20 de agosto de 2014

Minha História Assombrada: Experiências de uma Leitora

Vou relatar fatos estranhos que se passaram e alguns ainda acontecem.

Tenho admiração pela última Família Real da Rússia, em especial pela Grã-Duquesa Tatiana Romanov. Já sonhei com ela várias vezes. Vi-me mesmo em uma varanda do Palácio de São Petersburgo, e as Princesas em uma varanda acima, acenava e chamava por elas, mas elas não me ouviam no sonho. Pensei nisso depois e concluí que estava vendo uma visão do passado e não exatamente os espíritos delas.

Tenho outro tipo de sonho, mas que para mim, é um pesadelo. Sonho que me ordenam que eu tenho que ter um filho. No sonho, sempre resisto-lhes, em alguns até me punham um bebê nos braços. Em um dos pesadelos, chegaram a me ameaçar que me tiravam a menstruação se eu não aceitasse ser mãe. Graças á Deus, nunca conseguiram me atingir. Mas acordo sempre aflita, pois nunca quis ser mãe. E quando acordo, ás vezes penso que aquilo não foi sonho. Só depois de algum tempo é que vejo que foi um pesadelo. Geralmente, quando acordo minha mãe é que me dou conta.

Já me aconteceu várias vezes de sentir uma corrente de ar gelado invadir uma divisão onde me encontro e minha mãe não sente. Sei que isso é um aviso que alguém morreu, mas só uma vez é que consegui saber quem era a pessoa conhecida que morreu. Era uma vizinha que morreu em um Hospital longe de minha casa. Averiguei o dia e a hora do falecimento e constatei que senti-me gelada nessa mesma hora e dia.

Já acordei paralisada, sem conseguir falar, me mexer e uma vez até me faltou a visão. Isso durava uns bons minutos. Era uma situação terrível de impotência.

Também já sonhei com o espírito do meu pai tentando abrir uma porta e não conseguindo. Ele foi baleado no trabalho. Era comerciante. Eu tinha 4 anos, por isso não sinto nenhuma ligação por ele. Eu e minha mãe, vimos o espírito dele uma vez ao mesmo tempo por questão de segundos. Recentemente, me disseram em um Centro espírita, que o espírito dele não havia partido.

E a pouco tempo vi com um intervalo de 1 hora, um espírito envolto em uma luz verde entrando no meu quarto com a mão levantada ao alto, como se estivesse carregando um candieiro daqueles antigos de argola. Não consegui ver o objeto, mas suponho que fosse isso. Não tive medo e virei-lhe as costas nas duas vezes.

Passados uns dias, estando minha mãe no Hospital e eu sozinha em casa, de noite ao deitar não vi, somente ouvi um espírito entrando no quarto e ouvi a cama da minha mãe, rangendo com o peso. Então fiquei com medo, pois ouvi sem ver deu-me uma sensação de pânico.

Há uns anos, por 2 vezes, o espírito de um homem tentou falar através de mim, mas com a minha força mental repeli-o.

Uma vez quando voltava de uma visita as freiras, já em casa deitada, me descobriram cantando.

Mateus, pela minha saúde que é verdade tudo o que conto.

Sou brasileira, resido em Portugal há 20 anos.

História assombrada enviada por Amiga do Peito

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publicadas!
Comentários