2 de julho de 2014

Minha História Assombrada: Vingança do Além Túmulo

Marcelo era um homem honesto de 30 anos, que trabalhava em um escritório de Contabilidade de Curitiba. Ele tinha o costume de sair para caminhar todos os dias depois do expediente, pois estava muito sedentário e querendo cuidar um pouco mais da saúde. Nesses passeios, sempre encontrava sua vizinha Juliana, uma mulher muito atraente que ele sabia ser casada. Um dia, Juliana convidou Marcelo para caminhar com ela, alegando que sua melhor amiga havia desistido do esporte. E foi aí que os problemas começaram.

Marcelo conhecia Gilberto, o marido de Juliana, e sabia que ele era uma pessoa explosiva e violenta. Por isso ficou um pouco receoso quando a moça começou a paquerá-lo de forma ousada, seja falando mal de seu marido, seja elogiando seu corpo. Marcelo já estava pensando em suspender as caminhadas quando, em belo dia, Juliana o convidou para tomar uma cerveja no bar ao invés de caminhar, dizendo que seu marido havia viajado. Marcelo aceitou, muito a contragosto, pensando em tomar apenas uma cerveja e voltar para casa. No entanto, não foi isso que aconteceu. Eles acabaram ficando alcoolizados e passando o resto da noite juntos na casa de Juliana. Ao acordar no dia seguinte, Marcelo levou um grande susto, pois não se lembrava de como havia ido parar na cama da moça! Com muito medo de ser descoberto pelo marido, que podia chegar a qualquer momento, ele se vestiu às pressas e foi embora.

A partir desse dia, Marcelo suspendeu as caminhadas, pois não queria saber de confusão, ainda mais com uma mulher casada com um homem violento. Uma semana depois do ocorrido, uma tragédia abalou o bairro onde moravam. Após uma terrível discussão de casal, os vizinhos ouviram dois tiros. Quando a polícia chegou, foram encontrados os corpos de Gilberto e Juliana. O primeiro, já morto com um tiro na cabeça, e a segunda, estirada no chão com um tiro na barriga, ainda com chances de sobreviver. Os rumores foram de que ele havia descoberto uma traição da esposa, e se suicidara depois de tentar assassiná-la. Mesmo sem ter certeza de que fora o responsável pela tragédia, Marcelo resolveu se mudar daquele bairro, para não correr o risco de encontrar Juliana mais uma vez. Além disso, os vizinhos sabiam que eles caminhavam juntos, e poderiam facilmente associar o nome dele ao trágico desfecho da união do casal.

Oito anos se passaram. Marcelo já morava em outra casa, tinha até mudado de emprego e esquecido completamente do incidente. Foi então que coisas apavorantes começaram a acontecer. Uma madrugada, por volta de três horas da manhã, Marcelo acordou sentindo um peso sobre seu corpo, juntamente com uns calafrios. Na noite seguinte, as sensações estranhas se repetiram. Quinze dias depois, Marcelo mais parecia um zumbi, pois começara a desenvolver insônia, algo que nunca tivera. Foi a um médico, que pediu vários exames. Nada. Foi a um psiquiatra, que diagnosticou estresse e lhe receitou um medicamento tarja preta para dormir. Também não adiantou. Até que, uma madrugada, Marcelo acordou com alguém pegando no seu pé! Aterrorizado, abriu os olhos na escuridão e identificou o vulto de ninguém mais, ninguém menos do que o falecido Gilberto, o marido traído e suicida, que olhou bem para ele e disse o seguinte: "Minha alma não terá paz até o dia que você assumir publicamente o que fez. Você foi traiçoeiro e quero que pague pelo que fez com a minha vida". 

Desde esse dia, Marcelo não dorme mais, e se o faz, é com a luz acesa. Consultou um padre, que mandou benzê-lo, mas nada adiantou. Ele está cada dia mais desesperado e nervoso. Por isso, resolveu atender ao pedido do suicida e escrever para um programa de rádio para contar publicamente sua história. É um programa muito famoso aqui em Curitiba, com uma grande audiência. Eu o escuto praticamente todos os dias, e creio que muitas histórias são inventadas pela própria produção, a fim de atrair ouvintes. Mesmo assim, e por acreditar no sobrenatural, resolvi ajudar esse rapaz enviando a história para o AssombradO.com.br. Para o espiritismo kardecista, a alma de um suicida atormentado é uma das piores coisas que existem no mundo espiritual. No caso relatado acima, trata-se de um espírito com muita raiva, que está obsediando o rapaz que teria lhe causado tanta desgraça. Talvez agora, com a divulgação da história, o espírito perturbado de Gilberto possa finalmente encontrar um pouco de paz...

* Os nomes dos personagens estão trocados...

História assombrada enviada por um usuário que prefere o anonimato

* Minha História Assombrada trás para você relatos assustadores vividos por usuário do site AssombradO.com.br e Sobrenatural.Org - Veja com estes relatos que o mundo sobrenatural está a nossa volta e pode acontecer algo estranho com qualquer um! Tem algum caso e deseja que ele seja publicado? Clique aqui. Toda quarta-feira as histórias aprovadas são publicadas!
Comentários