17 de julho de 2014

Lenda Japonesa: Aka-Chanchanko (Papel Vermelho? Papel azul?)

Em uma certa escola antiga de Kyoto, Japão, existe uma sala selada, no qual os professores proíbem os alunos de se aproximarem do local, e os alunos, com medo, tampouco fazem questão de passarem perto da sala maldita.

Todos os envolvidos mantém um silêncio velado sobre a sala cuja porta é velha e tem tábuas soltas. No seu interior, há um tipo de cerca sagrada budista, feita de cordas e papel como parte de um ritual antigo, feito para prender os espíritos em um certo local.

Certa vez, o hammster de estimação de uma aluna escapuliu e entrou na sala por uma fresta da porta.

A estudante entrou na sala escura e acabou tropeçando na cerca budista, profanando o local e quebrando o encantamento. A garota sente uma presença logo atrás e uma voz que diz: "Quer que eu te vista o manto vermelho?"


Ela se vira com muito medo e se depara com uma entidade assustadora, cujo do pescoço para baixo estava coberto de sangue, dando a impressão de estar vestindo um colete* ou um manto vermelho. "Você quer vestir o manto vermelho?" a entidade repete. Se a resposta fosse:

sim, a entidade a teria degolado e seu sangue cobriria seu corpo como um manto vermelho.
não, teria todo o seu sangue sugado e seu corpo ficaria azulado pela falta de sangue.

A garota foge do local, rompendo na fuga, a cerca sagrada e liberando definitivamente o espírito de uma garota que 30 anos antes, havia se suicidado naquele local, cortando a própria garganta com uma lâmina e pondo fim a uma vida de solidão e amargura causada por seus pais que viviam mudando de lugar, causando-lhe uma profunda depressão.


Variações

Como toda lenda urbana, ela sofreu diversas variações. Segue algumas:

Papel vermelho? Papel azul?: Um estudante no final da tarde, termina de fazer suas necessidades no banheiro da escola e percebe que não há papel higiênico. Uma voz do lado de fora pergunta: "Papel vermelho? Papel azul?" e o garoto responde:

"Vermelho" e de seu corpo o sangue jorrou de forma misteriosa, matando o estudante. Um outro dia, um outro aluno acaba tendo que usar o banheiro e a mesma voz torna a perguntar:  "Papel vermelho? Papel azul?". O garoto sabendo do ocorrido com o outro aluno, responde: "Papel azul!" e seu corpo é encontrado sem uma gota de sangue.

Serial killer: Nesta outra lenda há a variação de ser um serial killer que mataria os estudantes com uma lâmina em um banho de sangue ou com agulhas de seringas para remover o sangue da vítima, deixando o cadáver azulado pela falta de sangue.

*(Akachanchanko, pronuncia-se Aka tchan tchan ko e quer dizer "garota com o colete vermelho". NDT.)


.
Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
http://ja.wikipedia.org/wiki/%E8%B5%A4%E3%81%84%E7%B4%99%E3%80%81%E9%9D%92%E3%81%84%E7%B4%99
http://www5d.biglobe.ne.jp/DD2/Rumor/mantle.htm
http://homepage2.nifty.com/KHIRA/kyouhu/red.htm

CLIQUE AQUI para ler "Lenda Japonesa: Aka-name, o Demônio dos Banheiros"
Comentários