14 de julho de 2014

Jiang Shi: Os Zumbis Vampiros Chineses

Conheça o ser equivalente no folclore chinês ao nosso zumbi e vampiros modernos. 

O Jiang Shi (Kyonshii em japonês) significado "Cadáver rígido" e seria o equivalente do lendário mito do vampiro ou do zumbi do ocidente. Basicamente são pessoas que morreram violentamente, ou de maneira não natural, ou cuja alma não encontrou repouso no momento do seu falecimento.

Jiang Shi, bicho feito do !@$!@#$#@
Algumas Características:

- Sua pele é muito pálida, pois não suportariam o contato com a luz do sol, costumando aparecer somente à noite.
- Seus corpos não se decompuseram e seus cabelos e unhas seguem crescendo como se estivessem vivos.
- Uma das caraterísticas peculiares é a sua pele entre verde e branca no qual, uma das teorias afirma que isto deriva de um fungo que cresce nos cadáveres.
- Geralmente sua aparência varia desde um corpo normal até um horrível cadáver podre.
-  Têm cabelo longo e alvo.
- Bebedor de sangue: A influência das histórias de vampiros ocidentais fez o misto chinês, outrora sugador da energia vital Qi, bebesse sangue.
- Suas extremidades são rígidas, de modo que só podem avançar dando pequenos saltos e com os braços estendidos.
- São completamente cegos, mas pressentem as pessoas pela respiração.
- Quando descontrolados, são seres muito perigosos porque ao morderem uma pessoa, esta se converte também em outro morto vivo.
- Na iconografia popular, costumam vestir túnicas funerárias da Dinastia Qing, que na cultura popular ocidental é frequentemente interpretada como "a imagem do mandarim".

Jiang Shi com os braços estendidos, uma de suas características
Origem dos Jiang Shi

Uma suposta fonte das histórias sobre o Jiang Shi vem da tradição folclórica do "cadáver viajante", segundo a qual, os membros de uma família sem recursos para pagar as tarifas de viagem, contratavam sacerdotes taoistas para que transportassem de volta ao lar, aos cadáveres de seus amigos e/ou familiares que haviam morrido longe.

Os sacerdotes taoistas transladavam os cadáveres apenas durante à noite e tocavam sinos para avisar aos aldeões que estavam passando, já que era considerado má sorte para uma pessoa viva ver a um Jiang Shi. Esta prática era popular em Xiangxi, onde muitas pessoas deixavam seu lar para trabalhar em outros lugares. Após a morte, seus corpos eram devolvidos às suas casas, já que acreditavam que suas almas iriam sentir saudades do lar caso fossem enterrados longe.

Devido a que carregavam os cadáveres deitados sobre canas de bambu, quando as canas dobravam para cima e para baixo, causava a impressão de que os cadáveres pulavam ao ritmo dos passos dos monges. Algumas pessoas acreditam que as histórias sobre os Jiang shi, foram inventadas por contrabandistas que disfarçavam sua atividade ilegal com esse meio e debochavam das autoridades dessa maneira.

Os monges taoistas são os únicos que podem parar um Jiang Shi mediante diversos feitiços.


Jiang Shi na Mídia

Após o Jiang Shi ser interpretado no teatro, a figura serviu de base para muitas novelas e filmes asiáticos desde o tempo do cinema mudo. Na década 1980, o cinema mudou a sua imagem aterrorizante para algo cômico, ao lançarem produções que misturavam terror, comédia e artes marciais. Com a chegada dos efeitos visuais digitais, o gênero experimentou um novo ressurgir na década de 2000 com filmes um pouco mais substanciais, mas cada vez mais, a figura do "Zumbi Chinês", foi sendo distorcida e integrada a mangás, desenhos animados e vídeo games.

Abarixo, trailer do filme "Rigor Mortis", produção cinematográfica de Hong Kong, com o mito do Jiang Shi, turbinado por efeitos especiais:


.
Tradução/Adaptação: rusmea.com & Mateus Fornazari

Fontes:
https://www.panjury.com/trials/Jiangshi-hopping-corpse
http://ja.wikipedia.org/wiki/%E3%82%AD%E3%83%A7%E3%83%B3%E3%82%B7%E3%83%BC
Comentários