8 de abril de 2014

Parapsicologia e seus Fenômenos Extra-Normais: Fotogênese

Imagine você ver uma pessoa emanando luz do seu corpo! Estranho não? Mas isto existe é um fenômeno conhecido e estudado da parapsicologia. Conheça a Fotogênese.

A fotogênese é um fenômeno de exteriorização de telergia  (Recomendamos antes de ler sobre a fotogênese, a leitura do post sobre Telergia.) e transformação em luminosidade.

Assim como a telergia, é um fenômeno de polipsiquismo, onde os assistentes podem ajudar o médium, dando suas mãos para o mesmo ter mais fluído para realizar os fenômenos.

Médium Senhora Guppy, fotografada por um espirita junto a amigas.Veja a extensão de luz no centro da foto. Repare no efeito polipsíquico (assistentes de mãos dadas ao médium)
Como esta luminosidade poderia ser produzida?

O vagalume é capaz de produzir
emissões de luz fosforescente
Existem muitos animais fosforescentes, como o vaga-lume, pirilampo, etc. Os mares tropicais apresentam muitas vezes notável brilho fosforescente, pela presença de milhões de infusórios luminosos. São conhecidos peixes luminosos nas profundezas dos mares. Igualmente a plantas, em regiões tropicais, que produzem luminosidade.

Alguns investigadores tentam explicar o fenômeno através do fósforo ou enxofre presentes no organismo humano. De fato alguns casos são explicados, mas nem todos.

Muitos quiseram explicar pela presença de eletricidade ou magnetismo corporal. O cheiro de ozônio durante a manifestação destes fenômenos confirmaria a teoria da natureza elétrica. Novamente alguns casos são explicados, mas nem todos.

Podemos ver a fotogênese?

Óculos do Dr. Kilmer.
Sua criação consistia em dois visores duplos lacrados,
com um corante azul entre os dois vidros de cada visor.
Segundo ele, qualquer pessoa poderia ver auras com eles.
Algumas pessoas "normais" e os sensitivos, são capazes de ver os fenômenos fotogenésicos de outras, especialmente se estas pessoas são também dotadas.

Aparelhos para ver a fotogênese? Sim é o que garante o Dr. Kilmer, membro do conselho de médicos de Londres, que afirma ter conseguido ver, na escuridão completa, usando vidros especiais, eflúvios luminosos humanos. Os eflúvios formariam, ao redor do corpo, um ligeiro nevoeiro luminoso de forma oval, que o Dr. Kilmer chamou "atmosfera humana"

O texto acima lhe lembrou alguma coisa? Sim, aura, um dos vários nomes pela qual a fotogênese é conhecida. Se você gosta do assunto, leia o livro: "A Profecia Celestina" de James Redfield, que aborda de maneira bem "camuflada" vários fenômenos da parapsicologia.

Temos também a máquina Kirlian, com suas impressionantes fotografias de campo elétrico. Tenho uma matéria completa sobre Kirliangrafia que você pode ler aqui!

CLIQUE AQUI para ler "Kirliangrafia ou Bioeletrofotografia: Histórico, Explicações, Fotos, Vídeos e suas Utilidades"
A fraude na fotogênese pode ser conseguida através de vários métodos.

Junto com a psicofonia, a fotogênese é um dos fenômenos mais fáceis de se fraudar. Temos sempre que falarmos em primeiro lugar no fator fraude.

Luz emitida por Ferrocério
1. Ferrocério: Um destes métodos consiste na utilização de ferrocério, que ao ser esfregado produz faíscas. O ferrocério é detectado somente através de exames microscópicos ou através de flagrantes no médium, como o que ocorreu com Ana Burton, que apresentava a saliva fosforescente após um seção.

2. Cápsulas de borracha cheias de hidrogênio fosforado: Outra técnica consiste no emprego destas cápsulas, que são facilmente inflamáveis. Quando são esfregadas entre os dedos produzem uma espécie de fogos-fátuos, coroas luminosas, faíscas carregadas de "mistério".

3. Fósforo, óleo fosforado, sulfato de cálcio, ou de estrôncio ou de bário: Após temporária exposição ao sol, emitem luminosidade na escuridão

Além da fraude, temos os fogos "misteriosos" na natureza:

Fogo de São Telmo nos mastros de um barco
1. "Fogos-fátuos": aparecem as vezes nos pântanos, nos cemitérios, nos depósitos de lixo e em quaisquer outros lugares onde há matérias animais ou vegetais em putrefação. O mais interessante e amedrontador para quem presencia este fogos, é que são atraídos pelas pessoas que passam perto, dando a impressão que o "fantasma" esta seguindo a pessoa!

2. "Fogos de Santelmo": em dias de tempestade podem ser vistos sobre os mastros dos navios, sobre as torres das igrejas, inclusive sobre a copa das árvores, ao redor de para-raios ou das ventoinhas.

3. Eletricidade Estática, que é a acumulação de eletricidade no ambiente. Quem nunca foi pentear o cabelo e sentiu um barulho característico de faísca, além de ter seu cabelo atraído pelo pente? Imagine este efeito numa sala escura? Com certeza fotogênese para ignorantes...

Alguns Casos convincentes:

CLIQUE AQUI para ler "Daniel Douglas Home"
É claro que existe fotogênese que não se enquadra em nenhum dos casos acima. Veja um dos casos mais convincentes de fotogênese, provocado por um dos maiores dotados, D.D.Home:

D.D.Home fazia aparecer luzes em toda classe de formas. Umas vezes uma pequena bola luminosa flutuava no ar, outras vezes, apareciam pequenas luzinhas, como chuva de estrelas ou diminutos fogos de artifício. Numa ocasião, viram-se umas como línguas de fogo repousando ou saindo da cabeça de Home.

Inclusive alguma ou outra vez foi observada uma luz bem mais intensa, pois era visível na sala bem iluminada. Escreve, a propósito William Crookes: "Em plena luz, vi uma nuvem luminosa pairar sobre um helicóptero, colocado em cima de uma mesa, ao nosso lado ... e, em algumas ocasiões, percebi uma nuvem semelhante condensar-se sob nossos olhos."

Algumas vezes, luzes errantes, fosforescentes, tocaram os corpos dos assistentes, oferecendo a sensação de contato com um corpo sólido

Existem casos espontâneos de fotogênese verdadeiramente notáveis. Algumas pessoas especiais cobrem-se de clarões elétricos, ou produzem faíscas. Trata-se de pessoas especiais num estado neurofisiológico especial.

Benedito XIV e seu secretário de Estado, o cardel Gonzaga
O Papa Bento XIV só não duvida em classificar como de origem sobrenatural luminescências imensamente superiores às fotogêneses naturais. Tais luminescências sobrenaturais são apresentadas unicamente por santos católicos, como Carlos Borromeu ( 1538-1584), Filipe Neri (1515-1595), Inácio de Loyola (1491-1556), Francisco de Sales (1567-1622).

O caso mais obrigatório de se lembrar seria das "línguas de fogo" aparecidas sobre a cabeça dos apóstolos no dia de Pentecostes. (superior à qualquer fotogênese natural).

No processo de beatificação de Bernardino Realino, por exemplo, se analisou sua fotogênese extraordinária: Uma das testemunhas, o senhor Tobias, descreveu como em 1608, foi consultar o jesuíta padre Bernardino, hoje canonizado. "A porta se achava entreaberta podendo ele observar uma luz extraordinária que aparecia pela pequena abertura e através das gretas. Perguntando-se a razão de tal claridade, empurrou a porta: foi então que viu o padre ajoelhado, em êxtase, e elevado ao ar, dois pés e meio do chão.

Muitas outras pessoas foram testemunhas da extraordinária luz que às vezes desprendia transformando o semblante do padre Bernardino. Declaravam que tinham visto sair faíscas de todo o corpo (o que pode ser fotogênese natural), mas muitas outras testemunhas afirmavam: em uma ou duas oportunidades, o brilho era tal que não se conseguia distinguir suas feições e tinham que desviar as vistas. Isto já supera qualquer fotogênese observada em todos os tempos e ambientes; é exclusivo do ambiente religioso divino.


.
Fontes: 
As forças físicas da mente - Tomo 1 - Oscar G. Quevedo
O Livro Ilustrado dos Mistérios Vol. 2 - Francis X. King; Publifolha
Materializações Luminosas - R.A.Ranieri"
- A Profecia Celestina - James Redfiled
Santos & Pecadores - História dos Papas - Einem Puff
Site do Clap - Centro Latino Americano de Parapsicologia
http://www.geocities.com/lemagicien_2000/kfpage/kf.html

CLIQUE AQUI para ler "Fenômeno Extra-Normal: Telergia"
CLIQUE AQUI para ler "Telecinésia: Aprenda a usar a Força da Mente para Mover Objetos"
Comentários