18 de junho de 2014

Crítica de Filme: O Colecionador de Corpos (2009)

* Crítica escrita por Andrea Carvalho

Colecionador de Corpos (The Collector) - Filme de 2009. Dirigido por Marcus Dunstan, o competente roteirista de Jogos Mortais 4, 5, 6 e 7. Por ai já dá pra ter uma ideia do vem pela frente.

Em resumo, o filme conta a história de um ex-presidiário que tenta ganhar a vida honestamente. Trabalhando numa bela mansão, cai em tentação e resolve levar o dinheiro da família para pagar uma dívida da namorada. Ele volta à noite para fazer o roubo. Mas ele não está sozinho, um serial killer, conhecido como Colecionador, está lá também. O assassino usa uma máscara sinistra e faz várias armadilhas pela casa. Tortura sadicamente todo mundo. Sai alguém vivo da casa? Aí, só vendo o final.

Filme violento e, pra quem gosta de sangue, é um prato cheio.

É um daqueles slasher bem feito, com direção precisa e muitas cenas de pura agonia. Daqueles que a gente pula em frente à tela, fica torcendo pelo protagonista e grita quando ele entra numa sala coberta de armadilhas, por exemplo.

O protagonista é Josh Stewart, figura conhecida. Participou de Third Watch , CSI, Grimm, “O curioso caso de Benjamin Button” e fez um websódio do The Walking Dead. O resto do elenco nem merece muito destaque porque pouco fizeram.

Apesar do nome, do gênero e do sangue, não é um roteiro bobo. É simples, mas original. Não deixa pontas soltas. Consegue prender a gente na cadeira, suando frio. Mantém o suspense de forma coerente e usa e abusa – com competência – de tortura e morte.

Por fim, a continuação do filme foi feita em 2012 e começa no momento em que o primeiro acaba. Por isso, é bom ver os dois um seguido do outro. E essa sequência também tem um final surpreendente. Vale muito a pena.





.
Quer assistir agora o filme completo dublado em português? Clica aqui então!
Comentários