo até o desfecho de algo inconclusivo em sua vida terrena.

**²Do original Akuryou que seriam espíritos malignos típicos de possessões. O equivalente oriental dos demônios da nossa cultura.

Caso : Perigo Extremo

Esta é uma instantânea tomada em um dia de apresentação na escola. As quatro meninas fazem pose para a foto mas bem à esquerda, algo bizarro acontece com o corpo da menina que veste um vestido azul. O punho da sua mão direita e a sua perna esquerda desapareceram. Existe uma grande quantidade de fotos em que o protagonista aparece sem uma parte do corpo no entanto, é muito raro que desapareçam duas partes em um único caso. Por esse motivo, esta é uma foto de fantasma extremamente perigosa e dependendo, não se pode excluir a hipótese de morte. O colaborador não disse quais são as condições atuais dessa menina, mas a sua segurança é preocupante.



Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari
Fonte: http://www.nicovideo.jp/
Comentários